SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
Um quadrilátero é um polígono de quatro lados, cuja soma dos ângulos internos é 360°, e
a soma dos ângulos externos, assim como qualquer outro polígono, é 360.
Classificação de quadriláteros
Os quadriláteros podem ser côncavos ou convexos. O quadrilátero é convexo quando a recta que
une dois vértices seguidos não cruza o lado formado pelos dois outros vértices, e as medidas de
seus ângulos internos são menores que 180º.
Os quadriláteros convexos podem ser considerados Trapézios ou Paralelogramos.
Os quadriláteros têm:
 Vértices
 Lados
 Diagonais
 Ângulos internos
Em um quadrilátero, dois lados ou dois ângulos não consecutivos são chamados opostos.
Aqui podemos observar um exemplo dos vértices, lados, diagonais e ângulos internos de um
quadrilátero.
Quadrilátero ABCD:
 Vértices: A, B, C, D
 Lados: AB, BD, CD, CA
 Diagonais: AD, BC
 Ângulos internos: A, B, C, D.
Trapézios
Um quadrilátero é considerado um trapézio se pelo menos dois dos seus lados forem paralelos.
No caso de serem exactamente dois os seus lados paralelos, trata-se de um Trapézio propriamente
dito.
Tipos de Trapézios:
 Trapézio Isósceles: Os lados opostos não paralelos têm o mesmo comprimento, os lados
opostos paralelos não têm o mesmo comprimento e apresenta um eixo de simetria;
 Trapézio Rectângulo: Contem dois ângulos de 90°,e não tem um eixo de simetria;
 Trapézio Escaleno: Todos os lados são diferentes.
Paralelogramos
Paralelogramo é o quadrilátero que tem os lados opostos paralelos.
Tipos de Paralelogramos:
 Paralelogramo Obliquângulo: Os lados opostos são iguais entre si;
 Rectângulo: Possui quatro ângulos de 90°, e os lados opostos são iguais entre si;
 Losango: Todos os lados são iguais entre si; As diagonais são perpendiculares e são
bissectrizes dos ângulos internos.
 Quadrado: Possui quatro ângulos de 90°, e todos os lados são iguais entre si.

Introdução:
No âmbitoda disciplinadeMatemática, vamos trabalhar o tema
«Quadriláteros», esperamosobter bonsresultados, e esclarecer todasas nossas
dúvidas!
Vamosempenhar-nose ficarmosesclarecidasacerca destetema tão
interessante.
✂----------------------------------------------
Conclusão:
Nós gostamos muito de fazer este trabalho, apesar de ao início
ter-mos algumas dúvidas acerca do tema! Mas depois de elaborar
o texto tudo ficou mais esclarecedor!
Foi um trabalho divertido, informativo e ajudou-nos a perceber os
quadriláteros de forma mais entusiasmante 
Depois de termos elaborado este trabalho, e ficarmos mais
esclarecidas acerca deste tema, vamos responder às seguintes questões:
-Os quadriláteros têm lados paralelos? Como se chamam?
-Os seus ângulos são rectos? Como se chamam?
-Os lados iguais? como se chamam?
- As diagonais iguais? Como se chamam?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Triangulos relação lados e angulos
Triangulos relação lados e angulosTriangulos relação lados e angulos
Triangulos relação lados e angulosHelena Borralho
 
Oficina de Fração
Oficina de FraçãoOficina de Fração
Oficina de FraçãoEliane
 
Trîângulos
TrîângulosTrîângulos
Trîângulosearana
 
Relação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantes
Relação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantesRelação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantes
Relação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantesaldaalves
 
Contagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices RamContagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices RamRamMad
 
Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas
Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retasRetas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas
Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retasVictor Martins
 
Frações equivalente no power point
Frações equivalente no power pointFrações equivalente no power point
Frações equivalente no power pointricasom
 
Exercícios área figuras planas e radicais
Exercícios área figuras planas e radicaisExercícios área figuras planas e radicais
Exercícios área figuras planas e radicaiskarfrio
 
Solidos exercicios resolvidos
Solidos exercicios resolvidosSolidos exercicios resolvidos
Solidos exercicios resolvidosHelena Borralho
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláterosalcanena
 
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...João Batista Barbosa Filho
 
Material geometria 6º ano
Material geometria   6º anoMaterial geometria   6º ano
Material geometria 6º anoMarcia MMs
 

Mais procurados (20)

Triangulos relação lados e angulos
Triangulos relação lados e angulosTriangulos relação lados e angulos
Triangulos relação lados e angulos
 
Potenciação
PotenciaçãoPotenciação
Potenciação
 
Oficina de Fração
Oficina de FraçãoOficina de Fração
Oficina de Fração
 
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
 
Trîângulos
TrîângulosTrîângulos
Trîângulos
 
Relação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantes
Relação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantesRelação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantes
Relação entre perímetros e áreas em triângulos semelhantes
 
Contagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices RamContagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices Ram
 
Aula fatorial
Aula fatorialAula fatorial
Aula fatorial
 
Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas
Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retasRetas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas
Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas
 
Frações equivalente no power point
Frações equivalente no power pointFrações equivalente no power point
Frações equivalente no power point
 
Quadriláteros
Quadriláteros Quadriláteros
Quadriláteros
 
Geometria
GeometriaGeometria
Geometria
 
Exercícios área figuras planas e radicais
Exercícios área figuras planas e radicaisExercícios área figuras planas e radicais
Exercícios área figuras planas e radicais
 
Solidos exercicios resolvidos
Solidos exercicios resolvidosSolidos exercicios resolvidos
Solidos exercicios resolvidos
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
 
Slide aula angulos
Slide aula angulosSlide aula angulos
Slide aula angulos
 
Geometria 4º ano
Geometria 4º anoGeometria 4º ano
Geometria 4º ano
 
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...
 
Material geometria 6º ano
Material geometria   6º anoMaterial geometria   6º ano
Material geometria 6º ano
 
Polígonos regulares
Polígonos regularesPolígonos regulares
Polígonos regulares
 

Destaque (13)

Trapézio isósceles
Trapézio isóscelesTrapézio isósceles
Trapézio isósceles
 
Trapezio
TrapezioTrapezio
Trapezio
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
 
Ficha trabnº ___ quadriláteros mat7
Ficha trabnº ___  quadriláteros mat7Ficha trabnº ___  quadriláteros mat7
Ficha trabnº ___ quadriláteros mat7
 
Poligonos
PoligonosPoligonos
Poligonos
 
Quadriláteros
Quadriláteros Quadriláteros
Quadriláteros
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
 
Poligonos
PoligonosPoligonos
Poligonos
 
Triângulos e quadriláteros
Triângulos e quadriláterosTriângulos e quadriláteros
Triângulos e quadriláteros
 
Polígonos
PolígonosPolígonos
Polígonos
 
Variação da temperatura geografia
Variação da temperatura   geografia Variação da temperatura   geografia
Variação da temperatura geografia
 
Poligonos
PoligonosPoligonos
Poligonos
 
Polígonos
PolígonosPolígonos
Polígonos
 

Semelhante a Quadriláteros

Quadriláteros aula cintia
Quadriláteros  aula cintiaQuadriláteros  aula cintia
Quadriláteros aula cintiaCíntia Deus
 
Quadriláteros aula cintia
Quadriláteros  aula cintiaQuadriláteros  aula cintia
Quadriláteros aula cintiaCíntia Deus
 
QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009
QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009
QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009Antonio Carneiro
 
Figuras geométricas no tangram
Figuras geométricas no tangramFiguras geométricas no tangram
Figuras geométricas no tangramRamiroMarins
 
Aula 1 quadrilateros trinagulos
Aula 1 quadrilateros trinagulosAula 1 quadrilateros trinagulos
Aula 1 quadrilateros trinagulosMarcia Roberto
 
Figuras planas quadrilateros_amandas_juliana
Figuras planas  quadrilateros_amandas_julianaFiguras planas  quadrilateros_amandas_juliana
Figuras planas quadrilateros_amandas_julianaescolacaldas
 
Apostila matemática geometria plana
Apostila matemática   geometria planaApostila matemática   geometria plana
Apostila matemática geometria planaperpetor
 
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreasGeometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreasCamila Rodrigues
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláterostuchav
 
BrunoquadriláTeros
BrunoquadriláTerosBrunoquadriláTeros
BrunoquadriláTerostetsu
 
Quadriláteros ,Alexandre,6ºE
Quadriláteros ,Alexandre,6ºEQuadriláteros ,Alexandre,6ºE
Quadriláteros ,Alexandre,6ºEguest2092bc
 
AREAS__FIGURA_PLANAS.ppsx
AREAS__FIGURA_PLANAS.ppsxAREAS__FIGURA_PLANAS.ppsx
AREAS__FIGURA_PLANAS.ppsxssuser0ba76f
 
Dienifer e Tais geometria
Dienifer e Tais geometriaDienifer e Tais geometria
Dienifer e Tais geometriaescolacaldas
 

Semelhante a Quadriláteros (20)

Quadriláteros aula cintia
Quadriláteros  aula cintiaQuadriláteros  aula cintia
Quadriláteros aula cintia
 
Quadriláteros aula cintia
Quadriláteros  aula cintiaQuadriláteros  aula cintia
Quadriláteros aula cintia
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
 
Apresentação (m).pptx
Apresentação (m).pptxApresentação (m).pptx
Apresentação (m).pptx
 
QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009
QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009
QuadriláTero Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso 29062009
 
Figuras geométricas no tangram
Figuras geométricas no tangramFiguras geométricas no tangram
Figuras geométricas no tangram
 
Aula 1 quadrilateros trinagulos
Aula 1 quadrilateros trinagulosAula 1 quadrilateros trinagulos
Aula 1 quadrilateros trinagulos
 
Figuras planas quadrilateros_amandas_juliana
Figuras planas  quadrilateros_amandas_julianaFiguras planas  quadrilateros_amandas_juliana
Figuras planas quadrilateros_amandas_juliana
 
Apostila matemática geometria plana
Apostila matemática   geometria planaApostila matemática   geometria plana
Apostila matemática geometria plana
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
 
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreasGeometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
 
Geometria triângulos classificação
Geometria   triângulos classificaçãoGeometria   triângulos classificação
Geometria triângulos classificação
 
Revisao geom plana pi
Revisao geom plana piRevisao geom plana pi
Revisao geom plana pi
 
BrunoquadriláTeros
BrunoquadriláTerosBrunoquadriláTeros
BrunoquadriláTeros
 
Quadriláteros ,Alexandre,6ºE
Quadriláteros ,Alexandre,6ºEQuadriláteros ,Alexandre,6ºE
Quadriláteros ,Alexandre,6ºE
 
AREAS__FIGURA_PLANAS.ppsx
AREAS__FIGURA_PLANAS.ppsxAREAS__FIGURA_PLANAS.ppsx
AREAS__FIGURA_PLANAS.ppsx
 
oi
oioi
oi
 
Dienifer e Tais geometria
Dienifer e Tais geometriaDienifer e Tais geometria
Dienifer e Tais geometria
 
17
1717
17
 

Mais de Maria Freitas

The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...Maria Freitas
 
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg... “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...Maria Freitas
 
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Maria Freitas
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Maria Freitas
 
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoLista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoMaria Freitas
 
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Maria Freitas
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoMaria Freitas
 
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Maria Freitas
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauMaria Freitas
 
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoObjetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoObjetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Maria Freitas
 

Mais de Maria Freitas (20)

The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
 
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg... “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
 
Objetivos Filosofia
Objetivos FilosofiaObjetivos Filosofia
Objetivos Filosofia
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
 
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoLista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
 
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema Nervoso
 
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última Nau
 
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoObjetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
 
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
 
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
 
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoObjetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
 

Último

Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxrenatacolbeich1
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 

Último (20)

Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 

Quadriláteros

  • 1. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados, cuja soma dos ângulos internos é 360°, e a soma dos ângulos externos, assim como qualquer outro polígono, é 360. Classificação de quadriláteros Os quadriláteros podem ser côncavos ou convexos. O quadrilátero é convexo quando a recta que une dois vértices seguidos não cruza o lado formado pelos dois outros vértices, e as medidas de seus ângulos internos são menores que 180º. Os quadriláteros convexos podem ser considerados Trapézios ou Paralelogramos. Os quadriláteros têm:  Vértices  Lados  Diagonais  Ângulos internos Em um quadrilátero, dois lados ou dois ângulos não consecutivos são chamados opostos.
  • 2. Aqui podemos observar um exemplo dos vértices, lados, diagonais e ângulos internos de um quadrilátero. Quadrilátero ABCD:  Vértices: A, B, C, D  Lados: AB, BD, CD, CA  Diagonais: AD, BC  Ângulos internos: A, B, C, D. Trapézios Um quadrilátero é considerado um trapézio se pelo menos dois dos seus lados forem paralelos. No caso de serem exactamente dois os seus lados paralelos, trata-se de um Trapézio propriamente dito. Tipos de Trapézios:  Trapézio Isósceles: Os lados opostos não paralelos têm o mesmo comprimento, os lados opostos paralelos não têm o mesmo comprimento e apresenta um eixo de simetria;  Trapézio Rectângulo: Contem dois ângulos de 90°,e não tem um eixo de simetria;  Trapézio Escaleno: Todos os lados são diferentes.
  • 3. Paralelogramos Paralelogramo é o quadrilátero que tem os lados opostos paralelos. Tipos de Paralelogramos:  Paralelogramo Obliquângulo: Os lados opostos são iguais entre si;  Rectângulo: Possui quatro ângulos de 90°, e os lados opostos são iguais entre si;  Losango: Todos os lados são iguais entre si; As diagonais são perpendiculares e são bissectrizes dos ângulos internos.  Quadrado: Possui quatro ângulos de 90°, e todos os lados são iguais entre si. 
  • 4. Introdução: No âmbitoda disciplinadeMatemática, vamos trabalhar o tema «Quadriláteros», esperamosobter bonsresultados, e esclarecer todasas nossas dúvidas! Vamosempenhar-nose ficarmosesclarecidasacerca destetema tão interessante. ✂---------------------------------------------- Conclusão: Nós gostamos muito de fazer este trabalho, apesar de ao início ter-mos algumas dúvidas acerca do tema! Mas depois de elaborar o texto tudo ficou mais esclarecedor! Foi um trabalho divertido, informativo e ajudou-nos a perceber os quadriláteros de forma mais entusiasmante 
  • 5. Depois de termos elaborado este trabalho, e ficarmos mais esclarecidas acerca deste tema, vamos responder às seguintes questões: -Os quadriláteros têm lados paralelos? Como se chamam? -Os seus ângulos são rectos? Como se chamam? -Os lados iguais? como se chamam? - As diagonais iguais? Como se chamam?