SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
Conflitos no Oriente MédioConflitos no Oriente Médio
O Oriente Médio após a Primeira GuerraO Oriente Médio após a Primeira Guerra
•• Fim do Império Turco-OtomanoFim do Império Turco-Otomano →→ os países árabes do Oriente Médio faziamos países árabes do Oriente Médio faziam
parte do Império Turco. Após a Primeira Guerra este Império foi desmembrado.parte do Império Turco. Após a Primeira Guerra este Império foi desmembrado.
O desmembramento do Império Turco:O desmembramento do Império Turco:
•• Possessões francesasPossessões francesas →→ após a Primeira Guerra, a Liga das Naçõesapós a Primeira Guerra, a Liga das Nações
concedeu à França o controle do que hoje são o LÍBANO e SÍRIA.concedeu à França o controle do que hoje são o LÍBANO e SÍRIA.
•• Possessões inglesasPossessões inglesas →→ a Inglaterra assumiu o controle da JORDÂNIA,a Inglaterra assumiu o controle da JORDÂNIA,
da PALESTINA e da MESOPOTÂMIA.da PALESTINA e da MESOPOTÂMIA.
•• Arábia Saudita e IêmenArábia Saudita e Iêmen →→ as partes do Império Turco localizadas naas partes do Império Turco localizadas na
península Arábica tornaram-se a ARÁBIA SAUDITA e o IÊMEN atuais.península Arábica tornaram-se a ARÁBIA SAUDITA e o IÊMEN atuais.
A PalestinaA Palestina
A região da Palestina (onde está Israel, Gaza eA região da Palestina (onde está Israel, Gaza e
Cisjordânia) era habitada desde a Antiguidade. LáCisjordânia) era habitada desde a Antiguidade. Lá
viveram vários povos, como osviveram vários povos, como os JUDEUS,JUDEUS, que chegaramque chegaram
em 2000 a.C. Em 63 a.C. a Palestina foi conquistadaem 2000 a.C. Em 63 a.C. a Palestina foi conquistada
pelospelos ROMANOSROMANOS. Depois da queda de Roma, foi. Depois da queda de Roma, foi
invadida pelos PERSAS, depois pelosinvadida pelos PERSAS, depois pelos ÁRABESÁRABES (634).(634).
Em 1516, a região passou a fazer parte do ImpérioEm 1516, a região passou a fazer parte do Império
Turco – Otomano.Turco – Otomano.
A região da PalestinaA região da Palestina
Um pouco da história dos judeusUm pouco da história dos judeus
•• O povo judeuO povo judeu →→ os judeus são um povo de origem semita que chegaramos judeus são um povo de origem semita que chegaram
na região da Palestina ( a Terra Prometida) por volta do ano 2000 a.C.na região da Palestina ( a Terra Prometida) por volta do ano 2000 a.C.
•• A DiásporaA Diáspora →→ os judeus foram expulsos da Palestina em 70 d.C.os judeus foram expulsos da Palestina em 70 d.C.
Espalhados pelo mundo, e sem território, preservaram sua unidade culturalEspalhados pelo mundo, e sem território, preservaram sua unidade cultural
(língua, religião e costumes).(língua, religião e costumes).
O retorno à Terra PrometidaO retorno à Terra Prometida
•• O SionismoO Sionismo →→ no final do século XIX, surgiu o movimento sionista nano final do século XIX, surgiu o movimento sionista na
Europa. Seu objetivo era criar “um lar judeu na Palestina”. Organizava a idaEuropa. Seu objetivo era criar “um lar judeu na Palestina”. Organizava a ida
de judeus para que, um dia, fosse criado um Estado judeu na região.de judeus para que, um dia, fosse criado um Estado judeu na região.
•• A Declaração BalfourA Declaração Balfour →→ depois da Primeira Guerra, a Palestina ficou sobdepois da Primeira Guerra, a Palestina ficou sob
controle dos ingleses. O ministro britânico Balfour, prometeu criar um “larcontrole dos ingleses. O ministro britânico Balfour, prometeu criar um “lar
judeu na região”. Por causa disso, às vésperas da Segunda Guerra, 200 miljudeu na região”. Por causa disso, às vésperas da Segunda Guerra, 200 mil
judeus de vários países já tinham se transferido para a Palestina.judeus de vários países já tinham se transferido para a Palestina.
•• A criação do Estado de Israel →A criação do Estado de Israel → após a Segunda Guerra, a ONU aprovouapós a Segunda Guerra, a ONU aprovou
um plano de divisão da Palestina. Num pedaço dela seria criado o Estadoum plano de divisão da Palestina. Num pedaço dela seria criado o Estado
para o povo judeu, que em parte já havia ido para lá; noutro, o Estado parapara o povo judeu, que em parte já havia ido para lá; noutro, o Estado para
os árabes palestinos que viviam na região.os árabes palestinos que viviam na região.
►► Os países árabes não aceitaram a proposta. Alegavam que os palestinos,Os países árabes não aceitaram a proposta. Alegavam que os palestinos,
que na época eram maioria na região, receberiam um território menor.que na época eram maioria na região, receberiam um território menor.
Mesmo assim o Estado de Israel foi criado em 1948.Mesmo assim o Estado de Israel foi criado em 1948.
Outros fatores a serem considerados:Outros fatores a serem considerados:
1-1- O petróleoO petróleo →→ muitos países domuitos países do
Oriente Médio são produtores deOriente Médio são produtores de
petróleo. Os EUA, que produziampetróleo. Os EUA, que produziam
muito, mas não o suficiente, amuito, mas não o suficiente, a
Europa Ocidental e o JapãoEuropa Ocidental e o Japão
necessitavam do petróleo árabe.necessitavam do petróleo árabe.
PaísPaís PosiçãoPosição
Arábia SauditaArábia Saudita 1º1º
IrãIrã 6º6º
Emirados Árabes UnidosEmirados Árabes Unidos 7º7º
KuwaitKuwait 8º8º
IraqueIraque 9º9º
CatarCatar 16º16º
ArgéliaArgélia 17º17º
LíbiaLíbia 18º18º
2- O fundamentalismo2- O fundamentalismo →→ os fundamentalistas religiosos fazem uma leituraos fundamentalistas religiosos fazem uma leitura
literal dos textos sagrados e a partir dela orientam todas as suas práticas.literal dos textos sagrados e a partir dela orientam todas as suas práticas.
Geralmente, são contrários aos valores da modernidade, da ciência e da tolerânciaGeralmente, são contrários aos valores da modernidade, da ciência e da tolerância
religiosa e cultural. O fundamentalismo não é exclusividade dos muçulmanos;religiosa e cultural. O fundamentalismo não é exclusividade dos muçulmanos;
existem fundamentalistas judeus, protestantes e católicos.existem fundamentalistas judeus, protestantes e católicos.
““Um dos fatos mais alarmantes do século XX foi o surgimento de umaUm dos fatos mais alarmantes do século XX foi o surgimento de uma
devoção militante dentro das grandes tradições religiosas. Suasdevoção militante dentro das grandes tradições religiosas. Suas
manifestações são assustadoras. Seus adeptos fuzilam devotos nomanifestações são assustadoras. Seus adeptos fuzilam devotos no
interior de mesquitas, matam médicos e enfermeiras que trabalham eminterior de mesquitas, matam médicos e enfermeiras que trabalham em
clínicas de aborto. Eles são avessos aos valores mais positivos daclínicas de aborto. Eles são avessos aos valores mais positivos da
sociedade moderna. Democracia, pluralismo, tolerância religiosa, pazsociedade moderna. Democracia, pluralismo, tolerância religiosa, paz
internacional, liberdade de expressão, separação entre Igreja e Estadointernacional, liberdade de expressão, separação entre Igreja e Estado
— nada disso lhes interessa”.— nada disso lhes interessa”. ((Armstrong, Karen. Em nome de Deus).Armstrong, Karen. Em nome de Deus).
Os conflitos entre árabes e judeusOs conflitos entre árabes e judeus
•• A primeira guerra árabe-israelenseA primeira guerra árabe-israelense →→ sentindo-se vítimas, os árabessentindo-se vítimas, os árabes
tentaram invadir Israel. Após derrotar os invasores, Israel ocupou 75% do território datentaram invadir Israel. Após derrotar os invasores, Israel ocupou 75% do território da
Palestina. O resto foi tomado pelos países árabes em volta: a Cisjordânia foiPalestina. O resto foi tomado pelos países árabes em volta: a Cisjordânia foi
incorporada pela Jordânia e a faixa de Gaza pelo Egito. Nascia a questão palestina.incorporada pela Jordânia e a faixa de Gaza pelo Egito. Nascia a questão palestina.
►► EGITO, IRAQUE, LÍBANO, SÍRIA e JORDÂNIAEGITO, IRAQUE, LÍBANO, SÍRIA e JORDÂNIA VSVS ISRAELISRAEL..
•• O Al FatahO Al Fatah →→ em 1959, os palestinos se mobilizaram militarmente para criar umem 1959, os palestinos se mobilizaram militarmente para criar um
Estado e formaram várias organizações. Uma das mais importantes foi aEstado e formaram várias organizações. Uma das mais importantes foi a Al FatahAl Fatah
liderada por Yasser Arafat. O passo seguinte foi a criação, em 1964, da Organizaçãoliderada por Yasser Arafat. O passo seguinte foi a criação, em 1964, da Organização
para a Libertação da Palestina (OLP), que reuniu outros movimentos guerrilheiros.para a Libertação da Palestina (OLP), que reuniu outros movimentos guerrilheiros.
•• A Guerra dos Seis Dias →A Guerra dos Seis Dias → após a criação do Al Fatah, cresceram osapós a criação do Al Fatah, cresceram os
ataques terroristas a Israel. Em retaliação, no ano de 1967, Israel atacou aataques terroristas a Israel. Em retaliação, no ano de 1967, Israel atacou a
Jordânia , o Egito e a Síria derrotando os árabes em menos de uma semanaJordânia , o Egito e a Síria derrotando os árabes em menos de uma semana..
►► ISRAEL vs EGITO, SÍRIA e JORDÂNIAISRAEL vs EGITO, SÍRIA e JORDÂNIA..
•• Guerra do Yom KippurGuerra do Yom Kippur →→ um novo conflito explodiu em 1973. Enquanto osum novo conflito explodiu em 1973. Enquanto os
judeus comemoravam o Yom Kippur (Dia do Perdão), Egito e Síria atacaram Israel.judeus comemoravam o Yom Kippur (Dia do Perdão), Egito e Síria atacaram Israel.
►► ISRAEL vs EGITO, SÍRIAISRAEL vs EGITO, SÍRIA..
Mudanças na estratégia árabeMudanças na estratégia árabe
•• O petróleo como armaO petróleo como arma →→ a Questão Palestina ganhou maior destaque após aa Questão Palestina ganhou maior destaque após a
Guerra do Yom Kippur, uma vez que o petróleo passou a ser usado como arma. AGuerra do Yom Kippur, uma vez que o petróleo passou a ser usado como arma. A
OPEP boicotou o fornecimento aos países que apoiavam Israel. O aumento no preçoOPEP boicotou o fornecimento aos países que apoiavam Israel. O aumento no preço
do petróleo gerou uma crise econômica mundial.do petróleo gerou uma crise econômica mundial.
►►Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo:Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo:
África América do Sul Oriente MédioÁfrica América do Sul Oriente Médio
Angola Venezuela Arábia SauditaAngola Venezuela Arábia Saudita
Argélia Equador Emirados Árabes UnidosArgélia Equador Emirados Árabes Unidos
Líbia IrãLíbia Irã
Nigéria IraqueNigéria Iraque
KuwaitKuwait
CatarCatar
•• A diplomacia →A diplomacia → a partir da década de 70, Arafat adotou uma postura maisa partir da década de 70, Arafat adotou uma postura mais
diplomática, conseguindo que a Organização para a Libertação da Palestinadiplomática, conseguindo que a Organização para a Libertação da Palestina (OLP)(OLP) --
formada na década de 1960 - fosse reconhecida como representante do povoformada na década de 1960 - fosse reconhecida como representante do povo
palestino e admitida na ONU como membro observador.palestino e admitida na ONU como membro observador.
►►Nos anos 1980, a OLP passou a dar ainda mais importância à diplomacia :Nos anos 1980, a OLP passou a dar ainda mais importância à diplomacia :
•• Buscou reconhecimento de outros países;Buscou reconhecimento de outros países;
•• Buscou apoio da ONU à sua causa;Buscou apoio da ONU à sua causa;
•• Abandonou o terrorismo.Abandonou o terrorismo.
•• A IntifadaA Intifada →→ em 1987 explodiu uma rebelião popular em Gaza, após oem 1987 explodiu uma rebelião popular em Gaza, após o
atropelamento de quatro palestinos por um caminhão do exército de Israel.atropelamento de quatro palestinos por um caminhão do exército de Israel.
Adolescentes munidos de paus e pedras enfrentaram os soldados israelenses.Adolescentes munidos de paus e pedras enfrentaram os soldados israelenses.
A Guerra do GolfoA Guerra do Golfo
•• Causa básicaCausa básica →→ o Iraque invadiu o Kuwait em 1990, com a alegando que o Kuwaito Iraque invadiu o Kuwait em 1990, com a alegando que o Kuwait
tentava se apropriar do petróleo iraquiano nas áreas de fronteira. Na verdade, Saddamtentava se apropriar do petróleo iraquiano nas áreas de fronteira. Na verdade, Saddam
Hussein procurava compensar as despesas com a guerra contra o IrãHussein procurava compensar as despesas com a guerra contra o Irã..
•• A interferência dos EUAA interferência dos EUA →→ em resposta a invasão do Kuwait, o presidenteem resposta a invasão do Kuwait, o presidente
norte-americano George Bush enviou tropas para o Golfo Pérsico. A ONU decretou onorte-americano George Bush enviou tropas para o Golfo Pérsico. A ONU decretou o
boicote econômico ao Iraque e autorizou o uso da força. Os EUA bombardearam oboicote econômico ao Iraque e autorizou o uso da força. Os EUA bombardearam o
Iraque e destruíram o país.Iraque e destruíram o país.
•• O desfechoO desfecho →→ em fevereiro de 1991 as forças de coalizão formadas por 34 paísesem fevereiro de 1991 as forças de coalizão formadas por 34 países
e lideradas pelos EUA invadiram o Kuwait e o sul do Iraque sem grande resistência.e lideradas pelos EUA invadiram o Kuwait e o sul do Iraque sem grande resistência.
Ainda em fevereiro, o Iraque assinou o cessar-fogo.Ainda em fevereiro, o Iraque assinou o cessar-fogo.
A Segunda Guerra do GolfoA Segunda Guerra do Golfo
►►Após a Guerra do Golfo, as relações entre EUA e Iraque continuaram tensas.Após a Guerra do Golfo, as relações entre EUA e Iraque continuaram tensas.
Em 2002, o presidente George W. Bush afirmou que Irã, Iraque e Coréia doEm 2002, o presidente George W. Bush afirmou que Irã, Iraque e Coréia do
Norte formavam o "eixo do mal", pois desenvolviamNorte formavam o "eixo do mal", pois desenvolviam armas de destruição emarmas de destruição em
massa.massa.
•• A causa da guerraA causa da guerra →→ o presidente Bush exigiu da ONU uma ação efetiva parao presidente Bush exigiu da ONU uma ação efetiva para
desarmar o Iraque e afirmou que iria atacar Bagdá, caso o governo iraquiano nãodesarmar o Iraque e afirmou que iria atacar Bagdá, caso o governo iraquiano não
cumprisse as resoluções das Nações Unidas de destruição das armas. Em 2003,cumprisse as resoluções das Nações Unidas de destruição das armas. Em 2003,
contrariando as decisões do Conselho de Segurança da ONUcontrariando as decisões do Conselho de Segurança da ONU, a coalizão anglo-, a coalizão anglo-
americana iniciou uma guerra contra o Iraque.americana iniciou uma guerra contra o Iraque.
►►Segundo alguns analistas vários fatores - alguns declarados, outros não –Segundo alguns analistas vários fatores - alguns declarados, outros não –
motivaram a invasão norte-americana sobre o Iraque em 2003:motivaram a invasão norte-americana sobre o Iraque em 2003:
1. A existência de “armas de destruição em massa”1. A existência de “armas de destruição em massa”
..
2. A “guerra preventiva” como política de segurança nacional;2. A “guerra preventiva” como política de segurança nacional;
3. Os benefícios econômicos auferidos no período pós-guerra3. Os benefícios econômicos auferidos no período pós-guerra
A economia dos EUA beneficia-se no período pós-guerra, já que empresas americanasA economia dos EUA beneficia-se no período pós-guerra, já que empresas americanas
firmam contratos de construção de estradas, ferrovias e complexos de comunicação.firmam contratos de construção de estradas, ferrovias e complexos de comunicação.
Cogitou-se que os EUA buscaram, por meio da guerra, controlar o petróleo do Iraque.Cogitou-se que os EUA buscaram, por meio da guerra, controlar o petróleo do Iraque.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Conceitos demográficos
Conceitos demográficosConceitos demográficos
Conceitos demográficos
 
Diferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundoDiferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundo
 
3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria
 
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem MundialNova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
 
BRICS
BRICSBRICS
BRICS
 
Geopolítica dos conflitos AFRICA
Geopolítica dos conflitos AFRICAGeopolítica dos conflitos AFRICA
Geopolítica dos conflitos AFRICA
 
Aspectos naturais europa
Aspectos naturais europaAspectos naturais europa
Aspectos naturais europa
 
Neocolonialismo geral2
Neocolonialismo geral2Neocolonialismo geral2
Neocolonialismo geral2
 
Redemocratização brasil
Redemocratização brasilRedemocratização brasil
Redemocratização brasil
 
Cuba 1
Cuba 1Cuba 1
Cuba 1
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Regionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeuRegionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeu
 
O mundo pos guerra fria
O mundo pos guerra friaO mundo pos guerra fria
O mundo pos guerra fria
 
Oriente medio
Oriente medioOriente medio
Oriente medio
 
Mundo multipolar - Geopolítica
Mundo multipolar - GeopolíticaMundo multipolar - Geopolítica
Mundo multipolar - Geopolítica
 
A Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
A Criação do Estado de Israel e a Questão PalestinaA Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
A Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Fragmentação da Iugoslavia
Fragmentação da IugoslaviaFragmentação da Iugoslavia
Fragmentação da Iugoslavia
 
Fim da Iugoslávia
Fim da IugosláviaFim da Iugoslávia
Fim da Iugoslávia
 

Destaque (20)

Conflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médioConflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médio
 
Conflitos no Oriente Médio
Conflitos no Oriente MédioConflitos no Oriente Médio
Conflitos no Oriente Médio
 
Oriente Médio
Oriente Médio Oriente Médio
Oriente Médio
 
Conflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médioConflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médio
 
Aula oriente médio2
Aula oriente médio2Aula oriente médio2
Aula oriente médio2
 
ORIENTE MÉDIO.
ORIENTE MÉDIO.ORIENTE MÉDIO.
ORIENTE MÉDIO.
 
Afeganistão
AfeganistãoAfeganistão
Afeganistão
 
Conflito entre Israel e Palestina
Conflito entre Israel e PalestinaConflito entre Israel e Palestina
Conflito entre Israel e Palestina
 
Geografia c 12
Geografia c 12Geografia c 12
Geografia c 12
 
Origem do estado islâmico
Origem do estado islâmicoOrigem do estado islâmico
Origem do estado islâmico
 
Conflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médioConflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médio
 
Geografia - Oriente Médio - Conflitos - Imagens
Geografia - Oriente Médio  - Conflitos - ImagensGeografia - Oriente Médio  - Conflitos - Imagens
Geografia - Oriente Médio - Conflitos - Imagens
 
Crise do socialismo
Crise do socialismoCrise do socialismo
Crise do socialismo
 
Origem do conflito - Israel x Palestina
Origem do conflito - Israel x PalestinaOrigem do conflito - Israel x Palestina
Origem do conflito - Israel x Palestina
 
Império Turco-Otomano
Império Turco-OtomanoImpério Turco-Otomano
Império Turco-Otomano
 
A crise do socialismo
A crise do socialismoA crise do socialismo
A crise do socialismo
 
Conflito israel palestina
Conflito israel   palestinaConflito israel   palestina
Conflito israel palestina
 
Slides (1)
Slides (1)Slides (1)
Slides (1)
 
Linha do tempo conflitos arabe-israelenses
Linha do tempo   conflitos arabe-israelensesLinha do tempo   conflitos arabe-israelenses
Linha do tempo conflitos arabe-israelenses
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
 

Semelhante a Conflitos no oriente médio

Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Antonio Pessoa
 
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Antonio Pessoa
 
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Antonio Pessoa
 
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Antonio Pessoa
 
Oriente medio israel palestina prevupe
Oriente medio israel palestina prevupeOriente medio israel palestina prevupe
Oriente medio israel palestina prevupeItalo Alan
 
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)Norma Almeida
 
Conflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médioConflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médioDiego Sobreira
 
Palestinos judeus revisado
Palestinos judeus revisadoPalestinos judeus revisado
Palestinos judeus revisadoMoacir E Nalin
 
Conflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensão
Conflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensãoConflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensão
Conflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensãoMaria Gomes
 
Aaaaa conflitos no oriente m%e9dio
Aaaaa conflitos no oriente m%e9dioAaaaa conflitos no oriente m%e9dio
Aaaaa conflitos no oriente m%e9diogeouerjvictor
 
Conflitos árabe israelenses
Conflitos árabe israelensesConflitos árabe israelenses
Conflitos árabe israelensesKarinyLobato
 

Semelhante a Conflitos no oriente médio (20)

Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
 
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
 
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
 
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
Aula oriente médio_30-05-2012_parte-2
 
Oriente medio israel palestina prevupe
Oriente medio israel palestina prevupeOriente medio israel palestina prevupe
Oriente medio israel palestina prevupe
 
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
 
Geopolítica da Ásia
Geopolítica da ÁsiaGeopolítica da Ásia
Geopolítica da Ásia
 
Conflitos oriente
Conflitos orienteConflitos oriente
Conflitos oriente
 
Conflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médioConflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médio
 
Aula 4 3º cga
Aula 4   3º cgaAula 4   3º cga
Aula 4 3º cga
 
Palestinosjudeusrevisado aulão
Palestinosjudeusrevisado aulãoPalestinosjudeusrevisado aulão
Palestinosjudeusrevisado aulão
 
Palestinos judeus revisado
Palestinos judeus revisadoPalestinos judeus revisado
Palestinos judeus revisado
 
Palestinos x judeus revisado
Palestinos x judeus revisado Palestinos x judeus revisado
Palestinos x judeus revisado
 
Conflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensão
Conflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensãoConflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensão
Conflito israelo-árabe: subsídios para a sua compreensão
 
Aaaaa conflitos no oriente m%e9dio
Aaaaa conflitos no oriente m%e9dioAaaaa conflitos no oriente m%e9dio
Aaaaa conflitos no oriente m%e9dio
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Questão palestina
Questão palestinaQuestão palestina
Questão palestina
 
Oriente médio e a palestina
Oriente médio e a palestina Oriente médio e a palestina
Oriente médio e a palestina
 
Conflitos árabe israelenses
Conflitos árabe israelensesConflitos árabe israelenses
Conflitos árabe israelenses
 
Conflitos no Oriente Médio.ppt
Conflitos no Oriente Médio.pptConflitos no Oriente Médio.ppt
Conflitos no Oriente Médio.ppt
 

Mais de Rodrigo Luiz

Cultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na gréciaCultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na gréciaRodrigo Luiz
 
Imperialismo do século xix
Imperialismo do século xixImperialismo do século xix
Imperialismo do século xixRodrigo Luiz
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução ChinesaRodrigo Luiz
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegaçõesRodrigo Luiz
 
Atividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era VargasAtividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era VargasRodrigo Luiz
 
A Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulãoA Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulãoRodrigo Luiz
 
A américa pré colombiana
A américa pré colombianaA américa pré colombiana
A américa pré colombianaRodrigo Luiz
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrialRodrigo Luiz
 
Independência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesaIndependência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesaRodrigo Luiz
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXRodrigo Luiz
 

Mais de Rodrigo Luiz (20)

Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Cultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na gréciaCultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na grécia
 
Imperialismo do século xix
Imperialismo do século xixImperialismo do século xix
Imperialismo do século xix
 
A contracultura
A contraculturaA contracultura
A contracultura
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Atividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era VargasAtividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era Vargas
 
A Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulãoA Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulão
 
A américa pré colombiana
A américa pré colombianaA américa pré colombiana
A américa pré colombiana
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Independência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesaIndependência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesa
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIX
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Primeira Guerra
Primeira GuerraPrimeira Guerra
Primeira Guerra
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 

Último

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 

Último (20)

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 

Conflitos no oriente médio

  • 1. Conflitos no Oriente MédioConflitos no Oriente Médio
  • 2. O Oriente Médio após a Primeira GuerraO Oriente Médio após a Primeira Guerra •• Fim do Império Turco-OtomanoFim do Império Turco-Otomano →→ os países árabes do Oriente Médio faziamos países árabes do Oriente Médio faziam parte do Império Turco. Após a Primeira Guerra este Império foi desmembrado.parte do Império Turco. Após a Primeira Guerra este Império foi desmembrado.
  • 3. O desmembramento do Império Turco:O desmembramento do Império Turco: •• Possessões francesasPossessões francesas →→ após a Primeira Guerra, a Liga das Naçõesapós a Primeira Guerra, a Liga das Nações concedeu à França o controle do que hoje são o LÍBANO e SÍRIA.concedeu à França o controle do que hoje são o LÍBANO e SÍRIA. •• Possessões inglesasPossessões inglesas →→ a Inglaterra assumiu o controle da JORDÂNIA,a Inglaterra assumiu o controle da JORDÂNIA, da PALESTINA e da MESOPOTÂMIA.da PALESTINA e da MESOPOTÂMIA. •• Arábia Saudita e IêmenArábia Saudita e Iêmen →→ as partes do Império Turco localizadas naas partes do Império Turco localizadas na península Arábica tornaram-se a ARÁBIA SAUDITA e o IÊMEN atuais.península Arábica tornaram-se a ARÁBIA SAUDITA e o IÊMEN atuais.
  • 4.
  • 5. A PalestinaA Palestina A região da Palestina (onde está Israel, Gaza eA região da Palestina (onde está Israel, Gaza e Cisjordânia) era habitada desde a Antiguidade. LáCisjordânia) era habitada desde a Antiguidade. Lá viveram vários povos, como osviveram vários povos, como os JUDEUS,JUDEUS, que chegaramque chegaram em 2000 a.C. Em 63 a.C. a Palestina foi conquistadaem 2000 a.C. Em 63 a.C. a Palestina foi conquistada pelospelos ROMANOSROMANOS. Depois da queda de Roma, foi. Depois da queda de Roma, foi invadida pelos PERSAS, depois pelosinvadida pelos PERSAS, depois pelos ÁRABESÁRABES (634).(634). Em 1516, a região passou a fazer parte do ImpérioEm 1516, a região passou a fazer parte do Império Turco – Otomano.Turco – Otomano.
  • 6. A região da PalestinaA região da Palestina
  • 7. Um pouco da história dos judeusUm pouco da história dos judeus •• O povo judeuO povo judeu →→ os judeus são um povo de origem semita que chegaramos judeus são um povo de origem semita que chegaram na região da Palestina ( a Terra Prometida) por volta do ano 2000 a.C.na região da Palestina ( a Terra Prometida) por volta do ano 2000 a.C. •• A DiásporaA Diáspora →→ os judeus foram expulsos da Palestina em 70 d.C.os judeus foram expulsos da Palestina em 70 d.C. Espalhados pelo mundo, e sem território, preservaram sua unidade culturalEspalhados pelo mundo, e sem território, preservaram sua unidade cultural (língua, religião e costumes).(língua, religião e costumes).
  • 8. O retorno à Terra PrometidaO retorno à Terra Prometida •• O SionismoO Sionismo →→ no final do século XIX, surgiu o movimento sionista nano final do século XIX, surgiu o movimento sionista na Europa. Seu objetivo era criar “um lar judeu na Palestina”. Organizava a idaEuropa. Seu objetivo era criar “um lar judeu na Palestina”. Organizava a ida de judeus para que, um dia, fosse criado um Estado judeu na região.de judeus para que, um dia, fosse criado um Estado judeu na região. •• A Declaração BalfourA Declaração Balfour →→ depois da Primeira Guerra, a Palestina ficou sobdepois da Primeira Guerra, a Palestina ficou sob controle dos ingleses. O ministro britânico Balfour, prometeu criar um “larcontrole dos ingleses. O ministro britânico Balfour, prometeu criar um “lar judeu na região”. Por causa disso, às vésperas da Segunda Guerra, 200 miljudeu na região”. Por causa disso, às vésperas da Segunda Guerra, 200 mil judeus de vários países já tinham se transferido para a Palestina.judeus de vários países já tinham se transferido para a Palestina. •• A criação do Estado de Israel →A criação do Estado de Israel → após a Segunda Guerra, a ONU aprovouapós a Segunda Guerra, a ONU aprovou um plano de divisão da Palestina. Num pedaço dela seria criado o Estadoum plano de divisão da Palestina. Num pedaço dela seria criado o Estado para o povo judeu, que em parte já havia ido para lá; noutro, o Estado parapara o povo judeu, que em parte já havia ido para lá; noutro, o Estado para os árabes palestinos que viviam na região.os árabes palestinos que viviam na região.
  • 9. ►► Os países árabes não aceitaram a proposta. Alegavam que os palestinos,Os países árabes não aceitaram a proposta. Alegavam que os palestinos, que na época eram maioria na região, receberiam um território menor.que na época eram maioria na região, receberiam um território menor. Mesmo assim o Estado de Israel foi criado em 1948.Mesmo assim o Estado de Israel foi criado em 1948.
  • 10. Outros fatores a serem considerados:Outros fatores a serem considerados: 1-1- O petróleoO petróleo →→ muitos países domuitos países do Oriente Médio são produtores deOriente Médio são produtores de petróleo. Os EUA, que produziampetróleo. Os EUA, que produziam muito, mas não o suficiente, amuito, mas não o suficiente, a Europa Ocidental e o JapãoEuropa Ocidental e o Japão necessitavam do petróleo árabe.necessitavam do petróleo árabe. PaísPaís PosiçãoPosição Arábia SauditaArábia Saudita 1º1º IrãIrã 6º6º Emirados Árabes UnidosEmirados Árabes Unidos 7º7º KuwaitKuwait 8º8º IraqueIraque 9º9º CatarCatar 16º16º ArgéliaArgélia 17º17º LíbiaLíbia 18º18º
  • 11. 2- O fundamentalismo2- O fundamentalismo →→ os fundamentalistas religiosos fazem uma leituraos fundamentalistas religiosos fazem uma leitura literal dos textos sagrados e a partir dela orientam todas as suas práticas.literal dos textos sagrados e a partir dela orientam todas as suas práticas. Geralmente, são contrários aos valores da modernidade, da ciência e da tolerânciaGeralmente, são contrários aos valores da modernidade, da ciência e da tolerância religiosa e cultural. O fundamentalismo não é exclusividade dos muçulmanos;religiosa e cultural. O fundamentalismo não é exclusividade dos muçulmanos; existem fundamentalistas judeus, protestantes e católicos.existem fundamentalistas judeus, protestantes e católicos. ““Um dos fatos mais alarmantes do século XX foi o surgimento de umaUm dos fatos mais alarmantes do século XX foi o surgimento de uma devoção militante dentro das grandes tradições religiosas. Suasdevoção militante dentro das grandes tradições religiosas. Suas manifestações são assustadoras. Seus adeptos fuzilam devotos nomanifestações são assustadoras. Seus adeptos fuzilam devotos no interior de mesquitas, matam médicos e enfermeiras que trabalham eminterior de mesquitas, matam médicos e enfermeiras que trabalham em clínicas de aborto. Eles são avessos aos valores mais positivos daclínicas de aborto. Eles são avessos aos valores mais positivos da sociedade moderna. Democracia, pluralismo, tolerância religiosa, pazsociedade moderna. Democracia, pluralismo, tolerância religiosa, paz internacional, liberdade de expressão, separação entre Igreja e Estadointernacional, liberdade de expressão, separação entre Igreja e Estado — nada disso lhes interessa”.— nada disso lhes interessa”. ((Armstrong, Karen. Em nome de Deus).Armstrong, Karen. Em nome de Deus).
  • 12. Os conflitos entre árabes e judeusOs conflitos entre árabes e judeus •• A primeira guerra árabe-israelenseA primeira guerra árabe-israelense →→ sentindo-se vítimas, os árabessentindo-se vítimas, os árabes tentaram invadir Israel. Após derrotar os invasores, Israel ocupou 75% do território datentaram invadir Israel. Após derrotar os invasores, Israel ocupou 75% do território da Palestina. O resto foi tomado pelos países árabes em volta: a Cisjordânia foiPalestina. O resto foi tomado pelos países árabes em volta: a Cisjordânia foi incorporada pela Jordânia e a faixa de Gaza pelo Egito. Nascia a questão palestina.incorporada pela Jordânia e a faixa de Gaza pelo Egito. Nascia a questão palestina. ►► EGITO, IRAQUE, LÍBANO, SÍRIA e JORDÂNIAEGITO, IRAQUE, LÍBANO, SÍRIA e JORDÂNIA VSVS ISRAELISRAEL..
  • 13. •• O Al FatahO Al Fatah →→ em 1959, os palestinos se mobilizaram militarmente para criar umem 1959, os palestinos se mobilizaram militarmente para criar um Estado e formaram várias organizações. Uma das mais importantes foi aEstado e formaram várias organizações. Uma das mais importantes foi a Al FatahAl Fatah liderada por Yasser Arafat. O passo seguinte foi a criação, em 1964, da Organizaçãoliderada por Yasser Arafat. O passo seguinte foi a criação, em 1964, da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), que reuniu outros movimentos guerrilheiros.para a Libertação da Palestina (OLP), que reuniu outros movimentos guerrilheiros.
  • 14. •• A Guerra dos Seis Dias →A Guerra dos Seis Dias → após a criação do Al Fatah, cresceram osapós a criação do Al Fatah, cresceram os ataques terroristas a Israel. Em retaliação, no ano de 1967, Israel atacou aataques terroristas a Israel. Em retaliação, no ano de 1967, Israel atacou a Jordânia , o Egito e a Síria derrotando os árabes em menos de uma semanaJordânia , o Egito e a Síria derrotando os árabes em menos de uma semana.. ►► ISRAEL vs EGITO, SÍRIA e JORDÂNIAISRAEL vs EGITO, SÍRIA e JORDÂNIA.. •• Guerra do Yom KippurGuerra do Yom Kippur →→ um novo conflito explodiu em 1973. Enquanto osum novo conflito explodiu em 1973. Enquanto os judeus comemoravam o Yom Kippur (Dia do Perdão), Egito e Síria atacaram Israel.judeus comemoravam o Yom Kippur (Dia do Perdão), Egito e Síria atacaram Israel. ►► ISRAEL vs EGITO, SÍRIAISRAEL vs EGITO, SÍRIA..
  • 15. Mudanças na estratégia árabeMudanças na estratégia árabe •• O petróleo como armaO petróleo como arma →→ a Questão Palestina ganhou maior destaque após aa Questão Palestina ganhou maior destaque após a Guerra do Yom Kippur, uma vez que o petróleo passou a ser usado como arma. AGuerra do Yom Kippur, uma vez que o petróleo passou a ser usado como arma. A OPEP boicotou o fornecimento aos países que apoiavam Israel. O aumento no preçoOPEP boicotou o fornecimento aos países que apoiavam Israel. O aumento no preço do petróleo gerou uma crise econômica mundial.do petróleo gerou uma crise econômica mundial. ►►Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo:Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo: África América do Sul Oriente MédioÁfrica América do Sul Oriente Médio Angola Venezuela Arábia SauditaAngola Venezuela Arábia Saudita Argélia Equador Emirados Árabes UnidosArgélia Equador Emirados Árabes Unidos Líbia IrãLíbia Irã Nigéria IraqueNigéria Iraque KuwaitKuwait CatarCatar
  • 16. •• A diplomacia →A diplomacia → a partir da década de 70, Arafat adotou uma postura maisa partir da década de 70, Arafat adotou uma postura mais diplomática, conseguindo que a Organização para a Libertação da Palestinadiplomática, conseguindo que a Organização para a Libertação da Palestina (OLP)(OLP) -- formada na década de 1960 - fosse reconhecida como representante do povoformada na década de 1960 - fosse reconhecida como representante do povo palestino e admitida na ONU como membro observador.palestino e admitida na ONU como membro observador. ►►Nos anos 1980, a OLP passou a dar ainda mais importância à diplomacia :Nos anos 1980, a OLP passou a dar ainda mais importância à diplomacia : •• Buscou reconhecimento de outros países;Buscou reconhecimento de outros países; •• Buscou apoio da ONU à sua causa;Buscou apoio da ONU à sua causa; •• Abandonou o terrorismo.Abandonou o terrorismo.
  • 17. •• A IntifadaA Intifada →→ em 1987 explodiu uma rebelião popular em Gaza, após oem 1987 explodiu uma rebelião popular em Gaza, após o atropelamento de quatro palestinos por um caminhão do exército de Israel.atropelamento de quatro palestinos por um caminhão do exército de Israel. Adolescentes munidos de paus e pedras enfrentaram os soldados israelenses.Adolescentes munidos de paus e pedras enfrentaram os soldados israelenses.
  • 18. A Guerra do GolfoA Guerra do Golfo •• Causa básicaCausa básica →→ o Iraque invadiu o Kuwait em 1990, com a alegando que o Kuwaito Iraque invadiu o Kuwait em 1990, com a alegando que o Kuwait tentava se apropriar do petróleo iraquiano nas áreas de fronteira. Na verdade, Saddamtentava se apropriar do petróleo iraquiano nas áreas de fronteira. Na verdade, Saddam Hussein procurava compensar as despesas com a guerra contra o IrãHussein procurava compensar as despesas com a guerra contra o Irã..
  • 19. •• A interferência dos EUAA interferência dos EUA →→ em resposta a invasão do Kuwait, o presidenteem resposta a invasão do Kuwait, o presidente norte-americano George Bush enviou tropas para o Golfo Pérsico. A ONU decretou onorte-americano George Bush enviou tropas para o Golfo Pérsico. A ONU decretou o boicote econômico ao Iraque e autorizou o uso da força. Os EUA bombardearam oboicote econômico ao Iraque e autorizou o uso da força. Os EUA bombardearam o Iraque e destruíram o país.Iraque e destruíram o país. •• O desfechoO desfecho →→ em fevereiro de 1991 as forças de coalizão formadas por 34 paísesem fevereiro de 1991 as forças de coalizão formadas por 34 países e lideradas pelos EUA invadiram o Kuwait e o sul do Iraque sem grande resistência.e lideradas pelos EUA invadiram o Kuwait e o sul do Iraque sem grande resistência. Ainda em fevereiro, o Iraque assinou o cessar-fogo.Ainda em fevereiro, o Iraque assinou o cessar-fogo.
  • 20. A Segunda Guerra do GolfoA Segunda Guerra do Golfo ►►Após a Guerra do Golfo, as relações entre EUA e Iraque continuaram tensas.Após a Guerra do Golfo, as relações entre EUA e Iraque continuaram tensas. Em 2002, o presidente George W. Bush afirmou que Irã, Iraque e Coréia doEm 2002, o presidente George W. Bush afirmou que Irã, Iraque e Coréia do Norte formavam o "eixo do mal", pois desenvolviamNorte formavam o "eixo do mal", pois desenvolviam armas de destruição emarmas de destruição em massa.massa. •• A causa da guerraA causa da guerra →→ o presidente Bush exigiu da ONU uma ação efetiva parao presidente Bush exigiu da ONU uma ação efetiva para desarmar o Iraque e afirmou que iria atacar Bagdá, caso o governo iraquiano nãodesarmar o Iraque e afirmou que iria atacar Bagdá, caso o governo iraquiano não cumprisse as resoluções das Nações Unidas de destruição das armas. Em 2003,cumprisse as resoluções das Nações Unidas de destruição das armas. Em 2003, contrariando as decisões do Conselho de Segurança da ONUcontrariando as decisões do Conselho de Segurança da ONU, a coalizão anglo-, a coalizão anglo- americana iniciou uma guerra contra o Iraque.americana iniciou uma guerra contra o Iraque.
  • 21. ►►Segundo alguns analistas vários fatores - alguns declarados, outros não –Segundo alguns analistas vários fatores - alguns declarados, outros não – motivaram a invasão norte-americana sobre o Iraque em 2003:motivaram a invasão norte-americana sobre o Iraque em 2003: 1. A existência de “armas de destruição em massa”1. A existência de “armas de destruição em massa” ..
  • 22. 2. A “guerra preventiva” como política de segurança nacional;2. A “guerra preventiva” como política de segurança nacional;
  • 23. 3. Os benefícios econômicos auferidos no período pós-guerra3. Os benefícios econômicos auferidos no período pós-guerra A economia dos EUA beneficia-se no período pós-guerra, já que empresas americanasA economia dos EUA beneficia-se no período pós-guerra, já que empresas americanas firmam contratos de construção de estradas, ferrovias e complexos de comunicação.firmam contratos de construção de estradas, ferrovias e complexos de comunicação. Cogitou-se que os EUA buscaram, por meio da guerra, controlar o petróleo do Iraque.Cogitou-se que os EUA buscaram, por meio da guerra, controlar o petróleo do Iraque.