Novos governos

572 visualizações

Publicada em

Um bom governo começa a se definir mesmo antes da posse. A fase de transição precisa ser bem planejada e não deve se limitar à definição do nível executivo do governo. É preciso aproveitar este período para aprofundar os diagnósticos e definir ações que devem ser implementadas já a partir do primeiro dia do mandato.
O primeiro ano deve ter uma agenda dual: "arrumar a casa" e "preparar o futuro". É nesse momento que as grandes escolhas, que serão implementadas ao longo dos próximos 4 anos, serão definidas.

Acesse abaixo algumas iniciativas, propostas pela Macroplan, para a agenda da Transição e do 1º Ano de Governo:

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
572
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
170
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novos governos

  1. 1. ESTRATÉGIA DE CURTO PRAZO TRANSIÇÃO E 1º ANO DE GOVERNO AGENDA DA TRANSIÇÃO (DA ELEIÇÃO ATÉ A POSSE) • Fazer uma avaliação profunda e detalhada da situação financeira e fiscal do estado e definir uma estratégia de ajuste imediato: o Avaliar as grandes contas e as possibilidades de ajustes o Elaborar quadro atual e projeções fiscais e financeiras para 2015-2018 o Analisar os grandes contratos do estado o Definir estratégia de ajuste e medidas imediatas • Iniciar um diálogo estratégico com os representantes dos demais Poderes, com as forças políticas de apoio, com os sindicatos dos servidores públicos e com o empresariado para construir um pacto de viabilização fiscal e financeira e de melhoria da gestão do estado • Elaborar um Plano de Ações Imediatas (primeiros 100 dias), com ênfase nas questões finalísticas mais importantes e urgentes. Por exemplo: o Estruturar “choque de segurança pública” o Organizar mutirão de atendimentos e ações emergenciais em saúde o Garantir o inicio do ano letivo em condições normais o Realizar ações emergenciais de melhoria do transporte público nas grandes e médias cidades Desafi os da Gestão Estadual .1
  2. 2. ESTRATÉGIA DE CURTO PRAZO TRANSIÇÃO E 1º ANO DE GOVERNO DUAS FRENTES DE TRABALHO NO 1º ANO DO GOVERNO “ARRUMAR A CASA” » Executar o Plano de Ações Imediatas » Fazer um inventário de obras (em projeto, em andamento, paralisadas) e dar continuidade ou retomar obras essenciais que já tenham um equacionamento financeiro » Normalizar a oferta de serviços básicos (até o final do ano) » Realizar a 1ª fase do ajuste fiscal e financeiro » Implantar e operar sistema de inteligência fiscal e financeira para a gestão estratégica do caixa e dos "restos a pagar" » Implantar a 1ª fase de um projeto de modernização e reforma administrativa » Implantar um modelo de gestão e monitoramento intensivo de prioridades, de entregas de serviços e obras e da alocação de recursos (exemplo: modelos de Pernambuco e Minas Gerais) » Fazer recadastramento completo do pessoal (funcionários ativos e aposentados e terceirizados) » Realizar auditorias nas folhas de pagamento e nos grandes contratos » Implantar uma Governança eficiente, “de portas e janelas abertas” e baseada no diálogo e na transparência PREPARAR O FUTURO » Consolidar um Pacto Estratégico de Desenvolvimento de Longo Prazo (incluindo pacto de governabilidade entre Poderes e com os Sindicatos de Servidores Públicos) » Elaborar um “banco de projetos” e iniciar a modelagem de grandes investimentos e de parcerias público-privadas » Equacionar a viabilização financeira de médio prazo do Estado: (i) operações de crédito; (ii) operações de alongamento da dívida; (iii) “choques” de arrecadação; (iv) política proativa de cobrança da Dívida Ativa do Estado; (v) gerenciamento de compensações previdenciárias; e (vi) gestão matricial de despesas » Fortalecer a capacidade de planejamento e execução de projetos (pessoas, métodos e sistemas) » Realizar esforço intensivo de atração de investimentos privados Desafi os da Gestão Estadual .2
  3. 3. A MACROPLAN® » Empresa brasileira de consultoria especializada em: o Estudo de Cenários: Antecipações de futuros para iluminar as decisões do presente o Planejamento Estratégico: Grandes escolhas, coesão, alinhamento e senso de direção a longo prazo o Gestão para Resultados: Transformação das escolhas e intenções estratégicas em ações e resultados concretos o Gestão Estratégica da Inovação: Criação de valor para aumento da competitividade e sustentabilidade das organizações o Design Organizacional: Alinhamento da organização, dos processos e equipe à estratégia para garantir resultados • Fundada em 1989, com escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, e atuação em todo o Brasil. • 23 anos de análises prospectivas e estratégicas sobre o ambiente econômico brasileiro. • Mais de 250 projetos de consultoria para grandes organizações, dos quais 140 projetos de planejamento estratégico. • 40 profissionais com formação pluridisciplinar em vínculo permanente aliados a uma ampla rede de especialistas. • Soluções “sob medida” em construção conjunta com os clientes. • Relacionamentos duradouros Desafi os da Gestão Estadual .3
  4. 4. ESTUDOS E LIVROS PUBLICADOS ESTUDOS ASSOCIADOS À GESTÃO PÚBLICA DESEMPENHO DA GESTÃO PÚBLICA DAS MAIORES CIDADES BRASILEIRAS AUTOR: MACROPLAN 2013 ROYALTIES DO PETRÓLEO E DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL AUTOR: MACROPLAN 2012 O RIO TEM FUTURO? AUTOR: MACROPLAN E IETS 2011 O RIO TEM FUTURO? AUTOR: MACROPLAN E IETS 2006 LIVROS ASSOCIADOS AO FUTURO DO BRASIL PROPOSTAS PARA O GOVERNO 2015/2018 AUTORES: FÁBIO GIAMBIAGI E CLAUDIO PORTO (ORG.) 2013 2022: PROPOSTAS PARA UM BRASIL MELHOR NO ANO DO BICENTENÁRIO AUTORES: FÁBIO GIAMBIAGI E CLAUDIO PORTO (ORG.) 2011 QUATRO CENÁRIOS PARA O BRASIL 2005-2007 AUTORES: CLAUDIO PORTO, ELIMAR NASCIMENTO, ENÉAS AGUIAR, RODRIGO VENTURA E SÉRGIO C. BUARQUE 2005 CINCO CENÁRIOS PARA O BRASIL 2001-2003 AUTORES: CLAUDIO PORTO, ELIMAR NASCIMENTO E SÉRGIO C. BUARQUE 2001 Desafi os da Gestão Estadual .4
  5. 5. ESTILO DE TRABALHO • Disponibilidade: Trabalhamos “para” e “com” nossos clientes • Entregamos resultados: Relatórios são meios. Nos comprometemos com as entregas que produzam as melhorias e mudanças contratadas e com a satisfação do cliente • Transferência de conhecimento: Trabalhamos para que o cliente absorva nossa tecnologia e se capacite a “fazer sozinho daí em diante” • Customização: Adequamos nosso método à cultura e à realidade do cliente • Sistematização: Consolidamos e documentamos todo o processo de trabalho e produtos entregues ao longo do projeto, assim como os principais insumos e elaborações intermediárias Desafi os da Gestão Estadual .5
  6. 6. AMOSTRA DE CLIENTES PROSPECTIVA, ESTRATÉGIA, GESTÃO E INOVAÇÃO Desafi os da Gestão Estadual .6
  7. 7. ALGUMAS EXPERIÊNCIAS COM GOVERNOS Melhoria no Desempenho (novembro 2005) Execução orçamentário-financeira* mensal da Carteira de Projetos Estratégicos em 2005 Valores em R$ milhões 198,1 285,4 282 319,7 350,1 376,8 432 Média Jan-Mai jun jul ago set out nov * Valores liquidados mais Restos a Pagar 2004 pagos Período com Monitoramento Intensivo PLANO DE DESENVOLVIMENTO DO ES 2025 E GESTÃO ESTRATÉGICA DO GOVERNO CENÁRIOS 2007-2027, PLANO ESTRATÉGICO 2007 – 2010 E GESTÃO ESTRATÉGICA DO GOVERNO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE PERNAMBUCO – 2015/2035 MONITORAMENTO E GERENCIAMENTO INTENSIVO DA CARTEIRA DE PROJETOS ESTRATÉGIA DE LONGO E CURTO PRAZOS E GERENCIAMENTO ORIENTADO PARA RESULTADOS ELABORAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DA ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO PARA ALAGOAS PLANOMINEIRO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E GESTÃO ESTRATÉGICA DO GOVERNO MINAS: O MELHOR ESTADO PARA SE VIVER Macroplan® Prospectiva, Estratégia & Gestão PLANO MINEIRO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO – 2007/2023 ESTADO PARA RESULTADOS ÁREAS DE RESULTADOS Vida Saudável Redes de Cidades e Serviços Qualidade Ambiental DESTINATÁRIOS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS PESSOAS INSTRUÍDAS, SAUDÁVEIS E QUALIFICADAS CIDADES SEGURAS E BEM CUIDADAS EQÜIDADE ENTRE PESSOAS E REGIÕES JOVENS PROTAGONISTAS EMPRESAS DINÂMICAS E INOVADORAS Perspectiva Integrada do Capital Humano Investimento e Negócios Integração Territorial Competitiva Sustentabilidad e Ambiental Eqüidade e Bem-estar Rede de Cidades Educação de Qualidade Protagonismo Juvenil Valor Agregado da Produção Inovação, Tecnologia e Qualidade Logística de Integração e Desenvolvimento Redução da Pobreza e Inclusão Produtiva Defesa Social Desenvolvimento do Norte de Minas, Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce QUALIDADE E INOVAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA QUALIDADE FISCAL Macroplan® Prospectiva, Estratégia & Gestão Integração Territorial Competitiva Integração internacional e insumos básicos e logística de alta Agronegócio: agregação de valor, serviços e logística de alta capacidade Integração de cadeias capacidade produtivas da indústria de transformação, serviços e logística de valor agregado Investimentos privados, micronegócios e acesso a mercados Desafi os da Gestão Estadual .7
  8. 8. CONTATE A MACROPLAN Rio de Janeiro | (21) 2287-3293 São Paulo | (11) 3285-5634 Brasília | (61) 3328-6504 macroplan@macroplan.com.br www.macroplan.com.br Desafi os da Gestão Estadual .8

×