Radar6

2.273 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
80
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Radar6

  1. 1. NESTA EDIÇÃO as ideias mais imprevisíveis tornam-se visíveis. INCLUI lingerie, fetiches e resoluçoes para 2010.
  2. 2. PAG. 1O Uma geração de Brand Whores PAG. 3 Petgerie: a lingerie canina PAG. 24 Sapatos que limpam PAG. 28 Chupa-Chups para >18 PAG. 19 Uma caixa com história PAG. 8 A semente da luz PAG. 14 O bigode está na moda PAG. 12 Shticks que falam por nós PAG. 17 Vista-se de CO2 PAG. 21 Cofre de DNA digital PAG. 29 Café com surpresa. SUBJECT: O IMPREVISÍVEL TORNA-SE VISÍVEL O maior desafio dos últimos tempos para as marcas - captar segundos da vida de milhões de consumidores afastados das estratégias de marketing e das campanhas publicitárias. Exige- -se constantemente coerência e atenção às necessidades do consumidor. No entanto, a Radar encontrou vários exemplos de relevância duvidosa, mas que de tão imprevisíveis, conseguem tornar-se visíveis aos olhos de todos. De simples caixas de papelão que nunca tiveram nada para dizer e que de repente nos chegam às mãos com histórias para contar, a chupa-chupas da nossa infância que agora nada têm de inocentes e até modelitos sexys de lingerie para cães que mais não são do que brinquedos de substituição. Todas estas ideias podiam ser simples ou banais, pouco ou nada relevantes, mas a forma como foram comunicadas fez com que os consumidores se lembrassem delas, as vissem noutra perspectiva e lhes dessem relevância ao invés de insignificância.
  3. 3. Petgerie Olhamos e pensamos: Lingerie para os amigos de quatro patas? Ao que isto chegou... mas desta vez não se trata de mais um doentio adorno para os melhores amigos do homem. São só brinquedos para os cães e cadelas se distraírem e deixarem de arruinar as cuequinhas e soutiens de verdade que apanham pela casa. http://inventorspot.com/articles/love_pets_sexy_lingerie_satisfies_taste_lace_20135
  4. 4. Usar e voltar a usar e voltar a usar e voltar a usar e voltar a usar. O que antes era uma mais-valia, hoje é uma exigência: a preocupação das marcas em proteger o ambiente. Mas se antes alertavam para a reciclagem e para a colocação das embalagens no ecoponto, agora a tendência é dar novas utilizações às embalagens usadas. A Plup vende água engarrafada mas comunica uma garrafa muito original: devido ao seu formato peculiar pode ser utilizada de inúmeras maneiras, depois de bebido o seu conteúdo. No site da marca podemos entender melhor não só a sua missão, como descobrir reutilizações da embalagem, quer seja como objecto de decoração, brincadeira ou até para transportar outra bebida. http://www.plup.com/
  5. 5. http://www.busycle.com/ BiciBus E já que falamos em ambiente, aqui temos uma opção de transporte alternativo em que cada um tem de fazer um esforço individual: chama-se Busycle e é movido por 15 pares de pernas, todas a pedalar. A ideia é promover o activismo urbano, levando o público a participar e não apenas usufruir. Na verdade, não custa nada dar uma perninha. O projecto é dos artistas Heather Clark e Matthew Mazzotta, de Boston.
  6. 6. Sai uma tosteria. O Toasty Charger toca quase o kitsch mas não chega lá. Afinal podemos dar- -lhe um uso real e bastante funcional. Trata-se de uma torradeira mas em vez de torrar pão, carrega baterias. Utiliza-se da mesma maneira: tem uma ranhura, onde se introduz a bateria e depois empurra-se o manípulo para baixo para que comece a ser carregada. Quando termina, salta como uma verdadeira torrada matinal. Para controlar melhor o tempo, o sinal LED com o formato de uma tosta mostra através da intensidade da luz quando a bateria está carregada na totalidade. Uma criação de Hyun-A Ko. http://www.yankodesign.com/2008/12/15/toasty-charger/
  7. 7. Deixem os homens ser homens! Se tem planos para viajar sozinho a Hong Kong nos próximos meses, já tem onde ficar. O Fleming Hotel criou o His Space. 4 quartos exclusivos para o público masculino, com jogos para a Playstation 3, Xbox 360 e Wii, mini-golf, iPod e uma variedade de DVDs e revistas masculinas. Além de tudo isso, ainda ganha 50% de desconto na compra de cervejas internacionais. Mas atenção, as mulheres não precisam de ficar ciumentas! Os quartos “His Space” foram introduzidos depois do sucesso do “Her Space” em 2007, um piso totalmente dedicado às mulheres. Ficamos à espera de saber a quem se dirige a próxima exclusividade. http://gohongkong.about.com/b/2009/07/23/boys-toys-at-the-fleming.htm
  8. 8. A semente da luz. Então o pai traz as pilhas velhas, coloca no vaso da mãe e a flor dá à luz. Pode ser a nova forma de explicar às crianças como nasce a reciclagem da energia. Uma lâmpada que utiliza pilha velhas para gerar luz e iluminar qualquer espaço. Assim conseguimos poupar a energia e o ambiente. Basta colocar as pilhas no vaso como se fossem sementes e ver a lâmpada florir. http://www.fubiz.net/2008/10/10/energy-seed/
  9. 9. A quinta do futuro. Os designers da Philips imaginaram como será a nossa forma de comer e viver daqui a 100 anos, num projecto a que chamaram Food Design Probes. Uma das ideias foi a Philips Biosphere Home Farming que permite cultivar parte das nossas necessidades calóricas diárias dentro da nossa casa. Este ecossistema tem vários níveis verticais e contém peixes, crustáceos, algas e plantas comestíveis, todos independentes. Os vários níveis estão colocados de forma a que constituam um ciclo no qual cada um tem um papel responsável para a sobrevivência de um outro elemento. Mais uma invenção que pretende reduzir o impacto ambiental da produção de alimentos e ainda tornar a nossa cozinha no local mais hi-tech da casa. http://gizmodo.com/5346810/philips-biotower-puts-farming-in-the-kitchen-with-style
  10. 10. We love to hate brands! Todos nós sabemos que a geração Y é uma das gerações mais cínicas ao cimo da Terra em relação ao marketing e à publicidade. Odeia que lhe venda alguma coisa e espera muito mais de uma marca que apenas produtos. Segundo o site thecoolhunter, esta geração inovadora e consumista, tem agora um novo nome: “Brand Whores”. É assim designada porque usa e abusa das marcas, apropriando-se dos logotipos corporativos e aplicando-os em materiais que lhe vem à cabeça. De malas Chanel feitas em sacos de papel a colares decorados com o M do McDonald´s, as marcas são continuamente surpreedidas com os espaços que os consumidores encontram para estampar os seus logos. http://www.thecoolhunter.net/article/detail/1582/brand-whores
  11. 11. Autoretratos e Egoshots Desde que o senhor Ford fez a proeza de produzir automóveis em série que o conceito Auto-retrato podia ter ganho uma nova vida. Mas parece que só 100 anos depois alguém se lembrou de dar um significado diferente à palavra. E foi então que o artísta Vladimir Nikolic decidiu fotografar uma série de carros com características peculiares e fotografar-se assim mesmo a imitar esses automóveis. http://www.designboom.com/weblog/cat/10/view/4662/autoportraits-by-vladimir-nikolic.html
  12. 12. Shhhhhhh Há os que gostam de gritar e para esses isto não serve. E depois há os que gostam de se expressar em silêncio. Para quem faz parte do segundo grupo, estes shticks vão ser valiosos. No transito, à janela ou até no escritório, basta escolher a mensagem, levantar o shtick bem alto e gritar em silêncio. 16 dólares é quanto custa não ficar calado. http://www.madwit.com/
  13. 13. A Blindesign, um dos projectos que participou no programa Ocupa da Lowe ativism, é uma empresa de duas amigas Rita Melo e Rita Carrilho que sempre tiveram preocupações ambientais e sociais. Como mais do que pensar o importante é agir, deitaram mãos à obra e criaram uma marca que aposta na reutilização de materiais desperdiçados e na parceria com diversas entidades sociais. Já reutilizaram as placas ECAL (embalagens de cartão para alimentos líquidos) e deram origem ao projecto “A revolta das embalagens”. Outro projecto é a colecção “Liga Bem”, um conjunto de 17 jarras de cristal personalizadas por 17 designers, em que o valor das vendas reverteu a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro. http://www.blindesign.org/ Nada se perde tudo se transforma!
  14. 14. O bigode está na moda, e faz rir Não basta esconder a tristeza quando não se consegue disfarçá-la. Foi por isso que surgiram estes bigodes autocolantes que prometem ajudar a curar qualquer tristeza, a todas as pessoas. Cada lata contém 25 bigodes que são obrigatórios usar, fazendo com que as caras mais ridículas, façam sorrir as mais tristonhas. http://www.likecool.com/Mustache_Bandages--Accessories--Style.html http://www.urbanoutfitters.com/urban/catalog/productdetail.jsp?cm_mmc=Performics-_-Affiliates-_-ThisNext-_-Primary&id=16110777&availableOptions=ava ilableOptions
  15. 15. Senhor Doutor, tenho uma dor O Dr. Roy Schoenberg criou a chamada visita de médico, virtual. Mais simples do que marcar com meses de antecedência, mais rápido do que ficar horas à espera e mais barato do que ir ao consultório. Para poder usufruir de uma consulta on-line só tem de ter um computador, aceder à internet e em 10 minutos está a falar com um médico que o “ausculta” através da webcam. Parece que chegámos ao plano de saúde 2.0. http://www.americanwell.com/
  16. 16. Boleia para mais 3! Um automóvel de duas rodas a pensar na família foi o que a marca Vespa na África do Sul se lembrou quando desenhou a nova “Stretch Scooter”. Uma vespa para se sentarem 4 pessoas, duas no banco localizado na parte da frente e outras duas no banco traseiro. http://www.likecool.com/Vespa_built_a_four_seater_Stretch_Scooter--Motorcycle--Car.html
  17. 17. Vestida para brilhar de CO2. O “Climate Dress” é um vestido que monitoriza os niveis de CO2 através de alta tecnologia desenvolvida pela parceria da empresa de design Diffus, o Instituto de Inovação Alexandra Institute, a escola de design The Danish Design School, e com o patrocínio da empresa Textil Forster Rohner. O vestido tem pequenos sensores que detectam os níveis de CO2 presentes no ar e transmite-os para as pequenas luzes LED que compõem o bordado do vestido. Quanto mais luzes acenderem, maior a poluição do local. Será que no futuro vamos andar vestidos de CO2? http://www.popgadget.net/2009/12/co2_dress_sense.php
  18. 18. Em 2010 toca a subir as escadas! Às vezes um aviso subtil ao sub-consciente pode fazer muito mais que um pedido bastante directo ao consciente. Se nos pedirem para subir as escadas do nosso prédio, muito provavelmente não vamos ligar nenhuma e continuar a usar confortavelmente o elevador. Mas se em vez disso, formos confrontados com a nossa imagem distorcida, numa versão gorda a subir no elevador, alguma coisa nos vai empurrar pelas escadas acima. O conceito de NUDGE “elevador vs. escadas”, é o conjunto de dois ecrãs colocados perto dos elevadores que transformam a nossa imagem numa silhueta redondinha a subir pelo elevador, ou numa silhueta magra a utilizar as escadas. A designer do projecto é Sunghee Park. http://www.yankodesign.com/2009/12/22/always-take-the-stairs/
  19. 19. Uma caixa com história! O projecto “A Life Box”, iniciado pela empresa Columbia Sportswear, investe no reaproveitamento de materiais e também na tecnologia, aliando as duas fortes tendências do consumidor à estratégia da marca. Inicialmente a empresa ofereceu aos seus clientes a possibilidade de receber a sua encomenda numa caixa reutilizada. Em pouco mais de 1 mês, 66% das entregas já eram transportadas em caixas reutilizadas. E este foi só o primeiro passo para lançar o site A Box Life, um site que rastreia a vida das caixas de papelão. Cada caixa é registada com um QR code e um número de controle, fornecendo os dados sobre o local onde se encontra a viajar, e criando assim um diário de viagem, que pode ser acompanhado pelos antigos e actuais utilizadores dessa caixa. Para além disso, ainda se pode acompanhar o Twitter e fazer o upload das fotos dos momentos marcantes com a caixa. http://www.digitalbuzzblog.com/columbia-sportswear-a-recycled-box-life/
  20. 20. Uma nova fonte de água O Source Project é uma nova forma de aquisição e distribuição de água potável em qualquer lado. Trata-se de um sistema que exige que seja criada uma rede de lojas, fornecedores, centros comerciais, onde possam ser instaladas fontes de água. Só é necessário fazer a compra de uma garrafa especial, e de seguida enche- la de água nos spots de abastecimento espalhados pela cidade. http://www.yankodesign.com/2009/08/14/dispensable-water/ http://www.youtube.com/watch?v=FZhD0rC0RbY
  21. 21. Publicidade ecológica CURB. THE NATURAL MEDIA AGENCY A agência Curb posiciona-se como a primeira e única agência do Mundo que só faz publicidade natural e sustentável, ou seja, não extrai recursos da natureza e não agride o meio ambiente. Como faz? Utilizando recursos criativos para estampar a marca dos clientes de forma completamente natural, limpando as calçadas com água, esculpindo na areia da praia, através da poda de árvores, ou a marcação de árvores com a luz do sol. A mais recente inovação chama-se GlowFungi, e utiliza bactérias incandescentes, fruto de uma reacção natural que pode durar até uma semana. Ficamos à espera de saber qual vai ser a primeira marca a realizar uma campanha que utiliza este novo meio. http://www.curbmedia.com/
  22. 22. Cofre de DNA digital Já se questionaram sobre quem irá no futuro, herdar o nosso património digital? O Legacy Locker já criou um serviço a pensar nisso. Este website assume-se como o sítio seguro para passar o acesso de todas as contas online para possíveis herdeiros - os amigos ou a família. É como uma caixa de depósito de segurança digital - basta colocar as senhas para todas as contas online (e-mails, fotos, redes sociais, ... ), e para cada conta atribuir um beneficiário, alguém de confiança que herdará esse conteúdo digital no futuro. http://legacylocker.com/
  23. 23. A gravata cachecol Pral & Brok criaram a Gravata Cachecol. Funciona como lenço... ou como uma gravata larga estilo italiano. Basta envolvê-la à volta do pescoço de uma forma confortável e fazer um vistaço. E se alguém perguntar se tem colocada uma uma gravata, ou um lenço... A resposta é “Depende”. Depende de quem fizer a pergunta! http://www.andtie.dk/
  24. 24. Um pézinho de limpeza Falta pouco para que a limpeza da casa deixe de ser um sacrifício. A Electrolux revelou um novo projecto para uma limpeza fácil, divertida e criativa. Chama-se Vacuum Shoes e possuem um “aspirador de pó” na sola, fazendo com que as pessoas possam limpar enquanto dançam o “She is a maniac” dos Hall&Oates. http://www.engadget.com/2006/12/17/electrolux-unveils-vacuum-shoe-concept/
  25. 25. Quer praticar um suicídio virtual? Se as resoluções para este novo ano foram jantar mais vezes com os amigos, correr todos os dias à beira Tejo, ou conhecer os vizinhos do andar de baixo, o site Web 2.0 Suicide Machine promete ser uma “máquina mortifera” para redes sociais. Esta nova funcionalidade apaga de uma só vez as contas do Facebook, Myspace, Twitter e LinkedIn, prometendo o regresso com dignidade à vida real. No final até se podem deixar umas últimas palavras de despedida. http://suicidemachine.org/ http://suicidemachine.org/
  26. 26. E se o teu pai fosse gay, mudava alguma coisa? “Se o teu pai fosse gay mudava alguma coisa?” é o conceito da nova campanha da Lowe ativism e com produção da Quioto. O objectivo é colocar a sociedade civil a questionar-se sobre se a orientação sexual de cada um é um factor determinante no exercicio de uma melhor ou pior paternidade. http://www.ilga-portugal.pt/
  27. 27. Este Senhor apresenta os Posters da Tagus Que Tagus não é uma cerveja qualquer já todos sabemos. É uma cerveja genuína no sabor e também revela as verdades mais genuínas do dia-a-dia. A mais recente campanha da marca Tagus convidou Este Senhor e foram à procura dos posters mais posters de Portugal. Todos os meses um novo poster é colocado no website que mostra os melhores momentos de Pura Verdade. http://www.postersdatagus.com/
  28. 28. A agência “Firma” de Moscovo inspirou-se nos Chupa Chups e propôs uma versão para maiores de 18 inspirados em jogos sexuais e fetiches. Estes novos Chupa Chups +18 tem como nome BDSM (Bondage, Disciplina, Sadismo, Masoquismo), Fetiche e Toys. Ainda não sabemos se esta criaçao vai sair no mercado, mas com certeza seria um sucesso nas Sex Shops do Mundo. http://playmedesign.carousel.no/packaging/chupa-chups-18/ Chupa Chups para +18!
  29. 29. Café com surpresa Além de ser um café muito simpático instalado num deck de madeira, o Ogori Cafe, inaugurado num Centro de Design Urbano na cidade de Kashiwa, no Japão, oferece uma proposta de degustação inesperada. Quem pedir alguma coisa, não recebe o que deseja mas sim o que a pessoa que estava antes dela pediu! A ideia é que cada cliente presenteie o próximo da fila com uma surpresa, explorando a interacção entre os clientes. http://www.cabel.name/2009/09/kashiwa-mystery-cafe.html
  30. 30. Se quer continuar a receber esta revista, por favor envie o seu e-mail para margarida.silva@lowe.ativism.pt +351 21 382 59 00 www.lowe.ativism.pt

×