RESENesHpAírita no 114 
2 de novembro de 2014 Ano 6 on line 
1 
a informação na medida certa
AGENDA 
2014 
1 2 
3 4 
FOTOS: 1- Presidente Prudente (SP) 2- Piracicaba (SP). 3- Araras (SP). 4- Fortaleza (CE). 5- Brasí...
Divaldo Franco na Espanha 
MADRI - 28 e 29 de novembro de 2014 
CALPE - 5 a 8 de dezembro de 2014 
MURCIA - 8 de dezembro ...
Divaldo vai à Tunísia 
TÚNIS 
Tunísia 
Divaldo Franco irá à Túnis, Tunísia, por priemeira vez, chegando no dia 30 de novem...
PORTUGAL 
2014 
ILHA 
TERCEIRA 
Divaldo Franco atendeu extensa e intensa programação doutrinária em várias 
cidades portug...
Clama-se por liberdade de 
pensamento, de opinião, de 
movimento, de ação... 
A liberdade expressa-se como 
necessidade po...
responsável e digna pelo que opera 
na mudança do comportamento 
moral, é que se pode vivenciar 
a liberdade, mesmo quando...
A criança se assemelha a uma esponja, capaz 
de absorver facilmente o que lhe entregamos 
à alma, seja conteúdo de nobreza...
Entrega-te a Deus 
Saber é para sempre. Crer é transitório. 
A beleza da escrita e a profundidade do conhecimento de algué...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resenha espirita on line 114

301 visualizações

Publicada em

Notícias de Divaldo Franco e Raul Teixeira e o trabalho de divulgação de Espiritismo em todo o mundo.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
301
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resenha espirita on line 114

  1. 1. RESENesHpAírita no 114 2 de novembro de 2014 Ano 6 on line 1 a informação na medida certa
  2. 2. AGENDA 2014 1 2 3 4 FOTOS: 1- Presidente Prudente (SP) 2- Piracicaba (SP). 3- Araras (SP). 4- Fortaleza (CE). 5- Brasília (DF) D ivaldo F ranco 2 3 Brasil 6 a 9/11/2014 - Brasília - DF 11/11/2014 - Presidente Prudente - SP 12/11/2014 - São José do Rio Preto - SP 13/11/2014 - Araraquara - SP 14/11/2014 - Piracicaba - SP 15/11/2014 - Pirassununga - SP 16/11/2014 - Araras - SP 20/11/2014 - Fortaleza - CE 23/11/2014 - Salvador - BA novembro Espanha 28 e 29/11/2014 - Madri 5 Tunísia 30/11/2014 - Túnis
  3. 3. Divaldo Franco na Espanha MADRI - 28 e 29 de novembro de 2014 CALPE - 5 a 8 de dezembro de 2014 MURCIA - 8 de dezembro de 2014 (à noite) XXI CONGRESSO ESPÍRITA NACIONAL Tema: O mundo invisível 6 a 8 de dezembro de 2014 Hotel Diamante Beach - Av. Juan Carlos I, 48 CALPE - Espanha CALPE Espanha 4 5
  4. 4. Divaldo vai à Tunísia TÚNIS Tunísia Divaldo Franco irá à Túnis, Tunísia, por priemeira vez, chegando no dia 30 de novembro de 2014 e ali ficando mais dias. Esse país da África do Norte tem cerca de 10 milhões de habitantes. Sua capital conta com 700 mil habitantes, aproximadamente. RIO GRANDE DO SUL O dinamismo do Movimento Espírita promove cada vez mais eventos doutrinários, como palestras, seminários, cursos, com o intuito de propiciar aos interessados, ampla e mais permanente informações sobre o Espiritismo. Sempre que possível, Divaldo Franco se faz presente. Entre os dias 15 e 19 de outubro último, esse consagrado orador espírita esteve em: Viamão (15/10/14), Rio Grande (16/10/14), Santa Maria (17/10/14), Novo Hamburgo (18/10/14) e Torres (19/10/14). Veja algumas fotos a seguir, cedidas por Jorge Moehlecke: Viamão Novo Hamburgo Santa Maria Torres 6 7
  5. 5. PORTUGAL 2014 ILHA TERCEIRA Divaldo Franco atendeu extensa e intensa programação doutrinária em várias cidades portuguesas, nos dias 22/10/14 à 1º/11/14. Publicamos algumas fotos a seguir: Amadora - 22/10/14 Coimbra- 23/10/14 Funchal - 25/10/14 S. João de Ver - 26/10/14 Águeda - 28/10/14 Leiria - 31/10/14 Raul Teixeira no Paraná A convite da Federação Espírita do Paraná, Raul Teixeira estará no Paraná, acompanhando o circuito de palestras, que serão proferidas por Alessandro Vieira de Paula: Foz do Iguaçu - 20/11/14 - 20h30 - Av. Brasil, 97 - Hotel Foz do Iguaçu Cascavel - 21/11/14 Guarapuava - 22/11/14 Curitiba - 23/11/14 - 9h - Al. Cabral, 300 - Teatro da FEP 8 9
  6. 6. Clama-se por liberdade de pensamento, de opinião, de movimento, de ação... A liberdade expressa-se como necessidade política e religiosa, artística e cultural, econômica e ética, para ser vivida, mas, mesmo quando se encontra estabelecida e proclamada, a imaturidade psicológica e o atraso moral de grande parte da sociedade que a anela, geram perturbações e descambam no crime. Não se pode fruir de liberdade sem a consciência de responsabilidade, que faculta o respeito às leis, aos direitos dos outros, aos compromissos institucionais relevantes com a LIBE DADE Rreal como os campos de refugiados nos desertos, nas áreas infectas do mundo... Vidas estioladas todas essas, que perdem as raízes da sua origem e desenvolvem-se em situações deploráveis de miséria de todo tipo. As etnias africanas ou europeias, asiáticas ou americanas, permanecem em atos de agressividade, com derramamento de sangue que encharca o solo ressequido, utilizando-se do direito à liberdade que negam aos demais, também seus irmãos, que são acusados de estar do outro lado. E o que eram antes fraternidade, sorrisos, converte-se, rapidamente, em inconcebíveis carnificinas que disciplina e consideração. Quando a Revolução Francesa proclamou os louvores à liberdade, desapeando do poder a velha Casa dos Capetos tradicionais, o clero, a aristocracia e os dominadores momentâneos, logo vieram os direitos humanos e a conquista da cidadania. No entanto, o desequilíbrio de alguns líderes apaixonados e atormentados abriram os lamentáveis períodos para a instalação dos dias do Terror, que mancharam a dignidade humana já ultrajada pelos ódios entre os novos partidos governamentais e desonraram os ideais libertários. A ânsia pela liberdade, infelizmente, ainda hoje se transforma em terrorismo aparvalhante, em guerras hediondas, quando facções alucinadas atiram-se em lutas cruéis, semeando o horror e a destruição, logo, porém, sucumbindo por sua vez, vencidas por outros grupos mais perversos que as odeiam. Liberando o fanatismo de qualquer natureza, sempre insano, produz a selvageria de que a civilização já deveria estar liberada, em espetáculos de morbidez que levam ao desespero dezenas, centenas de milhares de pessoas que são obrigadas a abandonar tudo, a fim de fugirem da sanha venenosa, para buscarem amparo em regiões não menos terríveis, 10 11
  7. 7. responsável e digna pelo que opera na mudança do comportamento moral, é que se pode vivenciar a liberdade, mesmo quando as circunstâncias ainda não a concedem. A criatura que aspira por ser realmente livre deve empenhar-se com denodo para transformar as dependências viciosas em conquistas éticas saudáveis. O Mestre Galileu, sitiado pelos fariseus e pretorianos impenitentes e pusilânimes, seguidos pelos escravocratas de diferentes denominações, enfrentou a impostura e o poder de mentira com a autoridade moral da Sua pureza, estarrecem. A verdadeira liberdade, porém, paira acima dos ideólogos interessados na libertinagem e no desar. Ei-los, os violentos e sandeus, mascarados de idealistas e sonhadores, repentinamente transformados em hediondos inimigos da Humanidade que desarticulam, ambiciosos e extravagantes, violentos e inescrupulosos. * Jesus referiu-se que somente há liberdade quando se conhece a Verdade. E, por isso mesmo, recomendou que se a buscasse com empenho e insistência. A Verdade, porém, é Deus. Na impossibilidade atual de se entendê-lO e mesmo conhecê-lO, na Sua transcendência, a busca do conhecimento espiritual, da finalidade da existência terrestre, liberta da ignorância, que é a responsável por incontáveis males que afligem a sociedade. Nesse sentido, merece que se reflexione em torno da liberdade interior que se expande para fora, quando se percebe que a verdade se estabelece inicialmente no íntimo, quando se inicia o esforço pela superação do egoísmo, responsável pelos desejos subalternos e pelos vícios sociais, morais e comportamentais. Essa é a revolução especial, mais difícil, única, porém, que pode proporcionar a conquista do objetivo existencial, que é a plenitude. Livre, portanto, é todo aquele que compreende a necessidade de contribuir em favor do bem geral, que se esforça pela vivência solidária e transforma os seus desejos, alterando-lhes o direcionamento. Tudo quanto antes aspirava apenas para si, agora se transforma num esforço comum em benefício de todos. O vício escraviza, asselvaja, retém a sua vítima nas prisões da dependência tirânica, e por mais se desfrute de liberdade política e social, onde se vai, permanece-se em encarceramento. Somente através da consciência 12 13
  8. 8. A criança se assemelha a uma esponja, capaz de absorver facilmente o que lhe entregamos à alma, seja conteúdo de nobreza ou de perversão. Para uma equilibrada orientação dos filhos, sem qualquer intenção de apostilar comportamentos ou de determinar isso o aquilo, será de validade atentarmos para alguns pontos importantes, tais como: a consciência da presença de Deus em nossas vidas; o respeito à vida atual, estendendo ao corpo os cuidados necessários; o respeito a si mesmo como integrante e atuante no processo social, conscientização que se esboça pouco-apouco; desprezo às vacuidades, transformando o consumismo avassalador e indevido em rota de assistência para com os que carecem mais ao nosso redor; o hábito salutar de estudar serenamente, sem o olvido de que, para a criança são importantes o brinquedo, a descontração dos folguedos infantis e a convivência no seu grupo, sadiamente. Enquanto substituirmos a presença nossa junto aos filhos por dinheiro e presentes; enquanto encobrimos nossos descuidos com passeios caros, fingindo bem-querer; enquanto permitirmos que os ídolos fabricados pelos veículos comunicadores ocupem, na mente infantil, o lugar que não tenhamos tempo para ocupar, é natural que a sociedade siga de queda em queda, antevendo os excessos do mal, ao que se reportam os Espíritos do Senhor, a fim de que todos sintamos a necessidade do bem e das reformulações. Entretanto, se já somos iluminados pelo conhecimento, por que esperamos o sofrimento e a derrota? Amemos as nossas crianças, impondo-nos regime de progresso geral, a fim de que melhor possamos orientá-las, para que cumpram os seus deveres na Terra, rumando como Espírito imortal, para os seus destinos de luz. Thereza de Brito (Livro: Vereda familiar. Espírito Thereza de Brito, cap.: 15. Raul Teixeira) VEMIDafmAi´lia Nunca se deve transferir para mais tarde o mister de educar-se, corrigir-se ou educar e corrigir. O que agora não se faça, neste particular, ressurgirá complicado, em posição diversa, com agravantes de mais difícil remoção. Pedagogos eminentes, os Espíritos Superiores ensinam as regras de bom comportamento aos homens como educadores que exemplificam depois de haverem passado pelas mesmas faixas de sombra, ignorância e dor, de que já se libertaram. Imperioso, portanto, conforme propôs Jesus, que se faça a paz com o “adversário enquanto se está no caminho com ele”, de vez que, amanhã, talvez seja muito tarde e bem mais difícil alcançá-lo. O mesmo axioma se pode aplicar à tarefa da educação: agora, enquanto é possível, moldar-se o eu, antes que os hábitos e as acomodações perniciosas impeçam a tomada de posição, que é o passo inicial para o deslanchar sem reversão. Educação, pois, da mente, do corpo, da alma, como processo de adaptação aos superiores degraus da vida espiritual para onde se segue. A educação, disciplinando e enriquecendo de preciosos recursos o ser, alça-o à vida, tranquilo e ditoso, sem ligações com as regiões inferiores donde procede. Fascinado pelo tropismo da verdade que é sabedoria e amor, após as injunções iniciais, mais fácil se lhe torna ascender, adquirir a felicidade. Joanna de Ângelis (Livro: Compromissos de Amor. Diversos Espíritos, cap.: 1. Divaldo Franco) fazendo-se respeitar e temer, por cuja grandeza foi crucificado... Altivo, na execução do programa renovador da Humanidade, substituiu a Lei antiga pela de amor, intimorato, proclamou a liberdade e viveu-a, atraindo multidões, que abalaram o Império Romano e modificaram-lhe a estrutura. Entretanto, à medida que as criaturas se descuidaram moralmente, perderam a liberdade, por permitir-se os vícios, corrompendo-se e tornando-se vítimas das suas próprias ambições desnaturadas, os desejos mesquinhos e hediondos que as assinalam. Séculos de trevas e dores sucederam-se até o momento em que a ciência se libertou do totalitarismo da fé cega, preparando a sociedade para a chegada do Consolador. * A Revelação Espírita, ao esclarecer as consciências que anseiam pelo infinito, proclama a imortalidade da alma e sua reencarnação, demonstra-as, enquanto proporciona a visão do futuro que a todos aguarda, e rompe os grilhões retentivos dos vícios, à medida que proporciona a liberdade real. Livre e feliz, segue Jesus, o Libertador, e a Ele entrega-te, a fim de plenificar-te em definitivo. Joanna de Ângelis Psicografia de Divaldo Pereira Franco, na reunião mediúnica de 11 de junho de 2014, no Centro Espírita Caminho da Redenção, em Salvador, Bahia. Só se concebe real liberdade se esta vem amparada pela verdade que pulsa na vibração do amor, na firmeza da sublime justiça e na inspiração da luminosa caridade. Francisco de Paula Vitor 14 15
  9. 9. Entrega-te a Deus Saber é para sempre. Crer é transitório. A beleza da escrita e a profundidade do conhecimento de alguém que ilumina a humanidade há séculos. Eis o que se encontra nesta obra da venerável Joanna de Ângelis, psicografada pelo excepcional orador, médium e educador Divaldo Franco. Perguntas eternas, problemas atuais, desafios vindouros são abordados e elucidados com mestria, demonstrando a direção segura que conduz à iluminação interior. A ética de Jesus e a sua moral, o amor, a caridade, a verdade, a alegria, a simplicidade, a depressão, a morte, a agressividade, a intolerância, o egoísmo, o poder, o fanatismo, as conquistas da ciência e da tecnologia, o conforto e o prazer. Tudo isso e muito mais em 30 capítulos, acompanhados por mais de 470 notas explicativas e índice geral com mais de 860 entradas. Compreenda como ir além da crença, da transitoriedade, para encontrar a sabedoria, a eternidade. O caminho está posto, a vida está a clamar: Entrega-te a Deus. Psicografia de Divaldo Franco Caminhos para o amor e a paz Sim, é urgente propor ao jovem uma parada na excitação cotidiana, que tantas vezes levam-no ao sofrimento, a fim de se indagar sobre si mesmo: Por que estou no mundo exatamente hoje? O que o Criador pretende da minha trajetória humana? Que tipos de anseios explodem em minha intimidade? O que desejo para a própria existência? O que desejo é o melhor para mim e para os outros? Que direito tenho sobre a minha vida e a vida de terceiros? Posso fazer tudo o quanto penso e quero? Quais compromissos sinto ter trazido para essa vida? Que propostas religiosas devo procurar para meu esclarecimento espiritual? De que elementos me instrumentarei, para atender minha missão planetá-ria? Psicografia de Raul Teixeira VISITE OS SITES: Editora Fráter: http://editorafrater.com.br Livraria LEAL: http://mansaodocaminho.com.br/livraria-leal/ Eis, não obstante, chegada a hora de semear, organizando, programando, ensinando, em prol dos que iniciam a jornada, egressos do Além, plenos de esperança nos que os antecederam com promessas de realizações abençoadas que se convertessem em veículo do progresso espiritual almejado. Nenhum esmorecimento, portanto, à frente do enorme território a cuidar, o das almas. Assim, entendemos que evangelizar os moços e os infantes, será trazer o Céu para a Terra, pela disseminação dos ensinamentos de Jesus, necessária, urgente mesmo; contudo, será, igualmente, levantar a Terra aos Céus, formando o homem-novo no planeta, erguido, desde os dias da mocidade, como intenso archote, iluminando veredas e impulsionando a vida, a expressar a presença de Deus no mundo. Orientar como o Evangelho é medicar profundamente os espíritos em evolução gradativa, sem dúvida. Assimilar a medicação, reavendo a perfeita saúde, está, no entanto, na dependência do esforço de cada um. March (Livro: Nossas riquezas maiores. Diversos. Cap. 34. Raul Teixeira) Indubitavelmente o progresso é imperiosa necessidade de crescimento. Progressos, no entanto, na vertical das conquistas superiores e não na horizontalidade das paixões animalizantes e dos agentes dissociativos da comunidade, da família, do indivíduo. Investe, porém, tu, no espírito imortal. Sem que abandones o campo de trabalho onde foste convidado a operar, lembra-te dos tesouros inesgotáveis da vida e aplica algum capital de horas, de valores monetários, morais, intelectuais e de saúde nos sublimes comércios com a Espiritualidade Superior. Com certeza, no jogo dos investimentos chegará a hora da prestação de contas, e então compreenderás que os investimentos imediatos ficarão retidos nas aduanas da Terra, enquanto os da vida abundante, e somente estes, seguirão contido por todo o sempre. Joanna de Ângelis (Livro: Reflexões evangélicas. Joanna de Ângelis, cap. 6. Divaldo Franco) 16 17

×