Sistema de paredes de concreto

883 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
883
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema de paredes de concreto

  1. 1. Alvenaria em Parede de Concreto armado 28/05/2015 Alunos: Allysson Murilo Maiza Coelho Maria Simone Prof. Armando Nascimento
  2. 2. Conceito 2 O sistema Parede de Concreto é uma opção tecnológica que vem conquistando o mercado brasileiro por oferecer todas as vantagens de uma metodologia construtiva voltada à produção de edificações em larga escala, como exige o mercado da construção civil brasileira. É recomendável para empreendimentos que têm alta repetitividade, como condomínios e edifícios residenciais. Obras que, nas grandes cidades, exigem prazos de entrega exíguos, economia e otimização da mão de obra.
  3. 3. Vantagens 3  Rapidez de execução,  Diminuição de custos,  Velocidade de execução,  Garantia do cumprimento de prazos,  Industrialização do processo,  Maior controle da qualidade,  Qualificação da mão de obra,  Redução de acidentes de trabalho, aumento de qualidade e produtividade, com alto índice de valor agregado.
  4. 4. A utilização do sistema viabiliza-se a partir de: 4  Grande escala  Velocidade compatível  Padronização  Planejamento sistêmico Outras vantagens se apresentam na condução da obra e no resultado final do empreendimento. São elas:  Qualidade  Desempenho normalizado  Acabamento  Espaço das unidades
  5. 5. Benefícios 5 Evita desperdícios Menor consumo e maior controle Por oferecer controle total das etapas, sem desperdícios, o sistema de paredes de concreto é mais limpo que o convencional. Grande versatilidade As paredes de concreto atendem projetos de qualquer tamanho, com formas irregulares, regulares e construções junto as divisas. · Edifícios residenciais; · Indústrias e galpões; · Painéis com tratamentos decorativos; · Obras de arte · Superfícies que necessitam de relevos, logotipos, efeitos tridimensionais e texturas.
  6. 6. Fôrmas 6  Metálicas, metálicas + madeira, plásticas  A utilização de fôrmas adequadas potencializa os ganhos do sistema Parede de Concreto. Além das características de manuseio, durabilidade e economia.  Tipos de fôrmas;  Fôrmas metálicas;  Fôrmas metálicas + compensado;  Fôrmas plásticas;
  7. 7. Dicas 7
  8. 8. Armação 8 Telas soldadas e nada mais A armação adotada no sistema Parede de Concreto é a tela soldada posicionada no eixo vertical da parede. Bordas, vãos de portas e janelas recebem reforços de telas ou barras de armadura convencional. Em edifícios mais altos, as paredes recebem duas camadas de telas soldadas, posicionadas na vertical, e reforços verticais nas extremidades das paredes.
  9. 9. Recursos Humanos 9 Operários multifuncionais em uma linha de montagem A produtividade da mão-de-obra é potencializada pelo treinamento direcionado ao sistema. Os operários são multifuncionais e atuam como montadores especializados, executando todas as tarefas necessárias: armação, instalações elétricas e hidráulicas, montagem das fôrmas, concretagem e desforma.
  10. 10. Indicações de uso 10 Fechamentos externos e internos para qualquer edificação como:  Casas térreas, casas assobradadas,  Edifícios com pavimento térreo + 5 pavimentos- tipo,  Edifícios com pavimentos térreo + 8 pavimentos- tipo - limite para ter apenas esforços de compressão,  Edifícios de até 30 pavimentos  Edifícios com mais de 30 pavimentos - considerados casos especiais e específicos
  11. 11. Ferramentas e Epi’s 11 Tesourão (para cortar treliças), pé-de-cabra, marreta grande, marreta pequena, sacador de painel (desenvolvido pelo fabricante das fôrmas), alavanca, nível, capacete, botas de segurança com bico de aço, óculos de proteção, protetores auriculares, luvas e cinto de segurança tipo paraquedista.
  12. 12. Passo a passo para execução 12 Passo 1 Antes de executar as paredes de concreto, é preciso fazer o radier, fundação rasa de concreto estruturada com telas metálicas e atravessada por parte das tubulações da residência. Quando a casa estiver pronta, o radier poderá receber um revestimento cerâmico sem necessidade de contrapiso. Para sobrados como os deste empreendimento, o radier tem 10 cm de espessura. A execução das paredes se inicia dois dias após a concretagem do radier.
  13. 13. O radier tem uma abertura no local onde serão feitas as ligações da residência com a rede de esgoto. Com isso, a equipe pode seguir com a execução das paredes da casa sem ter que esperar o trabalho do encanador. Depois que as paredes e as conexões estiverem prontas, é feita a concretagem manual apenas desta região. 13
  14. 14. 14 Os painéis metálicos que irão compor as fôrmas das paredes são preparados para a montagem. Nesta etapa é aplicado o desmoldante, um líquido oleoso que impedirá que o concreto grude nos painéis. Passo 2
  15. 15. 15 Montam-se os painéis internos das paredes. As treliças, que foram previamente montadas, são encostadas e fixadas nas fôrmas. Nestas casas, foram utilizadas treliças H8 galvanizadas.
  16. 16. Passo 3 16 Os espaçadores mantêm as treliças centralizadas dentro das fôrmas e garantem uma cobertura de 2,5 cm a 3 cm de concreto sobre as ferragens. Uma dupla de espaçadores menores é utilizada nas hastes verticais para que o concreto possa fluir normalmente. Espaçadores maiores poderiam bloquear sua passagem no interior da fôrma fechada.
  17. 17. Passo 4 17 Após o encaixe das treliças, são posicionados nas fôrmas os eletrodutos e as tubulações de hidráulica.
  18. 18. Passo 5 18 As fôrmas possuem encaixes onde são fixadas as caixas de comando e de distribuição. Elas são parafusadas nos painéis para que não se movimentem durante a concretagem, mantendo seu alinhamento quando as paredes estiverem finalizadas.
  19. 19. Passo 6 19 Também são colocados espaçadores nos eletrodutos, para garantir que eles tenham uma cobertura de concreto adequada e evitar que se formem fissuras na parede.
  20. 20. Passo 7 20 As fôrmas possuem gabaritos para as aberturas de portas e janelas. Eles são dimensionados de acordo com o projeto e deixam uma folga de 1 cm para a instalação das esquadrias.
  21. 21. Passo 8 21 Os painéis têm furos onde são encaixados pinos com buchas que determinarão a espessura das paredes (neste caso, de 10 cm). O posicionamento correto destes pinos é fundamental para o alinhamento das fôrmas quando elas forem fechadas. Depois da desenforma, os furos nas paredes são preenchidos com uma argamassa.
  22. 22. Passo 9 22 Após o posicionamento dos pinos, as fôrmas são fechadas com os painéis externos.
  23. 23. Passo 10 23 Depois que os painéis são posicionados, réguas alinhadoras são encaixadas nos pinos.
  24. 24. Recebimento do concreto 24 Ao chegar ao canteiro de obra, o concreto passa por vários testes e procedimentos antes da concretagem, o mesmo deve estar seco. Para saber se o produto estar na consistência certa é feito o teste de slump. O concreto chega a obra com 4 a 6 cm , é adicionado o incorporador de ar, na proporção de 3 l/m3 de concreto. Depois disso, o concreto é misturado por cerca de dez minutos. O concreto recebe também um aditivo fluidificante que aumenta o seu abatimento (slump), fazendo com que ele deslize pelas fôrmas sem necessidade de vibração. O slump ideal para essa obra deve ser de 24 a 25 cm.
  25. 25. Passo 11 25 Nos cantos internos são instalados esquadros, que garantem que as fôrmas fiquem perpendiculares entre si.
  26. 26. 26 A base das fôrmas fechadas é vedada com argamassa para evitar o vazamento da nata do concreto.
  27. 27. 27 Uma vez que tenha adquirido as propriedades necessárias, o concreto é bombeado para dentro das fôrmas. Em uma casa de 50 m² ou 60 m², as paredes são preenchidas em cerca de 40 minutos.
  28. 28. 28 Depois de 12 horas o concreto adquire resistência de 1 MPa, sendo possível começar a desenforma. Primeiro são retiradas as cunhas de travamento, depois as réguas alinhadoras, os pinos e, finalmente, os painéis. Deve-se obedecer à sequência da numeração existente nos painéis, que é a mesma com que eles serão montados na casa seguinte. Obs: Não se esqueça de desparafusar os elementos de eletricidade e hidráulica que foram fixados nos painéis. Para a desenforma utiliza-se um sacador de painel desenvolvido pela mesma fabricante das fôrmas.
  29. 29. Passo 12 29 Logo após a concretagem, os painéis são limpos com espátula e palha de aço para se retirar os resíduos de concreto aderidos nas peças.
  30. 30. Concretagem das lajes 30 As lajes podem ser feitas junto com as paredes ou após a retirada das fôrmas. Nesta obra, as lajes do térreo são feitas depois da execução das paredes. Já as lajes do pavimento superior são concretadas junto com as paredes, de uma só vez. O jogo de fôrmas das lajes possui painéis menores, de 20 cm de largura, apoiados por escoras. Recomenda-se que o escoramento seja feito a cada 1,5 m de distância ou, em vãos pequenos, no centro do ambiente. Na concretagem das lajes é utilizado concreto com brita no 0 e areia média, sem incorporação de ar ou aditivo fluidificante. No dia seguinte após a concretagem, são retiradas as fôrmas, exceto os painéis apoiados pelas escoras - eles só serão retirados depois de quatro dias da concretagem. Caso haja um pavimento superior, ele só pode ser feito dez dias depois da concretagem.
  31. 31. Concretagem da laje (Imagens) 31
  32. 32. Passo 13 32 As paredes passam pelo controle de qualidade, que irá identificar eventuais defeitos de execução. Se forem encontradas falhas, elas são reparadas com graute.
  33. 33. Passo 14 33 As paredes prontas são preparadas para o acabamento. Neste momento, são corrigidas pequenas falhas que podem surgir nas regiões das ligações entre os painéis. Como as casas serão entregues com massa corrida, as paredes recebem uma camada de selador. As paredes de concreto também podem receber outros tipos de acabamento, como textura rolada, grafiato e revestimento cerâmico.
  34. 34. Projeto Minha Casa Minha Vida 34

×