SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
CASO DE OBRA #201
2015
Autor:
Departamento Técnico - Atividade Bidim.
Colaboração:
Eng. Marçal Brasil Alves de Souza.
Construção do Dissipador de Energia do
Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de
3 km em Pau Amarelo para contenção de
erosão costeira
(Paulista – PE)
1. DADOS GERAIS
Tipo de obra
Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar “Bagwall” para contenção da
Erosão Costeira na praia de Pau Amarelo.
Localização
Paulista – PE.
Breve descrição do problema
Após a construção de um grupo de espigões na orla da praia do Janga em 2000, para
tentar conter o processo erosivo existente, ocorreu o chamado efeito dominó, transfe-
rindo a erosão costeira para a praia de Pau Amarelo.
Em 2013, o forte processo erosivo instalado na praia de Pau Amarelo atingiu propor-
ções alarmantes numa extensão de mais de 2 km, pondo em risco pessoas e bens,
além do próprio patrimônio histórico, no caso o Forte de Pau Amarelo.
A atual administração do município do Paulista, adotou como solução de engenharia
uma nova tecnologia, trata-se do dissipador de energia do tipo Barra Mar Bagwall,
uma obra de engenharia rígida e articulada que contém o avanço do mar na linha de
costa, dissipa a energia das ondas no local da intervenção sem transferir o processo
erosivo para áreas adjacentes e facilita o acesso da população à praia recreativa.
Produto
Geotêxtil Bidim RT-14.
Solução com Bidim
O geotêxtil Bidim foi adotado como parte da solução do BAGWALL por sua eficácia
comprovada, garantindo o perfeito funcionamento dos drenos horizontais evitando a
fuga da areia da retro-área do barra mar que é fundamental para o bom funcionamento
da estrutura.
Vantagens
Alta eficiência como filtro ao longo do tempo, aumentando a vida útil do sistema. Alta
velocidade de execução, economia de agregados naturais, etc.
Data da execução
A obra iniciou-se em agosto de 2013 e teve sua conclusão em setembro de 2014.
Projetista
O projeto de Engenharia foi elaborado pela Green Consult do Brasil – Consultores
Associados
Construtora
Construtora Ômega Ltda
2. DESCRIÇÃO DA OBRA
Situada no bairro de Pau Amarelo em Paulista, esta obra visa principalmente à con-
tenção da erosão costeira em áreas urbanizadas, a tecnologia de execução do Bag-
wall consiste na utilização de formas geotêxtis preenchidas com concreto usinado e
bombeado com taxa de compressão controlada. O uso de formas geotêxteis é impor-
tante para garantir a rapidez dos serviços e a resistência do concreto dentro da água
durante a execução dos serviços.
A utilização do dissipador de energia Bagwall, uma obra aderente e longitudinal à linha
de costa, é uma alternativa para resolver os problemas em áreas urbanizadas, prote-
gendo a propriedade agredida pela erosão marinha, recuperando o perfil da praia atra-
vés da engorda natural, garantindo o acesso da população à praia recreativa e otimi-
zando o custo- benefício através do binômio durabilidade/baixo custo de manutenção.
Também esta obra é de grande importância para a prefeitura que de forma inovadora
adotou de forma pioneira em Pernambuco uma solução de engenharia que além de
conter o processo erosivo, possibilitou requalificação de toda orla intervencionada e
devolveu à população a praia recreativa para o lazer. É importante assinalar o forte
impacto positivo após a implantação da obra, não só do ponto de vista turístico e co-
mercial da economia do mar, mas também da oportunidade do reordenamento do uso
do solo e a valorização imobiliária da área em questão.
3. GEOSSINTÉTICO UTILIZADO
Manta geotêxtil Bidim RT-14
Manta geotêxtil nãotecido de filamentos contínuos 100% poliéster com resistência à
tração longitudinal mínima de 14KN/m.
Quantidade total da obra
19.377,53 m² de geotêxtil Bidim RT-14.
4. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA
FOTO 1
Placa da obra.
FOTO 2
Vista parcial da
obra do Dissi-
pador de Ener-
gia do tipo Bar-
ra Mar Bagwall.
FOTO 3
Trincheira dre-
nante com ge-
otêxtil Bidim
RT-14.
FOTO 4
Vista geral da
obra de Dissi-
pação de e-
nergia tipo Bar-
ra Mar Bag-
wall, promo-
vendo engorda
natural e inte-
ração com o
ambiente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Zona cárstica da br 135
Zona cárstica da br 135Zona cárstica da br 135
Zona cárstica da br 135Igor Siri
 
Trabalho: Visita ao litoral norte
Trabalho: Visita ao litoral norteTrabalho: Visita ao litoral norte
Trabalho: Visita ao litoral norteMaria Paredes
 
Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...
Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...
Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...Igor Siri
 
Parque eólico prad
Parque eólico   pradParque eólico   prad
Parque eólico pradDanilo
 
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...Mayara Leão
 
Recuperação de Áreas Degradadas por Mineração
Recuperação de Áreas Degradadas por MineraçãoRecuperação de Áreas Degradadas por Mineração
Recuperação de Áreas Degradadas por MineraçãoLeandro A. Machado de Moura
 
Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...
Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...
Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...CEP
 
Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...
Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...
Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...CBH Rio das Velhas
 
Avaliacao dos impactos
Avaliacao dos impactosAvaliacao dos impactos
Avaliacao dos impactoshomertc
 
Apresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do CarvãoApresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do CarvãoIvan Cardoso Martineli
 
Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012
Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012
Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012Secretaria Planejamento SC
 

Mais procurados (18)

Reconstrução da praia
Reconstrução da praiaReconstrução da praia
Reconstrução da praia
 
Artigo Casa Expresso 2008
Artigo Casa Expresso 2008Artigo Casa Expresso 2008
Artigo Casa Expresso 2008
 
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
 
Zona cárstica da br 135
Zona cárstica da br 135Zona cárstica da br 135
Zona cárstica da br 135
 
Trabalho: Visita ao litoral norte
Trabalho: Visita ao litoral norteTrabalho: Visita ao litoral norte
Trabalho: Visita ao litoral norte
 
Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...
Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...
Plano de Recuperação de Áreas Degradadas Mina de Cascalho na localidade do Ju...
 
Parque eólico prad
Parque eólico   pradParque eólico   prad
Parque eólico prad
 
Projeto jequitiba
Projeto jequitibaProjeto jequitiba
Projeto jequitiba
 
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
 
Recuperação de Áreas Degradadas por Mineração
Recuperação de Áreas Degradadas por MineraçãoRecuperação de Áreas Degradadas por Mineração
Recuperação de Áreas Degradadas por Mineração
 
Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...
Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...
Avaliação de uma área degradada e medidas de recuperação com base em diagnost...
 
Aula 7
Aula 7Aula 7
Aula 7
 
Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...
Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...
Apresentação: Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas/ Our...
 
Pedra portuguesa paulo
Pedra portuguesa pauloPedra portuguesa paulo
Pedra portuguesa paulo
 
Avaliacao dos impactos
Avaliacao dos impactosAvaliacao dos impactos
Avaliacao dos impactos
 
Apresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do CarvãoApresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do Carvão
 
Solos 6b
Solos 6bSolos 6b
Solos 6b
 
Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012
Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012
Geologia da ilha de santa catarina - 26/06/2012
 

Semelhante a Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de 3 km em Pau Amarelo para contenção de erosão costeira.

Campo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CN
Campo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CNCampo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CN
Campo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CNcadep-cn
 
Rt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanal
Rt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanalRt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanal
Rt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanalEvandro Lira
 
Doc 8 vistoria da área - junho - publicação 27-08
Doc 8   vistoria da área - junho - publicação 27-08Doc 8   vistoria da área - junho - publicação 27-08
Doc 8 vistoria da área - junho - publicação 27-08Emilio Gusmão
 
RELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMA
RELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMARELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMA
RELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMAPaulo Sérgio Paiva
 
Destruição das Áreas Costeiras
Destruição das Áreas CosteirasDestruição das Áreas Costeiras
Destruição das Áreas Costeiraskatheerine
 
Case -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitados
Case  -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitadosCase  -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitados
Case -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitadoscchinelli
 
Barragens - 15 lições aprendidas.pdf
Barragens - 15 lições aprendidas.pdfBarragens - 15 lições aprendidas.pdf
Barragens - 15 lições aprendidas.pdfIgorAlmeida603355
 
T.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão AmbientalT.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão AmbientalJoão Silva
 
Rima promar 21_11_10
Rima promar 21_11_10Rima promar 21_11_10
Rima promar 21_11_10vfalcao
 
Projeto lodo
Projeto lodoProjeto lodo
Projeto lodogunnergv
 
Despachomaracaipe.pdf
Despachomaracaipe.pdfDespachomaracaipe.pdf
Despachomaracaipe.pdfIncioFrana2
 
Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04
Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04
Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04Fabricio Daiany
 
Estudo de Impacte Ambiental - ECODEAL
Estudo de Impacte Ambiental - ECODEALEstudo de Impacte Ambiental - ECODEAL
Estudo de Impacte Ambiental - ECODEALJoana e Patricia
 
Retrofit e recuperação de solos
Retrofit e recuperação de solosRetrofit e recuperação de solos
Retrofit e recuperação de solosThayris Cruz
 

Semelhante a Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de 3 km em Pau Amarelo para contenção de erosão costeira. (20)

Site Files
Site FilesSite Files
Site Files
 
Campo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CN
Campo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CNCampo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CN
Campo de Golfe de Sta Maria-Parecer do CADEP-CN
 
Rt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanal
Rt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanalRt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanal
Rt 28 13 peixe mero boto cinza e pesca artesanal
 
Doc 8 vistoria da área - junho - publicação 27-08
Doc 8   vistoria da área - junho - publicação 27-08Doc 8   vistoria da área - junho - publicação 27-08
Doc 8 vistoria da área - junho - publicação 27-08
 
RELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMA
RELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMARELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMA
RELATÓRIO DE VISTORIA Nº. 13 /2012 - COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMA
 
Jornal Diário da Manhã
Jornal Diário da ManhãJornal Diário da Manhã
Jornal Diário da Manhã
 
Destruição das Áreas Costeiras
Destruição das Áreas CosteirasDestruição das Áreas Costeiras
Destruição das Áreas Costeiras
 
Termo referencia
Termo referenciaTermo referencia
Termo referencia
 
Case -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitados
Case  -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitadosCase  -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitados
Case -reservatórios_de_detenção_pluvial_em_terraços_de_cobertura_não_habitados
 
Barragens - 15 lições aprendidas.pdf
Barragens - 15 lições aprendidas.pdfBarragens - 15 lições aprendidas.pdf
Barragens - 15 lições aprendidas.pdf
 
Metodologia
Metodologia Metodologia
Metodologia
 
T.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão AmbientalT.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão Ambiental
 
Rima promar 21_11_10
Rima promar 21_11_10Rima promar 21_11_10
Rima promar 21_11_10
 
Projeto lodo
Projeto lodoProjeto lodo
Projeto lodo
 
Despachomaracaipe.pdf
Despachomaracaipe.pdfDespachomaracaipe.pdf
Despachomaracaipe.pdf
 
Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04
Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04
Manual Brasileiro de Geossintéticos cap 04
 
Aula 9 pa
Aula 9 paAula 9 pa
Aula 9 pa
 
Estudo de Impacte Ambiental - ECODEAL
Estudo de Impacte Ambiental - ECODEALEstudo de Impacte Ambiental - ECODEAL
Estudo de Impacte Ambiental - ECODEAL
 
Retrofit e recuperação de solos
Retrofit e recuperação de solosRetrofit e recuperação de solos
Retrofit e recuperação de solos
 
Parte X - Adaptação e Vulnerabilidade de Zonas Costeiras Urbanas a Mudanças C...
Parte X - Adaptação e Vulnerabilidade de Zonas Costeiras Urbanas a Mudanças C...Parte X - Adaptação e Vulnerabilidade de Zonas Costeiras Urbanas a Mudanças C...
Parte X - Adaptação e Vulnerabilidade de Zonas Costeiras Urbanas a Mudanças C...
 

Mais de Marco Lyra

Medida Cautelar Barreira Cabo Branco
Medida Cautelar Barreira Cabo BrancoMedida Cautelar Barreira Cabo Branco
Medida Cautelar Barreira Cabo BrancoMarco Lyra
 
Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...
Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...
Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...Marco Lyra
 
11 silusba programa-final
11 silusba programa-final11 silusba programa-final
11 silusba programa-finalMarco Lyra
 
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do NorteErosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do NorteMarco Lyra
 
EROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOAS
EROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOASEROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOAS
EROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOASMarco Lyra
 
Ocma2958 proof
Ocma2958 proofOcma2958 proof
Ocma2958 proofMarco Lyra
 
A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.
A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.
A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.Marco Lyra
 
Gestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a Natureza
Gestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a NaturezaGestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a Natureza
Gestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a NaturezaMarco Lyra
 

Mais de Marco Lyra (8)

Medida Cautelar Barreira Cabo Branco
Medida Cautelar Barreira Cabo BrancoMedida Cautelar Barreira Cabo Branco
Medida Cautelar Barreira Cabo Branco
 
Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...
Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...
Recuperação de Praias com o uso do Dissipador de Energia Bagwall no Litoral d...
 
11 silusba programa-final
11 silusba programa-final11 silusba programa-final
11 silusba programa-final
 
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do NorteErosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
 
EROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOAS
EROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOASEROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOAS
EROSÃO E PROGRADAÇÃO DO LITORAL BRASILEIRO | ALAGOAS
 
Ocma2958 proof
Ocma2958 proofOcma2958 proof
Ocma2958 proof
 
A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.
A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.
A Gestão Costeira no Brasil e os dez anos do Projeto Orla.
 
Gestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a Natureza
Gestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a NaturezaGestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a Natureza
Gestão Costeira: resultado de uma relação dúbia entre o Homem e a Natureza
 

Último

AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024
AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024
AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024Consultoria Acadêmica
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGuilhermeLucio9
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAMCassio Rodrigo
 
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxResistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxjuliocameloUFC
 
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfAulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfMateusSerraRodrigues1
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxConsultoria Acadêmica
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024Consultoria Acadêmica
 

Último (7)

AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024
AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024
AE03 - INFORMATICA INDUSTRIAL UNICESUMAR 51/2024
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
 
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxResistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
 
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfAulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
 

Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de 3 km em Pau Amarelo para contenção de erosão costeira.

  • 1. CASO DE OBRA #201 2015 Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim. Colaboração: Eng. Marçal Brasil Alves de Souza. Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de 3 km em Pau Amarelo para contenção de erosão costeira (Paulista – PE)
  • 2. 1. DADOS GERAIS Tipo de obra Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar “Bagwall” para contenção da Erosão Costeira na praia de Pau Amarelo. Localização Paulista – PE. Breve descrição do problema Após a construção de um grupo de espigões na orla da praia do Janga em 2000, para tentar conter o processo erosivo existente, ocorreu o chamado efeito dominó, transfe- rindo a erosão costeira para a praia de Pau Amarelo. Em 2013, o forte processo erosivo instalado na praia de Pau Amarelo atingiu propor- ções alarmantes numa extensão de mais de 2 km, pondo em risco pessoas e bens, além do próprio patrimônio histórico, no caso o Forte de Pau Amarelo. A atual administração do município do Paulista, adotou como solução de engenharia uma nova tecnologia, trata-se do dissipador de energia do tipo Barra Mar Bagwall, uma obra de engenharia rígida e articulada que contém o avanço do mar na linha de costa, dissipa a energia das ondas no local da intervenção sem transferir o processo erosivo para áreas adjacentes e facilita o acesso da população à praia recreativa. Produto Geotêxtil Bidim RT-14. Solução com Bidim O geotêxtil Bidim foi adotado como parte da solução do BAGWALL por sua eficácia comprovada, garantindo o perfeito funcionamento dos drenos horizontais evitando a fuga da areia da retro-área do barra mar que é fundamental para o bom funcionamento da estrutura. Vantagens Alta eficiência como filtro ao longo do tempo, aumentando a vida útil do sistema. Alta velocidade de execução, economia de agregados naturais, etc. Data da execução A obra iniciou-se em agosto de 2013 e teve sua conclusão em setembro de 2014. Projetista O projeto de Engenharia foi elaborado pela Green Consult do Brasil – Consultores Associados Construtora Construtora Ômega Ltda
  • 3. 2. DESCRIÇÃO DA OBRA Situada no bairro de Pau Amarelo em Paulista, esta obra visa principalmente à con- tenção da erosão costeira em áreas urbanizadas, a tecnologia de execução do Bag- wall consiste na utilização de formas geotêxtis preenchidas com concreto usinado e bombeado com taxa de compressão controlada. O uso de formas geotêxteis é impor- tante para garantir a rapidez dos serviços e a resistência do concreto dentro da água durante a execução dos serviços. A utilização do dissipador de energia Bagwall, uma obra aderente e longitudinal à linha de costa, é uma alternativa para resolver os problemas em áreas urbanizadas, prote- gendo a propriedade agredida pela erosão marinha, recuperando o perfil da praia atra- vés da engorda natural, garantindo o acesso da população à praia recreativa e otimi- zando o custo- benefício através do binômio durabilidade/baixo custo de manutenção. Também esta obra é de grande importância para a prefeitura que de forma inovadora adotou de forma pioneira em Pernambuco uma solução de engenharia que além de conter o processo erosivo, possibilitou requalificação de toda orla intervencionada e devolveu à população a praia recreativa para o lazer. É importante assinalar o forte impacto positivo após a implantação da obra, não só do ponto de vista turístico e co- mercial da economia do mar, mas também da oportunidade do reordenamento do uso do solo e a valorização imobiliária da área em questão. 3. GEOSSINTÉTICO UTILIZADO Manta geotêxtil Bidim RT-14 Manta geotêxtil nãotecido de filamentos contínuos 100% poliéster com resistência à tração longitudinal mínima de 14KN/m. Quantidade total da obra 19.377,53 m² de geotêxtil Bidim RT-14.
  • 4. 4. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA FOTO 1 Placa da obra. FOTO 2 Vista parcial da obra do Dissi- pador de Ener- gia do tipo Bar- ra Mar Bagwall.
  • 5. FOTO 3 Trincheira dre- nante com ge- otêxtil Bidim RT-14. FOTO 4 Vista geral da obra de Dissi- pação de e- nergia tipo Bar- ra Mar Bag- wall, promo- vendo engorda natural e inte- ração com o ambiente.