Idh x ideb

1.378 visualizações

Publicada em

Pesquisa Estatística aplicada a educação.

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.378
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Idh x ideb

  1. 1. Universidade Castelo Branco Trabalho de Conclusão de Disciplina - TCD Pesquisa em Estatística : comparações entre indicadores Junho de 2011
  2. 2. Educação: IDH X IDEB Análise dos indicadores sócio-econômicos e educacionais
  3. 6. As contradições regionais na Educação: <ul><li>Objetivo: mostrar através da coleta de dados estatísticos as diferenças </li></ul><ul><li>regionais características de dois municípios do Estado do Rio de Janeiro, </li></ul><ul><li>e os índices de avaliação do IDEB, mostrando as divergências entre </li></ul><ul><li>as colocações (notas) e o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). </li></ul>
  4. 7. <ul><li>Colaborar com a formação de docentes interativos </li></ul><ul><li>com a sociedade, mediando processos inovadores </li></ul><ul><li>que possam superar obstáculos no sentido de se </li></ul><ul><li>alcançar índices escolares mais significativos. </li></ul>
  5. 8. <ul><li>Visão holística do Ensino. </li></ul>
  6. 9. <ul><li>Educação globalizada </li></ul>
  7. 10. <ul><li>IDEB: </li></ul><ul><li>Criado pelo Inep em 2007, em </li></ul><ul><li>uma escala de zero a dez. Sintetiza dois </li></ul><ul><li>conceitos igualmente importantes para </li></ul><ul><li>a qualidade da educação: aprovação e </li></ul><ul><li>média de desempenho dos estudantes </li></ul><ul><li>em língua portuguesa e matemática. </li></ul><ul><li>O Indicador é calculado a partir dos </li></ul><ul><li>dados sobre aprovação escolar, obtidos </li></ul><ul><li>no Censo Escolar, e médias totais de </li></ul><ul><li>desempenho nas avaliações do Inep, o </li></ul><ul><li>Saeb e a Prova Brasil. </li></ul>
  8. 11. As contradições descritas nessa análise multidisciplinar , possibilitam um enriquecimento em torno do debate dos problemas da educação.
  9. 12. <ul><li>IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é um índice que serve de comparação entre os países, com objetivo de medir o grau de desenvolvimento econômico e a qualidade de vida oferecida à população. Este índice é calculado com base em dados econômicos e sociais. </li></ul><ul><li>O IDH vai de 0 (nenhum desenvolvimento humano) a 1 (desenvolvimento humano total). Quanto mais próximo de 1, mais desenvolvido é o país. Este índice também é usado para apurar o desenvolvimento de cidades, estados e regiões. </li></ul>
  10. 13. <ul><li>Pesquisa Operacional e modelagem matemática </li></ul><ul><li>Quadro de distribuição do IDH (Municípios): </li></ul><ul><li>Posição Município IDH-M IDH-R IDH-L IDH-E </li></ul><ul><li>1 Niterói 0,886 0,891 0,808 0,96 </li></ul><ul><li>2 Rio de Janeiro 0,842 0,84 0,754 0,933 3 Volta Redonda 0,815 0,75 0,763 0,931 </li></ul><ul><li>4 Nova Friburgo 0,81 0,758 0,788 0,885 </li></ul><ul><li>5 Resende 0,809 0,758 0,75 0,918 6 Barra Mansa 0,806 0,717 0,787 0,913 </li></ul><ul><li>7 Petrópolis 0,804 0,773 0,751 0,88 </li></ul><ul><li>8 Itatiaia 0,8 0,723 0,783 0,895 </li></ul><ul><li>52 Duque de Caxias 0,753 0,678 0,708 0,873 </li></ul><ul><li>59 Belford Roxo 0,742 0,642 0,711 0,873 (último) </li></ul>
  11. 14. <ul><li>Quadro de distribuição IDEB : </li></ul><ul><li>BELFORD ROXO: </li></ul><ul><li>3.5(2005) 3.6(2007) 3.7 (2009) 4.3(2011) </li></ul><ul><li>DUQUE DE CAXIAS: </li></ul><ul><li>3.3(2005) 3.7(2007) 3.8(2009) 4.2 (2011) </li></ul>
  12. 15. <ul><li>4.3(2011) > 4.2 (2011)* </li></ul><ul><li>*Ideb de Belford Roxo superior ao </li></ul><ul><li>respectivo índice de Duque de Caxias. </li></ul>
  13. 16. <ul><li>Contradições apresentados nessa pesquisa (Estatística IBGE): Município de Duque de Caxias Economicamente, apresenta um grande crescimento nos últimos anos, sendo a indústria e o comércio as principais atividades. Há cerca de 809 indústrias e 10 mil estabelecimentos comerciais instalados no município. Segundo o IBGE, o município de Duque de Caxias registrou, em 2005, o 46º maior PIB no ranking nacional[6] e o segundo maior do estado do Rio de Janeiro, em um total de 18,3 bilhões de reais.[5] A cidade ocupa o segundo lugar no ranking de arrecadação de ICMS do Estado, perdendo somente para a capital. No município está localizada uma das maiores refinarias da Petrobrás, a REDUC, possui um pólo gás-químico e contará com uma usina termelétrica. </li></ul>
  14. 17. <ul><li>Comparação com as informações do IBGE para o Município de Belford Roxo: Baseada em sua maioria apenas no setor terciário, suas maiores empresas são a indústria química Bayer do Brasil, Termolite e a Lubrizol (poucas indústrias* e fraco comércio). </li></ul><ul><li>* Município de Duque de Caxias possue cerca de 800 industrias. </li></ul>
  15. 18. <ul><li>CONSIDERAÇÕES FINAIS: </li></ul><ul><li>Não existe uma prioridade única nas políticas de Educação. Os problemas decorrem de diversos fatores e até a execução de um direito constitucional: </li></ul><ul><li>Educação de qualidade para todas as crianças e jovens. </li></ul><ul><li>Não é garantido. E observando a economia do Brasil na última </li></ul><ul><li>década, podemos constatar que superamos disputas ideológicas e partidárias que, embora legítimas, muitas vezes dificultavam a implantação de medidas econômicas que melhor atendessem aos interesses do país. </li></ul>
  16. 19. <ul><li>Essa pesquisa demonstra que verbas e salários mal aplicados (fiscalizados) não correspondem a determinadas diferenças regionais. </li></ul><ul><li>Municípios pobres com índices escolares superiores a municípios ricos . </li></ul><ul><li>Aspecto sintomático em um país de distribuição de </li></ul><ul><li>renda injusta (royalts de petróleo e impostos), obras </li></ul><ul><li>faraônicas para &quot;grandes&quot; eventos &quot;culturais“ e falta </li></ul><ul><li>de participação da sociedade nas políticas (gestão) </li></ul><ul><li>de ensino. </li></ul>
  17. 20. <ul><li>REFERÊNCIAS: </li></ul><ul><li>http://www.ibge.gov.br </li></ul><ul><li>http://www.pnud.org.br/idh/ </li></ul><ul><li>http://sistemasideb.inep.gov.br </li></ul><ul><li>http://www.mec.gov.br/ </li></ul>
  18. 21. <ul><li>Alunos participantes dessa pesquisa: </li></ul><ul><li>Adriana : matricula - 2009.018.118 </li></ul><ul><li>Andrea : matricula - 2009.005.635 </li></ul><ul><li>Alcymena : matricula- 2009.015.117 </li></ul><ul><li>Suely Miranda : matricula - 2009.014.052 </li></ul><ul><li>Pedro Otávio : matricula - 2009.020.467 </li></ul>
  19. 22. <ul><li>FIM </li></ul>

×