abertura Uso do Twitter por candidatos evangélicos  a deputado no estado de São Paulo Marcio Araujo Olive ir o Gidalti Gue...
<ul><li>Em 10 min. que anunciou seu site eleitoreiro o @ candidato  deu 8 RT s de apoio à candidatura. Segura o 'defensor'...
<ul><li>RT  = Retuite (ou retweet) = Encaminhar uma mensagem </li></ul>Comunicação, igrejas e política no Brasil. Ecos do ...
Propostas <ul><li>Analisar a relação entre atores políticos e seguidores em sites de rede social </li></ul><ul><li>Realiza...
Propostas <ul><li>breve análise da relação entre Cibercultura, política e igreja </li></ul><ul><li>Como se dá produção de ...
Evangélicos na política <ul><li>Evangélicos na política é fenômeno da Nova República   </li></ul><ul><li>Protestantes hist...
Evangélicos na política <ul><li>O crescimento do fenômeno da cultura  gospel   “ configurou um novo modo de vida evangélic...
Igreja, política e a Cibercultura <ul><li>Informação impressa = Igreja= fácil controle </li></ul><ul><li>Cibercultura  = c...
Igreja, política e a Cibercultura <ul><li>Cibercultura -  “conjunto de práticas e representações que surge e se desenvolve...
Eleições 2010 <ul><li>1862 candidatos a deputado estadual nas eleições de 2010   </li></ul><ul><li>Selecionamos os candida...
<ul><li>Aproveitam da produção de sentidos junto a experiência religiosa para que os eleitores possam participar  desse “p...
Candidato x Sites de Rede Social  <ul><li>Sites de Rede Social - Espaço de interação, de troca social, estruturado pela me...
<ul><li>Criado em 2006 </li></ul><ul><li>foco na interação com celulares e mensageiros instantâneos  </li></ul><ul><li>uso...
<ul><li>divulgam as campanhas de forma a codificar e decodificar a imagem como algo relacionado ao sagrado   </li></ul><ul...
<ul><li>“ Boa noite! 43477 bênçãos pra tua vida!!!” </li></ul><ul><li>“ Quando o Justo Governa o povo se Alegra”  </li></u...
<ul><li>ausência do diálogo com os eleitores   </li></ul><ul><li>D iscurso onde o candidato publica mensagens, mas com pou...
Conclusão <ul><li>a participação evangélica amplia a democracia  mas  pode trazer a possibilidade de um voto clientelista,...
Conclusão <ul><li>foco mais no interesses dos cristãos e de “Deus” </li></ul><ul><li>O zelo pelo espaço público fica em se...
Conclusão <ul><li>não basta o candidato ou instituição estar presente na internet com blog ou contas em sites de rede soci...
Evangélicos na política Obrigado Marcio Oliverio - @oliverio www.marcio.blog.br Gidalti Guedes - @gidaltiguedes http://www...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uso do Twitter por candidatos evangélicos a deputado no estado de São Paulo.

605 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado na V Conferência Brasileira de Comunicação Eclesial - Eclesiocom 2010, em 19 de Agosto de 2010, São Bernardo do Campo/SP (co-autoria com Gidalti Guedes)

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
605
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Verificar o número total de deputados estadual
  • Uso do Twitter por candidatos evangélicos a deputado no estado de São Paulo.

    1. 1. abertura Uso do Twitter por candidatos evangélicos a deputado no estado de São Paulo Marcio Araujo Olive ir o Gidalti Guedes da Silva ECLESIOCOM 2010
    2. 2. <ul><li>Em 10 min. que anunciou seu site eleitoreiro o @ candidato deu 8 RT s de apoio à candidatura. Segura o 'defensor' da 'igreja' agora... </li></ul>Comunicação, igrejas e política no Brasil. Ecos do período eleitoral 2010
    3. 3. <ul><li>RT = Retuite (ou retweet) = Encaminhar uma mensagem </li></ul>Comunicação, igrejas e política no Brasil. Ecos do período eleitoral 2010 <ul><li>Tweet = Mensagem enviada pelo Twitter </li></ul>
    4. 4. Propostas <ul><li>Analisar a relação entre atores políticos e seguidores em sites de rede social </li></ul><ul><li>Realizar uma leitura sobre a utilização por candidatos evangélicos a deputado da ferramenta Twitter </li></ul>
    5. 5. Propostas <ul><li>breve análise da relação entre Cibercultura, política e igreja </li></ul><ul><li>Como se dá produção de sentido religioso e conseqüentemente a conquista de votos dos fiéis. </li></ul>
    6. 6. Evangélicos na política <ul><li>Evangélicos na política é fenômeno da Nova República </li></ul><ul><li>Protestantes históricos elegem deputados na </li></ul><ul><li>década de 1930 </li></ul><ul><li>Nova presença evangélica q uantitativas e qualitativas inicia na eleição de 1986 </li></ul><ul><li>1980/90 crescimento </li></ul><ul><li>do fenômeno da </li></ul><ul><li>cultura gospel </li></ul>
    7. 7. Evangélicos na política <ul><li>O crescimento do fenômeno da cultura gospel “ configurou um novo modo de vida evangélico por aspectos do sistema econômico e político do capitalismo globalizado que alcançou o país.” (CUNHA, 2007, p.174) </li></ul>
    8. 8. Igreja, política e a Cibercultura <ul><li>Informação impressa = Igreja= fácil controle </li></ul><ul><li>Cibercultura = cada pessoa conectada = fluxo de informação </li></ul><ul><li>mensagens são conectadas a outras mensagens, comentários, em uma evolução constante </li></ul>
    9. 9. Igreja, política e a Cibercultura <ul><li>Cibercultura - “conjunto de práticas e representações que surge e se desenvolve com a crescente mediação da vida cotidiana pelas tecnologias da informação e, assim, pelo pensamento cibernético e a civilização maquinística”. (RÜDIGER, 2007, p. 198) </li></ul>Igreja, política e a Cibercultura
    10. 10. Eleições 2010 <ul><li>1862 candidatos a deputado estadual nas eleições de 2010 </li></ul><ul><li>Selecionamos os candidatos que se cadastraram valendo-se de seus títulos de âmbito religioso </li></ul><ul><li>20 candidatos se identificam como pastor, 5 como missionário/a, 2 como bispo e 1 como apóstolo, totalizando 28 candidatos. </li></ul>
    11. 11. <ul><li>Aproveitam da produção de sentidos junto a experiência religiosa para que os eleitores possam participar desse “projeto de Deus para a política </li></ul><ul><li>O candidato passa a ser uma marca </li></ul><ul><li>“ o papel das marcas é organizar a competição e facilitar o processo de escolha”. (QUEIROZ, 2005a, p. 31) </li></ul>
    12. 12. Candidato x Sites de Rede Social <ul><li>Sites de Rede Social - Espaço de interação, de troca social, estruturado pela metáfora da Rede </li></ul><ul><li>28 candidatos identificado - 5 possuem conta no Twitter </li></ul>
    13. 13. <ul><li>Criado em 2006 </li></ul><ul><li>foco na interação com celulares e mensageiros instantâneos </li></ul><ul><li>uso informacional uma das apropriações mais relevante desse serviço </li></ul><ul><li>atores escolhem seguir não apenas os amigos, mas pessoas com informações interessantes </li></ul>Twitter
    14. 14. <ul><li>divulgam as campanhas de forma a codificar e decodificar a imagem como algo relacionado ao sagrado </li></ul><ul><li>ênfase maior na divulgação da campanha e número do candidato, mas sem perder de vista a questão religiosa </li></ul>
    15. 15. <ul><li>“ Boa noite! 43477 bênçãos pra tua vida!!!” </li></ul><ul><li>“ Quando o Justo Governa o povo se Alegra” </li></ul><ul><li>“ Com o nome e número, agora é tocar pra frente, com a bênção de Deus e seu apoio, leitor. Afinal, pra trás, só anda caranguejo e fracassado.” </li></ul>
    16. 16. <ul><li>ausência do diálogo com os eleitores </li></ul><ul><li>D iscurso onde o candidato publica mensagens, mas com pouca ou nenhuma intenção de ouvir os seguidores </li></ul><ul><li>replicação dos ritos adotados no culto - repetição de bordões e uma mensagem superficial </li></ul>
    17. 17. Conclusão <ul><li>a participação evangélica amplia a democracia mas pode trazer a possibilidade de um voto clientelista, sem reflexão e de pouca informação sobre o que acontece no campo político. </li></ul>
    18. 18. Conclusão <ul><li>foco mais no interesses dos cristãos e de “Deus” </li></ul><ul><li>O zelo pelo espaço público fica em segundo plano </li></ul>
    19. 19. Conclusão <ul><li>não basta o candidato ou instituição estar presente na internet com blog ou contas em sites de rede social, é necessário que se aproprie desse espaço e entenda as características do meio, interagindo com os usuários </li></ul>
    20. 20. Evangélicos na política Obrigado Marcio Oliverio - @oliverio www.marcio.blog.br Gidalti Guedes - @gidaltiguedes http://www.gidalti.com/

    ×