1
Resenha Espírita
on line
a informação na medida certa
nº 93Ano 531 de agosto de 2013
2 3
FDAGENDA setembro 2013
ivaldo ranco
Brasil
1 - Maragogipe (BA)
5 a 7 - Vitória da Conquista (BA)
11 - Foz do Iguaçu (P...
4 5
Jornada coroada de êxito, na cidade do Rio de Janeiro
Entre os dias 18 e 15 de agosto de
2013, Divaldo Franco se fixou...
6 7
Portugal se prepara para
receber Divaldo Franco, em
outubro
A Federação Espírita Portuguesa, organizadora do evento, t...
8 9
O Encontro Fraterno de
2013 será de 10 a 13 de
outubro, no Hotel Iberostar
Bahia, em Praia do Forte, o
mesmo hotel de ...
10 11
passou a sofrer o assédio do ego para
permanecer nas posturas cômodas do
prazer, sem a indispensável renovação
espir...
12 13
de.
	 Felizmente, alguns deles conse-
guiram novas marcas defluentes dos
esforços de renovação que se transfor-
mara...
14 15
Quando a amor verdadeiro adentra o
lar, ilumina a família e torna-se pos-
sível a materialização da boa vontade,
do ...
16 17
Quando a criatura compreen-
de que se encontra na Terra
em trânsito, realizando um pro-
grama que se estenderá além ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resenha espirita on line 93

400 visualizações

Publicada em

Notícias do trabalho mundial de divulgação do Espiritismo, por Divaldo Franco e Raul Teixeira

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
400
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resenha espirita on line 93

  1. 1. 1 Resenha Espírita on line a informação na medida certa nº 93Ano 531 de agosto de 2013
  2. 2. 2 3 FDAGENDA setembro 2013 ivaldo ranco Brasil 1 - Maragogipe (BA) 5 a 7 - Vitória da Conquista (BA) 11 - Foz do Iguaçu (PR) 12 - Cascavel (PR) 29 - Santo André (SP) Paraguai 13 a 15 - Assunção Canadá 21 22 - Quebec 23 e 24 - Montreal 25 e 26 - Toronto Maragogipe - 1/9/13 Foz do Iguaçu - 11/9/13 Toronto - 25 e 26/9/13 Vitória da Conquista - 5 a 7 /9/13 Assunção - 13 a 15/9/13
  3. 3. 4 5 Jornada coroada de êxito, na cidade do Rio de Janeiro Entre os dias 18 e 15 de agosto de 2013, Divaldo Franco se fixou na cida- de do Rio de Janeiro, para ali participar de intensa programação doutrinária, a qual encerrou coroada de sucesso, ten- do ele levado a mensagem espírita para milhares de pessoas. Veja fotos de al- guns eventos: Em Niterói No dia 26 de agosto de 2013, Divaldo Franco esteve em Niterói, RJ, atendendo con- vite da SEF - Sociedade Espírita Fraternidade, que neste ano completa 33 anos de fundação, tendo sido Raul Teixeira um de seus idealizadores e fundador. O evento foi no Clube Português, reunindo público que lotou o local da palestra. Na foto abaixo, Divaldo, ladeado de Raul Teixeira, autografando seus livros e aten- dendo o público presente. FOTOS: 1 e 2: IV Congresso SEJA (18/08/13) 3: Sociedade Hebraica (19/8/13) 4: Museu do Exército Conde de Linha- res (20/8/13) 5: Concha Acústica (23/8/13) 6 e 7: 23º Feirão Pró-Mansão do Ca- minho (25/8/13) 12 3 4 5 6 7
  4. 4. 6 7 Portugal se prepara para receber Divaldo Franco, em outubro A Federação Espírita Portuguesa, organizadora do evento, tem planejado, até o momento, o seguinte roteiro de palestras e seminários de Divaldo Franco, naque- le país: Nos dias 13, 14 e 15 de setembro de 2013, sob o patrocínio da Federação Espírita Paraguaia, deverá acontecer o 2º Congresso Espírita Sulamericano, na cidade de Assunção, Paraguai. Amadora - 17 e 27/10/13 Leiria - 18/10/13 Aveiro - 19/10/13 Viseu - 20/10/13 Ílhavo - 21/10/13 Coimbra - 22/10/13 Santarém - 23/10/13 Evora - 24/10/13 Quarteira - 25/10/13 São Brás de Alportel - 26/10/13
  5. 5. 8 9 O Encontro Fraterno de 2013 será de 10 a 13 de outubro, no Hotel Iberostar Bahia, em Praia do Forte, o mesmo hotel de 2012. As inscrições estão abertas e podem ser feitas através da internet: http://www.en- controfraterno.com.br Evento prestigiado Aconteu a terceira edição do espetácu- lo musical Faça com que o bem seja natural, no Teatro Municipal de Niterói, RJ, no dia 14 de agosto de 2013. Ini- ciativa em favor das obras sociais do Remanso Fraterno, com direção artísti- ca de Fátima Regina e grande prestigia- mento da sociedade local, lotando as dependências do Teatro. Na foto: Raul Teixeira, Alex e Maurício) Buenos Aires Nos dias 6 e 7 de outubro de 2013, a convite da Federação Espírita Argentica, Divaldo Franco retornará à Buenos Aires, levando, mais uma vez, a mensagem espírita aos portenhos.
  6. 6. 10 11 passou a sofrer o assédio do ego para permanecer nas posturas cômodas do prazer, sem a indispensável renovação espiritual que faculta a sua diluição no self. A atração da felicidade promove o esforço do ser para vencer os impulsos ancestrais que se insculpiram no cerne da vida, oferecendo os valores morais para consegui-lo. Acepção do que é correto e per- nicioso proporciona a opção por tudo aquilo que favorece com harmonia, abrindo um imenso elenco de trabalho com as ferramentas do amor, que pas- sa a inspirar o comportamento. Adquirida a consciência de que somente as ações corretas promovem o Espírito, mesmo quando pratica o erro, sente a náusea da permissividade que se permitiu e aspira pela correção ime- diata, fortalecendo e favorecendo os propósitos de elevação que se assina- la com outras marcas, que expressam dignidade e evolução. Oser humano, ao comprometer-se perante as leis divinas, fica assina- lado por marcas que se lhe fixam, di- fíceis de ser removidas, mesmo quan- do superados os equívocos e integrado no conceito harmônico da sociedade, como permanente advertência para não mais incidir nos mesmos equívocos. São esses sinais psicológicos que facultaram ao nobre neurologista suíço Jung os estabelecimentos dos arqué- tipos (marcas antigas), com os quais construiu a sua doutrina libertadora de muitos conflitos e de valiosas outras contribuições para o equilíbrio do Espi- ritismo na sua aljube carnal. O erro, o vício, o ato criminoso encontram-se carregados de emoções que levam a sua vítima a situações em- baraçosas durante muito tempo. Ansiedade, culpa, medo são algu- mas das emoções que se manifestam após o comprometimento, assinalando no inconsciente a necessidade da libe- ração da mácula, mediante a sua dilui- ção que se torna exequível pelas reali- zações iluminativas que se encontram ao alcance de todo aquele que deseja harmonia e saúde. Desde o momento que ocorreu a fissão da psique, esquematizando as forças do Bem e do Mal e de todos os fenômenos antípodas, o discernimento MAR CAS morais
  7. 7. 12 13 de. Felizmente, alguns deles conse- guiram novas marcas defluentes dos esforços de renovação que se transfor- maram em heroísmo e abnegação. De igual maneira, qualquer perso- nagem que se tornou célebre ou não no cenário terrestre, permanece assinalada pelo ferrete da alucinação que se permi- tiu ou pelo sinal de enobrecimento que lhe tipificou a existência. Essas marcas exteriores também se encontram no psiquismo do indiví- duo, muitas vezes, atormentando-o, embora inconscientemente, em espe- cial, quando gera culpa e, por consequ- ência, necessidade de reparação. De igual maneira, aquelas da ele- vação moral transformam-se em estí- mulos, valiosos para o prosseguimento no esforço de autoiluminação. O ser humano é um conjunto de experiências que lhe formam o cará- ter, a personalidade, impulsionando-o ao avanço, quando são nobres essas realizações, ou fazendo-o momentane- amente estacionar no sofrimento, na repetição da atividade até liberar-se do conflito culposo. Essencialmente, é o Espírito que armazena os valores de ordem psíquica necessários ao crescimento interior e a conquista do espaço das oportunidades de bem servir. Nisso, residem-lhe as conquistas inalienáveis que se transferem de uma existência para outra, favorecendo-o com o enriquecimento interno. Todos os conflitos, portanto, que afetam ao ser humano, resultam das suas marcas morais que, negativas, aguardam a diluição pelo antídoto dos comportamentos relevantes que man- tém, e quando positivas, auxiliando-o na ascensão interior... * * * Tem em mente que os teus atos possuem a força de assinalar-te psico- logicamente, refletindo na emoção a qualidade das ações perpretadas. O idealista que supera as condi- ções negativas em que se encontra, obstaculizando-lhe a realização dos ane- los que se faz portador, traz as marcas dos tentames anteriores que se concre- tizaram ou não, mas que lhe constituem motivo básico para a existência. Os interesses da atualidade, de igual maneira, irão deixar os sinais cor- respondentes que lhe programarão os comportamentos do futuro. Assim sendo, permite-te assina- lar pelas marcas do Cristo, que são a bondade e o amor, a mansuetude e a caridade, enriquecendo-te de bênçãos de harmonia e de felicidade ainda nesta existência corporal. Joanna de Ângelis Página psicografada pelo médium Di- valdo Pereira Franco, na tarde de 26 de maio de 2009, em Berlim, Alemanha. O longo período do primarismo condiciona o ser profundo à repetição das velhas fórmulas, que já não lhes satisfazem, porque havendo conhecido o lado superior do comportamento rico de emoções sem tormentos, não mais se tranquiliza nas atitudes antigas. De tal forma se expressam esses sentimentos, que eles próprios pos- suem as forças necessárias para as mudanças, às vezes, assinaladas pelo sacrifício e pela renúncia. A conversão do sentimento, por- tanto, ocorre na esfera íntima do ser humano, que passa a descondicionar- -se dos hábitos perniciosos, gerando outros, que não são enobrecidos. Felizes daqueles que podem assi- nalar-se por marcas que mudam de sig- nificado no transcurso da mesma exis- tência. Quando se pronuncia o nome Ju- das Iscariotes, logo a marca da traição é a marca mais visível da sua perso- nalidade atormentada, embora muitas ações honestas e saudáveis que foram praticadas antes e depois do ato ignó- bil. Referindo-se a Simão Pedro, o apóstolo Galileu, a marca do negador é acionada rapidamente, apesar da sua posterior entrega total a Jesus até a sua morte estrênua na cruz de cabeça para baixo... Evocando-se o nome de Maria de Madalena, a sombra da conduta irrefle- tida e insensata envolve-a, nada obs- tante a renovação moral que se impôs de tal maneira elevada, que lhe facultou ser a primeira testemunha da ressurrei- ção. Qualquer referência a João Evan- gelista e ei-lo identificado como o discí- pulo amado, em razão da sua afetivida-
  8. 8. 14 15 Quando a amor verdadeiro adentra o lar, ilumina a família e torna-se pos- sível a materialização da boa vontade, do espírito de cooperação, do entusias- mo com a vitória do outro, da participa- ção das lutas comuns. O amor, entronizado no coração dos que amam, não padece de interesses mesquinhos, renuncia quando sabe que, assim, poderá melhor auxiliar. O amor superior, no seio domésti- co, sabe calar para apaziguar infrutífe- ras querelas ou consegue falar para es- clarecer e enlevar, construir e abençoar. Só no amor, como o apresentou Jesus, os rebentos receberão dos pais a orientação para a via, com segurança e fidelidade ao vero bem. E, com esse mesmo amor, na pauta familiar, os fi- lhos se aperceberão que seus genitores são importantes vigilantes do Criador, cuidando dos próprios irmãos, converti- dos, temporariamente, em filhos da car- ne, a fim de que todos sejam alinhados nas hostes renovadoras por todos dese- jadas. Thereza de Brito (Livro: Vereda Familiar. Thereza de Brito, Cap. 1. Raul Teixeira) Indispensável que para o êxito matri- monial sejam exercitadas singelas di- retrizes de comportamento amoroso. Há alguns sinais de alarme que podem informar a situação de dificulda- de antes de agravar a União conjugal: Silêncios injustificáveis quando os esposos estão juntos; Tédio inexplicável ante a presen- ça do companheiro ou da companheira; Ira disfarçada quando o Consorte ou a consorte emite uma opinião; Saturação dos temas habituais, versados em casa, fugindo para intér- minas leituras de jornais ou inacabáveis novelas de televisão; Irritabilidade contumaz sempre que se avizinha do lar; Desinteresse pelos problemas do outro; Falta de intercâmbio de opiniões; Atritos contínuos que ateiam fa- gulhas de irascibilidade, capazes de provocar incêndios em forma de agres- são desta ou daquela maneira... E muitos outros mais. Joanna de Ângelis (Livro: S.O.S. Família. Diversos, Cap. Res- ponsabilidade no matrimônio. Divaldo Franco) Em atendimento aos convites Raul Teixeira esteve em Fortaleza, CE, dia 16/08/13, participando do Seminário: Saúde Integral, o que é e como alcançá-la, coordenado por Divaldo Franco, que reuniu mais de 4 mil pesoas. No dia 17, Raul participou de um encontro com companheiros da Federação Espírita daquele Estado e, após palestra proferida Luciano Klein Filho, teve ensejo de auto- grafar seus livros, bem como con- viver com amigos que não revia há um bom tempo. Vida em família Raul recepcionou Divaldo A convite da Sociedade Espírita Fraternidade - SEF, Divaldo Franco esteve em Niterói, RJ, no dia 26 de agosto de 2013, proferindo palestra, ocasião em que foi recepcionado por Raul Teixeira, presente no Clube Português, local do evento. Alex Vieira Raul Teixeira
  9. 9. 16 17 Quando a criatura compreen- de que se encontra na Terra em trânsito, realizando um pro- grama que se estenderá além do corpo, na vida espiritual, realiza o autoencontro, e, mesmo quan- do experimenta o fenômeno da morte, defronta a vida sem so- frer qualquer perturbação ou sur- presa, mergulhando na Amorosa Consciência Cósmica. Certamente, pensando em tal realidade, propôs Jesus: - Busca primeiro o Reino de Deus e Sua Justiça, e tudo mais te será acrescentado. Despertar para a vida é im- perativo de urgência, que não podes desconsiderar. Joanna de Ângelis (Livro: Momentos enriquecedores. Joanna de Ângelis, Cap.: 14. Divaldo Franco) Apaciência nos dias de teste- munhos árduos, sempre de- verá ser virtude ativa, atuante, fazendo-te realizar o melhor ao teu alcance, no sentido de mo- dificares horrores, fazendo bele- zas. Se as Leis dos Céus te per- mitem sofrer, para um pouco. Não te agites, inecessariamente não te revoltes, nem te faças vio- lento ou avinagrado. Levanta-te com disposição, toma a poção medicamentosa da fé e avança com Jesus, decidido e confian- te, para que, seguindo ao encon- tro Dele, Ele te possa envolver e amparar, para que atinjas as perenes vitórias, fazendo de tua vida um esplendente dia de sol. Camilo (Livro:Vozes do infinito. Diversos, Cap. 11. Raul Teixeira) justiça e amor: “No rolar do tempo, nos cenários variados do planeta, não são poucos os que, todos os dias, são colhidos nas malhas da lei da causalidade, que determina que cada indivíduo dê conta das suas construções, r e c e b e n d o da vida de conformidade com ela.” (pelo espírito Camilo). Em homenagem ao livro de Allan Kardec O Céu e o Inferno, o autor trata da Justiça Divina em suas mais variadas expressões, levando-nos a meditar acerca dos porquês que nos mantêm atados às inevitáveis lutas do mundo compromissos iluminativos: Nessa iluminada Obra, o Espírito Be- zerra de Menezes, através da mediu- nidade de Divaldo Franco, transmite mensagens que orientam, esclare- cem e confortam, tendo por fonte de inspiração o Evangelho de Jesus, visan- do à edificação moral do ho- mem e à conso- lidação do amor fraternal entre as criaturas. É um convite à reflexão e à iluminação in- terior, cons- cientizando-nos, a todos nós, da ne- cessidade de renovação das nossas atitudes diante do imenso compro- misso que temos para com o maior de todos os mandamentos de Jesus: “Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado”. Raul TEIXEIRA Divaldo franco

×