Ministério da AgriculturaPecuária e do Abastecimento
FLORESTAS E SÉCULO 21
NOS PRÓXIMOS SÉCULOS AGRANDE DISCUSSÃO SERÁSOBREVIVÊNCIADOPLANETANOS PRÓXIMOS SÉCULOS AGRANDE DISCUSSÃO SERÁSOBREVIVÊNCIAD...
GRANDES QUESTÕESMEIO AMBIENTESISTEMA POLÍTICOPOLÍTICA ECONÔMICARELIGIÃO: CRISTÃOS x MUÇULMANOS OUECUMENISMOPODERIO MILITAR...
MEIO AMBIENTEÁGUABIODIVERSIDADEDESERTIFICAÇÃOMUDANÇAS CLIMÁTICASASPECTOS ECONÔMICOSCRESCIMENTO POPULACIONALENERGIAEMPREGOM...
A FLORESTA NESSAS QUESTÕES DOSNOVOS SÉCULOSA FLORESTA NESSAS QUESTÕES DOSNOVOS SÉCULOS
ÁGUAQUANTIDADE DE ÁGUA POTÁVELMANUTENÇÃO DO REGIME HÍDRICOPROTEÇÃO DE NASCENTESARMAZENAMENTO DE ÁGUAQUALIDADE DE ÁGUA POTÁ...
BIODIVERSIDADEPROTEÇÃO DE BIOMASÁREAS DE ÁREAS DE CONSERVAÇÃO DE USO DIRETOÁREAS DE CONSERVAÇÃO DE USO INDIRETOFLORESTAS N...
CRESCIMENTO POPULACIONALDEMANDA POR MADEIRAPLANTAÇÕES FLORESTAISRECICLAGEMAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS ATUAISDEMANDA POR ALI...
CRESCIMENTO POPULACIONALDEMANDA POR ÁGUAFLORESTAS DE PROTEÇÃODESSALINIZAÇÃODEMANDAS POR ARTEFATOS DE BORRACHAPLANTAÇÕES FL...
CRESCIMENTO POPULACIONALDOBROU DE 1850 A 1950DOBROU APÓS 1950A CADA 4 a 5 DÉCADAS SOMAM-SE 900 MILHÕESCRESCIMENTO POPULACI...
CONSUMO PERCAPITA DE MADEIRAMÉDIA MUNDIAL 0,67 m 3POR PESSOA, POR ANOMÉDIA AMERICANA 1,7 m 3POR PESSOA, POR ANO1,6 BILHÕES...
DESERTIFICAÇÃODESMATAMENTOMAU USO AGRÍCOLAPROBLEMAS CLIMÁTICOSDESERTIFICAÇÃODESMATAMENTOMAU USO AGRÍCOLAPROBLEMAS CLIMÁTICOS
EMPREGOREFLORESTAMENTOSPLANTAÇÕES FLORESTAISUNIDADES DE CONSERVAÇÃOECOTURISMOEMPRESAS DE TRANSFORMAÇÃOEMPRESAS DE CONSTRUÇ...
ENERGIALENHAPLANTAÇÕES FLORESTAISEXTRATIVISMOCARVÃOPLANTAÇÕES FLORESTAISEXTRATIVISMOOUTRAS FONTESENERGIALENHAPLANTAÇÕES FL...
MISÉRIAFOMEAGRESSÃO AO AMBIENTEMISÉRIAFOMEAGRESSÃO AO AMBIENTE
MUDANÇA CLIMÁTICASMODIFICAÇÕES DE ESPÉCIESMODIFICAÇÃO DE FONTES DE PRODUÇÃOMUDANÇA CLIMÁTICASMODIFICAÇÕES DE ESPÉCIESMODIF...
O SÉCULO 20 ENCERROU COM GRANDE PARTEDA SOCIEDADE BRASILEIRA E MUNDIAL,ATRIBUINDO AO AGRONEGÓCIO FLORESTAL AGERAÇÃO DE INÚ...
DESTACAM-SE DENTRE ELESINCÊNDIOS FLORESTAISDESMATAMENTOCONTRABANDO DE MADEIRASEXTINÇÃO DE ESPÉCIESEXACERBAÇÃO DAS TROCAS C...
MANCHETES“METADE DA COBERTURAFLORESTAL ORIGINAL DO MUNDOTEM SIDO DESTRUÍDA NOS ÚLTIMOSCINQUENTA ANOS”“METADE DA COBERTURAF...
MANCHETES“AS PERCENTAGENS DE MADEIRAILEGAL EXTRAÍDA NA AMAZÔNIA, NAINDONÉSIA E NO CAMEROON SÃO DE80%, 70 e 60%, RESPECTIVA...
É PRECISO REPENSAR O SETOR NOSÉCULO 21, À LUZ DA NOVAORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADEMODERNAÉ PRECISO REPENSAR O SETOR NOSÉCULO 21...
DE ONDE VEM A MADEIRA?25 PAÍSES PRODUZEM 90% DA MADEIRA DOMUNDO800 MILHÕES DE HECTARESDE ONDE VEM A MADEIRA?25 PAÍSES PROD...
50 MILHÕES DE HECTARES DE FRC (SOMENTE AQUELASCOM ROTAÇÕES MENORES QUE 50 ANOS) PRODUZEM 20%DA MADEIRA DO MUNDOÁREA EQUIVA...
HÁ NECESSIDADE, NO ENTANTO DE SEREPENSAR A PRODUÇÃO À LUZ DO QUE VIMOSNO SÉCULO 20 E DO PRESSÃO QUE ASOCIEDADE FARÁ NO SÉC...
AUMENTANDO A EFICIÊNCIA E EFICÁCIA DAEXPLORAÇÃO E DA CONVERSÃO DA MATÉRIA-PRIMAPRODUZINDO MAIS MADEIRA EM MENOS ÁREAMELHOR...
TENDO UMA INTERLOCUÇÃO MELHOR COM ASOCIEDADETORNANDO AS GRANDES PLANTAÇÕES BIODIVERSASGERANDO MAIS EMPREGOSINTEGRAÇÃO COM ...
MELHORIA DO MANEJOSUSTENTADO PARA PRODUÇÃOMADEIREIRA
EXPLORAÇÃO DE BAIXO IMPACTOMELHOR PLANEJAMENTOMELHORES TRATAMENTOS PÓS-COLHEITAREDUZ DANOS AO ESTANDE INICIALMELHORA A REG...
DIMINUIÇÃO DO DESPERDÍCIO NACONVERSÃO DA MATÉRIA PRIMADIMINUIÇÃO DO DESPERDÍCIO NACONVERSÃO DA MATÉRIA PRIMA
DIMINUIÇÃO DO DESPERDÍCIOSERRARIASEUROPAAS MELHORES SERRARIAS EUROPÉIAS TÊM RENDIMENTO DECERCA DE 70%CHIPS E SERRAGEM SÃO ...
INDÚSTRIAS DE PAPELMELHORIA DOS PROCESSOS LEVARÁ A MENOSTONELADA DE MATÉRIA PRIMA POR TONELADA DEPAPEL PRODUZIDOMELHORAMEN...
A TENDÊNCIA É PRODUZIR MAIS PRODUTO PORÁRVOREOSB - ORIENTED STRAND BOARDMDF - MEDIUM DENSITY FIBREBOARDLVL - LAMINADOA TEC...
INTERDEPENDÊNCIACRIAÇÃO DE UMA NOVA CULTURA CORPORATIVAAÇÃO VOLUNTÁRIAECO-EFICIÊNCIABUSCAR OPORTUNIDADES PARA O CRESCIMENT...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A floresta nas_principais_discussoes_ambientais_no_seculo21

151 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada no inicio do ano de 2004 e que ainda parece estar atualizada.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

A floresta nas_principais_discussoes_ambientais_no_seculo21

  1. 1. Ministério da AgriculturaPecuária e do Abastecimento
  2. 2. FLORESTAS E SÉCULO 21
  3. 3. NOS PRÓXIMOS SÉCULOS AGRANDE DISCUSSÃO SERÁSOBREVIVÊNCIADOPLANETANOS PRÓXIMOS SÉCULOS AGRANDE DISCUSSÃO SERÁSOBREVIVÊNCIADOPLANETA
  4. 4. GRANDES QUESTÕESMEIO AMBIENTESISTEMA POLÍTICOPOLÍTICA ECONÔMICARELIGIÃO: CRISTÃOS x MUÇULMANOS OUECUMENISMOPODERIO MILITARPODERIO CIENTÍFICOGRANDES QUESTÕESMEIO AMBIENTESISTEMA POLÍTICOPOLÍTICA ECONÔMICARELIGIÃO: CRISTÃOS x MUÇULMANOS OUECUMENISMOPODERIO MILITARPODERIO CIENTÍFICO
  5. 5. MEIO AMBIENTEÁGUABIODIVERSIDADEDESERTIFICAÇÃOMUDANÇAS CLIMÁTICASASPECTOS ECONÔMICOSCRESCIMENTO POPULACIONALENERGIAEMPREGOMISÉRIAMEIO AMBIENTEÁGUABIODIVERSIDADEDESERTIFICAÇÃOMUDANÇAS CLIMÁTICASASPECTOS ECONÔMICOSCRESCIMENTO POPULACIONALENERGIAEMPREGOMISÉRIA
  6. 6. A FLORESTA NESSAS QUESTÕES DOSNOVOS SÉCULOSA FLORESTA NESSAS QUESTÕES DOSNOVOS SÉCULOS
  7. 7. ÁGUAQUANTIDADE DE ÁGUA POTÁVELMANUTENÇÃO DO REGIME HÍDRICOPROTEÇÃO DE NASCENTESARMAZENAMENTO DE ÁGUAQUALIDADE DE ÁGUA POTÁVELPRESERVAÇÃO DE MARGENS DE RIOSMELHORIA DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃOEDUCAÇÃO AMBIENTALÁGUAQUANTIDADE DE ÁGUA POTÁVELMANUTENÇÃO DO REGIME HÍDRICOPROTEÇÃO DE NASCENTESARMAZENAMENTO DE ÁGUAQUALIDADE DE ÁGUA POTÁVELPRESERVAÇÃO DE MARGENS DE RIOSMELHORIA DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃOEDUCAÇÃO AMBIENTAL
  8. 8. BIODIVERSIDADEPROTEÇÃO DE BIOMASÁREAS DE ÁREAS DE CONSERVAÇÃO DE USO DIRETOÁREAS DE CONSERVAÇÃO DE USO INDIRETOFLORESTAS NACIONAISRESERVAS PARTICULARESRESTAURAÇÃO DE ECOSSISTEMASRESTAURAÇÃO DE AMBIENTES DEGRADADOSCORREDORES DE BIODIVERSIDADEBIODIVERSIDADEPROTEÇÃO DE BIOMASÁREAS DE ÁREAS DE CONSERVAÇÃO DE USO DIRETOÁREAS DE CONSERVAÇÃO DE USO INDIRETOFLORESTAS NACIONAISRESERVAS PARTICULARESRESTAURAÇÃO DE ECOSSISTEMASRESTAURAÇÃO DE AMBIENTES DEGRADADOSCORREDORES DE BIODIVERSIDADE
  9. 9. CRESCIMENTO POPULACIONALDEMANDA POR MADEIRAPLANTAÇÕES FLORESTAISRECICLAGEMAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS ATUAISDEMANDA POR ALIMENTOSPLANTAÇÕES FLORESTAIS - SISTEMAS AGROFLORESTAISDEMANDA POR ENERGIAPLANTAÇÕES FLORESTAISPETRÓLEOHIDRELÉTRICASATÔMICACRESCIMENTO POPULACIONALDEMANDA POR MADEIRAPLANTAÇÕES FLORESTAISRECICLAGEMAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS ATUAISDEMANDA POR ALIMENTOSPLANTAÇÕES FLORESTAIS - SISTEMAS AGROFLORESTAISDEMANDA POR ENERGIAPLANTAÇÕES FLORESTAISPETRÓLEOHIDRELÉTRICASATÔMICA
  10. 10. CRESCIMENTO POPULACIONALDEMANDA POR ÁGUAFLORESTAS DE PROTEÇÃODESSALINIZAÇÃODEMANDAS POR ARTEFATOS DE BORRACHAPLANTAÇÕES FLORESTAISRECICLAGEMCRESCIMENTO POPULACIONALDEMANDA POR ÁGUAFLORESTAS DE PROTEÇÃODESSALINIZAÇÃODEMANDAS POR ARTEFATOS DE BORRACHAPLANTAÇÕES FLORESTAISRECICLAGEM
  11. 11. CRESCIMENTO POPULACIONALDOBROU DE 1850 A 1950DOBROU APÓS 1950A CADA 4 a 5 DÉCADAS SOMAM-SE 900 MILHÕESCRESCIMENTO POPULACIONALDOBROU DE 1850 A 1950DOBROU APÓS 1950A CADA 4 a 5 DÉCADAS SOMAM-SE 900 MILHÕES
  12. 12. CONSUMO PERCAPITA DE MADEIRAMÉDIA MUNDIAL 0,67 m 3POR PESSOA, POR ANOMÉDIA AMERICANA 1,7 m 3POR PESSOA, POR ANO1,6 BILHÕES DE METROS CÚBICOS/ANOESTUDOS DA FAO PROJETAM PARA 2050 DE 2 a 3 BILHÕES DE METROS CÚBICOS/ANOHÁ ESTIMATIVAS DE ATÉ 3,5 BILHÕESESTADOS UNIDOS CONSOMEM, ATUALMENTE, UM TERÇOCASO O CONSUMO MÉDIO PERCAPITA ATINGISSE O PADRÃO AMERICANO O CONSUMOPASSARIA A 10 BILHÕES DE METROS CÚBICOSO CONSUMO DE MADEIRA É ESTREITAMENTE LIGADO AO CRESCIMENTO DAPOPULAÇÃO E DA RENDA. ESTIMA-SE UM AUMENTO APROXIMADO DE 60MILHÕES DE METROS CÚBICOS, AO ANO, NA DEMANDA MUNDIALCONSUMO PERCAPITA DE MADEIRAMÉDIA MUNDIAL 0,67 m 3POR PESSOA, POR ANOMÉDIA AMERICANA 1,7 m 3POR PESSOA, POR ANO1,6 BILHÕES DE METROS CÚBICOS/ANOESTUDOS DA FAO PROJETAM PARA 2050 DE 2 a 3 BILHÕES DE METROS CÚBICOS/ANOHÁ ESTIMATIVAS DE ATÉ 3,5 BILHÕESESTADOS UNIDOS CONSOMEM, ATUALMENTE, UM TERÇOCASO O CONSUMO MÉDIO PERCAPITA ATINGISSE O PADRÃO AMERICANO O CONSUMOPASSARIA A 10 BILHÕES DE METROS CÚBICOSO CONSUMO DE MADEIRA É ESTREITAMENTE LIGADO AO CRESCIMENTO DAPOPULAÇÃO E DA RENDA. ESTIMA-SE UM AUMENTO APROXIMADO DE 60MILHÕES DE METROS CÚBICOS, AO ANO, NA DEMANDA MUNDIAL
  13. 13. DESERTIFICAÇÃODESMATAMENTOMAU USO AGRÍCOLAPROBLEMAS CLIMÁTICOSDESERTIFICAÇÃODESMATAMENTOMAU USO AGRÍCOLAPROBLEMAS CLIMÁTICOS
  14. 14. EMPREGOREFLORESTAMENTOSPLANTAÇÕES FLORESTAISUNIDADES DE CONSERVAÇÃOECOTURISMOEMPRESAS DE TRANSFORMAÇÃOEMPRESAS DE CONSTRUÇÃO CIVILEMPREGOREFLORESTAMENTOSPLANTAÇÕES FLORESTAISUNIDADES DE CONSERVAÇÃOECOTURISMOEMPRESAS DE TRANSFORMAÇÃOEMPRESAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL
  15. 15. ENERGIALENHAPLANTAÇÕES FLORESTAISEXTRATIVISMOCARVÃOPLANTAÇÕES FLORESTAISEXTRATIVISMOOUTRAS FONTESENERGIALENHAPLANTAÇÕES FLORESTAISEXTRATIVISMOCARVÃOPLANTAÇÕES FLORESTAISEXTRATIVISMOOUTRAS FONTES
  16. 16. MISÉRIAFOMEAGRESSÃO AO AMBIENTEMISÉRIAFOMEAGRESSÃO AO AMBIENTE
  17. 17. MUDANÇA CLIMÁTICASMODIFICAÇÕES DE ESPÉCIESMODIFICAÇÃO DE FONTES DE PRODUÇÃOMUDANÇA CLIMÁTICASMODIFICAÇÕES DE ESPÉCIESMODIFICAÇÃO DE FONTES DE PRODUÇÃO
  18. 18. O SÉCULO 20 ENCERROU COM GRANDE PARTEDA SOCIEDADE BRASILEIRA E MUNDIAL,ATRIBUINDO AO AGRONEGÓCIO FLORESTAL AGERAÇÃO DE INÚMEROS PROBLEMASAMBIENTAISO SÉCULO 20 ENCERROU COM GRANDE PARTEDA SOCIEDADE BRASILEIRA E MUNDIAL,ATRIBUINDO AO AGRONEGÓCIO FLORESTAL AGERAÇÃO DE INÚMEROS PROBLEMASAMBIENTAIS
  19. 19. DESTACAM-SE DENTRE ELESINCÊNDIOS FLORESTAISDESMATAMENTOCONTRABANDO DE MADEIRASEXTINÇÃO DE ESPÉCIESEXACERBAÇÃO DAS TROCAS CLIMÁTICASINCÊNDIOS FLORESTAISDESMATAMENTOCONTRABANDO DE MADEIRASEXTINÇÃO DE ESPÉCIESEXACERBAÇÃO DAS TROCAS CLIMÁTICAS
  20. 20. MANCHETES“METADE DA COBERTURAFLORESTAL ORIGINAL DO MUNDOTEM SIDO DESTRUÍDA NOS ÚLTIMOSCINQUENTA ANOS”“METADE DA COBERTURAFLORESTAL ORIGINAL DO MUNDOTEM SIDO DESTRUÍDA NOS ÚLTIMOSCINQUENTA ANOS”
  21. 21. MANCHETES“AS PERCENTAGENS DE MADEIRAILEGAL EXTRAÍDA NA AMAZÔNIA, NAINDONÉSIA E NO CAMEROON SÃO DE80%, 70 e 60%, RESPECTIVAMENTE“AS PERCENTAGENS DE MADEIRAILEGAL EXTRAÍDA NA AMAZÔNIA, NAINDONÉSIA E NO CAMEROON SÃO DE80%, 70 e 60%, RESPECTIVAMENTE
  22. 22. É PRECISO REPENSAR O SETOR NOSÉCULO 21, À LUZ DA NOVAORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADEMODERNAÉ PRECISO REPENSAR O SETOR NOSÉCULO 21, À LUZ DA NOVAORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADEMODERNA
  23. 23. DE ONDE VEM A MADEIRA?25 PAÍSES PRODUZEM 90% DA MADEIRA DOMUNDO800 MILHÕES DE HECTARESDE ONDE VEM A MADEIRA?25 PAÍSES PRODUZEM 90% DA MADEIRA DOMUNDO800 MILHÕES DE HECTARES
  24. 24. 50 MILHÕES DE HECTARES DE FRC (SOMENTE AQUELASCOM ROTAÇÕES MENORES QUE 50 ANOS) PRODUZEM 20%DA MADEIRA DO MUNDOÁREA EQUIVALENTE A 0,33 % DA ÁREA DE TERRAS DOMUNDOCONCENTRAM-SE NO SUL DOS ESTADOS UNIDOS,BRASIL, CHILE, ÁFRICA DO SUL, NOVA ZELÂNDIA EAUSTRÁLIAPRODUTIVIDADE 5 a 10 VEZES MAIOR QUE A MÉDIAGLOBALPROJETA-SE PARA 2050, 80 MILHÕES DE HECTARES DEFRC50 MILHÕES DE HECTARES DE FRC (SOMENTE AQUELASCOM ROTAÇÕES MENORES QUE 50 ANOS) PRODUZEM 20%DA MADEIRA DO MUNDOÁREA EQUIVALENTE A 0,33 % DA ÁREA DE TERRAS DOMUNDOCONCENTRAM-SE NO SUL DOS ESTADOS UNIDOS,BRASIL, CHILE, ÁFRICA DO SUL, NOVA ZELÂNDIA EAUSTRÁLIAPRODUTIVIDADE 5 a 10 VEZES MAIOR QUE A MÉDIAGLOBALPROJETA-SE PARA 2050, 80 MILHÕES DE HECTARES DEFRC
  25. 25. HÁ NECESSIDADE, NO ENTANTO DE SEREPENSAR A PRODUÇÃO À LUZ DO QUE VIMOSNO SÉCULO 20 E DO PRESSÃO QUE ASOCIEDADE FARÁ NO SÉCULO 21HÁ NECESSIDADE, NO ENTANTO DE SEREPENSAR A PRODUÇÃO À LUZ DO QUE VIMOSNO SÉCULO 20 E DO PRESSÃO QUE ASOCIEDADE FARÁ NO SÉCULO 21
  26. 26. AUMENTANDO A EFICIÊNCIA E EFICÁCIA DAEXPLORAÇÃO E DA CONVERSÃO DA MATÉRIA-PRIMAPRODUZINDO MAIS MADEIRA EM MENOS ÁREAMELHORANDO O RENDIMENTO DAS INDÚSTRIASMELHORANDO AS PRÁTICAS DE MANEJO SUSTENTADO PARAPRODUÇÃO MADEIREIRAEXPLORAÇÃO DE BAIXO IMPACTOMELHOR PLANEJAMENTOMELHORES TRATAMENTOS PÓS-COLHEITAREDUZ DANOS AO ESTANDE INICIALMELHORA A REGENERAÇÃO NATURALDIMINUI O INTERVALO ENTRE COLHEITASAUMENTANDO A EFICIÊNCIA E EFICÁCIA DAEXPLORAÇÃO E DA CONVERSÃO DA MATÉRIA-PRIMAPRODUZINDO MAIS MADEIRA EM MENOS ÁREAMELHORANDO O RENDIMENTO DAS INDÚSTRIASMELHORANDO AS PRÁTICAS DE MANEJO SUSTENTADO PARAPRODUÇÃO MADEIREIRAEXPLORAÇÃO DE BAIXO IMPACTOMELHOR PLANEJAMENTOMELHORES TRATAMENTOS PÓS-COLHEITAREDUZ DANOS AO ESTANDE INICIALMELHORA A REGENERAÇÃO NATURALDIMINUI O INTERVALO ENTRE COLHEITAS
  27. 27. TENDO UMA INTERLOCUÇÃO MELHOR COM ASOCIEDADETORNANDO AS GRANDES PLANTAÇÕES BIODIVERSASGERANDO MAIS EMPREGOSINTEGRAÇÃO COM PEQUENOS E MÉDIOSDEIXANDO MENOS RESÍDUOSAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS DAS PLANTAÇÕESAPROVEITANDO RESÍDUOS DA INDÚSTRIATRABALHANDO MELHOR SUA IMAGEM NO ENTORNOPROGRAMAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTALTENDO UMA INTERLOCUÇÃO MELHOR COM ASOCIEDADETORNANDO AS GRANDES PLANTAÇÕES BIODIVERSASGERANDO MAIS EMPREGOSINTEGRAÇÃO COM PEQUENOS E MÉDIOSDEIXANDO MENOS RESÍDUOSAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS DAS PLANTAÇÕESAPROVEITANDO RESÍDUOS DA INDÚSTRIATRABALHANDO MELHOR SUA IMAGEM NO ENTORNOPROGRAMAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
  28. 28. MELHORIA DO MANEJOSUSTENTADO PARA PRODUÇÃOMADEIREIRA
  29. 29. EXPLORAÇÃO DE BAIXO IMPACTOMELHOR PLANEJAMENTOMELHORES TRATAMENTOS PÓS-COLHEITAREDUZ DANOS AO ESTANDE INICIALMELHORA A REGENERAÇÃO NATURALDIMINUI O INTERVALO ENTRE COLHEITASEXPLORAÇÃO DE BAIXO IMPACTOMELHOR PLANEJAMENTOMELHORES TRATAMENTOS PÓS-COLHEITAREDUZ DANOS AO ESTANDE INICIALMELHORA A REGENERAÇÃO NATURALDIMINUI O INTERVALO ENTRE COLHEITAS
  30. 30. DIMINUIÇÃO DO DESPERDÍCIO NACONVERSÃO DA MATÉRIA PRIMADIMINUIÇÃO DO DESPERDÍCIO NACONVERSÃO DA MATÉRIA PRIMA
  31. 31. DIMINUIÇÃO DO DESPERDÍCIOSERRARIASEUROPAAS MELHORES SERRARIAS EUROPÉIAS TÊM RENDIMENTO DECERCA DE 70%CHIPS E SERRAGEM SÃO USADOS PARA “PARTICLEBOARD”,PAPEL; PRODUÇÃO DE ENERGIAPAÍSES SUBDESENVOLVIDOSRENDIMENTO EM TORNO DE 30%POUCO USO DE CHIPS E SERRAGEMDIMINUIÇÃO DO DESPERDÍCIOSERRARIASEUROPAAS MELHORES SERRARIAS EUROPÉIAS TÊM RENDIMENTO DECERCA DE 70%CHIPS E SERRAGEM SÃO USADOS PARA “PARTICLEBOARD”,PAPEL; PRODUÇÃO DE ENERGIAPAÍSES SUBDESENVOLVIDOSRENDIMENTO EM TORNO DE 30%POUCO USO DE CHIPS E SERRAGEM
  32. 32. INDÚSTRIAS DE PAPELMELHORIA DOS PROCESSOS LEVARÁ A MENOSTONELADA DE MATÉRIA PRIMA POR TONELADA DEPAPEL PRODUZIDOMELHORAMENTO DE ESPÉCIES AUMENTARÃO ORENDIMENTORECICLAGEM (JÁ DOBROU A PARTIR DE 1970 ETEM ESPAÇO PARA CONTINUAR CRESCENDO)INDÚSTRIAS DE PAPELMELHORIA DOS PROCESSOS LEVARÁ A MENOSTONELADA DE MATÉRIA PRIMA POR TONELADA DEPAPEL PRODUZIDOMELHORAMENTO DE ESPÉCIES AUMENTARÃO ORENDIMENTORECICLAGEM (JÁ DOBROU A PARTIR DE 1970 ETEM ESPAÇO PARA CONTINUAR CRESCENDO)
  33. 33. A TENDÊNCIA É PRODUZIR MAIS PRODUTO PORÁRVOREOSB - ORIENTED STRAND BOARDMDF - MEDIUM DENSITY FIBREBOARDLVL - LAMINADOA TECNOLOGIA PODERÁ REDUZIR DRASTICAMENTE AQUANTIDADE DE MATÉRIA PRIMA ORIUNDA DE FLORESTASNATURAISA TENDÊNCIA É PRODUZIR MAIS PRODUTO PORÁRVOREOSB - ORIENTED STRAND BOARDMDF - MEDIUM DENSITY FIBREBOARDLVL - LAMINADOA TECNOLOGIA PODERÁ REDUZIR DRASTICAMENTE AQUANTIDADE DE MATÉRIA PRIMA ORIUNDA DE FLORESTASNATURAIS
  34. 34. INTERDEPENDÊNCIACRIAÇÃO DE UMA NOVA CULTURA CORPORATIVAAÇÃO VOLUNTÁRIAECO-EFICIÊNCIABUSCAR OPORTUNIDADES PARA O CRESCIMENTOINVESTIR NA CRIATIVIDADERECOMPENSAR AS AÇÕES AMBIENTAISCERTIFICAÇÃO INDEPENDENTEAPRENDIZADO FÁCILRELACIONAMENTO COM CONSUMIDORES E COM ACOMUNIDADEINTERDEPENDÊNCIACRIAÇÃO DE UMA NOVA CULTURA CORPORATIVAAÇÃO VOLUNTÁRIAECO-EFICIÊNCIABUSCAR OPORTUNIDADES PARA O CRESCIMENTOINVESTIR NA CRIATIVIDADERECOMPENSAR AS AÇÕES AMBIENTAISCERTIFICAÇÃO INDEPENDENTEAPRENDIZADO FÁCILRELACIONAMENTO COM CONSUMIDORES E COM ACOMUNIDADE

×