Amadeo de Souza Cardoso

424 visualizações

Publicada em

Pintor amarantino

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
424
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Amadeo de Souza Cardoso

  1. 1. Os Cavaleiros & cota
  2. 2. Cabeça Pintor português, Amadeo de Souza Cardoso, frequentou, em 1905, o curso de Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes em Lisboa, mas no ano seguinte mudou-se para Paris e passou a dedicar-se à pintura. Em 1914, voltou a Portugal devido à Primeira Guerra Mundial e iniciou então, em solo português, uma curta mas fulgurante carreira em que procurou experimentar diversas formas de expressão pictórica.
  3. 3. Salto do Coelho
  4. 4. Menina dos cravos O cubismo, que na época atingia notável expansão por toda a Europa, repercutiu-se na sua obra e algumas telas apresentam formas rectilíneas influenciadas pelo cubismo analítico. Inspirado por este estilo, Amadeo criou toda uma série de quadros com formas abstractas truncadas e figuras humanas recortadas destacadas por jogos de luz e cor.
  5. 5. Entrada
  6. 6. Canção Popular: a Russa e o Figaro O objecto, humano ou mineral, povoa assim os seus quadros, tornando-se presença dominante nas obras que se seguem. Posteriormente, com o seu desejo de experimentar todas as formas possíveis de expressão pictórica, Amadeo dedicou-se ao expressionismo que então atingia o seu apogeu.
  7. 7. Pintura
  8. 8. Retrato de Francisco Cardoso Surgiram telas com fortes manchas de cor, interligadas entre si e formando no conjunto figuras de inspiração nitidamente africana. É um bom exemplo desse período a obra Máscara de Olho Verde. Em 1917, participou com Almada Negreiros do Movimento Futurista Português.
  9. 9. Par - Impar
  10. 10. Pintura As suas últimas telas reflectem a experimentação de novas formas e técnicas, como as colagens, criando quadros em que espaços pintados se articulam com espaços ocupados por colagens de objectos vários: de espelhos a ganchos, de vidros a simples pedaços de papel, tudo tem lugar nas suas telas.
  11. 11. Pintura
  12. 12. Barcos
  13. 13. Procissão Corpus Christi
  14. 14. Créditos: Fundo musical: Mazurca em Dó Maior – Opus 24, nº2. François Frédérick Chopin ( 1810 - 1849 ) http://www.saber.cultural.nom.br/meus_slides/pps.html

×