1.1.2 plano da salvacao

426 visualizações

Publicada em

livro evangelico

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
426
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1.1.2 plano da salvacao

  1. 1. Plano  da  Salvação  Módulo:  Introdução  Departamento  de  Ensino  1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc    
  2. 2. 2    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  1. Introdução  Responda  para  si  as  seguintes  perguntas:  1. Se  você  morresse  hoje,  para  onde  você  iria?  2. Se  você  morresse  hoje  e  ao  comparecer  diante  de  Deus,  Ele  lhe  perguntasse:  Por  que  devo  permitir  que  você  entre  e  venha  viver  eternamente  comigo  no  céu?  O  que  você  responderia?  1.1. O  que  veremos  nesta  aula...  Neste  encontro  estudaremos  os  seguintes  tópicos:  • A  comunhão  original  entre  Deus  e  o  Homem;  • A  queda  do  Homem;  o  pecado;  a  justiça  e  o  juízo;  • Plano  de  Deus  para  salvar  o  Homem;  • Algumas  considerações  sobre  a  salvação.  2. A  comunhão  original  entre  Deus  e  o  Homem  2.1. Criação  Há  milhares  de  anos,  Deus  criou  os  céus  e  a  terra.  Ele  criou  o  sol,  a  lua  e  as  estrelas.  Todas  as  árvores,  flores  e  ervas  foram  feitas  pelo  Deus  da  Criação.  Ele  fez  os  pássaros,  os  peixes  e  os  animais.  Mas  aquilo  que  era  o  mais  belo  da  criação  de  Deus  era  o  homem.    Deus  fez  um  homem,  e  quando  Ele  viu  que  este  homem  era  solitário  sozinho,  Ele  também  fez  a  mulher,  a  partir  da  costela  do  homem,  para  ela  ser  uma  companheira  e  para  o  confortar.  Ele  deu  o  nome  de  Adão  ao  homem.  O  homem  deu  à  mulher  o  nome  de  Eva.    Um  lindo  Jardim  chamado  Éden  foi  preparado  por  Deus  para  ser  um  lar  para  Adão  e  Eva.  Não  se  sabe  quanto  tempo  eles  viveram  em  felicidade;  mas  o  que  se  sabe  é  que,  enquanto  eles  obedecessem  a  Deus,  e  não  pecassem,  eles  eram  muito  felizes.  2.2. Duas  Árvores  Especiais    Deus  colocou  duas  árvores  especiais  no  jardim.  Essas  arvores  não  pertenciam  a  Adão  e  Eva;  pertenciam  a  Deus.  Uma  era  a  Árvore  da  Vida;  comer  dela  significava  que  nunca  morreriam.  A  outra   árvore   era   a   Árvore   do   Conhecimento   do   Bem   e   do   Mal;   comer   dela   significava   que  conheceriam  o  bem  e  o  mal.  Era  o  dever  de  Adão,  como  marido,  cuidar  de  todo  o  jardim,  e  podiam  comer  dele  livremente,  mas  era-­‐lhes  proibido  comer  da  Árvore  do  Conhecimento  do  Bem  e  do  Mal.  Se  desobedecessem  a  Deus  e  comessem  dessa  árvore,  seria  um  grande  pecado,  e  eles  morreriam.  
  3. 3. 3    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  Deus  não  queria  que  o  homem  conhecesse  o  mal;  por  isso,  proibiu  os  Seus  filhos  de  comerem  dessa  árvore.  Da  mesma  maneira  que  nós  não  queremos  que  os  nossos  filhos  saibam  o  que  é  o  pecado   e   participem   das   coisas   malignas   deste   mundo,   Deus   não   queria   que   Adão   e   Eva  perdessem  a  sua  doce  inocência.  A  inocência  é  pura,  limpa  e  santa.  3. A  queda  do  Homem  Muitos   anos   antes   de   Deus   criar   o   mundo,   havia   um   local   que   Deus   tinha   preparado   nos  lugares  celestiais  que  se  chama  Céu.  Deus  linha  feito  milhares  e  milhares  de  seres  celestiais  que   O   serviam   e   adoravam.   Nós   conhecemos   estas   criaturas   celestiais   como   anjos.   Havia  ordem  perfeita  entre  estas  hostes.  Os  capitães  que  estavam  no  comando  sobre  eles  eram  os  chefes  dos  anjos,  chamados  arcanjos.  3.1. Lúcifer  Numa   altura,   durante   esses   tempos   do   passado,   um   dos   chefes   dos   anjos,   cujo   nome   era  Lúcifer,  tornou-­‐se  orgulhoso  e  rebelde.  Juntou  para  o  lado  dele  uma  grande  quantidade  de  anjos,   e,   juntos,   deram   inicio   a   uma   rebelião   para   tomar   o   poder   do   trono   que   pertencia  somente  a  Deus.  O  resultado  disto  foi  que  Deus  castigou  Lúcifer  e  os  anjos  que  se  rebelaram,  expulsando-­‐os  do  Céu.  Deus  preparou  um  lugar  de  castigo  para  eles.  Esse  lugar  de  castigo  é  um  terrível  Lago  de  Fogo.  3.2. Engano  Como  resultado  da  sua  queda,  Lúcifer,  o  qual  é  o  diabo,  tenta  destruir  a  bela  obra  da  criação  de  Deus.  Ele  entrou  no  Jardim  na  forma  de  serpente,  e  com  sutileza  e  astúcia  enganou  Eva,  fazendo  com  que  ela  comesse  do  fruto  da  Árvore  do  Conhecimento  do  Bem  e  do  Mal.  Eva  deu  do  fruto  a  Adão,  o  qual  também  comeu  dele.  3.3. Castigo    Deus  castigou-­‐os,  mandando  que  eles  saíssem  do  jardim.  Ele  fez  isso  porque  sabia  que  eles  seriam  tentados  a  comer  da  Árvore  da  Vida  e  viverem  para  sempre  nos  seus  pecados.  Desta  forma,  Deus  nunca  poderia  ter  comunhão  com  o  homem,  criado  para  ter  comunhão  com  Ele.  A  maldição  veio  da  parte  de  Deus  sobre  a  primeira  família  por  causa  da  desobediência.  Desde  então,  todos  os  seus  descendentes  -­‐  pessoas  daquela  época  até  hoje  -­‐  nascem  com  o  desejo  de  pecar.  Essa  natureza  pecaminosa  manifesta-­‐se  pouco  depois  de  uma  criança  saber  falar,  e  às  vezes  antes.    Grande   era   a   tristeza   de   Adão   e   Eva   quando   foram   expulsos   por   Deus   do   seu   lindo   lar.   No  entanto,  Deus  disse  que  proveria  um  meio  de  os  livrar  da  maldição  do  pecado,  e  voltar  a  ter  comunhão  com  eles.  
  4. 4. 4    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  3.4. O  Pecado  O  pecado  iniciou  na  humanidade  com  Adão  e  Eva  ao  desobedecerem  a  Deus.  De  fato,  Adão  tomou  a  decisão  consciente  de  não  ficar  sob  a  autoridade  de  Deus.  Veja  Gênesis  capítulos  2  e  3  (história  do  pecado).  A  interpretação  mais  conhecida  de  pecado  é  “Errar  o  alvo”  ou  “Não  alcançar  a  meta”.  Deus  estabeleceu  um  padrão  para  o  Homem,  e  quando  este  padrão  não  é  alcançado,  o  Homem  está  em  pecado.  No   mundo   se   aprende   que   pecado   é   matar,   roubar   e   prostituir.   Mas   a   Bíblia   mostra   com  clareza  que  pecado  é  muito  mais  que  isso.  O  evangelista  João  fala  sobre  o  pecado:  Todo aquele que comete pecado, transgride a lei, pois pecado é atransgressão da lei (I João 3:4)O  termo  “transgressão  da  lei”  tem  um  sentido  amplo:  • É  ferir  a  lei  de  Deus;  • É  o  abandono  dos  padrões  de  Deus  (Isaías  1:4);  • É  tudo  o  que  fazemos  que  desagrada  a  Deus  (Salmo  51:4);  • É  rebelião  contra  Deus  (Judas  14-­‐16);  • É  também  a  omissão  de  fazer  a  coisa  justa  (Tiago  4:17);  A  Bíblia  diz  que  pecado  é:  • A  tendência  natural  para  o  erro  (Romanos  7:15-­‐17);  • A  ação  errada  em  relação  aos  outros  (Tiago  2:9  e  Provérbios  14:21);  • A  descrença  em  Jesus  (João  16:8-­‐9).  Veja  o  que  a  Bíblia  diz  sobre  nossas  atitudes:  Não há justo, nem um sequer. Pois todos pecaram e carecem da glória deDeus. Rm 3:10,23O  versículo  acima  deixa  claro  que,  apesar  de  nos  justificarmos  alegando  que  não  praticamos  o  mal  a  ninguém,  nunca  poderemos  dizer  que  não  somos  pecadores.  Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus ummentiroso, e a sua palavra não está em nós. 1 Jo 1:103.5. O  Juízo  de  Deus  Uma  vez  reconhecido  que  somos  pecadores,  percebemos  que  estamos  em  uma  situação  difícil.  A  Bíblia  é  clara  em  afirmar  que  se  pecarmos,  temos  como  consequência  a  morte.  ... Porque o salário do pecado é a morte... Rm 6:23Mas  o  que  significa  a  morte  aqui?  Nos  textos  bíblicos  temos  várias  referência  à  palavra  morte.  Neste  versículo,  a  morte  tem  três  significados:  
  5. 5. 5    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  1. A  morte  física:  quando  o  Homem  foi  expulso  do  Édem,  não  mais  pôde  se  alimentar  da  Árvore  da  Vida  e  ficou  sujeito  ao  envelhecimento  e  morte  da  carne;  2. A   morte   espiritual:   no   mesmo   evento   mencionado   acima,   o   Homem   perdeu   a  constante   comunhão   com   Deus,   ficando   sujeito   apenas   às   decisões   próprias.   Nesta  condição,  o  Homem  nunca  mais  poderia  encontrar  a  Deus  por  suas  próprias  forças;  3. A  morte  eterna:  esta  é  a  principal  e  mais  terrível!  Morte  eterna  é  a  consumação  final  da  separação  do  Homem  e  Deus,  que  ocorrerá  se  nenhuma  intervenção  divina  ocorrer.  Significa  viver  eternamente  apartado  de  Deus  e  de  seu  amor.  E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançando no lago defogo (Apocalipse 20.15).Então dirá também aos que estiverem á sua esquerda: Apartai-vos de mim,malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos" (Mateus25.41).De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele quepisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foisantificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? (Hebreus 10.29)Certamente   Deus   não   quer   que   o   Homem   fique   sujeito   à   este   juízo.   Para   isto,   Deus  estabeleceu  um  plano  de  Salvação,  para  que  todo  que  O  aceite,  seja  livre  deste  juízo.  Muitas  pessoas  pensam  que  não  têm  necessidade  de  salvação  porque  não  acreditam  na  justiça  de  Deus.  Deus  é  imutável  mesmo  ontem,  hoje  e  eternamente.  As  religiões,  de  hoje  em  dia,  apresentam   Deus   apenas   como   amor,   desprovido   de   justiça.   Porém,   a   Bíblia   revela   o  verdadeiro  Deus  como  JUSTIÇA  NOSSA.  Ao  reconhecer  que  é  um  pecador  por  herança,  o  ser  humano  reconhece  que  precisa  de  um  Salvador.  Até  mesmo  Maria,  mãe  terrena  de  Jesus,  chamou  Deus  de  seu  Salvador  (Lucas  1.4  7).  O   pecado,   por   menor   que   seja,   separa   o   homem   de   Deus:   "Porque   todos   pecaram   e  destituídos  estão  da  glória  de  Deus"  (Romanos  3.23).  Reconhecer  sua  condição  de  pecador  e  a  sua  perdição,  apesar  de  igreja  e  religião,  é  clamar  pela  misericórdia  e  graça  de  Deus.  4. O  Plano  de  Deus  para  salvar  o  Homem  Pelo   texto   lido   anteriormente,   percebemos   que   nós,   Homens,   estamos   com   um   imenso  problema!   Somos   pecadores   e   a   consequência   disto   é   a   morte   em   suas   três   formas.   Se  pararmos  este  estudo  por  aqui,  a  vida  não  teria  perspectivas,  e  nos  restaria  apenas  aproveitar  o  pouco  tempo  que  temos  nos  afundando  até  o  pescoço  em  “prazeres  deste  mundo”.  Porém,  Deus,  em  seu  infinito  amor  por  nós,  estabeleceu  um  maravilhoso  plano  que  nos  permite  não  estarmos  sujeitos  a  esta  terrível  condenação.  Por   nossos   pecados,   nós   teríamos   que   morrer...   a   não   ser   que   alguém   morresse   em   meu  lugar?!?  Imagine  que  você  tenha  uma  dívida  impagável  em  um  Banco,  e  um  amigo  decidisse  pagá-­‐la  por  você.   Em   uma   primeira   instância,   compete   a   você   aceitar   ou   não   este   presente.   Mas   este  amigo  não  poderia  ser  qualquer  um.  Se  fosse  alguém  como  você,  também  estaria  sujeito  a    
  6. 6. 6    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  esta  mesma  dívida  e  o  banqueiro  certamente  diria  “como  pode  alguém  que  está  em  dívida  pagar  a  dívida  de  outro?”.  Somente  alguém  que  não  tem  dívida  pode  fazê-­‐lo.  Este  alguém  é  Jesus  Cristo,  que  nasceu  sem  pecado;  sem  a  dívida  que  nos  condena.  Foi  necessário  que  Jesus  Cristo  morresse  em  nosso  lugar  para  que  pudéssemos  ser  feitos  livres.  Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qualde alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-ana cruz. Colossenses 2:14Hoje,  compete-­‐nos  apenas  aceitarmos  o  presente  que  Ele  nos  deu.  Se  recusarmos,  assumimos  conscientemente  as  consequências  impostas  a  Adão  e  todos  os  demais  Homens.  Porquanto Deus enviou seu Filho ao mundo... Para que o mundo fosse salvopor Ele. Jo 3:17Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em CristoJesus. Rm 8:1"E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhumoutro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos". Atos4.12Jesus   Cristo   é   um   Salvador   exclusivista.   A   mensagem   do   Evangelho   garante   que   não   há  salvação   fora   da   morte,   sepultamento   e   ressurreição   de   Cristo   Jesus.   Portanto,   a   pergunta  mais  fundamental  que  o  ser  humano  precisa  responder  durante  a  sua  vida  terrena  é  esta:  Para  onde  irá  quando  morrer?  A  resposta  verbal  está  sujeita  à  crença  e  religião  de  cada  pessoa,  mas  a  verdade,  que  não  reside  em  meras  palavras,  depende  do  relacionamento  que  o  ser  humano  tem  para  com  Jesus  Cristo.    Salvação  não  é  uma  mensagem  exclusiva  desta  ou  daquela  religião;  todavia,  é  uma  mensagem  exclusivamente  bíblica  e  só  há  um  meio  de  salvação:  Jesus  Cristo.  Ele  disse:  "Eu  sou  o  caminho,  a  verdade  e  a  vida;  ninguém  vem  ao  Pai,  senão  por  mim"  (João  14.6).  Como  cordeiro  Ele  veio  ao  mundo  e  morreu  por  todos  os  pecadores.  Um  dia,  Ele  voltará  como  leão  para  julgar  todos  os  povos  pela  maneira  como  creram  no  que  Ele  é  e  pelo  que  Ele  fez.  Ele  é  o  Unigênito  Filho  de  Deus  que  pagou  o  pecado  da  raça  humana  na  cruz  do  Calvário.  É  assim  que  você  crê  nEle?    Como  ser  salvo?  Se  há  milhares  de  religiões  no  mundo,  então  há  milhares  de  respostas  a  esta  pergunta.  Em  meio  a  tantos  ismos,  como  escolher  o  caminho  certo?  O  caminho  é  Jesus  Cristo  e  o  mapa  para  a  salvação  é  A  Bíblia  Sagrada.  O  próprio  Jesus  nos  advertiu  a  seguirmos  a  Bíblia  para  a  nossa  redenção.  Veja  o  que  Ele  disse  em  João  5.39:  "Examinais  as  Escrituras,  porque  vós  cuidais  ter  nelas  a  vida  eterna,  e  são  elas  que  de  mim  testificam".  A  Bíblia  é  cristocêntrica!  O  leitor  sincero  pode  encontrar  Jesus  de  Genesis  a  Apocalipse.  A  última  ordem  que  Cristo  deixou  foi  esta:  "Ide  por  todo  o  mundo,  pregai  o  evangelho  a  toda  criatura"  (Marcos  16.15).  A  palavra  evangelho  significa  "boas  novas"  ou  "boas  notícias".  Os  apóstolos,  bem  como  todos  os  cristãos  verdadeiros  que  conhecem  a  verdade,  anunciam  ao  mundo  que  o  Filho  de  Deus  pagou  por  todos  os  pecados  dos  homens  por  meio  de  Sua  morte.  Não  há  notícia  melhor  do  que  esta.  Não  há  esperança  maior.  Em  suma,  o  Velho  Testamento  se  cumpriu  na  Pessoa  de  Jesus.  Ele  nasceu  de  uma  virgem,  sem  a  natureza  do  pecado,  cumpriu  mais  de  300  profecias  a  respeito  de  Sua  primeira  vinda  ao  mundo,  realizou  milagres  divinos,  desde  a  sujeição  das  forças  da  natureza,  a  transformação  de  substâncias  e  até  a  ressurreição  de  corpos  mortos.  O  maior  milagre,  porém,  foi  a  Sua  própria  ressurreição,  corporal  e  visível.    
  7. 7. 7    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  Os  animais,  que  eram  sacrificados,  na  antiga  religião  judaica,  para  a  expiação  do  pecado,  eram  protótipos   do   verdadeiro   sacrifício   que   seria   feito   por   toda   a   humanidade.   Jesus   Cristo,   O  Cordeiro  de  Deus,  derramou  o  Seu  sangue  imaculado  para  a  redenção  dos  homens.  Qualquer  mensagem  aquém  ou  além  desta  é  mentirosa  e  de  consequências  eternamente  irreparáveis.  Como  ser  salvo?  Deixemos  a  Bíblia  explicar.  5. Considerações  sobre  a  Salvação  Uma   vez   que   entendemos   o   plano   de   Deus   para   a   salvação   do   Homem,   devemos   observar  algumas  de  suas  características  fundamentais.      5.1. A  Salvação  é  pela  graça  e  não  pelas  obras.    "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é domde Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie". Efésios 2:8,9A  palavra  GRAÇA  significa  "favor  não  merecido".  Quando  recebemos  algo  através  da  graça  de  Deus,  isso  significa  que  não  merecíamos  o  favor  DEle.  Se  a  nossa  morada  no  céu  dependesse  de  nossas  boas  obras  (ou  méritos),  então  a  salvação  não  seria  pela  graça  (ou  um  favor  não  merecido  de  Deus).  A  Bíblia  claramente  nos  ensina  que  a  salvação  não  é  dada  devido  às  boas  obras  (méritos  próprios).  Leia  também  Atas  15.11;  Romanos  3.20;  3.24;  4.1-­‐6;  Gálatas  2.16;  2  Timóteo  1.9;  Tito  3.5.  5.1. A   Salvação   é   OBRA   DE   DEUS,   e   não   de  homens.    Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra aaperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo. Filipenses 1.6A  "boa  obra"  mencionada  em  Filipenses  1.6  é  a  salvação  de  nossas  almas.  Nós  já  somos  salvos  AGORA,   mas   na   volta   de   Jesus   recebemos   corpos   glorificados   exatamente   como   o   DEle.  Portanto,  é  muito  bom  que  a  salvação  não  dependa  das  nossas  habilidades  para  completá-­‐la,  mas  de  Deus.  Não  somos  nós  que  seguramos  em  Deus,  mas  é  Ele  quem  nos  segura  pela  mão  e  nos  assegura  a  salvação.  Na  verdade  nenhum  ser  humano  tem  a  capacidade  de  se  "manter  salvo"  ou  "ficar  firme"  até  o  fim,  porque  pecamos  constantemente  (1  João  1.8-­‐10).  Deus  não  só  tem  a  capacidade,  o  poder  e  a  vontade  de  nos  manter  salvos,  mas  Ele  também  promete  nos  guardar  até  a  volta  de  Cristo  (O  dia  do  Senhor  Jesus  Cristo).    Leia  também  João  6.38-­‐40;  10.28,29;  1  Timóteo  2.3,4;  2  Timóteo  1.2;  1  Pedro  1.4,5.  6. Considerações  finais  Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. Mateus 24:13Deus,  através  da  Bíblia,  nos  encoraja  a  perseverar  na  fé  durante  o  tempo  de  nossa  vida.  Não  esmoreça;   não   desista!   É   possível   que   dificuldades   tentem   tirá-­‐lo   do   caminho,   mas   como  lemos  em  Mateus  24:13,  precisamos  permanecer  até  o  fim.    
  8. 8. 8    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  Agora  que  compreendemos  o  Plano  da  Salvação  que  Deus  nos  oferece,  podemos  responder  de  forma  segura  a  pergunta  inicial:  Suponhamos   que   você   morresse   hoje   e   ao   comparecer   diante   de   Deus,   Ele   lhe  perguntasse:  Por  que  devo  permitir  que  você  entre  e  venha  viver  eternamente  comigo  no  céu?  O  que  você  responderia?  De  fato,  nenhuma  obra  que  possamos  fazer  pode  justificar  nosso  acesso  ao  céu.  Não  fazemos  boas   obras   para   sermos   salvos;   fazemos   porque   somos   salvos.   A   salvação   é   pela   graça:   um  presente  imerecido.  A  resposta  a  esta  pergunta  deve  ser:  “Porque  aceitei  o  presente  da  minha  salvação  através  do  sacrifício  perfeito  de  Cristo  Jesus  na  cruz  do  calvário”.  Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito,para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.João 3:16Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é domde Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie. Efésios 2:8,97. A  oração  para  ser  salvo    Se  você  não  aceitou  a  Jesus  é  hora  de  fazê-­‐lo.  Leia    A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coraçãocreres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que como coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para asalvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não seráconfundido. Rm 10:9-11Antes   de   realizar   esta   oração,   é   importante   conhecer   as   responsabilidades   envolvidas.   A  primeira,   é   aceitar   fazer   parte   do   Corpo   de   Cristo:   a   Igreja.   Isto   implica   em   assumir   um  compromisso  com  outros  que  compartilham  a  mesma  fé:  Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindoparticularmente a cada um como quer. Porque, assim como o corpo é um, etem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo,assim é Cristo também. Pois todos nós fomos batizados em um Espírito,formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, etodos temos bebido de um Espírito. Porque também o corpo não é um sómembro, mas muitos. 1 Coríntios 12:11-14A   segunda   responsabilidade   é   aceitar   ser   acompanhado   em   seu   crescimento   espiritual   por  Homens   de   Deus   mais   experientes,   levando   em   consideração   o   aconselhamento   e,   se  necessário,  a  repreensão  conforme  os  padrões  bíblicos.  Uma  vez  compreendido  o  Plano  de  Salvação  de  Deus  em  Cristo  Jesus  e  as  responsabilidades  envolvidas,  você  pode  realizar  a  oração  a  seguir  acompanhando  seu  professor:  "Senhor  Deus,  eu  reconheço  que  sou  um  pecador  perdido  e  que  o  meu  pecado  me  separa  de   Sua   presença.   Nada   trago   em   minhas   mãos:   religião,   boas   obras   ou   boa   índole.   Sou  apenas  um  pecador  perdido.  Através  do  Evangelho,  reconheço  que  Jesus  Cristo  morreu  por  todos  os  meus  pecados  e  que  Ele  é  o  Filho  Unigênito  de  Deus.  Não  preciso  de  boas  obras  para  ser  salvo,  porque  o  sacrifício  de  Jesus  é  suficiente.  Reconheço  que  Ele  ressuscitou  ao  
  9. 9. 9    1.1.2-­‐Plano  da  Salvacao.doc  terceiro  dia,  provando  ser  o  verdadeiro  Filho  de  Deus.  Em  nome  de  Jesus,  perdoe  os  meus  pecados,  salve  a  minha  alma  e  escreva  o  meu  nome  no  Livro  da  Vida.  Ajuda-­‐me  a  viver  por  Ti   e   para   Ti   a   partir   deste   momento.   Agradeço   por   minha   salvação,   no   nome   de   Jesus,  amém!"    

×