SlideShare uma empresa Scribd logo
ADORAÇÃOADORAÇÃO
BASE DA VIDA CRISTÃBASE DA VIDA CRISTÃ
TABERNÁCULOTABERNÁCULO TEMPLOTEMPLO
Lucas 7.36-38Lucas 7.36-38
COMPARANDO OS EVANGELHOS
MATEUSMATEUS
26.6-1326.6-13
Ressalta o vaso de alabastro estava “cheio de umRessalta o vaso de alabastro estava “cheio de um
bálsamo muito caro” vs.7bálsamo muito caro” vs.7 (Casa de Simão – Leproso)(Casa de Simão – Leproso)
MARCOSMARCOS
14.3-914.3-9
Destaca mais a benção que Jesus dirigiu à mulher.Destaca mais a benção que Jesus dirigiu à mulher.
(Casa de Simão – Leproso)(Casa de Simão – Leproso)
LUCASLUCAS
7.36-387.36-38
Traz uma informação mais detalhada informando queTraz uma informação mais detalhada informando que
Simão era fariseu e que a Mulher era uma pecadora,Simão era fariseu e que a Mulher era uma pecadora,
deixando a entender que era uma prostituta. (Casa dedeixando a entender que era uma prostituta. (Casa de
um fariseu)um fariseu)
JOÃOJOÃO
12.1-812.1-8
Apresenta o banquete ocorrido em Betânia e que foiApresenta o banquete ocorrido em Betânia e que foi
realizado na presença de Jesus e de Lázaro.realizado na presença de Jesus e de Lázaro.
O nome de Maria é citado, assim como o efeito doO nome de Maria é citado, assim como o efeito do
perfume que ela derramou sobre os pés de Jesus.perfume que ela derramou sobre os pés de Jesus.
ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
1. Adoração –1. Adoração –
Exemplo deExemplo de
DedicaçãoDedicação
((Arrependimento –Arrependimento –
Dedicação -Dedicação -
ContriçãoContrição))
ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
2. Adoração – Exemplo
de Gratidão com Deus
(v. 38) (Soberania –Soberania –
Humildade -Humildade -
FidelidadeFidelidade)
ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
3. Adoração – Exemplo
de Atitude com Deus
(Amor(Amor
Consagração)Consagração)
Somos pecadores, mas o que nos distingue daqueles
que ainda não tiveram um encontro com Jesus é
exatamente o fato de não termos prazer no pecado.
O arrependimento deve ser o nosso companheiro na
jornada cristã.
Assim como o arrependimento, a gratidão deve ser
companheira inseparável do cristão.
ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
Ela deu exemplo de “Um Adorador por Excelência:Ela deu exemplo de “Um Adorador por Excelência:
AArrependimentorrependimento
DDedicaçãoedicação
CCOOntriçãontrição
RReconhece a Soberania de Deus;econhece a Soberania de Deus;
HumildHumildAAdede
CoraCoraÇÇão Fiel a Deus;ão Fiel a Deus;
AmAmOOr;r;
ConsagraçConsagraçÃÃoo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ss5 ceia
Ss5 ceiaSs5 ceia
Ss5 ceia
maedivinoamor
 
5ª. feira santa abril 2014
5ª. feira santa   abril 20145ª. feira santa   abril 2014
5ª. feira santa abril 2014
Ernesto Godinho
 
A Ceia do Senhor
A Ceia do SenhorA Ceia do Senhor
A Ceia do Senhor
Robson Rocha
 
A eucaristia
A eucaristiaA eucaristia
A eucaristia
João Pereira
 
Ceia do Senhor
Ceia do SenhorCeia do Senhor
Ceia do Senhor
Andreia Mello
 
Folha informativa 07-05-2017
Folha informativa 07-05-2017Folha informativa 07-05-2017
Folha informativa 07-05-2017
Paróquia Pardilhó
 
PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)
PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)
PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)
Luís Carvalho
 
Mistagogia da eucaristia iii
Mistagogia da eucaristia iiiMistagogia da eucaristia iii
Mistagogia da eucaristia iii
Fábio Vasconcelos
 
Corpus Christi
Corpus ChristiCorpus Christi
Corpus Christi
João Paulo Radd
 
Eucaristia.
Eucaristia.Eucaristia.
Eucaristia.
soniarepolho
 
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTISMILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 
Ebook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryleEbook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryle
Paulo Costa
 
Folha informativa 21-05-2017
Folha informativa 21-05-2017Folha informativa 21-05-2017
Folha informativa 21-05-2017
Paróquia Pardilhó
 
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoaAula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Metodista_Barreto
 
Aula 02 a ceia do senhor para o site
Aula 02   a ceia do senhor para o siteAula 02   a ceia do senhor para o site
Aula 02 a ceia do senhor para o site
pbmarcelo
 
17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais
Hezir Henrique
 
A ceia
A ceiaA ceia
A ceia
edublognet
 
Slide A Pascoa
Slide A PascoaSlide A Pascoa
Slide A Pascoa
Martha Melo Silva
 
Pascoa
PascoaPascoa

Mais procurados (19)

Ss5 ceia
Ss5 ceiaSs5 ceia
Ss5 ceia
 
5ª. feira santa abril 2014
5ª. feira santa   abril 20145ª. feira santa   abril 2014
5ª. feira santa abril 2014
 
A Ceia do Senhor
A Ceia do SenhorA Ceia do Senhor
A Ceia do Senhor
 
A eucaristia
A eucaristiaA eucaristia
A eucaristia
 
Ceia do Senhor
Ceia do SenhorCeia do Senhor
Ceia do Senhor
 
Folha informativa 07-05-2017
Folha informativa 07-05-2017Folha informativa 07-05-2017
Folha informativa 07-05-2017
 
PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)
PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)
PASCOA 2014 .... A nossa Páscoa (4/4)
 
Mistagogia da eucaristia iii
Mistagogia da eucaristia iiiMistagogia da eucaristia iii
Mistagogia da eucaristia iii
 
Corpus Christi
Corpus ChristiCorpus Christi
Corpus Christi
 
Eucaristia.
Eucaristia.Eucaristia.
Eucaristia.
 
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTISMILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
 
Ebook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryleEbook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryle
 
Folha informativa 21-05-2017
Folha informativa 21-05-2017Folha informativa 21-05-2017
Folha informativa 21-05-2017
 
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoaAula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
 
Aula 02 a ceia do senhor para o site
Aula 02   a ceia do senhor para o siteAula 02   a ceia do senhor para o site
Aula 02 a ceia do senhor para o site
 
17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais
 
A ceia
A ceiaA ceia
A ceia
 
Slide A Pascoa
Slide A PascoaSlide A Pascoa
Slide A Pascoa
 
Pascoa
PascoaPascoa
Pascoa
 

Semelhante a Adoração lucas 7

De reobote rumo a berseba
De reobote rumo a bersebaDe reobote rumo a berseba
De reobote rumo a berseba
tabernaculoamorevida
 
Voce já se decepcionou com alguém
Voce já se decepcionou com alguémVoce já se decepcionou com alguém
Voce já se decepcionou com alguém
tabernaculoamorevida
 
Santuario servicos
Santuario servicosSantuario servicos
Santuario servicos
Sérgio Ira
 
A Jornada diante do Cristianismo 1.0
A Jornada diante do Cristianismo 1.0A Jornada diante do Cristianismo 1.0
A Jornada diante do Cristianismo 1.0
Daniel Faria Jr.
 
Jornal novembro11
Jornal novembro11Jornal novembro11
Jornal novembro11
Evinha Vasconcelos
 
4º níver cong. rosa elze
4º níver cong. rosa elze4º níver cong. rosa elze
4º níver cong. rosa elze
eschappy
 

Semelhante a Adoração lucas 7 (6)

De reobote rumo a berseba
De reobote rumo a bersebaDe reobote rumo a berseba
De reobote rumo a berseba
 
Voce já se decepcionou com alguém
Voce já se decepcionou com alguémVoce já se decepcionou com alguém
Voce já se decepcionou com alguém
 
Santuario servicos
Santuario servicosSantuario servicos
Santuario servicos
 
A Jornada diante do Cristianismo 1.0
A Jornada diante do Cristianismo 1.0A Jornada diante do Cristianismo 1.0
A Jornada diante do Cristianismo 1.0
 
Jornal novembro11
Jornal novembro11Jornal novembro11
Jornal novembro11
 
4º níver cong. rosa elze
4º níver cong. rosa elze4º níver cong. rosa elze
4º níver cong. rosa elze
 

Adoração lucas 7

  • 1. ADORAÇÃOADORAÇÃO BASE DA VIDA CRISTÃBASE DA VIDA CRISTÃ TABERNÁCULOTABERNÁCULO TEMPLOTEMPLO Lucas 7.36-38Lucas 7.36-38
  • 2. COMPARANDO OS EVANGELHOS MATEUSMATEUS 26.6-1326.6-13 Ressalta o vaso de alabastro estava “cheio de umRessalta o vaso de alabastro estava “cheio de um bálsamo muito caro” vs.7bálsamo muito caro” vs.7 (Casa de Simão – Leproso)(Casa de Simão – Leproso) MARCOSMARCOS 14.3-914.3-9 Destaca mais a benção que Jesus dirigiu à mulher.Destaca mais a benção que Jesus dirigiu à mulher. (Casa de Simão – Leproso)(Casa de Simão – Leproso) LUCASLUCAS 7.36-387.36-38 Traz uma informação mais detalhada informando queTraz uma informação mais detalhada informando que Simão era fariseu e que a Mulher era uma pecadora,Simão era fariseu e que a Mulher era uma pecadora, deixando a entender que era uma prostituta. (Casa dedeixando a entender que era uma prostituta. (Casa de um fariseu)um fariseu) JOÃOJOÃO 12.1-812.1-8 Apresenta o banquete ocorrido em Betânia e que foiApresenta o banquete ocorrido em Betânia e que foi realizado na presença de Jesus e de Lázaro.realizado na presença de Jesus e de Lázaro. O nome de Maria é citado, assim como o efeito doO nome de Maria é citado, assim como o efeito do perfume que ela derramou sobre os pés de Jesus.perfume que ela derramou sobre os pés de Jesus. ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
  • 3. ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38 1. Adoração –1. Adoração – Exemplo deExemplo de DedicaçãoDedicação ((Arrependimento –Arrependimento – Dedicação -Dedicação - ContriçãoContrição))
  • 4. ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38 2. Adoração – Exemplo de Gratidão com Deus (v. 38) (Soberania –Soberania – Humildade -Humildade - FidelidadeFidelidade)
  • 5. ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38 3. Adoração – Exemplo de Atitude com Deus (Amor(Amor Consagração)Consagração)
  • 6. Somos pecadores, mas o que nos distingue daqueles que ainda não tiveram um encontro com Jesus é exatamente o fato de não termos prazer no pecado. O arrependimento deve ser o nosso companheiro na jornada cristã. Assim como o arrependimento, a gratidão deve ser companheira inseparável do cristão. ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTÃ – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38
  • 7. ADORAÇÃOADORAÇÃO - BASE DA VIDA CRISTÃ- BASE DA VIDA CRISTà – Lucas 7.36-38– Lucas 7.36-38 Ela deu exemplo de “Um Adorador por Excelência:Ela deu exemplo de “Um Adorador por Excelência: AArrependimentorrependimento DDedicaçãoedicação CCOOntriçãontrição RReconhece a Soberania de Deus;econhece a Soberania de Deus; HumildHumildAAdede CoraCoraÇÇão Fiel a Deus;ão Fiel a Deus; AmAmOOr;r; ConsagraçConsagraçÃÃoo

Notas do Editor

  1. 1. Jesus estava sendo ignorado pelo seu anfitrião, mas aquela mulher