UFCD_3536
762191 - Agente em
Geriatria
50 Horas
Produção de manuais para formação
e-mail: formacaomanuaisplus@gmail.com
Ve...
REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria
Página 2 de 7
Velhice - ciclo vital e aspetos sociais...
REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria
Página 3 de 7
Velhice - ciclo vital e aspetos sociais...
REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria
Página 4 de 7
Velhice - ciclo vital e aspetos sociais...
REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria
Página 5 de 7
Velhice - ciclo vital e aspetos sociais...
REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria
Página 6 de 7
Velhice - ciclo vital e aspetos sociais...
REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria
Página 7 de 7
Velhice - ciclo vital e aspetos sociais...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

UFCD_3536_Velhice - ciclo vital e aspetos sociais_índice

240 visualizações

Publicada em

UFCD_3536_Velhice - ciclo vital e aspetos sociais_índice

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
240
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

UFCD_3536_Velhice - ciclo vital e aspetos sociais_índice

  1. 1. UFCD_3536 762191 - Agente em Geriatria 50 Horas Produção de manuais para formação e-mail: formacaomanuaisplus@gmail.com Velhice - ciclo vital e aspetos sociais
  2. 2. REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria Página 2 de 7 Velhice - ciclo vital e aspetos sociais UFCD 3536 Índice Objetivos e conteúdos ..................................................................................................................................................................4 Velhice - ciclo vital .........................................................................................................................................................................7 Velhice e tarefas do desenvolvimento psicológico...........................................................................................................7 Teorias sobre o envelhecimento psicossocial....................................................................................................................9 Teorias psicossociais de Eric Erickson, R. Peck e Buhler............................................................................................10 Do jovem adulto à meia-idade .............................................................................................................................................161 Tarefas evolutivas do jovem adulto.....................................................................................................................................17 Mudanças no campo dos interesses e sistema de valores..........................................................................................19 Carreira profissional e os seus ajustamentos..................................................................................................................20 Família e seus ajustamentos...................................................................................................................................................20 A meia-idade e as tarefas evolutivas...................................................................................................................................21 Aspetos estruturais e funcionais da meia-idade ............................................................................................................24 Velhice - ciclo vital ......................................................................................................................................................................27 A velhice e a sociedade..............................................................................................................................................................29 Velhice e envelhecimento: Conceitos e análise...............................................................................................................31 Mitos da velhice ...........................................................................................................................................................................32 Início da velhice e aptidões da velhice ...............................................................................................................................33 Negatividades da velhice..........................................................................................................................................................35 Isolamento e solidão na velhice ............................................................................................................................................36 Negatividades da velhice..........................................................................................................................................................36 Isolamento e solidão na velhice ............................................................................................................................................37 Atitudes, mitos e estereótipos................................................................................................................................................38 Definições e ideias pré concebidas ......................................................................................................................................38 Atitudes relacionadas com a pessoa idosa - Mitos e estereótipos - perigos potenciais.................................40 Representações da morte ........................................................................................................................................................42 Problemas sociais da velhice..................................................................................................................................................44
  3. 3. REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria Página 3 de 7 Velhice - ciclo vital e aspetos sociais UFCD 3536 Reconhecimento, perspetiva e reflexão sobre problemas que se colocam à pessoa idosa na atualidade .............................................................................................................................................................................................................44 A situação no princípio do século e a velhice e o pós-guerra....................................................................................45 A pessoa idosa no final do século XX...................................................................................................................................47 Velhice - socialização e papéis sociais ................................................................................................................................50 Aspetos sociais da velhice........................................................................................................................................................50 Socialização e papéis sociais............................................................................................................................ 52 O modo de vida das pessoas de idade - As condições de vida - A satisfação de viver.................................... 53 Processo de envelhecimento/sensibilização à problemática da pessoa idosa..................................................54 O ser velho no ciclo da vida............................................................................................................................. 54 Ser velho hoje, no meio rural e no meio urbano............................................................................................. 56 A reforma......................................................................................................................................................... 59 Coabitação/conflito de gerações..................................................................................................................... 60 Respostas institucionais e Pensar novas respostas......................................................................................... 61 A pessoa idosa noutras civilizações................................................................................................................. 63 Bibliografia e netgrafia .................................................................................................................................... 64
  4. 4. REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria Página 4 de 7 Velhice - ciclo vital e aspetos sociais UFCD 3536 Objetivos:  Identificar os problemas que se colocam à pessoa idosa na atualidade.  Descrever a velhice do ponto de vista físico, psicológico e social, distinguindo-se das outras “2 idades de vida”.  Identificar o quadro conceptual básico que permita caracterizar o envelhecimento nos contextos sociais em que se irá desenvolver.  Reconhecer e relacionar os diferentes aspetos sociais da velhice. Conteúdos  Velhice - ciclo vital  Velhice e tarefas do desenvolvimento psicológico  Teorias sobre o envelhecimento psicossocial  Teorias psicossociais de Eric Erickson, R. Peck e Buhler  Do jovem adulto à meia-idade  Tarefas evolutivas do jovem adulto  Mudança no campo dos interesses e no sistema de valores  Casamento e seus ajustamentos  Carreira profissional e seus ajustamentos  Família e seus ajustamentos  A meia-idade e as tarefas evolutivas  Aspetos estruturais e funcionais da meia-idade  Velhice - aspetos sociais  A velhice e a sociedade
  5. 5. REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria Página 5 de 7 Velhice - ciclo vital e aspetos sociais UFCD 3536  Velhice e envelhecimento: Conceitos e análise  Mitos da velhice  Início da velhice e aptidões da velhice  Negatividades da velhice  Isolamento e solidão na velhice  Atitudes, mitos e estereótipos  Definições  Ideias pré-concebidas  Atitudes relacionadas com a pessoa idosa  Mitos e estereótipos - perigos potenciais  Representações da morte  Problemas sociais da velhice  Reconhecimento, perspetiva e reflexão sobre problemas que se colocam à pessoa idosa na atualidade  A situação no princípio do século  A velhice e o pós-guerra  A pessoa idosa no final do século XX  Velhice - socialização e papéis sociais  Aspetos sociais da velhice  Socialização e papéis sociais  Preparação para a velhice: os papéis de transição  Velhice o os novos papéis sociais  Velhice - socialização e papéis sociais
  6. 6. REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria Página 6 de 7 Velhice - ciclo vital e aspetos sociais UFCD 3536  O modo de vida das pessoas de idade  As condições de vida  A satisfação de viver  Processo de envelhecimento/sensibilização à problemática da pessoa idosa  O ser velho no ciclo da vida  Ser velho hoje, no meio rural e no meio urbano  A reforma  Coabitação/conflito de gerações  Respostas institucionais  Pensar novas respostas  A pessoa idosa noutras civilizações
  7. 7. REFERENCIAL DE FORMAÇÃO - FORMAÇÃO TECNOLÓGICA | Agente em Geriatria Página 7 de 7 Velhice - ciclo vital e aspetos sociais UFCD 3536 Velhice - ciclo vital Velhice e tarefas do desenvolvimento psicológico O aumento da esperança média de vida gerou um crescimento acentuado da população idosa, o que criou problemas, devido à falta de preparação da sociedade para esta realidade. Como se pode verificar, por exemplo, ao nível dos setores – social e da saúde. Para melhor compreendermos esta realidade é importante perceber as diversas etapas de desenvolvimento do ser humano, que se caracterizam por tarefas biopsicossociais.  Tarefas de desenvolvimento – são aquelas que a pessoa deve cumprir para garantir o seu desenvolvimento e consequente ajustamento psicológico e social. São tarefas com as quais as pessoas satisfazem as suas necessidades pessoais e garantem o desenvolvimento e manutenção de padrões sociais e culturais. Desta forma dão sustentação ao progresso social e cultural e em consequência ao bem-estar do indivíduo Segundo Netto, são “lições” que as pessoas devem aprender ao longo da sua existência para se desenvolverem de forma satisfatória e terem êxito na vida. As tarefas não são estanques em cada etapa, embora algumas sejam preferencialmente típicas de uma determinada fase. Em cada fase todas se relacionam entre si e o prejuízo numa das tarefas pode comprometer o desenvolvimento futuro dessa tarefa ou de outras. Assim, como o individuo, a família passa por estágios de desenvolvimento, conduzindo ao crescimento e à transição para um novo nível necessário e importante no ciclo vital:

×