Entendendo o
Semana Global de Empreendedorismo - ANPROTEC
21 de novembro de 2008 – São Paulo, SP
Entendendo o
Venture Capi...
GVcepe
Primeiro centro de estudos em PE/VC no Brasil (2003)
Áreas de atuação:
– Pesquisa: Censo PE/VC 2005, Guia GVcepe-En...
Por que buscar
venture capital?
Fontes de recursos
Founders, family and friends
Governo: BNDES, FINEP, FAPs,
SEBRAEs, etc.
Bancos, instituições financeira...
Dívida vs. participação
Financiamento Venture capital
Formato
Contratação
de dívida
Participação
acionária
Requisitos
Gara...
Estrutura da indústria de PE/VC
Investidores institucionais
(p. ex., Previ, Petros, Funcep,
BNDES, Finep)
Gestores de fund...
Ciclo de investimentos
Investidor
investe em
gestor
Abertura de
1. Captação
2. Investimentos
21/11/2008Entendendo o Ventur...
Fase de investimentos
Prospecção Seleção Valuation Deal
Propostas
recebidas
Propostas
analisadas
Due
diligences
Invest.
re...
Fase de monitoramento
O fundo agrega valor através de:
Formulação estratégica adequada ao negócio
Apoio à gestão
formação ...
Fase de saída: opções
Investidor estratégico
Mais provável
Venda p/ empreendedor/demais acionistas
Negociada previamenteNe...
Estágios de vida da empresa
Start-up
Expansão
Maturidade
Seed
Start-up
O “vale da morte”
Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Ber...
Bolsa de
Angel investors
Capital semente
Venture
capital
Private
equity
Bolsa de
valores
Fonte: Apresentação do Prof. Jerr...
Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Ber...
Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Ber...
Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Ber...
Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Ber...
Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Ber...
O processo de investimento
Prospecção Seleção Valuation Deal
Propostas
recebidas
Propostas
analisadas
Due
diligences
Inves...
O que o VC busca
Deal breakers
Mercado pequeno demais/ retorno inadequado
Empreendedor: 100% participação/ risco zero
Pont...
Análise e due diligence
Mercado
De onde vêm os números? Existem mercados
afins? Quem são e onde estão os clientes?
Equipe
...
Valuation conforme estágio
Seed
Early
stage
Expan-
sion
IPO
21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito21
Análise...
Fatores qualitativos
Equipe gerencial
Proposta de valor
Tecnologia e estágio de desenvolvimento
Patentes, licençasPatentes...
Variáveis no valuation
Taxa de retorno esperada
Seed/start-up: 50-100% a.a. em 10+ anos
First stage: 40-60% a.a em 5-10 an...
Documentação típica
Term sheet
Documento curto (3~10 pgs.) que apresenta os
principais termos e condições do investimento
...
Termos e condições típicos (1)
Tipos de ações
Ordinárias, preferenciais, preferenciais conversíveis, etc.
Valuation e meta...
Termos e condições típicos (2)
Ações dos fundadores
Força venda na saída do fundador, períodos de vesting
Direito de prime...
Créditos
Apresentação baseada em materiais elaborados por:
Patrick Ledoux, ex-TMG (atual Actis)
Prof. Jerry Engel, Lester ...
Obrigado!
André SaitoAndré Saito
andre.saito@fgv.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Entendendooventurecapitalandrsaito20081121 1227550469475017-9

182 visualizações

Publicada em

PE/VC - Private Equity and Venture Capital

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entendendooventurecapitalandrsaito20081121 1227550469475017-9

  1. 1. Entendendo o Semana Global de Empreendedorismo - ANPROTEC 21 de novembro de 2008 – São Paulo, SP Entendendo o Venture Capital André Saito Vice-coordenador acadêmico, GVcepe 21/11/2008
  2. 2. GVcepe Primeiro centro de estudos em PE/VC no Brasil (2003) Áreas de atuação: – Pesquisa: Censo PE/VC 2005, Guia GVcepe-Endeavor, estudos de caso, apoio a dissertações e teses – Educação: Disciplinas de PE/VC, fóruns bimestrais,– Educação: Disciplinas de PE/VC, fóruns bimestrais, Desafio GV-Intel, novo curso de pós-graduação Membros fundadores Patrocinadores Ente nden
  3. 3. Por que buscar venture capital?
  4. 4. Fontes de recursos Founders, family and friends Governo: BNDES, FINEP, FAPs, SEBRAEs, etc. Bancos, instituições financeirasBancos, instituições financeiras Investidores anjo, fundos de venture capital Fornecedores, clientes Outros 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito3
  5. 5. Dívida vs. participação Financiamento Venture capital Formato Contratação de dívida Participação acionária Requisitos Garantias e/ou Viabilidade Requisitos Garantias e/ou avalistas Viabilidade econômica Risco Assumido pelo tomador Assumido pelo investidor Retorno Juros sobre o principal Ganho de capital 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito4 Fonte: Adaptado de Criatec, “Desmistificando o Capital de Risco”
  6. 6. Estrutura da indústria de PE/VC Investidores institucionais (p. ex., Previ, Petros, Funcep, BNDES, Finep) Gestores de fundosGestores de fundos (p. ex., FIR Capital , CRP, JB Partners, Rio Bravo) Empresas investidas (p. ex., Bematech, Datasul, Submarino, Totvs) 21/11/20085 Entendendo o Venture Capital - André Saito
  7. 7. Ciclo de investimentos Investidor investe em gestor Abertura de 1. Captação 2. Investimentos 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito6 Gestor investe em empresas Empresas crescem Abertura de capital, venda, etc. 3. Monitoramento 4. Saída
  8. 8. Fase de investimentos Prospecção Seleção Valuation Deal Propostas recebidas Propostas analisadas Due diligences Invest. realizados 1 2 3 4 1 2 3 4 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito7 recebidas analisadas diligences realizados Espontâneas 2.297 353 (15%) 29 (8%) 6 (21%) Recomendação 1.301 310 (24%) 78 (25%) 16 (20%) Prospecção 177 33 (19%) 13 (39%) Total 3.598 840 (23%) 140 (17%) 35 (25%) Fonte: 1º. Censo Brasileiro de PE/VC, FGV-GVcepe
  9. 9. Fase de monitoramento O fundo agrega valor através de: Formulação estratégica adequada ao negócio Apoio à gestão formação de equipe, criação de sistemas de incentivos ampliação da base de negócios (rede de contatos) Recursos de capital aportados atualização tecnológica e sistemas de informação aquisições de outras empresas melhoria na estrutura de capital >> Fator determinante para o sucesso! Entendendo o Venture Capital - André Saito8 21/11/2008
  10. 10. Fase de saída: opções Investidor estratégico Mais provável Venda p/ empreendedor/demais acionistas Negociada previamenteNegociada previamente Investidor financeiro Mercado restrito Abertura de capital Mercado volátil >> Depende de cada momento, cada empresa 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito9
  11. 11. Estágios de vida da empresa Start-up Expansão Maturidade Seed Start-up O “vale da morte”
  12. 12. Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Berkeley
  13. 13. Bolsa de Angel investors Capital semente Venture capital Private equity Bolsa de valores Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Berkeley
  14. 14. Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Berkeley
  15. 15. Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Berkeley
  16. 16. Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Berkeley
  17. 17. Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Berkeley
  18. 18. Fonte: Apresentação do Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California, Berkeley
  19. 19. O processo de investimento Prospecção Seleção Valuation Deal Propostas recebidas Propostas analisadas Due diligences Invest. realizados 1 2 3 4 1 2 3 4 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito18 recebidas analisadas diligences realizados Espontâneas 2.297 353 (15%) 29 (8%) 6 (21%) Recomendação 1.301 310 (24%) 78 (25%) 16 (20%) Prospecção 177 33 (19%) 13 (39%) Total 3.598 840 (23%) 140 (17%) 35 (25%) Fonte: 1º. Censo Brasileiro de PE/VC, FGV-GVcepe
  20. 20. O que o VC busca Deal breakers Mercado pequeno demais/ retorno inadequado Empreendedor: 100% participação/ risco zero Pontos fracosPontos fracos Plano de negócio: longo/sem foco/desorganizado Distante da política de investimentos do fundo Pontos fortes Boa referência/ equipe experiente Problema significativo/ pitch consistente 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito19
  21. 21. Análise e due diligence Mercado De onde vêm os números? Existem mercados afins? Quem são e onde estão os clientes? Equipe Referências além das indicadas? Podem ser orientados à medida que a empresa cresce? Finanças Números e pressupostos fazem sentido? São simples de entender? 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito20
  22. 22. Valuation conforme estágio Seed Early stage Expan- sion IPO 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito21 Análise qualitativa Análise quantitativa
  23. 23. Fatores qualitativos Equipe gerencial Proposta de valor Tecnologia e estágio de desenvolvimento Patentes, licençasPatentes, licenças Alianças estratégicas Capacidade de comercialização Nível de atividade de M&A e IPO 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito22
  24. 24. Variáveis no valuation Taxa de retorno esperada Seed/start-up: 50-100% a.a. em 10+ anos First stage: 40-60% a.a em 5-10 anos Tamanho e período do investimentoTamanho e período do investimento Depende dos parâmetros/momento do fundo Projeções de lucro da empresa Múltiplos de referência 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito23
  25. 25. Documentação típica Term sheet Documento curto (3~10 pgs.) que apresenta os principais termos e condições do investimento Contrato de subscrição de ações Contém detalhes da rodada de investimento (qtde./séries das ações, condições de pgto., etc.) Acordo de acionistas Descreve todas as proteções aos investidores Estatutos sociais 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito24
  26. 26. Termos e condições típicos (1) Tipos de ações Ordinárias, preferenciais, preferenciais conversíveis, etc. Valuation e metas Pre-money valuation, preço de compra, parcelas Recebimento de dividendosRecebimento de dividendos Redução/suspensão, dividendo crescente Direito de resgate Recompra de ações por preço fixo Anti-diluição Proteção contra rodadas de valor inferior 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito25
  27. 27. Termos e condições típicos (2) Ações dos fundadores Força venda na saída do fundador, períodos de vesting Direito de primeira recusa Preferência na negociação de novas rodadas Tag alongTag along Exige a compra de ações em % equivalente à participação Drag along Obrigação para que todos vendam a um comprador caso determinada porcentagem vote pela venda Conselho de administração 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito26
  28. 28. Créditos Apresentação baseada em materiais elaborados por: Patrick Ledoux, ex-TMG (atual Actis) Prof. Jerry Engel, Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, University of California at Berkeley. Luiz Eugênio Junqueira Figueiredo, Rio BravoLuiz Eugênio Junqueira Figueiredo, Rio Bravo Criatec, “Desmistificando o Capital de Risco” LAVCA, “Guia para Term Sheets de VC e PE” 21/11/2008Entendendo o Venture Capital - André Saito27
  29. 29. Obrigado! André SaitoAndré Saito andre.saito@fgv.br

×