3
MANUAL PARA ORIENTAÇÃO DE MEDIADORES
DOS SERVIÇOS EM BIBLIOTECAS PÚBLICAS
SECRETARIA DE CULTURA
FUNDAÇÃO PEDRO CALMON – ...
SECRETARIA DE CULTURA
FUNDAÇÃO PEDRO CALMON – CENTRO DE MEMÓRIA E ARQUIVO PÚBLICO DA BAHIA
DIRETORIA DE BIBLIOTECAS PÚBLIC...
5
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO 7
1 O QUE É BIBLIOTECA 9
1.1 UMA BREVE HISTÓRIA DA BIBLIOTECA 9
1.2 TIPOS DE BIBLIOTECA 10
2 OS PRO...
6
7
APRESENTAÇÃO
A Fundação Pedro Calmon - FPC, responsável no estado da Bahia por abrigar o Sistema
de Bibliotecas Públicas...
9
A palavra biblioteca tem origem latina “bibliotheca” termo que, por sua vez, origina-se do grego
“bibliontheke” - “bibli...
10
A mais famosa biblioteca da antiguidade foi a Biblioteca Real de Alexandria conhecida
como um centro da cultura mundial...
11
h) Biblioteca Comunitária: reúne um acervo que possibilita, principalmente às crianças e aos
jovens, o acesso ao livro ...
13
Bibliotecário: de acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), o
bibliotecário é um Profissional da Inform...
14
Estão agrupadas em oito categorias:
1.	 Serviço auxiliares de aquisição;
2.	 Serviços técnicos auxiliares;
3.	 Preparaç...
15
ADMINISTRAÇÃO DA BIBLIOTECA
CAPÍTULO
03
3.1 SERVIÇOS
Os serviços realizados em uma biblioteca pública se constituem num...
16
- Serviço de Extensão
O objetivo principal desse tipo de serviço é levar o acervo e as ações culturais da biblioteca
pa...
17
da frequência diária dos usuários, do material consultado, faixa etária, nível de escolaridade,
procedência, gênero. Es...
18
Figura 4
Biblioteca
de São Paulo
Fonte:
Biblioteca
de São Paulo, 2013.
Figura 5
Biblioteca Parque de
Manguinhos - RJ
Fo...
19
ORGANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DA BIBLIOTECA
CAPÍTULO
04
No que diz respeito à localização, a biblioteca deve estar situada em...
20
Figura 6
Sequência de
organização dos
livros nas estantes
Fonte:
Manual
Na organização das estantes, sempre que possíve...
21
A formação do acervo de uma biblioteca pública deve ser planejada a partir das demandas
da comunidade que está inserida...
22
A seleção consiste na escolha dos materiais que irão compor o acervo da biblioteca. É um
procedimento que pode ser real...
23
6.1 CATALOGAÇÃO
Catalogar é descrever as principais características de uma obra. A catalogação contribui para
a organiz...
24
Algumas regras básicas são utilizadas para a identificação desses elementos, conforme quadro 2.
Ver QUADROS 2 e 3
6.2 C...
25
869.9
A481c
869.9
A481d
869.9
A481m
Figura 9
Letra principal do
titulo da obra como
elemento distintivo
Aqui o link par...
26
ÁREAS ELEMENTOS
SÍMBOLOS E
ABREVIATURAS
UTILIZADAS
Título e indicação de
responsabilidade
Título principal
Título paral...
27
AUTORIA
PESSOAL
RESPONSABILIDADE
DE1AUTOR
RESPONSABILIDADE
DE2AUTORES
RESPONSABILIDADE
DE3AUTORES
Pontodeacesso:autorda...
28
FORMA DE ENTRADA DOS NOMES
Nome
de
pessoa
física
Sobrenomes
que exprimem
grau de
parentesco
Sobrenomes
formados com
pal...
29
A Lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998, dispõe sobre as sanções penais e administrativas
derivadas de condutas lesiv...
30
•	 não comer ou beber próximo aos livros, pois atraem insetos e roedores;
•	 as fitas adesivas não devem ser usadas poi...
31
AÇÃO CULTURAL E REDES SOCIAIS
CAPÍTULO
08
A biblioteca deve manter uma agenda
variada de atividades voltadas para a con...
32
DATAS COMEMORATIVAS EVENTO AÇÃO CULTURAL
Fevereiro/Março Carnaval
Exposição audiovisual de fantasias,
blocos de carnava...
33
SERVIÇOS
BIBLIOTECA
TRADICIONAL
BIBLIOTECA
UTILIZANDO
O FACEBOOK
APLICAÇÃO
DAS
FERRAMENTAS DO
FACEBOOK PELAS
BIBLIOTECA...
34
35
BIBLIOTECA E MEMÓRIA LOCAL
CAPÍTULO
09
A biblioteca pública contribui para a preservação da memória local. A documentaç...
36
37
SOFTWARE DE GESTÃO DO ACERVO – BIBLIVRE
CAPÍTULO
10
Com o surgimento das tecnologias digitais, em especial a internet, ...
38
4. Confira os componentes que serão instalados (Java, Postgres, Tomcat, Apache, Biblivre
Backup Restore, Biblivre 3). E...
39
QUADRO 7 - Descrição e função dos módulos e tipos de usuários no BIBLIVRE
TIPOS DE USUÁRIOS DO SISTEMA
MÓDULOS USUÁRIO
...
40
NUMERAÇÃO MARC DESCRIÇÃO DO CAMPO
Ponto de Acesso
100 Autor
245 Título; subtítulo e indicação de responsabilidade
Descr...
41
ALVAREZ Arquitetos Associados. Croquis: Biblioteca Central – BA. Disponível em:
<http://www.alvarezarquitetos.com.br/si...
42
LESSA, Bruna. O Facebook como espaço de mediação, interação e comunicação: um estudo
de caso na Biblioteca Pública do E...
43
ANEXO 1 - Planilha para catalogação manual
Nº de chamada: Autor:
Título: subtítulo
Local: Editora:
Ano: Página: Volume:...
44
ANEXO 2 - Modelo de regulamento da biblioteca
PREFEITURA MUNICIPAL DE ____________________________
BIBLIOTECA PUBLICA M...
45
b)	 Obras de edições esgotadas;
c)	 Material da Seção de Memória do Município;
d)	 Obras muito solicitadas das quais a ...
46
4 DISPOSIÇÕES GERAIS
Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos pelo responsável pela biblioteca,
mediante con...
47
ANEXO 3 - Sistematização do acervo - Tabela CDD
000 PUBLICAÇÕES DE CARÁTER GERAL SOBRE AS CIÊNCIAS E O CONHECIMENTO
001...
48
342	 Direito público. Direito constitucional. (de voto) e administrativo
343	 Direito Militar. Direito Tributário. Dire...
49
400 FILOLOGIA. LINGUÍSTICA. LÍNGUAS.
410	Lingüística
420	 Língua inglesa
430	 Língua alemã
440	 Língua francesa
450	 Lí...
50
547	 Química orgânica
548	 Cristalografia
549	Mineralogia
550 Geociências. Geologia em geral.
551 Geomorfologia. Oceano...
51
626	 Engenharia hidráulica.
627	 Canais. Portos. Vias navegáveis. Barragens.
628	 Engenharia sanitária. Reciclagem de l...
52
669	 Metalurgia e siderurgia.
670 Manufaturas em geral. Ofícios.
671 Indústria de metais preciosos. Joalharia, Ourivesa...
53
792	 Teatro e balé. Teatro brasileiro.
793	 Jogos e passatempos
794	 Jogos de raciocínio e perícia
795	 Jogos de azar. ...
54
924	Filólogos
925	 Cientistas: físicos, químicos, astrônomos, geólogo, etc
926	 Engenheiros, médicos, agricultores, téc...
55
ANEXO 4 - Índice de assuntos - Classificação
A
Abacate, cultura, 634
Abacaxi, cultura, 634
Abastecimento de água (usar
...
56
Amazonas
geografia, 918.1
história, 981
Amazonas, rio, 918.1
Amebíase, 610
Amendoim, cultura, 633
América Central
geogr...
57
medieval, 709
moderna, 700
popular, 398
sacra, 704 (+ o local
depois de traço)
Artes e ofícios, 670
gráficas, 730
plást...
58
Beatismo, 240
Bebê, cuidados com, 649
Bebida
alcoólica, 663
fabricação, 663
Belas-Artes, 700
Beleza
pessoal, 646
produt...
59
Câmara de deputados
federal, 342
fotográfica, 770
municipal, 352
Camarão, pesca, 639
Camarões (país)
geografia, 916
his...
60
Ciência, 500
aplicada, 600
atuarial, 310
biológica, 570
da saúde, 610
doméstica, 640
história, 509
militar, 355
oculta,...
61
policial, popular (usar apenas
conto)
brasileiro, 869.9
estrangeiro, 800
Contrato
de trabalho, 349
direito, 347
Contrav...
62
igreja católica, 240
não cristão, 290
Cultura, 000 (veja também
sobre o nome de cultivos.
Ex.aimpim, cebola, etc)
histó...
63
militar, 343
penal, 345
privado, 346
público, 342
de segurança pública, 344
de saúde pública, 344
social, 344
trabalhis...
64
livro tratar de vários tipo
de energia)
atômica, 539
elétrica, 621
física, 530
nuclear, 621
solar, 523
Enfermagem, 610
...
65
Estrada de ferro
construção, 625
transporte, 385
Estrada de rodagem
construção, 625
transporte, 388
Estratégia militar,...
66
Fisiologia
animal, 591
humana, 612
vegetal, 581
Fisioterapia, 615
Fitogeografia, 581
Flor, 580
cultura, 635
Flora, 580
...
67
geografia, 914
história, 940
Grafologia, 652
Gramática
inglesa, 420
espanhola, 460
portuguesa, 469 etc.
Granja, 631
Gra...
68
Homem
anatomia (use anatomia
humana) 611
evolução (use evolução
humana) 572
fóssil, 571
origem, 572
pré-histórico, 571
...
69
Internet, 001
Inundação, 551
Inválido, cuidados com, 649
Invasões francesas, 981
Invasões holandesas, 981
Invenção, 608...
70
Lavagem de roupa, 648
Lavoura, 633
Lazer, 790
Lealdade
ética, 170
política, 320
Legislação, 340
Leguminosa, 633
Lei, 34...
71
Mágica, 793
Magistério, 370
Magnetismo, 538
Maias - História, 970
Malária, 616
Malásia
geografia, 915
história, 950
Mal...
72
Trabalho - mercado de), 330
Mercantilismo, 330
Mercosul, 330
Mesa, 645
decoração, 642
fabricação, 674
Messianismo, 230
...
73
popular brasileira, 780
sacra, 780
Musicologia, 780
N
Nação, 320
Nacionalismo político, 320
Namíbia
geografia, 916
hist...
74
Orixás
folclore, 398
religião, 290
Ornamento, 745
Ornitologia, 598
Orquestra, 780
Ortografia, 420 – 490
(acrescentar o ...
75
esporte, 799
indústria, 639
Pesos e medidas, 380
Pesquisa
científica, 000
de mercado, 658
social, 300
Pêssego, cultura,...
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Manual final
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual final

1.521 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.521
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual final

  1. 1. 3 MANUAL PARA ORIENTAÇÃO DE MEDIADORES DOS SERVIÇOS EM BIBLIOTECAS PÚBLICAS SECRETARIA DE CULTURA FUNDAÇÃO PEDRO CALMON – CENTRO DE MEMÓRIA E ARQUIVO PÚBLICO DA BAHIA DIRETORIA DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS Salvador - BA 2013
  2. 2. SECRETARIA DE CULTURA FUNDAÇÃO PEDRO CALMON – CENTRO DE MEMÓRIA E ARQUIVO PÚBLICO DA BAHIA DIRETORIA DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS GERÊNCIA DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS DO ESTADO DA BAHIA JAQUES WAGNER Governo do Estado da Bahia ANTÔNIO ALBINO CANELAS RUBIM Secretaria de Cultura MARIA DE FÁTIMA FRÓES E ALMEIDA SOUTO MAIOR Fundação Pedro Calmon MARIA CRISTINA SANTOS Diretoria de Bibliotecas Públicas MARCOS VIANA Gerência do Sistema de Bibliotecas Públicas do Estado da Bahia Elaboração Bruna Lessa Hildenise Ferreira Novo Ivana Lins Maria Aline Pinheiro Bahia. Secretaria de Cultura. Pedro Calmon. B135m Manual para orientação de mediadores dos serviços em bibliotecas públicas/Secretaria de Cultura. Fundação Pedro Calmon. Salvador: DIBIP/GESB, 2013. 86 p. : il. ISBN: 978-85-61458-66-9 1. Bibliotecas Públicas. 2. Biblioteconomia. 3. Bahia. 4. Manual. I. Título. CDD – 027. 4 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP).
  3. 3. 5 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 7 1 O QUE É BIBLIOTECA 9 1.1 UMA BREVE HISTÓRIA DA BIBLIOTECA 9 1.2 TIPOS DE BIBLIOTECA 10 2 OS PROFISSIONAIS DA BIBLIOTECA 13 3 ADMINISTRAÇÃO DA BIBLIOTECA 15 3.1 SERVIÇOS 15 4 ORGANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DA BIBLIOTECA 19 5 FORMAÇÃO DO ACERVO 21 6 PROCESSAMENTO TÉCNICO DO ACERVO 23 6.1 CATALOGAÇÃO 23 6.2 CLASSIFICAÇÃO 24 7 PRESERVAÇÃO E CONSERVAÇÃO DO ACERVO 29 8 AÇÃO CULTURAL E REDES SOCIAIS 31 9 BIBLIOTECA E MEMÓRIA LOCAL 35 10 SOFTWARE DE GESTÃO DO ACERVO - BIBLIVRE 37 REFERÊNCIAS 41 ANEXOS 43
  4. 4. 6
  5. 5. 7 APRESENTAÇÃO A Fundação Pedro Calmon - FPC, responsável no estado da Bahia por abrigar o Sistema de Bibliotecas Públicas, através de sua Diretoria de Bibliotecas Públicas - DIBIP, possui, dentre inúmeras outras, uma importante missão de prestar assistência técnica a todos os municípios baianos no que tange às suas bibliotecas públicas municipais. Diante de tamanha amplitude geográfica do estado, que inclui 417 municípios, o desafio para atendimento aos anseios de quem atua nestes equipamentos culturais, muitas vezes o único de uma municipalidade, bem como a promoção de meios para um acesso pleno do cidadão ao mundo da informação, faz com que o dinamismo seja uma marca de sua atuação no enfrentamento de problemas e dificuldades para levar o conhecimento aos quatro cantos do estado, como forma de aperfeiçoar o atendimento nas bibliotecas, permitindo funcionários mais atualizados com conteúdos necessários às melhorias dos serviços prestados. Nesta perspectiva, surge o Manual para Orientação de Mediadores dos Serviços em Bibliotecas Públicas, fruto de um trabalho de capacitação permanente prestada pela Gerência do Sistema de Bibliotecas Públicas – GESB, unidade integrante da DIBIP. A Fundação Pedro Calmon, atenta às necessidades informacionais dos ambientes bibliotecários presentes nos municípios baianos, está disponibilizando conteúdos didáticos que sirvam de guia para todas as pessoas que atuam nestes espaços, trazendo melhorias no atendimento prestado aos usuários que freqüentam os mesmos, corroborando com as metas do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas do Ministério da Cultura de ampliar os índices de leitura no estado da Bahia. Maria de Fátima Fróes e Almeida Souto Maior Diretora Geral da Fundação Pedro Calmon
  6. 6. 9 A palavra biblioteca tem origem latina “bibliotheca” termo que, por sua vez, origina-se do grego “bibliontheke” - “biblion,” que significa livro, e “theke,” caixa. A biblioteca é um importante equipamento cultural que contribui para o avanço intelectual da sociedade. O seu papel é preservar e promover o acesso democrático à produção do conhecimento registrado pela humanidade. O dicionário Aurélio (1986, p.253) consigna as seguintes definições sobre biblioteca: - Coleção pública ou privada de livros e documentos congêneres, organizados para estudo, leitura e consulta; - Edifício ou recinto onde se instala essa coleção; - Estante ou outro móvel onde se guardam e/ou armazenam livros. Uma biblioteca em pleno funcionamento promove ações e serviços que vão muito além das definições que o dicionário apresenta, por isso são desenvolvidos trabalhos específicos que visam atender as necessidades de informação que a comunidade requer diariamente. Portanto, o trabalho desenvolvido em uma biblioteca é complexo e tem séculos de história e a razão para sobreviver por tantos anos é justamente sua inserção social. 1.1 UMA BREVE HISTÓRIA DA BIBLIOTECA As bibliotecas mais antigas possuíam um acervo formado por documentos inscritos nos tabletes de argila, com o passar dos anos as publicações constituíram-se em rolos de papiro. No antigo Egito as bibliotecas surgiram, graças à descoberta do papiro que permite a sua utilização massiva para a escrita, e, mais tarde, o uso de papel de trapo promoveu o comércio do livro e o desenvolvimento dessa importante instituição difusora do conhecimento humano. CAPÍTULO 01O QUE É BIBLIOTECA?
  7. 7. 10 A mais famosa biblioteca da antiguidade foi a Biblioteca Real de Alexandria conhecida como um centro da cultura mundial no período do séc. III a.C. ao séc. IV d.C. Essa biblioteca possuía um acervo de aproximadamente 700.000 rolos de papiro e pergaminho organizados cuidadosamente por vários bibliotecários, ao longo de sua existência. Os mosteiros da Idade Média abrigavam imensas bibliotecas, sendo que o acesso a esses acervos era muito restrito, apenas os religiosos e membros da aristocracia podiam ter acesso aos livros. É importante destacar que os livros eram copiados à mão, um processo que tornava quase que exclusiva a existência de um livro. Até o advento da Revolução Industrial, as bibliotecas existentes não eram destinadas para o uso de todos; só a partir do século XIX é que surge o modelo de biblioteca de acesso público, dessa maneira, a biblioteca com as portas abertas para toda a comunidade tem evoluído ao longo dos anos para atender a necessidade dos seus freqüentadores. 1.2 TIPOS DE BIBLIOTECA a) Biblioteca Nacional: é a memória de uma nação, que tem por finalidade, reunir e preservar a produção bibliográfica do país, a qual deve ser recebida através do depósito legal; b) Biblioteca Escolar: situada em escolas, visa funcionar como um complemento da sala deaula,aofornecermaterialdidáticonecessárioàsatividadesescolaresparaapoiarodesenvolvimento do currículo escolar. c) Biblioteca Universitária: atende a estudos e pesquisas de alunos e professores universitários, bem como sua extensão, apoiando o desenvolvimento da pesquisa científica; d) Biblioteca Especializada: é aquela cujo acervo é centralizado em um determinado assunto: engenharia, ecologia, etc. Geralmente apoia a consecução dos objetivos de determinada organização. e) Bibliotecas Especiais: dedica-se a atender a um tipo especial de usuário. Exemplo: bibliotecas para cegos, cujo acervo é gravado no sistema Braille, em fita cassete ou mídia; f) Biblioteca Virtual: refere-se à ideia de uma biblioteca intangível, ou seja, um serviço de informação sem infraestrutura que oferece materiais exclusivamente em formato digital. A biblioteca virtual para existir depende de recursos disponíveis em sistemas computadorizados acessados por meio de redes, necessitando de suporte tecnológico para existir. Caracteriza- se como uma alternativa para ampliação de condições de buscas, disponibilidade e recuperação da informação. g) Biblioteca Digital: é aquela que teve seu acervo digitalizado e armazenado de forma digital em diferentes formatos de mídia, disponibilizando-o por meio do acesso on-line. Logo, a parte digital complementa a forma física (impressa).
  8. 8. 11 h) Biblioteca Comunitária: reúne um acervo que possibilita, principalmente às crianças e aos jovens, o acesso ao livro e à leitura. Surge como uma prática espontânea, idealizada e implementada por agentes individuais ou coletivos da própria comunidade. Seu ponto forte é a ação cultural; i) Biblioteca Pública: como já foi dito antes, o conceito de biblioteca pública surge por volta do século XIX, estando diretamente ligada aos princípios da Revolução Industrial. Um destaque especial para esse tipo de biblioteca será apresentado a seguir, com o objetivo de melhor conhecer as possibilidades de ações educativas, culturais e sociais a serem desempenhadas dentro da biblioteca pública. O conceito de biblioteca pública, segundo a UNESCO (1994) baseia-se na igualdade de acesso para todos, sem restrição de idade, raça, sexo, status social. Por ser um equipamento cultural de acesso e uso aberto ao público, os serviços por ela oferecidos devem associar-se aos anseios da comunidade local, tornando-a parte integrante da paisagem da cidade, a exemplo das escolas, hospitais, feiras, igrejas que se configuram em organismos imprescindíveis ao bom funcionamento das cidades. Para que a biblioteca seja parte integrante da cultura local, as ações culturais e os serviços de atendimento ao usuário devem ser realizados com foco sempre no usuário da biblioteca. Dessa maneira, a biblioteca poderá organizar feiras de livros, seminários para discussão de temas históricos e contemporâneos, exposições, lançamento de livros, encontro com escritores, recitais de poesia, exibição de filmes, seção de contação de história, etc. As ações culturais são importantes instrumentos de divulgação da biblioteca, por meio dessasatividadesodiálogocomacomunidadelocal se torna mais próximo e, muitas vezes, surgem fortes parcerias entre a biblioteca e a sociedade civil. Por exemplo: a partir de um seminário que discuta doenças sexualmente transmissíveis será possível estabelecer parceria com o hospital ou profissionais da área da saúde que atuem na cidade. Os recursos financeiros disponibilizados para uma biblioteca pública, na maioria dos casos não são suficientes para custear as despesas com a manutenção do acervo e para a realização das ações culturais, portanto as parceiras com a sociedade civil é imprescindível para manter a biblioteca viva e atuante.Figura 1 Biblioteca Pública do Estado da Bahia.
  9. 9. 13 Bibliotecário: de acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), o bibliotecário é um Profissional da Informação. Ele é capaz de atuar em qualquer função que vise à organização e obtenção de conteúdos informacionais, bem como atuar na gestão da informação e do conhecimento para atender às necessidades de informação da sociedade. O bibliotecário possui curso de nível superior e a sua atuação profissional é fiscalizada por um conselho de classe. Ao concluir a graduação em biblioteconomia este profissional está habilitado a executar: 1. Planejamento de serviços biblioteconômicos; 2. Planejamento físico de bibliotecas, centros de documentação e informação; 3. Organização de acervos (bibliográficos ou não); 4. Serviços técnicos e administrativos ligados à documentação; 5. Assessoria, consultoria, ensino, fiscalização técnica, normalização de documentos, análise de trabalhos técnicos e científicos; 6. Organização de bases de dados virtuais e intranets; 7. Documentação para processos de certificação de qualidade; 8. Avaliação de conteúdo da Internet, entre outras. Assistente/ mediador dos serviços de biblioteca: executam tarefas de apoio ao bibliotecário na aquisição de no processamento técnico, bem como na parte administrativa (FERREIRA, 2006). As tarefas atribuídas a este profissional estão expressas em linhas gerais na Resolução n. 075/73 do CFB. OS PROFISSIONAIS DA BIBLIOTECA CAPÍTULO 02
  10. 10. 14 Estão agrupadas em oito categorias: 1. Serviço auxiliares de aquisição; 2. Serviços técnicos auxiliares; 3. Preparação e conservação do material bibliográfico; 4. Serviço auxiliares de audiovisuais; 5. Serviço auxiliares de consulta e empréstimo; 6. Divulgação; 7. Serviço auxiliares de processamento de dados; 8. Outras tarefas de ordem administrativas. Colaboradores da biblioteca: são pessoas com as quais a biblioteca pode contar para o desenvolvimento das ações culturais tais como: voluntários, arte educadores, poetas, escritores, músicos, contadores de história. É possível contar também com a sociedade civil organizada – Associações de pais, religiosas, “amigos da biblioteca”, dentre outras parcerias que a biblioteca pode estabelecer. Usuários ou clientes: segundo o dicionário Houaiss, usuário é aquele que, por direito, serve-se de algo ou desfruta de suas utilidades. Assim, o usuário da biblioteca tem o direito a acessar os conteúdos informacionais disponibilizados, ou participar das ações culturais ali desenvolvidas, seja no modo virtual ou presencial. O foco de todas as atividades de uma biblioteca é a satisfação do usuário.
  11. 11. 15 ADMINISTRAÇÃO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO 03 3.1 SERVIÇOS Os serviços realizados em uma biblioteca pública se constituem num conjunto de ações técnicas voltadas para manter a biblioteca organizada, de modo a atender as demandas dos usuários. - Serviço de Referência e Informação - SRI Destina-se a apoiar os usuários para o uso e exploração dos recursos de informação, por intermédio do bibliotecário ou auxiliar de biblioteca. Por meio desse serviço são feitos: a) divulgação do acervo; b) atendimento a consultas; c) orientação aos usuários em suas pesquisas; d) planejamento e execução de promoções culturais (organizar eventos, exposições, palestras, etc); e) explicação de funcionamento e normas adotadas pela biblioteca e outros. - Serviço de Atendimento e Empréstimo É o setor encarregado de realizar os empréstimos, receber as devoluções bem como renovar materiais mediante solicitação do usuário. Este setor também é responsável pelos livros em reserva e pelas penalidades aplicadas aos usuários em atraso na devolução das obras. As regras de empréstimos devem ser claras e fixadas em quadros de aviso, e balcão de empréstimo.
  12. 12. 16 - Serviço de Extensão O objetivo principal desse tipo de serviço é levar o acervo e as ações culturais da biblioteca para além dos muros de suas instalações para se aproximar do usuário dentro da sua realidade. Como exemplo desse tipo de serviço tem-se: a) Biblioteca-móvel; b) Caixa estante (sacola ou malas de leitura); c) Bibliotecas sucursais, ramais ou pontos de leitura. - Divulgação da Biblioteca A divulgação das ações e serviços desenvolvidos na biblioteca é muito importante tendo em vista o estabelecimento de uma relação de confiança e a construção de um diálogo frutífero com a comunidade em geral. Vários são os canais a serem utilizados para a divulgação da biblioteca (estratégias de marketing). Os mais comuns são: • Murais; • Cartazes; • Rádio; • Jornal • Outdoor; • Planfletos • Folder; • Busdoor; • Internet (redes sociais on-line, blogs, sites, etc.) • Avaliação Para avaliação dos serviços e atividades desenvolvidas na biblioteca é necessário realizar estatísticas diárias e mensais e constantemente elaborar relatórios que auxiliam na tomada de decisão pela direção da biblioteca e contribuem para a traçar um diagnóstico sobre a gestão da unidade. Os formulários são importantes instrumentos de coleta de dados que devem ser utilizados, segundo Maciel (1995), para registrar a frequência de serviços realizados e oferecidos por uma biblioteca, no final de cada dia, mês ou ano. Estes formulários podem recolher dados acerca
  13. 13. 17 da frequência diária dos usuários, do material consultado, faixa etária, nível de escolaridade, procedência, gênero. Esses dados também devem compor um formulário mensal, que servirá de importante instrumento para a elaboração dos relatórios. Os relatórios devem conter informações que mostrem, de maneira resumida, toda a situação da biblioteca, envolvendo o acervo, os serviços prestados e as atividades desenvolvidas por ela. Figura 2 Croqui da Biblioteca Pública do Estado da Bahia Fonte: Alvarez, 2013. Figura 3 Biblioteca e Casa de Cultura em Norway (EUA) Fonte: Contemporist, 2013.
  14. 14. 18 Figura 4 Biblioteca de São Paulo Fonte: Biblioteca de São Paulo, 2013. Figura 5 Biblioteca Parque de Manguinhos - RJ Fonte: Blog da Secretaria de Saúde de Búzios, 2013.
  15. 15. 19 ORGANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DA BIBLIOTECA CAPÍTULO 04 No que diz respeito à localização, a biblioteca deve estar situada em local de fácil acesso, de preferência no andar térreo devido ao peso dos livros e para facilitar o acesso dos deficientes físicos. Deve estar numa rua silenciosa e a arquitetura deve promover uma boa iluminação natural sem a incidência direta dos raios solares no acervo. Além disso, deve ser previsto na planta as possibilidades de reforma e ampliação do prédio. O mobiliário pode ser de aço ou de madeira, sendo recomendável a aquisição de estantes em aço por serem mais resistentes. No mercado, existem empresas especializadas em móveis para bibliotecas com variadas opções de modelos. É importante saber que as estantes podem ser: simples face - com apenas um lado, com a vantagem de poder apoia-las juntos às paredes ou estantes de dupla face - que oferecem a vantagem do uso dos dois lados para inserir as publicações. Existem alguns itens com dupla face e face simples. Para manter os livros/revistas mais seguros e “arrumados” nas estantes, sugere-se a aquisição dos bibliocantos, que são suportes de aço em formato de “L”, altura 18 cm, largura 10 cm e base 14 cm. Recomenda-se também a compra de carrinhos para transporte de livros, que auxiliam na preservação dos livros no processo de locomoção de um lugar para outro, evitando danos, contribuindo para a saúde física dos mediadores dos serviços da biblioteca. A organização do acervo nas estantes é um dos principais serviços executados pelos funcionários da biblioteca. Os livros são localizados mais rapidamente quando colocados nas estantes numa ordem seguindo os números de chamada da publicação. Deve-se observar que nas prateleiras, a sequência de arrumação é feita da esquerda para a direita, e de cima para baixo, conforme Figura 6.
  16. 16. 20 Figura 6 Sequência de organização dos livros nas estantes Fonte: Manual Na organização das estantes, sempre que possível, deve-se deixar um espaço vago em cada prateleira, para facilitar o remanejamento das novas aquisições para permitir que os frequentadores examinem melhor e, com mais conforto, o acervo. As estantes devem ser sinalizadas com etiquetas (de fácil remoção) indicando o assunto contido no corredor e também nas prateleiras. Esta sinalização visual reduz o tempo dos usuários e dos funcionários da biblioteca na localização dos livros, conforme Figura 7. 000- OBRAS GERAIS 100- FILOSOFIA 200- RELIGIÃO 300- CIÊNCIAS SOCIAIS Figura 7 Organização e sinalização de estante Fonte: Manual Para ordenação dos livros, devese observar o número de chamada, levando-se em consideração: a) a classe que representa o ssunto do livro, de acordo com o sistema de classificação adotado; b) a ordem alfabética do sobrenome do autor; c) a sequência numérica estabelecida para esse sobrenome dada pela Tabela Cutter e por último a primeira letra do título da obra.
  17. 17. 21 A formação do acervo de uma biblioteca pública deve ser planejada a partir das demandas da comunidade que está inserida. Os principais tipos de documentos do acervo podem ser: impressos (papel) (manuscritos, livros, periódicos); audiovisuais (CDs, DVDs, discos, fitas cassetes, filmes, etc.); cartográficos (mapas/cartas, globos terrestres e atlas); objetos reais (esculturas, máquinas, moedas, maquetes, esqueleto humano, globos, brinquedos, etc.). Por ter um público heterogêneo (crianças, jovens, adultos e idosos, estudantes, pesquisadores, etc.), o acervo deve incluir itens que atendam a pluralidade desses usuários contendo diversas fontes de informação: • obras de referência: dicionários, enciclopédias, atlas geográfico, etc.; • temas gerais: história, geografia, português, sociologia, psicologia, etc.; • periódicos: jornal diário estadual ou local, jornal diário de grande circulação nacional, revista geral informativa, revistas femininas, revistas infanto-juvenis, revistas de circulação dirigida (pais, jovens, crianças, saúde, novas tecnologias, ciências, agricultura, esporte, música); • literatura: romances, crônicas, contos, poesias; • materiais especiais: obras raras (primeiras impressões até 1720, livros anteriores a 1900, obras esgotadas, exemplares com anotações manuscritas de importância documental, incluindo dedicatórias), braile, gibis, etc. Para que o acervo da biblioteca se mantenha atualizado e em constante crescimento, observado a harmonia e racionalidade de suas coleções, bem com os interesses e objetivos da comunidade em que está inserida, é necessário estabelecer prioridades para o desenvolvimento de suas coleções, que envolve critérios para a seleção, aquisição de obras, mas também é necessário orientação para o desbaste e descarte de publicações quando assim for imprescindível. FORMAÇÃO DO ACERVO CAPÍTULO 05
  18. 18. 22 A seleção consiste na escolha dos materiais que irão compor o acervo da biblioteca. É um procedimento que pode ser realizado a partir, por exemplo, da sugestão dos leitores, ou por meio da consulta aos catálogos de outras bibliotecas, visita as feira de livros e livrarias para conhecer os lançamentos editoriais e lista de acervo para bibliotecas públicas. A aquisição de materiais pode ser realizada por meio de compra, doação ou permuta. O desbaste deve ser feito após uma avaliação das obras não consultadas, danificadas ou excessivas, esse processo é necessário para a manutenção da qualidade do acervo, seja meio do remanejamento ou descarte, que é a retirada definitiva de um item do patrimônio bibliográfico da biblioteca.
  19. 19. 23 6.1 CATALOGAÇÃO Catalogar é descrever as principais características de uma obra. A catalogação contribui para a organização da biblioteca, pois cria pontos de acesso que facilitam a rápida identificação de um item no acervo, tornando-o mais acessível ao público. Compreende as seguintes etapas: a) identificação do documento (livro, revista, mapa, disco, CD, DVD, etc.); b) leitura técnica; c) descrição bibliográfica (título, edição, publicação, editora, data, paginação, série, notas, ISBN – no caso de livros ou ISSN – periódicos e ilustração); d) determinação dos pontos de acesso. Ver QUADRO 11 Para encontrar as informações necessárias no processo de catalogação é importante realizar a leitura técnica, ou seja, a análise do documento, examinando principalmente: a) página de rosto (fonte principal de informação para catalogação de livros por conter a maioria dos elementos pesquisados); b) capa, prefácio, orelha; c) sumário; d) introdução; e) resumo. O ponto de acesso de uma obra pode ser um autor, um título ou uma entidade. 1 Os quadros se encontram ao final de cada capítulo. PROCESSAMENTO TÉCNICO DO ACERVO: CAPÍTULO 06
  20. 20. 24 Algumas regras básicas são utilizadas para a identificação desses elementos, conforme quadro 2. Ver QUADROS 2 e 3 6.2 CLASSIFICAÇÃO Classificar é “[...] dividir em grupos ou classes, segundo as diferenças e semelhanças.” (PIEDADE, 1977, p. 9). Todos os seres humanos classificam a todo o momento pessoas, coisas, informações e ideias, etc. Na biblioteca, o serviço de classificação constitui-se em agrupar assuntos/conteúdos de acordo com as semelhanças e diferenças, observando as tabelas de classificação, a exemplo da Classificação Decimal de Dewey (CDD), que é a mais utilizada pelas bibliotecas públicas do mundo. Ao classificar um livro de Matemática, como um assunto geral que a publicação trata, por exemplo, a CDD indica que a classificação correspondente é o número 510. Esse número encontrado nessa tabela CDD é conhecido como “notação do assunto” ou número de chamada que funciona como “endereço” do livro a ser localizado na estante. Ao lado desse “livro 510” estarão colecionadas outras publicações de Matemática. 510 510.1 510.2 Figura 8 Exemplo de notação de assunto O mesmo procedimento é feito no caso de um livro de literatura brasileira, um romance, por exemplo. Ao consultar a CDD encontra-se a seguinte classificação: 869.9. Desse modo, todos os romances escritos por autores brasileiros receberão essa notação de assunto ou esse número de chamada. Além da classificação dos assuntos existem sistemas de classificação para autores, que servem para ordenar no acervo as obras que possuam o mesmo número de classificação de assunto. A tabela Cutter é um desses sistemas, é formada pelo código equivalente ao ponto de acesso principal de uma obra, seja ele o nome do autor ou o título. Esse código representa o sobrenome do autor, ou o título da obra, seguido de três dígitos. Por exemplo: Ver QUADRO 4
  21. 21. 25 869.9 A481c 869.9 A481d 869.9 A481m Figura 9 Letra principal do titulo da obra como elemento distintivo Aqui o link para o acesso à tabela Cutter: http://203.241.185.12/asd/board/Author/upfile/abcd.htm É importante observar que um determinado autor pode publicar várias obras com títulos diferentes que podem ser ou não classificados dentro de uma mesma área do conhecimento. Por exemplo, para diferenciar os romances de Jorge Amado, o procedimento adotado para distinguir uma obra da outra é a inserção da primeira letra do título da obra logo após o código da tabela Cutter (correspondente ao nome do autor), como demonstra a Figura 9.
  22. 22. 26 ÁREAS ELEMENTOS SÍMBOLOS E ABREVIATURAS UTILIZADAS Título e indicação de responsabilidade Título principal Título paralelo Subtítulo Indicação de responsabilidade Quando houver subtítulo, utiliza-se dois pontos ( : ), iniciado com letra minúscula Edição Indicação de edição Utiliza-se após o número da edição, ponto (.), e logo em seguida a abreviatura de edição (ed.) Publicação: editora, data Local de publicação Editora Data de publicação O nome do local de publicação, distribuição é o primeiro elemento desta área, devendo vir sempre acompanhado de dois pontos ( : ). Local não identificado: [S.l.] colchetes e a abreviatura de “sine loco,” que significa “sem lugar”. Local retirado de outra fonte: coloca-se entre colchetes. Local incerto: indica-se um lugar provável seguido de ponto de interrogação e entre colchetes. Ex.: [Belo Horizonte?] A editora, indicada logo após o nome do lugar a ela correspondente, seguido de (,) vírgula. Ex.: São Paulo: Ática. Se não possuir o nome, usa- se a forma abreviada “sine nomine” entre colchetes [s.n.] Descrição física Nº de páginas, folhas ou volumes Caso a obra esteja dividida em várias partes físicas (volumes), coloca a abreviatura “v.” Quando houver ilustrações, usa-se a abreviatura “il.” Série Título e número da série Coloca-se entre parênteses ( ) Notas Registro de notas necessárias Número normalizado ISBN QUADRO 1 - Principais elementos para descrição de uma obra.
  23. 23. 27 AUTORIA PESSOAL RESPONSABILIDADE DE1AUTOR RESPONSABILIDADE DE2AUTORES RESPONSABILIDADE DE3AUTORES Pontodeacesso:autordaobra Pontodeacessoprincipal: 1ºautorcitadonaobra Pontodeacesso secundário:2ºautor Pontodeacessoprincipal: 1ºautorcitadonaobra Pontodeacessosecundário: 2ºe3ºautores TÍTULO OBRASPRODUZIDAS SOBADIREÇÃODE COORDENADOR, ORGANIZADOR, EDITOR,COMPILADOR AUTORIAANÔNIMA COLETÂNEA DEOBRASCOM DIVERSOSAUTORES OBRASSOBA RESPONSABILIDADE DEMAISDE3 AUTORES Pontodeacessoprincipal:título Pontodeacessosecundário: nomedocoordenadorou organizador(citaraté3) Pontodeacesso principal:título Pontodeacessosecundário: 1ºautordaobra ENTIDADE OBRASDENATUREZA ADMINISTRATIVA OBRASDE CARÁTERLEGALE GOVERNAMENTAL OBRASQUE RELATAMAATIVIDADE COLETIVADEUMA CONFERÊNCIA, EXPEDIÇÃOOU EVENTO Pontodeacessoprincipal:nome dopaís,estadooucidade Pontodeacessoprincipal:nome dopaís,estadooucidade,a seguironomedoórgãooudalei Pontodeacessoprincipal: númerodoevento,logo apósoseutítulo QUADRO2-PossíveisPontosdeAcessodeumaObra
  24. 24. 28 FORMA DE ENTRADA DOS NOMES Nome de pessoa física Sobrenomes que exprimem grau de parentesco Sobrenomes formados com palavras Santa, Santo, São Nomes orientais (japoneses, chineses e árabes) e húngaros Nome pelo qual a pessoa é mais conhecida. Sobrenomes compostos de um substantivo e um adjetivo ou ligados por hífen não se separam. NOME DO AUTOR João Barbosa Jorge de Abreu Filho João Artur Santa Rita Mao Tse-Tung Molnár Ferenc Antônio Vicente Mendes Maciel Camilo Castelo Branco Heitor Villa-Lobos FORMA DE ENTRADA Barbosa, João Abreu Filho, Jorge de Santa Rita, João Artur Mao, Tse-Tung Molnár, Ferenc Antônio Conselheiro Castelo Branco, Camilo Villa-Lobos, Heitor PONTO DE ACESSO FORMA DE ENTRADA TABELA CUTTER NOME DE AUTOR Jorge Amado Amado, Jorge A481 TÍTULO ABC dos direitos humanos: dicionário ABC dos direitos humanos A134 QUADRO 3 - Entrada para Nomes QUADRO 4 - Utilização da Tabela Cutter
  25. 25. 29 A Lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998, dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas lesivas ao meio ambiente, inclui em sua seção IV, “Dos crimes contra o Ordenamento Urbano e o Patrimônio Cultural” (BRASIL, 1998), o seguinte dispositivo, dentre outros: Art. 62. Destruir, inutilizar ou deteriorar arquivo, biblioteca, museu, instalação científica ou similar protegida por lei, ato administrativo ou decisão judicial: Pena de reclusão de 1 a 3 anos e multa. A biblioteca pública deve guardar e proteger as coleções bibliográficas adquiridas para compor o acervo utilizando alguns recursos simples que prolongam a vida útil de cada publicação. O meio ambiente (clima, iluminação, insetos e roedores) influencia diretamente na conservação do papel, portanto é necessário compreender como a natureza, ao longo dos anos pode fragilizar um acervo. Os principais agentes físicos são: • luz do sol que é a mais prejudicial para o papel, pois acelera o clareamento da tinta e enfraquece o papel; • umidade: a alta temperatura acelera a deterioração do acervo, provocando a proliferação de mofo e de insetos. A Umidade Relativa do Ar muito baixa causa ressecamento no papel. A seguir sugestões de como proceder para conservar melhor o acervo: • nunca retire o livro da estante puxando pela borda superior da lombada. A forma correta é empurrando os volumes laterais, retirando o exemplar desejado pelo meio da lombada; • ao passar a(s) página(s) de um livro não umedeça os dedos da mão na saliva ou em outro líquido porque essa ação desencadeará reações ácidas como manchas no papel; PRESERVAÇÃO E CONSERVAÇÃO DO ACERVO CAPÍTULO 07
  26. 26. 30 • não comer ou beber próximo aos livros, pois atraem insetos e roedores; • as fitas adesivas não devem ser usadas pois com o passar do tempo elas marcam o papel; • dobrar o papel causa o rompimento das fibras. Para marcar uma página é adequado usar o marcador próprio; • apoiar os cotovelos sobre os livros pode causar o rompimento da lombada; • não empilhar muitos livros; • não sublinhe ou destaque textos; • não utilize clipes metálicos e sim marcadores nos livros. Esse material enferruja.
  27. 27. 31 AÇÃO CULTURAL E REDES SOCIAIS CAPÍTULO 08 A biblioteca deve manter uma agenda variada de atividades voltadas para a conquista de novos usuários e para a formação de leitores proficientes. Para que isso ocorra, é importante a realização de ações culturais baseadas, principalmente, em um calendário de datas comemorativas que se identifiquem com a comunidade local. Ver QUADRO 5 As redes sociais on-line a exemplo do Facebook,Twitter,Youtube,Instagram,etc.são importantes espaços para o desenvolvimento de ações culturais. Por meio de uma dessas redes é possível sugerir leituras, informar sobre eventos que acontecem na biblioteca, promover concursos culturais e potencializar o uso da biblioteca por meio de um diálogo que muitas vezes ocorre em tempo real (a exemplo do Twitter). Abibliotecacontemporâneatemcaracterísticas híbridas (on-line e física). O Quadro 6, apresenta possibilidades de execução de uma ação cultural por meio do site de rede social - Facebook. Ver QUADRO 6 Figura 10 Folder da 5ª Lavagem da BPEB Fonte Blog da Biblioteca Pública do Estado
  28. 28. 32 DATAS COMEMORATIVAS EVENTO AÇÃO CULTURAL Fevereiro/Março Carnaval Exposição audiovisual de fantasias, blocos de carnaval, marchinhas 19 de abril Dia do Índio Palestra sobre a população indígena no Brasil 23 a 27 de junho Festas juninas Oficina de danças juninas 07 de setembro Independência do Brasil Exposição fotográfica sobre a História do Brasil 12 de outubro Dia das crianças Contação de histórias; Seminário sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente 05 de novembro Dia Nacional da Cultura Produção de festa popular profano-literária, a exemplo da BPEB (ver Figura 10) QUADRO 5 - Exemplos de Ação Cultural
  29. 29. 33 SERVIÇOS BIBLIOTECA TRADICIONAL BIBLIOTECA UTILIZANDO O FACEBOOK APLICAÇÃO DAS FERRAMENTAS DO FACEBOOK PELAS BIBLIOTECAS AÇÃO CULTURAL Abertura do espaço local para atividades culturais: grupos com interesse em criação literária – poesia, literatura de cordel, contos; música (grupos corais, de instrumentos musicais); ecologia (com campanhas e passeios programados), entre outros. O Facebook permite filiação e participação voluntária dos indivíduos em grupos e atividades geradas por eles com base em interesses comuns. A produção de ações ligadas à cultura potencializa a multiculturalização de maneira interativa. Criação de eventos e gerenciamento do público-alvo. Criação de grupos com usuários que tenham interesses em comum. Apresentação de fotos e vídeos das ações culturais desenvolvidas. Disponibilização de informações no mural da biblioteca sobre as ações culturais. Criação de enquetes para avaliar a atividade cultural. Fonte Lessa, 2013. QUADRO 6 - Ação Cultural pela biblioteca híbrida
  30. 30. 34
  31. 31. 35 BIBLIOTECA E MEMÓRIA LOCAL CAPÍTULO 09 A biblioteca pública contribui para a preservação da memória local. A documentação sobre a história do município e da própria comunidade deve ser colecionada e disponibilizada ao público pode servir de instrumento de pesquisa e apropriação de saberes tradicionais que dizem respeito a cada cidade. Os fatos históricos do lugar e que foram registrados em fotos, vídeos, filmes ou outros suportes, devem fazer parte do acervo especial da biblioteca. Para isso, segue algumas sugestões: a) recorte de personalidades e fatos importantes ocorridos no município; b) preservação dos livros publicados no município ou por autores do município; c) coleção dos cartões postais da cidade, pois contam sua história e evolução. A partir desse acervo especial a biblioteca passa a realizar ações culturais contando com a participação de historiadores, artistas locais e idosos que através de apresentação das narrativas históricas mantém viva a memória local.
  32. 32. 36
  33. 33. 37 SOFTWARE DE GESTÃO DO ACERVO – BIBLIVRE CAPÍTULO 10 Com o surgimento das tecnologias digitais, em especial a internet, as bibliotecas evoluíram o modo de organizar o acervo e disponibilizar a informação. Os softwares de gestão do acervo surgiram para auxiliar na padronização de rotinas próprias da biblioteca (seleção, aquisição, catalogação, classificação, empréstimo, devolução, reserva, relatórios, etc.), minimizando o tempo nos serviços técnicos, além de possibilitar o acesso dos usuários ao catálogo de publicações da unidade de informação. O BIBLIVRE é um desses softwares. É recomendado pelo Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNPP), por pertencer ao grupo de softwares livres de automação e gestão de bibliotecas, ou seja, de acesso aberto, podendo ser adquirido de forma gratuita por qualquer tipo de biblioteca pelo endereço eletrônico - http://www.biblivre.org.br. Este software permite realizar os principais procedimentos de rotina de uma biblioteca, tais como: a) busca e recuperação da informação; b) circulação, mediante o controle do acesso para consulta, a reserva, o empréstimo e devolução de exemplares do acervo; c) catalogação de material bibliográfico, de multimídias e objetos digitais, inclusive com controle de autoridades e de vocabulário, e a transferência de registros entre bases de dados. (BIBLIVRE...,2013). O primeiro passo para iniciar a utilização do BIBLIVRE é a instalação do arquivo com extensão.exe; em seguida, siga os passos abaixo: 1. Clique no botão Executar; 2. Escolha o idioma - Português Brasileiro - da instalação e clique em OK; 3. Aparecerão mais duas telas. Na primeira, clique em Próximo, na segunda, em Avançar;
  34. 34. 38 4. Confira os componentes que serão instalados (Java, Postgres, Tomcat, Apache, Biblivre Backup Restore, Biblivre 3). Em seguida, clique no botão Próximo; 5. Escolha o local da instalação, clique no botão Próximo e aguarde a instalação do sistema; 6. Ao término da instalação, clique no botão Fechar. Em seguida abrirá automaticamente a tela inicial do BIBLIVRE em seu navegador padrão. Os principais módulos do BIBLIVRE que devem ser utilizados pelas bibliotecas públicas municipais são: Busca, Circulação, Catalogação e Administração. No quadro 7 detalhadas as funções de cada módulo, os tipos de usuários do sistema, especificando a sua utilização por cada grupo de usuário. Ver QUADRO 7 No módulo de catalogação é possível descrever os itens do acervo a partir do tipo de cada material, por exemplo, livros, periódicos, partitura, etc. Entretanto, nas bibliotecas públicas municipais a maior parte do acervo é de livros, limitando-se apenas a descrição deste tipo de material informacional. No quadro 8 estão os principais campos a serem preenchidos para a catalogação de um item no BIBLIVRE: Ver QUADRO 8 O BIBLIVRE permite catalogar livros a partir dos pontos de acesso determinados pelo responsável na sua descrição (autor – nome pessoal, autor – evento, autor – entidade coletiva, obra anônima), conforme ilustra a Figura 11. Figura 11 Tipos de autor no Sistema Fonte BIBLIVRE 3.0.23.
  35. 35. 39 QUADRO 7 - Descrição e função dos módulos e tipos de usuários no BIBLIVRE TIPOS DE USUÁRIOS DO SISTEMA MÓDULOS USUÁRIO FUNCIONÁRIO DA BIBLIOTECA GESTOR DA BIBLIOTECA BUSCA Permite recuperar a informação armazenada na biblioteca, ou seja, a consulta do catálogo bibliográfico. Caso o usuário não saiba fazer a busca no sistema, é necessário que o mediador de serviços da biblioteca pública execute este serviço. CIRCULAÇÃO Possibilita a inclusão, edição de cadastro de usuários e funcionários da biblioteca e emissão de cartões de acesso (carteirinhas). É possível visualizar listas de empréstimo, devolução, renovação, reserva dos itens do acervo. CATALOGAÇÃO Facilita a manutenção da base de dados bibliográfica. Catalogação, classificação e registro/tombamento de itens do acervo. ADMINISTRAÇÃO Concede ao gestor da Biblioteca estabelecer tipos de usuários, cada grupo com suas permissões de acesso e uso do sistema, emitir relatórios e fazer a manutenção do sistema reindexando as bases de dados e a gerando cópia de segurança. Fonte Manual
  36. 36. 40 NUMERAÇÃO MARC DESCRIÇÃO DO CAMPO Ponto de Acesso 100 Autor 245 Título; subtítulo e indicação de responsabilidade Descrição bibliográfica 020 ISBN 040 Fonte de Catalogação 090 Número de chamada – Localização 250 Edição 260 Publicação (local de publicação, editora e data) 300 Descrição física (paginação, material ilustrado e material adicional) 490 Indicação de série (título da série) 500 Notas 650 Assunto tópico Ponto de acesso 700 Nome pessoal - Entrada secundária (quando for organizador, coordenador ou ilustrador preencher o campo relação com o documento). QUADRO 7 - Descrição e função dos módulos e tipos de usuários no BIBLIVRE Fonte Cartilha
  37. 37. 41 ALVAREZ Arquitetos Associados. Croquis: Biblioteca Central – BA. Disponível em: <http://www.alvarezarquitetos.com.br/site/projetos/croquis/>. Acesso em: 07 ago. 2013. BARROS, Moreno. Redescobrindo as bibliotecas – oficina grátis em São Paulo. Bibliotecários sem Fronteiras, 2012. Disponível em: <http://bsf.org.br/2012/07/17/redescobrindo-as-bibliotecasoficina-gratis-em-sao-paulo/>. Acesso em: 07 ago. 2013. BIBLIVRE. Biblivre 3 - versão 3.0.23. Disponível em: < http://www.biblivre.org.br/joomla/>. Acesso em: 13 abr. 2013. BRASIL. Ministério da Cultura. Fundação Biblioteca Nacional. Departamento de Processos Técnicos. Coordenadoria do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. Biblioteca Pública: princípios e diretrizes. Rio de Janeiro, 2000. (Documentos técnicos; 6). BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9605.htm> . Acesso em: 24 mai. 2013. Exilado. 20 bibliotecas modernas pelo mundo. Disponível em: <http://livrosdoexilado.org/20-bibliotecas-modernas-pelo-mundo/>. Acesso em: 07 ago. 2013. REFERÊNCIAS
  38. 38. 42 LESSA, Bruna. O Facebook como espaço de mediação, interação e comunicação: um estudo de caso na Biblioteca Pública do Estado da Bahia. 2013. 109 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Biblioteconomia e Documentação) – Instituto de Ciência da Informação, Salvador, 2013. MACIEL, Alba Costa. Instrumentos para gerenciamento de bibliotecas. Niterói: EDUFF, 1995. PIEDADE, Maria Antonietta. Introdução à teoria da classificação. Rio de Janeiro: Interciência, 1977. RIO DE JANEIRO. Secretaria de Estado de Cultura. Mapa de Cultura. Biblioteca Parque de Manguinhos. Disponível em: <http://mapadecultura.rj.gov.br/rio-de-janeiro/biblioteca-parque-de-manguinhos/>. Acesso em: 07 ago. 2013.
  39. 39. 43 ANEXO 1 - Planilha para catalogação manual Nº de chamada: Autor: Título: subtítulo Local: Editora: Ano: Página: Volume: Edição: Material ilustrado? Sim não Ilustrador: Organizador ou Coordenador: Tradutor: Série ou Coleção: ISBN: Assunto: ANEXOS
  40. 40. 44 ANEXO 2 - Modelo de regulamento da biblioteca PREFEITURA MUNICIPAL DE ____________________________ BIBLIOTECA PUBLICA MUNICIPAL ____________________________ REGULAMENTO DA BIBLIOTECA 1 - DENOMINAÇÃO Nome da Biblioteca: Lei de Criação: Endereço: Órgão Mantenedor: 2 - HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO De 2ª a 6ª, das 09 às 21 horas. Sábado das 09 às 12 horas. 3 - CONDIÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA COLEÇÃO 3.1 - Consulta As consultas são feitas na Seção de Estudos e Pesquisas, sendo permitida qualquer pessoa, sem distinção de raça, sexo, idade, religião, convicção política, situação e nível de instrução. 3.2 - Orientação para os Leitores Cabe ao encarregado da biblioteca, auxiliar o leitor na busca das informações, bem como orientá-lo quanto ao manuseio do material bibliográfico, ou informá-lo, sempre que possível, onde recorrer em caso de insuficiência da coleção ou do acervo. 3.3 - Empréstimo de livros Não serão emprestados: a) Obras de referência (dicionários, Atlas, enciclopédias, etc.);
  41. 41. 45 b) Obras de edições esgotadas; c) Material da Seção de Memória do Município; d) Obras muito solicitadas das quais a biblioteca só tenha um exemplar; e) Periódicos. 3.3.1 Condições para Empréstimo • Estar inscrito na biblioteca; • Apresentar o cartão de inscrição ou documento oficial com foto; • Estar em dia com os prazos e condições estipuladas neste Regulamento. 3.3.2 Condições para inscrição do leitor • Apresentação da carteira de identidade ou outro documento oficial com fotografia; • Preenchimento da ficha de inscrição; • Assinatura do cartão do Leitor. Obs.: No caso de municípios de maior porte, aconselha-se o comprovante de residência. 3.3.3 Número de livros emprestados de cada vez O leitor inscrito tem o direito a retirar, por empréstimo até 2 livros de cada vez. 3.3.4 Dano ou extravio de publicações A pessoa que retirar um livro para empréstimo ou para consulta ficará responsável pela sua devolução e nas condições que o recebeu. Ocorrendo qualquer incidente de extravio ou danos, deverá indenizar com outra obra igual ou no caso de não existir mais a obra, com uma similar. 3.3.5 Prazo de empréstimo O prazo de empréstimo é de 07 (sete) dias, podendo ser prorrogado desde que não esteja o livro sendo solicitado por outras pessoas.
  42. 42. 46 4 DISPOSIÇÕES GERAIS Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos pelo responsável pela biblioteca, mediante consulta à Coordenação do Sistema.
  43. 43. 47 ANEXO 3 - Sistematização do acervo - Tabela CDD 000 PUBLICAÇÕES DE CARÁTER GERAL SOBRE AS CIÊNCIAS E O CONHECIMENTO 001 Enigma, Computação, Internet, OVNIS, Realismo Fantástico 002 Livro. (História) 004 Informática 020 Documentação. Biblioteconomia. Bibliotecas. (Organização de serviços de bibliotecas de diferentes tipos e centros ou serviços de documentação), Redes de Informação, Sociedade da Informação. 028 Hábitos e técnicas de leitura. 060 Instituições de caráter cultural. Museus. Museologia. Arquivologia. 070 Meios de comunicação social. Rádio. Televisão. Jornalismo 100 FILOSOFIA EM GERAL 130 Parapsicologia. Filosofia do espírito. Ocultismo. Espiritismo. Esoterismo. 140 Escolas Filosóficas. Positivismo 150 Psicologia. Psicanálise. Neurolinguística. Bullyng. Assédio Moral. Danos Morais. 160 Lógica. Metodologia científica. Epistemologia 170 Moral. Ética. Autoajuda. 190 História da Filosofia. 200 RELIGIÃO. DOUTRINAS E SEITAS RELIGIOSAS. 220 Sagradas Escrituras. A Bíblia 230 Cristianismo em geral. Evangelização. Jesus Cristo 240 Igreja católica. Terço. Festas religiosas 246 Teatro religioso 290 Religiões e cultos não cristãos. Candomblé. Sincretismo. 300 CIÊNCIAS SOCIAIS. SOCIOLOGIA. PROBLEMAS SOCIAIS 301 Sociologia. Discriminação social. Miscigenação. Diversidade Cultural. (a segunda palavra em cada item inicia-se por minúscula como em Discriminação social ou em miúscula como em Diversidade Cultural/ Há outros exemplos nesta relação!VER 302 Interação social. 303 Processos sociais (Inclusão digital, tecnologia da informação, etc) 305 Grupos sociais. Etnia. Diáspora. 306 Cultura e Instituições sociais. Família. Multiculturalismo. 310 Estatística. Demografia. Habitação 320 Política Internacional. Relações internacionais. Diplomacia. Direitos Humanos. 330 Economia política. Economia. Trabalho. Marxismo. Globalização.Inovação Tecnológica 340 Direito. Legislação. Jurisprudência. 341 Direito Internacional.
  44. 44. 48 342 Direito público. Direito constitucional. (de voto) e administrativo 343 Direito Militar. Direito Tributário. Direito Mercantil. Direito Industrial. Direito Comercial 344 Direito Social. Direito de Saúde Pública. Direito de Segurança Pública. Direito Educacional e Cultural. Direito Ambiental. Direito do Trabalho 345 Direito penal. Direito Criminal 346 Direito Privado. Direito Autoral 347 Direito civil. 348 Direito canônico. Estatutos, Regulamentações, 349 Direito de Jurisprudência e áreas específicas 350 Administração pública 351 Serviços públicos em geral 352 Administração municipal 353 Administração estadual 354 Administração federal. Presidência da República. Ministérios. Regimentos 355 Arte e ciência militares. Guerra. Defesa Nacional. Segurança Nacional. 360 Assistência social. Serviço social. Previdência social. 362 Deficiente. (Integração social). Drogas 363 Patrimônio 368 Seguros. Aposentadoria 369 Movimentos e entidades filantrópicas e beneficentes. Menor carente. 370 Educação. Ensino. Educação Ambiental 371 Organização do ensino e das escolas. Didática. 372 Ensino fundamental. 373 Ensino de nível médio 374 Ensino supletivo e educação de adultos. 375 Currículo 380 Comércio. Transportes. Comunicações. 381 Comércio interno. 382 Comércio exterior. 383 Correios. Serviços postais 384 Telégrafo. Telecomunicações. 385 Transporte ferroviário urbano e interurbano. Ferrovias. 386 Transporte fluvial. Hidrovias. 387 Transporte marítimo. Marinha mercante. 388 Transporte rodoviário urbano e interurbano. Rodovias 389 Transporte aéreo. 390 Antropologia social e cultural. Costumes. 391 Trajes típicos e regionais. 394 Vida pública. Vida social. Festas públicas. Carnaval. Feiras. 395 Etiqueta. Boas maneiras. 396 A mulher na sociedade. Feminismo. Movimentos de emancipação da mulher. 398 Folclore. Tradições populares
  45. 45. 49 400 FILOLOGIA. LINGUÍSTICA. LÍNGUAS. 410 Lingüística 420 Língua inglesa 430 Língua alemã 440 Língua francesa 450 Língua italiana 460 Língua espanhola 469 Língua portuguesa 470 Língua latina 480 Língua grega 490 Outras línguas 500 CIÊNCIAS PURAS. 504 Biodiversidade. Biosfera 509 História das Ciências 510 Matemática 511 Aritmética 512 Álgebra 513 Geometria 514 Trigonometria 515 Geometria Descritiva. 516 Geometria Analítica 517 Análise. Cálculo em geral. 518 Métodos especiais de cálculo. Jogos matemáticos 519 Análise combinatória. Cálculo das probabilidades. Teoria dos conjuntos. 520 Astronomia 526 Levantamentos topográficos. Agrimensura. Cartografia. 529 Medição de tempo. Cronometria. Metrologia. 530 Física 531 Mecânica dos sólidos. 532 Mecânica dos fluidos. 533 Mecânica dos gases. 534 Som. Acústica 535 Luz. Óptica. 536 Calor. Termodinâmica. 537 Eletricidade. Eletrônica 538 Magnetismo. Eletromagnetismo. 539 Física nuclear, atômica e molecular. 540 Química 542 Laboratórios de química: equipamentos e instalações. 543 Química analítica 546 Química inorgânica
  46. 46. 50 547 Química orgânica 548 Cristalografia 549 Mineralogia 550 Geociências. Geologia em geral. 551 Geomorfologia. Oceanografia. Meteorologia. 560 Paleontologia. 570 Antropologia. Ciências biológicas; 571 Homem pré-história 572 Raças Humanas 573 Antropologia física. Etnologia. 574 Biologia geral. Ecologia. Sexologia. 575 Genética 576 Microbiologia 577 Bioquímica. Biofísica. 580 Botânica 581 Fisiologia e anatomia das plantas. 590 Zoologia. Clonagem animal. 591 Fisiologia e anatomia dos animais. 592 Animais invertebrados 596 Animais vertebrados. 597 Peixes 598 Répteis. Aves 599 Mamíferos. Hominídeos 600 CIÊNCIAS APLICADAS. TECNOLOGIA 608 Patentes. Invenções. 610 Ciências de saúde. Medicina. Medicina popular. Medicina preventiva 611 Anatomia humana 612 Fisiologia humana. Fonoaudiologia 613 Higiene em geral. Saúde. Alimentação. 614 Saúde pública. Acidentes. 615 Farmacologia. Medicamentos. Medicina Alternativa 616 Patologia. Doença em geral. Autismo. 617 Cirurgia. 618 Ginecologia. Obstetrícia. Menopausa. 619 Medicina veterinária. Doença dos animais. 620 Engenharia em geral. 621 Engenharia mecânica. Engenharia elétrica. Engenharia eletrônica. Engenharia nuclear. 622 Engenharia de minas. Exploração e tratamento de minérios. 623 Engenharia militar 624 Engenharia civil. 625 Construção de rodovias e ferrovias.
  47. 47. 51 626 Engenharia hidráulica. 627 Canais. Portos. Vias navegáveis. Barragens. 628 Engenharia sanitária. Reciclagem de lixo 629 Construção de veículos. Navios, aviões, automóveis, caminhões, tratores, bicicletas, etc. Astronáutica. Vôo espacial. 630 Agricultura. Agronomia. 631 Administração agrícola. 632 Doenças e pragas das plantas. 633 Plantas cultivadas em geral. 634 Fruticultura. Silvicultura. Matas Ciliares 635 Horticultura. Jardinagem. 636 Criação de animais. Pecuária. Animais domésticos e de estimação. 637 Leite, carne e outros produtos de origem animal. 638 Criação de abelhas e outros insetos. Criação de répteis. 639 Indústria da caça e da pesca. (Para caça e pesca como esporte use 799). 640 Ciências domésticas. Economia doméstica. 641 Culinária. Culinária brasileira. Preparação dos alimentos. 642 Serviço de mesa. Roupa de mesa. Louças e talheres. Decoração de mesa. Garçom. 643 Planejamento e decoração do lar; 645 Mobílias e acessórios. 646 Roupas pessoais. Vestuário. Corte e costura. Moda. 648 Lavagem de roupa. Limpeza da casa. 649 Cuidados domésticos com as crianças, inválidos e hóspedes. 650 Serviços administrativos. 651 Organização de escritórios. Técnica de escritórios. Trabalho de escritórios. 652 Datilografia. Correspondência comercial. 653 Taquigrafia. 655 Tipografia e impressão. Encadernação. 657 Contabilidade 658 Administração de empresas. Relações humanas. Administração Hospitalar. Administração hoteleira.Gestão Ambiental. Empreendorismo. 689 Publicidade e propaganda. Relações públicas. 660 Indústria química. Química industrial. Tecnologia química. 661 Produtos químicos industriais. 662 Explosivos. Combustíveis. 663 Bebidas e refrigerantes. 664 Indústria de alimentos. Tecnologia de alimentos 665 Óleos, gorduras, cereais e lubrificantes de origem animal, mineral ou vegetal. Petróleo e seus derivados. 666 Indústrias cerâmicas e do vidro. Cimento. Reciclagem do vidro 667 Indústria de corantes, tintas e vernizes. 668 Outras indústrias de produtos químicos. Sabões, perfumaria, cosméticos.
  48. 48. 52 669 Metalurgia e siderurgia. 670 Manufaturas em geral. Ofícios. 671 Indústria de metais preciosos. Joalharia, Ourivesaria. 672 Indústria de ferro e aço. Serralheira, Cutelaria. Fabricação de objetos metálicos. Reciclagem do metal 674 Indústria de madeira. Serraria. Marcenaria. Carpintaria. 675 Indústria de couro. Curtumes. Beneficiamento de couros e peles. 676 Fabricação de papel. Reciclagem do papel 677 Indústria têxtil. Fabricação de fios, tecidos e cordas. Inclui fios e tecidos sintéticos. 678 Indústria de plásticos. Borracha natural. Borracha sintética. Reciclagem do plástico 680 Produtos manufaturados específicos. 681 Instrumentos de precisão. 687 Indústria de roupas. Alfaiataria. Artigos de toucador. 690 Materiais e processos de construção de edifícios. 691 Materiais de construção. Tijolos, cimento, etc. 692 Técnicas e processos de construção. Alvenaria, reboco, etc. 696 Instalações sanitárias, elétricas, etc. 697 Acabamento. 700 ARTES. DIVERTIMENTOS. ESPORTES. 704 Coleções, Iconografias, etc. 709 História da arte em geral. Arte Moderna 710 Planejamento regional e urbano. Paisagismo. Produção Artística 720 Arquitetura 725 Edifícios públicos, comerciais e industriais 726 Arquitetura religiosa 727 Prédios escolares 728 Prédios residenciais. Arquitetura Residencial 730 Escultura. Imagens Religiosas 736 Talha e gravação em pedra e metal 737 Numismática 738 Cerâmica artística 740 Desenho. Artes menores 741 Desenho a mão. Desenho em quadrinhos. 744 Desenho técnico 745 Trabalhos manuais 750 Pintura. 760 Arte de gravura. Gravuras 770 Fotografia 780 Música. 790 Divertimentos. Esportes 791 Diversões públicas. Cinema, circo, concertos, etc. Cinema brasileiro.
  49. 49. 53 792 Teatro e balé. Teatro brasileiro. 793 Jogos e passatempos 794 Jogos de raciocínio e perícia 795 Jogos de azar. Jogos de carta 796 Atletismo e esportes 797 Jogos de bola 798 Esportes hípicos 799 Pesca . Caça. Tiro 800 LITERATURA. CARTAS DE AMOR. ANTOLOGIA 808 Crítica e interpretação 809 História e crítica 810 Literatura americana 820 Literatura inglesa 830 Literatura alemã 840 Literatura francesa 850 Literatura italiana 860 Literatura espanhola, da América do Sul e Central (E A MEXICANA, LITERATURA ESPANHOLA SITUADA NA América do Norte?) 869 Literatura portuguesa 869.9 Literatura brasileira. Literatura de Cordel. 870 Literatura latino clássica 880 Literatura grego clássica 890 Outras literaturas (africanas, asiáticas, hebraica, russa, etc.) 900 GEOGRAFIA. BIOGRAFIA. HISTÓRIA 910 Geografia geral 912 Mapas 914 Geografia da Europa 915 Geografia da Ásia 916 Geografia da África 917 Geografia da América do Norte e América Central 918 Geografia da América do Sul 918.1 Geografia do Brasil 919 Geografia da Oceania e Regiões Polares 920 Biografia 920.2 Bibliotecários 920.5 Jornalista 920.9 Museólogo 921 Filósofos 922 Religiosos. Santos 923 Sociólogos: Chefes de Estado, estadistas, educadores, políticos, financistas,etc.
  50. 50. 54 924 Filólogos 925 Cientistas: físicos, químicos, astrônomos, geólogo, etc 926 Engenheiros, médicos, agricultores, técnicos em geral. 927 Artistas 928 Escritores 929 Genealogia. Heráldica. Bandeira. Símbolos Nacionais 930 História geral. História da civilização 940 História da Europa 950 História da Ásia 960 História da África 970 História da América do Norte e América Central 980 História da América do Sul 981 História do Brasil. História da Bahia. Carta de Pero Vaz de Caminha. 990 História da Oceania e Regiões Polares
  51. 51. 55 ANEXO 4 - Índice de assuntos - Classificação A Abacate, cultura, 634 Abacaxi, cultura, 634 Abastecimento de água (usar Água – Abastecimento) - 628 Abelha, criação (usar apicultura), 638 Abolição dos escravos, 981 Aborto direito, 343 medicina, 618 Absolutismo, 320 Acabamento de construção (usar Construção – acabamento), 698 Acampamento de turismo, 796 Acidente de trabalho, 614 prevenção, 614 seguro, 368 Aço artigo, 672 fabricação, 669 Acre geografia, 918.1 história, 981 Acrobacia, 796 Açúcar, indústria, 664 Acústica, 534 Administração (veja também Gestão) agrícola, 631 científica, 650 de empresa, 658 de pessoal, 351 do lar, 640 educacional, 371 estadual, 353 (use após o nome do Estado) federal, 354 hospitalar, 658 hoteleira, 658 municipal, 352 pública, 350 Adoção de menor, 360 Adolescência, psicologia, (veja em Psicologia) Adubo, 631 Adulto, educação (usar Educação de adulto), 374 Adventista, 230 Aerodinâmica, 533 Aeronáutica, 389 Aeroporto construção, 625 transporte, 389 Afeganistão geografia, 915 história, 950 África geografia, 916 história, 960 África do Sul, República da geografia, 916 história, 960 Afrodescendente, 320 Agência de publicidade, 659 Agricultores Biografia, 926 Agricultura, 630 Agrimensura, 526 Agronomia, 630 Água, 551 abastecimento, 628 engenharia, 627 AIDS, 616 Aipim, cultura, 633 Alagoas geografia, 918.1 história, 981 ALCA, 330 Álcool, indústria, 661 Alcoolismo, 610 Alemanha, geografia, 914 história, 940 Alemão, idioma (use Língua alemã), 430 Alergias, 616 Alfabetização, 371 Alfabeto, 400 Alfaiataria, 687 Alga, 581 Álgebra, 512 Algodão cultura, 633 tecido, 677 Alho, cultura, 633 Alimentação, 613 Alimento fabricação, 664 preparação, 641 saúde, 613 Alma, 130 Alpinismo, 796 Alquimia, 540 Alto Volta geografia, 916 história, 960 Alucinógena, 615 Alumínio, 669 Alvenaria, 693 Alzheimer, 616 Amapá geografia, 918.1 história, 981
  52. 52. 56 Amazonas geografia, 918.1 história, 981 Amazonas, rio, 918.1 Amebíase, 610 Amendoim, cultura, 633 América Central geografia,917 história, 970 América do Norte geografia, 917 história, 970 América do Sul geografia, 918 história, 980 Amor, 150 Análise combinatória, 510 do discurso, 410 gramatical, 400 matemática, 517 química, 543 Anatomia animal, 591 humana, 611 vegetal, 581 Anedota estrangeira, 800 brasileira, 869.9 Andorra geografia,914 história, 940 Anglicanismo, 230 Angola geografia, 916 história, 960 Animal Anatomia (usar Anatomia animal),591 aquático, 597 bovino, 636 criação, 636 (ver também pelo nome do animal) de estimação, 636 de granja, 636 doméstico, 636 desdentado, 599 fisiologia (usar fisiologia animal), 591 invertebrado, 592 nocivo, 590 pré-histórico, 560 vertebrado, 596 (ver também aves, hominídios, mamíferos, reptéis) Antártida geografia, 919 história, 990 Antibiótico, 615 Anticoncepcional, 615 Antigo Testamento, 220 Antiguidades, 700 Antilhas geografia, 917 história, 970 Antologia estrangeira, 800 brasileira, 869.9 de cordel, 869.9 Antropologia, 570 cultural, 390 humana, 572 física, 573 pré – histórica, 571 social,390 Anuário, 000 Aparelho elétrico, 621 Apicultura, 638 Aposentadoria, 368 Rural, 368 Apóstolos, 230 Aprendizagem, 370 Industrial, 330 Aptidão física, 796 Aquarela, 750 Aquecimento global, 574 Ar, 551 condicionado, 696 Árabe, idioma (usar Língua árabe), 490 Arábia Saudita geografia, 915 história, 950 Aranha, 592 Argélia geografia, 916 história, 960 Argentina geografia, 918 história, 980 Argila modelagem,738 produto, 666 Aristocracia, 320 Aritmética, 511 Arma, 623 Armamento, 623 Arquelogia, 571 Arquitetura, 720 comercial, 725 de prédio público, 725 de prédio escolar, 727 hospitalar, 725 hoteleira, 725 industrial, 725 paisagística, 710 religiosa, 726 residencial, 728 Arquivo de escritório, 651 histórico, 060 Arquivologia, 060 Arroz, cultura, 633 Arte, 700 história, 709
  53. 53. 57 medieval, 709 moderna, 700 popular, 398 sacra, 704 (+ o local depois de traço) Artes e ofícios, 670 gráficas, 730 plásticas, 730 Artesanato, 745 Artistas Biografia, 927 Árvore botânica, 580 frutífera, 634 florestal, 634 genealógica, 929 ornamental, 635 praga,632 Assédio moral, 150 Asfalto, 665 Ásia geografia, 915 história, 950 Asilo, 360 Assíria, 950 Assistência pré-natal (usar direto Pré- natal), 618 social, 360 Associação, 060 beneficente, 369 política, 320 religiosa, 230 Astecas, história, 970 Astrofísica, 520 Astrologia, 130 Astronáutica, 629 Astronomia, 520 Astrônomos Biografia, 925 Ateísmo, 200 Atlântico, oceano, 910 Atletismo, 796 Atmosfera, 551 Átomo, 539 Audição, 612 Audiovisual, 371 Austrália geografia, 919 história, 990 Aústria geografia, 914 história, 940 Autismo, 616 Auto ajuda, 170 Autobiografia (usar após o nome do autobiografado), 920 Automação, 650 Automobilismo, 796 Automóvel fabricação, 629 transporte, 388 Aveia, cultura, 633 Ave, 597 Criação (usar Avicultura), 636 Aviação acidente, 387 comercial, 387 militar, 355 Avião construção, 629 transporte, 387 Avicultura, 636 Azulejo cerâmica, 738 na construção, 690 B Babaçu, cultura, 633 Babilônia, história, 950 Bacia Amazônica, 918.1 Bacteriologia, 576 agrícola, 630 botânica, 580 médica, 610 Bahia geografia, 918.1 história, 981 Bahrein, ilhas geografia, 915 história, 950 Baile, 791 Bairro industrial, 710 Balaiada, 981 Balé, 792 Baleia, 599 pesca, 639 Balística, 623 Banana, cultura, 634 Banco, 330 Banda de música, 780 Bandeira e estandarte, 929 Bandeirantes, 981 Banditismo, 301 Bangladesh geografia, 915 história, 950 Banho, 613 Baralho, 795 Barco construção, 629 esporte, 796 transporte, 386 Barômetro, 551 Barragem, 627 Barroco, 700 Base aérea, 355 Basquetebol, 797 Batalha, Waterloo, 940 Riachuelo, 981, etc Batata, cultura, 635 Bateria elétrica, 621 Batista, igreja (usar Igreja Batista), 230 Batráquio, 597
  54. 54. 58 Beatismo, 240 Bebê, cuidados com, 649 Bebida alcoólica, 663 fabricação, 663 Belas-Artes, 700 Beleza pessoal, 646 produtos, 668 salão, 687 Bélgica geografia, 914 história, 940 Bíblia, 220 Biblioteca, 020 Bibliotecários Biografia, 920.1 Biblioteconomia, 020 Bicho-da-seda, criação, 638 Bicicleta esporte, 796 fabricação, 629 transporte, 388 Bijuteria, 671 Bilhar, 794 Biodiversidade, 504 Biofísica,577 Biografia, 920 (usar após o nome do biografado), Para biografias coletivas por pro- fissão, usar o nome da profissão antecedido da palavra biografia, 920.1 a 928 Biologia, 574 animal, 591 marinha, 574 vegetal, 581 Bioquímica, 577 Biosfera, 504 Birmânia geografia, 915 história, 950 Boas maneiras, 395 Bode, 599 criação, 636 Boi, 599 criação, 636 Bola, jogo, 797 Bolívia geografia, 918 história, 980 Bolo confeitado, 641 Bolsa de estudo, 370 de valores, 330 Bombeiro, corpo de, 352 Bordado, 745 Borracha, fabricação, 678 Bosque, 634 Botânica, 580 Botsuana geografia, 916 história, 960 Bovino, 599 Boxe, 796 Brasão, 929 Brasil geografia, 918.1 história, 981 Brasília geografia, 918.1 história, 981 Bridge, 795 Briga de galo, 791 Brinquedo, 790 Bronze metalurgia, 669 trabalho em, 736 Budismo, 290 Bulgária geografia, 914 história, 940 Bullying, 150 Bumba-meu-boi, 398 Buraco, jogo, 795 Burguesia, 320 Burocracia, 350 Burundi geografia, 916 história, 960 Bússola, 520 C Caatinga, 918.1 Cabana, construção, 690 Cabanagem, 981 Cabra, 599 criação (usar Caprinocultura), 636 Cabeleireiro, 687 Cabelo aspecto pessoal, 646 cuidados, com, 687 saúde, 612 Caça esporte, 799 indústria, 639 Cacau cultura, 633 indústria, 664 Café, cultura, 633 Caixa econômica, 330 Cal fabricação, 666 na construção, 691 Calçado, fabricação, 675 Calculadora, 681 Cálculo, 517 das probabilidades, 519 diferencial, 519 integral, 517 Calendário, 529 Calor, 536 Caloria, 641 Calvinismo, 230
  55. 55. 59 Câmara de deputados federal, 342 fotográfica, 770 municipal, 352 Camarão, pesca, 639 Camarões (país) geografia, 916 história, 960 Câmbio, 330 Camboja geografia, 915 história, 950 Caminhada, 610 Campismo (camping), 796 Cana-de-açucar, cultura, 633 Canadá geografia, 917 história, 970 Canal, construção, 627 Canário, 598 criação, 636 Canastra, jogo, 795 Câncer, 616 Candidíase, 616 Candomblé, 290 Cangaceiro, 981 Canto, 780 Canudos, Guerra (usar Guerra de Canudos), 981 Cão, 599 criação, 639 Capitalismo, 330 Capitanias Hereditárias, 981 Capoeira, esporte, 796 Caprino, 599 Caprinocultura, 636 Caranguejo, pesca, 639 Caratê, 796 Caráter, 130 Cardápio, 642 Cardiologia, 616 Carnaval, 394 Carne, 637 Carnívoro, 599 Caricatura, 741 Carpintaria, 674 Carta, 810 – 890 (usar o nome da nacionalidade do autor, e o nº da Literatura do país onde o escritor nasceu. Ex. Carta francesa, 840) de Pero Vaz de Caminha, 981 (veja também correspondência comercial; jogos) Carta de Pero Vaz de Caminha, 981 Cartografia, 526 Carvão mineral, 622 exploração, 622 geologia, 550 Casa habitação, 310 decoração, 643 equipamento, 640 higiene, 648 Casamento, 347 Castanha-do-pará cultura, 634 indústria, 664 Catalogação, 020 Catecismo, 230 Catolicismo, 240 Cavalaria militar, 355 Cavalo, 599 criação, 636 equitação, 798 Caverna, 551 Ceará geografia, 918.1 história, 981 Cebola, cultura, 633 Cego assistência, 360 educação, 371 Cegueira, 616 Ceilão geografia, 915 história, 950 Célula, biologia, 575 Celulose, 676 Central elétrica, 621 Cera, fabricação, 665 Cerâmica artística, 738 industrial, 666 Cereal, cultura, 633 Cerrado, 918.1 Cesto, fabricação, 745 Chá, cultura, 633 Charada, 793 Chefes de Estado Biografia, 923 Chile geografia, 918 história, 980 China geografia, 915 história, 950 Chinês, idioma, 490 Chipre geografia, 914 história, 940 Chocolate, 664 Chumbo geologia, 550 metalurgia, 669 Chuva, 551 Cibernética, 070 Ciclismo, 796 Ciclone, 551 Cidadania, 320 Cidade governo, 352 planejamento, 710
  56. 56. 60 Ciência, 500 aplicada, 600 atuarial, 310 biológica, 570 da saúde, 610 doméstica, 640 história, 509 militar, 355 oculta, 130 política, 320 pura, 500 social, 300 Cientistas Biografia, 925 Cigarro fabricação, 680 vício, 613 Cimento fabricação, 666 na construção, 691 Cinema, 791 Cinema brasileiro, 791 Cinemática, 531 Cinematografia, 770 Cinética, 530 Cingapura geografia, 915 história, 950 Circo, 791 Cirurgia, 617 Citologia, 575 Ciúme, 150 Civilização (ver também antropologia) história, 930 Civismo, 320 Classe social, 301 Classificação de cargo e emprego, 351 de livro, 020 Clero, 230 Clima, 551 Climatologia, 551 Clongem, 590 Clube beneficente, 360 esportiivo, 796 social, 394 Cobra, 598 Cobre geologia, 550 metalurgia, 669 Coco, cultura, 634 Código civil, 347 comercial, 343 de leis, 340 penal, 345 de mineração, 340 etc. Coelho, criação, 636 Colheita, 633 Colméia, 638 Colômbia geografia, 918 história, 980 Colonialismo, 320 Colonização, 320 Combustão física, 536 tecnologia,662 Combustível, 662 Comércio, 380 exterior, 382 interno, 381 Comestível, 664 Cometa, 523 Compra, 380 Computação, 001 Computador eletrônico, 681 Comunicação social, 070 pesquisa, 070 Comunidade, 360 religiosa, 200 Comunismo, 320 Concerto musical, 791 Concorrência, 380 Concreto armado, 691 Concurso, apostila, 351 Condições econômicas, 330 (só usar após nome de pais, estado, município etc.) Conduta ética, 170 etiqueta, 395 de vida, 170 Confucionismo, 260 Congada, 398 Congo, República Democrática geografia, 916 história, 960 Congo, República Popular geografia, 916 história, 960 Conhecimento, 160 Conjunto residencial, 710 Conjuração baiana, 981 Consciência, 150 Constelação, 521 Constituição, 342 Construção acabamento, 698 material de, 691 processo de, 693 (ver também por nome de material, objeto, etc) Construtivismo, 371 Consumo, 330 Contabilidade, 657 Conto , 810 – 890 (usar o nome da nacionalidade do autor, e o nº da Literatura do país onde o escritor nasceu. Ex. Conto francês, 840)
  57. 57. 61 policial, popular (usar apenas conto) brasileiro, 869.9 estrangeiro, 800 Contrato de trabalho, 349 direito, 347 Contravenção, 343 Controle de qualidade, 658 de natalidade, 610 Cook geografia, 919 história, 990 Cooperativa, 330 Cooperativismo, 330 Cor, 535 Coração, doenças, 616 Corante, fabricação, 665 Corda,fabricação, 677 Cordel, 810 – 890 (usar o nome da nacionali- dade do autor, e o nº da Literatura do país onde o escritor nasceu. Ex. Cordel francesa, 840) Coréia, República geografia, 915 história, 950 Coréia, República Democrática Popular geografia, 915 história, 950 Coreografia, 792 Coro, 780 Coronelismo, 320 Corpo humano, 611 Correio, 383 Corrente elétrica, 621 Correspondência comercial, 652 oficial, 469 Corrida automóvel, 796 barco, 796 cavalo, 798 obstáculo, 796 Corte e costura, 646 Cortesia, 395 Cosmético fabricação, 668 uso, 646 Cosmologia astronomia, 520 filosofia, 100 Cosmos, 520 Cosmonáutica, 629 Costa do Marfim geografia, 916 história, 960 Costa Rica geografia, 917 história, 970 Costumes, 394 Costura, 646 material, 687 no lar, 646 Couro indústria, 675 trabalho em, 745 Cozinha culinária, 641 equipamento, 643 Creche, 360 Crédito, 330 Crescimento humano, 610 Criação de animais, 636 (veja também pelo nome do animal) Criança cuidados com, 649 deficiente, 362 direito ( use direito da criança), 342 educação (use educação da criança), 372 no trabalho (use trabalho infantil), 330 psicologia (use psicologia infantil),150 proteção, 360 Crime, 343 Criminologia, 343 Criptografia, 652 Cristal, 548 Cristalografia,548 Cristianismo, 230 Cristo, 230 Crítica e interpretação (usar após o nome do criticado + crítica e interpretação), 808, tanto para literatura estrangeira como para a brasileira. Usar também Clássicos da literatura – Crítica e interpretação Crochê, 745 Crônica , 810 – 890 (usar o nome da nacionalidade do autor, e o nº da Literatura do país onde o escritor nasceu. Ex. Carta francesa, 840) Cronologia, 900 Cronometria, 529 Crustáceo, 592 Cruzadas, 930 Cruz Vermelha, 360 Cuba geografia, 917 história, 970 Culinária, 641 Culinária brasileira, 641 Culto afro-brasileiro, 290 cristão, 230
  58. 58. 62 igreja católica, 240 não cristão, 290 Cultura, 000 (veja também sobre o nome de cultivos. Ex.aimpim, cebola, etc) história, 930 literária, 800 popular, 398 de massa, 398 Currículo, 375 Curso (veja educação) Curtume, 675 Custo de vida, 330 Cutelaria, 672 D Dados, jogo, 795 Daltonismo, 616 Damas, jogo, 794 Dança, 792 folclórica, 398 Danos morais, 150 Daomé geografia, 916 história, 960 Datilografia, 652 Decoração da mesa, 642 de interior, 643 do lar, 643 Decreto estadual, 340 federal, 340 municipal, 340 Defesa do consumidor, 340 nacional, 355 pessoal, 796 Deficiente, integração social, 362 Delinqüência, 343 assistência, 360 juvenil, 343 Demagogia, 320 Demência, 610 Democracia, 320 Demografia, 310 Dentes, 616 Dependência química (use droga), 150 Depressão, 616 Dermatologia, 610 Desapropriação, 347 Descobrimentos científicos, 500 geográficos, 910 marítimos, 930 Desdentado (usar Animal desdentado),599 Desemprego, 330 Desenho, 740 a mão, 741 animado, 791 arquitetônico, 744 decorativo, 745 industrial, 744 mecânico, 621 em quadrinho, 741 técnico, 744 Desenvolvimento econômico, 330 sustentável, 330 Deserto, 551 Desigualdade social, 301 Desinfetante medicina, 610 química, 668 Desquite, 347 Detergente fabricação, 668 uso doméstico, 648 Detetive, 343 Deus, 200 Dever, 170 Devoção, 230 Diabete, 616 Diabo, 200 Diagramação, 655 Dialética, 160 Diáspora, 305 Didática, 371 de ciências, 371 de história, 371 de português, 371, etc Usar também área do conhecimento- Métodos de ensino. Ex. Geografia - Métodos de ensino. Dieta nutrição, 613 preparação, 641 Dinamarca geografia, 914 história, 940 Dinâmica, 531 Dinheiro, 330 Dinossauro, 560 Diplomacia, 327 Direito administrativo, 342 ambiental, 344 autoral, 346 canônico, 348 civil, 347 comercial, 343 comparado, 340 constitucional, 342 da criança, 342 criminal, 345 educacional e cultural, 344 de família, 347 industrial, 343 internacional, 341 de jurisprudência e áreas específicas, 349 mercantil, 343
  59. 59. 63 militar, 343 penal, 345 privado, 346 público, 342 de segurança pública, 344 de saúde pública, 344 social, 344 trabalhista, 344 tributário, 343 Direitos da mulher, 396 humanos, 320 políticos, 320 Dirigível, 389 Disciplina. 160 Disco voador, 001 Discriminação racial, 320 social, 301 Discurso, 800; 869.9 Distrito Federal geografia, 918.1 história, 981 Distrito industrial, 710 Ditadura, 320 Diversidade cultural, 301 Divertimento, 790 Divisão do trabalho, 330 Divórcio, 347 Documentação, 020 Doença das plantas, 632 do homem, 616 dos animais, 619 sexualmente transmissível, 616 Dogma, 230 Domínio, 795 Doutrina religiosa, 200 Drama (usar teatro), 792 Drenagem, 631 Droga, 615 (só em fármacos) abuso, 362 controle, 362 E Eclipse, 523 Ecologia, 574 Economia, 330 doméstica, 640 política, 330 Ecossistema, 574 Ecoturismo, 574 Ecumenismo, 230 Edifício comercial, 725 de apartamento, 728 escolar, 727 industrial, 725 projeto, 720 público, 725 rural, 631 Editoração, 655 Educação, 370 à distãncia, 371 (veja também Tele-curso) agícola, 373 artística, 372 cívica, 370 comercial, 373 da criança, 372 de adulto, 374 especial, 374 física, 371, 796 fundamental (1ª a 8ª série), 372 história, 370 nível médio, 373 pré-escolar, 371 profissional, 373 religiosa, 370 sexual, 370 superior, 378 supletiva, 374 Técnico, 373 Educadores biografia, 923 Egito geografia, 916 história, 960 Egoísmo, 170 Elefante, 599 Eleição, 320 Eletricidade, 537 (veja também engenharia elétrica) Eletrificação, 621 Eletromagnetismo, 538 Eletrônica, 537 (veja também engenharia elétrônica) Eletrotécnica, 621 El Salvador geografia, 917 história, 970 Embarcação construção, 629 esporte, 796 transporte, 386 Embriologia animal, 591 humana, 611 vegetal, 581 Emigração, use Migração, 330 Emirados Árabes Unidos geografia, 915 história, 950 Emoção, 150 Empreendedorismo, 658 Empregado, 330 Emprego, 330 Empresa comercial, 658 pública, 350 Encadernação, 655 Encanamento, 696 Encíclica papal, 240 Energia 500 (usar quando o
  60. 60. 64 livro tratar de vários tipo de energia) atômica, 539 elétrica, 621 física, 530 nuclear, 621 solar, 523 Enfermagem, 610 no lar, 649 Engenharia aeronáutica, 629 civil, 624 de minas, 622 de transporte, 629 elétrica, 621 eletrônica, 621 estrutural, 624 hidráulica, 626 mecânica, 621 militar, 623 naval, 625 nuclear, 621 sanitária, 628 Engenheiros biografia, 926 Engenho, 664 Enigma, 001 Ensaio ( use romance), 800, 869.9 Ensino (veja educação, organização) Entidade beneficente, 369 Entomologia, 592 Entorpecente, 615 Entrevistas, 070 Envelhecimento, 612 Enxaqueca, 616 Epistemologia, 160 Equação algébrica, 512 diferencial, 517 Equador geografia, 918 história, 980 Eqüino, 636 Equitação, 798 Equipamento de escritório, 651 Erosão, 551 Erva-mate, cultura, 633 Escola administração, 371 arquitetura, 725 filosófica, 140 fundamental, 372 organização, 371 particular, 371 pública, 371 de nível médio, 373 superior, 378 Escotismo, 369 Escravidão, 320, 981 Escrita, mecanografia, 652 Escrita, evolução, 400 Escritores biografia, 928 Escritório comercial, 651 equipamento (usar equipamento de escritório), 651 mobiliário (usar mobiliário de escritório), 651 organização (usar organização de escritório), 651 ver também arquivo de escritório Escultura, 730 Esgoto, 628 Esgrima, 796 Esmalte, 666 cerâmica, 738 Esoterismo, 130 Espanha geografia, 914 história, 940 Espanhol, idioma (usar língua espanhola), 460 Espionagem, 327 Espiritismo, 130 Espírito Santo geografia, 918.1 história, 981 religião, 230 Espiritualismo, 100 Esporte aquático, 796 caça, 799 hípico, 798 luta, 796 náutico, 796 terceira idade, 796 Esquimó, 970 Estações do ano, 910 Estadistas, biografia, 923 Estado, 320 Estado Novo, 981 Estados Unidos da América geografia, 917 história, 970 Estanho, 699 Estática, 531 Estatística, 310 Populacional (veja Demografia) Estatuto, 348 da terra, 348 do desarmamento, 348 predial, 347 Estenografia, 653 Esterilidade humana, 618 Estética, 100 Estilo literário, 800 Estrada, construção, 625
  61. 61. 65 Estrada de ferro construção, 625 transporte, 385 Estrada de rodagem construção, 625 transporte, 388 Estratégia militar, 355 Estrela, 521 Estrutura de engenharia ( use Engenharia estrutural), 624 Estruturalismo, 100 Estudante, 371 Ética, 170 Etimologia, 400 Etiópia geografia, 916 história, 960 Etiqueta, 395 Etnia, 305 Etnografia, 573 Etnologia, 573 Europa geografia, 914 história, 940 Evangelhos, 220 Evangelização, 230 Evolução, 570 Humana, 572 Excursionismo, 796 Exército, 355 Êxodo rural, 310 Exploração geográfica, 910 Explosivo, 662 Exportação, 382 Expressão idiomática, 400 F Fábrica administração, 658 engenharia, 621 Fabricação (veja pelo nome dos produtos) Fábula brasileira, 869.9 estrangeira, 800 Fala, 612 Família, 306 Fanfarra, 780 Fantoche, 791 Farmácia, história, 615 Farmacologia, 615 Fauna, 590 Favela, 710 Fazenda de criação, 636 Federalismo, 320 Feijão, cultura, 635 Feira popular, 394 de livros, 381 Feitiçaria, 398 Felino, criação, 636 Feminismo, 396 Fernando de Noronha geografia, 918.1 história, 981 Ferramenta agrícola, 631 carpintaria, 674 mecânica, 621 Ferro artigo de, 672 fundido, 669 metalurgia, 669 mineração, 622 Ferrovia construção, 625 transporte, 385 Fertilizante agrícola, 631 fabricação, 668 Festa popular, 394 Festa religiosa, 240 Festival, 394 Feudalismo, 320 Fibra sintética, 677 tecido, 67 vegetal, 633 Ficção (usar romance) Estrangeiro, 800 brasileiro, 869.9 Fidji, ilhas geografia, 919 história, 990 Figurino de moda, 646 Filatelia, 383 Filipinas geografia, 915 história, 950 Filme cinematográfico, 770 Filogenia, 575 Filologia, 400 Filólogos biografia, 924 Filosofia, 100 do espírito, 130 história da, 190 Filósofos biografia, 921 Finanças públicas, 330 Financistas biografia,923 Finlândia geografia, 914 história, 940 Fio fabricação, 677 sintético, 677 Física, 530 atômica, 539 eletrônica, 537 molecular, 539 nuclear, 539 Físicos biogrfia, 925
  62. 62. 66 Fisiologia animal, 591 humana, 612 vegetal, 581 Fisioterapia, 615 Fitogeografia, 581 Flor, 580 cultura, 635 Flora, 580 Florais de Bach, 615 Floresta, 634 Floricultura, 635 Fluídos, física, 532 Fogos de artifício, fabricação, 662 Foguete de artifício, 662 espacial, 629 Folclore, 398 Fome, 612 aspecto social, 360 Fonética, 400 Foniatria,612 Fonoaudiologia, 612 Força, mecânica, 531 Forças armadas, 355 Formação profissional, 373 Formiga, 592 Forrageira, 633 Fóssil, 560 Fotocópia, 770 Fotografia, 770 Fotossíntese, 581 Fração matemática, 511 França geografia, 914 história, 940 Francês, idioma (usar língua francesa), 440 Franciscanos, 200 Fruta alimento, 641 botânica, 580 cultura (usar Fruticultura), 634 Fruticultura, 634 Fumo, cultura, 633 vício, 613 Funcionalismo público, 350 Função matemática, 517 Fundição, 669 Futebol, 797. G Gabão geografia,916 história, 960 Gado, 636 (veja também pelo nome do animal) Galáxia, 521 Galinha, 598 criação, 636 Galo, 598 criação, 636 Galvanização,669 Gâmbia geografia, 916 história, 960 Gana geografia, 916 história, 960 Garçom,642 Garimpo, 549 Gás combustível fabricação, 662 uso doméstico, 641 Gases em geral, 533 Gasolina, 665 Gastos públicos, 330 Gastronomia, 641 Gato, criação, 636 Genealogia, 929 Genética, 575 animal, 590 humana, 574 vegetal, 580 Geociências, 550 Geodésia, 526 Geofísica, 550 Geografia (Veja também e use após os nomes dos locais) econômica, 910 geral, 910 humana, 910 Geologia, 550 Geólogos biogrfia, 925 Geometria analítica, 516 descritiva, 515 geral, 513 Geomorfologia, 551 Gerador elétrico, 621 Geriatria, 612 Gesso, 666 Gestão ambiental, 658 de negócios, 658 Ginástica, 796 Ginecologia, 618 Globalização, 330 Goiás geografia, 918.1 história, 981 Golfe, 796 Gordura, fabricação, 665 Governo, 320 estadual, 353 federal, 354 municipal, 352 Grã-Bretanha, 940 Governo-Geral, história, 981 Grã-Bretanha
  63. 63. 67 geografia, 914 história, 940 Grafologia, 652 Gramática inglesa, 420 espanhola, 460 portuguesa, 469 etc. Granja, 631 Gravação arte, 760 indústria de metais, 671 Gravidade, 531 Gravidez, 618 Gravitação, 531 Gravura em madeira, 760 em metal, 760 Graxa lubrificante, 665 Grécia geografia, 914 história, 940 Grego, idioma (use lingua grega), 480 Groelândia geografia, 919 história, 990 Grupo étnico, 572 sanguíneo, 612 social, 305 Guache, 750 Guatemala geografia, 917 história, 970 Guerra, 355 Guerra de Canudos, 981 Guerra fria, 327 Guerra do Paraguai, 989 Guerra dos Emboabas, 981 Guerra dos Farrapos, 981 Guerra mundial (1ª) ou ( 2ª), 940 Guianas geografia, 918 história, 980 Guia de viagem, 910 Guiné geografia, 916 história, 960 Guiné Equatorial geografia, 916 história, 960 H Habitação Arquitetura (use aquitetura residen- cial), 728 aspecto social, 310 ciências domésticas, 643 Habitat humano, 300 Haiti geografia, 917 história, 970 Havaí geografia, 919 história, 990 Hebreus, história, 930 Helicóptero engenharia, 629 transporte, 387 Heráldica, 929 Herança Biologia (use hereditariede), 575 direito, 347 Hereditariedade, 575 Heróis, lendas, 398 Hidráulica, engenharia ( use Engenharia hidráulica), 626 Hidrofobia, 616 Hidrografia, 551 Hidrostática, 532 Hidroterapia, 615 Hidrovia, 386 Hieróglifo, 930 Higiene do lar, 648 industrial, 331 pessoal, 613 Hinduísmo, 290 Hino, 780 Nacional, 929 Hipismo, 798 Hipnotismo, 150 História (Veja também e use após os nomes dos locais e do assunto) Histórias de Bairros, usar o nome do bairro traço (-) História da arte, 709 da bahia, 981 e crítica literária (use nome da Literatura Brasileira ou estrangeira – história e crítica), 809 da filosofia, 190 geral, 930 da literatura (use Literatura nome da literatura brasileira ou estrangeira – História e crítica) ,809 do livro (use Livro – história) , 002 natural, 574 Historiografia, 900 Holanda geografia, 914 história, 940 Holandês, idioma (usar Língua holandesa), 490 Holismo, 150
  64. 64. 68 Homem anatomia (use anatomia humana) 611 evolução (use evolução humana) 572 fóssil, 571 origem, 572 pré-histórico, 571 (ver também fisiologia humana, hominídios, 599 Homeopatia, 615 Homossexualismo, 574 Honduras geografia, 917 história, 970 Horóscopo, 130 Hortaliça, 635 Horticultura, 635 Hóspede, cuidados com, 649 Hospital, 610 Arquitetura (use Arquite- tura hospitalar, 725 Hotelaria, 648 Humorismo, 800; 869.9 Hungria geografia, 914 história, 940 I Idade Média, 930 Idealismo, 100 Idioma, 400 (ver também linguas) Iêmen geografia, 915 história, 950 Igreja arquitetura (use arquitetura religiosa,726 batista, 230 católica, 240 católica brasileira, 240 cristã, 230 não cristã, 290 Iluminação, 621 Iluminismo, 100 Ilusionismo, 793 Imagens religiosas, 730 Imaginação, 150 Imigração, (use Migração), 330 Imperialismo, 320 Importação, 382 Imposto, 330 de renda, 330 Imprensa comunicação social, 070 tipografia, 655 Impressão, 655 Imonologia, 612 Incas, 980 Incêndio auxílio, 360 seguro, 368 Inclusão digital, 303 Inconfidência Mineira, 981 Inconsciente filosofia, 130 psicologia, 150 Independência do Brasil, 981 Índia geografia, 915 história, 950 Índios América Central, 970 América do Norte, 970 América do Sul, 980 Brasil, 981 Indonésia geografia, 915 história, 950 Indústria, use e veja pelo nome do produto) Infância cuidados com (use criança - cuidados com), 649 psicologia (use psicologia infantil), 150 Inferno, 230 Inflação, 330 Informação, 020 Informática, 681 (para o hardware) 004 (para o software) Inglaterra geografia, 914 história, 940 Inglês. Idioma (use Língua inglesa), 420 Inovação tecnológica, 330 Inquisição, 930 Inseticida fabricação, 661 na agricultura, 632 uso doméstico, 648 Inseto, 592 criação, 638 Instalação elétrica, 696 hidráulica, 696 sanitária, 696 Instinto, 150 Instituição beneficente, 360 educativa, 370 financeira, 330 política, 320 social, 306 Instrução, 371 Instrumento agrícola, 631 de precisão, 681 musical, 780 óptico, 681 Inteligência, 151
  65. 65. 69 Internet, 001 Inundação, 551 Inválido, cuidados com, 649 Invasões francesas, 981 Invasões holandesas, 981 Invenção, 608 de rua 608, 700 Inventário, 347 Invertebrado (usar Animal invertebrado), 592 Investigação científica, 000 criminal, 343 Ioga, 290 Irã geografia, 915 história, 950 Iraque geografia, 915 história, 950 Irlanda geografia, 914 história, 940 Irrigação, agricultura, 631 Islamismo, 290 Islândia geografia, 914 história, 940 Isótopo, 539 Israel geografia, 915 história, 950 Itália geografia, 914 história, 940 Italiano, idioma (use língua italiana), 450 Iugoslávia geografia, 914 história, 940 J Jamaica geografia, 917 história, 970 Japão geografia, 915 história, 950 Jardim botânico, 580 de infância, 372 planta de (use Planta de jardim), 635 projeto (use paisagismo), 710 zoológico, 590 Jardinagem, 635 Jazida mineral, 550 Jazz, 780 Jerusalém geografia, 915 história, 950 Jesuítas, 240 Jesus Cristo, 230 Jiu-jitsu, 796 Joalharia, 671 Jogos, 793 de azar, 795 (use também pelo nome do jogo) de bola, 797 (use também pelo nome do jogo) de cartas, 795 (use também pelo nome do jogo) eletrônicos, 794 matemáticos, 518 olímpicos, 796 Jóia, 671 Jordânia geografia, 915 história, 950 Jornal, 070 Jornalismo, 070 Jovem delinqüência (use Delinquência Juvenil), 343 psicologia ( use Psicologia do adolescente), 150 trabalho (use Trabalho juvenil), 330 Judaísmo, 290 Judô, 796 Jurisprudência, 349 Juro bancário, 330 Justiça, 340 Juta, 633 K Kuwait geografia, 915 história, 950 L Lã, fabricação, 677 Laboratório biológico, 574 químico, 542 Lago, 551 Lagosta, pesca, 639 Laminação, 669 Lâmpada, 621 Laos geografia, 915 história, 950 Lapidação, 736 Lar, 306 Laranja, cultura, 634 Laticínio, 637 Latifúndio, 333 Latim, idioma (use língua latina), 470
  66. 66. 70 Lavagem de roupa, 648 Lavoura, 633 Lazer, 790 Lealdade ética, 170 política, 320 Legislação, 340 Leguminosa, 633 Lei, 340 de responsabilidade fiscal, 342 Leite, 637 derivados, 637 Leitura, 028 orientação, 028 Lenda (use Folclore), 398 Lesotho geografia, 916 história, 960 Líbano geografia, 915 história, 950 Liberalismo político, 320 Liberdade imprensa, 070 política, 320 Libéria geografia, 916 história, 960 Líbia geografia, 916 história, 960 Liderança, 301, 658, 150 Liechtenstein geografia, 914 história, 940 Limite territorial, 910 Limpeza de casa, 648 Linguagem, 400 Língua alemã, 430 espanhola, 460 francesa, 440 grega, 480 holandesa, 490 indígena, 490 inglesa, 420 italiana, 450 latina, 470 portuguesa, 469 russa, 490 tupi, 490 Lingüística, 410 Linho, cultura, 633 Linotipia, 655 Lions Clube, 369 Líquidos. Mecânica, 532 Literatura (ver tb. Crítica e interpretação) brasileira, 869.9 comparada, 809 de cordel, 869.9 estrangeira, usar o nome da literatura, conforme a língua, 810 a 890 (veja tabela) história e crítica, 809 (antecidido do nome da Literatura estrangeira ou brasileira) infantil, 0,28.5 Litografia artística, 760 Liturgia, 200 Livro Crítica (use nome do criticado, traço (-) Crítica e interpretação, 808 editoração, 655 história, 002 indústria, 655 leitura (use só “Leitura”, 028 Lixo, 628 Locação de imóveis, 347 Logaritmo, 518 Lógica, 160 matemática, 517 Loteamento, 710 Loteria administração, 350 jogo, 795 Louça de mesa, 642 fabricação, 666 Lua, 521 vôo espacial, 629 Lubrificante, fabricação, 665 Lucro, 330 Ludoterapia, 150 Luta-livre, 796 (usar também pelo nome da luta) Lutas orientais, 796 (usar também pelo nome da luta) Luteranismo, 230 Luxemburgo geografia, 914 história, 940 Luz eletricidade, 621 física, 525 M Maçonaria, 369 Maconha,615 Macroeconomia, 330 Macumba, 290 Madagascar geografia, 916 história, 960 Madeira carpintaria, 674 indústria, 674 na construção, 691 Madureza, curso, 374 Mãe, 306 Magia, 130
  67. 67. 71 Mágica, 793 Magistério, 370 Magnetismo, 538 Maias - História, 970 Malária, 616 Malásia geografia, 915 história, 950 Malauí geografia, 916 história, 960 Mal de Parkinson, 616 Maldivas, ilhas geografia, 915 história, 950 Malgaxe, República geografia, 916 história, 960 Malharia, 687 Mali geografia, 916 história, 960 Malta geografia, 914 história, 940 Mamífero, 599 Mandamentos, 240 Mandado de segurança, 347 Manicure, 687 Mandioca, cultura, 633 Manteiga, 637 Mantiqueira, serra, 918.1 Manufatura de roupa, 687 em geral, 670 específico, 680 Mapa, 912 Maquilagem produto, 668 uso, 646 Máquina agrícola, 631 de calcular, 681 elétrica, 621 fotográfica, 770 operatriz, 621 Mar, 551 Maranhão geografia, 918.1 história, 981 Marcenaria, 674 Marginalidade, 343 Marinha de guerra, 355 mercante, 387 Marionete, 791 Marrocos geografia, 916 história, 950 Marxismo, 330, 100 Mate, cultura, 633 Matas ciliares, 634 Matemática, 510 financeira, 510 Matéria, física, 530 Material de construção (use Construção – material de), 691 Materialismo, 100 Mato Grosso geografia, 918.1 história, 981 Mato Grosso do Sul geografia, 918.1 história, 981 Matrimônio costumes, 390 direito, 347 sacramento, 230 Maurício, ilhas geografia, 916 história, 960 Mauritânia geografia, 916 história, 960 Mecânica agrícola, 631 aplicada, 621 celeste, 629 física, 531 fluídos, 532 gases, 533 líquidos, 532 quântica, 530 sólidos, 531 Mecanografia, 652 Medalha, 737 Mediação, 158 Medicamento, 615 indústria, 660 Medição do tempo, 529 Medicina, 610 Alternativa, 615 legal, 340 popular, 610 preventiva, 614 veterinária, 619 Médicos biografia, 926 Medida, 380 Meditação, 230 Meio ambiente, 574 Meio de comunicação, 384 Mel, 638 Memória, 150 Memórias (precedido do Nome do autor), 920 Menopausa, 618 Menor carente, 369 (veja também Adoção de menor) Mente, 150 Mercado, 380 Mercado de trabalho (use
  68. 68. 72 Trabalho - mercado de), 330 Mercantilismo, 330 Mercosul, 330 Mesa, 645 decoração, 642 fabricação, 674 Messianismo, 230 Metafísica, 100 Metal mineralogia, 549 na construção, 691 na indústria, 672 precioso, 671 Metalurgia, 669 Meteorologia, 551 Meteoros, 521 Metodista, 230 Método educativo, 371 Método e técnicas de ensino, 371 (usar após nome do assunto) Metodologia científica, 160 da pesquisa científica, 160 Metrô, 385 México geografia, 917 história, 970 Microbiologia, 576 Micróbios Biologia (usar Microbiologia), 576 medicina, 616 saúde pública, 614 Microeconomia, 330 Microscopia biologia, 574 física, 535 Migração animal, 591 humana, 310 Milagre, 230 Militar biografia, 923 Milho, cultura, 633 Mina, exploração, 622 Minas Gerais geografia, 918.1 história, 981 Mineração, 622 Mineralogia, 549 Minério exploração, 622 tratamento, 622 Minifúndio, 330 Ministério, 354 Minorias sociais e raciais, 320 Miscigenação, 301 Missa, 240 Míssil, 623 Missionários, 230 Misticismo filosofia, 100 religião, 200 Mito folclore, 398 religião, 290 Mitologia, 290 Mobiliário, 645 doméstico, 645 fabricação, 674 de escritório, 651 Moçambique Geografia, 916 história, 960 Moda, 646 Modernismo - Brasil - 809 Moeda, coleção, 737 Moléculas, 541 Molusco, 592 Mônaco, Principado de geografia, 914 história, 940 Monarquia, 320 Monge, 230 Mongólia geografia, 915 história, 950 Monografia Elaboração, 020 Montanha, 910 Montanhismo, 796 Monumento, 720 Moral, 170 Moral e cívica, 320 Mormonismo, 230 Morte costumes, 390 medicina, 612 Mosaico, 738 Mosca, 592 Motociclismo, 796 Motor elétrico, 621 a diesel, 621 a gás, 621 Móvel (use mobiliário), 645 Movimento, física, 531 Mulher condições sociais, 301 emancipação social, 396 na sociedade, 396 trabalho (use Trabalho da mulher), 330 Multiculturalismo, 306 Município, administração, 352 Museologia, 060 Museu, 060 Música, 780 (veja também Banda; Orquestra) brasileira, 780 folclórica, 398 erudita, 780 instrumento de, 681 popular, 780
  69. 69. 73 popular brasileira, 780 sacra, 780 Musicologia, 780 N Nação, 320 Nacionalismo político, 320 Namíbia geografia, 916 história, 960 Natação, 796 Natal, 394 Natalidade controle, 610 estatística, 310 Naturalismo filosofia, 100 brasileiro, 869.9 estrangeiro, 800 Natureza, estudo, 574 Nauru geografia, 919 história, 990 Navegação aérea, 389 fluvial, 386 interplanetária, 389 marítima, 387 Navio, construção, 629 Negócios, 650 Negro, 320 discriminação racial, 320 Nepal geografia, 915 história, 950 Neurolinguística, 150 Neurologia, 616 Neurose, 616 Nicarágua geografia, 917 história, 970 Niger geografia, 916 história, 960 Nigéria geografia, 916 história, 960 Nível de vida, 330 Nome pessoal, 390 Norfolk geografia, 919 história, 990 Noruega geografia, 914 história, 940 Notícia, divulgação, 070 Nova Caledônia geografia, 919 história, 990 Nova Zelândia geografia, 919 história, 990 Novas Hébridas geografia, 919 história, 990 Novela (use Romance) brasileira, 869.9 estrangeira, 810 a 890 Novo Testamento, 220 Números, 511 Numismática, 737 Nutrição, 613 animal, 636 economia doméstica, 641 Nylon, indústria, 678. O Obesidade, 616 Oceania geografia, 919 história, 990 Oceanografia, 551 Ocultismo, 130 Odontologia, 616 holística, 616 Ofício (profissão), 670 Offset, 655 Oftalmologia, 616 Olaria, 666 Oleaginosas, 633 Óleo, indústria, 665 Olimpíadas, 796 Omã geografia, 915 história, 950 Onda sonora, 534 televisão, 621 ONU, 341 Ópera, 780 Opinião pública, 300 Óptica, 535 instrumento, 681 Oração religiosa, 230 Oratória, 800; 869.9 Orçamento público, 330 Ordem religiosa, 200 Terceira do Carmo - Arte, 709 Organização do ensino, 371 das escolas, 371 escritório, 651 filantrópica, 360 internacional, 341 militar, 355 política, 320 Orientação educacional, 371 profissional, 330 psicológica, 150 vocacional, 150 Oriente, 950
  70. 70. 74 Orixás folclore, 398 religião, 290 Ornamento, 745 Ornitologia, 598 Orquestra, 780 Ortografia, 420 – 490 (acrescentar o nome do idioma) Ortopedia, 616 Otorrinolaringologia, 616 Ourivesaria, 671 Ouro extração, 622 metalurgia, 669 Ovelha, criação (usar Ovinocultura), 636 Ovino, 599 Ovinocultura, 636 OVNIS, 001 Ovos, produção, 637 Oxigênio, 546 medicina, 615. P Pacífico, ilhas do geografia, 919 história, 990 Pacifismo, 170 Padre, 230 Pai, 306 Paisagismo, 710 Palavras cruzadas, 793 Paleobotânica, 560 Paleozoologia, 560 Panamá geografia, 917 história, 970 Pânico, 150 Panteísmo, 200 Pão fabricação caseira, 641 indústria, 664 Papa, 240 Papel, fabricação, 676 Papua geografia, 919 história, 990 Paquistão geografia, 916 história, 960 Pará geografia, 918.1 história, 981 Paraguai geografia, 918 história, 980 Paraiba geografia, 918.1 história, 981 Paraná geografia, 918.1 história, 981 Paraná, rio, 918.1 Parapsicologia, 130 Pára-quedismo, 796 Parasitologia, 576 Parlamentarismo, 320 Parque florestal, 580 urbano,710 Partido político, 320 Parto, 618 Pássaro, 598 caça, 799 criação, 636 Passatempo, 793 Pastagem, 633 Patente, 608 Patinação, 790 Patologia animal, 619 humana, 616 vegetal, 581 Pátria, 320 Patrimônio cultural, 363 da humanidade, 363 Patriotismo, 320 Paz, 341 Pecado, 230 Pecuária (use gado, criação), 636 Pedagogia, 371 Pediatria, 616 Pedra na construção, 691 preciosa, 549 Peixe, 597 criação (usar psicultura) , 639 Pele de animal, 675 Penicilina, 615 Penitenciária, 360 Pensamento, 150 Pensão (usar seguro social), 368 Pentecostalismo, 230 Peregrinos, 230 Perfume fabricação, 668 uso, 646 Periódico, 070 Pernambuco geografia, 918.1 história, 981 Pérola, cultura, 639 Personalidade, 150 Perspectiva arte, 741 geometria, 515 Peru geografia, 918 história, 980 Pesca (veja também por nome do animal)
  71. 71. 75 esporte, 799 indústria, 639 Pesos e medidas, 380 Pesquisa científica, 000 de mercado, 658 social, 300 Pêssego, cultura, 624 Petrografia, 550 Petróleo, 550 extração, 622 tecnologia, 665 Petrologia, 550 Petroquímica, 665 Piano fabricação, 681 música, 780 Piauí geografia, 918.1 história, 981 Pingue-pongue, 796 Pintura arte, 750 construção civil, 698 Pirataria história, 930 Pirotécnica, 662 Piscicultura, 639 Planejamento doméstico, 643 econômico, 330 educacional, 370 familiar, 610 regional, 330 rural, 330 urbano, 710 Planeta, 521 Planta Anatomia (usar Anatomia vegetal),581 arquitetônica, 720 cultivada, 633 de jardim, 635 doença, 632 fisiologia (usar fisiologia vegetal), 581 medicinal, 615 ornamental, 635 praga, 632 Plástico, indústria, 678 Pneu, 629 Pobreza, 330 Poço, 628 Poder executivo, 342 judiciário, 342 legislativo, 342 Poesia, 810 – 890 (usar o nome da nacionalidade do autor, e o nº da Literatura do país onde o escritor nasceu. Ex. Carta francesa, 840) Polícia, 351 Polinésia geografia, 919 história, 990 Política, 320 ambiental, 574 educacional, 371 econômica, 330 externa 327 habitacional, 330 internacional, 327 pública, 320 Políticos biogrfai, 923 Polônia geografia, 914 história, 940 Polo Antártico (usar Polo Sul) geografia, 919 história, 990 Polo Ártico (usar Polo Norte) geografia, 919 História, 990 Pólos geográficos geografia, 919 história, 990 Poluição ambiental, 574 da água, 574 do ar, 574 Pólvora, 662 Pomar, 634 Pombo, criação, 636 Ponte, 624 População, 310 Pôquer, 795 Porcelana artística, 738 cerâmica, 666 Porco, criação (usar suinicultura), 636 Porto Rico geografia, 917 história, 970 Porto construção, 627 fluvial, 386 marítimo, 387 Portugal geografia, 914 história, 940 Português, idioma (use Língua portuguesa), 469 Positivismo, 140 Poupança, 330 Praga, agricultura, 632 (veja também árvore – praga) Prata geologia, 550 Joalharia, 739 metalurgia, 669 Preço, 330 Prefeitura, 352 Pré-história, 930

×