Aula 7 resp cel

2.158 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.158
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
384
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 7 resp cel

  1. 1. RESPIRAÇÃO CELULAR Prof Marcia M Pedrosowww.biologiaprofma.blogspot.com
  2. 2. Estrutura da mitocôndria Locais de oxidações biológicas:Cadeia respiratória efosforilação oxidativa
  3. 3. Mitocôndria ao m.e.
  4. 4. A molécula de ATP Adenina RIBOSE ADENINA Ribose Fosfatos (3) FOSFATOS (3) Adenosina ADENOSINAATP- Adenosina trifosfato1 mol de ATP = 18.200kcal
  5. 5. Metabolismo: integração entre catabolismo e anabolismo
  6. 6. Biologia Energética H REDUÇAONADP NADH2 OXIDAÇÃOFAD FADH2 REDUÇÃO H
  7. 7. LOCAIS DA RESPIRAÇÃO CELULAR 1a. GLICÓLISE HIALOPLASMA 3a. CADEIA RESPIRATÓRIA MEMBRANA INTERNA MEMBRANA EXTERNA 2a. CICLO DE MITOCÔNDRIAS KREBS CRISTAS MATRIZ
  8. 8. Estágio 1Catabolismo Produção de Acetil-CoA de proteínas Estágio 2 Oxidação de lipídeos Acetil-CoA e mitocôndrias Estágio 3carboidratos Transporte de elétrons e fosforilação oxidativa
  9. 9. ETAPAS DA RESPIRAÇÃO CELULARI- GLICÓLISE – Quebra da glicose (ANAERÓBICA)II- CICLO DE KREBS - Conjunto de reações que formam CO2 - H2O -NAPH2 - FADH2 (ANAERÓBICA)III- CADEIA RESPIRATÓRIA – Produção de moléculas de ATP(AERÓBICA)
  10. 10. GLICÓLISE – PRIMEIRA ETAPA• Ocorre no citoplasma e consiste na quebra parcial da glicose em duas moléculas de ácido pirúvico.• Durante esta quebra, uma parte da energia da glicose é liberada em quatro parcelas, permitindo a produção de quatro moléculas de ATP.• Como duas moléculas foram gastas para ativar a glicose, o saldo é de 2ATP nesta etapa. Ocorre também desidrogenação, com formação de NADH + H+
  11. 11. PRIMEIRA ETAPA - GLICÓLISE Quebra da molécula glicose GLICOSE AC.PIRUVICO IMPORTANTE – NAD E FAD - Moléculas Carregadora de H+ - Cada molécula carrega 2 átomos de H+ MITOCÔNDRIAS CICLO KREBS – CADEIA RESPIRATÓRIA PRODUTOS DA GLICÓLISE HIALOPLASMA GLICÓLISE C 6H12O6 - 2NAD + 2H2 = 2NADH2 4H+ - SALDO DE 2 ATP NA REAÇÃO (2) C3H4O3ÁCIDO PIRÚVICO - FORAM PRODUZIDOS 2 AC. PIRÚVICOS
  12. 12. CICLO DE KREBS – segunda etapa• Esta fase ocorre na matriz das mitocôndrias.• Antes de o ciclo se iniciar, há uma etapa preparatória, no qual o ácido pirúvico é desidrogenado e descarboxilado, resultando em uma molécula de NADH + H+ e uma de CO2. Assim, forma-se a acetila.• A acetila liga-se à coenzima A e passa a ser chamada de Acetil-Coenzima-A, ou Acetil- CoA.
  13. 13. CICLO DE KREBS Continuação da quebra da molécula glicose com descarboxilações /desidrogenações PRODUTOS FORMADOS ÁCIDO PIRÚVICO + ACETI-CoA NO CICLO DE KREBS M POR CADA ÁCIDO (2) C3H4O3 NAD PIRÚVICO I -3 NADH2 NADH2 T -1 FADH2M Co - A O -1 ATPA ÁCIDO CÍTRICOT Ô NAD COMO SÃO 2 ÁCIDO OXALACÉTICO MOLÉCULAS DE ÁCIDOR N NADH2 PIRÚVICO, O CO2 CO2 RESULTADO FINAL É:I D ÁCIDO CETOGLUTÁRICO - 6 NADH2 R FADH2Z CO2 CO2 NAD - 2 FADH2 I - 2 ATP FAD NADH2 A ÁCIDO MÁLICO ÁCIDO SUCCÍNICO S 1-ATP NADH2 NAD
  14. 14. CADEIA RESPIRATÓRIA/FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA/ CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRON- terceira etapa• A cadeia respiratória é também chamada fosforilação oxidativa porque a síntese de ATP depende da entrada de um fosfato no ADP (fosforilação) e a fosforilação é realizada com energia proveniente de oxidações.
  15. 15. CADEIA RESPIRATÓRIA/FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA• Ocorre na membrana interna da mitocôndria.• Aqui, os átomos de hidrogênio retirados pelo NAD das cadeias de carbono durante a glicólise e o Ciclo de Krebs são transportados por várias moléculas intermediárias até o oxigênio, formando água e grande quantidade de ATP.• Na realidade não são transportados átomos de hidrogênio, mas sim seus elétrons, obtidos da quebra do hidrogênio em elétron e H+.
  16. 16. CADEIA RESPIRATÓRIA/FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA• As moléculas transportadoras de elétrons estão arrumadas na membrana interna da mitocôndria de acordo com o trajeto que os elétrons percorrem. Há um conjunto de proteínas (que recebem os elétrons do NAD.H2), um composto orgânico chamado ubiquinona e várias proteínas chamadas citocromos.
  17. 17. Proteínas transportadoras de elétronsComplexo I= NADH desidrogenaseComplexo II= succinato desidrogenaseComplexo III= ubiquinona: citocromo c oxidoredutase eCitocromo cComplexo IV= citocromo oxidase
  18. 18. CADEIA RESPIRATÓRIA/FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA• Durante o trajeto, os elétrons formam, com os transportadores (citocromos), compostos cuja quantidade de energia é menor que a do transportador anterior. Dessa forma, a energia é liberada e usada na síntese de ATP.• Os transportadores não são gastos no processo.• Nesse processo, o oxigênio é a molécula que se reduz definitivamente, recebendo elétrons e íons H+ da solução, formando água.• A célula necessita sempre receber oxigênio, caso contrário a cadeia respiratória para.
  19. 19. BALANÇO GERAL DA CADEIA RESPIRATÓRIA• No caminho até a água, cada par de hidrogênio recolhido pelo NAD produz três moléculas de ATP; se recolhido pelo FAD, produz duas moléculas.• Dessa cadeia participam, então: – 2NAD.2H provenientes da glicólise – 2FAD.2H vindos da etapa preparatória do ciclo de Krebs – 8NAD.2H vindos do Ciclo de Krebs (quatro em cada ciclo).
  20. 20. CADEIA RESPIRATÓRIA OU CADEIA DE ELÉTRONS ORIGINA 2ATP FADH2 PROTEÍNAS TRANSPORTADORAS DE ELÉTRONS NADH2ORIGINA 3ATP MEMBRANA DAS CRISTAS MITOCONDRIAIS - GLICÓLISE – 2 ATP+ 2 NADH2 (2 + 2X3) = 8 ATP OBS - NA MITOCÔNDRIA SÃO 2 AC. PIRÚVICOS Resultado final da - CoA – 1 NADH2 (2X3) = 6 ATP (2X3X3+2) = 20 ATP respiração celular - CICLO KREBS – 2 ATP+ 3 NADH2 a partir de uma 2 FADH2 (2X2) = 4 ATP glicose - AO FINAL DA CADEIA 8 + 6 + 20 + 4 = 38 ATP
  21. 21. EQUAÇÃO DA RESPIRAÇÃO CELULAR
  22. 22. RELAÇÃO FOTOSSÍNTESE X RESP CEL.

×