SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
Dr.Marcelo Correia
Drogas e Álcool
O que são as drogas?
Droga é toda e
qualquer
substância,
natural ou
sintética que,
introduzida no
organismo modifica
suas funções.
Drogas e
Alcoolismo
• A droga é tudo aquilo
que pode ser fumado,
inalado, engolido e
injetado e que provoca
alterações psíquicas,
sentidas como
agradáveis, mas que
cria na pessoa uma
relação em que essa se
sente cada vez mais
ligado a droga
(dependência).
Drogas mais
conhecidas
Álcool
Cigarro
Crack
Maconha
Cocaína
LSD
Êxtase
Boa noite
cinderela
Podem ser:
• Estimulantes;
• Depressoras;
• Alucinogénias;
.
DROGAS DE
ALUCINOGENAS
Tipos de drogas -
Maconha
-Éxtasis
-Heroína
-Cocaína
-Anfetaminas
-Disolventes
-LSD
-Morfina
Principais Drogas que vamos
aborda :
Tabaco;
Heroína;
Crack;
Cocaína;
Maconha;
Tabaco
 É uma droga licita, a
tragada demora 9
segundos para chegar
ao cérebro, ela pode
reduzir o apetite,
aumentar os batimentos
cardíacos e a pressão
arteria
l.
Heroína
 Esta é injetada diretamente
na corrente sanguínea, ou
seja, seus efeitos são
praticamente imediatos a
causa eufórica, prazer
intenso e um ótimo
bem-estar, mas, depois de
algum tempo o usuário
entra em um estado de
letárgia.
Crack
 O efeito do crack passa
após 10 segundos depois de
sua fumaça é inalada e causa
no usuário excitação,
euforia e acelera a
respiração.
 A sua capacidade de viciar é
muito maior do que as demais
drogas, a morte acontece mais
rápido também entre as causas
psicológicas estão a depressão,
paranoia e a uma terrível
síndrome de abstinência.
Cocaína
 Esta droga aumenta os
batimentos cardíacos e a
pressão arterial, causando
excitação e ansiedade, ao
contrário da maconha, a
cocaína aumenta o estado de
alerta, os movimentos e
acelera os pensamentos.
Maconha
Atinge o feto, pois atravessa a barreira
placentária.
 Atinge o bebê pelo leite materno.
 Dobra a pulsação cardíaca.
Atinge os linfócitos, diminuindo a
resistência a infecções.
Provoca alterações eletroencefalográficas.
Diminui o tamanho e o peso da
próstata e dos testículos.
Diminui o nível de hormônios sexuais.
Diminui o mecanismo do rastreamento
visual
Aumenta o tempo de resposta a um
estímulo recebido.
 .
MACONHA
Prejudica a noção de velocidade.
Pode produzir ilusões e alucinações.
Pode produzir delírios.
Diminui a capacidade de concentração,
atenção e memória.
Diminui o ânimo.
Produz forte dependência psicológica,
principalmente no caso de adolescentes.
Pode provocar ginecomastia (desenvolvimento
de peito) no rapaz.
É dez vezes mais cancerígeno que o cigarro.
.
Álcool
Álcool
O alcoolismo é uma
e
Doença crônica progressiva
caracterizada
pela perda do controle sobre o
uso de álcool, com
conseqüências sociais, legais,
psicológicas e físicas.
A dependência...
• O indivíduo dependente
• perdeu a liberdade de se
• abster no consumo de
bebidas alcoólicas, não
• conseguindo controlar o
• seu consumo; a
• necessidade de beber
• ocupa os seus
pensamentos, modificando o seu
comportamento.
Fatores que influenciam
A predisposição genética;
Estrutura psíquica;
Influências familiares e culturais;
Facilidade de acesso ao álcool;
Aceitação social do vício;
Estilo de vida estressante;
A gratificação e o prazer da bebida;
A mídia;
Efeitos da abstinência.
Alcoolismo e a família
• O alcoolismo é uma doença que afeta não só a
pessoa que consome bebidas alcoólicas. Os
membros da sua família, as pessoas mais próximas,
são particularmente atingidos no plano afetivo
e no seu tão cotidiano
sentindo-se desamparados como
• alcoolista.
Os tratamentos...
• Alcoólicos Anônimos - Associações altamente
positivas concomitantemente com um tratamento
profissional. (oração da serenidade, os doze
conceitos e os doze passos, além do sigilo)
• Terapias comportamentais cognitivas -
Estratégias de autocontrole e
automonitorização (recusa para aceitar
bebidas) juntamente com aprendizagem de
alternativas para enfrentamento de situações
conflitivas.
• Terapia conjugal e familiar - No ambiente
pós- tratamento, com enfoque para o
relacionamento do paciente com familiares.
Por que as pessoas utilizam
drogas?
Os motivos que normalmente levam alguém a provar
ou a usar ocasionalmente drogas incluem:
o recreação;
o problemas pessoais e sociais;
o Influência de amigos,
o traficantes,
o publicidade de fabricantes de drogas lícitas;
o sensação imediata de prazer que produzem;
o facilidade de acesso e obtenção;
o desejo ou impressão de que elas podem resolver todos
os problemas;
o ficar acordado ou dormir profundamente;
o emagrecer ou engordar;
o fugir ou enfrentar;
o depressões;
PREVENÇÃO
Incentivar os jovens a terem uma
vida saudável e produtiva, portanto,
é a melhor forma de mantê- los
longe das drogas e de outros tipos
de dependência, como a do
consumo, do jogo e tantas outras.
Dar-lhes suporte afetivo e cuidar de
sua auto- estima são tarefas muito
mais complexas, mas também mais
eficazes tanto para evitar o
problema das drogas, quanto para
formar adultos mais corajosos e
conscientes de si mesmos.
Conclusão
• Pode-se concluir que a propaganda televisiva, a
realidade social e a desestruturação familiar
influenciam direta ou indiretamente na propensão
ao uso de álcool e dependência.
• O público jovem é o mais visado pelas empresas
de propagandas, tendo como conseqüência uma
faixa etária cada vez menor para a iniciação ao
consumo de álcool.
• O álcool não escolhe camada social ou sexo da
pessoa, levando como conseqüência até a morte.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Alcoolismo (4)
Alcoolismo (4)Alcoolismo (4)
Alcoolismo (4)
 
Palestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogasPalestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogas
 
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATDrogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
 
Alcoolismo
AlcoolismoAlcoolismo
Alcoolismo
 
Apresentação drogas escola
Apresentação drogas escolaApresentação drogas escola
Apresentação drogas escola
 
Palestra drogas escolas
Palestra drogas   escolasPalestra drogas   escolas
Palestra drogas escolas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Slide (drogas no contexto escolar)
Slide (drogas no contexto escolar)Slide (drogas no contexto escolar)
Slide (drogas no contexto escolar)
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)
 
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIADROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
 
Tabagismo
Tabagismo  Tabagismo
Tabagismo
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas - Liberte-se delas !
Drogas - Liberte-se delas !Drogas - Liberte-se delas !
Drogas - Liberte-se delas !
 
Alcoolismo e Consequências
Alcoolismo e ConsequênciasAlcoolismo e Consequências
Alcoolismo e Consequências
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 

Semelhante a Drogas e Álcool: Os Principais Tipos e Efeitos

Semelhante a Drogas e Álcool: Os Principais Tipos e Efeitos (20)

Droga
DrogaDroga
Droga
 
Problemas sociais
Problemas sociaisProblemas sociais
Problemas sociais
 
As drogas
As drogasAs drogas
As drogas
 
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na Sociedade
 
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na Sociedade
 
Guia Prático Sobre Drogas
Guia Prático Sobre DrogasGuia Prático Sobre Drogas
Guia Prático Sobre Drogas
 
Vícios
VíciosVícios
Vícios
 
Projeto Corpo e Saúde ( 8º ano )
Projeto Corpo e Saúde ( 8º ano )Projeto Corpo e Saúde ( 8º ano )
Projeto Corpo e Saúde ( 8º ano )
 
Mitos
MitosMitos
Mitos
 
Mitos
MitosMitos
Mitos
 
Mitos
MitosMitos
Mitos
 
Alcooleoutrasdrogas 120329155650-phpapp02
Alcooleoutrasdrogas 120329155650-phpapp02Alcooleoutrasdrogas 120329155650-phpapp02
Alcooleoutrasdrogas 120329155650-phpapp02
 
Projeto crack
Projeto crackProjeto crack
Projeto crack
 
A droga e as suas consequências
A droga e as suas consequênciasA droga e as suas consequências
A droga e as suas consequências
 
Curtir Sem Drogas
Curtir Sem DrogasCurtir Sem Drogas
Curtir Sem Drogas
 
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptxOs Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
 
Guiapraticodrogas
GuiapraticodrogasGuiapraticodrogas
Guiapraticodrogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)
 
Substâncias Psicoactivas
Substâncias PsicoactivasSubstâncias Psicoactivas
Substâncias Psicoactivas
 

Mais de Dr.Marcelinho Correia

Ao redor da tireoide existem estruturas importantes
Ao redor da tireoide existem  estruturas importantesAo redor da tireoide existem  estruturas importantes
Ao redor da tireoide existem estruturas importantesDr.Marcelinho Correia
 
Hemorragias de la primera mitad del embarazo
Hemorragias de la primera mitad del embarazoHemorragias de la primera mitad del embarazo
Hemorragias de la primera mitad del embarazoDr.Marcelinho Correia
 
DIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIA
DIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIADIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIA
DIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIADr.Marcelinho Correia
 
Guia de clinica e manejo de ginecologia e obstetricia
Guia de clinica e manejo de ginecologia e obstetriciaGuia de clinica e manejo de ginecologia e obstetricia
Guia de clinica e manejo de ginecologia e obstetriciaDr.Marcelinho Correia
 
Atención del parto y al recién nacido
Atención del parto y al recién nacidoAtención del parto y al recién nacido
Atención del parto y al recién nacidoDr.Marcelinho Correia
 
TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO)
 TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO) TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO)
TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO)Dr.Marcelinho Correia
 

Mais de Dr.Marcelinho Correia (20)

Anatomia do alongamento pdf
Anatomia do alongamento pdfAnatomia do alongamento pdf
Anatomia do alongamento pdf
 
Asistencia clinica ao parto vaginal
Asistencia clinica ao parto  vaginalAsistencia clinica ao parto  vaginal
Asistencia clinica ao parto vaginal
 
Ao redor da tireoide existem estruturas importantes
Ao redor da tireoide existem  estruturas importantesAo redor da tireoide existem  estruturas importantes
Ao redor da tireoide existem estruturas importantes
 
Hemorragias de la primera mitad del embarazo
Hemorragias de la primera mitad del embarazoHemorragias de la primera mitad del embarazo
Hemorragias de la primera mitad del embarazo
 
DIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIA
DIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIADIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIA
DIFICULTAD RESPPIRATÓRIA Y DISTRÉS RESPPIRATÓRIA
 
Exame de-grado-para-estudar
Exame de-grado-para-estudarExame de-grado-para-estudar
Exame de-grado-para-estudar
 
Guia de clinica e manejo de ginecologia e obstetricia
Guia de clinica e manejo de ginecologia e obstetriciaGuia de clinica e manejo de ginecologia e obstetricia
Guia de clinica e manejo de ginecologia e obstetricia
 
1 fiebre y convulsiones febriles
1  fiebre y convulsiones febriles1  fiebre y convulsiones febriles
1 fiebre y convulsiones febriles
 
Dr morales plus
Dr  morales   plusDr  morales   plus
Dr morales plus
 
Dr. morales pediatria
Dr. morales   pediatriaDr. morales   pediatria
Dr. morales pediatria
 
Dr. morales med. interna
Dr. morales   med. internaDr. morales   med. interna
Dr. morales med. interna
 
Dr. morales ginecologia completo
Dr. morales   ginecologia completoDr. morales   ginecologia completo
Dr. morales ginecologia completo
 
Dr. morales cirugia.
Dr. morales   cirugia.Dr. morales   cirugia.
Dr. morales cirugia.
 
Atención del parto y al recién nacido
Atención del parto y al recién nacidoAtención del parto y al recién nacido
Atención del parto y al recién nacido
 
Historia clnica-peditrica (3)
Historia clnica-peditrica (3)Historia clnica-peditrica (3)
Historia clnica-peditrica (3)
 
Hernias
Hernias Hernias
Hernias
 
Hematologia minimanual cto
Hematologia   minimanual ctoHematologia   minimanual cto
Hematologia minimanual cto
 
Neumona
Neumona Neumona
Neumona
 
Trauma en el embarazo marcelo
Trauma en el embarazo marceloTrauma en el embarazo marcelo
Trauma en el embarazo marcelo
 
TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO)
 TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO) TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO)
TEC (TRAUMATISMO CRANIO ENCEFÁLICO)
 

Drogas e Álcool: Os Principais Tipos e Efeitos

  • 2. O que são as drogas? Droga é toda e qualquer substância, natural ou sintética que, introduzida no organismo modifica suas funções.
  • 3. Drogas e Alcoolismo • A droga é tudo aquilo que pode ser fumado, inalado, engolido e injetado e que provoca alterações psíquicas, sentidas como agradáveis, mas que cria na pessoa uma relação em que essa se sente cada vez mais ligado a droga (dependência).
  • 5.
  • 6. Podem ser: • Estimulantes; • Depressoras; • Alucinogénias;
  • 7.
  • 8. .
  • 9. DROGAS DE ALUCINOGENAS Tipos de drogas - Maconha -Éxtasis -Heroína -Cocaína -Anfetaminas -Disolventes -LSD -Morfina
  • 10. Principais Drogas que vamos aborda : Tabaco; Heroína; Crack; Cocaína; Maconha;
  • 11. Tabaco  É uma droga licita, a tragada demora 9 segundos para chegar ao cérebro, ela pode reduzir o apetite, aumentar os batimentos cardíacos e a pressão arteria l.
  • 12. Heroína  Esta é injetada diretamente na corrente sanguínea, ou seja, seus efeitos são praticamente imediatos a causa eufórica, prazer intenso e um ótimo bem-estar, mas, depois de algum tempo o usuário entra em um estado de letárgia.
  • 13. Crack  O efeito do crack passa após 10 segundos depois de sua fumaça é inalada e causa no usuário excitação, euforia e acelera a respiração.  A sua capacidade de viciar é muito maior do que as demais drogas, a morte acontece mais rápido também entre as causas psicológicas estão a depressão, paranoia e a uma terrível síndrome de abstinência.
  • 14. Cocaína  Esta droga aumenta os batimentos cardíacos e a pressão arterial, causando excitação e ansiedade, ao contrário da maconha, a cocaína aumenta o estado de alerta, os movimentos e acelera os pensamentos.
  • 15. Maconha Atinge o feto, pois atravessa a barreira placentária.  Atinge o bebê pelo leite materno.  Dobra a pulsação cardíaca. Atinge os linfócitos, diminuindo a resistência a infecções. Provoca alterações eletroencefalográficas. Diminui o tamanho e o peso da próstata e dos testículos. Diminui o nível de hormônios sexuais. Diminui o mecanismo do rastreamento visual Aumenta o tempo de resposta a um estímulo recebido.  .
  • 16. MACONHA Prejudica a noção de velocidade. Pode produzir ilusões e alucinações. Pode produzir delírios. Diminui a capacidade de concentração, atenção e memória. Diminui o ânimo. Produz forte dependência psicológica, principalmente no caso de adolescentes. Pode provocar ginecomastia (desenvolvimento de peito) no rapaz. É dez vezes mais cancerígeno que o cigarro. .
  • 18. Álcool O alcoolismo é uma e Doença crônica progressiva caracterizada pela perda do controle sobre o uso de álcool, com conseqüências sociais, legais, psicológicas e físicas.
  • 19. A dependência... • O indivíduo dependente • perdeu a liberdade de se • abster no consumo de bebidas alcoólicas, não • conseguindo controlar o • seu consumo; a • necessidade de beber • ocupa os seus pensamentos, modificando o seu comportamento.
  • 20. Fatores que influenciam A predisposição genética; Estrutura psíquica; Influências familiares e culturais; Facilidade de acesso ao álcool; Aceitação social do vício; Estilo de vida estressante; A gratificação e o prazer da bebida; A mídia; Efeitos da abstinência.
  • 21.
  • 22. Alcoolismo e a família • O alcoolismo é uma doença que afeta não só a pessoa que consome bebidas alcoólicas. Os membros da sua família, as pessoas mais próximas, são particularmente atingidos no plano afetivo e no seu tão cotidiano sentindo-se desamparados como • alcoolista.
  • 23. Os tratamentos... • Alcoólicos Anônimos - Associações altamente positivas concomitantemente com um tratamento profissional. (oração da serenidade, os doze conceitos e os doze passos, além do sigilo) • Terapias comportamentais cognitivas - Estratégias de autocontrole e automonitorização (recusa para aceitar bebidas) juntamente com aprendizagem de alternativas para enfrentamento de situações conflitivas. • Terapia conjugal e familiar - No ambiente pós- tratamento, com enfoque para o relacionamento do paciente com familiares.
  • 24. Por que as pessoas utilizam drogas? Os motivos que normalmente levam alguém a provar ou a usar ocasionalmente drogas incluem: o recreação; o problemas pessoais e sociais; o Influência de amigos, o traficantes, o publicidade de fabricantes de drogas lícitas; o sensação imediata de prazer que produzem; o facilidade de acesso e obtenção; o desejo ou impressão de que elas podem resolver todos os problemas; o ficar acordado ou dormir profundamente; o emagrecer ou engordar; o fugir ou enfrentar; o depressões;
  • 25. PREVENÇÃO Incentivar os jovens a terem uma vida saudável e produtiva, portanto, é a melhor forma de mantê- los longe das drogas e de outros tipos de dependência, como a do consumo, do jogo e tantas outras. Dar-lhes suporte afetivo e cuidar de sua auto- estima são tarefas muito mais complexas, mas também mais eficazes tanto para evitar o problema das drogas, quanto para formar adultos mais corajosos e conscientes de si mesmos.
  • 26. Conclusão • Pode-se concluir que a propaganda televisiva, a realidade social e a desestruturação familiar influenciam direta ou indiretamente na propensão ao uso de álcool e dependência. • O público jovem é o mais visado pelas empresas de propagandas, tendo como conseqüência uma faixa etária cada vez menor para a iniciação ao consumo de álcool. • O álcool não escolhe camada social ou sexo da pessoa, levando como conseqüência até a morte.