O que fazer quando um tecto lhe cair na cabeça?

106 visualizações

Publicada em

Como restaurar um tecto

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
106
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que fazer quando um tecto lhe cair na cabeça?

  1. 1. O QUE FAZER QUANDO UM TECTO LHE CAIR NA CABEÇA? Intervenção de conservação e restauro do salão nobre do seminário da luz em Benfica - 2003
  2. 2. O aspecto do tecto antes... O aspecto do tecto antes...
  3. 3. Quando vir uma fissura escorada não faça nada sem colocar o capacete... Quando vir uma fissura escorada não faça nada sem colocar o capacete...
  4. 4. Veja a área percorrida pela fissura e ... Continue de capacete! Veja a área percorrida pela fissura e ... Continue de capacete!
  5. 5. Antes de aliviar a escora saia de baixo!! Mas nunca tire o capacete Antes de aliviar a escora saia de baixo!! Mas nunca tire o capacete
  6. 6. Que será que aconteceu? De onde veio aquele buraco? Que será que aconteceu? De onde veio aquele buraco?
  7. 7. Observe o buraco com atenção, não vá cair mais alguma coisa! Não retire o capacete! Observe o buraco com atenção, não vá cair mais alguma coisa! Não retire o capacete!
  8. 8. Terá sido o peso do bicho? Terá sido o peso do bicho?
  9. 9. Novos elementos de fixação Novos elementos de fixação
  10. 10. E agora que fazemos com os cacos? E agora que fazemos com os cacos?
  11. 11. Recolha as peças do puzle Recolha as peças do puzle
  12. 12. Ainda mais peças... Ainda mais peças...
  13. 13. Mais partes do puzle Mais partes do puzle
  14. 14. E estas...E estas...
  15. 15. Já se vê mais qualquer coisa Já se vê mais qualquer coisa
  16. 16. Aos poucos vai-- se resolvendo Aos poucos vai-- se resolvendo
  17. 17. Aspecto da sanca Aspecto da sanca
  18. 18. É melhor segurar o que ficou É melhor segurar o que ficou
  19. 19. Substituir o que não tem recuperação possível Substituir o que não tem recuperação possível
  20. 20. Observar todas as fissuras E claro continue sempre de capacete Observar todas as fissuras E claro continue sempre de capacete
  21. 21. Faz-se uma consolidação á nova estrutura Faz-se uma consolidação á nova estrutura
  22. 22. Por cima, inicia- se a vistoria, a limpeza e os trabalhos de consolidação Por cima, inicia- se a vistoria, a limpeza e os trabalhos de consolidação
  23. 23. Faz-se a fixação do fasqueado com linhadas Faz-se a fixação do fasqueado com linhadas
  24. 24. Fixa-se a nova estrutura aos madeiramentos funcionais Fixa-se a nova estrutura aos madeiramentos funcionais
  25. 25. Mais um puzle ás risquinhas Mais um puzle ás risquinhas
  26. 26. Foi reposto o fasqueado Foi reposto o fasqueado
  27. 27. Já é possível permanecer sem capacete Já é possível permanecer sem capacete
  28. 28. Aos poucos livramo-nos do buraco Aos poucos livramo-nos do buraco
  29. 29. O cenário aclarou O cenário aclarou
  30. 30. Voltamos aos puzles Voltamos aos puzles
  31. 31. Assumimos os desníveis Mas evitamos o uso obrigatório do capacete Assumimos os desníveis Mas evitamos o uso obrigatório do capacete
  32. 32. Atacamos o bicho no cerne do problema Quando ainda tínhamos de usar o capacete Atacamos o bicho no cerne do problema Quando ainda tínhamos de usar o capacete
  33. 33. E o puzle continua, agora com a cabeça para cima E o puzle continua, agora com a cabeça para cima
  34. 34. Isto aos poucos vai se compondo Isto aos poucos vai se compondo
  35. 35. Cerca de dois meses depois do buraco Cerca de dois meses depois do buraco
  36. 36. O puzle continuaO puzle continua
  37. 37. Muitas horas de paciência depois Muitas horas de paciência depois
  38. 38. Ainda mais horas depois Ainda mais horas depois
  39. 39. Já se antevê o final Já se antevê o final
  40. 40. Ainda mais perto com cada vez menos paciência Ainda mais perto com cada vez menos paciência
  41. 41. Os remates finais Os remates finais
  42. 42. E ainda mais remates E ainda mais remates
  43. 43. Já se observa o tecto com uma nova perspectiva Já se observa o tecto com uma nova perspectiva
  44. 44. O puzle está completo e sobraram poucas peças! O puzle está completo e sobraram poucas peças!
  45. 45. A reintegração cromática A reintegração cromática
  46. 46. E mais coresE mais cores
  47. 47. 3 meses depois.... 3 meses depois....
  48. 48. ESPERO QUE TENHA APRENDIDO QUE QUANDO O TECTO LHE CAIR NA CABEÇA JÁ DEVERÁ USAR UM CAPACETE E SABER COMO REALIZAR A INTERVENÇÃO DE RESTAURO, POIS JÁ TEM TODA A INFORMAÇÃO NECESSÁRIA.... O MEU CONTACTO! MARGARIDA FONSECA – 966190993 O Hugo Pinhão também vai ....

×