apresentação de monográfia

208 visualizações

Publicada em

defesa de graduação em tecnólogo em processos gerenciais

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
208
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

apresentação de monográfia

  1. 1. EMPREENDEDORISMO PARA GERAÇÃO DE NEGÓCIOS: UMA ANÁLISE NO BRASIL RAIMUNDO DA LUZ FERREIRA Orientador: Prof.Msc: Samir Araújo Casseb Coorientador: Prof. Esp.: Magno Fernando A. Nazaré
  2. 2.  Um empreendedor é um indivíduo que não espera as coisas acontecerem, mas é uma pessoa proativa, ou seja, faz as coisas acontecerem. Está altamente motivado, tem boas ideias e sabe como implementá-las de forma a alcançar os seus objetivos.  Segundo Joseph Schumpeter (1949), o empreendedor é aquele que destrói a ordem econômica existente pela introdução de novos produtos e serviços, pela criação de novas formas de organização ou pela exploração de novos recursos e materiais.
  3. 3.  CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DO EMPREENDEDORISMO E SUA EVOLUÇÃO De acordo com Landstõm, Harirchi, Astrõm (2012), a função de empreendedor é tão antiga como o intercâmbio e o comércio entre os indivíduos na sociedade, mas, no entanto, este conceito não era discutido. Somente a partir da evolução dos mercados econômicos, os cientistas se interessaram pelo fenômeno. Fillion (1999), vérin (1982) foi um dos primeiros a estudar a evolução do termo enter-preneur através da história. (Século XII ), este termo era usado para se referir-se “aquele que incentivava brigas”. Século XVII, representado pela era econômica, estava ligado a pessoa que “tomava responsabilidade e coordenava uma operação militar”
  4. 4. O EMPREENDEDORISMO NO BRASIL O Brasil, é apontado como um dos países mais empreendedores do mundo, mas há muito a melhorar no que se relaciona as condições de consolidação dos milhares de iniciativas de novas empresas. Atualmente os pesquisadores e profissionais acadêmicos acreditam que o conhecimento do conceito de empreendedorismo e de suas características serão de extrema importância para compreender o motivo de sucesso ou insucesso de alguns empreendedores. Isso poderia ajudar a formar e preparar empreendedores ao invés de esperar que eles apareçam.
  5. 5.  Os portugueses e os demais colonizadores que por aqui passaram, trouxeram consigo a cultura capitalista, a ideia de mão-de-obra, troca, compra e venda e acúmulo de capitais(riquezas).  Ao nascimento das primeiras indústrias brasileiras podemos verificar que o perfil do empreendedor nacional da maioria das empresas nasceu de imigrantes ou de filhos de imigrantes: primeiros os italianos e depois os alemães, durante e depois da Segunda Guerra Mundial.  Daí surgiu a cultura empreendedora, com os brasileiros sendo empregado dos imigrantes. A empregabilidade soava como segurança e isso fez com que as famílias e as escolas não preparasse o nosso “ouro”.
  6. 6.  Cinco elementos fundamentais na caracterização de um empreendedor:  Criatividade e inovação;  Habilidades ao aplicar esta criatividade;  Força de vontade e fé;  Foco na geração de valor;  Correr risco.
  7. 7.  Introdução de um novo bem;  Introdução de um novo método de produção;  Conquista de uma fonte de oferta de matérias-primas ou de bens semimanufaturados;  Estabelecimento de uma nova organização de qualquer indústria.
  8. 8.  JOSEPH SCHUMPETER O empreendedor como “tipo idealizado” é uma figura heroica que escolhe o campo de batalha no mundo dos negócios a fim de viver seu espírito de conquista e seu desejo de dominação.  DORNELAS São pessoas diferenciadas que possuem motivação singular, apaixonadas pelo que fazem, não se contentam em ser mais um na multidão, querem ser reconhecidos, admirados e imitados, formando um legado de seguidores.
  9. 9.  GUERRA E GRAZZIOTION Guerra e Grazziotion (2010) ver empreendedorismo como uma alternativa que possibilita maior quantidade de indivíduo entrantes no mercado de trabalho, por meio de pequenas e médias empresas inovadoras que geram novos empregos e que contribuam para o aumento da arrecadação de tributos. DOLABELA Dolabela (2009, pag.29) uma pessoa que por exemplo, adquire uma empresa e não faz nenhuma inovação e somente faça a sua administração não pode ser considerado um empreendedor.
  10. 10.  A Pesquisa caracteriza-se do tipo descritiva bibliográfica com abordagem qualitativa, fazendo uma descrição detalhada sobre os empreendedores com base teóricas em Dornelas( 2001, 2005, 2008); Dolabela (1999, 2009); Guerra e Grazziotion (2010); Landstrõm, Harichi, Astrõm ( 2012) entre outros.
  11. 11.  A IMPORTÂNCIA DO EMPREENDEDORISMO PARA A GERAÇÃO DE NEGOCIOS Mediante As análise dos resultados sobre empreendedorismo as pesquisas e a literatura apontam-nos várias razões para as pessoas se dedicarem a esta atividade. Falta de emprego, salários baixos, independência profissional, melhoria da qualidade de vida, fatores relacionados a personalidade, necessidades ou oportunidades ( Dornelas, 2008)
  12. 12.  Acredita-se que o empreendedorismo enquanto meio de geração de negócios pode ser uma alternativa para o indivíduo se integrar no contexto econômico e social, assim ajudando no crescimento do país. Os empreendedores precisam conhecer seus talentos e colocarem em prática considerando como fator primordial para o crescimento de seu país e fazer com que a necessidade faça surgir grandes empreendedores no mercado.
  13. 13. OBRIGADO! OBRIGADO!OBRIGADO! OBRIGADO! OBRIGADO!

×