SlideShare uma empresa Scribd logo
ARTIGOS

ApReSeNTAçãO ......................................................................................................  –          3
A CRIAçãO eNTRe O NADA e A peReNIDADe ....................................................  –                                   5
                                                                                Renato Gonçalves Lopes (Unicamp)

O ALVOReCeR DO DRAmA mODeRNO bRASILeIRO .........................................  –                                           15
                                                                              Diógenes André Vieira Maciel (UEPB)

mAChADO, eSpeCTADOR De ALeNCAR: A CeNA INTeRDISCuRSIVA NA SeGuNDA
meTADe DO SéCuLO XIX .......................................................................................  –  24
                                                                                              Valéria Rosito (FAETEC)

O TeATRO bRASILeIRO e A TeNTATIVA De mODeRNIzAçãO .........................  –  36
                                                                                         Elen de Medeiros (UNICAMP)

ACORDeS ADVeRSOS: A hARmONIA De “eu SOu A VIDA, eu NãO SOu A
mORTe” ....................................................................................................................  –  47
                                                                   Célia Patrícia Sampaio Bandeira (UFES/FAPES)

O beIjO NO ASfALTO: LINGuAGem, peRSONAGeNS, GêNeRO ......................  –  56
                                                                                     José Francisco Quaresma (UEL)

mOVImeNTOS De um DRAmA eSTÁTICO: memÓRIA e SubjeTIVIDADe NA
CONSTITUIÇÃO DE UM “DRAMÁTICO (SEM SUJEITO)” ...................................  –  66
                                                                               Lígia Maria Winter (UNICAMP/CNPQ)

UMA  DEMANDA  DESESPERADA:  A  ALMA,  DE  PONCE  DE  LEÃO  E  MÁRIO  DE  SÁ-
CARNeIRO ................................................................................................................  –  77
                                                                                              Acácio Luiz Santos (UFF)




               Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários
                             Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054
                             http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa
O CONTEXTO DE ENUNCIAÇÃO E AS CONDIÇÕES SÓCIO-POLÍTICAS DE ENCENAÇÃO 
DA PEÇA LE DEMI-MONDE, DE ALEXANDRE DUMAS FILHO ............................  –  88
                                                       SILVIA PEREIRA SANTOS (UFRJ)




         Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários
                       Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054
                       http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa
ApReSeNTAçãO



   Nossa revista, homenagem à revista modernista homônima, publicou seu primei-
ro volume em 2002. São seis anos de existência regular, mostra do crescimento do
periódico graças ao trabalho sério de todos aqueles que, de uma forma ou de outra,
estão envolvidos em sua organização. Recebe artigos de pesquisadores de várias lo-
calidades e instituições, o que a fortalece e lhe confere maior credibilidade.
   mantendo a proposta temática de volumes anteriores, o número 14 – Literatura
dramática moderna em perspectiva – abre espaço para discussões acerca do gênero
dramático, particularmente sobre o processo de modernização do drama ocidental.
Recebemos 19 artigos, dos quais nove foram aprovados por pareceristas. Os colabo-
radores deste número, representantes de diferentes instituições de ensino superior
(fAeTeC, uepb, ufRj, ufeS, uff, uNICAmp e ueL ), atenderam à provocação da cha-
mada, cujo ponto de partida é a elaboração teórica de peter Szondi acerca das trans-
formações que caracterizam o surgimento do drama moderno, ocorridas a partir das
últimas décadas do século XIX e acentuadas na primeira metade do século XX.
    No conjunto dos artigos são analisados autores, obras e procedimentos de com-
posição dramática fundamentais para a compreensão do teatro moderno. Alguns
ensaios procuram resgatar os primórdios do processo de modernização do teatro,
analisando fontes estrangeiras como Alexandre Dumas filho ou nacionais como o
diálogo entre Alencar e machado. Não escapou à observação de pesquisadores a im-
portância do drama estático de fernando pessoa na busca de soluções formais para
a crise da (inter)subjetividade nem as inovações de pirandello evidenciadas por meio
da  análise  do  metateatro  em  seu  aspecto  mais  instigante:  a  reflexão  crítica  sobre 
a  natureza  da  arte  e  do  fazer  artístico  tendo  como  pano  de  fundo  a  complexa  in-
tersecção  entre  ficção  e  realidade,  tema  tão  caro  ao  escritor  italiano.  A  expressão 
“demanda desesperada de autenticidade estética” utilizada no artigo que analisa a
peça A alma, escrita por mário de Sá-Carneiro em parceria com ponce de Leão, parece
resumir a tônica do esforço da dramaturgia ocidental rumo à renovação, permitindo




           Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários
                         Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054
                         http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa
inclusive afirmar que o drama do protagonista da peça equivale ao drama da arte na 
transição do século XIX para o XX.
    A dramaturgia nacional também tem seu lugar no presente volume, bem repre-
sentada, por exemplo, por jorge Andrade e Qorpo-Santo. Dois artigos lançam mão
de Szondi como lente através da qual procuram rever historicamente o processo de
modernização do teatro no brasil. Ambos tomam Nelson Rodrigues como divisor de
águas, um buscando seus predecessores e outro enfatizando a importância do teatro
político da década de 1950 no referido processo. A dramaturgia rodrigueana é ain-
da objeto de outro artigo que evidencia o experimentalismo no plano da linguagem
como elemento essencial para a renovação formal do drama.
   para este volume colaboraram, como pareceristas, os seguintes professores:
Alvaro Santos Simões junior, Ana Cristina de Rezende Chiara, Antonio hohlfeldt,
Antonio Roberto esteves, Antonio Rodrigues belon, Arnaldo franco júnior, Aurélio
Gonçalves de Lacerda, Cláudia mentz martins, helder Garmes, Igor Rossoni, Ilza
matias de Sousa, josé Guilherme dos Santos fernandes, Karin Volobuef, Luiz
Roberto Velloso Cairo, Maria Lídia Lichtscheidl Maretti, Paulo Fernando da Motta 
de Oliveira e Regina helena machado Aquino Corrêa.
    A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do 
Paraná, através do seu Programa de Apoio a Publicações Científicas e da Chamada 
de projetos 07/2007, concedeu os recursos necessários para a publicação de nossa
revista em 2008.
  A todos, autores, pareceristas e agência de fomento, o nosso mais profundo
agradecimento.




                           A Comissão editorial
                           prof. Dr. Alamir Aquino Corrêa
                           prof.ª Dr.ª Regina Célia dos Santos Alves
                           prof.ª Dr.ª Sônia pascolati (responsável pelo tema)




         Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários
                       Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054
                       http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Mateusemateusa
MateusemateusaMateusemateusa
Mateusemateusa
Gladis Maia
 
Lileana moura franco_de_sa
Lileana moura franco_de_saLileana moura franco_de_sa
Lileana moura franco_de_sa
Gladis Maia
 
00758
0075800758
Artigo10 adv06
Artigo10   adv06Artigo10   adv06
Artigo10 adv06
Gladis Maia
 
Final
FinalFinal
Tese caes da_provincia
Tese caes da_provinciaTese caes da_provincia
Tese caes da_provincia
Gladis Maia
 
Code general des impot 2011
Code general des impot 2011Code general des impot 2011
Code general des impot 2011saraechaaj
 
18005421 hr-reliance
18005421 hr-reliance18005421 hr-reliance
18005421 hr-reliance
guesta2139f
 

Destaque (8)

Mateusemateusa
MateusemateusaMateusemateusa
Mateusemateusa
 
Lileana moura franco_de_sa
Lileana moura franco_de_saLileana moura franco_de_sa
Lileana moura franco_de_sa
 
00758
0075800758
00758
 
Artigo10 adv06
Artigo10   adv06Artigo10   adv06
Artigo10 adv06
 
Final
FinalFinal
Final
 
Tese caes da_provincia
Tese caes da_provinciaTese caes da_provincia
Tese caes da_provincia
 
Code general des impot 2011
Code general des impot 2011Code general des impot 2011
Code general des impot 2011
 
18005421 hr-reliance
18005421 hr-reliance18005421 hr-reliance
18005421 hr-reliance
 

Semelhante a T rvol14sum

Caderno de resumos
Caderno de resumosCaderno de resumos
Caderno de resumos
semanadefilosofiaufu
 
Caderno 1
Caderno 1Caderno 1
Cadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_i
Cadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_iCadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_i
Cadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_i
Centro Acadêmico de Letras
 
Cidadania do direito aos direitos humanos
Cidadania do direito aos direitos humanosCidadania do direito aos direitos humanos
Cidadania do direito aos direitos humanos
Roberto Duarte
 
Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015
Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015
Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015
Jorge Vergara
 
Artes visuais edpdf para o art em artes visuais
Artes visuais edpdf para o art em artes visuaisArtes visuais edpdf para o art em artes visuais
Artes visuais edpdf para o art em artes visuais
adelvaniasouza souza
 
E-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidade
E-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidadeE-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidade
E-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidade
Acrópole - História & Educação
 
Bartoloni g dr_assis
Bartoloni g dr_assisBartoloni g dr_assis
Bartoloni g dr_assis
Saulo Gomes
 
Impressos, leitura e cultura escolar
Impressos, leitura e cultura escolarImpressos, leitura e cultura escolar
Impressos, leitura e cultura escolar
mateusjarina
 
Instrução pública e configuração do mundo urbano
Instrução pública e configuração do mundo urbanoInstrução pública e configuração do mundo urbano
Instrução pública e configuração do mundo urbano
MarianaBauer
 
Anais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em Teatro
Anais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em TeatroAnais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em Teatro
Anais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em Teatro
Luís Manuel Araújo
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
Magno Oliveira
 
Resumos de otávio luiz machado nos anais da xxiv rba
Resumos de otávio luiz machado nos  anais da xxiv rbaResumos de otávio luiz machado nos  anais da xxiv rba
Resumos de otávio luiz machado nos anais da xxiv rba
otaviomachado3
 
5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado
5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado
5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado
Otavio Luiz Machado
 
Marcos bagno preconceito lingüístico
Marcos bagno   preconceito lingüísticoMarcos bagno   preconceito lingüístico
Marcos bagno preconceito lingüístico
Mariana Correia
 
Urdimento 12
Urdimento 12Urdimento 12
Urdimento 12
Ariane Mafra
 
Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)
Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)
Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)
Jana Oliveira
 
A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)
A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)
A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)
Maiara Siqueira
 
Dissert lucas tais_campelo
Dissert lucas tais_campeloDissert lucas tais_campelo
Dissert lucas tais_campelo
+ Aloisio Magalhães
 
Ousadia de um poeta
Ousadia de um poetaOusadia de um poeta
Ousadia de um poeta
bicho_do_mato
 

Semelhante a T rvol14sum (20)

Caderno de resumos
Caderno de resumosCaderno de resumos
Caderno de resumos
 
Caderno 1
Caderno 1Caderno 1
Caderno 1
 
Cadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_i
Cadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_iCadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_i
Cadernos da semana_de_letras_-_ano_2009_volume_i
 
Cidadania do direito aos direitos humanos
Cidadania do direito aos direitos humanosCidadania do direito aos direitos humanos
Cidadania do direito aos direitos humanos
 
Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015
Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015
Vergara Homofobia e efeminação na literatura brasileira Vortex 2015
 
Artes visuais edpdf para o art em artes visuais
Artes visuais edpdf para o art em artes visuaisArtes visuais edpdf para o art em artes visuais
Artes visuais edpdf para o art em artes visuais
 
E-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidade
E-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidadeE-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidade
E-imigração em debate: novas abordagens na contemporaneidade
 
Bartoloni g dr_assis
Bartoloni g dr_assisBartoloni g dr_assis
Bartoloni g dr_assis
 
Impressos, leitura e cultura escolar
Impressos, leitura e cultura escolarImpressos, leitura e cultura escolar
Impressos, leitura e cultura escolar
 
Instrução pública e configuração do mundo urbano
Instrução pública e configuração do mundo urbanoInstrução pública e configuração do mundo urbano
Instrução pública e configuração do mundo urbano
 
Anais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em Teatro
Anais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em TeatroAnais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em Teatro
Anais do I Seminário de Ensino Aprendizagem em Teatro
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
Resumos de otávio luiz machado nos anais da xxiv rba
Resumos de otávio luiz machado nos  anais da xxiv rbaResumos de otávio luiz machado nos  anais da xxiv rba
Resumos de otávio luiz machado nos anais da xxiv rba
 
5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado
5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado
5 resumos de otavio luiz machado nos anais da xxiv rba otávio luiz machado
 
Marcos bagno preconceito lingüístico
Marcos bagno   preconceito lingüísticoMarcos bagno   preconceito lingüístico
Marcos bagno preconceito lingüístico
 
Urdimento 12
Urdimento 12Urdimento 12
Urdimento 12
 
Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)
Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)
Dicionário crítico de política cultural (teixeira coelho)
 
A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)
A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)
A cor das letras, n. 12, 2011 v. site (4)(1)
 
Dissert lucas tais_campelo
Dissert lucas tais_campeloDissert lucas tais_campelo
Dissert lucas tais_campelo
 
Ousadia de um poeta
Ousadia de um poetaOusadia de um poeta
Ousadia de um poeta
 

Mais de Gladis Maia

O qorpo santo_da_escrita
O qorpo santo_da_escritaO qorpo santo_da_escrita
O qorpo santo_da_escrita
Gladis Maia
 
O qorpo santo da escrita
O qorpo santo da escritaO qorpo santo da escrita
O qorpo santo da escrita
Gladis Maia
 
Um parto
Um partoUm parto
Um parto
Gladis Maia
 
Um credor da fazenda nacional
Um credor da fazenda nacionalUm credor da fazenda nacional
Um credor da fazenda nacional
Gladis Maia
 
Um atrevido ou um brilhante escondido
Um atrevido ou um brilhante escondidoUm atrevido ou um brilhante escondido
Um atrevido ou um brilhante escondido
Gladis Maia
 
Um assovio univ da amazônia
Um assovio   univ da amazôniaUm assovio   univ da amazônia
Um assovio univ da amazônia
Gladis Maia
 
Parque farroupilha por qsanto
Parque farroupilha por qsantoParque farroupilha por qsanto
Parque farroupilha por qsanto
Gladis Maia
 
O marinheiro escritor
O marinheiro escritorO marinheiro escritor
O marinheiro escritor
Gladis Maia
 
O marido extremosos ou o pai cuidadoso
O marido extremosos ou o pai cuidadosoO marido extremosos ou o pai cuidadoso
O marido extremosos ou o pai cuidadoso
Gladis Maia
 
Mateus e mateusa
Mateus e mateusaMateus e mateusa
Mateus e mateusa
Gladis Maia
 
Eu sou a vida eu não sou a morte
Eu sou a vida  eu não sou a morteEu sou a vida  eu não sou a morte
Eu sou a vida eu não sou a morte
Gladis Maia
 
Duas páginas em branco
Duas páginas em brancoDuas páginas em branco
Duas páginas em branco
Gladis Maia
 
Dous irmãos
Dous irmãosDous irmãos
Dous irmãos
Gladis Maia
 
Certa entidade em busca de outra
Certa entidade em busca de outraCerta entidade em busca de outra
Certa entidade em busca de outra
Gladis Maia
 
As relações naturais
As relações naturaisAs relações naturais
As relações naturais
Gladis Maia
 
A separação de dois esposos
A separação de dois espososA separação de dois esposos
A separação de dois esposos
Gladis Maia
 
A impossibilidade da santificação
A impossibilidade da santificaçãoA impossibilidade da santificação
A impossibilidade da santificação
Gladis Maia
 
Uma pitada de rapé
Uma pitada de rapéUma pitada de rapé
Uma pitada de rapé
Gladis Maia
 
06 luiz fernando_ramos
06 luiz fernando_ramos06 luiz fernando_ramos
06 luiz fernando_ramos
Gladis Maia
 
Triunfo defende seu patrimônio histórico
Triunfo defende seu patrimônio históricoTriunfo defende seu patrimônio histórico
Triunfo defende seu patrimônio histórico
Gladis Maia
 

Mais de Gladis Maia (20)

O qorpo santo_da_escrita
O qorpo santo_da_escritaO qorpo santo_da_escrita
O qorpo santo_da_escrita
 
O qorpo santo da escrita
O qorpo santo da escritaO qorpo santo da escrita
O qorpo santo da escrita
 
Um parto
Um partoUm parto
Um parto
 
Um credor da fazenda nacional
Um credor da fazenda nacionalUm credor da fazenda nacional
Um credor da fazenda nacional
 
Um atrevido ou um brilhante escondido
Um atrevido ou um brilhante escondidoUm atrevido ou um brilhante escondido
Um atrevido ou um brilhante escondido
 
Um assovio univ da amazônia
Um assovio   univ da amazôniaUm assovio   univ da amazônia
Um assovio univ da amazônia
 
Parque farroupilha por qsanto
Parque farroupilha por qsantoParque farroupilha por qsanto
Parque farroupilha por qsanto
 
O marinheiro escritor
O marinheiro escritorO marinheiro escritor
O marinheiro escritor
 
O marido extremosos ou o pai cuidadoso
O marido extremosos ou o pai cuidadosoO marido extremosos ou o pai cuidadoso
O marido extremosos ou o pai cuidadoso
 
Mateus e mateusa
Mateus e mateusaMateus e mateusa
Mateus e mateusa
 
Eu sou a vida eu não sou a morte
Eu sou a vida  eu não sou a morteEu sou a vida  eu não sou a morte
Eu sou a vida eu não sou a morte
 
Duas páginas em branco
Duas páginas em brancoDuas páginas em branco
Duas páginas em branco
 
Dous irmãos
Dous irmãosDous irmãos
Dous irmãos
 
Certa entidade em busca de outra
Certa entidade em busca de outraCerta entidade em busca de outra
Certa entidade em busca de outra
 
As relações naturais
As relações naturaisAs relações naturais
As relações naturais
 
A separação de dois esposos
A separação de dois espososA separação de dois esposos
A separação de dois esposos
 
A impossibilidade da santificação
A impossibilidade da santificaçãoA impossibilidade da santificação
A impossibilidade da santificação
 
Uma pitada de rapé
Uma pitada de rapéUma pitada de rapé
Uma pitada de rapé
 
06 luiz fernando_ramos
06 luiz fernando_ramos06 luiz fernando_ramos
06 luiz fernando_ramos
 
Triunfo defende seu patrimônio histórico
Triunfo defende seu patrimônio históricoTriunfo defende seu patrimônio histórico
Triunfo defende seu patrimônio histórico
 

T rvol14sum

  • 1. ARTIGOS ApReSeNTAçãO ......................................................................................................  –  3 A CRIAçãO eNTRe O NADA e A peReNIDADe ....................................................  –  5 Renato Gonçalves Lopes (Unicamp) O ALVOReCeR DO DRAmA mODeRNO bRASILeIRO .........................................  –  15 Diógenes André Vieira Maciel (UEPB) mAChADO, eSpeCTADOR De ALeNCAR: A CeNA INTeRDISCuRSIVA NA SeGuNDA meTADe DO SéCuLO XIX .......................................................................................  –  24 Valéria Rosito (FAETEC) O TeATRO bRASILeIRO e A TeNTATIVA De mODeRNIzAçãO .........................  –  36 Elen de Medeiros (UNICAMP) ACORDeS ADVeRSOS: A hARmONIA De “eu SOu A VIDA, eu NãO SOu A mORTe” ....................................................................................................................  –  47 Célia Patrícia Sampaio Bandeira (UFES/FAPES) O beIjO NO ASfALTO: LINGuAGem, peRSONAGeNS, GêNeRO ......................  –  56 José Francisco Quaresma (UEL) mOVImeNTOS De um DRAmA eSTÁTICO: memÓRIA e SubjeTIVIDADe NA CONSTITUIÇÃO DE UM “DRAMÁTICO (SEM SUJEITO)” ...................................  –  66 Lígia Maria Winter (UNICAMP/CNPQ) UMA  DEMANDA  DESESPERADA:  A  ALMA,  DE  PONCE  DE  LEÃO  E  MÁRIO  DE  SÁ- CARNeIRO ................................................................................................................  –  77 Acácio Luiz Santos (UFF) Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054 http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa
  • 2. O CONTEXTO DE ENUNCIAÇÃO E AS CONDIÇÕES SÓCIO-POLÍTICAS DE ENCENAÇÃO  DA PEÇA LE DEMI-MONDE, DE ALEXANDRE DUMAS FILHO ............................  –  88 SILVIA PEREIRA SANTOS (UFRJ) Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054 http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa
  • 3. ApReSeNTAçãO Nossa revista, homenagem à revista modernista homônima, publicou seu primei- ro volume em 2002. São seis anos de existência regular, mostra do crescimento do periódico graças ao trabalho sério de todos aqueles que, de uma forma ou de outra, estão envolvidos em sua organização. Recebe artigos de pesquisadores de várias lo- calidades e instituições, o que a fortalece e lhe confere maior credibilidade. mantendo a proposta temática de volumes anteriores, o número 14 – Literatura dramática moderna em perspectiva – abre espaço para discussões acerca do gênero dramático, particularmente sobre o processo de modernização do drama ocidental. Recebemos 19 artigos, dos quais nove foram aprovados por pareceristas. Os colabo- radores deste número, representantes de diferentes instituições de ensino superior (fAeTeC, uepb, ufRj, ufeS, uff, uNICAmp e ueL ), atenderam à provocação da cha- mada, cujo ponto de partida é a elaboração teórica de peter Szondi acerca das trans- formações que caracterizam o surgimento do drama moderno, ocorridas a partir das últimas décadas do século XIX e acentuadas na primeira metade do século XX. No conjunto dos artigos são analisados autores, obras e procedimentos de com- posição dramática fundamentais para a compreensão do teatro moderno. Alguns ensaios procuram resgatar os primórdios do processo de modernização do teatro, analisando fontes estrangeiras como Alexandre Dumas filho ou nacionais como o diálogo entre Alencar e machado. Não escapou à observação de pesquisadores a im- portância do drama estático de fernando pessoa na busca de soluções formais para a crise da (inter)subjetividade nem as inovações de pirandello evidenciadas por meio da  análise  do  metateatro  em  seu  aspecto  mais  instigante:  a  reflexão  crítica  sobre  a  natureza  da  arte  e  do  fazer  artístico  tendo  como  pano  de  fundo  a  complexa  in- tersecção  entre  ficção  e  realidade,  tema  tão  caro  ao  escritor  italiano.  A  expressão  “demanda desesperada de autenticidade estética” utilizada no artigo que analisa a peça A alma, escrita por mário de Sá-Carneiro em parceria com ponce de Leão, parece resumir a tônica do esforço da dramaturgia ocidental rumo à renovação, permitindo Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054 http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa
  • 4. inclusive afirmar que o drama do protagonista da peça equivale ao drama da arte na  transição do século XIX para o XX. A dramaturgia nacional também tem seu lugar no presente volume, bem repre- sentada, por exemplo, por jorge Andrade e Qorpo-Santo. Dois artigos lançam mão de Szondi como lente através da qual procuram rever historicamente o processo de modernização do teatro no brasil. Ambos tomam Nelson Rodrigues como divisor de águas, um buscando seus predecessores e outro enfatizando a importância do teatro político da década de 1950 no referido processo. A dramaturgia rodrigueana é ain- da objeto de outro artigo que evidencia o experimentalismo no plano da linguagem como elemento essencial para a renovação formal do drama. para este volume colaboraram, como pareceristas, os seguintes professores: Alvaro Santos Simões junior, Ana Cristina de Rezende Chiara, Antonio hohlfeldt, Antonio Roberto esteves, Antonio Rodrigues belon, Arnaldo franco júnior, Aurélio Gonçalves de Lacerda, Cláudia mentz martins, helder Garmes, Igor Rossoni, Ilza matias de Sousa, josé Guilherme dos Santos fernandes, Karin Volobuef, Luiz Roberto Velloso Cairo, Maria Lídia Lichtscheidl Maretti, Paulo Fernando da Motta  de Oliveira e Regina helena machado Aquino Corrêa.  A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do  Paraná, através do seu Programa de Apoio a Publicações Científicas e da Chamada  de projetos 07/2007, concedeu os recursos necessários para a publicação de nossa revista em 2008. A todos, autores, pareceristas e agência de fomento, o nosso mais profundo agradecimento. A Comissão editorial prof. Dr. Alamir Aquino Corrêa prof.ª Dr.ª Regina Célia dos Santos Alves prof.ª Dr.ª Sônia pascolati (responsável pelo tema) Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários Volume 14 (Dez. 2008) – ISSN 1678-2054 http://www.uel.br/pos/letras/terraroxa