Gilles deleuze

2.417 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.417
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gilles deleuze

  1. 1. Gilles Deleuze
  2. 2. Gilles Deleuze <ul><li>Grande tema de sua Filosofia: o pensamento e seus novos meios de expressão. </li></ul><ul><li>As discussões das relações entre Filosofia e a não- filosofia. ( a ciência e a arte ) </li></ul><ul><li>Tanto a arte e a Filosofia são modos de pensar, expressões do pensamento. </li></ul>
  3. 3. Gilles Deleuze <ul><li>Pensamento: é sempre problematizador. </li></ul><ul><li>Pensar: é o exercício natural de uma faculdade. </li></ul><ul><li>Para pensar: é necessário um método que nos faça pensar bem e verdadeiramente. </li></ul><ul><li>Pensar: é interpretar; explicar; desenvolver; decifrar; traduzir signos. </li></ul>
  4. 4. Gilles Deleuze <ul><li>Retirar a imobilidade do pensamento; romper com os pressupostos da representação é criar conceitos, é produzir idéias. </li></ul><ul><li>Para produzirmos idéias faz-se necessário que o pensamento saia da imobilidade natural. </li></ul>
  5. 5. Gilles Deleuze <ul><li>Deleuze diz-nos que a criação depende de uma idéia. </li></ul><ul><li>Os cineastas: é de idéias que tratam suas criações. ( movimento/duração ) </li></ul><ul><li>As idéias da Filosofia são conceitos. </li></ul><ul><li>Criar é ter uma idéia, algo que não acontece diariamente. </li></ul>
  6. 6. Gilles Deleuze <ul><li>No cinema: muitos diretores tiveram idéias, outros não. </li></ul><ul><li>Exemplo: Filme: Os quatro cavalheiros do Apocalipse – V. Minnelli – EUA; 1962. (Madariaga é um barão argentino com duas filhas; uma é casada com um francês e outra com um alemão. Quando morre, sua família entra em frangalhos. Quando a Segunda Guerra Mundial estoura, um dos genros vai para as trincheiras e, lá, tem de enfrentar um dilema assustador).  </li></ul>
  7. 7. Gilles Deleuze <ul><li>The four horsemen of the apocalypse </li></ul>
  8. 8. Gilles Deleuze <ul><li>No caso do cinema, cujo diretor tem uma idéia, ficamos preso ao “sonho” dele, em sua criação. </li></ul><ul><li>Essa criação não é um conceito mas sim um percepto: conjuntos das sensações e percepções; um complexo de sensações visuais e auditivas. </li></ul><ul><li>A questão maior da arte é dar um sentido de eternidade e consistência ao percepto. </li></ul>
  9. 9. Gilles Deleuze <ul><li>Finalizando: o cinema é uma nova forma de pensamento e Deleuze contribuiu para traçar uma cartografia ampliada das imagens e signos cinematográficos, tão importantes para analisarmos diferentes modos de pensar e estabelecermos um diálogo entre Filosofia e a não-filosofia. </li></ul>
  10. 10. Referências Bibliográficas <ul><li>DELEUZE, G; GUATTARI, F. O que é a Filosofia ? Rio de Janeiro: Editora 34, 1992. </li></ul><ul><li>VASCONCELLOS, J. A Filosofia e seus intercessores:Deleuze e a não-filosofia. Educ. Soc. vol. 26, n. 93, Campinas. Set/Out, 2005. </li></ul>

×