Mocho como símbolo da Matemática

1.966 visualizações

Publicada em

Owl as symbol of wisdom and mathematics

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.966
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
62
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mocho como símbolo da Matemática

  1. 1. Ordem Strigiformes* Famílias Strigidae e Tytonidae Géneros 27 Espécies 205 As espécies mais conhecidas… Bertel Bruun, et al., Aves de Portugal e Europa / Encyclopedia Portugueza Illustrada Sobre o mocho Mocho Coruja Bufo Mocho-de-orelhas Coruja-das-neves Bufo-branco Mocho de Tengmalm Coruja-das-torres Bufo-pequeno Mocho-diabo Coruja-do-mato Bufo-real Mocho-galego Coruja-do-nabal Mocho-mateiro (BR) Coruja-gavião Mocho-negro (BR) Coruja-lapónica Mocho-pigmeu Coruja-moura Coruja-uralense Aves de rapina, principalmente noturnas * Engloba mochos e corujas
  2. 2. http://my.brainshark.com/Identif-Em Portugal Mochos-e-Corujas-896720594 https://www.youtube.com/watch?v=9a_c0JAPXqA Estatuto de conservação: a espécie não vem referenciada no Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal. A nível europeu, encontra-se “Não Ameaçada”, sendo a sua situação considerada “Segura”.
  3. 3. Mocho-galego (Athene noctua) https://vimeo.com/3911509 https://vimeo.com/23685459 “É a mais diurna das rapinas nocturnas, sendo frequentemente observado durante o dia. Pode ser visto um pouco por todo o país, sendo aparentemente mais comum a sul do Tejo.” http://www.acordocamaleao.com/imagens/fichamocho.pdf
  4. 4. Nos Açores - Asio otus* O mocho com o nome científico Asio otus (“Bufo-pequeno” no Continente), também conhecido nalgumas localidades como coruja, é uma ave de rapina noturna (como tal, a única no arquipélago), que existe em todas as ilhas dos Grupos Central e Oriental**. É uma espécie residente relativamente comum, no entanto, apesar disso, trata-se da mais desconhecida de todas as aves terrestres que nidificam nos Açores. É um mocho de tamanho médio, com 90 cm. de envergadura. Tem penachos na cabeça. O acasalamento ocorre entre Março e Abril. Fazem os seus ninhos geralmente nos bosques. O número de ovos é de 5 ou 6 e a duração do choco é de 27 a 28 dias.As jovens aves ficam junto dos pais até ao início do Outono. Em Agosto podem ainda ser alimentadas pelos progenitores. A partir desta altura começam a aprender a caçar. Alimentam-se essencialmente de ratos, mas também podem incluir na sua alimentação pequenas aves e insectos. Esta espécie tem sido pouco estudada nos Açores. Poderá apresentar certas particularidades em relação à mesma espécie noutros pontos do globo, pelo facto de viver em ilhas. Fátima Melo, O Môcho http://terralivreacores.blogspot.pt/2008/07/o-mocho.html http://avesdosazores.wordpress.com/aves-dos-acores/especies-terrestresnao-passeriformes/bufo-pequeno/ ** Portanto, à exceção das Flores (?) e Corvo. http://www.azores.gov.pt/Gra/srrn-cets/conteudos/livres/Bufo-pequeno.htm As aves açorianas assemelham-se aos indivíduos da subespécie europeia. Gérald Le Grand, Check list of the birds of the Azores * Duas espécies vivem nos Açores (Asio otus e Tyto alba ou coruja-das-torres), sendo esta a mais comum.
  5. 5. Camouflage… Onde está o mocho?? Tente encontrar, nas imagens que lhe mostramos, o mocho que se encontra camuflado no seu habitat. A sua incrível capacidade de se esconder na floresta permite-lhe passar despercebido a todos os olhares. http://www.noticiasaominuto.com/mundo/290231/onde-esta-o-mocho#/615/0
  6. 6. Sobre o simbolismo… “Símbolo – etimologicamente e na sua origem, é um sinal de reconhecimento composto por duas metades complementares do mesmo objecto. Por extensão, qualifica uma entidade, um objecto, uma pessoau omu cuomnc erietloa,t o que representam uma outra entidade, em virtude de uma analogia essencial ou de uma convenção arbitrária. “ “Signo – Termo genérico que tem por base a mediação. Define todas as manifestações (…), naturais ou convencionais, que possam ser interpretadas como reveladoras da existência de um outro fenómeno, frequentemente não manifesto.” “Toda a gente utiliza, no quotidiano, o simbolismo, sem o saber (…), pois toda a palavra constitui um símbolo. Não existe pois um domínio reservado ou ocasional, mas uma prática quotidiana onde o papel do simbolismo consiste em exprimir qualquer ideia de um modo que seja acessível a todos.  Etimologicamente a palavra símbolo provém do grego sumballein, que significa unir. (…) Ora, um símbolo é um elemento de ligação. Não podemos compreender nada, nem comunicar nada, sem a sua participação. A lógica depende dele, pois apela ao conceito de equivalência e a própria matemática, com os seus números, apenas se exprime por meio de símbolos .  A vida é a fonte mais fecunda destes procedimentos e a sua mais antiga utilizadora. (…) É por esta razão que um simbolismo vital e orgânico exprimirá sempre, melhor do que qualquer outro, as verdades de ordem espiritual. [Pretende-se assim] seguir as mutações dos signos desde o seu aparecimento até à sua metamorfose longínqua, nomeadamente no domínio dos ritos e dos mitos . (…) Os mitos são a língua figurada das origens . Explicam a origem de uma instituição, de um costume, a lógica de uma aventura. São, segundo Goethe, ligações permanentes da vida. ” Luc Benoist, Signos, símbolos e mitos
  7. 7. Sobre o simbolismo… Humanização do Cosmos – “O nosso conhecimento do mundo seguiu a exploração que a nossa sensibilidade aplicava ao universo com o qual tentava identificar-se. Esta analogia que as tradições antigas estabeleciam entre o microcosmos e o macrocosmos é a verdadeira chave do simbolismo figurativo que utiliza os elementos da natureza para exprimir as concepções do espírito . “ O mundo celeste / O centro e o eixo do mundo / Os mediadores elementares: fogo, ar, água / Os mediadores cósmicos : planetas, números e cores.  Os mediadores elementares: fogo, ar, água - “a Lua está associada à água, como o Sol ao fogo. Irradiando uma luz indireta, (…) pelo seu reaparecimento periódico, é símbolo de renovação. Mede o tempo, o das semanas e dos meses, segundo o seu próprio ciclo. (…) Controla os fenómenos da fertilidade e da vegetação. As almas mortas devem passar através da sua esfera, domicílio das divindades lunares Ísis, Istar, Artemísia, Lucine, Hécate e Perséfone, que são também as divindades ctonianas [do submundo ou subsolo]. Simboliza o conhecimento indireto, discursivo e racional , representado pela coruja , pássaro noturno de Minerva.” Luc Benoist, Signos, símbolos e mitos
  8. 8. Simbologia dos números  Os mediadores cósmicos: planetas, números e cores – “a noção de número deve ter nascido da contemplação de um conjunto de objetos idênticos ou com uma característica comum. Foi a primeira aplicação da teoria dos números. Para contar, foram durante muito tempo utilizados calhaus (calculus ) que passaram a ser os elementos habituais do ábaco.” “O zero não é um número, mas sim o ponto de partida de toda a numeração anterior à unidade e símbolo da possibilidade universal.” ”A unidade,1, sempre foi considerada o símbolo do Ser , de um Deus pessoal, o que não quer dizer único, mas o primeiro numa hierarquia de autoridade. “  “O 2 exprime a dualidade, a polaridade, a sexualidade, a divisão da unidade em masculino e feminino, ativo e passivo, yin e yang .”  “O 3 a tríade, acentua esta divisão da unidade e constitui a sua primeira manifestação de princípio como ternário, tríade ou trindade.”  “O 5, o pentáculo, representa a matéria e a vida, visto que é composto pelo primeiro par e pelo primeiro ímpar: 2+3, ou seja, o macho e a fêmea. São 5 os elementos (fogo, ar, terra, água e éter), os 5 sentidos, os 5 dedos da mão”… https://www.youtube.com/watch?v=DeaiRSfZRzE Luc Benoist, Signos, símbolos e mitos  Informações adicionais: Na Bíblia - https://www.youtube.com/watch?v=4f-HvGQ5nSc Na “Mensagem” de Fernando Pessoa -
  9. 9. O lado místico dos números…
  10. 10. A “linguagem simbólica da Natureza”… “Tratar alguém por nomes de [animais, nomeadamente] de pássaros, (…) expressões correntes que atestam a importância da presença animal na vida de todos nós diariamente. Forjam um bestiário abstrato, que povoa nossa fraseologia quotidiana e reafirmam, embora indiretamente, a natureza animal do ser humano.” “O animal tem, pois, lugar todo particular no imaginário humano. O espaço do pensamento que ele ocupa é importante. O simbolismo animal reflete não os animais, mas a ideia que o homem tem deles e, talvez, a ideia que tem de si próprio”… http://salves.com.br/xasimbanim.htm Simbolismo animal
  11. 11.  O mocho é um animal largamente incluído nos mitos e no folclore de muitos povos. Para isso contribuem algumas características da sua morfologia e comportamento, como os olhos grandes e vivos numa cabeça redonda que se move curiosamente para um e para outro lado, hábitos noturnos, um piar que ecoa na noite de forma fantasmagórica e o facto de estar espalhado geograficamente por todo o mundo (ausente apenas em algumas ilhas isoladas e nos pontos de frio extremo da Terra), sendo por isso um animal bastante familiar.  Nas muitas culturas que têm referência aos mochos, há dois aspetos que são recorrentes: a relação entre este animal e a sabedoria (para a qual a aguçada consciência sensorial em relação ao ambiente certamente contribui);  a relação com os prenúncios de eventos nefastos ou relacionados com a morte.  Para alguns povos, o mocho é um ser que protege dos males e da doença; para outros é o seu anunciador.  Vários povos consideravam que ter uma efígie de mocho pendurada na entrada de casa protegia de vários males (romanos, povo Ainu do norte do Japão, chineses, estes últimos associando-o à energia positiva ou yang).  Em mutos países africanos o mocho é associado a feitiçaria e bruxaria. No Médio Oriente, à ruína, destruição e morte.  Alguns povos asiáticos acreditavam que o mocho levava a alma do falecido.  Na Índia, a “coruja das torres” é o veículo da deusa Lakshmi (à direita), associada à abundância, sabedoria e aprendizagem.  Os mochos também sempre foram associados às mulheres. Em França existe uma crença no folclore segundo a qual, se uma mulher grávida ouvir um mocho, isso é indicação de que o bébé será rapariga. E há muitas outras referências a este animal nas lendas e mitos das várias culturas, expressão do fascínio e do interesse que o homem sempre sentiu por esta ave. http://atuavidanosastros.com/2013/07/os-animais-e-a-cultura-o-mocho-sabedoria-e-augurios/ https://www.academia.edu/7792563/Corujas_entre_lendas_mitos_deuses_e_demonios O Mocho como símbolo
  12. 12. “Os mochos sempre foram associados às mulheres”…
  13. 13. https://www.youtube.com/watch?v=cmpwvie8rDk O significado do mistério…
  14. 14. # A Matemática, que vem do grego máthema e significa a “ciência do conhecimento, do raciocínio lógico e abstrato”, tem linguagem e conceitos universais. http://www.blogdafei.com.br/infofei/2013/09/matematica-a-formula-da-sabedoria/#.VERHefl_uSo S “Com 30 000 anos de história, a Matemática forma a base da nossa cultura, ciência e tecnologia. Assim, é fundamental nas nossas vidas.” € “A noção de número e suas extraordinárias generalizações estão intimamente ligadas à história da humanidade. E a própria vida está impregnada de matemática: grande parte das comparações que o homem formula, assim como gestos e atitudes quotidianas, aludem conscientemente ou não a juízos aritméticos e propriedades geométricas. Sem esquecer que a ciência, a indústria e o comércio nos colocam em permanente contacto com o amplo mundo da matemática”… http://asabedoriadamatematica.blogspot.pt/ https://www.youtube.com/watch?v=BWtrVYNS3BI
  15. 15. ·Provérbio sobre Sabedoria, Matemática e Leitura: “Felizes aqueles que se divertem com problemas que educam a alma e elevam o espírito.” (Fenelon) ·"A escada da Sabedoria tem os degraus feitos de números.“ (Blavatsky) ·"Sem a Matemática, não poderia haver ·"Zero, esse nada que é tudo.“ (Laisant) ·"Os números governam o mundo." (Platão) ·"Os números são as regras dos seres e a Matemática é o Regulamento do Mundo." (F. Gomes Teixeira) Astronomia; sem os recursos maravilhosos da Astronomia, seria completamente impossível a navegação. E a navegação foi o fator máximo do progresso da humanidade." (Amoroso Costa)  Frases famosas envolvendo a Matemática 
  16. 16. Matemática – linguagem universal Mocho – símbolo global e intemporal f A Matemática não possui um símbolo específico, pois, inicialmente, estava sujeita à Filosofia. Pitágoras (ca. 582 a.C.), o célebre sábio grego, era matemático e filósofo (“amigo do Saber”). f O mais comum é utilizar-se a raíz quadrada de x, ou, então, uma raíz sem radicando e uma coruja ao lado. http://astral.sapo.pt/espiritualidades/numerologia/numerologia-907316.html https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20111112142249AALSi3Q Viajou pelo mundo conhecido da sua época, tendo estado no Egito, onde aprendeu aritmética, geometria e astronomia, na Babilónia e na Pérsia, onde aprofundou os seus conhecimentos.
  17. 17. p Porquê “uma coruja ao lado”??... Porque o mocho/coruja é o símbolo da Sabedoria
  18. 18. # E por que o mocho/coruja é o símbolo da Sabedoria??... Por influência da mitologia grega: Atena, deusa da guerra e da Sabedoria, tinha uma coruja como mascote, companhia que lhe revelava “todos os segredos ocultos”… Os gregos consideravam a noite como o momento do pensamento filosófico e da revelação intelectual e a coruja, por ser uma ave noturna, acabou representando essa busca pelo Saber. http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-a-coruja-e-simbolo-de-sabedoria Tetradracma de Atenas com Atena e coruja Mitologia grega
  19. 19. Minerva – divindade itálica, etrusca, identificada com a deusa grega Atena ou Palas, filha de Métis (a sabedoria) e Júpiter (o poder). Herdando os atributos dos seus pais, é Minerva a deusa da guerra, da sabedoria e das artes, assim como protetora de todos os ofícios. Mitologia romana Os animais consagrados a Minerva eram o mocho e o dragão. Os artistas representavam-na com um capacete na cabeça, égide no braço esquerdo, e lança na mão direita, como deusa da guerra, tendo, junto de si, um mocho sobre o qual se encontravam os os diversos instrumentos de matemática, como deusa da ciência e das artes. Os romanos também atribuíam qualidades proféticas a esse animal. Museu do Louvre Joaquim Chaves Ribeiro, Vocabulário e fabulário da mitologia O nome “Minerva” vem da antiga raiz da palavra “mente”. http://www.olhosdebastet.com.br/textos/Minerva%20ou%20ATENA.htm
  20. 20. Guar d i ã o da N o i t e Coruja é a ave soberana da noite. Para muitos povos a coruja significa mistério, inteligência e sabedoria. Simboliza a reflexão, o conhecimento racional e intuitivo. Ela tem a capacidade de enxergar através da escuridão, conseguindo ver o que os outros não vêem. https://www.youtube.com/watch?v=cmpwvie8rDk P r í n c i p e d a s T r e v a s
  21. 21. Ter a capacidade de ver na escuridão significa também ampliação dos limites da perceção, ver as coisas na sua totalidade, o consciente e o inconsciente... Os poderes da coruja são a clarividência, a projeção astral e a magia… https://www.facebook.com/media/set/?set=a.379817572078113.84293.312926148767256&type=3 Esoterismo
  22. 22. Horóscopo Xamânico 21/11 a 20/12 – As corujas são muito observadoras e silenciosas. Pessoas coruja são inteligentes, bem articuladas e discretas. Seu olho para os detalhes faz delas perfeccionistas. A Coruja necessita de liberdade de expressão. É valente e decidida e sabe ser versátil. Sua natureza é sincera e estudiosa. No amor, adora a aventura e é atraído por pessoas exóticas. Precisa de variedade e intensidade de sentimentos, mas, acima de tudo, alguém com quem possa conversar e compartilhar seus múltiplos interesses intelectuais. http://horoscopovirtual.uol.com.br/horoscopo-xamanico#ixzz39F9SJYyi *Xamanismo – relativo aos velhos Xamãs das tribos indígenas da América do Norte. Seus signos são animais, porque acreditavam que o ser humano deve viver em harmonia com a Natureza. Astrologia Signo Coruja
  23. 23. http://www.native-languages.org/legends-owl.htm Índios americanos
  24. 24. Uluka… Hinduísmo https://www.youtube.com/watch? v=gwMiHDtQUvY https://www.youtube.com/watch?v=gwMiHDtQUvY
  25. 25. Um fascínio que vem de muito longe…  Atena veio do Antigo Egito, da deusa Net (nome grego Neith), deusa da guerra e da caça, representada por uma mulher com arco e associada à coruja.  Na mitologia egípcia, a coruja também era a forma animal da deusa Isis. Mitologia egípcia
  26. 26. Antigo Egito - Hieróglifo O sinal da coruja é um unilítero (representa uma consoante), tem o som de “M” e era usado para escrever palavras que tivessem o som de “M”. Em egípcio a palavra preto é lida “kem”. http://antigoegito.org/introducao-aos-hieroglifos/
  27. 27. Nos bestiários medievais “Um dos aspetos culturais peculiares da Idade Média literária consistiu no aparecimento de ricas e ilustrativas colectâneas de informações e ensinamentos sobre o mundo animal vulgarmente conhecidas como bestiários.” http://www.revistamirabilia.com/sites/default/files/pdfs/2009_07.pdf Feira Quinhentista, Ribeira Grande, Açores, 2014 “A partir do pronunciamento bíblico (Genesis 1:28) e de posicionamentos de vários estudiosos e filósofos, o pensamento medieval preocupou-se em marcar, com maior ou menor nitidez, a separação entre a natureza humana e a animal.” “Dessa forma, os bestiários acabaram se tornando perfeitos repositórios dessa vertente da mentalidade religiosa medieval que, sobremaneira preocupada com a salvação da alma humana, podia dificilmente olhar além do horizonte a não ser através das lentes de Deus, as quais faziam transparecer na natureza, assim metafisicamente considerada, os seus vivos exemplos de ensinamento e de edificação moral. No tocante à existência dos animais, o posicionamento bíblico do Livro de Job” sobre essa teleologia* ensinadora era constantemente lembrado (Job, 12: 7-8).” Pedro Carlos Louzada Fonseca * http://pt.wikipedia.org/wiki/Teleologia
  28. 28. Nos bestiários medievais Bestiaria Latina Bubo, Noctua “Desse modo, a natureza e as suas variadas espécies de criaturas foram concebidas como indubitáveis mananciais de exemplos e de lições morais, cujos ensinamentos – cifrados por figuralidades retóricas, metafóricas, alegóricas e simbólicas, que relacionavam aspetos da realidade física a entendimentos metafísicos – deveriam servir como proveito para a formação moral e espiritual do homem, principalmente no estado não virtuoso em que se encontrava, decaído pela transgressão do Pecado original.” “Relativamente a cada animal existia uma lição moral a ser apreendida.” http://www.revistamirabilia.com/sites/default/files/pdfs/2009_07.pdf Livro das Aves* Obra moralizante sobre aves Manuscrito iluminado Portugal, século XII “As ilustrações textuais foram um fator de vital importância para a sua popularidade porque concretizavam vivamente as descrições que, por vezes, eram demasiado cifradas ou referiam-se a animais desconhecidos, quer pelo seu exotismo, quer por sua realidade totalmente imaginária ou fabulosa.” “Os bestiários constituíram, [assim], um dos géneros informativos sobre os animais mais apreciados durante toda a Idade Média, não obstante (ou talvez devido) o seu conteúdo simbólico-figurativo.” Pedro Carlos Louzada Fonseca http://bestlatin.net/zoo/bubo.htm *A folha da Coruja está danificada De Bubone
  29. 29. Nas sociedades secretas… Illuminati -Ordem Bavária Clube Boêmio http://pt.wikipedia.org/wiki/Bohemian_Club Illuminati Símbolo da sociedade - Coruja de Minerva http://pt.wikipedia.org/wiki/Illuminati Movimento Schlaraffia http://en.wikipedia.org/wiki/Schlaraffia “Owl of Wisdom” “Ode to Wisdom” Samuel Richardson (1689-1761) “The solitary Bird of Night”… http://rua.ua.es/dspace/bitstream/10045/6164/1/RAEI_07_24.pdf
  30. 30. MOCHO A trilogia da Sabedoria… Pitágoras μαθηματικός mathēmatikós “apreciador do conhecimento” FILOSOFIA MATEMÁTICA
  31. 31. Começando pela Sabedoria …
  32. 32. E Educação… https://www.youtube.com/watch?v=u0Rqtrtg2uA NC Wise Owl Mathematics https://www.youtube.com/watch?v=HCV3SYldVt4
  33. 33. Da escola básica à Universidade… Owl Scholar… Universidade da Madeira http://www.temple.edu/about/temple-now Temple University, Philadelphia, USA Where students get “world ready”… http://dspace.uevora.pt/rdpc/ Como Temple começou por ser uma escola noturna, o mocho (animal noturno) foi adotado como sua mascote.
  34. 34. Nas bibliotecas livres… / Little free libraries…
  35. 35. Dos livros ao cinema… https://www.youtube.com/watch?v=x8RKCmkOyB4
  36. 36. “Este livro contém um conjunto de textos que, revistos pelo autor e seriados cronologicamente, expressam modos de interpretar e sintetizar juízos sobre a obra e a personalidade de Vitorino Nemésio, que a si mesmo se nomeou Rouxinol e Mocho, isto é, poeta e professor, criador literário de vários géneros e erudito universitário. Raramente se consegue a abrangência que Nemésio alcançou: poesia, romance, crónica, ensaio, investigação, magistério universitário e comunicação na rádio e na televisão.” http://www.wook.pt/ficha/rouxinol-e-mocho-seguido-de-ensaios-raul-brandao-e-vitorino-nemesio/a/id/4648782 Coleção “O Mocho de papel”: http://www.lelloeditores.com/engine.php?cat=2
  37. 37. Na literatura infantil… http://www.oxfordowl.co.uk/reading-owl/find-a-book/library-page/ Mochinhos gelados do Japão… https://www.youtube.com/watch?v=OkJAa2MrdoA
  38. 38. Informática… Web semântica A OWL é uma linguagem para definir e “instanciar” ontologias na Web. http://www.slideshare.net/hudsondaf/ass-owl?qid=f8575fb8-9e39-4b44-997a-b1aa23fa75bd&v=default&b=&from_search=2 OWL = Ontology Web Language
  39. 39. NNaa WWeebb ssoocciiaall http://paraisodosmochos.wordpress.com/ https://www.facebook.com/paraisodosmochos?fref=ts https://www.facebook.com/groups/106557542700243/ https://www.facebook.com/MochoArtLab?fref=ts https://www.facebook.com/mochopapel http://bibliotecaoureana.blogspot.pt/2013/10/hoje-o-sr-mocho-veio-nossa-biblioteca.html
  40. 40. Dos museus… Dos museus… (Coreia do Sul e Malásia)… https://www.youtube.com/watch?v=Eh4UNjyXLjg
  41. 41. Aos bares, restaurantes e jardins… Taiwan Mocho - símbolo da sabedoria, beleza e harmonia “Universidade Doce” Campo d’Ourique, Lisboa (ao lado da UAL-Univ. Autónoma de Lxa.) http://www.yelp.pt/biz/universidade-doce-lisboa “Mocho - Bar e restaurante de tapas”, Barcelos https://www.facebook.com/mochowinebeertapas?fref=ts http://www.mocho.com.pt/
  42. 42. Na toponímia e antroponímia… Povoação da Freguesia de Anta Distrito: Aveiro Concelho: Espinho Localidade: Espinho Rua: Rua Mocho Anta Código Postal: 4500-076
  43. 43. Da pintura à música… Urban art - Rússia By the street artist Alexey Menschikov “Fantastic Man” - Turquia https://www.youtube.com/watch?v=psuRGfAaju4 Owl City - Fireflies http://www.owlcitymusic.com/
  44. 44. E artesanato… Original
  45. 45. Na decoração, brinquedos … Candies…
  46. 46. Bijuteria, guarda-jóias e… Shop: http://www.loc.gov/shop/index.php?action=cCatalog.showItem&cid=22&scid=97&iid=4332&PHPSESSID=40f7d22136a5fce2ba3e019402cc8bd
  47. 47. Nail art... https://www.youtube.com/watch?v=sGieIzwBYWE
  48. 48. Da culinária e…
  49. 49. Cake design…
  50. 50. Às tatuagens… Bibliotecária Brasil É só escolher!… http://www.tattoos.pt/tatuagens/animais-do-ar/mochos-e-corujas.html?wg_view=contentalbum&wg_album=5744380879408719745&wg_page=5
  51. 51. Da Família Coruja… “O conhecimento popular diz que as corujas são aquelas que amam, protegem e , acima de tudo, acham lindas suas próprias crias”…
  52. 52. Ao Amor mocho…
  53. 53. Terminando no Café…
  54. 54. Conclusão: um pequeno-GRANDE símbolo!!!...
  55. 55. M – Matemática: é uma “estrela” no universo do Conhecimento M – Mocho: é uma “estrela” no universo dos Símbolos M&M Na nossa “constelação” da esfera celeste…
  56. 56. “White Owl song” https://www.youtube.com/watch?v=PIOXQ0uEbYg “If we understand some day that Earth don’t belongs to us, we belong to Earth, as Natives always knew, we could, maybe, live in peace and harmony”…
  57. 57. MMuuiittoo oobbrriiggaaddoo!! Maria João Mocho https://www.facebook.com/mj mocho

×