Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento 0.0

273 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento 0.0

  1. 1. Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento Prof. Luiz Octavio Barbosa Silva octavio.luiz@me.com lobs 0.0 1April 25, 2015
  2. 2. Agenda Apresentações Provas, Trabalhos e Presença Biblioteca HP12c - Excel Contrato 2lobs 0.0April 25, 2015
  3. 3. Apresentações Nome Experiência Profissional Expectativas Objetivos 3lobs 0.0April 25, 2015
  4. 4. Provas, Trabalhos e Presença Semanas de Provas – Data marcada Trabalhos – Exercício em sala de aula – Participação e Presença – Pontos a combinar – durante as aulas Frequência >= 75% - 4lobs 0.0April 25, 2015
  5. 5. Biblioteca Importância da leitura Livros para o curso Consulta internet Pesquisa em campo Exercitar 5lobs 0.0April 25, 2015
  6. 6. HP12c 6lobs 0.0 300,00 Excel April 25, 2015
  7. 7. Contrato Assinaturas 7lobs 0.0April 25, 2015
  8. 8. Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento Aquecimento 8lobs 0.0April 25, 2015
  9. 9. Agenda Aquecimento I Dinheiro –Gastar? Poupar? Investir? Mercado Matemática Financeira Sistema Financeiro Políticas de Governo 9lobs 0.0April 25, 2015
  10. 10. Dinheiro  O dinheiro é comumente reconhecido como um meio de troca aceito no pagamento de bens, serviços e dívidas. Além disso, a moeda serve para mensurar o valor relativo que algum tipo de riqueza ou serviço possui. O preço de cada mercadoria é atribuído por meio de um número específico de moedas ou cédulas que demarcam a quantidade a ser paga por esse bem. No entanto, nem sempre uma única moeda serve de referência para uma mesma localidade. 10lobs 0.0April 25, 2015
  11. 11. Características da moeda Divisibilidade Durabilidade Aceitabilidade geral Manter o valor Ser prática de movimentar Dificilmente falsificável 11lobs 0.0April 25, 2015
  12. 12. Uso do Dinheiro Gastar? Poupar? Investir? 12lobs 0.0April 25, 2015
  13. 13. Gastar A vista? A prazo? Com recursos próprios? Com recursos de terceiros? Qual o objetivo? Pode esperar? 13lobs 0.0April 25, 2015
  14. 14. Poupar Para qual objetivo? Por quanto tempo? Com risco? Qual o retorno esperado? Vou ganhar mais que a inflação? Preciso de liquidez? 14lobs 0.0April 25, 2015
  15. 15. Investimento Em qual mercado? Em um novo negócio? Em um negócio existente? Tenho um Plano de Negócio? – Qual a viabilidade financeira? – Quem compraria essa Plano? 15lobs 0.0April 25, 2015
  16. 16. MERCADO 16lobs 0.0April 25, 2015
  17. 17. Excedente de Capital Falta de Capital 17lobs 0.0April 25, 2015
  18. 18. Intermediário Financeiro 18lobs 0.0April 25, 2015
  19. 19. Mercado Financeiro 19lobs 0.0April 25, 2015
  20. 20. Mercado Financeiro 20lobs 0.0April 25, 2015
  21. 21. Mercado Financeiro Juros Pagos Juros Recebidos Spread Prazos coincidentes Prazos não coincidentes Risco e Retorno 21lobs 0.0April 25, 2015
  22. 22. Matemática Financeira April 25, 2015 lobs 0.0 22
  23. 23. Matemática Financeira Qual o campo de aplicação de Matemática Financeira? – Trata dos instrumentos de cálculo de valores e taxas de juros relacionadas com aplicação de capitais e com empréstimos e financiamentos contraídos por PF e PJ. 23lobs 0.0April 25, 2015
  24. 24. Matemática Financeira  Sob um enfoque teórico, podemos defini-la como o estudo da evolução do dinheiro ao longo do tempo.  Ao longo do tempo o valor do dinheiro muda, quer em função de sua desvalorização devido a inflação, quer em função da existência de alternativa de alternativas de investimentos que possibilitarão o recebimento de alguma remuneração sobre a quantidade envolvida. 24lobs 0.0April 25, 2015
  25. 25. Símbolos C – Capital M – Montante J – Juro i - Taxas de juro n – Prazo N – Valor Nominal D - Desconto 25lobs 0.0April 25, 2015
  26. 26. Capital - C  Denomina-se Capital ou Principal o valor monetário que originou a transação.  Ou ainda entende-se por capital, qualquer valor expresso em moeda e disponível em determinada época, que um indivíduo tem disponível e concorda em ceder a outro, temporariamente.  Aquele que cede é chamado de investidor e aquele que recebe é chamado tomador. 26lobs 0.0April 25, 2015
  27. 27. Montante - M A soma do Capital com os Juros. O montante também é conhecido como Valor Futuro. – Em língua inglesa, usa-se Future Value, indicado nas calculadoras financeiras pela tecla FV. O montante é dado por uma das fórmulas: M = C + J 27lobs 0.0April 25, 2015
  28. 28. Juros - J É a remuneração ganha ou paga pela aplicação ou utilização de determinado Capital durante um certo prazo. 28lobs 0.0April 25, 2015
  29. 29. Taxa de Juros Taxa de Juros é a relação entre o valor da remuneração paga ou recebida e o valor do capital emprestado ou aplicado, referente ao período da operação. 29lobs 0.0April 25, 2015
  30. 30. Taxa de Juros - i i = Remuneração do Período Capital aplicado ou resgatado i = R$90 R$1.000 i = 9% am 30lobs 0.0April 25, 2015
  31. 31. Juros e Taxa de Juros Qual a diferença? – Dinheiro e Percentual – Os juros são a remuneração recebida ou paga pelo uso do capital por um prazo definido. – A taxa de juros é o índice utilizado para se calcular essa remuneração. 31lobs 0.0April 25, 2015
  32. 32. Juros e Taxa de Juros  Apartamento – 400.000  Aluguel – 4.000 reais  Taxa de aluguel – 1% do valor do imóvel  Empréstimo – 40.000  Taxa de juros – 10% ao mês  Juros mensais – 4.000 reais 32lobs 0.0April 25, 2015
  33. 33. Prazo - n  O tempo medido em dias, meses ou anos. – Sempre deve estar em sintonia com o prazo da taxa de juros.  Fluxo Financeiro: 33lobs 0.0April 25, 2015
  34. 34. Valor Nominal - N  O valor de resgate de um titulo em sua data de vencimento, representa o valor do montante da operação. – O título financeiro refere-se à participação financeira em uma determinada empresa pública ou privada através de um título. – Os títulos de crédito contêm no mínimo dois sujeitos envolvidos: o emitente (devedor) ou sacador e o beneficiário (credor). 34lobs 0.0April 25, 2015
  35. 35. Desconto - D  Em finança, chama-se Desconto à diferença entre o Valor Nominal de um título (Valor Futuro) “VF” e o Valor Presente ou Atual “VP” deste mesmo título, D = VF – VP  Define-se desconto como sendo o abatimento que o devedor faz jus quando antecipa o pagamento de um título ou quando o mesmo é resgatado antes de seu vencimento, ou ainda, como sendo o juro cobrado por um intermediário para antecipar o recebimento de um título, que representa um direito de crédito futuro. É uma operação tradicional no mercado financeiro e no comércio em geral. 35lobs 0.0April 25, 2015
  36. 36. Capitalização  Remuneração de determinado capital durante um intervalo de tempo.  Chamaremos de Regime de Capitalização demonstram como os juros são formados e sucessivamente incorporados ao capital no decorrer do tempo.  Regimes de Capitalização – Simples – Linear – Composta – Exponencial 36lobs 0.0April 25, 2015
  37. 37. Fórmulas Juros Simples J = C.i.n C = J/i.n i = J/C.n n = J/C.i J = C x i x n 37lobs 0.0April 25, 2015
  38. 38. Ex – Juros Simples Complemento: Montante M = C + J M = 80.000 + 6.000 M = $86.000,00 1. Um capital de $80.000,00 é aplicado à taxa de 2,5% ao mês durante um trimestre. Pede-se determinar o valor dos juros acumulados neste período? Solução: C - $80.000,00 i – 2,5% ao mês – (0,025) n – 3 meses J - ? J = C x i x n J = 80.000 x 0,025 x 3 J = $6.000,00 38lobs 0.0April 25, 2015
  39. 39. Fórmula Juros Composto  Para melhor desenvolver este conceito e definir suas fórmulas de cálculos, admita ilustrativamente uma aplicação de $1.000 a taxa composta de 10% ao mês. – Final do 1º mês. • J = Cxixn – 1.000x0,10x1 = 100 • M = C + J • M = 1.000 + 1.000x0,10x1 • M = 1.100 – Final do 2º mês. • M = 1.000 x (1+0,10) x (1+0,10) • M = 1.000 x (1+ 0,10)^2 • M = 1.210 39lobs 0.0April 25, 2015
  40. 40. Fórmula Juros Composto M = C x (1 + i )^n VF = VP x (1 + i) ^n 40lobs 0.0April 25, 2015
  41. 41. Calculadora HP 12c  Juros Simples FV = PV x i x n  Juros Composto FV = VP x (1+i)^n 41lobs 0.0April 25, 2015
  42. 42. Juros Simples X Juros Composto Mês 00 Mês 01 Mês 02 Mês 03 Final C 1.000 1.000 1.000 1.000 1.000 i 10% 10% 10% 10% 10% n 0 1 1 1 3 J 100 100 100 300 M 1.300 Mês 00 Mês 01 Mês 02 Mês 03 Final C 1.000 1.000 1.100 1.210 1.000 i 10% 10% 10% 10% 10% n 0 1 1 1 3 J 100 110 121 331 M 1.331 42lobs 0.0April 25, 2015
  43. 43. Ex – Juros Composto  Se uma pessoa deseja obter $27.500 dentro de uma ano, quanto ela deverá depositar hoje numa alternativa de poupança (antiga) que rende 0,6% de juros composto ao mês? Solução: M - $27.500,00 n – 1 ano – 12 meses i – 0,6%a.m. C - ? C = 27.500/(1+0,006)^12 C= $25.595,10 43lobs 0.0April 25, 2015
  44. 44. Sistema Financeiro April 25, 2015 lobs 0.0 44
  45. 45. Sistema Financeiro  Conjunto de Instituições e Instrumentos com regulação que possibilita: – Intermediação Financeira – Crédito, Financiamento da Dívida Pública – Captação de Recursos para empresas não financeiras: Ações / Debênture / Nota Promissória; – Pagamento em real time - SPB 45lobs 0.0April 25, 2015
  46. 46. Composição do Sistema Financeiro Nacional Orgãos normativos Entidades supervisoras Operadores Conselho Monetário Nacional - CMN Banco Central do Brasil - BacenInstituições financeiras captadoras de depósitos à vista Demais instituições financeiras Outros intermediários financeiros e admin Bancos de Câmbio Comissão de Valores Mobiliários - CVM Bolsas de mercadorias e futuros Bolsas de valores Conselho Nacional de Seguros Privados - CNSP Superintendência de Seguros Privados - Susep Ressegurador es Sociedades seguradoras Sociedades de capitalizaçã o Entidades abertas de previdência complement ar Conselho de Gestão da Previdência Complementar - CGPC Secretaria de Previdência Complementar - SPC Entidades fechadas de previdência complementar (fundos de pensão) 46lobs 0.0April 25, 2015
  47. 47. Sistema Financeiro Mercado Monetário Mercado de Crédito Mercado de Câmbio Mercado de Capitais Mercado de Derivativos 47lobs 0.0April 25, 2015
  48. 48. Sistema Financeiro Mercado Monetário – Conjunto formado por bancos comerciais e empresas financeiras de crédito que também participam do mercado de capitais. A diferença é que operam no curto ou curtíssimo prazo. 48lobs 0.0April 25, 2015
  49. 49. Sistema Financeiro  Mercado de Crédito – As Instituições Financeiras fazem o repasse dos recursos captados dos agentes econômicos superavitários (com sobra de recursos) aos agentes econômicos deficitários (que necessitam de recursos). – Variedades de produtos disponíveis que se diferenciam em prazos, taxas, formas de pagamentos e garantias. 49lobs 0.0April 25, 2015
  50. 50. Sistema Financeiro Mercado Capitais – Um sistema de distribuição de valores mobiliários que proporciona liquidez aos títulos de emissão de empresas e viabiliza o processo de capitalização. É constituído pelas bolsa de valores, sociedade corretoras e outras instituições financeiras autorizadas. 50lobs 0.0April 25, 2015
  51. 51. Sistema Financeiro  Mercado de Câmbio – Câmbio é toda operação em que há troca de moeda nacional por moeda estrangeira ou vice-versa. Por exemplo, quando uma pessoa vai viajar para o exterior e precisa de dinheiro para sua estada ou para suas compras o banco vende a essa pessoa moeda estrangeira (recebe moeda nacional e lhe entrega moeda estrangeira). Quando essa pessoa retorna da viagem ao exterior e ainda possui algum dinheiro do país que visitou, o banco compra a moeda estrangeira (recebe a moeda estrangeira e lhe entrega moeda nacional). 51lobs 0.0April 25, 2015
  52. 52. Sistema Financeiro Mercado Derivativo – Derivativo é um acordo entre duas partes, de compra ou venda de um determinado ativo por um preço preestabelecido, com liquidação em data futura. 52lobs 0.0April 25, 2015
  53. 53. Políticas de Governo April 25, 2015 lobs 0.0 53
  54. 54. Políticas de Governo Política Monetária – Gestão da moeda e do crédito. Operações de emissão e controle de moeda, decisão sobre seu curso forçado. Atuação via moeda, na vida econômica, organizando o sistema monetário e bancário que respondam às necessidades da Economia. 54lobs 0.0April 25, 2015
  55. 55. Políticas de Governo Políticas Fiscal – Define e aplica impostos e taxas sobre os agentes econômicos com base na Receita Fiscal. Define os gastos do Governo e influi na política monetária, em especial, no fluxo de caixa e na concessão de crédito dos agentes econômicos. 55lobs 0.0April 25, 2015
  56. 56. Políticas de Governo Política Cambial – Define o valor esterno da moeda e controla os fluxos de moeda estrangeiras. 56lobs 0.0April 25, 2015
  57. 57. Políticas de Governo Política Rendas – Controla os fatores de produção com salários, encargos, distribuição de resultados da atividade econômica, sistemas de preços etc. 57lobs 0.0April 25, 2015
  58. 58. Políticas de Governo COPOM – Comitê de Política Monetária. Taxa SELIC – Sistema Especial de Liquidação e Custódia. CDI –Certificado Depósito Interbancário. 58lobs 0.0April 25, 2015
  59. 59. Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento lobs 0.0 59April 25, 2015
  60. 60. Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento 01. Estrutura e Análise das Demonstrações Financeiras. 02. Fluxo de Caixa e Planejamento Financeiro. 03. Valor do Dinheiro no Tempo. 04. Risco e Retorno. 05. Fluxo de Caixa para Orçamento de Capital. 06. Técnicas de Orçamento de Capital. 07. Alavancagem e Estrutura de Capital. 08. Capital de Giro e Administração do Ativo Circulante. 09. Administração do Passivo Circulante. 10. Administração do Disponível. 11. Administração de Valores a Receber. 12. Administração dos Estoques. 13. Estrutura e Análise do Fluxo de Caixa. 14. Relatório de Análise Econômico-Financeira de Empresas. 15. Orçamento Empresarial. 60lobs 0.0April 25, 2015
  61. 61.  Básica – GITMAN, Lawrence J. Princípios de Administração Financeira. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. – HOJI, Masakazu. Administração Financeira e Orçamentária: matemática financeira aplicada, estratégias financeiras, orçamento empresarial. 11. ed. São Paulo: Atlas, 2014. – GROPPELLI, Angelico A.; Nikbakht Ersan. Administração Financeira. 2. Ed. São Paulo: Saraiva, 2007. 61lobs 0.0April 25, 2015 Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento
  62. 62. Tópicos Avançados em Finanças e Orçamento  Complementar – ASSEF, Roberto. Guia Prático de Administração Financeira: pequenas e médias empresas. Rio de Janeiro: Campus, 1999. – BRIGHAM, Eugene F. Fundamentos da Moderna Administração Financeira. Rio de Janeiro: Campus, 1999. – HOJI, Masakazu. Administração Financeira: uma abordagem prática. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2004. – WESTON, J, Fred. Fundamentos da Administração Financeira.Makron Books, 2000. – MATARAZZO, Dante Carmine. Análise Financeira de Balanços. São Paulo: Atlas, 1995. 62lobs 0.0April 25, 2015
  63. 63. Obrigado Boa Sorte TODOS! octavio.luiz@me.com 63lobs 0.0April 25, 2015

×