Mensagem do Conselho de Administração
Message from the Board of Directors
ACPFLRenováveisfoiconstituídaparaaproveitarasopo...
2
Miguel Saad
Diretor Presidente
CEO
Ao longo de 2012, a CPFL Renováveis prosseguiu com o
desenvolvimento de novos projeto...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
3
Índice
Contents
Sobre o Relatório
About the Report
p. 4
Destaques de 2012
...
4
Sobre o Relatório
About the Report
Metodologia GRI
Pela primeira vez, o Relatório Anual da CPFL Renováveis, que
tratará ...
Destaques de 2012
2012 Highlights
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
5
Desenvolvimento de um projeto pioneiro e...
6
Perfil Organizacional Organizational Profile
Diversificação Geográfica e por Fontes Diversified Locations and Sources
Fl...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
7
Perfil Organizacional
Organizational Profile
(GRI 1.2 / 2.1 / 2.3 / 2.5/ 2.7 / EU4)
A CPFL Energias Renováveis S.A é a mai...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
9
Portfólio total de ativos em operação, construção e desenvolvimento (31/12...
10
Fluxo Simplificado de Operações
Simplified Operational Chart
Sustentabilidade/ Regulação/ Comercialização
Sustainabilit...
11
Estratégias
Strategies
Sustainable growth
Robust and diversified asset portfolio
Assets in operation, under constructio...
12
Áreas de Atuação
Operational Areas
(GRI 2.2 / 2.9)
CPFL Energias Renováveis develops, builds and operates wind farms, s...
13
Entre as vantagens das pequenas centrais hidrelétricas em
comparação às usinas de grande porte, destacam-se: o baixo im...
14
In 2012, the country’s installed capacity totaled around 1,934 MW, according
to figures from ANEEL, which is a mere 1.3...
15
Usinas Solares
A energia do sol é a fonte indireta de muitos combustíveis, como a
própria biomassa. Mas foi na década d...
16
totaling 3,128MW of capacity, which reveals a predisposition to a strong
expansion of the solar power generation capaci...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
17
IPÊ
Fonte: Biomassa
Local: São Paulo
Capacidade Instalada: 25MW
Energia c...
18
TANQUINHO
Fonte: Solar
Local: São Paulo (Campinas)
Capacidade Instalada: 1,1 MWp
Energia contratada: 0,19 MW méd
Entrad...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
19
COMPLEXO ATLÂNTICA
ATLÂNTICA COMPLEX
Fonte: Eólica
Local: Rio Grande do S...
20
Vale destacar, também, os outros ativos da CPFL Renováveis que estão
em operação:
It is also worth noting the other CPF...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
21
ICARAIZINHO
Localizada no Ceará, com 55 MW de potência
Located in Ceará, ...
22
COMPLEXO MACACOS
MACACOS COMPLEX
Previsão de entrada em operação:
Terceiro trimestre de 2013
Capacidade instalada: 78,2...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
23
Geração 2011 / 2012 (MWméd)
Generation 2011 / 2012 (MW avg.)
2011
GF 2012...
24
Fator de Capacidade Eólicas
Wind Capacity Factor
O aumento da geração em 2012, superior à energia contratada, ocorreu
p...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
25
Nas tabelas apresentadas abaixo, a Companhia apresenta suas projeções,
si...
26
Usinasemconstruçãojácontratadas–FonteIncentivada(MWméd) Plants under construction that have already been contracted – I...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
27
Neste cenário, a CPFL Renováveis – que detém reconhecido histórico
no des...
28
Energia Renovável Renewable Energy
Política Socioambiental Social and Environmental Policy
Sustentabilidade como Alavan...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
29
30
Energia Renovável
Renewable Energy
(GRI 1.2 / EN26)
O conceito e a aplicação da sustentabilidade permearam a fundação
d...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
31
Política Socioambiental
Social and Environmental Policy
(GRI 4.12)
Desde ...
32
A CPFL Renováveis busca nortear seus negócios com base em
premissas sustentáveis, por meio de uma gestão responsável qu...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
33
Sustentabilidade como Alavanca de Valor
Sustainability as a Value Driver
...
34
Todas as questões identificadas nesta etapa do projeto, somadas a um
diagnóstico prévio, permitiram que a CPFL Renováve...
CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
35
Os indicadores e KPIs elencados como prioritários foram divididos em
seis...
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)

1.694 visualizações

Publicada em

Lançado em junho de 2013.
Projeto Gráfico e Editorial: MZ Group.
A CPFL Renováveis explora oportunidades no mercado brasileiro de geração de energia elétrica a partir de fontes alternativas, por meio do desenvolvimento, construção e operação de um portfólio de usinas de pequeno (até 30 MW) e médio (até 200 MW) porte, tais como pequenas centrias hidroelétrica (PCHs), usinas eólicas e usinas movidas a biomassa (UTE). Atualmente, o portfólio de projetos da empresa totaliza 5.553 MW, sendo composto por 35 PCHs, 15 parques eólicos e 6 UTE em operação (1.153MW), 18 parques eólicos e 2 UTEs em construção (582 MW), além de outros 3.818MW em preparação e desenvolvimento nas três fontes.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CPFL Renováveis. Relatório Anual 2012. (MZ Group)

  1. 1. Mensagem do Conselho de Administração Message from the Board of Directors ACPFLRenováveisfoiconstituídaparaaproveitarasoportunidades oferecidas pela orientação de ampliar a participação das fontes alternativas na matriz de geração elétrica brasileira, em linha com o Plano Decenal de Expansão de Energia-PDE, além de participar docrescimentodomercadolivredeenergiaelétricanoPaís.Nessa direção, em 2012, a CPFL Renováveis cumpriu todos os pontos definidos em sua agenda de estratégica. No plano corporativo, a empresa focou na consolidação dos ativos de geração e do portfólio de projetos, que serviram de base para a formação da empresa em 2011. Também atuou no fortalecimento do modelo de governança, adotando os requerimentos mais avançados atualmente existentes. A companhia também atuou no alinhamento da cultura organizacional,aproveitando-seasmelhorespráticasexistentes nas empresas que deram origem à CPFL Renováveis. Em outra frente, foi consolidada a implantação do Sistema de Gestão e Desenvolvimento da Ética-SGDE e implantado o Comitê de Sustentabilidade, responsável por disseminar práticas e métricas de sustentabilidade na empresa. A CPFL Renováveis também realizou todas as etapas de seu plano de negócio, atuando de forma competitiva e eficiente na aquisição e construção de empreendimentos em várias regiões do País. Com isso, o desempenho econômico-financeiro alcançou resultados robustos, com EBITDA de R$ 504,3 milhões. O vigoroso programa de investimentos definido para o ano foi cumprido integralmente. A capacidade instalada da empresa aumentou para 1.153 MW, apresentando crescimento de 43%, sobre o exercício anterior. Entre 2013 e 2016, a CPFL Renováveis deverá acrescentar mais 582 MW à sua capacidade instalada, com expansão de 51% sobre 2012, com a entrada em operação de sete novos empreendimentos de geração eólica e de biomassa de cana de açúcar, que se encontram em construção. É importante destacar que, no final do exercício, foi iniciada a produção de energia elétrica pela Usina de Geração Solar Tanquinho, com capacidade instalada de 1,1 MWp, em Campinas, interior de São Paulo. Esta usina, que é resultado de projeto de pesquisa e desenvolvimento, combina três tecnologias diferentes de geração solar. Assim, posicionou a CPFL Renováveis como a única empresa brasileira capacitada para atuar em quatro fontes alternativas – Pequenas Centrais Hidrelétricas, Eólica, Biomassa e Solar. CPFL Renováveis was founded to capitalize on the opportunities offered by the orientation to increase the share of alternative sources in Brazil’s energy matrix, in line with the Ten-Year Energy Expansion Plan (PDE), as well as to take part in the expanding free market for electricity in Brazil. As such, in 2012, CPFL Renováveis fulfilled all of the points set out in its strategic agenda. At the corporate level, the Company focused on consolidating its power generation assets and portfolio of projects, which served as the basis of its foundation in 2011. It also worked to strengthen its governance model, adopting the most advanced requirements currently in existence. The Company also worked to align its organizational culture, making use of the best practices in place at the companies that gave rise to CPFL Renováveis. On another front, the Ethical Management and Development System (SGDE) was implemented and the Sustainability Committee, responsible for disseminating sustainability practices and metrics within the Company, was introduced. CPFL Renováveis also carried out all of the steps in its business plan, competitively and efficiently acquiring and building projects in several regions of the country. With this, its financial performance achieved robust results, with an EBITDA of R$504.3 million. The vigorous investment plan defined for the year was fully realized. The Company’s installed capacity increased to 1,153 MW, up 43% over the previous year. Between 2013 and 2016, CPFL Renováveis expects to add an additional 582 MW to its installed capacity - a 51% increase over 2012 – with the entry into operation of seven new wind energy and sugarcane biomass projects, which are currently under construction. It is important to note that at the end of the fiscal year, theTanquinho Solar Plant, located in Campinas, in the interior of São Paulo, which has an installed capacity of 1.1 MWp, began producing electricity. This plant, which is the result of a research and development project, combines three different solar generation technologies. This positions CPFL Renováveis as the only Brazilian company capable of operating with four different alternative energy sources – Small Hydroelectric Plants, Wind, Biomass and Solar. (GRI 1.1) Relatório Anual Annual Report 2012
  2. 2. 2 Miguel Saad Diretor Presidente CEO Ao longo de 2012, a CPFL Renováveis prosseguiu com o desenvolvimento de novos projetos, em sua maioria focados em energia eólica, pela representação da mesma em termos competitivos. Também realizamos o arrendamento de terras e instalamos torres de medição na evolução desses investimentos. Atualmente, temos mais de 3,2 GW de energia eólica em estudo, localizados principalmente no nordeste e no sul do Brasil. Ao longo do último ano, podemos citar a entrega de novos projetos de geração de energia nas quatro fontes: as usinas de Biomassa Pedra e Ipê, o complexo eólico de Santa Clara, a primeira planta de energia Solar fotovoltaica e no último mês de dezembro, com uma antecipação de três meses, iniciamos as operações da PCH Salto Góes. Fechamos 2012 com lucro, com um EBITDA de R$ 504,3 milhões , marcoalcançadoporpouquíssimasempresasbrasileirascomparáveis à nossa –, dados que somados aos feitos já mencionados nos dão a certeza de estarmos no caminho certo para um crescimento ainda maior nos próximos anos. No tocante à área de gestão de pessoas, importantes evoluções e conquistas caracterizaram 2012. Implantamos um plano de carreira estruturado, temos Participação de Lucros ou Resultados (PLR), realizamos nossa primeira pesquisa de clima, que obteve um resultado excelente - 70% de favorabilidade – e realizamos também um assessment, visando à sucessão dos principais executivos da empresa. O último ano foi de trabalho intenso, de grandes desafios, que exigiram da CPFL Renováveis muita disciplina e foco na busca incessante por resultados. Estes que foram alcançados graças aos esforços de uma equipe que se destaca por seu desempenho e por sua sintonia, desde a fundação da empresa. A CPFL Renováveis entra em 2013 mantendo sua posição de liderança – tanto em ativos já em operação quanto em construção – e consequentemente de referência no mercado em que atua, fator que nos impulsiona e desafia em um processo de inovação contínua. E dentro dele, é importante destacarmos nossos investimentos em energia solar, que originou um projeto marcado pelo pioneirismo. Em menos de seis meses, construímos, em Campinas, uma planta solar de 1,1 MW de potencia instalada, que é hoje a maior planta do gênero no Brasil. A energia solar ainda representa uma fonte embrionária, porém com um potencial enorme, e estamos orgulhosos por já podermos acompanhar de perto o seu desenvolvimento no País. Nossasperspectivaspara2013,portanto,alémdarealizaçãodonosso IPO - evento para o qual estamos totalmente preparados e cientes de que precisamos apenas aguardar a sinalização do mercado – envolvem a conclusão de novos projetos importantes que estão em desenvolvimento, como os de duas usinas de Biomassa Coopcana e Alvorada e de três parques eólicos – Macacos, Campo dos Ventos II e Atlântica. Seguiremos monitorando o mercado em busca de oportunidades positivas que nos possibilitem seguir crescendo, em um cenário de mais fortalecimento com a efetiva, e de grande sucesso, consolidação de nosso negócio. Throughout 2012, CPFL Renováveis continued to develop new projects, mainly focused on wind energy, due to its competitive representation. We also leased the land and installed measuring towers as part of the development of these investments. We currently have more than 3.2GW of wind energy under analysis, located mainly in the Brazilian Northeast and South. Over the last year, we delivered new energy generation projects from the four energy sources: the Pedra and Ipê biomass plants, the Santa Clara wind farm complex, the first photovoltaic solar energy plant and, last December, three months ahead of schedule, we began operations at the Salto Góes SHP. We closed 2012 with a profit, with an EBITDA of R$504.3 million, a milestone reached by very few Brazilian companies comparable to ours. Taken together with the accomplishments that have already been cited, this leaves us certain that we are on the right path for even greater growth in the coming years. There was major progress in the field of people management in 2012. We implemented a structured career plan, we have a profit sharing program (PLR), we carried out our first corporate climate study, which obtained an excellent result - 70% favorability - and we also carried out an assessment focused on the succession of the company’s top executives. This last year was filled with hard work and considerable challenges, which required CPFL Renováveis to be highly disciplined and focused on a relentless quest for results. These results were achieved through the efforts of a team has stood out for its performance and its harmony, since the company’s founding. CPFL Renováveis has maintained its leadership position in 2013 – in terms of both assets in operation and under construction - and consequently has become a benchmark in the market in which it operates, which drives us and challenges us to engage in a process of continuous innovation. This process includes our investments in solar energy, which led to a pioneering project. In less than six months, we constructed a solar plant in Campinas with 1.1 MW of installed power, which is currently the largest plant of its kind in Brazil. Solar energy is still in its embryonic phase, yet it has enormous potential, and we’re proud to be able to closely follow its development in Brazil. Therefore, our outlook for 2013, in addition to carrying out our IPO – for which we are totally prepared and aware that we only need to await the right signs from the market – involve the completion of important new projects that are under development, such as the Coopcana and Alvorada biomass power plants and the three wind farms – Macacos, Campo dos Ventos II and Atlântica. We will continue to monitor the market in search of positive opportunities that will allow us to continue to grow, and grow stronger, with the effective, successful consolidation of our business. Mensagem da Diretoria Message from Management Wilson Ferreira Jr. Presidente do Conselho de Administração Chairman of the Board of Directors In the coming years, the prospects for power generation from alternative renewablesourceswillofferopportunitiesforbusinessexpansion. Thereis a need to expand the supply of energy to support the increase in energy consumption in Brazil. These sources will account for a growing share of Brazil’s energy matrix, given the current environmental challenges and the Brazilian government’s voluntary commitment to strongly reduce the emission of greenhouse gases. CPFL Renováveis has a diversified portfolio that totals 3,818 MW in projects strategically located in various regions of the country, which are expected to be developed in the coming years. The results that have been already been achieved by CPFL Renováveis, along with its proven capacity to prospect, develop, implement and operate power generation projects with high operational efficiency, will ensure that it is able to maintain the leadership position it has already attained in Latin America, while also providing differentiated value generation for its shareholders and other stakeholders. Um ano intenso, que marcou a consolidação da CPFL Renováveis em todososseusprocessosesuaspráticasdegovernança.Assimpodemos caracterizar, fundamentalmente, 2012. Todas as aquisições realizadas em 2011 foram devidamente incorporadas, a principal plataforma operacional da empresa, o SAP, teve sua ativação logo no início do ano, englobandotodasasempresasdogrupo,alinhamosnossagovernança adogrupoCPFLEnergiaepreparamosaempresaparaoIPO. Em meados de 2012, a CPFL Renováveis já estava pronta para realizar o lançamento de suas ações no mercado de capitais através da listagem na BM&FBovespa, mas este acabou sendo postergado devido à conjuntura do mercado global, que impactou o brasileiro inevitavelmente, este que também vivenciou a movimentação e as incertezas no setor elétrico, advinda da edição da Medida Provisória 579. Novas aquisições importantes, bem como a conclusão de algumas realizadas no final de 2011, também marcaram o ano de 2012. Em janeiro, assumimos formalmente a Siff Énergies, empresa adquirida em 2011, e realizamos todos os ajustes operacionais que se fizeram necessários. Na sequência concluímos a aquisição do Parque Eólico Bons Ventos, localizado no Ceará, que conta com 157 MW em capacidade instalada. A Usina de Biomassa Ester, com 40MW, localizada em Cosmópolis, no interior de São Paulo, também integrou esse leque de aquisições, assim como os quatro parques eólicos que formam o Complexo Atlântica – com 120MW – em construção no Rio Grande do Sul, cujas obras foram iniciadas em abriletêmcomoprevisãodeconclusãooterceirotrimestrede2013. It was an intense year, as CPFL Renováveis focused on consolidating its processes and governance practices. That was our focus in 2012. All of the acquisitions carried out in 2011 were duly incorporated, the company’s main operating platform, SAP, was activated at the beginning of the year, at all of the group’s companies, we aligned our governance with that of the CPFL Energia Group and we prepared our company for the IPO. In mid-2012, CPFL Renováveis was prepared to conduct the public launch of its shares through a listing on the BM&FBovespa, but this wound up being postponed due to the climate of the global markets, which inevitably impacted the Brazilian market, which was also experiencing change and uncertainty in the electricity sector, arising from the issue of Provisional Measure 579. Important new acquisitions, as well as the completion of others carried out in late-2011, also marked 2012. In January, we formally took on Siff Énergies, which was acquired in 2011, and we carried out all of the necessary operational adjustments. Next, we completed the acquisition of the Bons Ventos wind farm, located in Ceará, which has 157 MW of installed capacity. The Ester Biomass Plant, with 40MW, located in Cosmópolis, in the interior of São Paulo state, was also part of this range of acquisitions, as well as the four wind farms that make up the Atlântica Complex – with 120MW – under construction in Rio Grande do Sul, whose work began in April and are expected to be completed in the third quarter of 2013. (GRI 1.1) Nospróximosanos,asperspectivasdosegmentodegeraçãodeenergia apartirdefontesalternativasrenováveisoferecemoportunidadesparaa expansão dos negócios. Há necessidade de ampliar a oferta de energia parasuportaroaumentodo consumodeenergiaelétricanoPaís.Estas fontesterãoparticipaçãocrescentenamatrizenergéticabrasileira,dados os desafios ambientais atuais e o compromisso voluntário do governo brasileiro de reduzir fortemente as emissões de gases que provocam o efeito estufa. A CPFL Renováveis possui um portfólio diversificado que totaliza3.818MWemprojetosestrategicamentelocalizadosemdiversas regiõesdoPaís,osquaisdeverãoserdesenvolvidosnospróximosanos. Os resultados já alcançados pela CPFL Renováveis e a capacidade demonstrada de prospectar, desenvolver, implantar e operar empreendimentos de geração de elevada eficiência operacional, a qualificam para manter a posição de liderança já alcançada na América Latina, assegurando também a criação diferenciada de valor para os seusacionistasedemaispúblicosderelacionamento.
  3. 3. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 3 Índice Contents Sobre o Relatório About the Report p. 4 Destaques de 2012 2012 Highlights p. 5 CPFL RENOVÁVEIS CPFL RENOVÁVEIS GOVERNANÇA CORPORATIVA CORPORATE GOVERNANCE DESEMPENHO PERFORMANCE Glossário Glossary pg. 88 Índice Remissivo Index p. 92 Informações Corporativas Corporate Information p. 95 1 4 2 5 p. 6 p. 68 p. 78 GESTÃO SUSTENTÁVEL SUSTAINABLE MANAGEMENT p. 28 RELACIONAMENTOS ESTRATÉGICOS STRATEGIC RELATIONSHIPS 3 p. 56
  4. 4. 4 Sobre o Relatório About the Report Metodologia GRI Pela primeira vez, o Relatório Anual da CPFL Renováveis, que tratará do exercício de 2012, foi produzido de acordo com a metodologia GRI (Global Reporting Initiative), uma das mais utilizadas e reconhecidas em todo o mundo. Criada por ONG homônima, ela contribui para a adoção da prática de medir, divulgar e prestar contas para stakeholders (públicos de interesse) internos e externos do desempenho organizacional, tendo como objetivo final promover o desenvolvimento sustentável. Este Relatório abrange a atuação da companhia e de suas subsidiárias, todas dentro do Brasil. Em 2012, a CPFL Renováveis publicou seu primeiro Relatório Anual, correlato ao exercício de 2011, porém sem ainda seguir as diretrizes GRI. A partir deste ano, a Companhia pretende publicar os seus Relatórios Anuais com foco nos indicadores desta metodologia. Definição do Conteúdo O método GRI compreende 42 indicadores de Perfil e 79 de desempenho econômico, social e ambiental. A quantidade de indicadores a serem relatados varia conforme o nível de aplicação. De acordo com as regras da GRI, o Relatório Anual 2012 da CPFL Renováveis se encaixa no nível C, tendo englobado 39 indicadores de perfil e 67 de desempenho econômico, social e ambiental. Consulta aos Stakeholders No início de 2012, a CPFL Renováveis realizou, no âmbito do Projeto Sustentabilidade Como Alavanca de Valor, uma ampla consulta aos stakeholders, envolvendo grupos de interesse distintos (ver mais na página 33 deste Relatório). Apesar de não tê-la realizado com foco restrito na produção deste relatório, a CPFL Renováveis buscou ilustrar neste relato os temas prioritários e os indicadores-chave levantados na referida consulta. GRI Methodology For the first time, the Annual Report issued by CPFL Renováveis, which covers fiscal year 2012, was produced in accordance with Global Reporting Initiative (GRI) methodology, among the most utilized and recognized throughout the world. Created by the NGO of the same name, it contributes to the adoption of the practice of measuring, disclosing and being held accountable for organizational performance to both internal and external stakeholders, with the ultimate goal of promoting sustainable development. This Report covers the operations of the company and its subsidiaries, all within Brazil. CPFL Renováveis published its first Annual Report in 2012, which covered fiscal year 2011 but did not yet adhere to the GRI guidelines. Starting this year, the Company intends to publish its Annual Reports with a focus on the indicators from this methodology. Defining the content The GRI method is comprised of 42 Profile Indicators and 79 Economic, Social and EnvironmentalIndicators.Thenumberofindicatorstobereportedvariesaccording to the application level. In accordance with the GRI rules, the 2012 Annual Report released by CPFL Renováveis is classified as Level C, including 39 profile indicators and 67 economic, social and environmental performance indicators. Consultation with stakeholders In early 2012, CPFL Renováveis carried out a broad consultation with its stakeholders, as part of its Sustainability as a Value Driver Project, involving different interest groups (see more on page 33 of this report). While the focus was not limited to the production of this report, CPFL Renováveis sought to illustrate in this report the priority issues and key indicators raised through that consultation. Pelaprimeiravez,oRelatórioAnualdaCPFL Renováveisfoiproduzidodeacordocoma metodologiaGRI(GlobalReportingInitiative),uma dasmaisutilizadasereconhecidasemtodoomundo Forthefirsttime,theAnnualReportissuedbyCPFLRenováveis, whichcoversfiscalyear2012,wasproducedinaccordancewith GlobalReportingInitiative(GRI)methodology,amongthemost utilizedandrecognizedthroughouttheworld GRI (3.1/ 3.2 / 3.3 / 3.5 / 3.6 / 3.7 / 3.8 / 3.11)
  5. 5. Destaques de 2012 2012 Highlights CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 5 Desenvolvimento de um projeto pioneiro em energia solar, que hoje contempla a maior planta em operação do gênero no Brasil, com 1,1 MWp. Conclusão de 303 MW em projetos dentro do prazo e também do orçamento em 2012: Complexo eólico de Santa Clara (188 MW), Usinas de Biomassa Ipê (25 MW) e Pedra (70MW), além da PCH Salto Góes (20MW). Implantaçãodoprogramadeeficiênciadoprocessodemoagem da Usina de Biomassa Buriti. Prospecçãoedesenvolvimentosuperam3,2GWemprojetoseólicos. Realização de uma ampla consulta aos stakeholders da empresa, que tornou o programa de sustentabilidade da CPFL Renováveis mais corporativo. Criação de um Comitê de Sustentabilidade para deliberação de ações e programas desenhados para os próximos anos. Realização da primeira Pesquisa de Clima da Companhia, que registrou um índice de 70% de favorabilidade. Assessment de todos os cargos executivos. O EBITDA atingiu um total de R$ 504,3 milhões, um aumento de R$ 419,7 milhões em relação a 2011. O valor consolidado da receita líquida foi de R$ 806,4 milhões, um aumentode369%emcomparaçãoaomesmoperíododoanoanterior. Development of a pioneering solar energy project, which now includes the largest plant of its type in Brazil, with 1.1 MWp. Completion of 303 MW of projects on time and on budget: Santa Clara Wind Farm (188 MW), Ipê and Pedra Biomass Power Plants (25 MW and 70 MW, respectively), as well as the Salto Góes SHP (20MW). Implementation of the grinding process efficiency program at the Buriti Biomass Plant. Prospecting and development of more than 3.2 GW in wind projects. Carrying out of a broad consultation with the company’s stakeholders, which turned the sustainability program at CPFL Renováveis more corporate. CreationofaSustainabilityCommittee to analyze initiativesandprograms designed for the coming years. Realization of the Company’s first Corporate Climate Survey, which registered a 70% favorability rating. Assessment of all executive positions. EBITA totaled R$504.3 million, up R$419.7 from 2011. Consolidated net revenue was R$806.4 million, up 369% over the same period last year.
  6. 6. 6 Perfil Organizacional Organizational Profile Diversificação Geográfica e por Fontes Diversified Locations and Sources Fluxo Simplificado de Operações Simplified Operational Chart Missão, Visão e Valores Mission, Vision and Values Estratégias Strategies Áreas de Atuação Operational Areas Pequenas Centrais Hidrelétricas Small Hydroelectric Power Plants Usinas Eólicas Wind Power Plants Usinas movidas a Biomassa Biomass Plants Usinas Solares Solar Power Plants Expansão dos Negócios Business Expansion Geração de Energia Power Generation Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento Innovation, Research and Development Investimentos em novas fontes: Solar Investments in New Sources: Solar CPFL RENOVÁVEIS CPFL RENOVÁVEIS 1 8 9 10 10 11 12 12 13 14 15 16 22 26 27
  7. 7. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 7
  8. 8. Perfil Organizacional Organizational Profile (GRI 1.2 / 2.1 / 2.3 / 2.5/ 2.7 / EU4) A CPFL Energias Renováveis S.A é a maior empresa de energias renováveis do Brasil, com atuação nas quatro principais tecnologias renováveis desenvolvidas atualmente no País: parques eólicos, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e usinas termelétricas movidas a biomassa, além do investimento, em 2012, de um projeto de energia solar, que hoje já conta com a maior planta do gênero do Brasil, localizada em Campinas e com capacidade de 1,1 MWp. Após um ano de sua criação, a empresa consolidou sua experiência no desenvolvimento, aquisição, construção e operação de usinas de geração de energia a partir de fontes renováveis. Atualmente, o portfólio de projetos da CPFL Renováveis totaliza 5.553 MW, contemplando 35 PCHs, 15 parques eólicos e 6 UTEs em operação (1.153 MW), 18 parques eólicos e 2 UTEs em construção (582 MW). Além disso, os projetos em preparação para construção e desenvolvimento somam outros 3.818 MW. Dados que sintetizam a liderança da CPFL Renováveis no mercado em que atua e que demonstram seu posicionamento de destaque para seguir captando oportunidades de crescimento no segmento de energias renováveis. Os empreendimentos da Companhia estão presentes em oito estados brasileiros com forte contribuição para o desenvolvimento econômico e social local e regional. A CPFL Renováveis possui 830 km de linha de transmissão aérea de uso exclusivo, com tensão variando de 11,9kV até 230kV e possui 193 km de linha de transmissão subterrânea de uso exclusivo, com tensão variando de 13,8kV até 34,5 kV. CPFL Energias Renováveis S.A. is Brazil’s largest renewable energy company, operating in the four main technologies currently being developed in Brazil: wind farms, small hydroelectric power plants (SHPs) and biomass- fueled thermal power plants, as well as investments, in 2012, in a solar energy project, which now has the largest plant of its kind in Brazil, located in Campinas, with a capacity of 1.1 MWp. One year after its inception, the company has consolidated its experience in the development, acquisition, construction and operation of renewable energy plants. Currently, the portfolio of CPFL Renováveis’ projects totals 5,553 MW, contemplating 35 SHPs, 15 wind farms and six TPPs in operation (1,153 MW), 18 wind farms and two TPPs under construction (582 MW). In addition, the projects being prepared for construction and development total an additional 3,818MW. These figures provide a summary of CPFL Renováveis’leadership in the market in which it operates and demonstrate its privileged position with respect to new opportunities for growth in the renewable energy segment. TheCompany’sprojectsarebeingcarriedoutineightBrazilianstates,withstrong contributions to the local and regional economic and social development. CPFL Renováveis has 830 km of exclusive use aerial transmission lines, with voltage ranging from 11.9kV to 230kV, and 193 km of exclusive use underground transmission lines, with voltage ranging from 13.8kV to 34.5kV. 8
  9. 9. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 9 Portfólio total de ativos em operação, construção e desenvolvimento (31/12/2012) Portfolio of assets in operation, under construction and under development (December 31, 2012) MW In MW PHC SHP Eólica Wind power Biomassa Biomass Solar Solar Total Total Operação Operational 326,6 555,5 270,0 1,1 1.153,2 Construção Under Under Construction - 482,0 100,0 - 582,0 Desenvolvimento Under Development 626,0 3.192,0 - 0 3.818,0 TOTAL TOTAL 952,6 4.229,5 370 1,1 5.553,2 Diversificação Geográfica e por Fontes Diversified Locations and Sources Potencial PCH (Regiões Sudeste e Centro-Oeste) SHP Potential (Southeast and Midwest) Potencial Eólico (Regiões Nordeste e Sul) Wind Potential (Northeast and South) Em operação: Operational: Hidro Hydro Eólica Wind Biomassa Biomass Solar Solar Em construção: Under construction: Hidro Hydro Eólica Wind Biomassa Biomass Solar Solar
  10. 10. 10 Fluxo Simplificado de Operações Simplified Operational Chart Sustentabilidade/ Regulação/ Comercialização Sustainability/ Regulation/ Commercialization Missão, Visão e Valores Mission, Vision and Values (GRI 1.2 / 4.8) Our Vision Energy is essential to people’s well-being and the development of society. We believe that the sustainable production and use of energy is vital to the future of humanity. Our Mission To generate energy from renewable sources, in harmony with the environment and society, promoting the development and maturation of the clean energy market. Our Values Value creation Sustainability Safety and quality of life Entrepreneurism and innovation Commitment Exceeding goals Trust and respect Agility Nossa Visão Energia é essencial ao bem-estar das pessoas e ao desenvolvimento da sociedade. Nós acreditamos que produzir e utilizar energia de forma sustentável é vital para o futuro da humanidade. Nossa Missão Gerar energia a partir de fontes renováveis, em harmonia com o meio ambiente e a sociedade, promovendo o amadurecimento do mercado de energia limpa. Nossos Princípios Criação de valor Sustentabilidade Segurança e qualidade de vida Empreendedorismo e inovação Compromisso Superação Confiança e respeito Agilidade Administrativo/ Jurídico/ Financeiro Administrative/Legal/Financial Desenvolvimento Development Prospecção Prospecting Construção Construction Operações Operation
  11. 11. 11 Estratégias Strategies Sustainable growth Robust and diversified asset portfolio Assets in operation, under construction and under development from four renewable sources (wind farms, SHPs, biomass-fueled thermal plants and solar) Expansion of installed capacity in operation to 1,735 by 2016 Substantial track record in asset acquisitions and project construction Well-positioned to take advantage of the healthy M&A conditions offered by the fragmented market. Synergies Centralized power plant operation and maintenance Greater availability of transmission network connections Reduced administrative expenses through centralized management Increasing bargaining power with suppliers Capital Exploration of better energy commercialization options Discipline in deciding between the free market and auctions, maximizing the return on invested capital. Easier access to the free market Experience in Brazilian Development Bank (BNDES) funding and optimization of projects’capital structure Sustainability as a value added to projects Innovation Continuous pursuit of new technologies for generating electricity from renewable sources Corporate governance Responsible operations in regard to employees, communities and the government Crescimento sustentável Portfolio de ativos robusto e diversificado Ativos em operação, construção e desenvolvimento nas quatro fontes de atuação (eólica, Pequenas Centrais Hidrelétricas, termelétrica movida a biomassa e solar) Ampliação da capacidade instalada em operação para 1.735MW até 2016 Track record (histórico de desempenho) relevante em aquisições de ativos e construção de projetos Posicionamento favorável para aproveitar as boas condições para M&A (mergers and acquisitions ou fusões e aquisições) oferecidas pelo mercado fragmentado. Sinergia Operação e manutenção de usinas centralizadas Maior disponibilidade para conexões das redes de transmissão Reduçãodedespesasadministrativaspormeiodagestãocentralizada Maior poder de compra com fornecedores Capital Exploraçãodemelhoresalternativasparaacomercializaçãodaenergia Disciplina na decisão entre mercado livre e leilões, maximizando o retorno do capital investido. Acesso facilitado ao mercado livre Experiência em captações com o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e na otimização da estrutura de capital dos projetos Sustentabilidade como valor adicionado aos projetos Inovação Busca contínua por novas tecnologias para geração de energia elétrica por meio de fontes renováveis Governança corporativa Atuação responsável com as comunidades, o poder público e seus colaboradores
  12. 12. 12 Áreas de Atuação Operational Areas (GRI 2.2 / 2.9) CPFL Energias Renováveis develops, builds and operates wind farms, small hydroelectric power plants and thermal plants fueled by biomass (sugarcane bagasse), the three main renewable energy technologies currently present in Brazil. In addition, it pioneered the development of a solar energy project and now has a power plant with 1.1 MWp of installed capacity. Below is a description of each of the sources used by the Company. A CPFL Energias Renováveis desenvolve, constrói e opera parques eólicos, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e usinas termelétricas movidas a biomassa (bagaço de cana-de-açúcar no caso da empresa), por serem as três principais tecnologias em energias renováveis presentes no Brasil atualmente. Além disso, foi a pioneira no desenvolvimento de projeto em energia solar e hoje conta com uma planta de 1,1 MWp de potência. Conheça a seguir cada uma dessas fontes utilizadas pela Companhia. Pequenas Centrais Hidrelétricas De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) são usinas de pequeno porte, com capacidade instalada entre 1 MW e 30 MW e área de reservatório inferior a 13 quilômetros quadrados. Por conta de suas características e diferenças em relação às grandes usinas, esse tipo de empreendimento representa uma opção adequada para complementar a matriz energética brasileira, atualmente com 74% baseada no aproveitamento hidrelétrico. Small Hydroelectric Power Plants The Brazilian Electricity Regulatory Agency (ANEEL) defines SHPs as hydroelectric power plants with an installed capacity of between 1 MW and 30 MW and a reservoir area of less than 13 square kilometers. Due to their characteristics and the way they differ from the larger plants, this type of undertaking is an appropriate means of supplementing the Brazilian energy matrix, which is currently 74% based on hydropower.
  13. 13. 13 Entre as vantagens das pequenas centrais hidrelétricas em comparação às usinas de grande porte, destacam-se: o baixo impacto ambiental decorrente do tamanho reduzido do reservatório (já que PCHs são operadas a “fio d’água”, o que significa que o reservatório não permite a regularização do fluxo d´água); o curto prazo de implantação, inferior ao das usinas hidrelétricas; 100% de isenção em alguns encargos do setor; 50% de isenção na Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição (TUSD), sendo o desconto estendido também para os consumidores; possibilidade de venda de energia aos consumidores especiais, na modalidade de energia incentivada; possibilidade de venderenergiaacomercializadorassemqueoconsumidoradquirente final perca o benefício dos descontos tarifários; dispensa de licitação para obter concessão, pois basta o empreendedor ter autorização da Aneel; projetos de pequena escala com alta confiabilidade da rede de transmissão; desenvolvimento da economia local. Their advantages over the larger plants include: the lower environmental impact due to the reduced reservoir size (SHPs are “run-of-river”, i.e. the reservoir does not allow water flow regularization); shorter implementation period; 100% exemption from a number of sector charges; 50% exemption from the distribution system utilization tariff (TUSD), a discount which is passed on to consumers; the possibility of selling subsidized energy to special consumers; the possibility of selling energy to commercialization companies, without the final consumers losing the tariff discount benefits; exemption from bidding for concessions, as the companies only require ANEEL authorization; small scale projects with high transmission network reliability; and local economic development. Usinas Eólicas A energia eólica é gerada pela energia cinética formada nas massas de ar em movimento, ou seja, pelo vento. Nesse processo, aerogeradores são responsáveis por converter essa energia cinética de translação na chamada energia cinética de rotação. Atualmente, no Brasil, as áreas com maior potencial eólico encontram- se nas regiões Nordeste, Sul e Sudeste. Considerando a dimensão da costa brasileira, porém, esse potencial ainda é pouco explorado. Wind Power Plants Wind-powered electricity is generated by the kinetic energy resulting from masses of air in movement, i.e. wind. This translational kinetic energy is converted into rotational kinetic energy by wind turbines. Currently, the areas with the highest wind power potential in Brazil are in the Northeast, South and Southeast regions. Given the size of the coastline, however, this potential is still underexplored. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
  14. 14. 14 In 2012, the country’s installed capacity totaled around 1,934 MW, according to figures from ANEEL, which is a mere 1.35% of the estimated potential of 143,000 MW, according to the Atlas Eólico Brasileiro. Other countries with a geographical potential equal to or lower than Brazil’s, including Germany, Denmark, Spain and the United States, are the current wind power leaders. A decisive factor for the development of wind power worldwide is technology, which expanded turbine capacity from 50 kW (in the 1980’s) to 5 MW and resulted in other improvements. Smaller-scale wind farms can supply small localities that are far from the grid, contributing to service universalization, while larger ones have the potential to serve a significant portion of the national systems. There are also several other benefits: wind farms are less polluting than thermal plants, there is no need to build large reservoirs and there are no risks associated with lack of rainfall. In addition, the sector regulations grant discounts on distribution/ transmission system utilization tariffs for wind power plants and their users, in the case of free-market or subsidized consumers. Em 2012, segundo dados da Aneel, a capacidade instalada no país era de aproximadamente 1.934 MW, representando apenas 1,35% do nosso potencial estimado de 143 mil MW, de acordo com as estimativas do Atlas Eólico Brasileiro. Outros países com potencial geográfico similar ou inferior ao brasileiro, como Alemanha, Dinamarca, Espanha e Estados Unidos, lideram a geração de energia eólica no mundo. Um fator decisivo paraaevoluçãodaenergiaeólicaemtodoomundoéatecnologia,capaz de ampliar a capacidade das turbinas de 50 kW (anos 80) para 5 MW e de promover outras melhorias. As pequenas centrais eólicas podem suprir localidades menores e distantes da rede, contribuindo para o processo de universalização do atendimento. As centrais de grande porte têm potencial para atender uma significativa parcela dos sistemas nacionais com importantes ganhos, como reduzir as emissões pelas usinas térmicas e os poluentes atmosféricos, diminuir a necessidade de construção de grandes reservatórios e minimizar o risco gerado pela sazonalidade hidrológica. Aregulamentaçãosetorialemvigorconcededescontosnastarifasdeusodos sistemasdedistribuição/transmissãotantoparaasusinaseólicasquantopara ousuáriodesuaenergia,casoestesejaumconsumidorlivreouincentivado. Usinas Movidas a Biomassa Para o funcionamento de uma usina movida a biomassa, geradoras utilizam a combustão de material orgânico para produzir energia. Biomassa abrange todos os resíduos orgânicos que possam ser utilizados como combustíveis, por exemplo: bagaço de cana, lenha, casca de arroz, resíduos de madeira, entre outros. Biomass Plants These plants produce energy from the combustion of biomass, which comprises any organic waste that can be used as fuel, including sugarcane bagasse, wood, rice husks and wood waste.
  15. 15. 15 Usinas Solares A energia do sol é a fonte indireta de muitos combustíveis, como a própria biomassa. Mas foi na década de 70, marcada pelos choques do petróleo que elevaram de forma acentuada os preços do “ouro negro”, afetando em efeito dominó as economias dos países ao redor do mundo, que as pesquisas com o uso da energia solar para a produção de energia deslanchou. Com os preços do petróleo - que dominava as matrizes energéticas dos países industrializados - subindo sem escalas, era necessário buscar alternativas que reduzissem a dependência desta commodity. O aproveitamento da energia solar para a geração de energia elétrica galgou, nos últimos anos, alguns degraus em seu desenvolvimento no Brasil, com a implementação de projetos de maior porte, com cerca de 1 megawatt (MW) de capacidade. Segundo estimativas da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), órgão que responde pelo planejamento do setor elétrico, existem no Brasil cerca de 20 MW Solar Power Plants Solar energy is the indirect source of many fuels, such as biomass. But it was in the 1970s, when the oil shocks drastically increased the price of “black gold,” with a domino effect on national economies around the world, that research into the use of solar energy for the production of energy took off. With the continual increase in the price of oil – which dominated the energy matrices of industrialized countries – it was necessary to seek out alternatives, in order to reduce dependency on the commodity. The use of solar energy for the generation of electricity in Brazil has increased in recent years, with the implementation of larger projects, and approximately 1 MW of installed capacity. According to estimates by the Energy Research Company (EPE), the agency responsible for planning in the electricity sector, there are approximately 20MW of installed capacity of photovoltaic generation in Brazil, mainly distributed in isolated and remote systems. The number of requests to register photovoltaic plants sent to the Brazilian Electricity Regulatory Agency (ANEEL) reached 117 projects in 2012, Biomass-fueled energy generation is renewable, reuses waste and pollutes less than other forms of energy, especially that produced from fossil fuels, such as oil and coal. Biomass plants in Brazil also benefit from simpler environmental licensing and abundant fuel supply, including the by-products of other activities, and ease of location near to major consumption centers, thereby reducing transmission costs. A geração de energia a biomassa é renovável, permite o reaproveitamento de resíduos e é menos poluente do que outras formas de energia, como as obtidas a partir da utilização de combustíveis fósseis, como petróleo e carvão mineral. Asusinasmovidasabiomassabeneficiam-sedelicenciamentosambientais maissimples;combustívelabundantenoBrasil,podendovirdesubproduto de outras atividades; e facilidade de localização mais próxima aos grandes centros de consumo, reduzindo os custos de transmissão. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport
  16. 16. 16 totaling 3,128MW of capacity, which reveals a predisposition to a strong expansion of the solar power generation capacity. The expectation is that over the next five years, solar energy, particularly photovoltaic generation, will become more robust in Brazil, increasing its competitiveness and, as a result, its integration into the energy matrix. de capacidade instalada de geração fotovoltaica, em sua grande maioria distribuída em sistemas isolados e remotos. O número de pedido de registros de usinas fotovoltaicas encaminhados à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) até 2012 alcançou 117 projetos, somando 3.128 MW de capacidade, o que revela uma predisposição a uma forte ampliação do parque gerador de geração de energia a partir da radiação solar. A expectativa é a de que, nos próximos cinco anos, a energia solar, em especial a geração fotovoltaica, ganhe mais corpo no Brasil, ampliando a sua competitividade e, em consequência, a sua inserção na matriz energética. Expansão dos Negócios (GRI EC8) A CPFL Renováveis segue com a sua política de crescimento sustentável, por meio da construção de novos empreendimentos e da continuidade de sua estratégia de aquisições: Em 2012, a companhia adicionou 621 MW ao seu portfolio, dos quais 303 MW de capacidade instalada correspondem à conclusão de obras e outros 318 MW à aquisição de projetos em construção e operação. A Companhia destaca-se pela capacidade de entrega dos projetos no prazo e dentro do orçamento previsto para execução. Foram concluídos cinco ativos – abrangendo as quatro fontes de energia renovável exploradas - ao longo do ano. Entre as obras concluídas está o Complexo Eólico de Santa Clara, primeiro projeto totalmente desenvolvido e implantado pela CPFL Renováveis. Ele representa a concretização de uma decisão certeira, tomada há três anos, quando o investimento em energia eólica foi incluído no planejamento estratégico do Grupo CPFL. Além da entrada em operação de três novas usinas de Biomassa no EstadodeSãoPaulo,tambémocorreu,em2012,aconclusãoda2ªfasede implantação da UTE Bio Buriti, que por meio da eletrificação da moenda trouxe uma melhor eficiência para o processo de moagem desta usina. Os ganhos no balanço geral de massa, vapor e energia gerada pela usina beneficiaram tanto a CPFL Renováveis como o parceiro no projeto. O resumo das recentes aquisições, conclusões de obras e projetos em andamento com informações sobre a localização dos empreendimentos, capacidade de geração, entre outras, é apresentado a seguir. Os projetos concluídos em 2012 foram: Business Expansion CPFL Renováveis is maintaining its policy of sustainable development through the construction of new projects and the continuation of its acquisition strategy: In 2012, the Company added 621 MW to its portfolio, of which 303 MW of installedcapacitycorrespondtothecompletionofprojectsandanother318MW correspond to the acquisition of projects under construction and in operation. The Company has distinguished itself with its ability to deliver projects on time and within budget. A total of five assets - covering the four sources of renewable energy being explored – were completed in 2012. These completed projects include the Santa Clara Wind Farm Complex, the first project totally developed and implemented by CPFL Renováveis. It is the embodiment of a correct decision, made three years ago, to include investments in wind energy in the CPFL Group’s strategic planning. In addition to the launch of operations at three new biomass plants in the state of São Paulo, 2012 also marked the completion of the second phase of the implementation of the Bio Buriti TPP, which improved the efficiency of this plant’s grinding process through the electrification of the mill. The overall gains in mass, steam and power generated by the plant have benefited both CPFL Renováveis as well as its partner in the project. The recent acquisitions, and completed and ongoing projects, are summarized below, with details on location, generation capacity and other items. The projects completed in 2012 were: Em2012,acompanhiaadicionou621MWaoseu portfolio,dosquais303MWdecapacidadeinstalada correspondemàconclusãodeobraseoutros318MW àaquisiçãodeprojetosemconstruçãoeoperação In2012,theCompanyadded621MWtoitsportfolio,ofwhich 303MWofinstalledcapacitycorrespondtothecompletionof projectsandanother318MWcorrespondtotheacquisitionof projectsunderconstructionandinoperation
  17. 17. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 17 IPÊ Fonte: Biomassa Local: São Paulo Capacidade Instalada: 25MW Energia contratada: 8,2 MW méd Entrada em operação: Maio de 2012 Source: Biomass Location: São Paulo Installed Capacity: 25MW Energy Contracted: 8.2 MW Start of Operation: May 2012 PEDRA Fonte: Biomassa Local: São Paulo Capacidade Instalada: 70MW Energia contratada: 24,4 MW méd Entrada em operação: Maio de 2012 Source: Biomass Location: São Paulo Installed Capacity: 70MW Energy Contracted: 24.4 MW Start of Operation: May 2012 Fonte: Eólica Local: Rio Grande do Norte Capacidade Instalada: 188 MW Energia contratada: 75,8 MW méd Entrada em operação: Julho de 2012 Source: Wind Location: Rio Grande do Norte Installed Capacity: 188 MW Energy Contracted: 75.8 MW Start of Operation: July 2012 SANTA CLARA COMPLEX composed of seven wind farms COMPLEXO SANTA CLARA composto por sete parques
  18. 18. 18 TANQUINHO Fonte: Solar Local: São Paulo (Campinas) Capacidade Instalada: 1,1 MWp Energia contratada: 0,19 MW méd Entrada em operação: Novembro de 2012 Source: Solar Location: São Paulo (Campinas) Installed Capacity: 1.1 MWp Energy Contracted: 0.19 MW Start of Operation: November 2012 SALTO GÓES Fonte: Hidro Local: Santa Catarina Capacidade Instalada: 20 MW Energia contratada: 11,1 MW méd Entrada em operação: Dezembro de 2012 Source: Hydro Location: Santa Catarina Installed Capacity: 20 MW Energy Contracted: 11.1 MW Start of Operation: December 2012 COMPLEXO BONS VENTOS BONS VENTOS COMPLEX Fonte: Eólica Local: Ceará Status: Em operação Capacidade Instalada: 157,5 MW Energia contratada: 62,8 MW méd Entrada em operação: Junho de 2012 Source: Wind Location: Ceará Status: Operational Installed Capacity: 157.5 MW Energy Contracted: 62.8 MW Transaction Date: June 2012 Ao longo de 2012, também foi concluída a aquisição de 318 MW de projetos em construção e operação: A total of 318MW of projects under construction and in operation were acquired in 2012: * A Bons Ventos detém autorização outorgada pela Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL para explorar os parques eólicos (i)Taíba Albatroz, com capacidade instalada de 16,8 MW; (ii) Bons Ventos, com capacidade instalada de 50,4 MW; (iii) Enacel, com capacidade instalada de 31,5 MW; e (iv) Canoa Quebrada, com capacidade instalada de 58,8 MW.Todos os Parques Eólicos localizam-se no litoral do Ceará e se encontram em operação comercial plena, sendo que a totalidade da energia está contratada com a Eletrobrás por vinte anos, através do PROINFA Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica. * Bons Ventos holds an authorization granted by the Brazilian Electricity Regulatory Agency ANEEL to operate the wind farms (i)Taíba Albatroz, with 16.8 MW of installed capacity; (ii) Bons Ventos, with 50.4 MW of installed capacity; (iii) Enacel,with31.5MWofinstalledcapacity;and(iv)CanoaQuebrada,with58.8MW of installed capacity. All of the Wind Farms are located along the coast of Ceará and are fully operational, with all of their energy contracted with Eletrobrás for 20 years,throughtheIncentiveProgramforAlternativeSourcesofEnergy(PROINFA).
  19. 19. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 19 COMPLEXO ATLÂNTICA ATLÂNTICA COMPLEX Fonte: Eólica Local: Rio Grande do Sul Status: Em construção Capacidade Instalada: 120 MW Energia contratada: 52,7 MW méd Entrada em operação: Março de 2012 Source: Wind Location: Rio Grande do Sul Status: Under Construction Installed Capacity: 120 MW Energy Contracted: 52.7 MW Transaction Date: March 2012 * Aquisição pela Companhia da totalidade das ações de emissão das sociedades Atlântica I parque eólico S.A., Atlântica II parque eólico S.A., Atlântica IV parque eólico S.A. e Atlântica V parque eólico S.A.. As Sociedades são detentoras de autorização, pelo prazo de 35 anos, para geração de energia elétrica de fonte eólica sob o regime de produção independente, mediante a implantação de seus respectivos parques eólicos. Os empreendimentos possuem em conjunto potênciainstaladade120MW,tiveramtodasuaenergiacertificadacomercializada no LFA de 26 de agosto de 2010. * The Company acquired all of the shares issued by the company Atlântica I parque eólico S.A., Atlântica II parque eólico S.A., Atlântica IV parque eólico S.A. and Atlântica V parque eólico S.A. The companies have 35-year authorizations to independently generate wind energy, through the implementation of their respective wind farms. The projects collectively have an installed capacity of 120MW, with all of their certified energy sold in the August 26, 2010 LFA. USINA ESTER ESTER PLANT Fonte: Biomassa Local: São Paulo Status: Em operação Capacidade Instalada: 40 MW Energia contratada: 7,0 MW méd Entrada em operação: Outubro de 2012 Source: Biomass Location: São Paulo Status: Operational Installed Capacity: 40 MW Energy Contracted: 7.0 MW Transaction Date: October 2012 * A Usina Ester tem contrato de venda de energia PPA comercializado no Leilão LFA 2007 de cerca de 7 MW médios, com duração de 15 anos. A energia restante, equivalente a cerca de 4 MW médios em 2012, será comercializada no Mercado Livre. Os ativos de cogeração localizam-se no município de Cosmópolis, em São Paulo, e encontram-se em operação comercial plena. * The Ester Plant has a 15-year contract to for the sale of an average of 7 MW of PPA energy, sold in the 2007 LFA Auction. The remaining energy, equivalent to an average of 4 MW in 2012, will be sold on the Free Market. The cogeneration assets are located in the municipality of Cosmópolis, São Paulo, and are fully operational.
  20. 20. 20 Vale destacar, também, os outros ativos da CPFL Renováveis que estão em operação: It is also worth noting the other CPFL Renováveis assets in operation: NINHO DA ÁGUIA Localizada em Minas Gerais, com capacidade de 10 MW Located in Minas Gerais, with a capacity of 10 MW Pequenas Centrais Hidrelétricas: Small Hydroelectric Power Plants: AMERICANA Localizada em São Paulo, com capacidade de 30 MW Located in São Paulo, with a capacity of 30 MW BAIA FORMOSA Localizada no Rio Grande do Norte, com capacidade de 40 MW Located in Rio Grande do Norte, with a capacity of 40 MW Usinas movidas a Biomassa: Biomass Plants: BIO BURITI Localizada localizada em São Paulo, com capacidade de 50 MW Located in São Paulo, with a capacity of 50 MW
  21. 21. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 21 ICARAIZINHO Localizada no Ceará, com 55 MW de potência Located in Ceará, with 55 MW of potential Eólicas: Wind: PARACURU Localizada localizada no Ceará, com 25 MW de potência Located in Ceará, with 25 MW of potential Dentre os projetos em construção pela CPFL Renováveis, destacamos a seguir o que possuem previsão de conclusão para 2013: Among the projects under construction by CPFL Renováveis, the following are forecast for completion in 2013: UTE COOPCANA COOPCANA TPP Previsão de entrada em operação: Segundo trimestre de 2013 Capacidade instalada: 50 MW Expected start of operation: Second quarter of 2013 Installed Capacity: 50 MW UTE ALVORADA ALVORADA TPP Previsão de entrada em operação: Segundo trimestre de 2013 Capacidade instalada: 50 MW Expected start of operation: Second quarter of 2013 Installed Capacity: 50 MW
  22. 22. 22 COMPLEXO MACACOS MACACOS COMPLEX Previsão de entrada em operação: Terceiro trimestre de 2013 Capacidade instalada: 78,2 MW Expected start of operation: Third quarter of 2013 Installed Capacity: 78.2 MW COMPLEXO ATLÂNTICA ATLÂNTICA COMPLEX Previsão de entrada em operação: Terceiro trimestre de 2013 Capacidade instalada: 120 MW Expected start of operation: Third quarter of 2013 Installed Capacity: 120 MW COMPLEXO CAMPOS DOS VENTOS II CAMPOS DOS VENTOS II COMPLEX Previsão de entrada em operação: Terceiro trimestre de 2013 Capacidade instalada: 30 MW Expected start of operation: Third quarter of 2013 Installed Capacity: 30 MW Geração de Energia Nas próximas páginas é possível observar informações e indicadores pertinentes ao desempenho da CPFL Renováveis no tocante à geração de energia, nos últimos dois anos. GERAÇÃO HIDRÁULICA – PCHs Quantidade de usinas: 35 usinas em operação, instaladas nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Potência instalada: 326,70 MW. Número de Unidades Geradoras: 70 UGs Power Generation The following pages contain information and indicators relevant to CPFL Renováveis’power generation performance over the last two years. SMALL HYDRAULIC POWER PLANTS (SHPs) Number of plants: 35 plants in operations, installed in the states of São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Sul and Mato Grosso. Installed Potential: 326.70 MW. Number of Generating Units: 70 GUs.
  23. 23. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 23 Geração 2011 / 2012 (MWméd) Generation 2011 / 2012 (MW avg.) 2011 GF 2012 GF 2011 2012 135,84 115,01 176,14 147,26 Disponibilidade 2011 / 2012 (%) Availability 2011 / 2012 (%) 89,34 94,5 A melhoria na disponibilidade das PCHs comparando-se os anos de 2011 e 2012 foi consequência de duas condições: introdução de novo planejamento da manutenção e menor tempo de operação das unidades geradoras, devido à baixa afluência nas regiões sul e sudeste. A baixa afluência, resultante das condições hidrológicas nas regiões sul e sudeste dos últimos dois anos, explicam a geração aquém da garantia física. Porem, quase a totalidade das PCHs da Companhia está sob o SIN – sistema interligado nacional - e, portanto, através do MRE – mecanismo de realocação de energia – recebe o montante necessário para que a garantia física seja suprida, honrando os contratos de venda de energia. The improvement in the availability of SHPs from 2011 to 2012 was the result of two conditions: the introduction of new maintenance planning and the decreased operating time of the generating units, due to the low affluence in the South and Southeast regions. The low affluence, resulting from the hydrological conditions of the South and Southeast over the last two years, explains the generation below the physical guarantee. However, nearly all of the Company’s SHPs are under the National Interconnected System (SIN) and, therefore, through the energy reallocation mechanism (MRE), the receive the amount needed for the physical guarantee to be met, thereby honoring the energy sales contracts. 2011 2012 GERAÇÃO EÓLICA – PARQUES EÓLICOS Quantidade de Parques Eólicos: oito parques eólicos em operação instalados no Ceará. Potência instalada: 367,50 MW* Número de Aerogeradores: 175 unidades. *Não inclui o Complexo Santo Clara, composto por sete parques eólicos, localizados no Rio Grande do Norte. Eles já estão aptos a gerar energia, mas ainda não estão interligados ao sistema nacional devido à pendência no término da construção da ICG (Instalação de Transmissão de Interesse Exclusivo de Centrais de Geração para Conexão Compartilhada). WIND POWER – WIND FARMS Number of Wind Farms: Eight wind farms in operation installed in Ceará. Installed Potential: 367.50 MW* Number of Wind Turbines: 175 units. *The does not include the Santa Clara Complex, composed of seven wind farms, located in Rio Grande do Norte. They are now able to generate power, but are not yet connected to the national system due to the pending completion of the Transmission Installation of the Exclusive Interest Shared Connection for Generation Centers (ICG). Geração 2011 / 2012 (MWméd) Generation 2011 / 2012 (MW avg.) Disponibilidade 2011 / 2012 (%) Availability 2011 / 2012 (%) 20122011 96,16 96,85 E. Contratada 2012 E. Contracted 2012 2012 E. Contratada 2011 E. Contracted 2011 2011 59,88 139,05 79,99 161,00
  24. 24. 24 Fator de Capacidade Eólicas Wind Capacity Factor O aumento da geração em 2012, superior à energia contratada, ocorreu principalmente devido ao aumento da capacidade instalada através da incorporação dos quatro Parques Eólicos do Complexo BonsVentos em 2012 e de SIIF ao final de 2011, além da velocidade média dos ventos ao longo do ano ter sido 22,6 % superior a de 2011. The increase in generation in 2012, which exceeded the contracted energy, was primarily due to the increase in the installed capacity by incorporating the four wind farms from the Bons Ventos Wind Farm Complex in 2012 and SIIF at the end of 2011, coupled with the average wind velocity in 2012 reaching speeds that were 22.6% higher than in 2011. GERAÇÃO TÉRMICA: UTEs a Biomassa Quantidade de UTEs: 6 UTEs a Biomassa em operação instaladas em SP e RN. Potência instalada: 270,0 MW. Número de Unidades Geradoras nas UTEs: 9 UGs THERMAL GENERATION: TPPs and Biomass Number of TPPs: Six TPPs and Biomass plants in operation installed in SP and RN. Installed Potential: 270.0 MW. Number of Generating Units in theTPPs: 9 GUs. Geração 2011 / 2012 (MWméd) Generation 2011 / 2012 (MW avg.) E. Contratada 2012 E. Contracted 2012 2012 68,30 11,42 E. Contratada 2011 E. Contracted 2011 2011 58,78 10,27 Disponibilidade 2011 / 2012 (%) Availability 2011 / 2012 (%) 20122011 99,26 96,40 Em 2012 não se atingiu a geração contratada devido às condições climáticas que causaram quebra de safra da ordem de 10%. (GRI EU10) In 2012, the contracted generation was not achieved due to the climatic conditions that caused a 10% decline in crop production. Fator de Capacidade Certificado Fator de Capacidade Real UDM1 Fator de Capacidade Real Consolidado 46,8% 39,6% 44% Certified Capacity Factor Real UDM Capacity Factor Real Consolidated Capacity Factor 1 Nos últimos 12 meses 1 Over the last 12 months
  25. 25. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 25 Nas tabelas apresentadas abaixo, a Companhia apresenta suas projeções, sinérgicasàsprojeçõesnacionaisdedemandadeeletricidadeemlongoprazo. 1. Demanda por subsistema e consolidada no SIN: The tables below show the Company’s projections, which are synergistic with the country’s long-term electricity demands. 1. Demand per subsystem and consolidated on the SIN: MWméd MW avg. 2012 2021 Acréscimo Increase SE/CO Southeast/Midwest 37.041,00 45.056 8.014,71 Sul South 10.235,00 12.138 1.903,47 Nordeste Northeast 8.992,00 10.855 1.862,68 Norte North 4.126,00 6.590 2.463,61 SIN 60.394,00 74.638 14.244,47 2. Capacidade de Geração a. Evolução por submercado 2. Generation Capacity a. Evolution by submarket MWméd MW avg. dez/12 Dec/12 dez/21 Dec/21 Acréscimo Increase SE/CO Southeast/Midwest 69.030 80.258 12.665 Sul South 20.213 27.429 7.216 Nordeste Northeast 18.142 30.484 12.342 Norte North 9.784 44.237 34,453 SIN 117.169 182.408 65.239 b. Capacidade planejada (evolução por fonte, por submercado): Estes valores incluem a Energia de Reserva e a expansão do PROINFA (Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia). O Plano Decenal de Expansão da Energia (PDE 2021), elaborado pela EPE (Empresa de Pesquisa Energética), é o documento oficial sobre a expansão energética no país. No estudo, os empreendimentos em construção são considerados como oferta inicial do Plano, cujas datas de entrada em operação estão em consonância com o CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico). b. Planned Capacity (evolution by source, by submarket): These figures include the Reserve Energy and the expansion of the Incentive Program for Alternative Sources of Energy (PROINFA). The Ten-Year Energy Expansion Plan (PDE 2021), prepared by the Energy Research Company (EPE) is the official document on energy expansion in Brazil. In the study, the projects under construction are considered to be an initial offer of the Plan, whose dates of entry into operation are consistent with the Energy Industry Monitoring Committee (CMSE). MW dez/12 Dec/12 dez/21 Dec/21 UHE HPP REN REN UTN TNP UTE TPP UHE HPP REN REN UTN TNP UTE TPP SE/CO Southeast/Midwest 50.563 9.141 2.007 7.319 50.563 18.037 3.412 9.683 Sul South 14.377 2.692 0 3.144 16.396 7.605 0 3.428 Nordeste Northeast 10.853 1.779 0 5.510 10.954 9.876 0 9.654 Norte North 9.351 101 0 332 40.361 597 0 3.279 Total 85.144 13.713 2.007 16.305 116.837 36.115 3.412 26.044 Total ano Yearly total 117.169 182.408 Onde: UHE – Usina hidrelétrica REN – Usina Fonte Renovável UTN – Usina Termonuclear UTE – Usina Termelétrica Where: HPP – Hydroelectric Power Plant REN – Renewable Resource Plant TNP – Thermonuclear Plant TPP – Thermal Power Plant
  26. 26. 26 Usinasemconstruçãojácontratadas–FonteIncentivada(MWméd) Plants under construction that have already been contracted – Incentivized Source (MW avg.) Tipo Type Região Region 2012 2013 2014 2015 2016 Biomassa Biomass Sudeste Southeast 1.158 211 340 50 0 Sul South 0 0 0 0 0 Nordeste Northeast 0 45 0 0 0 Norte North 0 0 0 0 0 TOTAL 1.158 256 340 50 0 PCH SHP Sudeste Southeast 288 95 20 24 0 Sul South 155 117 3 0 0 Nordeste Northeast 6 0 0 0 0 Norte North 0 0 3 57 0 TOTAL 449 212 26 81 0 Eólica Wind Sudeste Southeast 0 0 0 0 0 Sul South 126 230 621 94 26 Nordeste Northeast 452 2.997 1.322 105 657 Norte North 0 0 0 0 0 TOTAL 578 3.227 1.943 199 683 TOTAL 2.185 3.695 2.309 330 683 Usinasemconstruçãojácontratadas–FonteConvencional(MWméd) Plants under construction that have already been contracted – Conventional Source (MW avg.) Tipo Type Região Region 2012 2013 2014 2015 2016 UHE HPP Sudeste Southeast 382 54 0 0 0 Sul South 438 0 178 0 485 Nordeste Northeast 0 0 0 0 0 Norte North 3.150 3.750 373 13.605 0 TOTAL 3.970 3.804 551 13.605 485 UTE TPP Sudeste Southeast 740 0 1.038 0 1.405* Sul South 0 0 0 0 0 Nordeste Northeast 720 561* 1.407* 0 0 Norte North 360 1.175 0 0 0 TOTAL 1.820 1.736 2.445 0 1.405 TOTAL 5.790 5.540 2.996 13.605 1.890 *Observações: • A entrada de 1.405 MW no Sudeste em 2016 refere-se à Usina Nuclear Angra 3. *Note: Theentryof1,405MWintheSoutheastregionin2016referstotheAngra3NuclearPowerPlant. Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento (GRI EU8) A CPFL Renováveis é controlada pela CPFL Energia, que investe em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) visando à introdução de novos produtos no mercado, bem como ao desenvolvimento do setor elétrico brasileiro. Anualmente, as empresas do Grupo investem cerca de R$ 20 milhões em atividades de pesquisa com foco na inovação tecnológica, tendo como objetivo principal fomentar boas ideias com grande potencial de aplicação no mercado. Innovation, Research and Development CPFL Renováveis is controlled by CPFL Energia, which invests in Research and Development (R&D) aimed at introducing new products to the market, as well as developing the Brazilian energy industry. Each year, the Group’s companies invest approximately R$20 million in research activities focused on technological innovation, with the main objective of promoting good ideas with strong potential for application in the market.
  27. 27. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 27 Neste cenário, a CPFL Renováveis – que detém reconhecido histórico no desenvolvimento de novos projetos - atua como parceira nos projetos de P&D da CPFL Energia. Os estudos da equipe de inovação e tecnologia da Companhia compreendem novas tecnologias, o avanço tecnológico das fontes atuais, além do desenvolvimento de modelos de negócio alternativos. Os estudos relacionados à inovação no modelo de negócios incluem, por exemplo, a formatação de unidades de energia solar concentrada - integrada com a utilização de biomassa - e a integração da energia solar fotovoltaica com geradores eólicos. A CPFL Renováveis estuda, atualmente, a implantação de projetos na área de aproveitamento energético dos resíduos sólidos, que envolvem o tratamento e aproveitamento de resíduos utilizando a tecnologia de tocha de plasma, que proporciona o tratamento de diferentes tipos de resíduos (urbanos, industriais, hospitalar, etc) através de processo adequado aosparâmetrosambientaisnecessários. Aomesmotempo,a CPFL Renováveis está em fase de análise de projetos que gaseificam os resíduos, projetos que capturam o biogás produzido em aterros, além de analisar a viabilidade técnica-econômica da preparação preliminar dos resíduos, formatando o chamado CDR para facilitar sua combustão em equipamentos tradicionalmente utilizados. Investimentos em Novas Fontes: Solar A CPFL Renováveis também investe no desenvolvimento de novas fontes deenergiarenovável,buscandocontribuirparaadiversificaçãodematrizes noBrasilemanterseupioneirismonocampodageraçãodeenergialimpa. Umdessesinvestimentosédirigidoàenergiasolar,emqueaCompanhia pretende explorar projetos de grande escala, para comercialização de energia no mercado livre ou em possíveis leilões públicos. Em parceria com outras empresas do Grupo, a CPFL Renováveis construiu uma planta solar, localizada em Campinas, com capacidade instalada de 1,1 MWp, que entrou em operação em novembro de 2012, antecipando, portanto, a perspectiva de início. Atualmente, esta planta é a maior do País. É importante destacar que o desenvolvimento da fonte tem recebido estímulosgovernamentaisrelevantes,alémdeincentivosfiscaisemalguns estados, desconto na Tarifa de Uso dos Sistemas Elétricos de Distribuição/ Transmissão (TUSD/ TUST) e linhas especiais de crédito (Fundo Clima do BNDES), fatores que sinalizam uma oportunidade de mercado importante. O mesmo projeto piloto que originou a construção da já mencionada planta solar de Campinas também estimulou a CPFL Renováveis a estudar os locais mais apropriados para a instalação de plantas solares de maior porte. Por conta de todas as características geográficas e climáticas do nordeste brasileiro, a empresa já adquiriu áreas na região, para o desenvolvimento de projetos solares, com potencial superior a 300 MW. Além de ser uma fonte renovável com grande potencial no Brasil, dado o clima caracterizado pela elevada incidência solar na maior parte do ano, a CPFL Renováveis também observa e qualifica a maleabilidade dessa fonte, que permite que os seus já baixos impactos ambientais sejam perfeitamente evitados. Inthiscontext,CPFLRenováveis–whichhasarecognizedhistoryofdeveloping new projects – serves as a partner in CPFL Energia’s R&D projects. The studies by the Company’s innovation and technology team include new technologies, technological advances with the current sources, as well as the development of alternative business models. The studies related to business model innovation include, for example, the formatting of concentrated solar energy units - integrated with the use of biomass - and the integration of photovoltaic solar energy with wind generators. Each year, CPFL Renováveis studies the implementation of projects in the area of solid waste energy recovery, which involves the treatment and use of waste with plasma torch technology, which treats the different types of waste (urban, industrial, medical, etc) with the process appropriate for the necessary environmental parameters. At the same time, CPFL Renováveis is analyzing projects that gasify waste, projects that capture biogas produced at landfills, while also analyzing the technical and economic feasibility of preliminary waste preparation, formatting the so-called Refuse-Derived Fuel (RDF) to facilitate its combustion in the equipment that is traditionally used. Investments in New Sources: Solar CPFL Renováveis also invests in the development of new renewable energy sources, helping diversify Brazil’s energy matrix and maintaining the Company’s position as a clean energy pioneer. One such investment is focused on solar energy, where the Company intends to explore large-scale projects for the commercialization of energy on the free market or at possible public auctions. In partnership with other Group companies, CPFL Renováveis built a solar plant, located in Campinas, with 1.1 MWp of installed capacity, which entered into operation in November 2012, ahead of schedule. This plant is currently the largest in Brazil. It is worth noting that the development of solar energy has received substantial government incentives, in addition to tax benefits in certain states, discounts on the distribution/transmission system utilization tariff (TUSD/TUST) and special credit lines (BNDES’Fundo Clima), all of which constitutes an important market opportunity. The same pilot project that led to the construction of the aforementioned solar power plant in Campinas also stimulated CPFL Renováveis to study the most appropriate locations for the installation of larger solar power plants. Due to the geographic and climatic characteristics of the Brazilian Northeast, the company has already acquired areas in the region for the development of solar projects with more than 300MW of potential. In addition to being a renewable resource with great potential in Brazil, give the climate characterized by high solar incidence during most of the year, CPFL Renováveis is also observing and analyzing the malleability of this resource, which allows its already low environmental impacts to be easily avoided.
  28. 28. 28 Energia Renovável Renewable Energy Política Socioambiental Social and Environmental Policy Sustentabilidade como Alavanca de Valor Sustainability as a Value Driver Programas e Iniciativas Ambientais Environmental Programs and Initiatives Biodiversidade Biodiversity Ações de ResponsabilidadeSocioambiental SociallyandEnvironmentallyResponsibleInitiatives Créditos de Carbono Carbon Credits Mudanças Climáticas Climate Change 30 31 33 40 43 46 52 54 GESTÃO SUSTENTÁVEL SUSTAINABLE MANAGEMENT 2
  29. 29. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 29
  30. 30. 30 Energia Renovável Renewable Energy (GRI 1.2 / EN26) O conceito e a aplicação da sustentabilidade permearam a fundação da empresa e são inerentes aos negócios da CPFL Renováveis. A Companhia tem como estratégia fundamental a exploração de oportunidades no mercado brasileiro de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis, por meio do desenvolvimento, construção e operação de um portfólio de usinas de pequeno (até 30 MW) e médio (até 50 MW) porte, composto por pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), usinas eólicas, usinas movidas a biomassa (UTE) e, atualmente, também por investimentos em energia solar. A tomada de decisão sobre os novos negócios se baseia em uma avaliação consistente do negócio, incluindo-se a análise específica dos potenciais impactos sociais e ambientais dos projetos. As principais características das fontes tidas como renováveis são o aproveitamentodosrecursosnaturais,apartirdeumprocessocontínuo de uso e reuso sem exauri-los, além do fato de serem consideradas limpas, por não emitirem gases de efeito estufa. Adicionalmente, a grande maioria destes empreendimentos é considerada sustentável, pois apresenta índices reduzidos de impacto ambiental e social. Para uma gestão responsável de suas atividades, com foco em resultados de longo prazo, a Companhia considera os aspectos sociais, ambientais e econômicos desde a concepção de seus projetos, implementando esse conceito durante a construção e operação de seus empreendimentos e adicionando a gestão da saúde e segurança como mais um pilar da sustentabilidade. The concept and application of sustainability permeated the foundation of the company and they are inherent to the business of CPFL Renováveis. The Company’s fundamental strategy is the exploration of opportunities for electricity generation from renewable sources in Brazil through the development, construction and operation of small (up to 30 MW) and medium-sized (up to 50 MW) plants, comprising SHPs, wind power plants and biomass thermal power plants (TPPs), as well as its investments in solar energy. Decisions are made about new businesses based on a consistent evaluation of the business, including a specific analysis of the potential social and environmental impacts of the projects. Renewable sources are characterized by the use of natural resources through a continuous process of use and reuse, with no depletion, and are considered to be clean as they do not emit greenhouse gases. In addition such projects are also sustainable, as they have lower social and environmental impacts. In order to manage its activities in a responsible manner, focusing on long- term results, the Company takes into account social, environmental and economic aspects in all stages of the projects, from design to construction and operation, as well as the management of health and safety as another pillar of sustainability.
  31. 31. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 31 Política Socioambiental Social and Environmental Policy (GRI 4.12) Desde a sua concepção, a CPFL Renováveis tem no desenvolvimento sustentável um princípio essencial para a Estratégia do Negócio que está claramente expresso em sua Visão – “Energia é essencial ao bem- estar das pessoas e ao desenvolvimento da sociedade. Nós acreditamos que produzir e utilizar energia de forma sustentável é vital para o futuro da humanidade”, e na sua Missão “Gerarenergiaapartirdefontesrenováveis, em harmonia com o meio ambiente e a sociedade, promovendo o amadurecimento do mercado de energia limpa”. A Política de Gestão Integrada da CPFL Renováveis se desdobra em um conjunto de Diretrizes Internas que permeiam toda a gestão da Empresa, por meio de 8 Compromissos de gestão alinhados a sua Visão e Missão, conforme figura abaixo: Since its conception, CPFL Renováveis has held sustainable development as an essential principle of its Business Strategy, which is clearly expressed in its Vision: “Energy is essential to people’s well-being and the development of society. We believe that the sustainable production and use of energy is vital for the future of humanity,” and its Mission “To generate energy from renewable sources, in harmony with the environment and society, promoting the development and maturation of the clean energy market.” CPFL Renováveis’ Integrated Management Policy is based on a set of Internal Guidelines that permeate the management of the Company, through Eight Corporate Commitments of management aligned with its Vision and Mission, as shown below: O sistema de gestão da Companhia prioriza a geração de energia elétrica sem causar a poluição dos mananciais e da atmosfera, possibilitando a conservação da fauna e da flora locais e, ao mesmo tempo, tendo iniciativas que estimulem a economia da região, por meiodeaçõescomoacontrataçãodemãodeobralocaledoestímulo ao comércio local. Tais medidas criam uma cadeia de empregos indiretos relacionados aos empreendimentos e, consequentemente, podem melhorar a qualidade de vida e os padrões socioeconômicos da população. Tanto durante a construção como durante a operação dos empreendimentos, os municípios são beneficiados com o aumento da arrecadação e com diversos convênios voltados à melhoria da saúde e educação, principalmente. The Company’s management system prioritizes electricity generation without polluting water sources or the atmosphere, thereby preserving local fauna and flora and, at the same time, fueling the region’s economy by hiring local workers and stimulating commerce. These measures create a chain of indirect jobs related to the projects and can consequently enhance the local population’s quality of life and improve their social and economic standards. During construction and operation, the municipalities also benefit from increased tax revenue and a series of partnerships to improve health and education. Visão Vision Política de Gestão Integrada Integrated Management Policy “Energia é essencial ao bem-estar das pessoas e ao desenvolvimento da sociedade. Nós acreditamos que produzir e utilizar energia de forma sustentável é vital para o futuro da humanidade” “Energy is essential to people’s well-being and the development of society. We believe that the sustainable production and use of energy is vital to the future of humanity.” Gerar energia a partir de fontes renováveis, participando do desenvolvimento do setor elétrico nacional, com os seguintes compromissos: To generate energy from renewable sources, participating in the development of the electricity industry in Brazil, with the following commitments: Gerar resultados que permitam a remuneração do capital investido, de forma sustentável, buscando atingir o equilíbrio entre os aspectos econômicos, sociais e ambientais; Atuar com sustentabilidade e responsabilidade social em todas as fases dos empreendimentos; Estimular fornecedores e parceiros a adotarem práticas socialmente responsáveis e garantir que os critérios de Saúde, Segurança e Responsabilidade Social por nós definidos, sejam atendidos no desenvolvimento de suas atividades; Incentivar a conservação de recursos naturais e a prevenção da poluição; Prevenir acidentes e incentivar a melhoria da saúde ocupacional dos colaboradores; Promover a transparência nas atividades desenvolvidas junto às comunidades abrangidas pelos nossos empreendimentos, construindo uma relação de confiança entre as partes; Conduzir os trabalhos em conformidade com os requisitos legais, normas e regras do setor; Melhorar continuamente a gestão e desempenho dos sistemas de qualidade, meio ambiente, segurança e saúde ocupacional e de responsabilidade social. To generate results that allow for a sustainable return on the capital invested, striving for a balance between the economic, social and environmental aspects; To operate with sustainability and social responsibility throughout all phases of our projects; To encourage suppliers and partners to adopt socially responsible practices and ensure that the Health, Safety and Social Responsibility criteria that we have defined are included in their operations; To encourage the conservation of natural resources and the prevention of pollution; To prevent accidents and encourage improvements to the occupational health of our employees; To promote transparency in the activities carried out with the communities covered by our projects, building a relationship of trust between the parties; To conduct our operations in compliance with legal requirements, as well as industry standards and rules; To continually improve the management and performance of our systems for quality control, environmental management, occupational health and safety and social responsibility.
  32. 32. 32 A CPFL Renováveis busca nortear seus negócios com base em premissas sustentáveis, por meio de uma gestão responsável que envolva, entre outros fatores, a inclusão da variável socioambiental na estratégia de suas atividades de gestão de empreendimentos. Para que esta estratégia se torne realidade, a Companhia possui uma política socioambiental que tem como premissas: Compromisso com o desenvolvimento sustentável – Planejar, projetar e desenvolver continuamente suas atividades, aplicando tecnologias, processos e insumos que contribuam para a qualidade socioambiental, sempre referenciados com as melhores práticas aplicáveis ao setor. Gerenciamento de emissões e resíduos – Controlar e mitigar os impactos decorrentes de suas atividades com programas e medidas práticas de conservação, promovendo alternativas para prevenir e reduzir as emissões, bem como reaproveitando, reciclando e destinando corretamente os resíduos gerados. Conscientização de fornecedores – Atuar em parceria com seus contratados e fornecedores, orientando-os e estabelecendo critérios para uma melhor qualidade ambiental na prestação de serviços e divulgando amplamente às partes interessadas os compromissos com o desenvolvimento sustentável. Recursos naturais – Usar de forma racional os recursos naturais no processo de geração de energia, promovendo o uso de fontes alternativas, de modo a contribuir de maneira positiva com o quadro de mudanças climáticas e a conservação da biodiversidade brasileira. Respeito às comunidades – Apoiar iniciativas que promovam o desenvolvimento sustentável das comunidades locais, em especial, ações que promovam o desenvolvimento educacional e sanitário das populações abrangidas. Comunicação e transparência – Fomentar programas de comunicação e educação ambiental junto à comunidade na qual estáinserida,mantendodiálogoconstante,amploeabertocomas partes interessadas durante todas as fases dos empreendimentos. Saúde e Segurança - Incorporar os conceitos de Saúde e Segurança à rotina dos colaboradores da empresa e disseminar esses conceitos para os fornecedores, evitando-se acidentes e promovendo a melhoria na qualidade de vida. A CPFL Energia, controladora da CPFL Renováveis, é signatária do “Global Compact”. Por esta razão a CPFL Renováveis adota os controles e políticas relacionadas a este princípio. CPFL Renováveis seeks to guide its business based on sustainable premises, through responsible management that involves, among other factors, the inclusion of social and environmental variables in its project management strategy. To make this strategy a reality, the Company has a social and environmental policy based on the following premises: Commitment to sustainable development – Planning, designing and continuously developing its activities, applying technologies, processes and inputs that contribute to social and environmental quality, always in line with the best practices applicable to the sector. Emission and waste management – Controlling and mitigating the impact of its operations through conservation programs and practical measures, promoting alternatives for preventing and reducing emissions, as well as reusing, recycling and correctly disposing of any waste generated. Raising the awareness of suppliers – Working in partnership with service providers and suppliers, providing them with guidance and establishing criteria for improving environmental quality in the provision of services, and widely disseminating sustainable development commitments to stakeholders. Natural resources – Using natural resources in a rational manner in energy generation, promoting the use of alternative sources and making a positive contribution to mitigating climate change and preserving biodiversity in Brazil. Respect for communities – Supporting initiatives that promote the sustainable development of local communities, especially in regard to educational and sanitary measures. Communication and transparency – Fostering communication and environmental education programs with surrounding communities, maintaining a constant, extensive and open dialogue with stakeholders throughout all phases of the projects. Health and Safety – Incorporating the concepts of Health and Safety into the routine of the company’s employees and disseminating these concepts to suppliers, preventing accidents and promoting a better quality of life. CPFL Energia, which controls CPFL Renováveis, is a signatory to the “Global Compact.”As such, CPFL Renováveis adopts the related controls and policies.
  33. 33. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 33 Sustentabilidade como Alavanca de Valor Sustainability as a Value Driver A sustentabilidade teve o ano de 2012 marcado por um intenso trabalho de revisão com foco em melhorias que culminassem em uma intensa profissionalização da gestão. Dessa forma, a CPFL Renováveis assumiu como meta prioritária a adoção de práticas corporativas, estendendo o olhar para além das questões exclusivamente ambientais ou socioeconômicas e programando suas iniciativas de forma mais alinhada ao conceito pleno do tema. A primeira ação oriunda dessa meta ocorreu logo no início do ano, com o desenvolvimento do programa“Sustentabilidade como Alavanca de Valor”. Com foco na análise dos processos e projetos desenvolvidos na Companhia, buscou-se a sistematização dos temas relevantes em sustentabilidade e o desenvolvimento dos indicadores e KPIs. Os objetivos principais deste projeto consistem em mensurar a percepção dos stakeholders internos e externos quanto aos temas relevantes em sustentabilidade para o negócio; avaliar os projetos para posterior definição dos indicadores a serem utilizados para reportar o desempenho em sustentabilidade da CPFL Renováveis; trazer a sustentabilidade com uma abordagem que agregue valor ao negócio; mapear as interfaces dos processos de sustentabilidade com as outras áreas da empresa e a selecionar os temas materiais para a organização. O projeto foi desenvolvido em sete etapas, que consistiram em: 1- Consulta aos stakeholders (GRI 4.14 / 4.15 / 4.17) A iniciativa, realizada no início de 2012, contemplou a realização de 26 entrevistas envolvendo os públicos interno e externo, este último dividido em quatro grupos distintos: instituições financeiras, governo, concorrentes e sociedade organizada. Os temas principais que nortearam essas entrevistas foram alinhamento, criticidade, valores / objetivos e fatores de pressão. O processo viabilizou o mapeamento das prioridades destacadas pelos públicos de interesse e, consequentemente, a identificação de possíveis gaps e/ ou oportunidades sinérgicas com ações focadas na sustentabilidade. Como principal resultado, a consulta identificou o estabelecimento de uma prioridade comum entre públicos externo e interno: a necessidade de aprimorar a integração da sustentabilidade e o plano de desenvolvimento dos negócios por meio de uma estratégia bem definida, que tenha objetivos claros com relação à sustentabilidade, um sistema de gestão que seja caracterizado, prioritariamente, por um monitoramento mais intenso, e uma avaliação dos benefícios gerados, de forma a tornar o valor das ações focadas na sustentabilidade mais perceptível. Sustainability in 2012 was focused on improvements that led to an intense professionalizationofmanagement. Asaresult,CPFLRenováveisprioritizedthe adoption of corporate practices, looking beyond exclusively environmental, social and economic issues and programming its initiatives to be more fully aligned with the entirety of the concept. The first act related to this goal took place at the beginning of the year, with the development of the“Sustainability as a Value Driver”project. With a focus on analyzing the processes and projects carried out by the Company, efforts were made to systematize the relevant sustainability issues and develop the indicators and KPIs. The main objectives of this project consisted of measuring internal and external stakeholder perception of the sustainability issues relevant to the business; evaluating the projects for the subsequent definition of the indicators to be used to report CPFL Renováveis’ sustainability performance; applying sustainability in a way that adds value to the business; mapping the interfaces of the sustainability processes with the other areas of the company and selecting the organization’s relevant issues. The project was carried out over seven stages, which consisted of: 1- Stakeholder consultations This initiative, which was carried out in early 2012, included 26 interviews with internal and external audiences, the latter divided into four different groups: financial institutions, the public sector, competitors and organized society. The main themes that guided these interviews were alignment, criticality, values/objectives and pressure factors. The process enabled the mapping of priorities set by stakeholders and, consequently, the identification of potential gaps and/or opportunities for synergies through initiatives focused on sustainability. The primary result of this consultation was the establishment of a common priority among the external and internal stakeholders: the need to improve the integration of sustainability and the business plan through a well-defined strategy that has clear goals with respect to sustainability, a management system that characterized primarily by a more intense monitoring process and an evaluation of the generated benefits, in order to make the value of the sustainability initiatives more noticeable.
  34. 34. 34 Todas as questões identificadas nesta etapa do projeto, somadas a um diagnóstico prévio, permitiram que a CPFL Renováveis estabelecesse indicadores de performance e temas materiais que nortearam e definiram as iniciativas para os próximos anos. 1- Elaboração do mapa com as ações em sustentabilidade desenvolvidas pela CPFL Renováveis; 2- Definição da abordagem em sustentabilidade para o processo de IPO; 3- Balanço do desempenho em sustentabilidade da CPFL Renováveis/ERSA nos últimos três anos; 4- Realização de reuniões para a definição dos KPIs – Key Performance Indicators e Indicadores de Desempenho em Sustentabilidade; 5- Elaboração do Plano de Ação para implementação dos indicadores; 6- Balanço Final do Projeto. Como resultado do projeto, foi obtida a consolidação dos indicadores- chave em sustentabilidade, conforme tabela abaixo. All of the issues identified during this stage of the process, coupled with a prior diagnostic, allowed CPFL Renováveis to establish performance indicators and material issues that guided and defined the initiatives for the coming years. 1- Preparation of a map with sustainability initiatives carried out by CPFL Renováveis; 2- Definition of a sustainability approach for the IPO process; 3- Retrospective of CPFL Renováveis/ERSA’s sustainability performance over the last three years; 4- Conducting meetings for the definition of the Key Performance Indicators (KPIs) and Sustainability Performance Indicators; 5- Preparation of an Action Plan for the implementation of the indicators; 6- Project Summary Through the project, the key sustainability indicators were established, as shown below: Tema Material Material Issue Indicador-chave Key Indicator Dados dos últimos 4 anos (média de 2009 a 2012) Data from the last 4 years (average from 2009 to 2012) Licenciamento Ambiental Environmental Licensing Dias adiantados em relação ao cronograma Aneel, por licença de operação emitida Days ahead of schedule with respect to the ANEEL timeline, per operation license issued 20,9 Engajamento com Comunidades Community Engagement Índice de negociações amigáveis Friendly negotiations index 88% Contribuiçãoparao DesenvolvimentoLocal Contribution to Local Development Índice de mão-de-obra local contratada (empreendimentos em construção) Local hire rate (projects under construction) 45% Segurança Safety Índice de frequência de acidentes: Profissionais próprios Accident frequency index: In-house employees 1,64 Índice de frequência de acidentes: Terceiros Accident frequency index: Contracted employees 4,64 Biodiversidade e Recursos Naturais Biodiversity and Natural Resources Área preservada por área degradada Ratio of area preserved to area degraded 2,29 Mudanças Climáticas Climate Change Total de emissões diretas e indiretas de gases de efeito estufa, por peso (tCO2 e) Total direct and indirect greenhouse gas emissions, by weight (tCO2 e) *13.113,76 **Redução de emissões - segundo o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). **Reduced emissions, according to the Clean Development Mechanism (CDM). 102.070,00 *Dado de 2011, o número de 2012 encontra-se em consolidação e será publicado em abril 2013. ** Créditos de carbono efetivamente emitidos *2011 figure, the figure for 2012 is still being calculated and will be published in April 2013. ** Effectively issued carbon credits Estes indicadores vêm consolidar o conceito de que a energia renovável causa baixo impacto social e ambiental, contribui com o desenvolvimento regional e com a redução das emissões de gases de efeito estufa. This indicators work to establish the concept that renewable energy causes low social and environmental impacts, contributes to regional development and reduces the emission of greenhouse gases.
  35. 35. CPFLRenováveis|RelatórioAnual2012AnnualReport 35 Os indicadores e KPIs elencados como prioritários foram divididos em seis temas e objetivos estratégicos, conforme tabela abaixo: The indicators and KPIs listed as priorities were divided into six themes and strategic objectives, as shown below: Tema Theme Objetivos Estratégicos Strategic Objectives Gestão de Empreendimentos Project Management 1. Desempenho das Diretorias para o atendimento ao “Plano de obras” da empresa. 1. Performance of the Boards in achieving the Company’s project plan. Gestão de Fornecedores Supplier Management 2. Incentivar a excelência operacional na cadeia de fornecedores, proporcionando melhorias no desempenho em sustentabilidade dos mesmos. 2. To encourage operational excellence along the supply chain, providing for improvements to their sustainability performance. Gestão de Pessoas – segurança e qualidade de vida PeopleManagement–SafetyandQualityofLife 3. Obter índices de acidentes menores que o benchmark do setor elétrico e acidentes fatais iguais a zero. 3. To obtain accident rates that are lower than the benchmark for the electricity sector and zero fatalities. Reputação Reputation 4. Ser reconhecida pelos stakeholders como Referência em Sustentabilidade 4. To be recognized by stakeholders as a Benchmark in Sustainability Gestão Sócio Ambiental, Comunidade e Desenvolvimento Local Social and Environmental Management, Community and Local Development 5. Manter a Reputação da Empresa nas Comunidades onde atua. 5. To maintain the Company’s reputation in the communities where it operates. Mudanças Climáticas Climate Change 6. Ser Empresa Carbono Neutra, reduzindo e neutralizando as emissões de GEE de suas atividades. 6. To be a Carbon Neutral Company, reducing and neutralizing the emission of GHGs from its activities. Tais temas e a suas devidas ações correlatas serão apresentados a seguir. These issues and their related actions are presented below. Gestão de Empreendimentos A primeira ação ligada a este tema foi a criação do Comitê de Implantação do Sistema de Gestão em Sustentabilidade da CPFL Renováveis, que tem como prioridade justamente a gestão dos empreendimentos da Companhia com um olhar mais voltado às práticas sustentáveis, bem como a efetividade das mesmas. Project Management The first initiative connected to this theme was the creation of CPFL Renováveis’ Sustainability Management Implementation Committee, which is precisely focused on the management of the Company’s projects, with an eye on sustainable practices and their effectiveness.

×