Palestra All Check 2011

289 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Palestra All Check 2011

  1. 1. Fraudes Internas Tipos de fraudes e como identificá-las: prevenção e combateProf. MSc. Marcos Assi, CRISC, ISFS Copyright © 2011.MASSI® Consultoria e Treinamento Ltda. 1 Restrito. www.marcosassi.com.br
  2. 2. MSc. Marcos Assi, CRISC- Mestre em Ciencias Contábeis e Financeiras – PUC-SP,- Pos Graduado em Auditoria Interna e Pericia Contabil - FECAP,- Bacharel em Ciencias Contábeis - FMU,- Certificação internacional – CRISC (Certified Risk and Information Security Control).Consultor Sênior de Gov. Corporativa, Riscos Financeiros e Compliance. Instrutor Gestão deRiscos, Melhores Praticas de Controles Internos, Gestão Financeira e Contábil, Riscos emDerivativos, Auditoria Interna, Prevenção a Fraudes e a Lavagem de Dinheiro.Coordenador e professor do curso de MBA em Gestão de Riscos e Compliance da TrevisanEscola de Negócios.Professor MBA da Fia – Fundação Instituto de Administração, Saint Paul – Escola deNegócios, Universidade de São Caetano do Sul – USCS, Centro Paula Souza – FATEC,Sustentare Escola de Negócios – Joinvile –SC e da UNISO – Universidade de Sorocaba.Professor de Pós-Graduação – Universidade Presbiteriana Mackenzie, GTSI da FaculdadeImpacta de Tecnologia, e do CESD – Centro de Ensino Superior de DracenaAutor do livro “Controles Internos e Cultura Organizacional – Como consolidar a confiança nagestão do negócio” – Saint Paul Editora - 2009Colunista da Information Week para Controles Internos e da Revista e TV Moeda Viva paraprevenção a fraudes., Academic Advocate da ISACA e Associado do IBEF desde 2009. 2
  3. 3. Aspectos morais e condutas"Para que haja conduta ética é preciso que exista o agente consciente,isto é, aquele que conhece a diferença entre bem e mal, certo e errado,permitido e proibido, virtude e vício". (CHAUÍ, 1997)Podemos definir ética como os estudos dos juízos de apreciaçãoreferentes à conduta humana. Normas e princípios que norteiam a boaconduta do ser humano. Já a moral como o conjunto de regras deconduta ou hábitos julgado válidos para a pessoa determinada.Numa explicação mais simples a ética é tudo aquilo que é visto comocorreto pela sociedade como um todo e a moral está relacionada aoindivíduo, é algo particular. A ética surge da base moral coletiva. Marilena Chauí é historiadora de filosofia brasileira, Professora de Filosofia Política e História da Filosofia Moderna da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo – a FFLCH-USP. 3
  4. 4. Aspectos morais e condutas (Will Smith) é um pai de família que enfrenta sérios problemas financeiros. Apesar de todas as tentativas em manter a família unida, Linda (Thandie Newton), sua esposa, decide partir. Chris agora é pai solteiro e precisa cuidar de Christopher (Jaden Smith), seu filho de apenas 5 anos. Ele tenta usar sua habilidade como vendedor para conseguir um emprego melhor, que lhe dê um salário mais digno. Chris consegue uma vaga de estagiário numa importante corretora de ações, mas não recebe salário pelos serviços prestados. Sua esperança é que, ao fim do programa de estágio, ele seja contratado e assim tenha um futuro promissor na empresa. Porém seus problemas financeiros não podem esperar que isto aconteça, o que faz com que sejam despejados. Chris e Christopher passam a dormir em abrigos, estações de trem, banheiros e onde quer que consigam um refúgio à noite, mantendo a esperança de que dias melhores virão.À Procura da Felicidade é basicamente uma biografia de Chris Gardner. Assista a trajetória de umhomem que viveu como sem-teto e hoje é um dos mais bem sucedidos corretores de ações dabolsa de valores americana. 4
  5. 5. 5
  6. 6. As empresas instituem o fator moral eético?O Código de Ética nas relações de trabalho, instituído pelo empregador,sob o ponto de vista do Direito, consubstancia-se em Regulamento deEmpresa, ou seja, fonte de Direito do Trabalho, de natureza contratual.De modo preventivo, tem sido comum, também, a criação demecanismos para que o empregado não cometa abusos na utilizaçãoda Internet, limitando até mesmo acesso a determinados sites. Outraprática adotada é o monitoramento de mensagens eletrônicas enviadasnos computadores da empresa.A ética profissional tem como premissa o maior relacionamento doprofissional com seus clientes e com outros profissionais, levando emconta valores como dignidade humana, auto realização e sociabilidade. 6
  7. 7. As empresas instituem o fator moral eético?A ética do comportamento dos diretores é fundamental, pois eles sãoexemplos para os demais empregados da organização. Sua conduta eestilo tendem a ser copiados, servem de referência e solidificam a culturada organização.Os objetivos da empresa normalmente implicam desafios, de modo que oestilo dos diretores pode ensinar aos empregados o sentido decompromisso assumido e o empenho para cumprí‐lo...No mercado de trabalho brasileiro, a ética parece ser ainda mais faladado que vivida. Há necessidade de profissionais líderes,‐ que saibaminfluenciar seus colegas, chefes e gerentes com naturalidade, cominteligência, para que os valores morais se sobreponham aooportunismo, à fraude, ao medo da concorrência, aos costumes poucoretos do ramo em que a organização opera. 7
  8. 8. Alguém avalia conduta na contratação?Recursos técnicos têm sido aprimorados para facilitar essa árdua tarefa.Do ponto de vista ético, há, ainda, poucas experiências de sucesso quepermitam avaliar a conduta moral do candidato. A percepção, que aliás ébastante aguçada no brasileiro, deve ser considerada um fator adicional,complementar e nunca decisivo.As empresas têm desenvolvido métodos diversos para avaliar o perfilético, mas ainda há muito a ser pesquisado nesse campo. A questãoética da contratação não se encontra no erro técnico ou na imperfeiçãodos instrumentos de avaliação do candidato. 8
  9. 9. Alguém avalia conduta na contratação? 9
  10. 10. Fraude: ausência de controle ou índole?Analise das Fraudes por tipos identificados: Falsificação de cheques/documentos/balanços 29% Roubo de ativos 25% Notas fiscais frias 14% Contas de despesas adulteradas 12% Pagamento de propinas 12% Uso indevido de informações 6% Compras para uso pessoal 5% Cartão de crédito 3% Espionagem 2% Outros 7%Fonte: Uma publicação sobre A Fraude no Brasil – Relatório de Pesquisa 2009 da KPMG. 10
  11. 11. Fraude: ausência de controle ou índole? Assegurar emprego Encobrir Pressões erros financeiras Estilo de Atingir Metas Fraude por quê? vida Manipular pagamentos Desafio ou bônus Oportunidade 11
  12. 12. Fraude: ausência de controle ou índole?A ausência de conduta moral está cada vez maisem evidência, seja na vida privada ou pública.A questão vai além da governança corporativa,controles internos e contábeis (este último tãofragilizado), e gestão de riscos.Acreditamos que já é uma questão de estudos decomportamento humano universal.Até mesmo na religião nos deparamos com aausência de índole e moral. 12
  13. 13. Folha de São Paulo – dia10 de Novembro 2010 13
  14. 14. Portal UOL Noticiais – dia 14 de Novembro 2010 14
  15. 15. Folha de São Paulo – dia 25de Novembro 2010 15
  16. 16. 16
  17. 17. 17
  18. 18. Saiba como prevenir fraudes na empresaUma pesquisa da consultoria KPMG aponta que 70% das companhias jásofreram algum tipo de fraude nos últimos dois anos.O estudo, realizado com mais de 1.000 companhias, principalmente dosetor industrial, revela que: 61% das irregularidades eram cometidas por funcionários. Homens de 26 a 40 anos de idade foram a maioria.Dentre as irregularidades apontadas, as principais foram: falsificação de cheques e documentos (29%), roubo de ativos (25%), notas fiscais frias (14%) e contas de despesas (viagem, refeição, hospedagem) irregulares. 18
  19. 19. O estudo aponta, ainda, quesomente 25% dos casos foramdescobertos por meio de controlesinternos das empresas.Mas por que isso acontece? 19
  20. 20. Saiba como prevenir fraudes na empresaExistem poucos e fragmentários dados estatísticos sobre a situação das fraudesinternas no Brasil. Segundo algumas fontes os números principais seriam osseguintes: 81,2% dos fraudadores tem segundo grau ou mais. 34,3% das fraudes causam perdas de R$ 1 a R$ 10.000 44,8% causam perdas de R$ 10 mil a R$ 100 mil 20,9% causam perdas acima de R$ 100 milEm média as empresas fraudadas perdem de 7% a 10% do faturamento global.Cerca de 85% do valor das perdas por fraudes em empresas é devido afraudes cometidas por funcionários ou colaboradores permanentes. 20
  21. 21. Saiba como prevenir fraudes na empresaConheça o funcionário antes de contratar.Não é preciso saber todo seu histórico pessoal, mas é preciso pesquisar osempregos anteriores, ver referências, motivos de demissões e até, se for o caso,antecedentes criminais do empregado.Tenha um código de ética e pratique-o.Muitas empresas podem até possuir um código de ética, mas nem semprecumprem suas próprias regras.Analise os documentos com atenção.Não adianta só dar uma olhada rápida; cada documento deve ser lido para nãofacilitar falsificações.Tenha sempre "um pé atrás".Confiança é importante, mas não se deixe cegar por ela. Não importa se ofuncionário está na empresa há anos e aparenta ser honesto, não deixe defiscalizar o serviço que ele presta. 21
  22. 22. Identifiquei uma fraude... e agora?Reunir informações preliminares: Avaliar os dados preliminares para determinarse existe base para uma investigação.Consultar o departamento jurídico: O apoio jurídico pode proporcionar umavaliosa orientação para a equipe de investigação além de auxiliar a administraçãona determinação de uma ação interna e/ou judicial.Proteger os dados e arquivos: Estabelecer protocolos de custódia de todos osdocumentos e informações obtidas.Definir o escopo e objetivo da investigação: Temos a intenção de processar oindividuo? Podemos recuperar os valores perdidos? Qual a cobertura do nossoseguro? Quem mais poderia estar envolvido?Determinar quem deve ser notificado: Consultar o departamento jurídico paradeterminar a obrigação de alertar terceiros, por exemplo, agentes reguladores eseguros. 22
  23. 23. Identifiquei uma fraude... e agora?Executar a investigação: Certificar que a equipe de investigação tem plenoacesso a todos os dados necessários. Utilizar ferramentas de análise de dadospara melhorar a eficácia e eficiência da investigação.Controlar os dados e a comunicação: Gerenciar os dados e as comunicaçõesreferentes à investigação é imprescindível. O departamento jurídico e decomunicação podem ajudar na decisão de quando compartilhar as informaçõescom o público, se necessário.Fortalecer os controles: Revisar os controles e determinar se um controle é fraco,ineficaz ou que não existe.Controles fortes reduzem a probabilidade e magnitude de uma fraude.Trabalhar com a equipe de investigação e consultar os auditores internos ouconsultores externos para fortalecer os controles internos. 23
  24. 24. 24
  25. 25. www.marcosassi.com.brE-mail: marcos.assi@marcosassi.com.br Blog: www.marcosassi.com.br http://twitter.com/PROF_MASSI 25

×