Pimenta

32 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pimenta

  1. 1. RESPOSTA TÉCNICA – Produtividade em pimentas Outubro/2006 Edição atualizada em: 8/7/2013 Produtividade em pimentas Informações básicas a respeito da produtividade em pimentas. Instituto de Tecnologia do Paraná - TECPAR
  2. 2. RESPOSTA TÉCNICA – Produtividade em pimentas O Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – SBRT fornece soluções de informação tecnológica sob medida, relacionadas aos processos produtivos das Micro e Pequenas Empresas. Ele é estruturado em rede, sendo operacionalizado por centros de pesquisa, universidades, centros de educação profissional e tecnologias industriais, bem como associações que promovam a interface entre a oferta e a demanda tecnológica. O SBRT é apoiado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE e pelo Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação – MCTI e de seus institutos: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT. Resposta Técnica UCHIMURA, Marcelo Shiniti Produtividade em pimentas Instituto de Tecnologia do Paraná - TECPAR 30/10/2006 Informações básicas a respeito da produtividade em pimentas. Demanda Li em uma das respostas técnicas que existem pimentas que chegam a produzir 30 toneladas/hectare-ano. Quero saber qual espécie é esta. Qual o espaçamento médio entre os pés de pimentas, bem como qual é o espaço entre as ruas. Também quero informações a respeito das espécies de pimenta Habanero e Scotch Bonnet. Assunto Cultivo de pimenta Palavras-chave Agricultura; cultivo; espaçamento; manejo; pimenta; plantio Atualização Em: 8/7/2013 Por: Charyane Satie Sato Salvo indicação contrária, este conteúdo está licenciado sob a proteção da Licença de Atribuição 3.0 da Creative Commons. É permitida a cópia, distribuição e execução desta obra - bem como as obras derivadas criadas a partir dela - desde que dado os créditos ao autor, com menção ao: Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas - http://www.respostatecnica.org.br Para os termos desta licença, visite: http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/
  3. 3. RESPOSTA TÉCNICA – Produtividade em pimentas 2012 c Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – SBRT http://www.respostatecnica.org.br 1 Solução apresentada Pimenta “As pimentas (em inglês chile (chili ou chilli) pepper, do espanhol chile) são os frutos das plantas do gênero Capsicum, pertencentes a família Solanaceae”. Parente muito próxima dos pimentões existem 20 a 27 espécies catalogadas dentre as quais 5 são cultivadas para comercialização. Cultivada em todo mundo as espécies possuem cores, formato, tamanho diferenciados e intensidade de sabor, algumas chegam a ser adocicadas; elas possuem uma característica muito importante que é a sua pungência causada pela ingestão da substância presente em sua estrutura a capsaicina (LOPES et al, 2007; MATHIAS, [200-?]; PIMENTAS ONLINE, [200-?b]). Figura 1 – Pimenta Fonte: (RIBEIRO, [200-?]) Cultivo da pimenta Primeiramente depois de cultivada suas sementes é realizado o transplante das mudas “quando elas apresentarem de 4 a 6 folhas definitivas ou aproximadamente 10cm de altura. No caso de terem sido formadas em sementeiras, as mudas devem ser retiradas com cuidado, preferencialmente com o torrão para se evitar danos às raízes” (LOPES et al, 2007). “Os espaçamentos dos sulcos de plantio ou canteiros são definidos de acordo com a cultivar ou tipo de pimenta, região de plantio ou ciclo da cultura” (LOPES et al, 2007). Quadro 1 - Informações sobre espaçamentos, época de plantio e ciclo dos principais tipos de pimentas em diferentes regiões do país Fonte: (LOPES et al, 2007)
  4. 4. RESPOSTA TÉCNICA – Produtividade em pimentas 2012 c Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – SBRT http://www.respostatecnica.org.br 2 Segundo a Dra. Cláudia Silva da Costa Ribeiro, pesquisadora da Embrapa Hortaliças “a produtividade em pimentas depende de uma série de fatores como: tipo da pimenta, cultivar, condições climáticas, manejo cultural, sanidade das plantas e, também é muito importante, o período de colheita" (informação verbal em 30/10/2006). Segundo ela, na região Centro-Oeste, onde o clima favorece e pode-se cultivar pimentas praticamente o ano todo, muitos tipos de pimentas, como a malagueta, dedo-de-moça, pimentas de cheiro, são semi-perenes, ou seja, são colhidas por mais de uma vez por ano - isso é claro, se estiverem sadias, bem nutridas e irrigadas. Nestas condições, a produtividade pode superar 30 t/ha, já na região Sul, isto seria muito difícil, pois as pimentas não toleram geadas e temperaturas abaixo de 15º C. Talvez em cultivo protegido (informação verbal em 30/10/2006). A pimenta que chega a produzir 30 t/ha ou até mais é a ‘jalapeño’. Esta pimenta é originária do México e é plantada comercialmente nas regiões Centro-Oeste e Sudeste com relativo sucesso para produção de molhos líquidos. Por ser muito próxima do pimentão, seu cultivo é anual, normalmente são feitas de 2 a 3 colheitas, num ciclo de cerca de 7 meses (informação verbal em 30/10/2006). Pimenta Habanero e Scotch Bonnet As pimentas extremamente picantes Habanero e Scotch Bonnet são originárias do México e Caribe, encontradas nas cores laranja, amarela e vermelha. A produtividade dessas pimentas vai depender dos vários fatores como: tipo da pimenta, cultivar, condições climáticas, manejo cultural, sanidade das plantas e período de colheita. Com relação ao manejo, utiliza-se as informações sobre pimentas de cheiro (uma vez que pertencem a mesma espécie e possuem muitas características em comum) (informação verbal em 30/10/2006; PIMENTAS ONLINE, [200-?]a; [200-?]c). Figura 2 – Pimentas Habanero e Scoth Bonnet Fonte: (HAYASAKA, 2012) Conclusões e recomendações O Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas - SBRT informa que existem, no banco de informação, dossiês e respostas técnicas sobre cultivo de pimenta. Para visualizar esses arquivos, acesse o site <www.respostatecnica.org.br> e realize a Busca Avançada utilizando os códigos das respostas 3875, 6387, 11575, 14999, 15885, 15891, 15892, 20353 e o código do dossiê 124 para encontrar os arquivos recomendados para leitura.
  5. 5. RESPOSTA TÉCNICA – Produtividade em pimentas 2012 c Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – SBRT http://www.respostatecnica.org.br 3 Recomenda-se assistir o vídeo relacionado a seguir, que trata sobre o cultivo de pimenta: Cultivo da pimenta em Sinop. [vídeo on-line]. Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=R8a1mivvM4o>. Acesso em: 05 jul. 2013. Fontes consultadas HAYASAKA, Eli K. Pimentas Habanero. [S.l.], 2012. Disponível em: <http://www.flickr.com/photos/eli_k_hayasaka/7556465860/in/photostream/>. Acesso em: 05 jul. 2013. LOPES, Carlos A. et al. Pimenta (Capsicum spp.). Brasília: Embrapa Hortaliças, 2007. Disponível em: <http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Pimenta/Pimenta_capsicum_sp p/index.html>. Acesso em: 05 jul. 2013. MATHIAS, João. Pimenta: a pimenta não só dá um toque diferente aos alimentos como também é atraente para decorar interiores. [S.l.], [200-?]. Disponível em: <http://revistagloborural.globo.com/GloboRural/0,6993,EEC1676937-4529,00.html>. Acesso em: 05 jul. 2013. PIMENTAS ONLINE. Habanero (Pimenta Habanero). [S.l.], [200-?]a. Disponível em: <http://www.pimentasonline.com/pimenta/Habanero-Pimenta-Habanero>. Acesso em: 05 jul. 2013. PIMENTAS ONLINE. História e origem da pimenta. [S.l.], [200-?]b. Disponível em: <http://www.pimentasonline.com/pimentopedia/Historia-e-Origem-da-Pimenta>. Acesso em: 05 jul. 2013. PIMENTAS ONLINE. Scotch Bonnet (Pimenta Scotch Bonnet). [S.l.], [200-?]c. Disponível em: <http://www.pimentasonline.com/pimenta/Scotch-Bonnet-Pimenta-Scotch-Bonnet>. Acesso em: 05 jul. 2013. RIBEIRO, Claudia Silva da Costa. Entrevista concedida a “Marcelo Shiniti Uchimura”. Curitiba, 30 out. 2006. RIBEIRO, Luciana. Uso da pimenta. [S.l.], [200-?]. Disponível em: <http://www.altasdicas.com.br/usodapimenta>. Acesso em: 04 jul. 2013.

×