Saude mental 1

1.592 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.592
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Saude mental 1

  1. 1. SAUDE MENTAL Relacione o fármaco listado a seguir com sua indicação clinica mais comum: A– 1 – ação anticonvulsivante carbamazepina 2 – ação antidepressiva B – lítio 3 – antipsicótico C – 4 – transtorno afetivo clorpromazina bipolar D – fluoxetina Alternativas 1 - 1D, 2C, 3B, 4A; 2 - 1A, 2B, 3C, 4D; 3 - 1B, 2A, 3D, 4C; 4 - 1A, 2C, 3D, 4B; 5 - 1A, 2D, 3C, 4B. Sua resposta Sem resposta Resposta gabarito 1A, 2D, 3C, 4B. Comentário do gabarito RESPOSTA- E O que é: -CLORPROMAZINA-Antipsicótico; antiemético; [fenotiazina; propilamina]. Para que serve:Psicose; esquizofrenia; náusea e vômito.Comoage:Bloqueia os impulsos gerados pela dopamina nas sinapses, parecendo ser este o mecanismo antipsicótico. Tem também fortes efeitos antiemético, anticolinérgico, hipotensor e sedativo; tem efeito extrapiramidal fraco ou médio. -TEGRETOL CR/CARBAMAZEPINA: Anticonvulsivante; antinevrálgico; antimania; antidiurético; antipsicótico (adjuvante); antiepiléptico . -LÍTIO:O Carbolitium CR (carbonato de lítio) é indicado no tratamento de episódios maníacos nos transtornos bipolares; no tratamento de manutenção de indivíduos com transtorno bipolar, diminuindo a freqüência dos episódios maníacos e a intensidade destes quadros; na profilaxia da mania recorrente; prevenção da fase depressiva e tratamento de hiperatividade psicomotora. - O CLORIDRATO DE FLUOXETINA-é indicado para o tratamento da depressão, associada ou não à ansiedade, bulimia nervosa, Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) e Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM) incluindo, Tensão Pré-Menstrual (TPM), irritabilidade e disforia. Questão 2: Nota: Não gerada A canção “Balada do Louco”, em sua primeira estrofe, diz o seguinte: Dizem que sou louco Por pensar assim Se sou muito louco Por eu ser feliz
  2. 2. Mas louco é quem me diz! E não é feliz! Não é feliz... Atualmente, o termo “louco” é inadmissível para designar uma pessoa com transtorno mental ou usuária da Política de Saúde Mental. Com relação à Lei nº 10.216, de 06 de abril de 2001, que dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental, é correto afirmar: Alternativas 1 - A internação, em qualquer de suas modalidades, só será indicada por solicitação do próprio paciente ou de sua família 2 - A pessoa que solicita voluntariamente sua internação, ou a consente, deve solicitar, no momento da admissão, a presença de um membro da família ou de um representante do Ministério Público Estadual. 3 - Sob nenhuma alegação ocorrerá a internação involuntária ou compulsória. 4 - O término da internação voluntária dar-se-á por solicitação escrita do paciente e/ou de sua família ou por determinação do Ministério Público Estadual. 5 - É vedada a internação de pacientes portadores de transtornos mentais em instituições com características asilares. Sua resposta Sem resposta Resposta gabarito É vedada a internação de pacientes portadores de transtornos mentais em instituições com características asilares. Comentário do gabarito RESPOSTAS: a)Errado. Pode ser indicada por um médico e compulsoriamente pela justiça. b)Errado, pois a solicitação pode ser feito somente pela pessoa sem a necessidade da presença de qualquer outra pessoa, técnica ou não. c)Errado. d)Errado. Apenas um médico especialista pode prescrever o término da internação. Lei 10.216 Art. 6o A internação psiquiátrica somente será realizada mediante laudo médico circunstanciado que caracterize os seus motivos. Parágrafo único. São considerados os seguintes tipos de internação psiquiátrica: I - internação voluntária: aquela que se dá com o consentimento do usuário; II - internação involuntária: aquela que se dá sem o consentimento do usuário e a pedido de terceiro; e III - internação compulsória: aquela determinada pela Justiça. e) Correto. Lei 10.216 Art. 4º § 3o É vedada a internação de pacientes portadores de transtornos mentais em instituições com características asilares, ou seja, aquelas desprovidas dos recursos mencionados no § 2o e que não assegurem aos pacientes os direitos enumerados no parágrafo único do art. 2o.
  3. 3. Questão 3: Nota: Não gerada De acordo com a Política de Saúde Mental do Ministério da Saúde, os Centros de Atenção Psicossociais, assim como os Núcleos de Atenção Psicossocial e os Centros de Referência e outros tipos de serviços substitutivos são: Alternativas 1 - serviços de atenção intensiva, abertos 24 horas por dia, que atendem emergências psiquiátricas; 2 - serviços de atendimento de pacientes com transtornos mentais severos e persistentes, em regime de tratamento intensivo, semi-intensivo e não-intensivo, sendo responsáveis pela indicação de internação para os hospitais gerais, que funciona diariamente, segundo a lógica do território; 3 - locais anexos e estreitamente ligados aos hospitais psiquiátricos, que funcionam como ambulatórios, recebendo os pacientes de um determinado território para recebimento de medicação psiquiátrica e realização de consultas; 4 - locais onde se busca integrar o portador de transtorno mental em um ambiente social e cultural concreto, designado como seu “território”, o espaço da cidade onde se desenvolve a vida quotidiana de usuários e familiares. É a principal estratégia do processo de reforma psiquiátrica; 5 - serviços que atendem na porta de entrada dos hospitais psiquiátricos e servem como elo de ligação entre os pacientes e o hospital. Na lógica da Reforma Psiquiátrica só deverá ser encaminhado ao hospital o paciente que tenha vinculação formal com os centros de atenção psicossocial. Sua resposta Sem resposta Resposta gabarito serviços de atendimento de pacientes com transtornos mentais severos e persistentes, em regime de tratamento intensivo, semi-intensivo e não-intensivo, sendo responsáveis pela indicação de internação para os hospitais gerais, que funciona diariamente, segundo a lógica do território; Comentário do gabarito RESPOSTA -B O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) é um serviço comunitário que tem como papel cuidar de pessoas que sofrem com transtornos mentais, em especial os transtornos severos e persistentes, no seu território de abrangência.Os CAPS deverão obedecer a alguns princípios básicos: devem se responsabilizar pelo acolhimento de 100% da demanda dos portadores de transtornos severos de seu território, garantindo a presença de profissional responsável durante todo o período de funcionamento da unidade (plantão técnico) e criar uma ambiência terapêutica acolhedora no serviço que possa incluir pacientes muito desestruturados que não consigam acompanhar as atividades estruturadas da unidade. A atenção deve incluir ações dirigidas aos familiares e comprometer-se com a construção dos projetos de inserção social. Devem ainda trabalhar com a idéia de gerenciamento de casos, personalizando o projeto de cada paciente na unidade e fora dela e desenvolver atividades para a permanência diária no serviço. Os projetos terapêuticos dos CAPS devem ser singulares, respeitando-se diferenças regionais, contribuições técnicas dos integrantes de sua equipe, iniciativas locais de familiares e usuários e articulações intersetoriais que potencializem suas ações. O CAPS deve considerar o cuidado intra, inter, e transubjetivo, articulando recursos de natureza clínica, incluindo medicamentos, de moradia, de trabalho, de lazer, de previdência e outros, através do cuidado clínico oportuno e programas de reabilitação psicossocial.
  4. 4. Questão 4: Nota: Não gerada Com relação à assistência de pacientes que apresentam transtornos mentais avalie as afirmações a seguir: I – Toda classificação de transtornos mentais classifica síndromes e condições, mas não indivíduos. Estes podem sofrer um ou mais transtornos durante um ou mais períodos da vida, mas não se deve usar uma etiqueta diagnóstica para descrever um indivíduo. II – o Transtorno afetivo bipolar é um distúrbio depressivo acompanhado de episódios de mania caracterizados por humor expansivo, aumento da atividade, auto confiança excessiva e deterioração da concentração. III –Embora o uso de substâncias (juntamente com os transtornos associados com elas) varie de uma região para outra, o fumo e o álcool são as substâncias de maior uso no mundo em geral embora estatisticamente não apresentem conseqüências significativas para a saúde pública. Alternativas 1 - somente a afirmativa III está correta; 2 - somente a afirmativa I está correta; 3 - as afirmativas I e III estão corretas; 4 - as afirmativas II e III estão corretas; 5 - as afirmativas I e II estão corretas. Sua resposta Sem resposta Resposta gabarito as afirmativas I e II estão corretas. Comentário do gabarito RESPOSTA E-O uso de álcool, produtos de tabaco e outras drogas é um fenômeno mundial que tem transcendido a categoria de ¿problema de saúde¿. No mundo, em 2007, 172 a 250 milhões de pessoas usaram alguma droga ilícita. Entre as drogas de uso ilícito, a maconha é a de maior prevalência anual de uso (entre 143 e 190 milhões de pessoas), seguida imediatamente pelas anfetaminas, cocaína, opiáceos e ecstasy (UNODC, 2009). Embora esse número seja alto, são os usuários problemáticos que fazem o maior consumo, assim como são os responsáveis pela maior parte dos problemas de saúde e de ordem pública relacionados ao uso de substâncias psicoativas. Estimativas, também de 2007, indicaram que globalmente havia entre 18 e 38 milhões de usuários problemáticos de drogas, de idade entre 15 e 64 anos(UNODC, 2009).Soma-se às drogas ilícitas, o consumo de álcool e produtos do tabaco, cujo caráter legal possibilita que sejam amplamente divulgados e distribuídos, contribuindo para o aumento, não apenas de sua prevalência de uso (na vida, ano e mês), mas também dos problemas de saúde deles decorrentes. O uso de produtos de tabaco afeta 25% da população mundial adulta. Quando comparado às drogas ilícitas, as estimativas apontam que 200 mil mortes por ano são decorrentes do consumo de substâncias ilícitas, enquanto que 5 milhões são atribuídas ao uso de tabaco (UNODC, 2008).Também se calcula que uma população estimada de 500 milhões de pessoas, atualmente vivas, morrerão pelo uso de produtos de tabaco (UNODC, 2009).Em relação ao consumo de álcool, quase 2 bilhões de pessoas no mundo fazem uso (UNODC,2008). É a causa atribuível de 3,8% das mortes e 4,6% dos casos de doença em todo o mundo, tendo sido apontado como agente de mais de 60 tipos de doenças (Anderson et al., 2009; Rehm et al., 2009).
  5. 5. Seus efeitos de morbimortalidades têm se estendido para além das consequências de saúde de quem bebe, gerando um amplo conjunto de custos sociais atribuídos aos altos níveis de violência interpessoal. Questão 5: Nota: Não gerada A Lei Federal no 10.216, de 06 de abril de 2001, importante marco no processo de reestruturação do modelo assistencial da área de saúde mental, dispõe sobre: Alternativas 1 - a criação e o funcionamento de Cooperativas Sociais, visando à integração social dos cidadãos, com a finalidadede inserir as pessoas em desvantagens no mercado econômico, por meio do trabalho; 2 - a instituição de um Grupo de Trabalho Interministerial para avaliar e apresentar propostas para rever, propor e discutir a política do governo federal para a atenção a usuários de álcool, bem como harmonizar e aperfeiçoar a legislação que envolva o consumo e a propaganda de bebidas alcoólicas; 3 - a instituição do auxílio-reabilitação psicossocial para pacientes acometidos de transtornos mentais egressos deinternações. 4 - a adequação dos hospitais psiquiátricos, leitos psiquiátricosem hospitais gerais, construção de unidades psiquiátricas esua estruturação dentro do SUS; 5 - a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e o redirecionamento do modelo assistencial em saúde mental entendendo que a internação, em qualquer de suas modalidades, só será indicada quando os recursos extra-hospitalares se mostrarem insuficientes. Sua resposta Sem resposta Resposta gabarito a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e o redirecionamento do modelo assistencial em saúde mental entendendo que a internação, em qualquer de suas modalidades, só será indicada quando os recursos extra-hospitalares se mostrarem insuficientes. Comentário do gabarito RESPOSTA- E Lei Paulo Delgado (LEI No 10.216, DE 6 DE ABRIL DE 2001)Paulo Gabriel Godinho Delgado (Lima Duarte, 1952) é um político brasileiro. É formado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Juiz de Fora e mestre em Ciências Políticas pela Universidade Federal de Minas Gerais. É fundador do Partido dos Trabalhadores. A Lei nº 10.216 de 6 de abril de 2001, também conhecida como Lei Paulo Delgado e como Lei da Reforma Psiquiátrica instituiu um novo modelo de tratamento aos transtornos mentais no Brasil. No ano de 1989, dá entrada no Congresso Nacional o Projeto de Lei do deputado Paulo Delgado (PT/MG), que propõe a regulamentação dos direitos da pessoa com transtornos mentais e a extinção progressiva dos manicômios no país. É o início das lutas do movimento da Reforma Psiquiátrica nos campos legislativo e normativo. É somente no ano de 2001, após 12 anos de tramitação no Congresso Nacional, que a Lei Federal 10.216 é sancionada no país. A aprovação, no entanto, é de um substitutivo do Projeto de Lei original, que traz modificações importantes no texto normativo. Assim, a Lei Federal 10.216 redireciona a assistência em saúde mental, privilegiando o oferecimento de tratamento em serviços de base comunitária, dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas com transtornos mentais, mas não institui mecanismos claros para a progressiva extinção dos manicômios. Ainda assim, a promulgação da lei 10.216 impõe novo impulso e novo ritmo para o processo de Reforma
  6. 6. Psiquiátrica no Brasil. É no contexto da promulgação da lei 10.216 e da realização da III Conferência Nacional de Saúde Mental, que a política de saúde mental do governo federal, alinhada com as diretrizes da Reforma Psiquiátrica,

×