Psicologia                            Os Processos Fundamentais da Cognição SocialQue processos medeiam a nossa relação co...
Formação de impressões, atribuições, expectativas, estereótipos, atitudes, preconceitos e representaçõessociais são os pro...
As atitudes têm as seguintes características:1. Dirigem-se sempre a um objecto específico; estes objectos podem ser concre...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os processos fundamentais de cognição social

3.725 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.725
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os processos fundamentais de cognição social

  1. 1. Psicologia Os Processos Fundamentais da Cognição SocialQue processos medeiam a nossa relação com o mundo social? Como se organizam?Quais as suas funções?Existem diferentes processos de cognição social. As mil e uma faces do rosto dos outrosQue processos estão implicados na cognição social? Como é que cada um desses processos contribuipara aquilo que pensamos, sentimos e agimos? De que forma influenciam as nossas relações com oMundo e com os outros?Já vimos que a cognição social é o conjunto de processos que utilizamos no quotidiano que torna possívelo entendimento dos comportamentos, das relações e das situações.Construímos impressões acerca das pessoas que encontramos pela primeira vezAtribuímos causas aos nossos comportamentos e aos dos outrosEsperamos que os outros se comportem de certa forma, em certas situaçõesOs estereótipos simplificam as características dos outros reduzindo a sua complexidadeTemos atitudes favoráveis ou desfavoráveis perante situações e pessoas específicasOs preconceitos podem conduzira comportamentos de discriminaçãoAs representações sociais orientam e servem de modelo aos nossos comportamentos 1
  2. 2. Formação de impressões, atribuições, expectativas, estereótipos, atitudes, preconceitos e representaçõessociais são os processos da cognição social. AS ATITUDES: As tomadas de posição face ao mundoO que são atitudes? Que relação existe entre atitudes e comportamentos?Como se constroem as atitudes? Por que é que mudamos de atitudes? Que processos estãoimplicados nestas mudanças?Em praticamente todos os aspectos da nossa vida social estamos continuamente à procura das atitudesdos outros, a manifestar os nossos pontos de vista e a tentar mudar a opinião de alguém. Campanhas desensibilização tentam provocar-nos uma atitude positiva face a um produto particular com o objectivo quecompremos o que há para vender. Outras campanhas tentam persuadir-nos a mudar o nossocomportamento, mudando as nossas opiniões. Discordamos dos outros, sobre as atitudes maisapropriadas face a qualquer questão. As atitudes são importantes para compreendermos os estereótipos,os preconceitos, as intenções de voto, o comportamento dos consumidores ou a atracção interpessoal. Asatitudes também são importantes porque estão presentes naquilo que pensamos, sentimos e na formacomo agimos face a objectos, pessoas, face a nós próprios.Se virmos uma pessoa a requisitar sistematicamente filmes de artes marciais, um comportamento,podemos deduzir que essa pessoa gosta de artes marciais, uma atitude. Existe uma diferença entreatitudes e características pessoais. Da atitude "gostar de artes marciais", podíamos inferir um traço depersonalidade, "é uma pessoa agressiva e violenta". As atitudes são tendências para pensarmos,sentirmos e nos comportarmos que se distinguem dos traços de personalidade, que são mais estáveis, edos estados emocionais, que são mais passageiros.São as nossas crenças que suportam as atitudes. As crenças são aquilo que acreditamos ser verdadeacerca do mundo. Por exemplo, se acreditamos em Deus, esta verdade é central nas nossas vidas einfluencia o nosso comportamento. As crenças são muito resistentes à mudança.Os valores também influenciam as atitudes. Os valores são os nossos códigos éticos e morais,dependentes das normas e dos grupos a que pertencemos. Influenciam o modo como conduzimos anossa vida, o que valorizamos numa relação, o que devemos fazer numa situação. Também os valoressão muito resistentes à mudança.É muito difícil não termos atitudes face às pessoas, às coisas e aos acontecimentos. Por exemplo,abordar a despenalização do consumo de drogas leves sem manifestar atitudes, se é certo ou se éerrado, é quase impossível.As atitudes têm um papel importante na nossa vida porque orientam a forma como nos relacionamos comos outros, as causas políticas que apoiamos, as posições que tomamos face a questões sociais, osprodutos que compramos ou quaisquer outras decisões do quotidiano.As atitudes são formas relativamente estáveis de avaliar ideias, objectos, pessoas ou situações. Ter umaatitude significa ser a favor ou contra. O objecto social é avaliado como verdadeiro ou falso, bom ou mau,desejável ou indesejável. Temos atitudes face ao armamento nuclear, à despenalização de drogas leves,à homossexualidade, à adopção, ao aborto. Porque temos atitudes diferentes, também interpretamos omundo social de formas diferentes.As atitudes não surgem no vazio, elas estão sempre ligadas a objectos, pessoas ou acontecimentos. Sealguém nos diz que tem uma "atitude positiva", imediatamente nos ocorre a pergunta, "atitude positiva emrelação a quê?". O objecto da atitude pode ser uma pessoa particular, o professor, a namorada, ou umgrupo de pessoas, os nazis, os políticos, os negros, uma instituição social, a escola, o governo, a religião,ou acontecimentos como a guerra, a poluição, a moda.Quer isto dizer que as atitudes se referem sempre a objectos específicos.Também podemos agrupá-Ias em áreas consoante o seu objecto. Assim, temos atitudes sociais,como as relativas às minorias étnicas e políticas, como as relativas aos impostos, ou atitudesorganizacionais, como as relativas à satisfação com a escola que frequentamos, atitudes relativas apessoas específicas, como gostar ou não gostar de alguém, e atitudes relativas a nós próprios, a auto-estima. 2
  3. 3. As atitudes têm as seguintes características:1. Dirigem-se sempre a um objecto específico; estes objectos podem ser concretos, "não gostodaquelas calças", pessoas, "o professor de Português é excelente", grupos, "os psiquiatras são malucos",ideias abstractas, "a tolerância é importante na relação entre as pessoas", ou comportamentos, "beber emexcesso é condenável,,;2. São aprendidas; é através da nossa experiência e daqueles que estão à nossa volta, especialmenteas pessoas que são importantes para nós, que construímos as atitudes;3. São inferidas do comportamento; não sabemos qual é a atitude de uma pessoa até a vermosexpressar-se ou comportar-se de determinada forma;4. Influenciam o comportamento; a atitude face a um objecto é a razão pela qual nos comportamos facea ele de determinada forma. Uma atitude é uma predisposição aprendida para responder de forma favorável ou desfavorável a um objecto, pessoa, instituição ou acontecimento. No âmago de cada atitude existem três componentes que actuam conjuntamente e a determinam, são as componentes afectiva, cognitiva e comporta mental.As atitudes vão senda construídas ao longo da nossa vida por processos de aprendizagem, resultantesda interacção social e modificam-se conforme temos acesso a novas informações ou experiências. Porisso, diferentes pessoas podem ter diferentes atitudes e a mesma pessoa pode ir mudando as suasatitudes ao longo da tempo.Ninguém põe em causa que as atitudes são aprendidas na relação com os outros. Por isso, aqueles comquem temos relações afectivas mais fortes, as que mais gostamos e os que não gostamos de todo, sãoas que têm mais influência em nós e servem-nos de referência positiva ou negativa. Em diferentesmomentos da nossa vida temas relações privilegiadas com pessoas diferentes. Se durante a infância ospais são essas figuras, durante a adolescência ou a idade adulta as nossas referências são certamenteoutras, embora inscritas no pano de fundo constituído pelas relações significativas da infância.Os pais e as familiares mais próximas são a primeira fonte de construção das nossas atitudes. Masconforme vamos crescendo e desenvolvendo surgem outras fontes de influência. 3

×