Aula1 protocolos

348 visualizações

Publicada em

Aula de Protocolos

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula1 protocolos

  1. 1. Protocolos Prof. Marcos A.F.Cozatti www.marcoscozatti.pro.br professor@macoscozatti.pro.br
  2. 2. Protocolos  IT Essentials;  Modelos OSI e TCP/IP;  Padrões de Ethernet: tipologia;  DHCP, DNS, NAT, HTTP, SMTP e SNMP;  Conceitos básicos de IPV4 e IPV6;  Padrões e normas de rede;  Diagramas Lógico e Físico e Protocolos de roteamento;  Avaliação teoria;  PKT (Laboratório);  PKT (Laboratório);  PKT (Laboratório);  Avaliação pratica com PKT;
  3. 3. Protocolos 1. Aula  Cadastro dos usuários no ITEssentials;  Bate papo sobre o curso;
  4. 4. Protocolos 2. Aula  Modelos OSI e TCP/IP;  Como estudar (exemplos);
  5. 5. Modelos OSI e TCP/IP O que são os protocolos? Regras e procedimentos de comunicação; Fazendo uma analogia com duas pessoas conversando, conjunto de regras e procedimentos para que haja comunicação entre estas duas pessoas. Neste caso a escolha de uma comunicação comum, a linguagem. Também devemos lembrar de uma outra regra, onde cada um deveria falar em seu tempo.
  6. 6. Protocolos Há muitos tipos diferentes de protocolos, cada um com seus propósitos e podem realizar tarefas diferentes;  Para entender como um protocolo trabalha, devemos quebrar a comunicação em dois computadores e em várias etapas;  Temos que entender o modelo de referência OSI;
  7. 7. Protocolos  Temos as pilhas de protocolos onde podemos entender que cada protocolo deverá atuar em uma camada do modelo OSI;  O modelo de referência OSI garante a interoperabilidade entre equipamentos de fabricantes diferentes;  Existem 3 (três) espécies de protocolos que cobrem as principais tarefas de rede: Aplicação; Transporte; Rede;
  8. 8. Protocolos  Camada de Aplicação;  Operam nas camadas de aplicação, apresentação e sessão;  Fornecem interação e troca de dados entre as aplicações. Alguns protocolos mais conhecidos são:  FTP (File Transfer Protocol), protocolo de troca de arquivos;  SNMP (Simple Network Management Protocol), protocolo de monitoração e configuração de equipamentos em rede;  TELNET, protocolo para efetuar conexão e abertura de sessão em computadores remotos;
  9. 9. Protocolos  Camada de Transporte;  Operam na camada de transporte, estabelecendo comunicação entre computadores e garantem que os dados sejam transportados de maneira confiável. Os mais conhecidos são:  TCP (Transmission Control Protocol), protoclo de controle de transmissão que garante a entrega dos dados em sequência. É orientada a conexão;  SPX (Sequencial Packet eXchange): parte do protoclo IPX/SPX para dados sequenciais. Esse protocolo foi criado pela Novell, baseado em um projeto da Xerox do final dos anos 1970.
  10. 10. Protocolos  Camada de Rede;  Os primeiros protocolos que surgiram foram os de redes locais;  A necessidade de intercomunicar para compartilhar recursos e toca de informações entre equipamentos;  Sistema abertos do tipo Unix, sistemas operacionais para ser executados em múltiplas plataformas de hardware.  Houve a necessidade de incorporar protocolos de comunicação entre esses equipamentos;
  11. 11. Protocolos  A camada de rede, no modelo OSI, é responsável por controlar operações de rede de um modo geral;  Uma de suas principais funções nesta camada são os roteamentos de pacotes entre a fonte e destino;  As funções exercidas na camada de rede do modelo OSI estão listados abaixo:  Tráfego direção ao destino final  Dirigindo; lógico endereços de rede e serviços endereços  Encaminhamento de funções; descoberta e seleção de rotas  Comutação de pacotes  Controle de sequencia de pacotes  Detecção de erro End-to-end dos dados (a partir do emissor para o receptor de dados).  Controle de congestionamento  Controle de fluxo  Portal de serviços
  12. 12. Protocolos  DHCP  Dynamic Host Configuration Protocol;  Oferece serviço dinâmico de terminal, dando a concessão de endereços IP;  Usa procolos TCP/IP;  Sucessor do protocolo BOOTP, que embora mais simples, tornou-se limitado pelas exigências atuais;  DHCP surgiu em 1993 na RFC 2131;  Já possuímos o DHCP versão 6 para IPv6;
  13. 13. Protocolos  DNS  Domain Name System;  Sistema de gerenciamento de nomes hierárquico, distribuídos para computadores ou qualquer recurso conectado a internet ou em uma rede privada;  Utiliza porta padrão 53;  Tem sua RFCs atuais como 1034 e 1035;  O servidor DNS traduz nomes para os endereços IP e endereços IP para nomes respectivos, e permitindo a localização de hosts em um domínio determinado.
  14. 14. Protocolos  NAT (Network Address Tranlation);  Também conhecido como “masquerading” é uma técnica que consiste em reescrever, utilizando-se de uma tabela os endereços IP de origem de um pacote que passam por um router ou firewall de maneira que um computador de uma rede interna tenha acesso ao exterior ou Rede Mundial de Computadores;  Por se tratar de uma rede privada, os números de IP interno da rede (como 10.0.0.0/8, 172.16.0.0/12 e 192.168.0.0/16) nunca poderiam ser passados para a Internet pois não são roteados nela e o computador que recebesse um pedido com um desses números não saberia para onde enviar a resposta. Sendo assim, os pedidos teriam de ser gerados com um IP global do router. Mas quando a resposta chegasse ao router, seria preciso saber a qual dos computadores presentes na LAN pertencia aquela resposta.
  15. 15. Protocolos  HTTP (O Hypertext Transfer Protocol (HTTP), em português Protocolo de Transferência de Hipertexto, é um protocolo de comunicação (na camada de aplicação segundo o Modelo OSI) utilizado para sistemas de informação de hipermídia, distribuídos e colaborativos. Ele é a base para a comunicação de dados da World Wide Web.  Hipertexto é o texto estruturado que utiliza ligações lógicas (hiperlinks) entre nós contendo texto. O HTTP é o protocolo para a troca ou transferência de hipertexto.  Trabalha com a porta 80 e 443;  Sua RFC é a 2616;
  16. 16. Protocolos  SMTP;  Simple Mail Transfer Protocol (abreviado SMTP. Traduzido do inglês, significa "Protocolo de transferência de correio simples") é o protocolo padrão para envio de e-mails através da Internet;  Trabalha com a porta de comunicação padrão 110 e ou 143 quando criptografado;  O serviço de DNS é essencial para envio de E-Mails através da configuração do MX (Mail eXchange);  Nasceu nos anos 1980;  Este protocolo apenas envia, ou seja não permite que um usuário descarregue as mensagens de um servidor;
  17. 17. Protocolos  POP;  O Post Office Protocol (termo em inglês que, traduzido, significa "Protocolo dos correios"), ou POP3, é um protocolo utilizado no acesso remoto a uma caixa de correio eletrônico. Ele está definido no RFC 1939 e permite que todas as mensagens contidas numa caixa de correio eletrônico possam ser transferidas sequencialmente para um computador local. Dessa maneira, o utilizador pode ler as mensagens recebidas, apagá-las, responder-lhes, armazená-las etc;  Usa porta 25 ou 587;
  18. 18. Protocolos  SNMP;  Simple Network Management Protocol (SNMP), em português Protocolo Simples de Gerência de Rede, é um "protocolo do padrão da Internet para gerenciamento de dispositivos em redes IP". Dispositivos que normalmente suportam SNMP incluem roteadores, comutadores, servidores, estações de trabalho, impressoras, racks modernos e etc. SNMP é usado na maioria das vezes em sistemas de gerenciamento de rede para monitorar dispositivos ligados a rede para condições que garantem atenção administrativa. SNMP é um componente do conjunto de protocolos da Internet como definido pela Internet Engineering Task Force (IETF). Ele consiste de um conjunto de padrões de gerenciamento de rede, incluindo um protocolo da camada de aplicação, um esquema de banco de dados, e um conjunto de objetos de dados.  Geralmente utiliza nas estações um agente para comunicar com o servidor onde será armazenado os dados coletados;  Antivírus centralizado, ou softwares como “OCS Inventory” utilizam agentes para capturar dados dos clientes através de um agente;

×