Vestibular Uerj 97 – 2ª fase                                          História  Questão 01Uma comparação superficial entre...
Vestibular Uerj 97 – 2ª fase     Questão 03 Canudos ficava num cenário que lembrava as paisagens descritas na Bíblia: uma ...
Vestibular Uerj 97 – 2ª fase  Questão 05Depois da Guerra do Yom Kippur (1973), a OLP começou a descartar o terrorismo como...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

História

430 visualizações

Publicada em

PROVA UERJ 2º FASE

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
430
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História

  1. 1. Vestibular Uerj 97 – 2ª fase História Questão 01Uma comparação superficial entre as sociedades ibéricas e ibero-americanas por volta de 1700 sugereque os ibéricos haviam logrado reproduzir no México, no altiplano andino e ao longo das costas bra-sileiras, uma réplica (pelo menos um simulacro) de suas próprias sociedades. (STANLEY, J. S. e STEIN, B. A Herança Colonial na América Lati- na. Rio de Janeiro, Paz e Terra,1979.)A) Cite duas características da sociedade colonial da América portuguesa.B) Estabeleça uma diferença quanto à participação política dos "chapetones" e "criollos" nas colônias espanholas da América. Questão 02Proletariado... o nome mesmo soa como um arcaísmo: representam-se os proletários do início do sécu-lo ou do entreguerras, boné inclinado sobre a cabeça e sacola de pano sobre os ombros, dirigindo-secedo pela manhã para as portas das usinas dos sinistros subúrbios. Ou ainda, bandeiras vermelhas àsmãos, nos cortejos de 1º de maio ou aqueles operários dos manifestos. Imagens que parecem pertencera um outro século, mesmo se as realidades, que as engendraram, marcaram profundamente este nossoséculo que se finda. (BIRH, Alan. "Le Proletariat dans Tous ses Éclats". Le Monde Diplomatique: manière de voir, nº 18, 1993.)As realidades que formaram essas imagens do proletariado estão relacionadas ao início do século XIX, nomomento em que a Revolução Industrial se firmava na Inglaterra.A) Identifique um dos movimentos de reação desse proletariado às transformações sócio-econômicas em curso, na Inglaterra da primeira metade do século XIX, e cite uma de suas características.B) Descreva a dinâmica do movimento operário a partir do "Manifesto Comunista" de 1848. Página 11
  2. 2. Vestibular Uerj 97 – 2ª fase Questão 03 Canudos ficava num cenário que lembrava as paisagens descritas na Bíblia: uma região árida repleta de caatingas, rodeada por cinco serras ásperas e atravessada por um rio, o Vaza-Barris. Decidido a permanecer naquela autêntica fortaleza natural, e isso não deve ter escapado à percepção de Conselheiro, ele e seu grupo entraram em ação para construir uma comunidade onde estivessem livres do incômodo das autoridades religiosas católicas e políticas, bem como das leis republicanas, dos "coronéis", dos juízes, dos impostos, da justiça arbitrária, da política etc. (COSTA, Nicola S. Canudos – Ordem e Progresso no Sertão. São Paulo, Moderna, 1990.) O movimento de Canudos (1896-97), liderado pelo beato Antônio Vicente Mendes Maciel, o "Antônio Conselheiro", no sertão nordestino, é um dos mais conhecidos exemplos de movimentos místico-popula- res que marcou o início da República no Brasil. As problemáticas sociais que deram vida àquele movi- mento permanecem, até hoje, em grande parte sem solução. A) A partir do cenário descrito no texto e das condições de produção que caracterizavam o Nordeste brasileiro no final do século XIX, explique um fator que contribuiu para o movimento de Canudos. B) Cite dois motivos pelos quais o povoado de Canudos incomodava as "autoridades religiosas católicas e políticas". Questão 04 Art. 7 - São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social: I- relação de emprego protegida contra despedida arbitrária ou sem justa causa (...); II- seguro-desemprego, em caso de desemprego involuntário; III- fundo de garantia do tempo de serviço; IV- salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família (...) (Constituição Brasileira de 1988 - Capítulo II - Dos Direitos Sociais) O artigo 7º da atual Constituição Brasileira possui 34 incisos com direitos dos trabalhadores brasileiros. Fruto da organização e pressão dos trabalhadores, após o período autoritário dos governos militares, o Capítulo dos Direitos Sociais é, hoje, um dos que mais sofre pressão, por parte de setores empresariais e do governo, os quais vêm exigindo a realização de reformas constitucionais. A) Cite um direito trabalhista estabelecido na Constituição de 1988 que esteja sendo contestado pelos setores empresariais ou governamentais. B) Explique a relação entre a procura por novos investimentos estrangeiros e a pressão por mudanças nos direitos trabalhistas exercida pelos setores empresariais ou governamentais. Página 12
  3. 3. Vestibular Uerj 97 – 2ª fase Questão 05Depois da Guerra do Yom Kippur (1973), a OLP começou a descartar o terrorismo como arma política(a não ser nos territórios ocupados de Gaza, da Cisjordânia e de Israel) e passou a buscar seus objeti-vos pela via diplomática. Os reflexos dessa estratégia política se fizeram sentir logo em 1974, quandoArafat falou pela primeira vez à Assembléia Geral da ONU, e a OLP foi admitida como "observadorpermanente" daquele organismo. (OLIC, Nelson Basic. Oriente Médio – Uma Região em Conflitos. São Paulo, Moderna, 1991.)A) Cite uma conseqüência, de caráter internacional, da Guerra do Yom Kippur.B) Descreva a relação entre o surgimento do Estado de Israel (1948) e a criação da OLP. Página 13

×