Problemas ambientais urbanos

15.719 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
14 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.719
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
192
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.241
Comentários
0
Gostaram
14
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Problemas ambientais urbanos

  1. 1. QUESTÕES AMBIENTAIS GLOBAIS EFEITO ESTUFA
  2. 2. EMISSORES DE CO2
  3. 3. DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO
  4. 4. EVOLUÇÃO DA DESTRUIÇÃO
  5. 5. COMO O OZÔNIO É DESTRUÍDO
  6. 6. CONSEQUÊNCIAS A principal conseqüência da destruição da camada de ozônio será o grande aumento da incidência de câncer de pele, desde que os raios ultravioletas são mutagênicos.Além disso, existe a hipótese segundo a qual a destruição da camada de ozônio pode causar desequilíbrio no clima, resultando no efeito estufa, o que causaria o descongelamento das geleiras polares e conseqüente inundação de muitos territórios que atualmente se encontram em condições de habitação.De qualquer forma, a maior preocupação dos cientistas é mesmo com o câncer de pele, cuja incidência vem aumentando nos últimos vinte anos. Cada vez mais aconselha-se a evitar o sol nas horas em que esteja muito forte, assim como a utilização de filtros solares, únicas maneiras de se prevenir e de se proteger a pele.
  7. 7. Consumo anual de CFC por pessoa O consumo está concentrado nas áreas de maior desenvolvimento econômico
  8. 8. PAÍSES QUE ASSINARAM PROTOCOLO DE MONTREAL
  9. 9. CHUVA ÁCIDA
  10. 10. COMO FUNCIONA ?
  11. 11. EFEITOS DO FENÔMENO Prejuízos para o homem:Saúde: a chuva libera metais tóxicos que estavam no solo.Saúde Esses metais podem alcançar rios e serem utilizados pelo homem causando sérios problemas de saúde.Prédios, casas, arquitetura: a chuva ácida também ajuda a arquitetura corroer os materiais usados nas construções, destruindo represas, turbinas hidrelétricas etc... Prejuízos para o meio ambiente: Lagos: os lagos podem ser os mais prejudicados com o Lagos efeito da chuva ácida, pois podem ficar totalmente acidificados, perdendo toda a sua vida. Desmatamentos: a chuva ácida faz clareiras, matando Desmatamentos duas ou três árvores. Isso pode destruir uma floresta. Agricultura: a chuva afeta plantações quase do mesmojeito que das florestas, só que é destruída mais rápido jáque as plantas são do mesmo tamanho, tendo assim mais áreas atingidas.
  12. 12. VISUALIZANDO O FENÔMENO
  13. 13. VISUALIZANDO NA NATUREZA
  14. 14. MONUMENTOS E NO SER HUMANO
  15. 15. NO MUNDO LOCALIZAÇÃO
  16. 16. MUNDO LOCALIZAÇÃO
  17. 17. INVERSÃO TÉRMICA
  18. 18. RESULTADOS
  19. 19. ILHA DE CALORregião que se caracteriza por apresentar a temperatura da superfície mais alta que a temperatura das áreas ao seu redor. O fenômeno ilha de calor atinge principalmente grandes centros urbanos onde o calor gerado é transferido para o meio ambiente, aumentando a temperatura deste. Em algumas cidades verificou-se que a diferença de temperatura ilha-arredores chegou a 10oC. A diferença de temperatura entre periferia e centro faz com que o vento sopre para a região central acumulando os poluentes. Surge então uma "chaminé" i.e., uma coluna de ar poluído, no centro da ilha.Este ar da "coluna" volta a circular poluindo o restante da região da ilha e também os arredores.
  20. 20. COMO SE FORMA ILHA DE CALOR ? O fenômeno é o resultado de alterações relacionadas: - às características térmicas da superfície; - às taxas de evaporação; - aos ventos;- à energia dissipada pelas atividades humanas.
  21. 21. CAUSAS DO FENÔMENO • A ilha de calor pode ser devido a:• poluentes industriais, escapamento dos automóveis e em especial o CO2• ausência de áreas verdes, de áreas de água, como rios e lagos, que absorvem o calor do sol. • a configuração da malha viária urbana, bem como a presença dos edifícios, que refletem o calor • falta de área permeável que faz com que o calor seja refletido e a absorção deste pelo solo e pela vegetação seja minimizada. • as propriedades caloríficas dos materiais urbanos, em especial do asfalto, das ruas e do concreto dos prédios que refletem o calor, • calor gerado por organismos vivos (população) e não vivos (máquinas industrias e automóveis, refrigeradores, condicionadores de ar, aquecedores, etc.)
  22. 22. EROSÃO DOS SOLOS Erosão severa do solo em uma plantação de trigo próxima à Washington State University
  23. 23. DESERTIFICAÇÃO NO MUNDO
  24. 24. DESERTIFICAÇÃO NO BRASIL
  25. 25. O CASO DO SUL DO BRASIL

×