SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Mentoring:
Transmissão do
Conhecimento
“O investimento que fazemos nos outros é das únicas
coisas que traz dividendos para sempre”
O que é?
O termo Mentoring ou Mentoria, em português, é
definido no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
como “relação entre o mentor e a pessoa guiada ou
aconselhada por ele”.
A palavra Mentor é originária do grego, referindo-se à
figura de Mentor, amigo e conselheiro de Ulisses na
Odisseia de Homero. Desde então, Mentor passou a ser
sinónimo de alguém que compartilha a sua sabedoria,
experiência e rede de contatos com alguém com menos
experiência.
3
O que é?
A mentoria é uma ferramenta de desenvolvimento
pessoal e profissional que consiste, de uma forma
resumida, numa relação de entreajuda entre uma
pessoa experiente e outra menos experiente, com o
objetivo de promover a evolução desta última.
O(a) Mentor(a) (pessoa mais experiente), ao longo da
relação de Mentoria, procurará motivar e inspirar a(o)
"Mentorada(o)" (pessoa menos experiente).
4
O que é?
Em síntese, Mentoring é um processo de
desenvolvimento profissional assente numa relação
pessoal de transferência de conhecimento, experiência,
aconselhamento e apoio entre mentor e mentorado,
com o objetivo de motivar e inspirar o mentorado,
aumentando o seu potencial.
A solidez da relação de mentoring assenta numa
conduta ética rigorosa subscrita pelos pares, na qual a
honestidade, o compromisso e a confidencialidade
assumem papel de destaque.
5
Benefícios
◎ Oportunidade para aumento das suas competências,
conhecimentos de gestão e da autoconfiança;
◎ Aumento potencial da visibilidade das suas ideias
promoção e oportunidades de networking;
◎ Acesso a conhecimento tácito em gestão;
◎ Desenvolvimento de profissionalismo e maior eficácia
profissional;
◎ Satisfação pessoal pela contribuição dada ao
empreendedor;
◎ Oportunidade para partilhar experiências e
conhecimento;
◎ Oportunidade para adicionar valor e contribuir para
propostas de negócio com valor económico;
6
Tipos de Mentoria
São hoje conhecidas formas de Mentoria Informal e
Formal.
Na Mentoria Informal, existe entre os intervenientes
uma relação espontânea não havendo consciência do
processo, verificando-se, no entanto, os benefícios da
partilha.
A Mentoria Formal, refere-se a um processo pré-
definido e estruturado, coordenado por uma instituição
e orientado para o acompanhamento de pessoas que
poderão beneficiar deste tipo de processo.
7
Tipos de Mentoria
Por "Mentoria Formal" entende-se uma interação
face-a-face entre Mentorada(o) e Mentor(a)
oficialmente regulada pela organização/entidade
promotora de um Programa de Mentoria, com
objetivos predefinidos, duração limitada e
obedecendo a um conjunto de regras rumo ao
alcance dos objetivos da(o)s intervenientes.
8
Mentoria no Empreendedorismo
O principal objetivo de um programa de Mentoria com
empreendedores é ajudar aos jovens empresários a
adquirir competências básicas de gestão, bem como
importantes contatos no meio, de forma a aumentar a taxa
de sobrevivência das iniciativas de empreendedorismo.
Assim, pretende em última análise, trabalhar no
desenvolvimento pessoal de forma a que a/o mentorado se
torne num empreendedor mais eficaz tomando decisões e
levando a cabo iniciativas que conduzam os seus projetos
ao sucesso, apoiando-se na experiência de quem já
conhece o caminho.
9
Mentoria no Empreendedorismo
O mentoring apresenta-se assim como um mecanismo que
aumenta a eficácia do processo empreendedor.
Embora as ideias de negócio sejam pertença dos
empreendedores e não dos mentores, e portanto possam
ser por isso mesmo expressão de necessidades e não de
oportunidades, através de mentoring o processo de
tentativa-erro (também conhecido por “pivoting”) pode
contribuir para aproximar iniciativas de necessidade a
iniciativas de oportunidade, contribuindo assim para um
desejado aumento da qualidade do empreendedorismo.
10
Mentoria no Empreendedorismo -
Competitividade
A Mentoria não é um jogo de rivais “um contra o outro”. É
antes um jogo “um com o outro” somando pontos em
direção às metas definidas e em mutação sempre que
necessário.
Em mentoria, cada parceiro joga com as suas experiências,
conhecimentos e anseios. Assim os envolvidos melhoram a
cooperação, a motivação e a inspiração.
11
Coaching VS Mentoring
Em coaching existe apoio e transmissão de conhecimentos
com áreas e objetivos específicos definidos.
Em mentoring vai-se mais além e pretende-se cultivar uma
relação de longo prazo com base numa troca mútua de
informações, experiências e perspectivas.
Além disso, em mentoring o mentor tem de ter
conhecimento e experiência no tipo de trabalho e funções
realizadas pelo seu mentorado. De certa forma o
mentoring inclui coaching, mas o inverso não é verdade.
12
Papeis a desempenhar pelo Mentor:
◎ Facilitador: identifica potenciais oportunidades e
arranja contatos e formas de acesso a pessoas;
◎ Desafiador: faz de advogado do diabo, testa
pressupostos, ensaia argumentações contrárias;
◎ Conselheiro: fornece aconselhamento objetivo para
um conjunto de assuntos;
◎ Perito: é fonte de conhecimento técnico e profissional
em várias áreas;
◎ Coacher: fornece assistência em áreas e com objetivos
específicos;
13
Papeis a desempenhar pelo Mentor:
◎ Modelo: promove e encoraja determinados
comportamentos;
◎ Confidente: sabe ouvir - receios, ansiedades;
◎ Feedback: fornece juízos construtivos;
◎ Motivador: sabe encorajar e motivar;
14
Responsabilidades: Mentor vs Mentorado
Disponibilidade
permanente para
fornecer recursos e
acesso a pessoas chave;
Estar preparado para
fornecer
aconselhamento,
deixando os
empreendedores decidir
por si.
Ensino e
desenvolvimento de
competências que
melhorem a capacidade
dos empreendedores;
Evidenciar as
necessidades e pedir ao
mentor recursos e
acesso a redes e
contatos chave;
Saber ouvir os
conselhos, avaliações e
juízos do mentor, mas
tomá-los como input
para decisões próprias;
Partilhar experiências,
sucessos, falhanços e
ilustrar a forma como os
desafios foram
alcançados;
15
Mentorado
Mentor
Problemas típicos do relacionamento entre
Mentor e Mentorado
◎ Conflitos de interesse;
◎ Definição inadequada de expetativas, funções e
responsabilidades;
◎ Dificuldades de relacionamento, normalmente
associadas a desigualdades no grau de compromisso,
falta de tempo por parte do mentor, questões de
género, etc.;
◎ Problemas de matching - perfis mentor e mentorado
pouco compatíveis;
◎ Reduzido cuidado por parte da coordenação do
programa de mentoring no acompanhamento da
relação;
16
Problemas típicos do relacionamento entre
Mentor e Mentorado
◎ Conflitos de interesse;
◎ Definição inadequada de expetativas, funções e
responsabilidades;
◎ Dificuldades de relacionamento, normalmente
associadas a desigualdades no grau de compromisso,
falta de tempo por parte do mentor, questões de
género, etc.;
◎ Problemas de matching - perfis mentor e mentorado
pouco compatíveis;
◎ Reduzido cuidado por parte da coordenação do
programa de mentoring no acompanhamento da
relação;
◎ Acentuadas diferenças de cultura, valores, entre mentor
e empreendedor.
17
Grupo:
◎ Raímme Mayra;
◎ Guilherme;
◎ Raquel Elaine;
◎ Paula Fernanda;
Curso: Administração
Período: 3º
Profº: Marcos
18
Case de Mentoring
◎ Bel Pesce – Menina do Vale do Silício
◎ Palestrante, escritora, investidora e
empreendedora brasileira.
◎ Pesce passou a divulgar seus conhecimentos
através de palestras sobre empreendedorismo e
também por meio de seus livros como A
Menina do Vale e A Menina do Vale 2.
19

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 0101. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01Debora Miceli
 
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptAula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptFAP
 
O Perfil do Profissional no Atual Mundo do Trabalho
O Perfil do Profissional no Atual Mundo do TrabalhoO Perfil do Profissional no Atual Mundo do Trabalho
O Perfil do Profissional no Atual Mundo do TrabalhoSilvia Fleming
 
Aula 01 assistente administrativo -
Aula 01   assistente administrativo -Aula 01   assistente administrativo -
Aula 01 assistente administrativo -Ramon Mello
 
O Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e Resultados
O Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e ResultadosO Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e Resultados
O Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e ResultadosIBC Coaching
 
Curso assistente de rh
Curso assistente de rhCurso assistente de rh
Curso assistente de rhCarlos Rocha
 
Curso sobre Plano de negócios
Curso sobre Plano de negóciosCurso sobre Plano de negócios
Curso sobre Plano de negóciosClick Conhecimento
 
Tcp marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousa
Tcp  marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousaTcp  marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousa
Tcp marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousaRoney Sousa
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoNJS Consultoria
 
Coaching em grupo com Mayra Souza
Coaching em grupo com Mayra SouzaCoaching em grupo com Mayra Souza
Coaching em grupo com Mayra SouzaMayra de Souza
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoCarlos Alves
 

Mais procurados (20)

Mentoria
Mentoria Mentoria
Mentoria
 
Plano de Negócios
Plano de NegóciosPlano de Negócios
Plano de Negócios
 
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 0101. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
 
Folder RH
Folder RHFolder RH
Folder RH
 
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptAula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
 
O Perfil do Profissional no Atual Mundo do Trabalho
O Perfil do Profissional no Atual Mundo do TrabalhoO Perfil do Profissional no Atual Mundo do Trabalho
O Perfil do Profissional no Atual Mundo do Trabalho
 
Aula 01 assistente administrativo -
Aula 01   assistente administrativo -Aula 01   assistente administrativo -
Aula 01 assistente administrativo -
 
Metas
MetasMetas
Metas
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Marketing Pessoal
 
Metodo do caminho critico guia definitivo passo a passo como achar e aplicar
Metodo do caminho critico   guia definitivo passo a passo como achar e aplicarMetodo do caminho critico   guia definitivo passo a passo como achar e aplicar
Metodo do caminho critico guia definitivo passo a passo como achar e aplicar
 
O Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e Resultados
O Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e ResultadosO Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e Resultados
O Poder do Coaching - Ferramentas, Focos e Resultados
 
Plano de negócios
Plano de negóciosPlano de negócios
Plano de negócios
 
Curso assistente de rh
Curso assistente de rhCurso assistente de rh
Curso assistente de rh
 
Curso sobre Plano de negócios
Curso sobre Plano de negóciosCurso sobre Plano de negócios
Curso sobre Plano de negócios
 
Tcp marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousa
Tcp  marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousaTcp  marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousa
Tcp marketing pessoal e comunicação interpessoal-aula 2- roneysousa
 
Feedback
FeedbackFeedback
Feedback
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
 
Coaching em grupo com Mayra Souza
Coaching em grupo com Mayra SouzaCoaching em grupo com Mayra Souza
Coaching em grupo com Mayra Souza
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE Básico
 
Curso de LinkedIn
Curso de LinkedInCurso de LinkedIn
Curso de LinkedIn
 

Semelhante a Mentoria: Transmissão de Conhecimento

A importância de um mentor para sua empresa.pdf
A importância de um mentor para sua empresa.pdfA importância de um mentor para sua empresa.pdf
A importância de um mentor para sua empresa.pdfPaulo Silva
 
Revista cra nº 337 julho
Revista cra nº 337   julho Revista cra nº 337   julho
Revista cra nº 337 julho Rinaldo Nunes
 
Recruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - onlineRecruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - onlinecaniceconsulting
 
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt   recruit module 5-mentoring as a tool - onlinePt   recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - onlinecaniceconsulting
 
Curso Mentor Talks - Curitiba
Curso Mentor Talks - CuritibaCurso Mentor Talks - Curitiba
Curso Mentor Talks - CuritibaGi Ribeiro
 
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de RecursosFestival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de RecursosABCR
 
Felipe Beiragrande | Educador Corporativo & Coach
Felipe Beiragrande | Educador Corporativo & CoachFelipe Beiragrande | Educador Corporativo & Coach
Felipe Beiragrande | Educador Corporativo & CoachFelipe Beiragrande
 
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacaoCoach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacaoTs Agency
 
Manual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidade
Manual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidadeManual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidade
Manual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidadeMarta Guimarães
 
Dicas autodesenvolvimento
Dicas autodesenvolvimentoDicas autodesenvolvimento
Dicas autodesenvolvimentoMonique Forte
 
Habilidades Interpessoais
Habilidades InterpessoaisHabilidades Interpessoais
Habilidades InterpessoaisRicardo Kleber
 
Introdução ao Coaching
Introdução ao CoachingIntrodução ao Coaching
Introdução ao CoachingLuci Bonini
 
Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4CETUR
 
Palestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching Sonia Regina
Palestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching  Sonia ReginaPalestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching  Sonia Regina
Palestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching Sonia ReginaBrazil
 
Fórum Trabalho em 3D - edição TI e Telecom
Fórum Trabalho em 3D - edição TI e TelecomFórum Trabalho em 3D - edição TI e Telecom
Fórum Trabalho em 3D - edição TI e TelecomLauren Aita
 

Semelhante a Mentoria: Transmissão de Conhecimento (20)

A importância de um mentor para sua empresa.pdf
A importância de um mentor para sua empresa.pdfA importância de um mentor para sua empresa.pdf
A importância de um mentor para sua empresa.pdf
 
Equipe 5
Equipe 5Equipe 5
Equipe 5
 
Revista cra nº 337 julho
Revista cra nº 337   julho Revista cra nº 337   julho
Revista cra nº 337 julho
 
Recruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - onlineRecruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - online
 
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt   recruit module 5-mentoring as a tool - onlinePt   recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - online
 
Curso Mentor Talks - Curitiba
Curso Mentor Talks - CuritibaCurso Mentor Talks - Curitiba
Curso Mentor Talks - Curitiba
 
Lider Coach
Lider CoachLider Coach
Lider Coach
 
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de RecursosFestival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
 
Felipe Beiragrande | Educador Corporativo & Coach
Felipe Beiragrande | Educador Corporativo & CoachFelipe Beiragrande | Educador Corporativo & Coach
Felipe Beiragrande | Educador Corporativo & Coach
 
Coachingmentoring
CoachingmentoringCoachingmentoring
Coachingmentoring
 
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacaoCoach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacao
 
Mentoria
MentoriaMentoria
Mentoria
 
Manual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidade
Manual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidadeManual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidade
Manual click _-_ativar_competencias_de_empregabilidade
 
Dicas autodesenvolvimento
Dicas autodesenvolvimentoDicas autodesenvolvimento
Dicas autodesenvolvimento
 
Habilidades Interpessoais
Habilidades InterpessoaisHabilidades Interpessoais
Habilidades Interpessoais
 
Introdução ao Coaching
Introdução ao CoachingIntrodução ao Coaching
Introdução ao Coaching
 
Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4
 
Competencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farahCompetencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farah
 
Palestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching Sonia Regina
Palestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching  Sonia ReginaPalestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching  Sonia Regina
Palestra Inovacoes na Arte de Liderar Pessoas PNL E Coaching Sonia Regina
 
Fórum Trabalho em 3D - edição TI e Telecom
Fórum Trabalho em 3D - edição TI e TelecomFórum Trabalho em 3D - edição TI e Telecom
Fórum Trabalho em 3D - edição TI e Telecom
 

Mais de MajinTitania

Amazon estudo de caso
Amazon  estudo de casoAmazon  estudo de caso
Amazon estudo de casoMajinTitania
 
Treinamento para empresa speed car
Treinamento para empresa speed carTreinamento para empresa speed car
Treinamento para empresa speed carMajinTitania
 
Future: Desenvolvendo você para o futuro!
Future: Desenvolvendo você para o futuro!Future: Desenvolvendo você para o futuro!
Future: Desenvolvendo você para o futuro!MajinTitania
 
Trabalho osm restaurante self service trem mineiro
Trabalho osm restaurante self service trem mineiroTrabalho osm restaurante self service trem mineiro
Trabalho osm restaurante self service trem mineiroMajinTitania
 
Trabalho estatistica
Trabalho estatisticaTrabalho estatistica
Trabalho estatisticaMajinTitania
 
Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.
Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.
Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.MajinTitania
 
Trabalho estatistica
Trabalho estatisticaTrabalho estatistica
Trabalho estatisticaMajinTitania
 
Profissões Invisíveis: Coveiro
Profissões Invisíveis: CoveiroProfissões Invisíveis: Coveiro
Profissões Invisíveis: CoveiroMajinTitania
 

Mais de MajinTitania (11)

Amazon estudo de caso
Amazon  estudo de casoAmazon  estudo de caso
Amazon estudo de caso
 
Treinamento para empresa speed car
Treinamento para empresa speed carTreinamento para empresa speed car
Treinamento para empresa speed car
 
Future: Desenvolvendo você para o futuro!
Future: Desenvolvendo você para o futuro!Future: Desenvolvendo você para o futuro!
Future: Desenvolvendo você para o futuro!
 
Trabalho osm restaurante self service trem mineiro
Trabalho osm restaurante self service trem mineiroTrabalho osm restaurante self service trem mineiro
Trabalho osm restaurante self service trem mineiro
 
McDonald's
McDonald'sMcDonald's
McDonald's
 
Trabalho estatistica
Trabalho estatisticaTrabalho estatistica
Trabalho estatistica
 
Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.
Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.
Gestor Organizacional e as demandas da Empresa Contemporânea.
 
Trabalho estatistica
Trabalho estatisticaTrabalho estatistica
Trabalho estatistica
 
Glacie apresent
Glacie apresentGlacie apresent
Glacie apresent
 
Profissões Invisíveis: Coveiro
Profissões Invisíveis: CoveiroProfissões Invisíveis: Coveiro
Profissões Invisíveis: Coveiro
 
Shark tank
Shark tank Shark tank
Shark tank
 

Último

PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 

Último (20)

PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 

Mentoria: Transmissão de Conhecimento

  • 1. Mentoring: Transmissão do Conhecimento “O investimento que fazemos nos outros é das únicas coisas que traz dividendos para sempre”
  • 2.
  • 3. O que é? O termo Mentoring ou Mentoria, em português, é definido no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa como “relação entre o mentor e a pessoa guiada ou aconselhada por ele”. A palavra Mentor é originária do grego, referindo-se à figura de Mentor, amigo e conselheiro de Ulisses na Odisseia de Homero. Desde então, Mentor passou a ser sinónimo de alguém que compartilha a sua sabedoria, experiência e rede de contatos com alguém com menos experiência. 3
  • 4. O que é? A mentoria é uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional que consiste, de uma forma resumida, numa relação de entreajuda entre uma pessoa experiente e outra menos experiente, com o objetivo de promover a evolução desta última. O(a) Mentor(a) (pessoa mais experiente), ao longo da relação de Mentoria, procurará motivar e inspirar a(o) "Mentorada(o)" (pessoa menos experiente). 4
  • 5. O que é? Em síntese, Mentoring é um processo de desenvolvimento profissional assente numa relação pessoal de transferência de conhecimento, experiência, aconselhamento e apoio entre mentor e mentorado, com o objetivo de motivar e inspirar o mentorado, aumentando o seu potencial. A solidez da relação de mentoring assenta numa conduta ética rigorosa subscrita pelos pares, na qual a honestidade, o compromisso e a confidencialidade assumem papel de destaque. 5
  • 6. Benefícios ◎ Oportunidade para aumento das suas competências, conhecimentos de gestão e da autoconfiança; ◎ Aumento potencial da visibilidade das suas ideias promoção e oportunidades de networking; ◎ Acesso a conhecimento tácito em gestão; ◎ Desenvolvimento de profissionalismo e maior eficácia profissional; ◎ Satisfação pessoal pela contribuição dada ao empreendedor; ◎ Oportunidade para partilhar experiências e conhecimento; ◎ Oportunidade para adicionar valor e contribuir para propostas de negócio com valor económico; 6
  • 7. Tipos de Mentoria São hoje conhecidas formas de Mentoria Informal e Formal. Na Mentoria Informal, existe entre os intervenientes uma relação espontânea não havendo consciência do processo, verificando-se, no entanto, os benefícios da partilha. A Mentoria Formal, refere-se a um processo pré- definido e estruturado, coordenado por uma instituição e orientado para o acompanhamento de pessoas que poderão beneficiar deste tipo de processo. 7
  • 8. Tipos de Mentoria Por "Mentoria Formal" entende-se uma interação face-a-face entre Mentorada(o) e Mentor(a) oficialmente regulada pela organização/entidade promotora de um Programa de Mentoria, com objetivos predefinidos, duração limitada e obedecendo a um conjunto de regras rumo ao alcance dos objetivos da(o)s intervenientes. 8
  • 9. Mentoria no Empreendedorismo O principal objetivo de um programa de Mentoria com empreendedores é ajudar aos jovens empresários a adquirir competências básicas de gestão, bem como importantes contatos no meio, de forma a aumentar a taxa de sobrevivência das iniciativas de empreendedorismo. Assim, pretende em última análise, trabalhar no desenvolvimento pessoal de forma a que a/o mentorado se torne num empreendedor mais eficaz tomando decisões e levando a cabo iniciativas que conduzam os seus projetos ao sucesso, apoiando-se na experiência de quem já conhece o caminho. 9
  • 10. Mentoria no Empreendedorismo O mentoring apresenta-se assim como um mecanismo que aumenta a eficácia do processo empreendedor. Embora as ideias de negócio sejam pertença dos empreendedores e não dos mentores, e portanto possam ser por isso mesmo expressão de necessidades e não de oportunidades, através de mentoring o processo de tentativa-erro (também conhecido por “pivoting”) pode contribuir para aproximar iniciativas de necessidade a iniciativas de oportunidade, contribuindo assim para um desejado aumento da qualidade do empreendedorismo. 10
  • 11. Mentoria no Empreendedorismo - Competitividade A Mentoria não é um jogo de rivais “um contra o outro”. É antes um jogo “um com o outro” somando pontos em direção às metas definidas e em mutação sempre que necessário. Em mentoria, cada parceiro joga com as suas experiências, conhecimentos e anseios. Assim os envolvidos melhoram a cooperação, a motivação e a inspiração. 11
  • 12. Coaching VS Mentoring Em coaching existe apoio e transmissão de conhecimentos com áreas e objetivos específicos definidos. Em mentoring vai-se mais além e pretende-se cultivar uma relação de longo prazo com base numa troca mútua de informações, experiências e perspectivas. Além disso, em mentoring o mentor tem de ter conhecimento e experiência no tipo de trabalho e funções realizadas pelo seu mentorado. De certa forma o mentoring inclui coaching, mas o inverso não é verdade. 12
  • 13. Papeis a desempenhar pelo Mentor: ◎ Facilitador: identifica potenciais oportunidades e arranja contatos e formas de acesso a pessoas; ◎ Desafiador: faz de advogado do diabo, testa pressupostos, ensaia argumentações contrárias; ◎ Conselheiro: fornece aconselhamento objetivo para um conjunto de assuntos; ◎ Perito: é fonte de conhecimento técnico e profissional em várias áreas; ◎ Coacher: fornece assistência em áreas e com objetivos específicos; 13
  • 14. Papeis a desempenhar pelo Mentor: ◎ Modelo: promove e encoraja determinados comportamentos; ◎ Confidente: sabe ouvir - receios, ansiedades; ◎ Feedback: fornece juízos construtivos; ◎ Motivador: sabe encorajar e motivar; 14
  • 15. Responsabilidades: Mentor vs Mentorado Disponibilidade permanente para fornecer recursos e acesso a pessoas chave; Estar preparado para fornecer aconselhamento, deixando os empreendedores decidir por si. Ensino e desenvolvimento de competências que melhorem a capacidade dos empreendedores; Evidenciar as necessidades e pedir ao mentor recursos e acesso a redes e contatos chave; Saber ouvir os conselhos, avaliações e juízos do mentor, mas tomá-los como input para decisões próprias; Partilhar experiências, sucessos, falhanços e ilustrar a forma como os desafios foram alcançados; 15 Mentorado Mentor
  • 16. Problemas típicos do relacionamento entre Mentor e Mentorado ◎ Conflitos de interesse; ◎ Definição inadequada de expetativas, funções e responsabilidades; ◎ Dificuldades de relacionamento, normalmente associadas a desigualdades no grau de compromisso, falta de tempo por parte do mentor, questões de género, etc.; ◎ Problemas de matching - perfis mentor e mentorado pouco compatíveis; ◎ Reduzido cuidado por parte da coordenação do programa de mentoring no acompanhamento da relação; 16
  • 17. Problemas típicos do relacionamento entre Mentor e Mentorado ◎ Conflitos de interesse; ◎ Definição inadequada de expetativas, funções e responsabilidades; ◎ Dificuldades de relacionamento, normalmente associadas a desigualdades no grau de compromisso, falta de tempo por parte do mentor, questões de género, etc.; ◎ Problemas de matching - perfis mentor e mentorado pouco compatíveis; ◎ Reduzido cuidado por parte da coordenação do programa de mentoring no acompanhamento da relação; ◎ Acentuadas diferenças de cultura, valores, entre mentor e empreendedor. 17
  • 18. Grupo: ◎ Raímme Mayra; ◎ Guilherme; ◎ Raquel Elaine; ◎ Paula Fernanda; Curso: Administração Período: 3º Profº: Marcos 18
  • 19. Case de Mentoring ◎ Bel Pesce – Menina do Vale do Silício ◎ Palestrante, escritora, investidora e empreendedora brasileira. ◎ Pesce passou a divulgar seus conhecimentos através de palestras sobre empreendedorismo e também por meio de seus livros como A Menina do Vale e A Menina do Vale 2. 19