Sistemas Agroflorestais (SAF's) UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS – MESTRADO ...
Conceito <ul><li>“ Os sistemas agroflorestais são uma alternativa sustentável de produção agropecuária.” (CARVALHO  et al ...
<ul><li>“ Os sistemas agroflorestais (SAF) são uma relevante estratégia de uso da terra com vistas a produção de alimentos...
Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
<ul><li>Vantagens de um sistema sem queima:  </li></ul><ul><ul><li>melhor balanço de nutrientes, </li></ul></ul><ul><ul><l...
Fonte: André Rocha
<ul><li>“ O solo sob sistema agroflorestal apresenta qualidade superior, quando comparado ao mesmo solo cultivado em siste...
Fonte: André Rocha
Fonte: André Rocha
<ul><li>A reposição da cobertura vegetal de bracatinga em sistemas agroflorestal tradicional da região metropolitana de Cu...
“ Cada pessoa em sua existência pode ter duas atitudes: construir ou plantar. Os construtores podem demorar anos em suas t...
Referências Bibliográficas <ul><li>CARVALHO, R.  et al  .  Atributos físicos da qualidade de um solo sob sistema agroflore...
<ul><li>BOLFE, E.L.  et al .  Sistemas agroflorestais e sua potencialidade como serviços ambientais na agricultura familia...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema agroflorestal andré rocha

6.712 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Sistema agroflorestal andré rocha

  1. 1. Sistemas Agroflorestais (SAF's) UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS – MESTRADO DISCIPLINA INTERAÇÕES SOLO-PLANTA-ATMOSFÉRA André Rocha
  2. 2. Conceito <ul><li>“ Os sistemas agroflorestais são uma alternativa sustentável de produção agropecuária.” (CARVALHO et al , 2004) </li></ul><ul><li>“ Minimiza os efeitos da intervenção do homem.” (CARVALHO et al , 2004) </li></ul>
  3. 3. <ul><li>“ Os sistemas agroflorestais (SAF) são uma relevante estratégia de uso da terra com vistas a produção de alimentos e fibras e apresentam-se ainda como importantes acumuladores de biomassa, podendo contribuir significativamente no processo de seqüestro de CO 2 e a redução do efeito estufa, indicando sustentabilidade ambiental e econômica por meio do mercado mundial de créditos de Carbono.” </li></ul>(BOLFE et al , ?)
  4. 4. Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
  5. 5. Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
  6. 6. Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
  7. 7. Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
  8. 8. Fonte: EMBRAPA Meio Ambiente, 2007
  9. 9. <ul><li>Vantagens de um sistema sem queima: </li></ul><ul><ul><li>melhor balanço de nutrientes, </li></ul></ul><ul><ul><li>qualidade do solo, </li></ul></ul><ul><ul><li>regulação térmica do solo </li></ul></ul><ul><ul><li>melhor conservação da água, </li></ul></ul><ul><ul><li>intensificação do sistema de produção, </li></ul></ul><ul><ul><li>redução na incidência de plantas espontâneas </li></ul></ul><ul><ul><li>oferta de serviços ambientais, como, por exemplo, o seqüestro de carbono. </li></ul></ul>(SAMPAIO et al , 2007)
  10. 10. Fonte: André Rocha
  11. 11. <ul><li>“ O solo sob sistema agroflorestal apresenta qualidade superior, quando comparado ao mesmo solo cultivado em sistema convencional, apresentando menor densidade, maior porosidade, menor resistência à penetração e maior agregação.” (CARVALHO et al , 2004) </li></ul>
  12. 12. Fonte: André Rocha
  13. 13. Fonte: André Rocha
  14. 14. <ul><li>A reposição da cobertura vegetal de bracatinga em sistemas agroflorestal tradicional da região metropolitana de Curitiba sem uso do fogo, aumenta o controle da erosão e a fixação dos nutrientes no solo, dando maior sustentabilidade da atividade florestal. (POMIANOSKI, 2005) </li></ul>
  15. 15. “ Cada pessoa em sua existência pode ter duas atitudes: construir ou plantar. Os construtores podem demorar anos em suas tarefas, mas um dia terminam aquilo que estavam fazendo. Então param e ficam limitados por suas próprias paredes. A vida perde o sentido quando a construção acaba. Mas existem os que plantam. Estes, às vezes, sofrem com tempestades, com as estações, e raramente descansam. Mas ao contrário de um edifício, O jardim jamais para de crescer. E, ao mesmo tempo que exige atenção do jardineiro, Também permite que, para ele, A vida seja uma grande aventura. Os jardineiros sempre se reconhecerão entre si Porque sabem que na história de cada planta Está o crescimento de toda a Terra.” (Paulo Coelho)
  16. 16. Referências Bibliográficas <ul><li>CARVALHO, R. et al . Atributos físicos da qualidade de um solo sob sistema agroflorestal. Rev. Pesq. agropec. bras. , Brasília, v.39, n.11, p.1153-1155, nov. 2004. </li></ul><ul><li>SAMPAIO, C.A. et. al. C orte e trituração da capoeira sem queima como alternativa de uso da terra, rumo à sustentabilidade florestal: o caso tipitamba em igarapé-açu-pará. IX ENGEMA - encontro nacional sobre gestão empresarial e meio ambiente.Curitiba, 19 a 21 de novembro de 2007. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>BOLFE, E.L. et al . Sistemas agroflorestais e sua potencialidade como serviços ambientais na agricultura familiar. [?]. Disponível em: < http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/26002/1/03tema07.pdf >. Acessado em 29 ago 2011. </li></ul><ul><li>POMIANOSKI, D. Perdas de solo e água em sistemas agroflorestais da bracatinga (mimosa scabrella bentham) em diferentes declividades e manejos. [Dissertação mestrado em ci~encias do solo]. UFPR, 2005. </li></ul>

×