Larissa Medeiros   Lilieren Ramos Marcos de Souza      Maria Odete    Paulo Roberto       Paulo Vitor   Talita Eufrázio   ...
 Introdução; Contexto  Histórico; Características; Primeira Geração; Segunda Geração; Terceira Geração; Romance urb...
 Romance  Indianista; Romance Urbano; Romance Regionalista; Análise;
 Iniciou-sepor volta do ano de 1836. Fonte de inspiração. Movimento conservador. Goethe pioneiro na Europa;     Influ...
 Subjetivismo - A pessoalidade do autor está em  destaque. Sentimentalismo - Os sentimentos dos  personagens entram em f...
 Religiosidade  - A produção literária  romântica, utiliza-se não só da fé católica  como um meio de mostrar recato e  au...
 Indianismo - O autor romântico utilizava-se da  figura do índio como inspiração para seu  trabalho. A idealização da re...
 As formas de escape seriam as seguinte: Fuga  no tempo, Fuga no sonho e na imaginação,  Fuga na loucura , Fuga no espaço...
A primeira geração do Romantismo no Brasil émarcada pela ascensão do amor a pátria e a exaltaçãoas belezas da natureza, er...
   O nacionalismo   A segunda geração baseou-se em uma arte totalmente    voltada para o desapego a este nacionalismo e ...
   Vejamos agora uma poesia de Álvares de Azevedo:    Soneto (Álvares de Azevedo)    Pálida, à luz da lâmpada sombria,   ...
 Fim da Década de 60; Romantismo com sentido social e  revolucionário, próximo ao Realismo; Victor Hugo como padrão poé...
 Retratava a vida social da época; Nobreza e cotidiano alternados; A Moreninha, O Moço Loiro, A Luneta  Mágica, de Joaq...
 Dá ênfase a cultura, ao índio; O índio tornou-se símbolo do homem  brasileiro;     Índio como objeto, não como real ho...
 Procura  seguir traços tipicamente brasileiros; Jose de Alencar escrevia seus romances  regionalistas com suavidade e r...
 Em  “Canção do Exílio” temos algumas  características já apresentadas: Nacionalismo;  Ideia de dar ao tom ao poema o P...
 Exaltação  a natureza;Fala-se das belezas naturais, comparando comterra do exílio.Os pássaros que aqui gorjeiam/ Não gor...
 Autores   Primeira Geração Romântica;    Gonçalves Dias;    Gonçalves Magalhães;
 Primeiros contos, poesia (1846); Leonor de Mendonça, teatro (1847); Segundos contos e Sextilhas de Frei Antão,  poesia...
 Antônio  José ou O poeta e a Inquisição (1839); Os Mistérios de Vinícius (1857); Fatos do Espírito Humano, tratado fil...
 Autores   Segunda Geração Romântica;    Álvares de Azevedo;    Casimiro José Marques de Abreu;    Luís José Junqueira...
 Macário; Noite      de Taverna; Poema do Frade;
 Meusoito anos; Amor e Medo;
 Inspiraçõesdo Claustro, 1855; Contradições poéticas; Tratado de eloquência nacional; Ambrósio;
 Noturnas - 1860; Vozes da América - 1864; Pendão Auriverde - poemas patrióticos, acerca  da Questão Christie; Cantos ...
 Terceira   Geração Romântica;    Castro Alves;
 Espumas  Flutuantes, 1870; A Cachoeira de Paulo Afonso, 1876; Os Escravos, 1883; Hinos do Equador, em edição de suas ...
Romantismo no Brasil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Romantismo no Brasil

8.836 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.836
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
607
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romantismo no Brasil

  1. 1. Larissa Medeiros Lilieren Ramos Marcos de Souza Maria Odete Paulo Roberto Paulo Vitor Talita Eufrázio Tiago Aguiar Prof. AndréaLíngua Portuguesa
  2. 2.  Introdução; Contexto Histórico; Características; Primeira Geração; Segunda Geração; Terceira Geração; Romance urbano; Romance indianista; Romance regionalista; Análise de obra- “Canção do Exílio”.
  3. 3.  Romance Indianista; Romance Urbano; Romance Regionalista; Análise;
  4. 4.  Iniciou-sepor volta do ano de 1836. Fonte de inspiração. Movimento conservador. Goethe pioneiro na Europa;  Influenciou outros escritores no Brasil;
  5. 5.  Subjetivismo - A pessoalidade do autor está em destaque. Sentimentalismo - Os sentimentos dos personagens entram em foco. Nacionalismo, ufanismo - Surge a necessidade de criar uma cultura genuinamente brasileira. Maior liberdade formal - As produções literárias estavam livres para assumir a forma que quisessem, ou seja, entrava em evidência a expressão em detrimento da estrutura formal (versificação,rima , entre outros). Vocabulário mais brasileiro - Como um meio de criar uma cultura brasileira original os artistas buscavam inspiração nas raízes pré-coloniais.
  6. 6.  Religiosidade - A produção literária romântica, utiliza-se não só da fé católica como um meio de mostrar recato e austeridade. Mal do século - Recebeu a denominação de mal do século pela sua característica de abordar temas obscuros como a morte, amores impossíveis e a escuridão. Evasão - O artista romântico interpretava o mundo como cruel e frequentemente buscava a fuga da sociedade que não o aceitava.
  7. 7.  Indianismo - O autor romântico utilizava-se da figura do índio como inspiração para seu trabalho. A idealização da realidade - A análise dos fatos, das aparências, dos costumes, era muito superficial e pessoal, por isso era idealizada, imaginada, assim o sonho e o desejo invadiam o mundo real criando uma descrição romântica e mascarada dos fatos. Escapismo - Os artistas românticos procuravam fugir da opressão capitalista gerada pela revolução burguesa (revolução industrial).
  8. 8.  As formas de escape seriam as seguinte: Fuga no tempo, Fuga no sonho e na imaginação, Fuga na loucura , Fuga no espaço e Fuga na morte. O culto à natureza - Passava-se a observar o ambiente natural como algo divino e puro. A idealização da Mulher (figura feminina)- a mulher era a fonte de toda a inspiração. Era intocável, vista como um anjo em que jamais poderiam desfrutar de suas características puras e angelicais.
  9. 9. A primeira geração do Romantismo no Brasil émarcada pela ascensão do amor a pátria e a exaltaçãoas belezas da natureza, era a ânsia de possuir a terraamada. Nessa geração, o índio era o grande herói. Gonçalves Dias foi o autor de umas das obras maisfamosas, “Canção do Exílio”, feita em 1843. Ele foi oautor dessa geração que mais conseguiu se equilibrar,tanto em termos de nacionalismo ou sentimentalismo,fugindo da vulgaridade. A Gonçalves de Magalhães lhe coube suspirospoéticos e saudades é a materialização lírica dealgumas ideias do autor sobre o Romantismo,encarado como possibilidade de afirmação de umaliteratura nacional. É o autor de Suspiros poéticos esaudades de 1839 e A confederação dos tamoios 1857.
  10. 10.  O nacionalismo A segunda geração baseou-se em uma arte totalmente voltada para o desapego a este nacionalismo e “mergulhou” em um exacerbado sentimentalismo e pessimismo doentio como forma de escapar da realidade e dos problemas que assolavam a sociedade na época. Autores consagrados:poeta inglês Lord Byron. Conhecida como Mal do século, a segunda geração romântica foi caracterizada pelo extremo subjetivismo, onde o culto ao “eu” revelava um extremo egocentrismo que culminava com o sentimento de morte, dúvida e obscuridade. Os principais poetas do romantismo do Brasil: Álvares de Azevedo, Junqueira Freire, Casimiro de Abreu e Fagundes Varela.
  11. 11.  Vejamos agora uma poesia de Álvares de Azevedo: Soneto (Álvares de Azevedo) Pálida, à luz da lâmpada sombria, Sobre o leito de flores reclinada, Como a lua por noite embalsamada, Entre as nuvens do amor ela dormia! Era a virgem do mar! Na escuma fria Pela maré das águas embalada! Era um anjo entre nuvens dalvorada Que em sonhos se banhava e se esquecia! Era mais bela! O seio palpitando... Negros olhos as pálpebras abrindo... Formas nuas no leito resvalando... Não te rias de mim, meu anjo lindo! Por ti - as noites eu velei chorando, Por ti - nos sonhos morrerei sorrindo!
  12. 12.  Fim da Década de 60; Romantismo com sentido social e revolucionário, próximo ao Realismo; Victor Hugo como padrão poético, como exemplo; Momento de libertação; Ênfase a escravidão, descritas em “Navio Negreiro” (Crítica social); “Presa nos elos de uma só cadeia, A multidão faminta cambaleia”;
  13. 13.  Retratava a vida social da época; Nobreza e cotidiano alternados; A Moreninha, O Moço Loiro, A Luneta Mágica, de Joaquim Manuel de Macedo; Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida; Diva, Lucíola, Senhora, A Pata da Gazela, Cinco Minutos e A Viuvinha, de José de Alencar.
  14. 14.  Dá ênfase a cultura, ao índio; O índio tornou-se símbolo do homem brasileiro;  Índio como objeto, não como real homem; Joséde Alencar. Comparação ao índio como herói e cavaleiros europeus medievais;
  15. 15.  Procura seguir traços tipicamente brasileiros; Jose de Alencar escrevia seus romances regionalistas com suavidade e realidade; Procuram-se apegar ao brasileiro e a cultura brasileira; Exemplos:  O Gaúcho, de José de Alencar, (1870); O Sertanejo, de José de Alencar, (1875); O tronco do Ipê, de José de Alencar, (1871);
  16. 16.  Em “Canção do Exílio” temos algumas características já apresentadas: Nacionalismo;  Ideia de dar ao tom ao poema o País;  Minha terra tem palmeiras. Confessionalismo;  Momento em que o sentimento do autor entra em cena;  Não permita Deus que eu morra/ Sem que eu volte para lá.
  17. 17.  Exaltação a natureza;Fala-se das belezas naturais, comparando comterra do exílio.Os pássaros que aqui gorjeiam/ Não gorjeiam como lá;
  18. 18.  Autores Primeira Geração Romântica;  Gonçalves Dias;  Gonçalves Magalhães;
  19. 19.  Primeiros contos, poesia (1846); Leonor de Mendonça, teatro (1847); Segundos contos e Sextilhas de Frei Antão, poesia (1848); Últimos cantos (1851); Cantos, poesia (1857); Os Timbiras, poesia (1857); Dicionário da língua tupi (1858); Obras póstumas, poesia e teatro (1868-69);
  20. 20.  Antônio José ou O poeta e a Inquisição (1839); Os Mistérios de Vinícius (1857); Fatos do Espírito Humano, tratado filosófico (1858); Urânia, poesias (1862); Cânticos fúnebres, poesias (1864); “Os fatos do espírito humano” (1865); A alma e o cérebro, ensaios (1876); Comentários e pensamentos (1880);
  21. 21.  Autores Segunda Geração Romântica;  Álvares de Azevedo;  Casimiro José Marques de Abreu;  Luís José Junqueira Freire;  Luís Nicolau Fagundes Varella;
  22. 22.  Macário; Noite de Taverna; Poema do Frade;
  23. 23.  Meusoito anos; Amor e Medo;
  24. 24.  Inspiraçõesdo Claustro, 1855; Contradições poéticas; Tratado de eloquência nacional; Ambrósio;
  25. 25.  Noturnas - 1860; Vozes da América - 1864; Pendão Auriverde - poemas patrióticos, acerca da Questão Christie; Cantos e Fantasias - 1865; Cantos Meridionais - 1869; Cantos do Ermo e da Cidade - 1869; Anchieta ou O Evangelho nas Selvas - 1875; (publicação póstuma). Diário de Lázaro - 1880; Em 1878 seu amigo Otaviano Hudson organizou Cantos Religiosos, cuja publicação destinava-se a auxiliar sua viúva e filhas;
  26. 26.  Terceira Geração Romântica;  Castro Alves;
  27. 27.  Espumas Flutuantes, 1870; A Cachoeira de Paulo Afonso, 1876; Os Escravos, 1883; Hinos do Equador, em edição de suas Obras Completas (1921); Tragédia no Mar; O Navio Negreiro, 1869;

×