DOCUMENTAÇÃO DE                                                                                                           ...
DOCUMENTAÇÃO DE                                                                                                           ...
DOCUMENTAÇÃO DE                                                                                                           ...
DOCUMENTAÇÃO DE                                                                                                           ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Miguel samagaio exercícios saberes fundamentais

10.911 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.911
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9.340
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Miguel samagaio exercícios saberes fundamentais

  1. 1. DOCUMENTAÇÃO DE APOIO Curso: Escolar Área de Competência Chave: STC – Sociedade, Tecnologia e Ciência 7 Núcleo Gerador: Saberes fundamentais Domínio de Referência: DR1, 2, 3 e 4 Data 21/05/2012 Formador: André da Silva Exercícios sobre a célula 1) Ordene os momentos (atribuindo um número na frente de cada pondo) para dar coerência a uma teoria do surgimento da célula. a. Células mais pequenas são absorvidas por maiores, que sem se destruirem mutuamente cooperam, dando origem - longo do tempo - a células com organelos cada vez mais especializados. É o surgimento das células eucariotas. 5º b. Moléculas estáveis e variáveis são envolvidas por membranas de gordura, ganhando maior capacidade de auto-protecção. Formam-se as primeiras células. 2º c. Células adquirem capacidade para aproveitar a energia do sol – fotossíntese - para as suas funções metabólicas. As moléculas celulares tornam-se cada vez maiores. 3º d. Grandes concentrações de O2 (oxigénio) acumulam-se na atmosfera terrestre, permitindo a emergência de seres mais complexos que respiram. 4º e. Num caldo primitivo de um planeta ainda hostil à vida como a conhecemos, surgem as primeiras moléculas estáveis com capacidade para se auto-reproduzirem. 1º f. Ocorrem erros na divisão celular. As células mantêm-se unidas tirando vantagens dessa união. Ao longo do tempo da evolução, as células destes novos seres multicelulares especializam-se, originando tecidos com funções específicas. 6º 2) Aponte as características que são exclusivas às células procariotas e eucariotas ou comuns as duas. a. O material genético é o ADN (ácido desoxirribonucleico). PeE b. Têm organelos. E c. O ADN está à solta no plasma celular ou citoplasma. P d. São geralmente maiores. E e. O ADN está envolvido num núcleo. ETipologia de intervenção n.º2.2. “Cursos de Educação Formação de Adultos”, eixo nº2, “Adaptabilidade e Aprendizagem ao longo da vida” I.A.I. /FP.59
  2. 2. DOCUMENTAÇÃO DE APOIO 3) Quais são os três Domínios de classificação dos seres vivos? E os 5 Reinos? E como se pode dividir o Reino Monera? R: Os três domínios são: Bacteria, Archaea e Eukarya. Os 5 reinos são: Monera, Protista, Animalia, Fungi e Plantae. Pode dividir-se em Archaea e Eubacteria. Exercícios de genética mendeliana 1) 1. O caracol Cepaea nemoralis possui uma concha lisa ou listada. Do cruzamento parental entre um caracol de concha lisa e um caracol de concha listada resultaram caracóis de concha lisa. 1.1. Identifique o alelo dominante e o recessivo. R: Dominante é a concha lisa e o recessivo a concha listada. 1.2. Indique o genótipo dos progenitores. Justifique. R: LL e ll . 1.3. Refira o genótipo dos indivíduos de F1. R: L l . 1.4. Enuncie a lei de Mendel que lhe permitiu responder à questão anterior. R: Lei da Segregação dos Fatores. 1.5. Determine, recorrendo ao xadrez mendeliano, as proporções fenotípicas e genotípicas dos caracóis da geração F2. R: L l L LL Ll l Ll ll O resultado é: 1 conhca lisa (L L) + 2 concha lisa (L l) + 1 de concha listada (l l). 2) Em urtigas, o caracter dentado das folhas é dominante sobre o caracter liso. Numa experiência de polinização cruzada, obteve-se o resultado: 89 folhas dentadas e 29 lisas. A fórmula genética mais provável dos progenitores é: a) Dd x dd b) DD x dd c) Dd x Dd Esta é a resposta correcta. d) DD x Dd e) DD x DD 3) Se um rato cinza heterozigótico for cruzado com uma fêmea do mesmo genótipo e com ela tiver 16 ratinhos, a proporção mais provável para os genótipos deles será: a) 4 Cc : 8 Cc : 4 cc b) 4 CC : 8 Cc : 4 cc Esta é a resposta correcta. c) 4 Cc : 8 cc : 4 cc d) 4 cc : 8 CC : 4Cc e) 4 CC : 8 cc : 4 CcTipologia de intervenção n.º2.2. “Cursos de Educação Formação de Adultos”, eixo nº2, “Adaptabilidade e Aprendizagem ao longo da vida” I.A.I. /FP.59
  3. 3. DOCUMENTAÇÃO DE APOIO 4) A árvore genealógica abaixo representada ilustra a transmissão genética do albinismo.21 Homem normal Homem albino Mulher 3 4 6 7 normal Mulher 5 albina 8 10 11 9 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Fig. 1 - Transmissão genética do albinismo 4.1. Indique o número de gerações representadas. R: Estão representadas 4 gerações. 4.2. Refira quantos rapazes nasceram dos casamentos da segunda geração. R: Nasceu 1 rapaz. 4.3. Indique a relação de parentesco entre os indivíduos 8 e 9. R: São primos direitos e marido e mulher. 4.4. Indique, justificando, a relação de dominância/ recessividade entre o alelo do albinismo e o alelo normal. R: O alelo do albinismo é o gene recessivo. 4.5. Identifique o genótipo dos indivíduos 8, 9, 10 e 11. R: 8 – Aa. 9 – Aa. 10 – Aa. 11 – Aa. 5. Um homem daltónico casa com uma mulher de visão normal. O casal tem três filhos: - Francisco, que é daltónico; Ana, que é daltónica; Rita, com visão normal A Ana tem quatro filhos: dois rapazes daltónicos e duas raparigas de visão normal. O Francisco, que casa com uma mulher de visão normal, tem três filhos, um rapaz e duas raparigas, todos de visão normal. Uma das filhas casa com um rapaz daltónico e tem cinco filhos, três rapazes e duas raparigas, e nenhum é daltónico. 5.1 Construa a árvore genealógica desta família. Tipologia de intervenção n.º2.2. “Cursos de Educação Formação de Adultos”, eixo nº2, “Adaptabilidade e Aprendizagem ao longo da vida” I.A.I. /FP.59
  4. 4. DOCUMENTAÇÃO DE APOIO R: Homem normal Homem albino Mulher normal Mulher albina 5.2 Indique o genótipo: - da mulher do casal inicial R: Considerando: X – alelo dominante e x– alelo recessivo, o casal inicial tem o genótipo xY e Xx. - da mulher do Francisco R: Pode ser XX ou Xx. - do pai dos filhos da Ana R: XY. - das filhas do Francisco R: Xx. Nome do formando: Miguel SamagaioTipologia de intervenção n.º2.2. “Cursos de Educação Formação de Adultos”, eixo nº2, “Adaptabilidade e Aprendizagem ao longo da vida” I.A.I. /FP.59

×