Resenha Espírita on line nº 27

290 visualizações

Publicada em

Notícias sobre o trabalho de divulgação espírita de Divaldo Franco e Raul Teixeira em todo o mundo

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resenha Espírita on line nº 27

  1. 1. Dia Cidade País 18 a 22 Paramirim (BA) e região Brasil UM ANO DE CIRCULAÇÃO A saga desses dois divulgadores da mensagem espírita – Divaldo Franco e Raul Teixeira -, levando-a aos mais diversos pontos do globo, demarca a extensão e o alcance do Movimento Espírita no seu todo. A cada novo país e cidade que eles visitem, podemos considerar como sendo um passo a mais, dado por esse Movimento, entendendo- se Movimento Espírita aquilo que cada um faz objetivando a divulgação do Espiritismo. E assim eles vão pontuando o mapa terreno com suas presenças, com suas palestras, apliando fronteiras e ali instalando a presença da Doutrina Espírita, qual pequena chama que se acende, pedindo o esforço continuado dos espíritas para que seja mantida acesa tal chama, a indicar caminho seguro na jornada de todos nós. A cada novo retorno que fazem, revisitando os lugares, os povos, serve, também, para alimentar com “combustível” novo essas chamas, até que um dia elas ganhem a grandeza devida e “incendeem” grande número de corações. Alegramo-nos ao demarcar o primeiro ano de circulação da Resenha Espírita on line, veiculando notícias sobre o trabalho de Divaldo Franco e Raul Teixeira, como maneira de homenageá-los, homenageando o Espiritismo e seu Movimento. DIVALDO E RAUL PROSSEGUEM EM SUAS TAREFAS Divaldo Franco, depois de visitar o interior paulista, segue para a região de Paramirim, na Bahia, e a cidade do Rio de Janeiro. Raul Teixeira virá do Continente Africano e rumará para o Estado de Santa Catarina. E a divulgação doutrinária prossegue. Paramirim é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada é de 30 mil habitantes. AGENDA DE DIVALDO FRANCO
  2. 2. Agosto Dia da semana Horário Local/Evento Endereço 26 Quinta-feira 20h Grupo Espírita André Luiz Palestra R: Jequitibá, 139 – Maracanã 27 Sexta-feira 20h UERJ – Concha Acústica Palestra R: S. Francisco Xavier, 524 28 Sábado 18h Congregação Espírita Francisco de Paula Palestra R: Conselheiro Zenha, 31 - Tijuca 29 Domingo 9h às 17h Colégio Militar 20º Feirão Pró-Mansão do Caminho R: S. Francisco Xavier, 267 30 Segunda- feira 20h Sociedade Hebraica Palestra Rua das Laranjeiras, 346 - Laranjeiras Setembro Dia da semana Horário Local/Evento Endereço 1º/09 Quarta-feira 14h às 18h Casa da Espanha 17º Seminário beneficiente pró Mansão do Caminho R: Vitório da Costa, 254 – Humaitá Rio de Janeiro é a segunda maior metrópole do Brasil, situada no Sudeste do país, capital do Estado do Rio de Janeiro. Cidade brasileira mais conhecida no exterior, maior rota do turismo internacional no Brasil e principal destino turístico na América Latina e em todo Hemisfério Sul, a capital fluminense funciona como um "espelho", ou "retrato" nacional, seja positiva ou negativamente. Conta com 6,2 milhões de habitantes. PROGRAMAÇÃO GERAL DE DIVALDO FRANCO NO RIO DE JANEIRO
  3. 3. AGENDA DE RAUL TEIXEIRA Agosto Dia da semana Horário Local/Evento Cidade 15 Domingo 13h30 Espaço Arouca Palestra em homenagem ao Centenário de Chico Xavier Rio de Janeiro 21 Sábado 14h às 17h Clube 12 de agosto (Av. Hercílio Luz, 626) Seminário: “As dimensões do Centro Espírita” Florianópolis - SC 21 Sábado 20h Clube 12 de agosto (Av. Hercílio Luz, 626) Palestra alusiva ao Centenário da Instituição “O Espiritismo em nossa vidas) Florianópolis - SC 22 Domingo 15h Blumenau - SC 25 Quarta- feira 20h Sociedade Espírita Fraternidade Palestra Niterói - RJ Dia Cidade País 21 Florianópolis (SC) Brasil Dia Cidade País 22 Blumenau (SC) Brasil Florianópolis é a capital do estado de Santa Catarina e uma das três ilhas-capitais do Brasil. Localiza-se no centro-leste do estado de Santa Catarina e é banhada pelo Oceano Atlântico. Grande parte de Florianópolis (97,23%) está situada na Ilha de Santa Catarina, possuindo cerca de 100 praias, consideradas também as continentais. Possui uma população de 410 mil habitantes, sendo o segundo município mais populoso do estado, atrás apenas de Joinville. Blumenau é um município brasileiro da Região Sul, localizado no estado de Santa Catarina. Cidade-sede da região metropolitana do Vale do Itajaí, é a terceira cidade mais populosa do estado, constituindo um de seus principais pólos industriais e tecnológicos. Conta com cerca de 300 mil habitantes. SOCIEDADE ESPÍRITA FRATERNIDADE Instituição fundada por Raul Teixeira e grupo de amigos, a SEF – Sociedade Espírita Fraternidade estará completando 30 anos no próximo mês de setembro, no dia 4. Você faz parte dessa história e está sendo convidado a comparecer nas festividades programadas. Veja cartaz na página anterior e confira palestras com Divaldo Franco, Sandra Borba e André Trigueiro.
  4. 4. VOZES DO INFINITO. São dez Espíritos felizes pela honra de servir que enviam para a Humanidade, através da mediunidade de Raul Teixeira, lições de belezas imortais, convidando, apelando e desafiando os homens para que se integrem nesse contingente de filhos de Deus empolgados com o bem, no bem atuantes, dilatando a espiritualização do mundo terrestre. Os 42 capítulos se apresentam diversificados, ora em prosa, ora em versos, cantando as excelências da Vida Maior, como vozes do infinito, sensibilizando os que ainda se agitam nas vielas e espinheirais terrenos, rogando orientação e arrimo para os próprios passos. A sugestiva capa reproduz um painel de um dos muros externos do Cemitério Père Lachaise, de Paris, França. COMPROMISSOS ILUMINATIVOS. Nessa iluminada Obra, o Espírito Bezerra de Menezes, através da mediunidade de Divaldo Franco, transmite mensagens que orientam, esclarecem e confortam, tendo por fonte de inspiração o Evangelho de Jesus, visando à edificação moral do homem e à consolidação do amor fraternal entre as criaturas. É um convite à reflexão e à iluminação interior, conscientizando-nos, a todos nós, da necessidade de renovação das nossas atitudes diante do imenso compromisso que temos para com o maior de todos os mandamentos de Jesus: “Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado”. Só o Espiritismo nos permite crescer com o conhecimento, aprendendo a nos relacionar com o mundo e com os irmãos do mundo, vivenciando as faixas da solidariedade, da fraternidade, do amor, enfim. O Espiritismo é a proposta que não nos leva a complexos de culpa perante erros que perpetramos, pois parte do ensinamento de que o amor de Deus dirigido a nós proporciona as diversas portas de felicidade, seja pelas lutas expiatórias ou pelas provações, pelos esforços de nos renovar ou pela prestação de serviços nas oficinas do bem, o que caracterizará a nossa prática de amor ao próximo. ....... É o Espiritismo que nos leva à compreensão de que tudo o que operamos na Terra, durante as experiências corporais, é responsável pelas bênçãos e pelos tormentos, pelos risos e pelas lágrimas que costumam demarcar as trilhas dos Espíritos renascidos no planeta terreno. Ivan de Albuquerque (Do livro: Caminhos para o amor e a paz. Parte IV. Raul Teixeira) A compaixão é o passo último ou primeiro que deve ser dado por qualquer pessoa que foi vítima de injunção malévola e destrutiva. Esse sentimento de compreensão da miséria do outro permite que se lhe não deseje mais desventura além daquela em que fossiliza. Numa reflexão que deve ser feita com espontaneidade, aquele que sofre deve colocar-se no lugar do perseguidor e considerar quanto ele padece interiormente, vitimado por distúrbios de vária ordem e como é desventurado por anelar felicidade produzindo a desdita de outrem. Mediante essa atitude, que dá a medida possível do infortúnio do algoz, a sua vítima pode, sim, compadecer-se do desditoso, não mais se permitindo vencer pelo ressentimento, desculpando-o em relação ao crime cometido, e, por fim, perdoando-o . . . Joanna de Ângelis (Do livro: Atitudes renovadas. Cap. 17. Divaldo Franco)

×