LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES.
C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES
PROCEDIMENTOS BÁSICOS DE OPERAÇÃO /
MANUTENÇ...
LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES.
C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES
 VERIFICAR A TEMPERATURA DE ENTRADA DO AR C...
LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES.
C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES
 ACIMA DESTA TEMPERATURA, MELHORAR AS CONDI...
LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES.
C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES
 NUNCA REMOVA OU DESAJUSTE DISPOSITIVOS DE ...
LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES.
C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES
LAY-OUT PARA INSTALAÇÃO DE SECADORES E FILTR...
LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES.
C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES
Obs.: Para as classes 1, 2 e 3 de ponto de o...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Luma procedimento de manutenção em secador

277 visualizações

Publicada em

Instruções práticas para melhorar o funcionamento de secadores de ar e auxiliar em sua manutenção pelos usuários.

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Luma procedimento de manutenção em secador

  1. 1. LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES. C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES PROCEDIMENTOS BÁSICOS DE OPERAÇÃO / MANUTENÇÃO em SECADOR DE AR – REFRIGERAÇÃO Para que os secadores de ar comprimido possam ser eficientes em sua função, são necessários alguns cuidados na sua instalação, operação, bem como, em sua manutenção. Abaixo, listaremos alguns procedimentos para o seu melhor rendimento, menor índice de falhas e contaminações no sistema de ar comprimido.  O SECADOR DEVERÁ SER INSTALADO EM LOCAL LIMPO, AREJADO, DE FÁCIL ACESSO, E COM ESPAÇO SUFICIENTE PARA MANUTENÇÃO.  VERIFICAR SE A TENSÃO ELÉTRICA DA REDE DE ENTRADA, ESTA DE ACORDO COM A ESPECIFICADA NA PLAQUETA DE IDENTIFICAÇÃO DO SECADOR E SE NÃO HÁ DESEQUILÍBRIO ENTRE AS FASES (DESEQUILÍBRIO MAXIMO PERMITIDO = 2%).  É OBRIGATÓRIO O USO DE REDE / TOMADA COM FIO TERRA E DISJUNTOR INDEPENDENTE.  VERIFICAR REGULARMENTE AS CONDIÇÕES DO PAINEL ELÉTRICO, PRINCIPALMENTE QUANTO À FIXAÇÃO DOS TERMINAIS, CONTATORAS, DISJUNTORES OU FUSÍVEIS.  VERIFICAR SE O VOLUME DE AR GERADO PELO COMPRESSOR ESTA DENTRO DA CAPACIDADE DE TRATAMENTO INDICADA NA PLAQUETA DE IDENTIFICAÇÃO DO SECADOR.  Volume acima do especificado ocasiona, mesmo que por um curto período de tempo, o aparecimento de água na linha de distribuição do ar comprimido, bem como, perda de pressão e possíveis danos no circuito frigorífico do secador.  OBS.: É recomendável que haja um “by–pass” entre a rede de ar comprimido e o secador de ar, a fim de evitar paradas no fornecimento de ar comprimido quando da troca dos elementos dos filtros ou manutenção do secador.  VERIFICAR SE AS LIGAÇÕES DE ENTRADA E SAÍDA DO AR COMPRIMIDO NO SECADOR ESTÃO CORRETAS, AS VÁLVULAS ABERTAS, BEM COMO, O “BY-PASS” FECHADO.  VIBRAÇÕES VINDAS DO COMPRESSOR OU DA REDE DE AR COMPRIMIDO DEVEM SER ELIMINADAS PARA QUE NÃO DANIFIQUEM O CIRCUITO FRIGORÍFICO E ELÉTRICO DO SECADOR.
  2. 2. LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES. C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES  VERIFICAR A TEMPERATURA DE ENTRADA DO AR COMPRIMIDO NO SECADOR. (45o. C. – (MAXIMA).  ACIMA DESTA TEMPERATURA, É OBRIGATÓRIO O USO DE UM RESFRIADOR DE AR ENTRE O COMPRESSOR E O SECADOR.  TEMPERATURA ACIMA DA ESPECIFICADA COMPROMETE O SISTEMA FRIGORÍFICO DO SECADOR BEM COMO, A QUALIDADE DO TRATAMENTO.  NUNCA LIGAR O COMPRESSOR DE AR SEM O SECADOR DE AR.  A falta do secador, ira contaminar todo o sistema, mesmo que seja por um curto período de tempo.  SECADOR COM CONDENSAÇÃO A AR.  Verifique o sentido de rotação da hélice do ventilador e se não há nada que possa interferir no fluxo do ar de entrada e saída para o condensador. Bem como, fonte de calor direta no condensador. (Ar do trocador de calor do compressor de ar, de outro secador em paralelo, exaustores, tubulações de vapor, etc.)  OBS. 1: Espaço livre de pelo menos, uma vez (1x) a altura do condensador na entrada do ar e de (2x) o comprimento da unidade para o ar de saída.  Fonte: Danfoos –Manual de instalação de compressores e unidades de condensação.  OBS. 2: Ambiente limpo, bem ventilado e se a temperatura na sala do secador não ultrapassa a 38o. C (máxima).
  3. 3. LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES. C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES  ACIMA DESTA TEMPERATURA, MELHORAR AS CONDIÇÕES DO LOCAL DA INSTALAÇÃO, OU REMOVER O SECADOR PARA LOCAL MAIS ADEQUADO.  Proceder à limpeza do condensador pelo menos uma (01) vez por semana com jato de ar comprimido.  SECADOR COM CONDENSAÇÃO A ÁGUA.  Os cuidados serão menores, devido ao tratamento dado a água. Recomendamos, no entanto, que se proceda a uma limpeza do condensador, por técnico habilitado, a cada 4000 horas de uso, com uma escova apropriada, para a remoção das impurezas que se fixam nas paredes dos tubos de cobre, obtendo assim, melhor troca de calor e maior eficiência do trocador.  Temperatura de entrada da água: 28o.C. (+/- 2O. C.) Pressão: 2 a 3 Kg.  OBS.: É recomendável à instalação de válvula automática reguladora de fluxo de água na rede junto ao secador, a fim de evitar desligamentos pela variação de temperatura da água da torre no condensador.  Caso tenha válvula reguladora, ajuste-a para que trabalhe dentro da pressão recomendada, conforme manual do equipamento.  Verificar sempre o correto funcionamento e limpeza da torre de resfriamento.  PONTO DE ORVALHO EM OPERAÇÃO: Entre 3o. C e 9o. C.  A temperatura do ponto de orvalho pode variar devido a temperatura da agua de resfriamento acima do recomendado na entrada do condensador, ar comprimido na entrada do secador com temperatura acima do especificado, volume de ar maior que a capacidade de tratamento do secador, condensador sujo, entre outros.  VERIFICAR DIARIAMENTE O PURGADOR DO SECADOR.  O não funcionamento ou o funcionamento incorreto fará com que apareça água na linha de ar comprimido. Verifique se o intervalo de tempo ajustado atende a instalação. Se necessário ajuste um novo intervalo de acordo com sua necessidade.  VERIFICAR SE AS PRESSÕES NOS MANÔMETROS ESTÃO DENTRO DOS PARÂMETROS DO MANUAL DO EQUIPAMENTO, EVITANDO ASSIM, POSSÍVEIS DESLIGAMENTOS.  Se houver o desligamento do secador, seja por falta de energia elétrica ou por problema de ordem técnica, o mesmo deverá ser religado pelo pessoal da operação, pois, por motivo de segurança, alguns secadores não partem automaticamente.
  4. 4. LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES. C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES  NUNCA REMOVA OU DESAJUSTE DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA, PROTEÇÕES OU ISOLAÇÕES INSTALADAS NO SECADOR.  DEFEITOS CAUSADOS POR FALTA DE LIMPEZA DOS PURGADORES, CONDENSADORES E CONDIÇÕES INADEQUADAS DAS INSTALAÇÕES, NÃO SE ENQUADRAM EM “GARANTIA”.  CASO O PROBLEMA PERSISTIR, SOLICITAR ASSISTÊNCIA TÉCNICA.  MANUTENÇÃO PREVENTIVA É recomendada que seja efetuada uma revisão geral a cada 4000 horas. Este serviço deverá ser executado por técnico especializado em secadores de ar.  PERDA DE PRESSÃO NA LINHA DE AR COMPRIMIDO Podem ocorrer por diversos motivos: Problemas na geração do compressor, consumo acima da capacidade de geração, filtros saturados, vazamentos na linha de ar ou nos equipamentos, linha de ar subdimensionada, secador de ar subdimensionado, congelamento do sistema frigorífico do secador, etc.... CUSTO DO VAZAMENTO DE AR Para diminuir o custo da utilização e melhoria do sistema, torna-se necessário uma manutenção periódica do compressor e do secador de ar comprimido. Correto dimensionamento da rede de ar, eliminação dos vazamentos, manutenção e troca dos elementos filtrantes do compressor conforme plano de manutenção do fabricante (ver manual) e dos filtros de linha dentro dos prazos estabelecidos pelos fabricantes ou, quando os mesmos apresentarem sinais de saturação (queda de pressão na linha de ar comprimido) principalmente nos filtros de entrada e saída de ar do secador. CONFORME A NORMA ISO-8573/1, FILTROS SÃO PARTE FUNDAMENTAL DO TRATAMENTO DO AR COMPRIMIDO E FONTE DE ECONOMIA NA MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS E MELHORIAS DOS SISTEMAS DE QUALIDADE NAS EMPRESAS.
  5. 5. LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES. C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES LAY-OUT PARA INSTALAÇÃO DE SECADORES E FILTROS Fonte: Fargon Engenharia CLASSES DE QUALIDADE DO AR COMPRIMIDO – IS0 8573-1
  6. 6. LUMA-AR COMPRIMIDO E GASES. C0MPRESSORES, SECADORES DE AR, GERADORES DE GASES Obs.: Para as classes 1, 2 e 3 de ponto de orvalho, usar somente secador por adsorção Fonte: Revista meio Filtrante Fonte: Parker LUIZ MANOEL Consultor Técnico em Ar Comprimido e Gases. Luma Ar Comprimido e Gases. (11) 2579-0277 (11) 99945-7226 Skype - live:lumaol

×