Seminario soja-rocio aguilar

1.401 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.401
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
671
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminario soja-rocio aguilar

  1. 1. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ <br />CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E TECNOLOGIA <br />PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS <br />soja: Expansão, dinâmica e cultivo no município de Santarém- Pará.<br />DISCENTE: ALBA ROCIO AGUILaR PIRATOBA<br />
  2. 2. Generalidades <br />Soja Glycinemax,<br />Tabela 1- Composição Nutricional da Soja<br />Fonte: IBGE, 1999<br />Soja: Comum Países de Oriente (vegetarianos )<br />Brasil: cultivada em 1901 na Estação Agropecuária de Campinas, chega com mais intensidade com a imigração de japoneses (1908).<br />Introduzida oficialmente no Rio Grande do Sul em 1914<br />Expansão nos anos 70, interesses econômico.<br />
  3. 3. CULTIVO<br />A soja tem dois períodos críticos bem definidos, relação à falta de água: da semeadura à emergência e no enchimento dos grãos. Durante a germinação, tanto o excesso como a falta de água são prejudiciais ao estabelecimento da cultura. Durante esse período, excessos hídricos são mais limitantes* que déficits (SALINAS et al., 1989). <br />Ciclo 100 a 160 dias <br />Condições do solo:pH 5,5-6,5; fertilidade, bem drenados<br />Fatores meteorológicos: Boa radiação solar, Alta temperatura no ar, Regularidade de precipitações no ciclo.<br />*A planta exigências hídricas. FLORECIMENTO, INICIO DE FORMAÇÃO DE LEGUMES <br />
  4. 4. Produção:<br />Principal interesse:<br />Industria do óleo. Necessidades do mercado mundial.<br />Maior força na década dos 90.<br />Soja em Santarém.<br />Palco do avance do cultivo de soja na Região (Amazônia Legal), FLEXOR, et al., 2006.<br />Iniciou meados do 90 (PA-AM)<br />Incentivo governamental.<br />O estado do Pará saltou de 1.353 toneladas de soja em 1997 para 99.437 toneladas em 2004. <br />30% da produção no estado (IBGE, PAM, 2004).<br />Chega no ano 1999 ao município, mais em 2002 ocorre a grande expansão da área plantada<br />
  5. 5. Desmatamento<br />Desmatamentos isolados ocorrem para o cultivo de soja.<br />EMBRAPA: Recomendações Técnicas para o cultivo: Áreas Antro- pisadas.<br />Do lado da cultura da Soja:<br />Culturas estão perto de bacias hidrográficas, ocupação diversificada, Protegidas. <br />
  6. 6. Figura 1- Mapa de desmatamento<br />
  7. 7. A Cargill e o desenvolvimento da Soja:<br />Maior empresa Norte- americana do Setor agrícola<br />Maior exportadora no Brasil, Segunda no processamento de grãos.<br />Estrutura: portos, armazéns e estações compradoras, nas regiões produtoras.<br />Investimentos à logística da soja no país: Construí um terminal de exportação no Porto de Santarém. <br />Exportando: México, países de Europa, Japão, e China.<br />FLEXOR, et al., 2006.<br />Estímulos na Região, Planos “Brasil para todos” e “Avança Brasil”<br /> Contribuição: Importante expansão do cultivo. <br />
  8. 8. Dados do IBGE 2004 (Gráfico - 1) mostram que aumenta a produção da soja, também diminuem a produção de outros alimentos.<br />(Gráfico - 1) Produção de alimentos em Santarém<br />Fonte: IBGE - Produção Agrícola Municipal.<br /> (Carvalho, 2005)<br />
  9. 9. Impactos ambientais e sociais gerados com a sojicultura são desastrosos.<br />Êxodo rural e todos os desdobramentos derivados.<br />Desaparecimento de igarapés e redução da quantidade de água, mudanças na cor dos rios (Agrotóxicos e matéria orgânica).<br />O clima ficou mais quente; Empobrecimento biológico.<br />Algumas comunidades estão desaparecendo.<br />Aumento de acidentes com cobras; doenças como dengue, malária.<br />É possível frear, PROPOSTAS:<br /><ul><li>Ordenamento territorial, participação das organizações.
  10. 10. Ampliação da unidade de Conservação.
  11. 11. Projetos de assentamento agroextrativistas
  12. 12. Campanha junto a consumidores/as
  13. 13. Ampliação e fortalecimento do PROAMBIENTE – compensação por serviços ambientais.</li></ul>(Carvalho, 2005)<br />
  14. 14. Tabela- 2 Produção de soja dos municípios do Pará<br />Fonte: (IBGE), Produção Agrícola Municipal, 2005.<br />Circuito espacial da Soja<br />Elementos:<br />Fabrica de insumos<br />Insumos<br />Esmagadoras e refinadoras (Cooperativa, empresas)<br />Indústria<br />Atacado<br />Armazéns (empresas, cooperativas)<br />Porto<br />Transporte<br />Mercado interno - Mercado externo<br />
  15. 15. Figura 2- CIRCUITO ESPACIAL PRODUTIVO DA SOJA <br /> Mercado externo<br />Armazéns (empresas, cooperativas)<br />Porto<br />Fabrica de<br />insumos<br />Indústria<br />Insumos<br />Produtores<br />Porto<br />Atacado<br />Esmagadoras e refinadoras (Cooperativa, empresas)<br />Mercado <br />interno<br />Fonte: FEDRICO, 2005 <br />
  16. 16. OBRIGADA<br />

×