no
124
Ano 715 de setembrto de 2015
RESENHA
espíritaonline
a informação na medida certa
2 3
temporada 2015
Rio de Janeiro
Divaldo Franco no Rio de Janeiro
De 23 a 30 de agosto de 2015, Divaldo Franco atendeu di...
4 5
RIO BONITO, RJ
Foi no dia 25 de agosto de 2015 que Divaldo
Franco esteve na cidade de Rio Bonito, RJ,
proferindo pales...
6 7
Será de 15 a 18 de outubro de 2015, no Hotel Iberostar Praia
do Forte, em Salvador, BA, o Encontro Franterno2015, com
...
8 9
N
o tumulto que assola em
toda parte no planeta
terrestre, desequilibrando o
comportamento humano, parece
não haver es...
10 11
A Sua mensagem de ternura e amor,
repassada de misericórdia, possui o
condão mágico de alterar o significado
de toda...
1312
A revolta constante gera
desequilíbrios na mente, no corpo e na
alma.
Não é o corpo que é fraco, mas o
Espírito que p...
14 15
VISITE OS SITES:
Editora Fráter: http://editorafrater.com.br
Livraria LEAL: http://mansaodocaminho.com.br/livraria-l...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resenha espirita on line 124

353 visualizações

Publicada em

Notícias de Divaldo Franco e Raul Teixeira e o trabalho de divulgação de Espiritismo em todo o mundo.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Resenha espirita on line 124

  1. 1. no 124 Ano 715 de setembrto de 2015 RESENHA espíritaonline a informação na medida certa
  2. 2. 2 3 temporada 2015 Rio de Janeiro Divaldo Franco no Rio de Janeiro De 23 a 30 de agosto de 2015, Divaldo Franco atendeu diversos compromissos na cidade de Rio de Janeiro e também em Rio Bonito, RJ. Veja algumas fotos. DATA HORA LOCAL ENDEREÇO 23/08/15 13h às 19h Citibank Hall Shopping Via Parque – Barra da Tijuca 24/08/15 20h Sociedade Hebraica Rua das Laranjeiras 346 25/08/15 19h Rio Bonito, RJ Rua Manuel Duarte, 581 26/08/15 14h às 18h Casa da Espanha Rua Vitório da Costa 254 27/08/15 20h Grupo Espírita André Luiz Rua Jiquibá, 139 28/08/15 20h UERJ – Concha Acústica Rua São Francisco Xavier, 524 29/08/15 9h Federação Espírita Brasileira Avenida Passos 30 30/08/15 9h às 17h Colégio Militar Rua São Francisco Xavier, 290 FOTOS: 1 - Equipe de colaboradores Ceja/Barra 2 - Com amigos na Sociedade Hebraica 3 - Com Sueli Schubert, na FEB 4 - Com presidente da FEB 5 - No Colégio Militar 6 - Com amigos na Concha Acústica 1 2 3 4 5 6
  3. 3. 4 5 RIO BONITO, RJ Foi no dia 25 de agosto de 2015 que Divaldo Franco esteve na cidade de Rio Bonito, RJ, proferindo palestra com o tema: A Felicidade. O evento foi às 19h, no Esporte Clube Fluminense, com um público de cerca de mil pessoas. Ali encontrou-se com Raul Teixeira e, ao final, juntos, atenderam o público e autografaram seus livros. 35 anos da S.E.F. Aconteceu no dia 6 de setembro de 2015, em Niterói, RJ, seminário em comemoração aos 35 anos da Sociedade Espírita Franternidade - SEF, coordenado por Divaldo Franco, tendo por tema: Compromissos de Amor. Cerca de 1.200 pessoas estiveram presentes para prestigiar o evento, que aconteceu na sede do Clube Português de Niterói. Raul Teixeira e demais membros da SEF recepcionaram todos os convidados. Vitória da Conquista, BA Aconteceu em Vitória da Conquista, BA, a 62ª Semana Espírita, entre os dias 6 e 13 de setembro de 2015, contando com os conferencistas: Jorge Elarrat, Suely Schubert, Décio Iandoli, Carlos Campetti, Leonardo Machado, Alberto Almeida e Divaldo Franco. Divaldo proferiu a Conferência do dia 11, às 20h, com o tema: Depois da Morte, e no dia 13, às 16h30, com o tema: Esperanças e Consolações. O evento aconteceu no Centro de Convenções Divaldo Franco. Vitória da Conquista, BA
  4. 4. 6 7 Será de 15 a 18 de outubro de 2015, no Hotel Iberostar Praia do Forte, em Salvador, BA, o Encontro Franterno2015, com Divaldo Franco. As inscrições poderão ser feitas pelo site da Mansão do Caminho: www.mansaodocaminho.com.br/eventos ENCONTRO FRATERNO 2015 com Divaldo Franco Movimento Você a Paz cidade de SÃO PAULO, SP 26 de setembro de 2015 cidade de CAMAÇARI, BA 10 de setembro de 2015 SETEMBRO DE 2015 São Paulo, SP Camaçari, BA cidade data Palmas, TO 07/09/15 Araguarina,TO 08/09/15 Recife, PE 17/09/15 Santo André, SP 27/09/15 Outros eventos com participação de Divaldo Franco, em setembro de 2015 A Federação Espírita do Rio Grande do Sul realizará o 8º Congresso Espírita daquele Estado, nos dias 1 a 4 de outubro de 2015, em Gramado, RS. Divaldo Franco estará presente, juntamente com os conferencistas: Alberto Almeida, Sandra Borba, Haroldo Dutra, André Trigueiro e Sérgio Lopes. Maiores informações: www.espiritismors.org.br Esperanças e Consolações congresso espírita O Conselho Espírita do Estado do Rio de Janeiro - CEERJ, homenajeia os 150 anos do livro “O céu e o inferno”, de Allan Karcec, promovendo congresso estadual. Divaldo Franco confirmou sua presença no evento da CEERJ, com palestra no dia 11 de outubro de 2015, às 17h50, e no dia 12, às 11h40. Os demais palestrantes são: Alberto Almeida, André Trigueiro, Cezar Braga Said, Haroldo Dias, Sandra Della Pola e Jorge Godinho Barreto Nery. Inscrições pelo site: ceerj.org.br/congresso.
  5. 5. 8 9 N o tumulto que assola em toda parte no planeta terrestre, desequilibrando o comportamento humano, parece não haver espaço para a harmonia, tampouco segurança para a vivência espiritual que dignifica e tranquiliza o Espírito. As distrações confraternizam com as tragédias e os sorrisos misturam- se às lágrimas, numa paisagem de ilusão e dor, que empurram suas vítimas para o desencanto, a saturação, empobrecimento moral, o vazio existencial. Multiplicam-se, assustadoramente, os agentes da hipnose do consumismo, em fuga espetacular da realidade, transformando-se em mecanismos impotentes para preencher as lacunas da alma sedenta de paz. Ignorando-se como adquirir a harmonia íntima, a avalanche dos prazeres apresenta-se como a melhor maneira de desfrutar-se das horas que se vive, não conseguindo, porém, proporcionar bem-estar, por causa da sua fugacidade. O número incontável de pessoas que não possui, porque desconhece, o sentido profundo da reencarnação, encanta-se com essas fantasias que logo são substituídas por outras, ansiosas e instáveis, que desaparecem na voragem dos conflitos em que sucumbem, sem consciência do que lhes acontece. Os espetáculos de gozo imediato e fugidio apresentam-se, sempre, multiplicados, atraindo aficcionados, que se tornam vítimas do seu fascínio, logo transformado em solidão e mentira. Os deuses da economia alertam e aprisionam os apaixonados pelo ter e pelo poder nos seus cofres e máquinas de ações e de títulos, entusiasmando- os a ponto de se escravizarem aos jogos das bolsas e negócios variáveis que propõem, segundo eles, a felicidade. Firmam o conceito de que aqueles que são aquinhoados com a fortuna desfrutam da plenitude porque podem adquirir tudo quanto emociona. Paraísos de indescritível beleza são- lhes oferecidos para os períodos de férias ou as permanentes férias com a ausência dos sentimentos elevados. Olvidam que dinheiro nenhum consegue apagar a culpa no imo, oferecer afeto real e de profundidade. Somente quando a razão abraça a emoção, em perfeita identidade de propósitos, é que o ser pode experimentar plenitude que não tem as aparências das satisfações fisiológicas e das apresentações exteriores em que o orgulho e a presunção destacam-se na sociedade. O homem e a mulher necessitam de ideais engrandecedores para nutrir-se e crescer interiormente. As aspirações meramente materiais, as que promovem o exterior, assim que conseguidas perdem o sentido e os abandonam sem consideração. É nesse sentido que o Evangelho faz falta à sociedade moderna. * Quanta saudade de Jesus! esus JSAUDADES DE
  6. 6. 10 11 A Sua mensagem de ternura e amor, repassada de misericórdia, possui o condão mágico de alterar o significado de todas as existências. A ingenuidade inserta na sabedoria dos Seus ensinamentos é um poema de atualidade em todos os tempos, que comove, propicia equilíbrio e restaura a compreensão em torno dos deveres que a todos cabe desempenhar. Porque elegeu os infelizes, ergueu- os do caos em que se encontravam ao planalto da dignidade libertadora, fez-se o mais desafiador exemplo de bondade que o mundo conheceu, e tornou-se modelo para incontáveis discípulos fascinados pelo Seu exemplo, que tentaram repetir a incomparável façanha da compaixão e da caridade. Revolucionou as convicções, nas quais predominavam o ódio e a vingança, e estabeleceu que o amor e o perdão constituem os elementos, únicos, aliás, para a completude individual e coletiva. Utilizou-se de palavras simples para explicar os dramas complexos, assim como de imagens do cotidiano para elucidar os enigmas dos comportamentos em desvalor, que predominavam, e ninguém jamais falou conforme Ele o fez, emoldurando as palavras com as ações candentes da compreensão do sofrimento humano. Ninguém valorizou a pobreza e os testemunhos de dor como instrumentos de elevação moral, como Ele o fez. Nestes dias de complexas angústias, não são diferentes as aflições que necessitam da presença e do socorro de Jesus. Pode-se afirmar que são mais afligentes, em razão das circunstâncias culturais e comportamentos alienantes, dos desafios e dos impositivos enfrentados, dos interesses em jogo, sob o domínio do ego. Todos esses fatores, porém, têm as suas raízes no cerne do Espírito, resultado do seu atraso moral dos atos reprocháveis, do descaso pelos valores dignificantes que devem servir de roteiro seguro para a evolução. Ante a ausência dos afetos que lenificam as aflições morais, dos desastres resultantes dos vícios e prisões emocionais, a figura inolvidável do Rabi faz muita falta aos deambulantes carnais. Incontáveis mulheres equivocadas e criaturas endemoniadas encontram- se necessitadas do Seu amparo, cuja grandeza enfrentou a hipocrisia vigente em imorredouros testemunhos de afetividade. Ricos, como Zaqueu, e miseráveis como todos aqueles que Lhe buscaram o auxílio enxameiam e movimentam- se sem norte ante a indiferença dos poderosos, não menos atormentados. Quanta saudade de Jesus! * Refugia-te no Amigo que não teve amigos e deixa que Ele te conduza. Nada te perturbe ou confunda a tua mente, face à corrosão do materialismo dominador. Medita na Sua vida de dedicação a todos os infelizes, que somos quase todos nós, e propaga-a porquanto, jamais, como na atualidade, Jesus necessitou tanto ser conhecido, para que a existência humana passe a ter sentido na sua imortalidade. Joanna de Ângelis Psicografia de Divaldo Pereira Franco, na sessão mediúnica de 25.5.2015, no Centro Espírita Caminho da Redenção, em Salvador, Bahia.
  7. 7. 1312 A revolta constante gera desequilíbrios na mente, no corpo e na alma. Não é o corpo que é fraco, mas o Espírito que permanece rebelde. Controla as tuas energias, não deixando que elas te desconcertem. A revolta intoxica e expele venenos que a todos desagradam. A pessoa revoltada não inspira amizade, nem sequer compaixão. Tem calma sempre. 0 que agora não se resolva, está a caminho da solução. Joanna de Ângelis (Vida feliz. Joanna de Ângelis. Cap. XVIII. Divaldo Franco Como é que alguém pode se imaginar plenamente interdependente das outras pessoas enquanto esteja na vida terrestre? Todos fomos criados pela Divindade com as marcas da interdependência, e o ser humano, em toda a escala animal, é o que apresenta a mais expressiva taxa de dependência dos demais. (...) Todos precisam de todos, pois ninguém consegue alcançar sozinho o estado de relativa ventura que o mundo permite. Assim, temos fortes motivos para tratar de abater as forças sombrias do orgulho e da vaidade, capazes de destruir a criatura pela presunção de ser o centro do mundo ou de ser mais especial do que as outras criaturas de Deus. É essa interdependência que nos faz pensar na humildade operosa como o grande caminho para que aprendamos a estender mãos amigas, a pensar com sobriedade e a trabalhar com alegria pela construção de um planeta feliz. Benedita Maria (Todos precisam de paz na alma. Benedita Maria. Cap. 33. Raul Teixeira) A me seus rebentos problematizados do corpo ou da mente, ou de ambos, cooperando com eles, com muita paciência e com o preito da ternura, para que possam sair vitoriosos da expiação terrena, avançando para mais altos vôos no rumo do nosso Criador. Forre-se de carinho, de paciência, de tranquilidade interior, vendo nesses filhos doentes as joias abençoadas que o Pai confia às suas mãos para que as burile. Por outro lado, vale considerar que se você os tem nos braços ou sob a sua assistência e seus cuidados, paternais ou maternais, é em razão dos seus envolvimentos e compromissos com eles. Você poderá tê-los recebido por renúncia e elevado amor de sua parte, mas, pode ser que você esteja diretamente ligado às causas que determinaram os dramas dos seus filhos, cabendo-lhe não alimentar remorsos descabidos, mas, sim, auxiliá-los e impulsioná-los para a própria recomposição, enquanto você, igualmente, avança para o Criador, sofrendo por seu turno o ter que vê-los resgatar, sem outra opção que não seja abraçá-los e se colocarem, você e eles, sob a luz do amor de Deus, resignadamente. Thereza de Brito (Nossas riquezas maiores. Diversos. Cap. 44. Raul Teixeira) C olore o rosto com a luz do júbilo e fite desassombrado a criança que busca agasalho nos braços do seu coração. Ela necessita de você. Não se esquive de acarinhá-la, apresentando como justificativa os problemas que se complicam no seu mundo íntimo. Esse bloco de argila frágil, onde se guarda uma fagulha eterna, confia nos recursos da sua eficiência de oleiro experiente. Não lhe atire pedrouços nem lhe arremesse dardos pontiagudos que lhe enfraqueçam a resistência. Você embelezará a própria alma, buscando a alma dos pequeninos do seu caminho. (...) Enquanto na Manjedoura, Jesus era uma criança indefesa a sorrir. Todavia, ali estava na furna humílima o futuro herói da Cruz e Sublime Embaixador do Céu, convertido momentaneamente num pedacinho de gente guardando a estrela fulgurante do Reino Celestial. Amélia Rodrigues (Crestomatia da Imortalidade. Diversos. Cap. 49. Divaldo Franco)
  8. 8. 14 15 VISITE OS SITES: Editora Fráter: http://editorafrater.com.br Livraria LEAL: http://mansaodocaminho.com.br/livraria-leal/ CAMINHOS PARA O BEM E A PAZ Sim, é urgente propor ao jovem uma parada na excitação cotidiana, que tantas vezes levam-no ao sofrimento, a fim de se indagar sobre si mesmo: Por que estou no mundo exatamente hoje? O que o Criador pretende da minha trajetória humana? Que tipos de anseios explodem em minha intimidade? O que desejo para a própria existência? O que desejo é o melhor para mim e para os outros? Que direito tenho sobre a minha vida e a vida de terceiros? Posso fazer tudo o quanto penso e quero? Quais compromissos sinto ter trazido para essa vida? Que propostas religiosas devo procurar para meu esclarecimento espiritual? De que elementos me instrumentarei, para atender minha missão planetária? GARIMPO DE AMOR Ao navegar pelas páginas deste livro, você ficará deslumbrado com trinta reveladoras facetas deste fascinante assunto que é o amor. Tão antigo quanto recente, o amor é tema que continua desafiando homens e mulheres na arte de bem viver. Admira-nos a facilidade com que Joanna de Ângelis escreve e reescreve sobre o amor, permanecendo original em suas ideias, sem se repetir ou tornar-se prolixa! O amor é fonte inesgotável de encantadora beleza. E amor e Jesus são termos da mesma realidade. Existe a dor-elevação, a dor-conquista, a dor-resgate. A tua é resgate, sim, que o teu amor não conseguiu evitar. Por isso mesmo, ama. Desveste-te das prevenções e do pessimismo, da autocompaixão e da revolta surda, amando mais, e conseguirás com rapidez a harmonia. Joanna de Ângelis (Desperte e seja feliz. Joanna de Ângelis. Cap.: Dor e reparação. Divaldo Franco) “Em verdade, em verdade, vos digo...” Quando aceitarmos a palavra do Cristo como veraz roteiro para todos nós, sem dúvida que o mundo se alcandorará para os braços de Deus. Fale o melhor, fale o bem. Renove-se com o ato de falar, a fim de que não se perca nos pântanos da inverdade que costuma, onde medra, promover tormentos e agressão, agonia e ignorância, que perturbam e derrotam, irrefragavelmente. Francisco de Paula Vitor (Nossas riquezas maiores. Diversos. Cap. 21. Raul Teixeira)

×