RESENesHpAírita no 112 
31 de agosto de 2014 Ano 6 on line 
1 
a informação na medida certa
AGENDA 
2014 
Brasil 
1 2 
3 4 
CIDADES: 
3- São Luis 
4- Assunção 
5- Rio de Janeiro 
02 a 10/09/14 - Rio de Janeiro, RJ ...
Divaldo Franco RiO 
2014 
Divaldo Franco retornará à cidade do Rio de Janeiro, RJ, no mês de setembro, 
para participar de...
Raul Teixeira e Divaldo Franco, 
juntos em setembro 
No dia 10 de setembro de 2014, em Niterói, RJ, Divaldo 
Franco será r...
A SEGUNDA Carta Magna 
da 
HUMANIDADE 
Depois de enunciado o Sermão da 
Montanha, a Humanidade terrestre 
jamais seria a m...
Galileia de antes, restaurando o 
esplendor da pobreza e da humildade 
sem jaça. 
Depois de usar os recursos da 
opulência...
Perceba, mulher-mãe, que, enquanto você 
pensa em tudo isso, pelo bem dos rebentos 
seus, acaba por esquecer-se um pouco d...
ATITUDES RENOVADAS 
Mais uma grande obra da Mentora espiritual Joanna de 
Ângelis, que convida a uma profunda reflexão sob...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resenha espirita on line 112

269 visualizações

Publicada em

Notícias de Divaldo Franco e Raul Teixeira e o trabalho de divulgação de Espiritismo em todo o mundo.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Resenha espirita on line 112

  1. 1. RESENesHpAírita no 112 31 de agosto de 2014 Ano 6 on line 1 a informação na medida certa
  2. 2. AGENDA 2014 Brasil 1 2 3 4 CIDADES: 3- São Luis 4- Assunção 5- Rio de Janeiro 02 a 10/09/14 - Rio de Janeiro, RJ 12 a 14/09/14 - Vitória da Conquista, BA 20/09/14 - Foz do Iguaçu, PR 21/09/14 - Cascavel,PR 26/09/14 - São Luis, MA 28/09/14 - Santo André, SP setembro Paraguai CIDADES: 1- Foz do Iguaçu 2- Cascavel 5 18 a 19/09/14 - Assunção D ivaldo F ranco 2 3 RESENHA RESENHA
  3. 3. Divaldo Franco RiO 2014 Divaldo Franco retornará à cidade do Rio de Janeiro, RJ, no mês de setembro, para participar de uma série de eventos doutrinários, que acontecerão em diversos locais da cidade e arredores: 2/9/14 - Mariano Hall 7 e 8/9/14 - Museu Militar Conde de 3/9/14 - Casa da Espanha Linhares 4/9/14 - Grupo Espírita André Luiz 9/9/14 - Ginásio do Tamoyo Esporte 5/9/14 - UERJ - Concha Acústica Clube de Cabo Frio 6/9/14 - Federação Espírita Brasileira Assunção - Paraguai Nos dias 18 e 19 de setembro de 2014, Divaldo Franco estará em Assunção, Paraguai, para mais uma jornada doutrinária, mantendo em sua agenda ao menos uma visita anual naquele país. Divaldo em Foz Será no dia 20 de setembro de 2014, o 1º Movimento Você e Paz com o renomado tribuno espírita, Divaldo Franco, em Foz do Iguaçu, PR. 21 de setembro - Cascavel,PR O Movimento Espírita da região de Cascavel, terá ensejo de participar de evento doutrinário com Dilvaldo Franco, no dia 21 de setembro de 2014. São Luis, MA Os espíritas do Maranhão se encontrarão com Divaldo Franco em São Luis, no dia 26 de setembro de 2014. 4 RESENHA RESENHA 5
  4. 4. Raul Teixeira e Divaldo Franco, juntos em setembro No dia 10 de setembro de 2014, em Niterói, RJ, Divaldo Franco será recepcionado por Raul Teixeira e integrantes da Sociedade Espírita Fraternidade - SEF, por ocasião de palestra de Divaldo que acontecerá às 20h30, no Clube Português de Niterói. Entrada franca. Maiores informaçõpes: www.sef.org.br Visite o site da obra de serviço social do Remanso Fraterno, departamento da Sociedade Espírita Fraternidade. Conheça, visite, participe e auxilie. www.remansofraterno.org.br Amparo, SP Conceição do Jacuípe, BA MOVIMENTO VOCÊ E A PAZ 03 de agosto de 2014, em Amparo, SP, realizou-se o 2º Movimento Você a Paz, liderado por Divaldo Franco. O evento contou também com a presença de Raul Teixeira. Em Conceição do Jacuípe, BA, aconteceu o 17º Movimento. Foi no dia 22 de agosto de 2014. ENCONTRO FRATERNO Consagrado no calendário anual de eventos espíritas de destaque, Divaldo Franco reuniu centenas de pessoas, em Salvador, BA, para mais um Encontro Fraterno. Foi entre os dias 14 a 17 de agosto de 2014. RIO DE JANEIRO 24 e 25 de agosto de 2014, Divaldo Franco esteve na cidade do Rio de Janeiro, RJ, participando do V Congresso CEJA e XXIX Ciclo de Palestras, no Citibank Hall e na Sociedade Hebraica, respectivamente. 6 RESENHA RESENHA 7
  5. 5. A SEGUNDA Carta Magna da HUMANIDADE Depois de enunciado o Sermão da Montanha, a Humanidade terrestre jamais seria a mesma, desculpando-se das suas atrocidades sob o pretexto de ignorância. Jesus houvera estabelecido as regras da vida honorável, as diretrizes de segurança para a construção da sociedade justa e feliz, embora soubesse que as criaturas, ainda sem a necessária maturidade espiritual para vivenciar os ensinamentos profundos do amor, alterariam significativamente aquelas instruções sublimes, tombando, não poucas vezes, nos abismos da alucinação e do crime. A Sua doce voz continuaria a cantar a mensagem de vida em abundância aos ouvidos moucos dos tempos, até o momento em que pudesse ser colocada em prática. Embora ressurgissem missionários do amor e da compaixão em todas as épocas, chamando à ordem e à paz, nem sempre conseguiram vencer a pompa e o orgulho temporal, que tomaram conta da proposta libertadora, então encarcerada nos dogmas arbitrários e na força perversa da governança romana. Jesus esmaeceu enquanto Seu falso representante tomou-Lhe o lugar. À simplicidade da mensagem e à pureza do culto sem ostentação, a opulência e o luxo imperiais passaram a dominar os corações, ora sedentos de glórias mentirosas e de exaustivos gozos, distantes do Reino de amor e de ternura, cujas bases Ele implantara nos corações das gentes simples das praias e aldeias por onde esteve semeando a esperança. Às curas comovedoras e contatos com a pobreza e a miséria física, econômica e moral das massas aflitas esquecidas, que se renovavam ante a Sua presença, a distância e o protocolo, a dominação e o temor. Ampliando os horizontes de conquistas terrenas, em vez da transformação moral dos seres humanos, os herdeiros do Evangelho corromperam-se e tornaram-se algozes do seu próximo em disparatada corrida pela aquisição dos tesouros terrestres que Ele não valorizara, como se estivessem indenes à velhice, à doença e à morte... Foi nesse momento tormentoso, de incontáveis padecimentos que João, o discípulo amado, trocou as glórias da Espiritualidade superior para mergulhar nas roupagens físicas e tentar reviver em toda a sua pulcritude e grandeza, o período inolvidável das praias da Assis - Itália A verdade é que, à medida que os anos se sucederam, a musicalidade sublime pareceu silenciar nas páginas da História e os indivíduos volveram a ser lobos contra ovelhas, devorando-as, ao invés de beberem juntos no córrego da fraternidade a mesma linfa. Embora o sacrifício dos mártires que assinalaram a História com abnegação e sacrifício em Sua memória, mais tarde, os Seus discípulos, unindo-se ao poder temporal, que Ele recusara, tornaram-se inimigos uns dos outros, quando se deveriam transformar em cirineus recíprocos em todas as circunstâncias. Os Bem-aventurados já não eram aqueles que diziam amá-lO, mas sim as vítimas que eram levadas ao holocausto pelo Tribunal da Santa Sé e pelas Cruzadas, enlouquecidas pelo ódio e pela malversação dos ensinamentos transcendentais. Já não se sentia a vibração do verbo incomum do Cantor galileu, e na acústica das almas era ouvido somente o tumulto da ira e da vingança contra heresias e condutas que não se encontrassem previstas na pauta da Teologia de ocasião. É como se a sinfonia da montanha cedesse lugar ao clarim da guerra hedionda e fosse substituída pela belicosidade da incessante perseguição... O manso Nazareno foi trocado pelo Messias assassino e perverso, apaixonado e cheio de preconceitos... A noite medieval cobriu com trevas a luminescência da Boa Nova do Reino de Deus. 8 RESENHA RESENHA 9
  6. 6. Galileia de antes, restaurando o esplendor da pobreza e da humildade sem jaça. Depois de usar os recursos da opulência que lhe não preenchiam as ânsias do coração saudoso do amado Rabi, mergulhou na solidão, na noite escura da alma generosa, para despertar num amanhecer de espiritualidade transcendente e trazê-lO de volta ao mundo, vivenciando-O como nunca dantes alguém o fizera com tanta pujança e vigor. Em plena treva ele acendeu a luz da alegria de viver, cantou a felicidade plena, mediante o autoabandono, apresentou-O, enquanto se diminuía, sacudiu a sociedade do seu e dos futuros tempos, para que retornasse aos inexcedíveis dias que haviam ficado no passado. Poeta e cantor, sensibilizou os homens e as aves do céu, os animais e as plantas, enquanto abraçou toda a Natureza, num momento de êxtase e de ternura, assinalando-a para sempre, na condição de dileto embaixador do Reino de venturas. No seu breve périplo, de apenas quarenta e cinco anos, modificou a visão histórica da Mensagem, vivendo-a integralmente e ensinando a todos que se lhe acercaram a experimentar a felicidade de nada ter, exceto o privilégio elegido de O imitarem. Quando as forças se exauriam, no leito da agonia, ainda pôde cantar uma das suas mais belas canções, que ficaria para a Humanidade como a Segunda Carta Magna de orientação para todas as criaturas: Altíssimo, Todo-poderoso e bom Senhor, Em Teu louvor, glória, honra e toda bênção, A Ti só essas coisas, ó Tu Altíssimo, E nenhum homem é digno de nomeá-lO. Louvado sejas, Senhor, com todas as Tuas criaturas Especialmente, meu senhor e irmão Sol Através do qual nos dá o dia, a luz. Ele é belo, irradiando um grande esplendor e de Ti, ó Altíssimo, ele nos oferece o símbolo. Louvado sejas tu, meu Senhor, pela irmã Lua e pelas Estrelas. No céu tu as formaste claras, preciosas e belas. Louvado sejas Tu, meu Senhor, pelo irmão Vento, e pelo ar e pelas nuvens, pelo azul calmo e por todos os tipos de tempo. Graças a eles Tu manténs com vida todas as criaturas. Louvado sejas Tu, meu Senhor, pela irmã Água que é tão útil e tão sábia, preciosa e casta. Louvado sejas Tu, meu Senhor, pelo irmão Fogo através do qual Tu iluminas a noite. Ele é belo e alegre, indomável e forte. Louvado sejas Tu, meu Senhor, pela irmã nossa mãe a Terra, que nos carrega e nos alimenta, que produz a diversidade dos frutos com as flores matizadas e as ervas. Louvado sejas Tu, meu Senhor, por aqueles que perdoam por amor de Ti que suportam provações e doenças, felizes se conservam a paz, porque de Ti, Altíssimo, eles serão coroados. Louvado sejas Tu, meu Senhor, por nossa irmã a Morte corporal, porque nenhum homem vivo dela pode escapar. Infelicidade para aqueles que morrem em pecado mortal, felizes aqueles que estiverem fazendo Tua vontade quando ela os surpreender porque a segunda morte não poderá prejudicá-los. Louvai e bendizei o Senhor, Dai-lhe graças e servidão Com toda a humildade. Quando silenciou a voz e retornou à Pátria, no dia seguinte, deixou o extraordinário legado de mansidão, de misericórdia, de amor, de exaltação ao Pai e glória à vida em todas as suas expressões. O clarão de Assis prossegue até hoje, mesmo após as vicissitudes e transformações que se operaram na confraria que ele deixou, demonstrando que é possível viver-se o Sermão da Montanha e aplicar-se no íntimo o Canto do Irmão Sol e de todas as criaturas. Sempre Jesus, que o tempo não dilui, na mente e nos corações de todos os seres humanos que O conheceram de qualquer maneira possível. Amélia Rodrigues Psicografia de Divaldo Pereira Franco, no dia 24 de fevereiro de 2014, em Los Angeles, USA. 10 11 RESENHA RESENHA
  7. 7. Perceba, mulher-mãe, que, enquanto você pensa em tudo isso, pelo bem dos rebentos seus, acaba por esquecer-se um pouco das misérias vastas que se espalham ao seu redor, porque sua atenção estará alicerçada nos seus imediatos compromissos. Você terá menos tempo para lamentar ou para maldizer as coisas negativas. Não dê ouvidos às sugestões do comodismo. O que seria de você sem os seus filhos, por mais peraltas ou indiferentes que sejam? Por certo, sem eles a lhe valorizarem os dias, seria você uma boneca decorada para a vitrine da ilusão ou uma sombra ambulante, encharcada de tóxicos vários para suportar as frustrações. O Senhor conta com você, de modo particular, porque, quando você decidir-se a educar e amar, instruir e orientar com firmeza e disposição, o mundo mudar-se-á para melhor. Assimilará a luz que jorra do Infinito por meio da sua atuação. Não se esqueça disso, mulher, e proponha-se, desde hoje, clarificada pela excelsa inspiração do Mais Alto, a conduzir os seus filhos renovados para o regaço do verdadeiro Pai, o Pai de todos nós. Terá você, então, cumprido o seu papel. Será você, desde aí, muitíssimo feliz. Thereza de Brito (Livro: Vereda familiar. Espírito Thereza de Brito, cap.: 13. Raul Teixeira) VEMIDafmAi´lia Os pais educam para a sociedade, quanto para si mesmos. Examina a tua vida e dela retira as experiências com que possas brindar a tua prole. Tens conquistas pessoais, porquanto já trilhaste o caminho da infância, da adolescência e sabes de moto próprio discernir entre os erros e acertos dos teus educadores, identificando o que de melhor possuis para dar. Não te poupes esforços na educação dos filhos. Os pais assumem desde antes do berço com aqueles que receberão na condição de filhos compromissos e deveres que devem ser exercidos, desde que serão, também, por sua vez, meios de redenção pessoal perante a consciência individual e a Cósmica que rege os fenômenos da vida, nos quais todos estamos mergulhados. Joanna de Ângelis (Livro: SOS família. Espírito Joanna de Ângelis, cap. Deveres do pais. Divaldo Franco) 2014 OEvangelho SEGUNDO O ESPIRITISMO 150anos 12 13 RESENHA RESENHA
  8. 8. ATITUDES RENOVADAS Mais uma grande obra da Mentora espiritual Joanna de Ângelis, que convida a uma profunda reflexão sobre a necessidade de se modificar o comportamento para melhor, promovendo a mudança dos hábitos nocivos e da acomodação emocional, substituindo-os por atitudes renovadas, as quais abrem espaço para novas aspirações e futuras conquistas, favorecendo todos aqueles que anelam pela paz, pelo bem do próximo e de toda a humanidade. A obra se compõe de trinta temas relacionados a conflitos humanos de variada natureza, todos enfocados sob a visão espírita, com um objetivo definido: contribuir em favor da aquisição da harmonia, pela mudança positiva do comportamento, levando o homem a se aperfeiçoar moral e espiritualmente. Psicografia de Divaldo Franco JUSTIÇA E AMOR “No rolar do tempo, nos cenários variados do planeta, não são poucos os que, todos os dias, são colhidos nas malhas da lei da causalidade, que determina que cada indivíduo dê conta das suas construções, recebendo da vida de conformidade com ela.” (Espírito Camilo) Em homenagem ao livro de Allan Kardec O Céu e o Inferno, o autor trata da Justiça Divina em suas mais variadas expressões, levando-nos a meditar acerca dos porquês que nos mantêm atados às inevitáveis lutas do mundo. Psicografia de Raul Teixeira VISITE OS SITES: Editora Fráter: http://editorafrater.com.br Livraria LEAL: http://mansaodocaminho.com.br/livraria-leal/ Nenhum esmorecimento, portanto, à frente do enorme território a cuidar, o das almas. Assim, entendemos que o evangelizar os moços e os infantes, será trazer o Céu para a Terra, pela disseminação dos ensinamentos de Jesus, necessária, urgente mesmo; contudo, será, igualmente, levantar a Terra aos Céus, formando o homem-novo no planeta, erguido, desde os dias da mocidade, como intenso archote, iluminando veredas e impulsionando a vida, a expressar a presença de Deus no mundo. Orientar como o Evangelho é medicar profundamente os espíritos em evolução gradativa, sem dúvida. Assimilar a medicação, reavendo a perfeita saúde, está, no entanto, na dependência do esforço de cada um. March (Livro: Nossas riquezas maiores. Diversos Espíritos. Cap. 34. Raul Teixeira) Jamais negligenciar a educação de uma criança, porquanto essa conduta resultará em perturbação e sofrimento para ela, assim como para o grupo social, no qual se encontrará mais tarde. O criminoso de hoje é a criança maltratada de ontem. O apóstolo, o herói, o santo de agora, são os anjos que se vestiram de infância no passado e receberam a luz da sabedoria, da bondade e do bem, para que se transformassem em construtores da felicidade de todos. Olhando-se, desse modo, a criança que passa descuidada pela porta dos sentimentos, nunca se saberá quem é e quais as possibilidades de que dispõe para a edificação da Humanidade futura. Atende-a hoje, a fim de que sejas feliz sempre, e acompanha-lhe a caminhada na direção da Imortalidade. Anália Franco (Livro: Compromissos de amor. Diversos Espíritos. Cap. 10. Divaldo Franco) 14 RESENHA RESENHA 15

×