Política de preservação e conservação de acervos

2.118 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado na disciplina desenvolvimento de coleções UFS.

Publicada em: Educação
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.118
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Política de preservação e conservação de acervos

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPEUNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃONÚCLEO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Disciplina: Desenvolvimento de ColeçõesDisciplina: Desenvolvimento de Coleções Profa. Dra.Telma de CarvalhoProfa. Dra.Telma de Carvalho Política de Preservação e Conservação de Materiais no Acervo
  2. 2. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo A preservação e a conservação de itens no acervo requer procedimentos específicos por parte da biblioteca para manter o acervo em condições de uso e de higiene, favorecendo o manuseio pela equipe interna e pela sua comunidade usuária.
  3. 3. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Assim como outras atividades, a preservação, conservação e restauro do material bibliográfico deve possuir uma política específica, fazendo, desta forma, parte integrante da Política de Formação e Desenvolvimento de Coleções. Todas as decisões, critérios, procedimentos e responsabilidades na e para a execução das atividades devem estar especificadas no documento Política de Preservação Conservação e Restauro.
  4. 4. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Conceitos ◦ Preservação  É um conjunto de ações e estratégias de ordem administrativa, política e operacional que contribui, direta ou indiretamente, para a preservação da integridade de informações e significados de um bem cultural. (DIAS; PIRES, 2003, p.51)
  5. 5. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Conceitos ◦ Conservação  É um conjunto de ações estabilizadoras que visa observar, estudar e controlar as causas de degradação dos bens culturais,levando à adoção de medidas de prevenção, minimização ou supressão da deteriorização do acervo, por meio de controle ambiental e de tratamentos específicos (higienização, reparos e acondicionamento). (DIAS; PIRES, 2003, p.51)
  6. 6. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Conceitos ◦ Restauração  É um conjunto de medidas que objetiva estabilizar ou reverter danos, físicos ou químicos, adquiridos pelo documento ou pelo objeto ao longo do tempo e do uso, intervindo de modo a não comprometer a integridade e o caráter histórico do bem cultural, por meio de técnicas de intervenção direta sobre esse bem. (DIAS; PIRES, 2003, p.51)
  7. 7. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Maciel e Mendonça (2006) destacam que é na função armazenagem dos documentos que a coleção será distribuída obedecendo os requisitos de uso e preservação. O arranjo das estantes, a disposição dos arquivos e móveis, bem como as atividades de conservação, limpeza e segurança, além de encadernação e restauração são partes desta função.
  8. 8. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Coleções virtuais ◦ Maciel e Mendonça (2006) observam que caberá à biblioteca disponibilizar e manter coleções eletrônicas. Ou seja, a função de armazenagem seria a disponibilização da coleção eletrônica e a preservação seria a manutenção da assinatura pela biblioteca.
  9. 9. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Tomadas de decisão na função armazenagem dos documentos ◦ Espaço físico destinado às coleções (incluindo realocação, desbaste etc.) ◦ Mecanismos de segurança para o material (alarmes, extintores, controle magnético etc.) ◦ Tratamento químico de obras do acervo (desinfestação e desinfecção) ou físico (encadernação, restauração etc.) danificados pelo uso ou condições ambientais desfavoráveis (MACIEL; MENDONÇA, 2006)
  10. 10. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Tomadas de decisão na função armazenagem dos documentos ◦ Inventário para controle físico das coleções ◦ Mobiliário adequado para armazenamento das coleções (controle de temperatura, umidade, luz etc.) (MACIEL; MENDONÇA, 2006)
  11. 11. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Passos para preservação e conservação do acervo ◦ Diagnóstico do acervo (condições ambientais e de armazenamento da coleção) ◦ Adoção de técnicas e rotinas de tratamento das obras (desacelerar degradação e aumentar a vida útil) ◦ Definição de normas e procedimentos para orientar o programa de manutenção do acervo ◦ Orientação de funcionários quanto aos métodos de trabalho ◦ Criação de uma área de higienização e de uma oficina de encadernação (para grandes acervos) ◦ Realização de exames médicos periódicos (saúde dos técnicos do setor) (DIAS; PIRES, 2003)
  12. 12. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo A durabilidade dos documentos recebem interferência dos seguintes fatores: ◦ Físicos  Umidade e temperatura do ar ◦ Químicos  Agentes atmosféricos, poluentes metálicos e ácidos, a cola utilizada, a gordura e o manuseio inadequado ◦ Biológicos  Material orgânico e intervenção humana (DIAS; PIRES, 2003, p.52)
  13. 13. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo A higienização documental, feita pelo pessoal técnico capacitado, requer as seguintes etapas: ◦ Limpeza mecânica, feita a seco, com trinchas macias (retirada da poeira e microorganismos armazenados nas folhas) ◦ Remoção com bisturi de dejeto de insetos, cola endurecida, fitas adesivas e desmetalização (retiradas de grampos e clipes). (DIAS; PIRES, 2003. p.52)
  14. 14. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Outros aspectos ◦ Considerando que a biblioteca/unidade de informação pode possuir diversos tipos de materiais em seu acervo, tais como: livros impressos, monografias (TCCs, Dissertações e Teses), Relatórios Científicos, Periódicos, Guias, Obras de Referência em geral, Base e Bancos de dados, Títulos eletrônicos (E-Books, Portais ou Revistas), deve-se dar importância e valor necessários à conservação, preservação e manutenção destes diferentes suportes de informação.
  15. 15. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Outros aspectos ◦ Para materiais eletrônicos a preservação, conservação e manutenção faz-se a partir da permanência do título obtido, via de regra, por compra ou utilizado via compartilhamento de recursos. Deve ser adotada política entre as instituições para manutenção do acesso ao documento
  16. 16. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo Outros aspectos ◦ Figueiredo (1999, p.58), faz um comentário interessante em relação aos diferentes tipos de materiais existentes em uma biblioteca: A atividade do selecionador no futuro será a escolha dos formatos mais apropriados de informação, de acordo com o conteúdo e uso da informação a ser adquirida. A biblioteca se tornará, crescentemente, uma mistura de livros, multimeios, vídeos, CD-ROM, microformas, tecnologias digitais e outras. Cada um terá o seu lugar nas bibliotecas do próximo século, conforme os novos paradigmas da área.
  17. 17. Preservação e conservação dePreservação e conservação de materiais no acervomateriais no acervo REFERÊNCIAS DIAS, Maria Matilde Kronka; PIRES, Daniela. Formação e desenvolvimento de coleções de serviços de informação. São Carlos: Ed. UFSCAR, 2003. FIGUEIREDO, Nice Menezes de. Paradigmas modernos da ciência da informação. São Paulo: Polis: APB, 1999. MACIEL, Alba Costa; MENDONÇA, Marília Alvarenga Rocha. Bibliotecas como organizações. Rio de Janeiro: Interciência; Niterói: Intertexto, 2006.

×