Relações com o MEIO
“O nosso corpo é coordenado por umcomplexo sistema de informação, que nos avisa, protege e confere muitas    capacidades ú...
Os órgãos dos sentidos…Contêm estruturas nervosas – recetores sensoriais*, sensíveis a estímulos     O conhecimento do mun...
Os estímulos……são sinais físicos ou químicos que impressionam os órgãos dos sentidos:  – Luz  – Substâncias químicas (como...
Relações com o meio       - atividade nervosa -Em resposta às condições do meio, aos estímulos , podem realizar-se:   Ato...
O que é que sente?Objetivo: Testar a sensibilidade de diferentes          zonas da pele.Materiais: dois lápis afiados, ade...
Porquê?As terminações nervosas no braço e noutraspartes do corpo são em número demasiadoreduzido para permitirem que a pes...
SISTEMA NERVOSO
Sistema nervoso – Sistema encarregado da coordenação das diferentes funções                   do organismo e do seu relaci...
Sistema Nervoso Central (SNC)                             • Encéfalo                  Cérebro                             ...
Sistema Nervoso Central (SNC)                                                        Encéfalo             Cérebro(maior po...
O Encéfalo…
Baralhando o nosso cérebro…           VERMELHO ROSA              AZUL        LARANJA            AZUL AMARELO          PRET...
Fixe o ponto preto!                      Depois de algum tempo, a neblina cinzenta,                       ao redor do pont...
Tenho um Buraco na Mão?!Materiais: folha de papel de máquinaProcedimento: Enrole o papel para formar um tubo cujo orifíci...
Conte os pontos pretos                         0!!!
Olhe atentamente para o pontinho preto da bandeira por 30 segundos.Em seguida, olhe para um papel/parede branca           ...
Isto é chamado um “objeto impossível”Embora se possa desenhar, é impossível de construir!
Acreditem ou não, estes homens têm todos a mesma altura                     (Ora meçam!)
Quantos rostosconsegue ver?     Estão     representados     10 rostos
Mais ilusões…• o meio que nos rodeiailusopti.pps•   o meio que nos rodeiaImagens Fantasticas.pps•   o meio que nos rodeiaO...
A direção dos Sons Objetivo: Testar a capacidade do ouvido humano            para localizar uma fonte sonora.Procedimento:...
Sistema Nervoso Central (SNC)    Medula Espinal      (espinal medula)• via de comunicação:   – das sensações para o encéfa...
O encéfalo e a medula espinal são protegidos por três camadas detecido conjuntivo - as MENINGES.    meninge externa - mais...
Qual é a unidade básica do sistema nervoso?              O Neurónio – a célula nervosa
Estrutura do neurónio
SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO (SNP)                     - constituído pelos nervos                       e gânglios nervosos ...
Sistema Nervoso Periférico (SNP)        Nervo
Tipos de nervos (de acordo com a sua função)• Sensitivos – contêm somente fibras sensitivas               - conduzem os im...
Sistema Nervoso Periférico (SNP)              Classificação dos Neurónios / Nervos Segundo a sua função • Sensitivos • Mot...
A estimulação dos receptores sensoriais…                                                         centro                   ...
IMPULSO SENSORIALRECEPTOR SENSORIAL                                         INTEGRAÇÃO                      RESPOSTA MOTOR...
Acto Reflexo Resposta involuntária e automática que ocorre em  resposta a um estímulo   Arco reflexo - caminho de neuróni...
HOMEOSTASIA                           (hómoios = semelhante + stasis = situação)                                          ...
Quem consegue?Procedimento:Coloque-se de frente para uma parede, com as biqueiras dos sapatos encostadas a esta;Ponha um p...
Resultados: Certas pessoas conseguem fazer isto sem dificuldade de maior,            enquanto outras são totalmente incapa...
Os órgãos dos sentidos desempenham um papel       crucial para a nossa sobrevivência, pois         contribuem para conhece...
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Relações com o meio
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relações com o meio

823 visualizações

Publicada em

apresentação do sistema nervoso e orgãos dos sentidos elaborada a partir de recolha informação da net e do livro"Biologia para jovens" Janice Vancleave - publicações D. Quixote e de "Biology" do Campbell

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
823
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Exploração das imagens pelos alunos, de modo a chegar aos conceitos de acto reflexo (involuntário) e acto voluntário . Acto Reflexo – Acto desencadeado por um estímulo e executado involuntariamente. Pode ser inato ou adquirido. Acto voluntário – Acto que depende exclusivamente da nossa vontade., ou seja, consiste num acto controlado conscientemente. Estímulos – São factores que obrigam o nosso organismo a reagir, podendo ser internos ou externos. Ex.: Luz, fome.
  • Os vários milhares de milhão de neurónios que entram na constituição do sistema nervoso fazem parte de órgãos com estruturas muito diversas. Sistema nervoso – Sistema encarregado da coordenação das diferentes funções do organismo e do seu relacionamento com o meio exterior. É constituído por tecido nervoso, formado por neurónios – células especializadas. O sistema nervoso divide-se em sistema nervoso central (SNC) e sistema nervoso periférico (SNP).
  • O encéfalo é constituído por cérebro, cerebelo, bolbo raquidiano e hipotálamo. Cérebro – maior porção do encéfalo; é responsável pelos actos conscientes. Bolbo raquidiano – parte do encéfalo ligada à medula espinal; contém os centros do batimento cardíaco, os reflexos da tosse, do engolir, do soluçar, entre outros. Cerebelo – segunda maior parte do encéfalo; coordena os músculos, a posição e o equilíbrio do corpo. Hipotálamo – controla a hipófise (glândula que faz a ligação entre o SN e o S.endócrino); contém, entre outros, os centros da fome, da sede e do sono.
  • O SNP recebe informações captadas pelos receptores sensoriais, conduzindo-as aos centros nervosos. Nele circulam, também, informações provenientes dos centros nervosos para os órgãos efectores. Nervos – Feixes de fibras nervosas que transportam os impulsos. Segundo a sua função os nervos classificam-se como: Gânglios nervosos – Consistem em dilatações no trajecto dos nervos, onde se encontram os corpos celulares das células nervosas.
  • Segundo a sua função os nervos classificam-se como: Nervos sensitivos – transmitem informações dos receptores sensoriais para os centros nervosos. Ex.: Nervo auditivo. Nervos motores – transmitem informações dos centros nervosos para os órgãos efectores. Ex.: nervos do músculo da língua. Nervos mistos – Transmitem informações dos receptores sensoriais para os centros nervosos e destes para os órgãos efectores. Ex.: nervos que têm origem na medula espinal. Segundo a região em que se originam classificam-se como: Nervos cranianos – Nervos originados no encéfalo. Nervos raquidianos – Nervos originados na medula espinal.
  • Existem 3 tipos de neurónios: Sensitivo, Conector e Motor. Neurónio sensitivo – leva a mensagem do receptor até à medula espinal ou ao encéfalo. Neurónio motor – transmite aos órgãos efectores a ordem do encéfalo ou da medula. Neurónio conector – conduz os impulsos entre os neurónios sensitivos e os neurónios motores.
  • Relações com o meio

    1. 1. Relações com o MEIO
    2. 2. “O nosso corpo é coordenado por umcomplexo sistema de informação, que nos avisa, protege e confere muitas capacidades únicas, como por exemplo, a de imaginar…”
    3. 3. Os órgãos dos sentidos…Contêm estruturas nervosas – recetores sensoriais*, sensíveis a estímulos O conhecimento do mundo que nos rodeia depende, em grande parte, das mensagens nervosas originadas nos recetores sensoriais pelos estímulos*Também há recetores sensoriais em órgãos internos do corpo
    4. 4. Os estímulos……são sinais físicos ou químicos que impressionam os órgãos dos sentidos: – Luz – Substâncias químicas (como as que desencadeiam os cheiros e sabores) – Sons – Variações de temperatura e de pressão…
    5. 5. Relações com o meio - atividade nervosa -Em resposta às condições do meio, aos estímulos , podem realizar-se:  Atos voluntários – desencadeados por vontade própria (falar, andar,…)  Atos involuntários – conjunto de movimentos coordenados que executamos de forma automática (pestanejar, espirrar…).
    6. 6. O que é que sente?Objetivo: Testar a sensibilidade de diferentes zonas da pele.Materiais: dois lápis afiados, adesivo (fita-cola)Procedimento:Cole os lápis um ao outro com adesivo, de modoque as pontas fiquem à mesma altura;Peça a um colega que feche os olhos enquanto lhetoca, suavemente, com as pontas dos dois lápis noantebraço (ao mesmo tempo);Pergunte ao colega quantas pontas é que ele sente;Repita a experiência, mas tocando com as pontasdos lápis na extremidade do polegar, ou outro dedoda mão, na palma da mão,…(Por vezes teste-o tocando só com uma ponta,depois repita com as duas, simultaneamente)Vá registando as repostas, referindo a zona tocada. Resultados: O ajudante apenas sente uma ponta a tocar-lhe no antebraço, mas no polegar ou nos restantes dedos da mão já é capaz de sentir as duas pontas.
    7. 7. Porquê?As terminações nervosas no braço e noutraspartes do corpo são em número demasiadoreduzido para permitirem que a pessoadistinga a pressão de duas pontas de lápismuito próximas. O número extra determinações nervosas nas extremidades dosdedos da mão possibilita ao indivíduoidentificações mais precisas. Claro quenestas zonas da pele as sensações de dorsão também muito mais intensas. Receptores sensoriais
    8. 8. SISTEMA NERVOSO
    9. 9. Sistema nervoso – Sistema encarregado da coordenação das diferentes funções do organismo e do seu relacionamento com o meio exteriorOrganização do Sistema NervosoSistema Nervoso Central • Encéfalo • Medula espinalSistema Nervoso Periférico • Nervos • Gânglios
    10. 10. Sistema Nervoso Central (SNC) • Encéfalo Cérebro (localizado na caixa craniana)Bolbo CerebeloRaquidiano – Cérebro – Cerebelo – Bolbo Raquidiano Medula Espinal • Medula Espinal (no interior da coluna vertebral)
    11. 11. Sistema Nervoso Central (SNC) Encéfalo Cérebro(maior porção do encéfalo; responsável pelos actos conscientes; controla atividades sensoriais (visão, audição,…), motoras e inteletuais ( inteligência, memória, emoções,…) Hipotálamo (Controla a hipófise, contém centros da fome, da sede, do sono,…) Cerebelo Hipófise (coordena os músculos/movimentos (glândula produtora de hormonas, faz a ligação entre o sist. Endócrino (hormonal) e o sist. nervoso) do corpo, manutenção do equilíbrio,…) Bolbo raquidiano (tronco cerebral; ligado à espinal medula; coordenação dos reflexos( funções involuntárias: batimentos cardíacos, movimentos respiratórios, tosse, engolir, soluçar, …)
    12. 12. O Encéfalo…
    13. 13. Baralhando o nosso cérebro… VERMELHO ROSA AZUL LARANJA AZUL AMARELO PRETO CASTANHO Leia as palavras acimano cérebro! Conflito escritas Diga, por ordem, qual a cor com que cada uma das palavras está escrita dizer a cor mas, o O lado direito tenta lado esquerdo, insiste em ler a palavra
    14. 14. Fixe o ponto preto! Depois de algum tempo, a neblina cinzenta, ao redor do ponto, parecerá desvanecer
    15. 15. Tenho um Buraco na Mão?!Materiais: folha de papel de máquinaProcedimento: Enrole o papel para formar um tubo cujo orifício tenha o tamanho aproximado do seu olho; Ajuste o tubo de papel ao olho direito; Mantenha os dois olhos abertos; (este detalhe é muito importante!) Enquanto olha para um qualquer objecto na sala coloque a mão esquerda contra a parte lateral do tubo, com a palma virada para si. Resultados: Um buraco parece surgir na palma da mão esquerda. As imagens vistas pelos olhos direito e esquerdo são projectadas na retina. Normalmente verifica-se a sobreposição da mesma imagem, mas neste caso a presença do tubo restringe a visão de ambos os olhos. O olho direito vê através do tubo e o olho esquerdo vê a mão. A sobreposição destas imagens restritas produz a imagem de uma mão com um buraco. Quando estas duas imagens se sobrepõem na retina, a mensagem enviada para o cérebro é a de que há um buraco na mão!
    16. 16. Conte os pontos pretos 0!!!
    17. 17. Olhe atentamente para o pontinho preto da bandeira por 30 segundos.Em seguida, olhe para um papel/parede branca Irá ver a bandeira do Brasil com as suas cores reais
    18. 18. Isto é chamado um “objeto impossível”Embora se possa desenhar, é impossível de construir!
    19. 19. Acreditem ou não, estes homens têm todos a mesma altura (Ora meçam!)
    20. 20. Quantos rostosconsegue ver? Estão representados 10 rostos
    21. 21. Mais ilusões…• o meio que nos rodeiailusopti.pps• o meio que nos rodeiaImagens Fantasticas.pps• o meio que nos rodeiaOlhosquevêem.pps• o meio que nos rodeiaPercepcao.pps• o meio que nos rodeiaTestedeDiccao0.pps• o meio que nos rodeianota_20_.pps
    22. 22. A direção dos Sons Objetivo: Testar a capacidade do ouvido humano para localizar uma fonte sonora.Procedimento:Peça a um ajudante para que se sente numa cadeira;Diga-lhe para fechar os olhos;Faça estalar os dedos no ar sobre a cabeça dele e peça-lhe quedetermine a zona de proveniência do som – à frente, acima ouatrás da cabeça.Repita o procedimento várias vezes, mudando a posição dos dedosNOTA: Tenha em atenção que os seus dedos devem estar colocados à mesma distância dos dois ouvidos do parceiroResultados:Por mero acaso, algumas respostas poderão ser corretas mas, se forem efetuadas tentativassuficientes, torna-se óbvio que a pessoa não consegue descobrir de onde vem o som. Porquê? A direção de onde provém o som nem sempre é clara, a não ser que a fonte esteja mais próxima de um dos ouvidos. Se o ruído vem da zona central da cabeça, seja à frente, acima ou atrás, a pessoa não consegue detetar a localização exata da fonte sonora, ou seja, a proveniência do som. Esta confusão deve-se ao facto de, nestas áreas, o som ser recebido com igual intensidade por ambos os ouvidos
    23. 23. Sistema Nervoso Central (SNC) Medula Espinal (espinal medula)• via de comunicação: – das sensações para o encéfalo – das ordens que este envia para todo o organismo• centro para muitos reflexos
    24. 24. O encéfalo e a medula espinal são protegidos por três camadas detecido conjuntivo - as MENINGES. meninge externa - mais espessa é a dura-máter meninge mediana - é a aracnóide meninge mais interna - pia-máter (firmemente aderente ao encéfalo e à medula)
    25. 25. Qual é a unidade básica do sistema nervoso? O Neurónio – a célula nervosa
    26. 26. Estrutura do neurónio
    27. 27. SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO (SNP) - constituído pelos nervos e gânglios nervosos - conecta (liga) o sistema nervoso central às diversas partes do corpo
    28. 28. Sistema Nervoso Periférico (SNP) Nervo
    29. 29. Tipos de nervos (de acordo com a sua função)• Sensitivos – contêm somente fibras sensitivas - conduzem os impulsos dos órgãos sensitivos para o SNC• Motores – contêm somente fibras motoras - conduzem impulsos do SNC até os órgãos efetores (músculos ou glândulas)• Mistos – contêm tanto fibras sensitivas quanto motoras NEURÓNIO SENSITIVO ENCÉFALO GÂNGLIO ESTÍMULO RECEPTOR NEURÓNIO MOTOR MEDULA ESPINAL INTERNEURÓNIO NERVO RESPOSTA EFECTOR SNP SNC
    30. 30. Sistema Nervoso Periférico (SNP) Classificação dos Neurónios / Nervos Segundo a sua função • Sensitivos • Motores • Interneurónios ou de associaçãoSegundo a região em que se originam• Cranianos• Raquidianos ou espinaisCom base nos prolongamentos quesaem do corpo celular• Unipolares• Bipolares• Multipolares
    31. 31. A estimulação dos receptores sensoriais… centro nervoso• … desencadeia, nos receptores, mensagens nervosas que são conduzidas aos centros nervosos (encéfalo e medula espinal)• …são elaboradas novas mensagens nervosas…• …que são transmitidas aos órgãos efectores (músculos e glândulas) que efectuam a resposta.
    32. 32. IMPULSO SENSORIALRECEPTOR SENSORIAL INTEGRAÇÃO RESPOSTA MOTORACÉLULAS EFECTORAS SNP SNC
    33. 33. Acto Reflexo Resposta involuntária e automática que ocorre em resposta a um estímulo Arco reflexo - caminho de neurónios que determina um ato reflexo
    34. 34. HOMEOSTASIA (hómoios = semelhante + stasis = situação) ambiente extracelular interno Grandes SISTEMAS DE CONTROLO Pequenas variações variações externas internas ambiente intracelular Capacidade de Respostadetetar alterações no ambiente (interno e externo) + adequada a essas alterações SOBREVIVÊNCIA DO ORGANISMO
    35. 35. Quem consegue?Procedimento:Coloque-se de frente para uma parede, com as biqueiras dos sapatos encostadas a esta;Ponha um pé atrás do outro e recue três passosPeça a alguém que coloque um banco entre si e a parede;Debruce-se para a frente e encoste o cocuruto da cabeça contra a parede;Pegando no banco pelo assento, levante-o do chão e segure-o junto ao peito;Mantendo o banco junto ao peito, tente pôr-se de pé. Objetivo: Demonstrar a diferença na posição do centro de gravidade entre os indivíduos do sexo masculino e feminino.
    36. 36. Resultados: Certas pessoas conseguem fazer isto sem dificuldade de maior, enquanto outras são totalmente incapazes.
    37. 37. Os órgãos dos sentidos desempenham um papel crucial para a nossa sobrevivência, pois contribuem para conhecermos e nos relacionarmos com o meio envolvente.É essencial cuidarmos deles e estarmos alerta…telemovel e conduzir.wmv

    ×