Video Storytelling - Maratona Digital

932 visualizações

Publicada em

Sheron Neves é publicitária com especialização em marketing e mestrado em Media Studies pela Birkbeck, University of London. Com vinte anos de mercado, já passou pela RBS, Grendene e Dell, além de agências de publicidade e produtoras. Coordena a disciplina de storytelling e transmídia na ESPM e leciona nas especializações em Cultura Digital e em Televisão e Convergência (ambos na Unisinos). É também editora do blog Meditations in anEmergency.

Publicada em: Marketing

Video Storytelling - Maratona Digital

  1. 1. ... você precisa entender que VÍDEO pode ser um dos principais aliados na sua estratégia Se você trabalha com marketing de CONTEÚDO...
  2. 2. Report
  3. 3. Isso NÃO quer dizer abandonar o YouTube! Mas quer dizer: FAMILIARIZE-SE JÁ com as novas mídias, aplicativos, formatos, linguagens, plataformas, comunidades e comportamentos do consumidor mobile.
  4. 4. Mas eu tenho já uma loja online... MAS meu público não é jovem... MAS estas redes sociais ainda têm poucos usuários no Brasil... MAS eu preciso de uma mídia que atinja mais consumidores...
  5. 5. “THE DISRUPTION OF INTERRUPTION” FONTE: http://wearesocial.sg
  6. 6. FONTE: http://wearesocial.sg “THE DISRUPTION OF INTERRUPTION”
  7. 7. FONTE: http://wearesocial.sg “THE DISRUPTION OF INTERRUPTION”
  8. 8. FONTE: http://wearesocial.sg “THE DISRUPTION OF INTERRUPTION”
  9. 9. TRANSMISSÃOAO VIVO:
  10. 10. - CARÁTER DE URGÊNCIA (“PRESTA ATENÇÃO QUE EU SÓ VOU DIZER UMA VEZ!”) S N A P C H AT - MONETIZAÇÃO DO REPLAY
  11. 11. S N A P C H AT FILTROS: com sua popularidade, é bem provável que alguns passem a ser pagos ou patrocinados
  12. 12. S N A P C H AT
  13. 13. S N A P C H AT
  14. 14. INSTAGRAM NO MUNDO: • EDUCOU O PÚBLICO PARA A FOTOGRAFIA: INFLUENCIOU A ESTÉTICA, A LINGUAGEM, O COMPORTAMENTO. • MAS O ITEM VIDEO NÃO É O SEU FORTE: TENDEM A SER POUCO CRIATIVOS, PANORÂMICOS, TRADICIONAIS. • OFERECE A PLATAFORMA PARA PUBLICAR VÍDEO MAS NÃO AS FERRAMENTAS PARA FAZÊ-LO DE FORMA CRIATIVA E COLABORATIVA.
  15. 15. INSTAGRAM NO BRASIL: Exemplo de comunicação de marca:
  16. 16. • CARÁTER PARTICIPATIVO E CONVERSACIONAL • CRIAÇÃO DE COMUNIDADES • FORTE POTENCIAL DE ENGAJAMENTO VINE NO MUNDO:
  17. 17. VINE NO BRASIL: - Maior comunidade é o @vineBR (faz collabs, desafios e concursos criativos, como o #DesafioVineBR, #JamVineBR, #SHTuesdaysBR) - Já tem “celebridades” com mais de um milhã de seguidores, como Vitor Meyniel e Cris Sevieri - Várias marcas presentes
  18. 18. #EncontroDeViners
  19. 19. CAMPANHA COLABORATIVA “SANDUICHE FLAT”
  20. 20. CAMPANHA COLABORATIVA “BIG MAC”
  21. 21. TEMÁTICOS: HALLOWEEN
  22. 22. TEMÁTICOS: HALLOWEEN
  23. 23. LANCAMENTOS LOJA PANDORGA (PORTO ALEGRE) https://vine.co/Loja.Pandorga
  24. 24. • Principal diferença está no comportamento dos usuários. • Peter Heacock compara o Vine ao Twitter, uma plataforma conversacional e colaborativa, através da qual conecta-se a pessoas que não se conhece, mas com interesses em comum. • Já o Instagram teria a mesma filosofia do Facebook: conecta-se mais a conhecidos com os quais não necessariamente temos coisas em comum.
  25. 25. • COMPARTILHAR IN-APP • EDITAR • MULTIPLICAR PLANOS • OPÇÃO REVERSE • ADICIONAR MÚSICA DA LIBRARY • CAPTAR MÚSICA DE OUTRO VINER
  26. 26. BONEQUINHO + APLICATIVO DE STOPMOTION VOLTADO AO PÚBLICO INFANTO-JUVENIL BRINCADEIRA DE CRIANÇA:
  27. 27. BONEQUINHO + APLICATIVO DE STOPMOTION VOLTADO AO PÚBLICO INFANTO-JUVENIL BRINCADEIRA DE CRIANÇA:
  28. 28. https://www.youtube.com/watch?v=uF0Qdx-oaoQ BRINCADEIRA DE CRIANÇA:

×