Relaçaoeco

235 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
235
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relaçaoeco

  1. 1. O funcionamento de uma comunidade depende de diversas relações entre os organismo que a compõe. TIPO DE RELAÇÕES: 1. Intraespecíficas ou homotípicas: Ocorrem entre seres vivos de mesma espécie. 2. Interespecíficas ou heterotípicas: Ocorrem entre seres de espécies diferentes. CLASSIFICAÇÃO DAS RELAÇÕES: 1. Positivas ou harmônicas: Quando não há prejuízo para nenhuma população nem para os indivíduos associados. 2. Negativa ou desarmônicas: Quando um indivíduo ou uma das populações é prejudicada na associação, o que significa que suas chances de sobrevivência ou sucesso reprodutivo ficam diminuídos. 3. Neutralismo: Quando duas ou mais espécies vivendo no mesmo habitat, não são afetadas umas Pelas outras.
  2. 2. RELAÇÕES INTRA-ESPECÍFICAS A. HARMÔNICAS 1. SOCIEDADE • CONJUNTO DE ORGANISMOS DE UMA MESMA ESPÉCIE (POPULAÇÃO) COM DIVISÃO DE FUNÇÕES E LIBERDADE DE MOVIMENTAÇÃO • + , +
  3. 3. 2.COLÔNIA: ISOMORFA HETEROMORFA • ORGANISMOS DE MESMA ESPÉCIE ANATOMICAMENTE UNIDOS E COM DIVISÃO DE TRABALHO • + , +
  4. 4. B.DESARMÔNICA: 1. COMPETIÇÃO INTRA-ESPECÍFICA:
  5. 5. 2. CANIBALISMO
  6. 6. RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS: A. HARMÔNICAS 1. MUTUALISMO
  7. 7. 2. PROTOCOOPERAÇÃO: • HÁ AUXÍLIO MÚTUO, MAS SE FOREM SEPARADOS, SOBREVIVERÃO. • +, +
  8. 8. 3.COMENSALISMO: . UM COME O “SALDO” , RESTOS DO ALIMENTODO OUTRO. • + , O
  9. 9. 4. INQUILINISMO: . UM MORA SOBRE O OUTRO SEM PREJUDICÁ- LO OU SUGÁ-LO, SÓ USA SEU ABRIGO E APOIO. . + , 0
  10. 10. 2. AMENSALISMO:
  11. 11. B. DESARMÔNICAS: 1. COMPETIÇÃO INTERESPECÍFICA:
  12. 12. 3. PARASITISMO: • UM SUGA O OUTRO • HÁ OS ENDOPARASITAS E OS ECTOPARASITAS • + , -
  13. 13. O cipó-chumbo não é clorofilado e suga a seiva elaborada da árvore, enfraquecendo-a e, até, levando-a à morte. • + , -
  14. 14. • UM SUGA O OUTRO, MAS AINDA PRECISA ELABORAR, COM O MATERIAL QUE SUGOU, O SEU ALIMENTO. • + , - A Erva-de-Passarinho suga a seiva bruta da árvore e ainda terá que fazer com ela a sua fotossíntese.
  15. 15. Pulgões sugando seiva elaborada de uma planta.
  16. 16. Trypanossoma cruzi é parasita do sangue humano causando a Doença de Chagas.
  17. 17. 4. PREDATISMO: .UM CAÇA O OUTRO PARA SE ALIMENTAR (PRESA x PREDADOR) • + , -
  18. 18. Um caso raro: um autótrofo predador.
  19. 19. 5. ESCLAVAGIMO OU SINFILIA:
  20. 20. Os pulgões (insetos) são mantidos em cativeiro por formigas que lhes lambem as fezes doces, pois eles sugaram a seiva elaborada das árvores.
  21. 21. CAMUFLAGEM
  22. 22. MIMETISMO
  23. 23. SUCESSÃO ECOLÓGICA É a substituição gradual de uma comunidade por outra, ao longo do tempo, até que atinja o equilíbrio. Cada comunidade, ao se instalar, modifica o ambiente e acaba criando condições favoráveis para que uma outra comunidade se instale, substituindo-a. Espécies pioneiras: São as primeiras espécies que chegam a um local desabitado. SUCESSÃO PRIMÁRIA: Quando uma área, antes sem vida, inicia seu povoamento. SUCESSÃO SECUNDÁRIA: Quando o local já estava ocupado por uma comunidade, reunindo condições favoráveis para o reinício da vida. Séries ou seres: São comunidades intermediárias posteriores as espécies pioneiras
  24. 24. COMUNIDADE CLIMAX Estágio final da sucessão ecológica.

×