SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
Business Agility no mundo real
com uma abordagem E2E 360
Marco Dubovski
Alex Franco
Março/2023
Todo mundo sempre está
indo para algum lugar
Mas se cada um está indo para um lugar diferente,
fica mais difícil chegar onde se quer
Como fazer uma transformação
num cenário comum em várias
empresas, com as agendas
locais sendo prática vigente?
Estávamos enxergando as
árvores
Sem dúvida é fundamental entender o que acontece em
cada área, mas nossa visão estava limitada
Quando enxergamos as árvores
• Visão local
• Sucesso é variável
• Resultados não alinhados com a estratégia
• Agendas conflitantes
• Baixa colaboração
• Business Centricity
Precisávamos ver
a floresta
Um olhar sistêmico era necessário para unir os
movimentos em direções comuns
Quando vemos a floresta
• Visão do todo
• Sucesso compartilhado
• Alinhamento estratégico
• Agendas comuns
• Alta colaboração
• Client Centricity
NUC
(Norte Único Compartilhado)
Acrônimo criado pelo Edmour Saiani, da Ponto de Referência
Todo mundo com os mesmos objetivos e olhando
para os mesmos lugares
Precisávamos ver a floresta, não apenas as árvores
OPORTUNIDADE!
REALIDADE
Primeira fatia
Começamos com um fluxo específico
de alta relevância
STATIK num fluxo de valor
1 - PRIORIZAÇÃO
2 – ESPERAS
3 – FEEDBACK DO CLIENTE
4 – DESCARTE
5 – TIME TO MARKET
6 – TEMPO DESENVOLVIMENTO
7 – TEMPO IMPLANTAÇÃO
8 – FEEDBACK LOOPS
Entrada Saída
O problema do cliente é
o problema de todos
Agenda única, interações ágeis,
melhoria contínua
Efeito no Lead Time
413
98
47 43
81
70
29 23
Customer Lead Time
Lead Time
2020 2021 2022 2023
OTIMIZAMOS AS INTERAÇÕES MELHORAMOS CONTINUAMENTE
Nossa ambição nunca
foi pequena
Encontramos um formato e validamos um modelo de
atuação num fluxo específico.
Podíamos fazer mais e melhor.
Precisávamos unir várias áreas na mesma visão
PERCEPÇÃO DOS
CLIENTES E DOS
CONSUMIDORES
FUNDAÇÃO
(Arquitetura, Ambientes, Segurança,
Legal)
Jornada do Dado
(Negativo, Positivo, Consentido,
Alternativos e Parcerias)
Scores &
Atributos B2B
SOLUÇÃO E2E
(da demanda à entrega)
SOLUÇÕES DE
REFERÊNCIA
B2C & B2B
Novas
fontes de
dados
Atualização
dos
Modelos
Novas versões
das soluções
Explicação
clara para o
consumidor
Hipóteses Desenvolvimento
Feedback do
Cliente
Entrega
Input
de
dados
Ingestão
dos
dados
Tratamento
dos dados
Books &
Variáveis
Fluxo
dos
dados
Arquitetura
emergente e
segura
Ambientes
estáveis e
escaláveis
MONITORAMENTO
(Operacional, Consumo,
Performance)
Esforços integrados de
Marketing para fortalecer o
posicionamento do Score de
referência
Evolução das fundações
permitindo segurança técnica,
reações comerciais rápidas e
escalabilidade
MARKETING
Serasa Score
B2C
Atualização
tecnológica
Cálculo
Precisávamos unir várias áreas na mesma visão
PERCEPÇÃO DOS
CLIENTES E DOS
CONSUMIDORES
FUNDAÇÃO
(Arquitetura, Ambientes, Segurança,
Legal)
Jornada do Dado
(Negativo, Positivo, Consentido,
Alternativos e Parcerias)
Scores &
Atributos B2B
SOLUÇÃO E2E
(da demanda à entrega)
SOLUÇÕES DE
REFERÊNCIA
B2C & B2B
Novas
fontes de
dados
Atualização
dos
Modelos
Novas versões
das soluções
Explicação
clara para o
consumidor
Hipóteses Desenvolvimento
Feedback do
Cliente
Entrega
Input
de
dados
Ingestão
dos
dados
Tratamento
dos dados
Books &
Variáveis
Fluxo
dos
dados
Arquitetura
emergente e
segura
Ambientes
estáveis e
escaláveis
MONITORAMENTO
(Operacional, Consumo,
Performance)
Esforços integrados de
Marketing para fortalecer o
posicionamento do Score de
referência
Evolução das fundações
permitindo segurança técnica,
reações comerciais rápidas e
escalabilidade
MARKETING
Serasa Score
B2C
Atualização
tecnológica
Cálculo
PRIMEIRA FATIA
Precisávamos de uma visão E2E 360
Liderança para Empresas (B2B)
Auto-Suficiência
Estabilidade e Escalabilidade
Confiabilidade
Melhor solução B2C
+
Experiência Excelente
Competitividade
+ PERFORMANCE &
+EXPERIÊNCIA
+ QUALIDADE
+ PORTFOLIO &
+ CAPILARIDADE
Soluções de Referência
Reconhecimento do Mercado
+ PRESENÇA &
+ POSICIONAMENTO
Soluções fáceis de entender e usar,
capacitando os consumidores e
melhorando as empresas com o melhor
desempenho
Soluções estáveis entregues através de
ambientes escaláveis no menor Lead Time
para clientes e consumidores
Ser o parceiro fornecedor de soluções
comerciais completas, exponenciando os
resultados dos clientes
Comunicação unificada B2B e B2C e
estratégias para estabelecer e manter a
mensagem de referência do mercado
Perspectiva
do Negócio
Perspectiva
do Cliente
“Quero soluções que estejam
sempre disponíveis para quando eu
precisar.”
“Quero encontrar o que preciso de
forma fácil e rápida.”
“Quero entender como meu Score
pode me ajudar a conseguir o que
preciso.”
Propósitos do
Cliente
“Quero ter todas as minhas
soluções em um mesmo lugar.”
“Quero a solução certa para minha
necessidade.”
“Quero um parceiro que me
disponibilize o que há de melhor no
mercado.”
“Quero ter a certeza de que tenho
as melhores soluções.”
Critérios de
Adequação
• QUALIDADE FUNCIONAL
• LEAD TIME
• TEMPESTIVIDADE
• SEGURANÇA
• CONFORMIDADE
• QUALIDADE FUNCIONAL
• QUALIDADE NÃO FUNCIONAL
• DURAÇÃO
• CONVENIÊNCIA (COMUNICAÇÃO)
• OPCIONALIDADE (CUSTOMIZAÇÃO)
• QUALIDADE NÃO FUNCIONAL
• LEAD TIME
• CONVENIÊNCIA (GEOGRÁFICA)
• OPCIONALIDADE (CUSTOMIZAÇÃO)
• OPCIONALIDADE (CONFIGURAÇÃO)
• QUALIDADE FUNCIONAL
• SEGURANÇA
• CONFORMIDADE
• LEAD TIME
• TEMPESTIVIDADE
“Quero soluções que possam
acompanhar o crescimento do meu
negócio”
Começamos a criar a
visão da floresta
Após o Design, partimos para a Implementação
E2E 360 – Business Agility no mundo real
• Visão não integrada entre
técnico e comercial
• Comunicação lenta e ineficiente
• Falta de entendimento único
compartilhado
• Otimizações locais Identificação
de problemas depois que eles
acontecem (reatividade)
• Clientes informando problemas
• Muito tempo para identificar e
reagir a problemas
CENÁRIO INICIAL
(Mecanismo - Reatividade)
DE FORA PARA DENTRO
ABORDAGEM
E2E 360
CENÁRIO DESEJADO
(Organismo - Adaptação)
DE DENTRO PARA FORA
Objetivos Compartilhados
(Colaboração constante)
Orientação a Métricas
(OKRs, KPIs)
Centralidade no Cliente
(A dor dele é a nossa dor)
Interações Ágeis
(Feedbacks rápidos, melhorias rápidas)
• Visão clara, integrada e
compartilhada
• Informações circulando
rapidamente
• Interações ágeis envolvendo
todos
• Esforço orientado aos resultados
dos clientes/clientes
• Evitamos problemas
(proatividade)
• Identificamos, decidimos e
bloqueamos (ou reagimos
rapidamente a) novos problemas
E2E 360 – A jornada da iniciativa em 4 passos
 Agendas locais
 Baixo alinhamento
 Objetivos segmentados
por áreas
 Foco nas tarefas
 Comunicação pobre e
desalinhamento
COMUNICAÇÃO
FORMAÇÃO DE
OUTCOME
TEAMS
NOVO NORMAL
(Foco nos Outcomes)
VISIBILIDADE
DO CENÁRIO
INICIAL
COMO COMEÇAMOS
(Foco nos Outputs)
1 ANO ATRÁS
 Integração dos times através de
objetivos comuns
 Criação de cadências
recorrentes
 Unificação de agendas, backlog
e comunicação integrada
 Orientação a objetivos com
a definição de Champions
 Alinhamento e
monitoramento de métricas
 Centralidade no cliente
HOJE
 OKRs táticos
alinhados ao
direcionamento
estratégico
FOCO NOS
OUTCOMES
APRENDIZADO E
MELHORIA
CONTÍNUA
MEDIÇÃO DO
PROGRESSO E
ESTÍMULO A
INTERAÇÕES
ÁGEIS
Passo 1 Passo 2
Cenário Inicial
 Otimizações
sistêmicas
 Colaboração como
BAU
Passo 3 Passo 4
DESIGN IMPLEMENTAÇÃO SERVICE DELIVERY
FEEDBACK
FEEDBACK FEEDBACK
Unimos toda a empresa
em prol dos propósitos
dos clientes
Consolidamos um modelo de atuação
adaptável, ágil e sem silos
OUTCOMES – Colaboração e Engajamento
PESSOAS ATUANDO EM 1 OU MAIS OUTCOME TEAM
60+
20 ÁREAS DIFERENTES TRABALHANDO JUNTAS
7 VICE-PRESIDÊNCIAS ENVOLVIDAS
10 OBJETIVOS ENDEREÇANDO PROBLEMAS REAIS
23
KRs SENDO ACOMPANHADOS, CONFIRMANDO A
DIREÇÃO
48 INICIATIVAS TÁTICAS
CENTRALIDADE
1
O CLIENTE
É DE TODA
A EMPRESA
37 KPIs SUPORTANDO AS INICIATIVAS
Outcomes E2E 360 – Cultura
• Nos tornamos orientados por outcomes (orientados por OKRs)
• Cadências executivas disseminadas por toda a empresa
• Eliminamos iniciativas concorrentes e overlap de esforços
• Promovemos colaboração efetiva entre todas as áreas
• Proatividade ao invés de reatividade
• Times se formam em torno de objetivos, não verticais
• Problemas vem antes das soluções
Outcomes E2E 360 – Negócio
10 meses
Sem incidentes críticos
+ 12%
Cobertura de quality controls
73%
Redução do peso do legado
100%
Deploy em arquitetura nova
50%
Portfólio simplificado
114%
Crescimento de receita com novas
soluções
Já fizemos muito, mas não
vamos parar por aqui
Queremos times autônomos, auto-organizáveis e com
capacidade de tomar as decisões certas
Score E2E 360 – O próximo passo
Outcome A Outcome B
Outcome C Outcome D
E2E 360
Objective A Objective B Objective D
Onde estávamos
(Comando & Controle)
Onde estamos
(Outcome Teams)
Onde queremos estar
(Team of Teams)
Objective C
BAIXA OU NENHUMA
COLABORAÇÃO
ALTA
COLABORAÇÃO
COLABORAÇÃO
TOTAL
Abordagem
departamental
Team A Team @ Team 7 Team %
AB
CD
BD
AC
BC AD
E2E 360
E2E
360
A sabedoria do gato
de Alice
“Pra quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve
(inclusive o errado)”
Bora trocar uma ideia?
Marco Dubovski
https://www.linkedin.com/in/dubovski/
Alex Franco
https://www.linkedin.com/in/alexrechefranco/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic InceptionPromovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic InceptionMayra de Souza
 
Agile Placemat v9
Agile Placemat v9Agile Placemat v9
Agile Placemat v9Chris Webb
 
Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!
Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!
Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!Frontit
 
TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...
TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...
TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...Andressa Chiara
 
E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...
E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...
E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...Thulio Ultramari
 
Liderança em Cenários de Incerteza
Liderança em Cenários de IncertezaLiderança em Cenários de Incerteza
Liderança em Cenários de IncertezaSamira Tavares
 
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro AxelrudA evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro AxelrudAgile Trends
 
Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!
Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!
Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!Johnny Ordóñez
 
Caipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdf
Caipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdfCaipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdf
Caipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdfAndressa Chiara
 
Treinamento de Scrum
Treinamento de ScrumTreinamento de Scrum
Treinamento de ScrumLuiz Duarte
 
Aula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosAula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosFernando Dantas
 
Team Barometer Traduzido - 21 Cartas
Team Barometer Traduzido - 21 CartasTeam Barometer Traduzido - 21 Cartas
Team Barometer Traduzido - 21 CartasRafael Targino
 
Liderança para equipes de projetos
Liderança para equipes de projetosLiderança para equipes de projetos
Liderança para equipes de projetosDimitri Campana, PMP
 
Metodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change Management
Metodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change ManagementMetodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change Management
Metodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change ManagementEdson Carli
 
Technical Product Management at Nubank
Technical Product Management at NubankTechnical Product Management at Nubank
Technical Product Management at Nubankalexandre freire
 
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream KanbanAlinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream KanbanTaller Negócio Digitais
 

Mais procurados (20)

Webinar - RH Agil
Webinar - RH AgilWebinar - RH Agil
Webinar - RH Agil
 
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic InceptionPromovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
 
Agile Placemat v9
Agile Placemat v9Agile Placemat v9
Agile Placemat v9
 
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional ScrumPapeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
 
Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!
Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!
Frontit seminarium: Så lyckas du med införandet av agila metoder!
 
TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...
TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...
TDC Innovation 2022 Mgmt30 Transformando os dinossauros_ uma história sobre ...
 
E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...
E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...
E se... a área de Agilidade de sua empresa fosse uma empresa_ _ case Dafiti -...
 
Liderança em Cenários de Incerteza
Liderança em Cenários de IncertezaLiderança em Cenários de Incerteza
Liderança em Cenários de Incerteza
 
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro AxelrudA evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
 
Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!
Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!
Modern Agile - Porque Agile necesitaba un refresh!
 
Caipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdf
Caipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdfCaipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdf
Caipira Ágil 2023 - Os desafios da liderança_ como transformar dinossauros.pdf
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
 
Project Agile Canvas
Project Agile CanvasProject Agile Canvas
Project Agile Canvas
 
Treinamento de Scrum
Treinamento de ScrumTreinamento de Scrum
Treinamento de Scrum
 
Aula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosAula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de Projetos
 
Team Barometer Traduzido - 21 Cartas
Team Barometer Traduzido - 21 CartasTeam Barometer Traduzido - 21 Cartas
Team Barometer Traduzido - 21 Cartas
 
Liderança para equipes de projetos
Liderança para equipes de projetosLiderança para equipes de projetos
Liderança para equipes de projetos
 
Metodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change Management
Metodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change ManagementMetodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change Management
Metodologia para gestão de mudanças organizacionais - Change Management
 
Technical Product Management at Nubank
Technical Product Management at NubankTechnical Product Management at Nubank
Technical Product Management at Nubank
 
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream KanbanAlinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
 

Semelhante a Business Agility no mundo real com uma abordagem E2E 360

Chegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptx
Chegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptxChegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptx
Chegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptxMarco Dubovski
 
Business Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de NegócioBusiness Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de NegócioGuilherme Santos
 
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...GrupoMENTHOR
 
Desprojetizar para Produtizar
Desprojetizar para ProdutizarDesprojetizar para Produtizar
Desprojetizar para ProdutizarGuilherme Santos
 
Digital Cockpit PortuguêS Teste
Digital Cockpit PortuguêS TesteDigital Cockpit PortuguêS Teste
Digital Cockpit PortuguêS Testebelamoroni
 
Case de Design Thinking - SulAmérica
Case de Design Thinking - SulAméricaCase de Design Thinking - SulAmérica
Case de Design Thinking - SulAmérica.add
 
Sist infgerencial4
Sist infgerencial4Sist infgerencial4
Sist infgerencial4Nauber Gois
 
Gestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do Negócio
Gestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do NegócioGestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do Negócio
Gestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do NegócioAndre Duprat Chaulet
 
Apresentação agile business Datacoper
Apresentação agile business DatacoperApresentação agile business Datacoper
Apresentação agile business DatacoperJordano Gonzatto
 
Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...
Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...
Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...fernandodelariva
 
Paletra lean seis sigma lideranca
Paletra lean seis sigma   liderancaPaletra lean seis sigma   lideranca
Paletra lean seis sigma liderancaAna C S Zeferino
 
O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013
O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013
O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013Centus Consultoria
 
Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)
Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)
Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)Solar One
 
Jorge Abel Peres Brazil - Top líderes
Jorge Abel Peres Brazil - Top líderesJorge Abel Peres Brazil - Top líderes
Jorge Abel Peres Brazil - Top líderespaulooficinadotexto
 
Treinamento Agile Coach
Treinamento Agile CoachTreinamento Agile Coach
Treinamento Agile CoachSilas Serpa
 
Workshop - Agile Coach
Workshop - Agile CoachWorkshop - Agile Coach
Workshop - Agile CoachSilas Serpa
 
Apresentacao dox
Apresentacao doxApresentacao dox
Apresentacao doxthathyna
 
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 diasPalestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 diasJonas Beto Rompkovski
 
Modelo De PriorizaçãO E Alinhamento
Modelo De PriorizaçãO E AlinhamentoModelo De PriorizaçãO E Alinhamento
Modelo De PriorizaçãO E Alinhamentoebarbosa
 
Az apresentação executiva2
Az apresentação executiva2Az apresentação executiva2
Az apresentação executiva2Marcos Rossi
 

Semelhante a Business Agility no mundo real com uma abordagem E2E 360 (20)

Chegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptx
Chegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptxChegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptx
Chegamos na ML2. E agora, o que vem pela frente.pptx
 
Business Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de NegócioBusiness Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de Negócio
 
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
 
Desprojetizar para Produtizar
Desprojetizar para ProdutizarDesprojetizar para Produtizar
Desprojetizar para Produtizar
 
Digital Cockpit PortuguêS Teste
Digital Cockpit PortuguêS TesteDigital Cockpit PortuguêS Teste
Digital Cockpit PortuguêS Teste
 
Case de Design Thinking - SulAmérica
Case de Design Thinking - SulAméricaCase de Design Thinking - SulAmérica
Case de Design Thinking - SulAmérica
 
Sist infgerencial4
Sist infgerencial4Sist infgerencial4
Sist infgerencial4
 
Gestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do Negócio
Gestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do NegócioGestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do Negócio
Gestão de Supply Chain & Operações conectada a Gestão do Negócio
 
Apresentação agile business Datacoper
Apresentação agile business DatacoperApresentação agile business Datacoper
Apresentação agile business Datacoper
 
Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...
Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...
Lean innovation, implantando Lean Startup em corporação, a aceleradora corpor...
 
Paletra lean seis sigma lideranca
Paletra lean seis sigma   liderancaPaletra lean seis sigma   lideranca
Paletra lean seis sigma lideranca
 
O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013
O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013
O Modelo de Decisão - Palestra no BABrazil 2013
 
Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)
Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)
Beta talk Pedro Soares (Portimão 16/7/2012)
 
Jorge Abel Peres Brazil - Top líderes
Jorge Abel Peres Brazil - Top líderesJorge Abel Peres Brazil - Top líderes
Jorge Abel Peres Brazil - Top líderes
 
Treinamento Agile Coach
Treinamento Agile CoachTreinamento Agile Coach
Treinamento Agile Coach
 
Workshop - Agile Coach
Workshop - Agile CoachWorkshop - Agile Coach
Workshop - Agile Coach
 
Apresentacao dox
Apresentacao doxApresentacao dox
Apresentacao dox
 
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 diasPalestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
 
Modelo De PriorizaçãO E Alinhamento
Modelo De PriorizaçãO E AlinhamentoModelo De PriorizaçãO E Alinhamento
Modelo De PriorizaçãO E Alinhamento
 
Az apresentação executiva2
Az apresentação executiva2Az apresentação executiva2
Az apresentação executiva2
 

Mais de Marco Dubovski

Todo produteiro tem um pouco de Sisifo
Todo produteiro tem um pouco de SisifoTodo produteiro tem um pouco de Sisifo
Todo produteiro tem um pouco de SisifoMarco Dubovski
 
Eficiência sem Eficácia não serve pra nada
Eficiência sem Eficácia não serve pra nadaEficiência sem Eficácia não serve pra nada
Eficiência sem Eficácia não serve pra nadaMarco Dubovski
 
Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019
Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019
Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019Marco Dubovski
 
Adapting for success: Revealing customers' needs with fit for purpose
Adapting for success:  Revealing customers' needs with fit for purposeAdapting for success:  Revealing customers' needs with fit for purpose
Adapting for success: Revealing customers' needs with fit for purposeMarco Dubovski
 
Transparência através dos números
Transparência através dos númerosTransparência através dos números
Transparência através dos númerosMarco Dubovski
 
Fit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certo
Fit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certoFit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certo
Fit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certoMarco Dubovski
 
Agilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensa
Agilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensaAgilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensa
Agilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensaMarco Dubovski
 

Mais de Marco Dubovski (7)

Todo produteiro tem um pouco de Sisifo
Todo produteiro tem um pouco de SisifoTodo produteiro tem um pouco de Sisifo
Todo produteiro tem um pouco de Sisifo
 
Eficiência sem Eficácia não serve pra nada
Eficiência sem Eficácia não serve pra nadaEficiência sem Eficácia não serve pra nada
Eficiência sem Eficácia não serve pra nada
 
Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019
Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019
Workshop Fit for Purpose - WUD Rio 2019
 
Adapting for success: Revealing customers' needs with fit for purpose
Adapting for success:  Revealing customers' needs with fit for purposeAdapting for success:  Revealing customers' needs with fit for purpose
Adapting for success: Revealing customers' needs with fit for purpose
 
Transparência através dos números
Transparência através dos númerosTransparência através dos números
Transparência através dos números
 
Fit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certo
Fit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certoFit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certo
Fit for Purpose - Como liderar organizações em busca do produto certo
 
Agilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensa
Agilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensaAgilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensa
Agilismo e Filosofia - Eles tem mais em comum do que você pensa
 

Business Agility no mundo real com uma abordagem E2E 360

  • 1. Business Agility no mundo real com uma abordagem E2E 360 Marco Dubovski Alex Franco Março/2023
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5. Todo mundo sempre está indo para algum lugar Mas se cada um está indo para um lugar diferente, fica mais difícil chegar onde se quer
  • 6. Como fazer uma transformação num cenário comum em várias empresas, com as agendas locais sendo prática vigente?
  • 7. Estávamos enxergando as árvores Sem dúvida é fundamental entender o que acontece em cada área, mas nossa visão estava limitada
  • 8. Quando enxergamos as árvores • Visão local • Sucesso é variável • Resultados não alinhados com a estratégia • Agendas conflitantes • Baixa colaboração • Business Centricity
  • 9. Precisávamos ver a floresta Um olhar sistêmico era necessário para unir os movimentos em direções comuns
  • 10. Quando vemos a floresta • Visão do todo • Sucesso compartilhado • Alinhamento estratégico • Agendas comuns • Alta colaboração • Client Centricity
  • 11. NUC (Norte Único Compartilhado) Acrônimo criado pelo Edmour Saiani, da Ponto de Referência Todo mundo com os mesmos objetivos e olhando para os mesmos lugares
  • 12. Precisávamos ver a floresta, não apenas as árvores OPORTUNIDADE! REALIDADE
  • 13. Primeira fatia Começamos com um fluxo específico de alta relevância
  • 14. STATIK num fluxo de valor 1 - PRIORIZAÇÃO 2 – ESPERAS 3 – FEEDBACK DO CLIENTE 4 – DESCARTE 5 – TIME TO MARKET 6 – TEMPO DESENVOLVIMENTO 7 – TEMPO IMPLANTAÇÃO 8 – FEEDBACK LOOPS Entrada Saída
  • 15. O problema do cliente é o problema de todos Agenda única, interações ágeis, melhoria contínua
  • 16. Efeito no Lead Time 413 98 47 43 81 70 29 23 Customer Lead Time Lead Time 2020 2021 2022 2023 OTIMIZAMOS AS INTERAÇÕES MELHORAMOS CONTINUAMENTE
  • 17. Nossa ambição nunca foi pequena Encontramos um formato e validamos um modelo de atuação num fluxo específico. Podíamos fazer mais e melhor.
  • 18. Precisávamos unir várias áreas na mesma visão PERCEPÇÃO DOS CLIENTES E DOS CONSUMIDORES FUNDAÇÃO (Arquitetura, Ambientes, Segurança, Legal) Jornada do Dado (Negativo, Positivo, Consentido, Alternativos e Parcerias) Scores & Atributos B2B SOLUÇÃO E2E (da demanda à entrega) SOLUÇÕES DE REFERÊNCIA B2C & B2B Novas fontes de dados Atualização dos Modelos Novas versões das soluções Explicação clara para o consumidor Hipóteses Desenvolvimento Feedback do Cliente Entrega Input de dados Ingestão dos dados Tratamento dos dados Books & Variáveis Fluxo dos dados Arquitetura emergente e segura Ambientes estáveis e escaláveis MONITORAMENTO (Operacional, Consumo, Performance) Esforços integrados de Marketing para fortalecer o posicionamento do Score de referência Evolução das fundações permitindo segurança técnica, reações comerciais rápidas e escalabilidade MARKETING Serasa Score B2C Atualização tecnológica Cálculo
  • 19. Precisávamos unir várias áreas na mesma visão PERCEPÇÃO DOS CLIENTES E DOS CONSUMIDORES FUNDAÇÃO (Arquitetura, Ambientes, Segurança, Legal) Jornada do Dado (Negativo, Positivo, Consentido, Alternativos e Parcerias) Scores & Atributos B2B SOLUÇÃO E2E (da demanda à entrega) SOLUÇÕES DE REFERÊNCIA B2C & B2B Novas fontes de dados Atualização dos Modelos Novas versões das soluções Explicação clara para o consumidor Hipóteses Desenvolvimento Feedback do Cliente Entrega Input de dados Ingestão dos dados Tratamento dos dados Books & Variáveis Fluxo dos dados Arquitetura emergente e segura Ambientes estáveis e escaláveis MONITORAMENTO (Operacional, Consumo, Performance) Esforços integrados de Marketing para fortalecer o posicionamento do Score de referência Evolução das fundações permitindo segurança técnica, reações comerciais rápidas e escalabilidade MARKETING Serasa Score B2C Atualização tecnológica Cálculo PRIMEIRA FATIA
  • 20. Precisávamos de uma visão E2E 360 Liderança para Empresas (B2B) Auto-Suficiência Estabilidade e Escalabilidade Confiabilidade Melhor solução B2C + Experiência Excelente Competitividade + PERFORMANCE & +EXPERIÊNCIA + QUALIDADE + PORTFOLIO & + CAPILARIDADE Soluções de Referência Reconhecimento do Mercado + PRESENÇA & + POSICIONAMENTO Soluções fáceis de entender e usar, capacitando os consumidores e melhorando as empresas com o melhor desempenho Soluções estáveis entregues através de ambientes escaláveis no menor Lead Time para clientes e consumidores Ser o parceiro fornecedor de soluções comerciais completas, exponenciando os resultados dos clientes Comunicação unificada B2B e B2C e estratégias para estabelecer e manter a mensagem de referência do mercado Perspectiva do Negócio Perspectiva do Cliente “Quero soluções que estejam sempre disponíveis para quando eu precisar.” “Quero encontrar o que preciso de forma fácil e rápida.” “Quero entender como meu Score pode me ajudar a conseguir o que preciso.” Propósitos do Cliente “Quero ter todas as minhas soluções em um mesmo lugar.” “Quero a solução certa para minha necessidade.” “Quero um parceiro que me disponibilize o que há de melhor no mercado.” “Quero ter a certeza de que tenho as melhores soluções.” Critérios de Adequação • QUALIDADE FUNCIONAL • LEAD TIME • TEMPESTIVIDADE • SEGURANÇA • CONFORMIDADE • QUALIDADE FUNCIONAL • QUALIDADE NÃO FUNCIONAL • DURAÇÃO • CONVENIÊNCIA (COMUNICAÇÃO) • OPCIONALIDADE (CUSTOMIZAÇÃO) • QUALIDADE NÃO FUNCIONAL • LEAD TIME • CONVENIÊNCIA (GEOGRÁFICA) • OPCIONALIDADE (CUSTOMIZAÇÃO) • OPCIONALIDADE (CONFIGURAÇÃO) • QUALIDADE FUNCIONAL • SEGURANÇA • CONFORMIDADE • LEAD TIME • TEMPESTIVIDADE “Quero soluções que possam acompanhar o crescimento do meu negócio”
  • 21. Começamos a criar a visão da floresta Após o Design, partimos para a Implementação
  • 22. E2E 360 – Business Agility no mundo real • Visão não integrada entre técnico e comercial • Comunicação lenta e ineficiente • Falta de entendimento único compartilhado • Otimizações locais Identificação de problemas depois que eles acontecem (reatividade) • Clientes informando problemas • Muito tempo para identificar e reagir a problemas CENÁRIO INICIAL (Mecanismo - Reatividade) DE FORA PARA DENTRO ABORDAGEM E2E 360 CENÁRIO DESEJADO (Organismo - Adaptação) DE DENTRO PARA FORA Objetivos Compartilhados (Colaboração constante) Orientação a Métricas (OKRs, KPIs) Centralidade no Cliente (A dor dele é a nossa dor) Interações Ágeis (Feedbacks rápidos, melhorias rápidas) • Visão clara, integrada e compartilhada • Informações circulando rapidamente • Interações ágeis envolvendo todos • Esforço orientado aos resultados dos clientes/clientes • Evitamos problemas (proatividade) • Identificamos, decidimos e bloqueamos (ou reagimos rapidamente a) novos problemas
  • 23. E2E 360 – A jornada da iniciativa em 4 passos  Agendas locais  Baixo alinhamento  Objetivos segmentados por áreas  Foco nas tarefas  Comunicação pobre e desalinhamento COMUNICAÇÃO FORMAÇÃO DE OUTCOME TEAMS NOVO NORMAL (Foco nos Outcomes) VISIBILIDADE DO CENÁRIO INICIAL COMO COMEÇAMOS (Foco nos Outputs) 1 ANO ATRÁS  Integração dos times através de objetivos comuns  Criação de cadências recorrentes  Unificação de agendas, backlog e comunicação integrada  Orientação a objetivos com a definição de Champions  Alinhamento e monitoramento de métricas  Centralidade no cliente HOJE  OKRs táticos alinhados ao direcionamento estratégico FOCO NOS OUTCOMES APRENDIZADO E MELHORIA CONTÍNUA MEDIÇÃO DO PROGRESSO E ESTÍMULO A INTERAÇÕES ÁGEIS Passo 1 Passo 2 Cenário Inicial  Otimizações sistêmicas  Colaboração como BAU Passo 3 Passo 4 DESIGN IMPLEMENTAÇÃO SERVICE DELIVERY FEEDBACK FEEDBACK FEEDBACK
  • 24. Unimos toda a empresa em prol dos propósitos dos clientes Consolidamos um modelo de atuação adaptável, ágil e sem silos
  • 25. OUTCOMES – Colaboração e Engajamento PESSOAS ATUANDO EM 1 OU MAIS OUTCOME TEAM 60+ 20 ÁREAS DIFERENTES TRABALHANDO JUNTAS 7 VICE-PRESIDÊNCIAS ENVOLVIDAS 10 OBJETIVOS ENDEREÇANDO PROBLEMAS REAIS 23 KRs SENDO ACOMPANHADOS, CONFIRMANDO A DIREÇÃO 48 INICIATIVAS TÁTICAS CENTRALIDADE 1 O CLIENTE É DE TODA A EMPRESA 37 KPIs SUPORTANDO AS INICIATIVAS
  • 26. Outcomes E2E 360 – Cultura • Nos tornamos orientados por outcomes (orientados por OKRs) • Cadências executivas disseminadas por toda a empresa • Eliminamos iniciativas concorrentes e overlap de esforços • Promovemos colaboração efetiva entre todas as áreas • Proatividade ao invés de reatividade • Times se formam em torno de objetivos, não verticais • Problemas vem antes das soluções
  • 27. Outcomes E2E 360 – Negócio 10 meses Sem incidentes críticos + 12% Cobertura de quality controls 73% Redução do peso do legado 100% Deploy em arquitetura nova 50% Portfólio simplificado 114% Crescimento de receita com novas soluções
  • 28. Já fizemos muito, mas não vamos parar por aqui Queremos times autônomos, auto-organizáveis e com capacidade de tomar as decisões certas
  • 29. Score E2E 360 – O próximo passo Outcome A Outcome B Outcome C Outcome D E2E 360 Objective A Objective B Objective D Onde estávamos (Comando & Controle) Onde estamos (Outcome Teams) Onde queremos estar (Team of Teams) Objective C BAIXA OU NENHUMA COLABORAÇÃO ALTA COLABORAÇÃO COLABORAÇÃO TOTAL Abordagem departamental Team A Team @ Team 7 Team % AB CD BD AC BC AD E2E 360 E2E 360
  • 30.
  • 31. A sabedoria do gato de Alice “Pra quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve (inclusive o errado)”
  • 32. Bora trocar uma ideia? Marco Dubovski https://www.linkedin.com/in/dubovski/ Alex Franco https://www.linkedin.com/in/alexrechefranco/

Notas do Editor

  1. DUBA
  2. DUBA
  3. DUBA
  4. DUBA
  5. ALEX
  6. ALEX
  7. ALEX
  8. DUBA
  9. DUBA
  10. DUBA
  11. DUBA
  12. DUBA
  13. DUBA
  14. DUBA
  15. DUBA & ALEX
  16. ALEX
  17. ALEX
  18. ALEX
  19. ALEX & DUBA
  20. DUBA
  21. DUBA
  22. DUBA & ALEX
  23. ALEX
  24. ALEX
  25. ALEX
  26. ALEX & DUBA
  27. DUBA
  28. DUBA
  29. DUBA
  30. DUBA
  31. DUBA & ALEX