032

872 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
872
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

032

  1. 1. Edson de 32 Livro Conhecendo a Verdade Franzen Almeida e
  2. 2. Edson de Almeida e Franzen Livro 32 Conhecendo a Verdade
  3. 3. Primeira Edição - Novembro/1998 Segunda Edição - Julho/1999 Nota: Salvo menção em contrário, as referências bíblicas constam da tradução de João Ferreira de Almeida, versão Revisada segundo os Melhores Textos Gregos e Hebraicos (AMTGH) da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Editora HERR e CEO - Consultoria Eclesiástica, Empresarial, Organizacional Rua Olindo Sequinel, 1527 - Pinheirinho - Curitiba (PR) CEP 81150-120 - Fone: (041)248-2577 E-Mail: pstvirtual@yahoo.com.br ou ainda webmaster@nbz.com.br Internet: http://www.nbz.com.br - ou http://igrejavirtual.nbz.com.br Direitos reservados à Todos os direitos reservados - Copyright 1998-2003 É permitida a reprodução de partes ou total deste livro, desde que citados os nomes do Livro, do Autor e da Editora. © Rev.HeinzSiegfriedFranzen Colaboração PastorEdsonA.Franzen Arte e Diagramação Edição Digital - Novembro/2003 Artista Plástico Italiano Severo Baraldi Desenho da Capa
  4. 4. A Bíblia da Religião 1 Índice Analítico Apresentação da Coleção ................................................................. 6 A Bíblia da Religião......................................................................................6 Divisão da Obra............................................................................................6 1a Etapa - Base Teológica......................................................................................6 2a Etapa - Aprofundamento Teológico...................................................................6 3a Etapa - Ministérios............................................................................................6 Etapas e Seus Livros.....................................................................................7 Convenções Tipográficas Usadas Neste Livro..............................................8 Que é o Evangelho Quadrangular? ......................................... 10 Os 4 Evangelhos .........................................................................................10 Quadrangular e Cores ................................................................................11 Bandeira e Lema.........................................................................................12 A Fundadora...............................................................................................12 Conversão........................................................................................................... 13 Chamada para a Evangelização........................................................................... 13 Casamento e Entrada no Ministério..................................................................... 14 As Primeiras Campanhas (1915-1918) ................................................................ 15 As Viagens Transcontinentais (1918-1923)......................................................... 15 A Igreja do Evangelho Quadrangular (1923-1973) .............................................. 16 O Templo dos Anjos............................................................................................ 16 Escola Quadrangular........................................................................................... 16 Grupos de Oração................................................................................................ 17 Outras Conquistas............................................................................................... 17 Conclusão ........................................................................................................... 17 Comentários do Autor ......................................................................................... 17 Ministro do Evangelho Quadrangular........................................................18 Com Deve Ser? ................................................................................................... 18 Como Foi Concebido o Evangelho Quadrangular.....18
  5. 5. 2 Evangelho Quadrangular 1. Concebido Originalmente no Coração de Deus......................................18 2. Anterior a Moisés ...................................................................................19 Tipo ....................................................................................................................19 Quatro Antigos Pontos.........................................................................................19 3. Veio Por Inspiração ................................................................................19 As Doutrinas do Evangelho Quadrangular....................21 1. Jesus Cristo, o Salvador .........................................................................21 O Rosto de Homem..............................................................................................21 Evangelho de LUCAS .........................................................................................21 Jesus Como o Filho do Homem............................................................................22 Símbolo da Salvação............................................................................................23 Cor simbólica da Salvação...................................................................................23 2. Jesus Cristo, o Batizador no Espírito Santo...........................................23 O Rosto de Leão ..................................................................................................23 Evangelho de JOÃO............................................................................................24 Jesus Como o Filho de Deus ................................................................................25 Símbolo do Espírito Santo ...................................................................................25 Cor Simbólica do Espírito Santo..........................................................................25 3. Jesus Cristo, o Grande Médico...............................................................25 O Rosto de Boi ....................................................................................................26 Evangelho de MARCOS......................................................................................27 Jesus Como o Servo.............................................................................................27 Símbolo da Cura Divina ......................................................................................28 Cor Simbólica da Cura Divina.............................................................................28 4. Jesus Cristo, o Rei Que Há de Vir..........................................................28 O Rosto de Águia ................................................................................................28 Evangelho de MATEUS ......................................................................................30 Jesus Como o Rei.................................................................................................30 Símbolo da Segunda Vinda..................................................................................30 Cor Simbólica da Segunda Vinda ........................................................................30 Quadrangular no Mundo............................................................................30 O Presidente da IEQ Mundial..............................................................................30 Estatística da Igreja do Evangelho Quadrangular.....................................31 Quadrangular no Brasil..............................................................................32 A Igreja do Evangelho Quadrangular nos Estados ...............................................32 Conselho Nacional de Diretores..................................................................33
  6. 6. A Bíblia da Religião 3 Quadrangular no Paraná............................................................................40 Família Castro..................................................................................................... 40 Questionário .................................................................................................41 Por Correspondência..................................................................................41 Respostas.......................................................................................................... 44 Bibliografia ...................................................................................................45
  7. 7. 4 Evangelho Quadrangular Índice das figuras e quadros Lista dos ministérios contemplados..............................................................6 Título de Figura, Desenho ou Quadro..........................................................8 Quadro - Resumo da Visão de Ezequiel (Ezequiel 1) .................................11 Quadro - Estatística em Número de Pessoas, Igrejas e Países ...................31 Primeira tenda da Cruzada no Brasil, em Cambuci, em São Paulo............32 Quadro - Conselho Nacional de Diretores..................................................33
  8. 8. A Bíblia da Religião 5 Apresentação da Coleção Para não ser vencido pelo inimigo é necessário saber como ele pensa. Nota de II Coríntios 2:11 da Bíblia Vida Nova
  9. 9. 6 Evangelho Quadrangular Apresentação da Coleção A Bíblia da Religião A coleção “A Bíblia da Religião” veio para atender algumas das expectativas dos cristãos com relação ao conhecimento mínimo de diversas matérias relacionadas com a espiritualidade e com a igreja. Quase a totalidade das matérias tratadas aqui já possui muitos livros e compêndios escritos em várias línguas. Todavia, não pretendemos que sejam mais livros como tantos outros, mas sim livros compilados e criados numa linguagem condensada com o que julgamos ser o mínimo e necessário para o trabalho cristão e o evangelismo. Divisão da Obra A obra divide-se em 3 etapas consecutivas e ascendentes quanto à complexidade e variedade teológica. São elas: 1 a Etapa - Base Teológica Na primeira etapa o leitor/estudante terá uma base teológica. Estudará matérias e assuntos que sejam necessários para seu fundamento teológico, iniciando com o Curso para novos convertidos (Boas Novas). 2 a Etapa - Aprofundamento Teológico Na segunda etapa o leitor/estudante passará por um aprofundamento teológico e um despertar ministerial. Aí sim é o momento de se aprofundar nas doutrinas (não somente uma visão geral como a ministrada na primeira etapa). 3 a Etapa - Ministérios A última etapa é marcada com o engajamento em algum ministério. Até à segunda etapa, o escritor/estudante inclinou-se por um determinado ministério. Na terceira etapa ele irá preparar-se no ministério de seu chamado, naquele(s) apresentado(s) para ele em testes de dons da 1 a e 2 a Etapas. Lista dos ministérios contemplados Nome do Ministério Categoria do Formando Pregação Obreiro, Pastor, Diácono, Pregador Estudo Professor, Discipulador Música/Louvor Músico, Dirigente de Louvor, Instrumentista Administração Administrador Eclesiástico, Obreiro Administrativo Missões Missionário, Evangelista Teatro Ator (Atriz), Teatrólogo, Diretor
  10. 10. A Bíblia da Religião 7 Etapas e Seus Livros Etapa Descrição Livros 1a Base Teológica 0 até 14 2 a Aprofundamento Teológico 15 a 23 3 a Especialização nos Ministérios 24 a 29 1 a Etapa - Base Teológica e suas Matérias ou Livros 0. Como usar os livros da coleção A Bíblia da Religião 1. As Boas Novas para os Iniciados na Fé 2. Oração - A Fonte de Poder do Cristão 3. Espírito Santo - O Autor da Bíblia 3a. Dons do Espírito Santo 3b. Fruto do Espírito Santo 4. Prosperidade segundo o Antigo e o Novo Testamento 5. Família e Casamento - As Colunas da Igreja de Deus 6. Visão Geral da Bíblia 7. Geografia dos Acontecimentos Bíblicos 8. Nomes e Números Bíblicos 9. Manuscritos e Pergaminhos Bíblicos 10. Manuscritos de Qumran - O Maior Achado Arqueológico do Século XX 11. Tradução e Interpretação Bíblica 12. As Línguas da Bíblia 13. Visão Geral das Versões Bíblicas 14. Seitas e Religiões 2 a Etapa - Aprofundamento Teológico e suas Matérias ou Livros 15. Discipulado - O Segredo das Civilizações Bem Sucedidas 16. Doutrinas Cristãs 17. Doutrinas Cristãs Polêmicas - Comentando à Luz da Bíblia 18. Dilúvio - Verdade ou Fantasia? 19. Ecologia nos Textos Bíblicos 20. A Ciência x A Bíblia - Apologia da Fé 21. A Sabedoria Humana x A Sabedoria Divina 22. Evangelismo - A Última Ordenança de Jesus Cristo 23. Apocalipse - Deus Revelando o Futuro 3 a Etapa - Ministérios e suas Matérias ou Livros 24. Estudo e Pregação com Metodologia Bíblica => Ministério Pastoral 25. A Educação na Vida Cristã => Ministério de Ensino 26. Música na Bíblia e Música Gospel = Ministério de música e Louvor 27. Manual do Administrador da Igreja = Ministério de Administração 28. Missões - O Último Mandamento de Jesus => Ministério de Missões 29. Introdução ao Teatro Evangélico => Ministério de Teatro
  11. 11. 8 Evangelho Quadrangular Convenções Tipográficas Usadas Neste Livro Este livro usa vários estilos tipográficos para fazer distinção entre textos, figuras e versículos. Todas estas convenções servem para auxiliar o leitor na visualização, interpretação e memorização. Título de Figura, Desenho ou Quadro Haverá no final do livro, um índice com a listagem das figuras, desenhos, fotos e quadros de todo o texto que esteja marcado com o Título acima. Título de Comentário do Autor Comentário do Autor - Sempre que houver texto ou doutrina que dê margem a mais de uma interpretação, o autor poderá comentar ou vir a concluir algo. Título de Memorização Título de Ilustração Uma história ou uma situação relação com o assunto em questão. Título de Texto de Outro Autor Um texto de outro autor e livro que tem relação com o assunto. O que o mundo diz sobre determinado assunto será destacado desta maneira. Passagem Bíblica - Jonas 1:2: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela... Bibliografia Bíblia Vida Nova. São Paulo, Editora Vida Nova, 1982. Questionário 1. Exercício 1 Respostas Resposta do exercício 1 Estudo Suplementar Comentários Este tópico não precisa necessariamente ser estudado ou ministrado. São mais informações para que o leitor possa ficar mais inteirado do assunto.
  12. 12. A Bíblia da Religião 9 Evangelho Quadrangular Para a maioria das pessoas a experiência é como as luzes de popa de um barco, que só iluminam o caminho que ficou para trás. Thomas A. Edison 1847-1931 Inventor americano
  13. 13. 10 Evangelho Quadrangular O Evangelho Quadrangular não apresenta novas doutrinas, nem qualquer inovação. Trata-se realmente das doutrinas de Jesus Cristo, puras como são apresentadas nos Evangelhos e vistas sob quatro aspectos diferentes, e que passaremos a explicar a seguir. Que é o Evangelho Quadrangular? É o evangelho ou doutrina que nos dá preceitos espirituais e conhecimento verdadeiro de nosso glorioso Senhor, através da mais formosa mensagem do mundo. Apresenta algo de excepcional e que vem satisfazer aos mais altos anseios espirituais do indivíduo. Por que há quatro Evangelhos no Novo Testamento? Porque Mateus, Marcos, Lucas e João apresentam o Senhor Jesus Cristo de um ponto de vista diferente, a saber: Jesus Cristo - o Rei, Jesus Cristo - o Servo, Jesus Cristo - o Filho do Homem e Jesus Cristo - o Filho de Deus. Embora haja um só Evangelho e portanto uma só história de Jesus, quatro são os principais benefícios que Jesus Cristo providenciou para a humanidade, no Calvário (João 19:30). Os 4 Evangelhos O EVANGELHO QUADRANGULAR então é uma mensagem que apresenta: 1. JESUS CRISTO, o SALVADOR, para o mundo amaldiçoado por causa do pecado, e enganado por Satanás. LUCAS apresenta Jesus Cristo como "Filho do Homem", para a salvação da alma. 2. JESUS CRISTO, o BATIZADOR com o Espírito Santo e fogo, para uma igreja tímida e fraca. JOÃO apresenta Jesus Cristo como "Filho de Deus", para batizar e abençoar o espírito do homem. 3. JESUS CRISTO, o GRANDE MÉDICO, para a humanidade moribunda e doente, tanto no espírito como no corpo. MARCOS apresenta Jesus Cristo como "Servo de Deus", para cura divina do corpo do homem. 4. JESUS CRISTO, o futuro REI de paz, para o mundo cansado de guerras, lutas, cobiça, ódio e sofrimento. MATEUS apresenta Jesus Cristo como "REI QUE HÁ DE VIR".
  14. 14. A Bíblia da Religião 11 O nome "IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR" está baseado nos quatro principais benefícios do Calvário: . Salvação, . Batismo no Espírito Santo, . Cura Divina e . Segunda Vinda de Nosso Rei (Jesus Cristo). Quadrangular e Cores O Evangelho Quadrangular é semelhante a um cintilante arco-íris de promessa com quatro cores significativas, derivadas da pura e branca "LUZ DO MUNDO" - Jesus Cristo (João 8:12). Decompõe-se na Cruz do Calvário contra as nuvens tempestuosas do pecado, doença e morte, formando um lindo arco- íris de esperança - um arco que mede a Dispensação do Tempo - desde o Gênesis ao Apocalipse, e vem pousar na Cidade Celestial, que "é quadrangular" (Ap. 21:16 Edição Atualizada). Pode-se comparar o Evangelho Quadrangular a uma jóia com quatro facetas principais, além de muitas outras. É uma jóia de rara beleza, e que encerra simbolismo em suas cores diversas: 1. Escarlate brilhante, para a salvação da alma. 2. Ouro faiscante, para o batismo no Espírito Santo. 3. Azul cintilante, para a cura divina. 4. Púrpura resplandecente, para a vinda do Rei (Jesus Cristo). Quadro - Resumo da Visão de Ezequiel (Ezequiel 1) Visão Rosto Evangelho Jesus é Símbolo Cor 1 a Homem Jesus Cristo o Salvador Lucas aos Gregos Filho do Homem Cruz - Salvação Escarlate ou Vermelha ou Carmesim 2 a Leão Jesus Cristo o Batizador no Espírito Santo João a todos os Crentes Filho de Deus Pomba - Espírito Santo Ouro ou Amarela 3 a Boi Jesus Cristo o Médico Marcos aos Romanos Servo Cálice - Cura Divina Azul Claro ou Azul Celeste 4 a Águia Jesus Cristo o Rei que há de Vir Mateus aos Hebreus Rei Coroa - Segunda Vinda Púrpura ou Roxo
  15. 15. 12 Evangelho Quadrangular O Evangelho Quadrangular está descrito em toda a Bíblia, desde os primeiros livros da Bíblia. Ele está prefigurado nas cores e móveis do Tabernáculo, cujo modelo e planta Moisés recebeu de Deus: - Altar quadrado para as ofertas de sacrifício: Ex. 27:1 - No Castiçal: Ex 25:31 - Altar de queimar incenso: Ex 30:34 Outras referências às cores do Evangelho Quadrangular: Êx. 25:4; 28:5; Nm 4:13; II Cr 2:7; 3:14; Is 1:18 (onde fala que carmesim é vermelho ou escarlate). Bandeira e Lema O glorioso Evangelho Quadrangular é tão sólido quanto a Rocha sobre a qual está fundado. Permanece firme nos quatro ângulos, forte, inabalável. Quando o céu e terra tiverem passado, ele ainda estará de pé. Por quê? Porque é uma mensagem verdadeira de Jesus Cristo, que é “o mesmo ontem, e hoje, e eternamente” - Hb 13:8: é o lema da Igreja do Evangelho Quadrangular. As cores da bandeira, pela ordem, de cima para baixo: PÚRPURA (roxo) - Jesus Voltará AZUL CLARO - Jesus Cura OURO (amarelo) - Jesus Batiza ESCARLATE (vermelho) - Jesus Salva, a Base de tudo As franjas da Bandeira estão descritas em Nm 15:38-39. A Fundadora O nome Evangelho Quadrangular veio de uma revelação à fundadora de nossa igreja, Aimee Semple McPherson. Aimee Kennedy, nome de solteira, nasceu numa pequena fazenda perto de Ingersoll, Ontário, no Canadá, a 9 de outubro de 1890. Filha única do casal James e Minnie Kennedy. Cinema, patinação no gelo, romances e bailes foram as diversões que atraíram-na até o ponto de seu coração ficar cada vez mais frio e longe de Deus. Com a idade de dezessete anos, enquanto cursava o colégio, ela ficou fascinada com os ensinamentos da teoria da evolução. Mesmo sendo criada num lar cristão, Aimee começou a duvidar da veracidade de suas crenças religiosas, até da existência de Deus.
  16. 16. A Bíblia da Religião 13 Apesar de pertencer à Igreja Metodista, a luta em seu coração era muito grande, pois a maioria das crianças da época estava distanciada completamente de Deus. Conversão Uma noite ela foi para seu quarto, determinada a achar uma solução para suas dúvidas. Sem acender a lamparina, ajoelhou-se em frente à janela aberta onde contemplava a paisagem branca, toda coberta pela neve. Levantando seus olhos aos céus, vendo a lua e as estrelas, pensou: "Certamente deve existir um grande Criador que fez tudo isto". De repente, ergueu os seus braços para o céu e clamou: "Oh, Deus, se há um Deus, revele-se a mim". Durante três dias a inquietude em seu coração deu lugar à angústia. Foi para o quarto naquela fria noite, a procura de respostas, ora conversando consigo mesma, ora orando: "Não sei como terminei o ensaio teatral naquela noite, mas eu sei que por três dias lutei com a mais terrível convicção de pecado e da minha necessidade de Deus. No terceiro dia, sozinha, voltando do colégio em um trenó, a convicção era mais do que eu podia agüentar.” Levantando minhas mãos eu clamei em alta voz: Senhor Deus, tem misericórdia de mim pecadora! Imediatamente o peso se foi. Glória e alegria subiam do meu coração e transbordavam em louvor através dos meus lábios. Lágrimas rolavam pelas minhas faces e eu comecei a cantar. Toma minha vida e deixa-a ser consagrada, Senhor, a Ti. Toma meus lábios e deixa-os cantar sempre, somente ao meu Rei! Agora já se foram as canções mundanas. Toma minhas mãos e deixa-as moverem-se pelo impulso do Teu amor! Então não haverá mais música mundana tocada pelas minhas mãos. Toma meus pés e deixa-os serem ligeiros e formosos para Ti. Já acabou para mim o salão de baile e tudo que ele para mim representava." A conversão e a consagração foram completas. Chamada para a Evangelização Em um determinado dia, ajoelhou-se, levantou as mãos e começou a orar pedindo o Espírito Santo, para melhor servir ao Senhor, contando o Seu amor para os outros. Num momento, uma alegria maravilhosa encheu o seu coração, e Aimee com os olhos fechados, viu o mundo como um vasto campo de trigo, já branco para a ceifa. Ainda em oração, o trigo começou a se transformar em rostos humanos, a folhagem, em mãos levantadas e sobre tudo apareceram as palavras do Salvador. "Os campos já estão brancos para a ceifa. A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros. Rogai pois ao Senhor da seara que
  17. 17. 14 Evangelho Quadrangular mande ceifeiros para a sua seara". Naquela hora, o Senhor colocou na sua mão uma foice de dois gumes (A Palavra de Deus), e no seu coração soaram estas palavras: "Vais recolher o trigo, mas lembres sempre que a foice te é dada para cortar o trigo. Muitos ceifeiros usam-na corretamente apenas poucas horas, e depois começam a cortar e marcar os seus colegas. Aplica-te à tarefa que está perante ti. Corte somente o trigo e recolhe os molhos preciosos". Esta foi uma lição que a irmã Aimee nunca esqueceu. Apesar das críticas, perseguições e mesmo calúnias terríveis, não procurava se defender, criticando ou ferindo os outros. Naquele mesmo sábado inesquecível, Aimee Kennedy recebeu o batismo no Espírito Santo, louvando e glorificando ao Senhor numa língua que ela nunca aprendeu, "segundo o Espírito lhe concedia que falasse". "Dentro do meu coração ficaram duas convicções: primeira, que o Consolador tinha entrado para ficar e que eu teria que viver andando em consagrada obediência à Sua vontade. Segunda, que eu tinha recebido uma chamada para pregar o evangelho eterno". Casamento e Entrada no Ministério Logo após essa experiência maravilhosa, o evangelista e seu pai na fé Robert Semple, voltou a Ingersoll e no dia 22 de agosto de 1908, casando-se com Aimee, então com 18 anos. Juntos entraram no campo evangelístico, seguindo um programa de trabalho intensivo. Não foi muito tempo depois disso que o casal Semple, sentindo a chamada de Deus, partiu para a China, como missionários naquele país idólatra. Enquanto eles ministravam ali, lutando pela causa do Mestre, os dois caíram doentes com malária, e Robert Semple deixou essa vida, para viver com Cristo, eternamente. Após o sepultamento de seu marido em Hong Kong, Aimee voltou à América com sua filha Roberta, de seis semanas. Depois de alguns anos de trabalho na seara do Senhor, cansada, sozinha e querendo um lar para criar sua filhinha, Aimee casou-se com Harold Stewart McPherson. Desse casamento nasceu um filho, Rolf Kennedy McPherson. Harold não tinha vocações para missões e Aimee achou que podia dedicar-se à família. Aimee adoeceu e gradativamente, foi piorando, ao ponto do ruído de água fervendo ou da conversa baixa, tornar-se insuportável. Foi necessária uma operação, mas ela piorou. As complicações resultantes do coração, hemorragias do estômago, e nervosismo intenso levaram o médico a aconselhar uma outra operação séria.
  18. 18. A Bíblia da Religião 15 Um ataque repentino de apendicite, levou-a à mesa de operação, e o seu desespero era tanto, ao ponto dela pedir que Deus a levasse dessa terra. Cinco operações foram feitas naquele dia, e nos dias que se seguiram, ela chegou a um estado tão crítico, que todos aguardavam sua morte. Naquela madrugada, no silêncio do quarto no hospital, já com a respiração difícil, Aimee ouviu novamente a voz do Senhor, dizendo: "Agora tu irás" e ela reconheceu perfeitamente que estava indo ao túmulo, ou à seara com o Evangelho. Com a pouca força que lhe restava, e em voz inaudível, Aimee respondeu : "Sim, Senhor, eu irei". Naquele momento ela sentiu nova vida no seu corpo e logo a respiração tornou-se fácil e a dor desapareceu. Em quinze dias, Aimee estava completamente recuperada. É interessante observar que muitos crentes oraram por sua cura. Mas por causa da desobediência dela para com o Senhor, não houve resultado. No momento em que ela submeteu-se à vontade de Deus, a resposta veio na hora. Aimee começou seu ministério em 1915, contando então com 25 anos. As Primeiras Campanhas (1915-1918) Restabelecida, Aimee Semple McPherson recomeçou o seu trabalho na Seara do Senhor. Ela voltou ao Canadá, onde na pequena cidade de Mount Forest, realizou a sua primeira campanha evangelística em 1915. Esse foi o início de um ministério de dimensões mundiais. Chegando em Mount Forest, dirigiu-se ao pequeno salão onde ia realizar a campanha. Na primeira noite, irmã McPherson, como era conhecida, ficou desapontada ao encontrar um número reduzido de pessoas assistindo o culto. Na segunda noite pregou àquelas mesmas pessoas, que quase dois anos haviam freqüentado os trabalhos. Na terceira noite, antes do culto, ela pegou uma cadeira e dirigiu-se à esquina principal da pequena cidade, a apenas um quarteirão do salão de culto. Subiu na cadeira, e com os braços erguidos, começou a orar em silêncio. Logo após, ouviu vozes ao seu redor comentando o fato. Ela parou de orar e abrindo os olhos viu um grupo grande de pessoas. Pegando a cadeira, saiu correndo e gritando: "depressa, venham comigo". Todos correram atrás dela, e chegando ao salão, ela disse ao porteiro: "Quando todos estiverem dentro, feche a porta e não deixe ninguém sair". Realmente ninguém procurou sair durante a pregação que durou quarenta minutos. Muitas vidas foram salvas naquela e em outras reuniões que se seguiram naquela cidade. As Viagens Transcontinentais (1918-1923) Em 1918, Aimee Semple McPherson iniciou uma nova fase de seu ministério. Ela fez sua primeira viagem transcontinental, da orla do Atlântico até a cidade de Los Angeles, atravessando o continente norte-americano com o seu carro, pintado com letras douradas os seguintes dizeres: "Carro do Evangelho - Jesus
  19. 19. 16 Evangelho Quadrangular Voltará, prepare-se!" Acompanhada pelo casal de filhos, sua mãe e uma secretária, irmã McPherson corajosamente pegou a direção do carro e enfrentou chuva, neve, tempestades terríveis, lama e montanhas na sua viagem de 6.400 km. Pregando e distribuindo milhares de folhetos, ela se dirigiu à cidade de Tulsa, no estado de Oklahoma, ponto intermediário no seu itinerário para a Califórnia. A Igreja do Evangelho Quadrangular (1923-1973) Durante a grande campanha na cidade de Oakland, na Califórnia, no ano de 1922, Aimee Semple McPherson foi inspirada a chamar sua mensagem de "QUADRANGULAR". Esta Ihe foi revelada enquanto pregava para 8 mil pessoas sobre a visão de Ezequiel (Ez 1:1-28), dos quatro querubins com quatro rostos que simbolizavam o quádruplo ministério do Senhor Jesus Cristo: "o Salvador, o Batizador com o Espírito Santo, o Grande Médico, e o Rei que há de voltar". A sua mensagem nunca mudou, mas recebeu nova ênfase quando ela começou a proclamá-la com o nome dado por Deus, "O Evangelho Quadrangular". Cada um dos 4 evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João) possui uma revelação específica do caráter de Jesus Cristo e de sua obra. Cada um dos escritores dos evangelhos, escreveu para alcançar a um povo específico (gregos, romanos, hebreus, gentios). O Templo dos Anjos No mesmo ano, na cidade de Los Angeles, Aimee Semple McPherson comprou um terreno e começou a construção do Templo Sede Internacional (Angelus Temple). Foi um passo de fé, porque ela tinha apenas cinco mil dólares e a planta do templo que Deus lhe dera. No primeiro dia de janeiro de 1923, com a capacidade para mais de cinco mil pessoas, o templo foi consagrado. Irmã McPherson dirigia pessoalmente vinte e um cultos por semana, e as novas dependências do templo já não podiam acomodar a multidão que chegava em massa para ouvi-la. Nos primeiros cinco meses, mais de 7.000 pessoas encontraram a salvação em Jesus e 1.200 foram batizadas nas águas. Escola Quadrangular Aimee Semple McPherson foi fiel à visão de evangelização mundial que Deus Ihe deu. Trinta e três dias depois da consagração do templo sede internacional, no dia 6 de fevereiro de 1923, os primeiros alunos do Instituto de Treinamento Evangelístico e Missionário iniciaram seus estudos. Em pouco mais de um ano, o número cresceu tanto que foi necessário realizar as aulas num salão que comportava 500 pessoas. O número continuou a aumentar até que, em 1926, foi inaugurado um edifício de quatro andares para o uso do Instituto Bíblico (Life Bible College), dedicado ao ensino da Palavra de Deus e o preparo
  20. 20. A Bíblia da Religião 17 de obreiros. Nos primeiros cinco anos, houve uma média constante de 1.000 alunos, estudando e preparando-se para a obra do Senhor. Grupos de Oração "Orai sem cessar", diz a Palavra de Deus e, em obediência a esse mandamento, irmã McPherson consagrou uma sala especial do Templo para esse fim. No dia 18 de fevereiro de 1923, com uma equipe de trezentas e sessenta e oito pessoas, cada uma orando um período de duas horas por semana, a Sala de Oração começou a funcionar, com os homens orando durante as doze horas da noite e as senhoras nas horas do dia. Nestes mais de setenta e seis anos, a oração tem sido contínua vinte e quatro horas por dia, com uma média de 13.000 pedidos mensais que chegam de diversos lugares do mundo. Deus continua a responder a oração da fé com milagres e maravilhas. Outras Conquistas Aimee Semple McPherson consagrou a Rádio KFSG, em 6 de fevereiro de 1924. Ainda hoje está rádio está em funcionamento, levando a Palavra de Deus. Além do seu ministério de pregação e ensino da Palavra de Deus, Aimee Semple McPherson também foi autora de vários livros, de cento e setenta e cinco hinos e treze óperas sagradas, tudo feito para exaltar o nome e a pessoa do Senhor Jesus Cristo. Conclusão O seu, ministério terminou em 27 de setembro de 1944, 12 dias antes de completar 53 anos, enquanto ela estava em plena campanha em Oakland, a mesma cidade onde recebeu a visão do Evangelho Quadrangular. O seu filho, Rolf K. McPherson, assumiu a liderança dessa grande organização. Comentários do Autor Há 70 anos atrás, uma mulher estava a pregar a Palavra de Deus. Só isto, já era praticamente uma heresia, no mundo machista da época. Como se não bastasse, esta mulher criava e participava de teatro. Era amiga de atores e atrizes, muitos deles famosos, como Charles Chaplin. Atriz era sinônimo de prostituta nesta época. Mas esta mulher não se incomodava com o que os outros pensavam e mantinha um comportamento determinado, como pregar encima de uma cadeira em praça pública, ou viajar pelo país em carro evangelístico, ou ainda andar de motocicleta ou carro de som soltando folhetos. Difundia a Palavra de Deus em jornal e rádio, numa época que a maioria dos evangélicos acreditava que rádio era coisa do diabo. Criou escolas e departamentos de ensino. Viajava em evangelização na década de 20 e 30 em
  21. 21. 18 Evangelho Quadrangular países que mesmo hoje muitos de nós não queremos nem passar perto, pelas guerras civis, doenças, pestes, fome, subnível de vida... Esta mulher foi Aimee Semple Mcpherson. Uma obstinada pregadora da Palavra de Deus. Quem dera que nos dias de hoje tivéssemos 4 ou 5 homens ou mulheres como ela. Este mundo em pouco tempo seria do Senhor. Ministro do Evangelho Quadrangular Com Deve Ser? Vejamos o que disse a esse respeito a fundadora de nossa obra nos Estados Unidos, Da. Aimee Semple McPherson: "Quando Deus me salvou e me chamou para pregar o Evangelho, Ele me deu uma visão das necessidades espirituais da humanidade, uma visão universal, uma comissão para "ir dizer" e um peso consumidor pelas almas perdidas. Da mesma forma são todos os Ministros desta organização: chamados por Deus, lavados pelo sangue de Cristo e cheios do Espírito. O Ministro do Evangelho Quadrangular não assume o ministério como fria profissão ou ocupação na vida, porém é especialmente chamado por Deus, separado para o propósito de ganhar almas e lhe é dada uma visão dos campos brancos para a colheita e um sentimento de pesar pelas almas perdidas. O Espírito Santo começa fazer arder em seu coração a mensagem do Evangelho Quadrangular, coloca a palavra de reconciliação em sua boca e então, graças a Deus, dá-lhe uma santa ousadia para proclamar esta mensagem de salvação às almas preciosas". Como Foi Concebido o Evangelho Quadrangular 1. Concebido Originalmente no Coração de Deus. O Evangelho Quadrangular foi planejado no Sumo Concílio dos céus, quando todos os planos para a redenção se fizeram e para todo o sempre se estabelecera a aliança eterna. Não era um novo evangelho, mas tão velho quanto o próprio mundo, pois, Ele é "o Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo" (Ap. 13:8). Concluímos que, se Ele "foi morto desde a fundação do mundo" para a salvação dos homens, também nesse tempo fez todos os outros planos e provisões como nós os temos agora, a saber: . Salvação de Todos, . Batismo no Espírito Santo, . Cura Divina e . Esperança da Segunda Vinda. Esse é o EVANGELHO QUADRANGULAR.
  22. 22. A Bíblia da Religião 19 2. Anterior a Moisés O Evangelho Quadrangular já era velho quando Moisés recebeu o modelo (planta) para o Tabernáculo. Ele está prefigurado em suas cores e móveis. Israel teve o Evangelho Quadrangular tipificado: - nas ofertas sacrificiais sobre um vasto altar quadrado (Ex. 27:1 ), - na pia (Ex. 30:18), - na mesa dos pães (Ex. 25:23,30), - no castiçal (Ex. 25:31), - no suave incenso composto de quatro ingredientes sagrados (Ex. 30:34), - e queimado sobre um altar quadrado (Ex. 30:1,2), - por um sacerdote que usava um peitoral quadrado (Ex. 28:15,16, - e bordado em escarlate, ouro, azul e púrpura (as 4 cores quadrangulares) Assim, o Tabernáculo é um quadro simbólico do Senhor Jesus Cristo, um tipo de sua Pessoa e obra. Tipo É necessário cuidado para não tipificar Cristo somente na forma e nas cores do Tabernáculo. "O tipo é estabelecido por Deus para prefigurar alguma coisa mais alta no futuro, que é chamado o antítipo". (Princípios de Interpretação da Bíblia, por E. M. Barrows). O tipo prefigura o antítipo só em alguns pontos gerais. Exemplos: a serpente de metal levantada no deserto (Nm 21:9) era um tipo de Cristo levantado na Cruz (João 3:14-15). O cordeiro, cujo sangue foi derramado na primeira Páscoa (Ex. 12:3,5,7,13), era um tipo de Cristo, cujo sangue foi derramado por nós (João 1:29; 1 Pedro 1:18-19). Quatro Antigos Pontos Já dissemos que a mensagem quadrangular existiu desde a eternidade e apareceu em tipo e sombra no Tabernáculo. Deus, em Sua divina providência, escolheu-a, para, nestes últimos dias, enfatizar os quatro aspectos importantes do ministério de Seu Filho. O Evangelho Quadrangular é inteiramente baseado na Palavra de Deus e proclama ao mundo necessitado a mensagem de Jesus Cristo como Salvador, Batizador, Médico e Rei que voltará. 3. Veio Por Inspiração O nome "Evangelho Quadrangular" veio por inspiração à irmã Aimee Semple McPherson no verão de 1922, quando, numa grande tenda em Oakland, Califórnia, manifestou-se o Espírito Santo de Deus com muito poder. A grande tenda que acomodava oito mil pessoas, estava superlotada, e mais uma grande multidão permanecia ao seu redor. Muitos tinham vindo de longe, e todos os
  23. 23. 20 Evangelho Quadrangular corações estavam famintos da Palavra de Deus. O assunto para a pregação da noite era "A VISÃO DE EZEQUIEL". (Ezequiel 1:1-28). Eis que ela começou a pregar, e passou a sentir o poder do Espírito Santo de um modo maravilhoso. Em suas próprias palavras, ouçamos o seu testemunho: Minh'alma ficou aterrada! Meu coração sobressaltado! A ofuscante glória desta visão celestial parecia não só encher o Tabernáculo, mas ainda toda a terra. Nas nuvens do céu que se enovelavam e se envolviam numa glória de fogo, Ezequiel vira o Ser cuja glória nenhum mortal pode descrever. À medida que ele contemplava aquela revelação maravilhosa do Ser Onipotente, podia distinguir quatro faces, ou rostos nos quatro querubins: eram o rosto de um homem, de um leão, de um boi e de uma águia. No rosto do homem nós vimos o homem dos pesares e acostumado com a aflição, morrendo sobre o madeiro. No rosto do leão, contemplamos o Batizador poderoso com o Espírito Santo e com fogo. O rosto do boi simbolizava o Grande Removedor de Fardos de Pecados - o mesmo que levou nossas enfermidades e nos afastou as doenças, o qual, em seu amor ilimitado e provisão divina satisfez todas as nossas necessidades. No rosto da águia, contemplamos a vinda do Rei, quando Ele vier buscar a noiva que o espera - sua Igreja. É um perfeito Evangelho! Um Evangelho completo para o corpo, alma, espírito e eternidade. Que maravilha o poder, a majestade disso, caindo em forma de cascata por sobre as muralhas do céu, enchendo, inundando e envolvendo o meu próprio ser! Os dedos do Espírito arrebataram as cordas da harpa eólica do meu coração e evocaram uma sublime, maravilhosa melodia semelhante ao som de um grande amém. Dentro de minha alma nasceu uma harmonia que foi desferida, desprendida e sustentada sobre cordas plenas, vibrantes, de onde foram destacadas as palavras que saltaram para a vida: EVANGELHO QUADRANGULAR! Instantaneamente, o Espírito trouxe o testemunho. Ondas, vagalhões e oceanos de louvor sacudiram a congregação. Levada sobre os ventos impetuosos de um reavivamento do Espírito Santo, essa harmonia que nasceu naquele dia foi levada a cabo pelo mundo. A expressão EVANGELHO QUADRANGULAR que o Senhor me deu, distingue vívida e apropriadamente a mensagem que me fora dada para pregar e tornara-se uma palavra doméstica através de toda a terra.
  24. 24. A Bíblia da Religião 21 As Doutrinas do Evangelho Quadrangular Todas as doutrinas do Evangelho Quadrangular são inteiramente baseadas nas Sagradas Escrituras. São apresentadas a seguir as quatro doutrinas chamadas de doutrinas cardinais: 1. JESUS CRISTO, O SALVADOR 2. JESUS CRISTO, O BATIZADOR NO ESPÍRITO SANTO 3. JESUS CRISTO, O GRANDE MÉDICO 4. JESUS CRISTO, O REI QUE HÁ DE VIR 1. Jesus Cristo, o Salvador Jesus Cristo como Salvador é tipificado no ROSTO DE HOMEM. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina: A. O "rosto de homem" ............................. Jesus Cristo, o Salvador. B. Evangelho ............................................ LUCAS. C. Como apresenta Jesus......................... Como "Filho do Homem". D. Símbolo da Salvação ........................... Cruz. E. Cor simbólica na bandeira .................... Escarlate (vermelha). F. Colocar para quem foi escrito ............... Gregos. O Rosto de Homem O primeiro rosto que Ezequiel viu foi o "ROSTO DE HOMEM". Representa Jesus Cristo, o "Filho do Homem", como Salvador que foi sacrificado por nós. Todos necessitamos desse Salvador, porque todos pecamos (Rm. 3:23). É necessário crer nEle (Atos 16:31) para nascer de novo (João 3:3) e ter o nome escrito no livro da vida (Ap. 20:15). Para sermos salvos, Cristo morreu por todos e ressuscitou (Rm. 8:34). Ele intercede por nós (Hb. 7:25), defende-nos (I João 2:1-2) e liberta-nos do pecado e da morte (Rm. 8:2). Jesus Cristo, o Salvador, é nosso Cordeiro da Páscoa (I Cor. 5:7). Como o povo de Israel no Egito foi protegido da morte pelo sangue de um cordeiro sacrificado, assim Jesus nos protege da morte eterna pelo Seu Sangue e nos garante a salvação (Êx. 12:1-7; I João 2:2). Este é o primeiro aspecto do Evangelho Quadrangular: JESUS CRISTO, O SALVADOR. Evangelho de LUCAS O EVANGELHO DE LUCAS apresenta Jesus Cristo, o Salvador que "veio buscar e salvar o que se havia perdido" (Lucas 19:10).
  25. 25. 22 Evangelho Quadrangular Jesus Como o Filho do Homem Lucas apresenta o Salvador Jesus Cristo como "FILHO DO HOMEM", perfeito e ideal no corpo, alma e espírito. Este evangelho foi escrito especialmente para os gregos, cujo ideal era o homem perfeito. Quem é o "FILHO DO HOMEM"? O "FILHO DO HOMEM" é o "FILHO DE DEUS". Em João 1:1 lemos: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus". Continuando, a Escritura declara em João 1:14 que "...o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade". I Timóteo 3:16 explica: "E sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade; aquele que se manifestou na carne, foi justificado em espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, e recebido em cima na glória" Por que o Verbo se fez carne? 1. Para ter um corpo a ser oferecido como sacrifício pelo pecado dos homens."... santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo... " (Hebreus 10:10). 2. Para que Seu sangue pudesse ser uma expiação sobre o altar (a cruz), pois, "É o sangue que faz expiação pela alma" (Lv. 17:11 ). 3. Para que se tornasse o perfeito Cordeiro do sacrifício (João 1:29; Is. 53:7; I Pedro 1:18-9). 4. Para que Deus pudesse manifestar a expressão máxima do Seu amor para com o mundo (João 3:16). Vejamos alguns dos aspectos humanos de Jesus que a Escritura focaliza: 1. É "a semente da mulher" (Gên. 3:15). 2. É "o homem de dores e trabalhos" (Is. 53:3). 3. Chamou-se a si mesmo o "Filho do Homem" (Mat. 9:6). 4. Teve fome (Lucas 4:2), teve sede (João 19:28), cansou-se (João 4:6), foi tentado (Hb. 4:15), sentiu agonia (João 11:35), sentiu dor (Mar. 8:31), sentiu pesar (Mat. 26:38). 5. "A si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens" (Fil. 2:7,8 - Ed. Atualizada). 6. Sofreu como homem: Foi cuspido, flagelado, ridicularizado, desdenhado, rejeitado, humilhado e morto. "Certamente levará as nossas aflições e removerá as nossas tristezas" (Is. 53:4). O "FILHO DO HOMEM" ressuscitou ao terceiro dia (I Cor. 15:4), foi visto por muitos (I Cor. 15:4-8), subiu ao céu (Atos 1 :9) e está à mão direita de Deus Pai. (Hb. 1:1-3).
  26. 26. A Bíblia da Religião 23 Símbolo da Salvação O SÍMBOLO da Salvação é a CRUZ. Está vazia porque Cristo vive (Col. 1:20). Cor simbólica da Salvação A doutrina da Salvação está simbolizada na bandeira da Igreja do Evangelho Quadrangular pela cor escarlate (vermelha), representando o sangue de Cristo derramado por nós. 2. Jesus Cristo, o Batizador no Espírito Santo Jesus Cristo como Batizador no Espírito Santo é tipificado no ROSTO DE LEÃO. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina: A. O "rosto de leão"......................................Jesus Cristo, o Batizador no Espírito Santo. B. Evangelho ...............................................JOÃO. C. Como apresenta Jesus............................Como "Filho de Deus". D. Símbolo do Batismo no Espírito Santo.....Pomba. E. Cor simbólica na bandeira .......................Ouro (amarela). F. Colocar para quem foi escrito ..................Todos os Crentes. O Rosto de Leão O segundo rosto que Ezequiel viu foi o "ROSTO DE LEÃO". Representa Jesus Cristo como Batizador no Espírito Santo. Quando lemos na Palavra de Deus que Sansão, Davi e Benaia mataram um leão (Jz 14:5-6; I Samuel 17:34-36; II Samuel 23:20), sempre pensamos em pessoas muito valentes. Isto porque o leão é símbolo de força e poder. O primeiro e o último livro da Bíblia falam de Jesus como leão. A profecia "Judá é um leãozinho" (Gn. 49:9) é referente a Jesus, que viria da tribo de Judá. Será cumprida ainda no futuro, como lemos no último livro da Bíblia: "E disse- me um dos anciões: Não chores, eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu para abrir e desatar os sete selos" (Ap. 5:5). Este Leão que disse: É-me dado todo o poder no céu e na terra" (Mat. 28:18), foi reconhecido por João Batista como o Batizador no Espírito Santo: "... Aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu... Ele vos batizará com o Espírito Santo..." (Mat. 3:11 ).
  27. 27. 24 Evangelho Quadrangular Nos últimos dias do seu ministério Jesus disse: "...convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei." (João 16:7). Pouco antes de Sua ascensão, Jesus disse aos discípulos: "...na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo não muito depois destes dias" (Atos 1:5). Jesus considerou tão importante o Batismo no Espírito Santo que ordenou aos Seus discípulos: "Ficai, porém, na cidade de Jerusalém até que do alto sejais revestidos de PODER" (Lucas 24:49). Esta promessa concretizou-se no Dia de Pentecostes. Vejamos o relato em Atos 2:1-4: "E cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de togo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo Ihes concedia que falassem". Está ainda de pé a mesma promessa? Sim... "Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar" (Atos 2:38-39). Esta preciosa promessa tornou-se realidade desde os tempos apostólicos. Vejamos os acontecimentos em Samaria, Cesaréia e Éfeso: 1. Um ano após o Pentecostes, em Samaria, os samaritanos "receberam o Espírito Santo" (Atos 8:1-24). O falar em línguas como manifestação do Espírito é evidente, porque Simão, o mágico, ofereceu dinheiro pelo poder de transmitir este dom manifestado diante de seus olhos. 2. Oito anos depois do Pentecostes (Atos 10:1-48), em Cesaréia, Cornélio, um gentio, com "muitos que ali se haviam ajuntado", estavam ouvindo as palavras de Pedro, quando caiu o Espírito Santo sobre eles e "...todos quantos tinham vindo com Pedro maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios... Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus" (Atos 10:44-46). 3. Vinte anos depois do Dia de Pentecostes (Atos 19:1-6), em Éfeso, veio o Espírito Santo sobre uns doze varões que estavam ouvindo a palavra de Paulo, e "falavam línguas e profetizavam"... (Atos 19:6). Evangelho de JOÃO O EVANGELHO de João apresenta Jesus, o Batizador "que batiza com o Espírito Santo".
  28. 28. A Bíblia da Religião 25 João 1:32-33: João deu testemunho, dizendo: Vi o Espírito descer do céu como pomba, e repousar sobre ele. Eu não o conhecia; mas o que me enviou a batizar em água, esse me disse: Aquele sobre quem vires descer o Espírito, e sobre ele permanecer, esse é o que batiza no Espírito Santo. Jesus Como o Filho de Deus João apresenta Jesus, o Batizador, como "FILHO DE DEUS" e afirma: "Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o FILHO DE DEUS" (João 20:31). Seu Evangelho foi escrito para os crentes de todas as raças, línguas e tribos. João não apresenta a origem humana de Jesus, mas abre o seu Evangelho com a afirmação positiva da Sua divindade. "No princípio era o Verbo... e o Verbo era Deus" (João 1:1 ). O próprio Jesus identificou-se com o Pai: "...dizia que Deus era Seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus". (João 5:18). Aceitou a exclamação de Tomé, "Senhor meu, e Deus meu!" (João 20:28) Afirmou Sua eternidade: "Antes que Abraão existisse, EU SOU". (João 8:58). Símbolo do Espírito Santo O SÍMBOLO do Batismo no Espírito Santo é a POMBA (Mateus 3:16). Cor Simbólica do Espírito Santo Este aspecto do Evangelho Quadrangular está simbolizado na bandeira pela cor de ouro (amarelo), tipificando o fogo celestial do Espírito Santo. 3. Jesus Cristo, o Grande Médico Jesus Cristo como Médico é tipificado no ROSTO DE BOI. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina: A. O "rosto de boi" .................................... Jesus Cristo, o Médico. B. Evangelho ............................................ MARCOS. C. Como apresenta Jesus......................... Como o "Servo". D. Símbolo da Cura Divina........................ O Cálice. E. Cor simbólica na bandeira .................... Azul-clara. F. Colocar para quem foi escrito ............... Romanos.
  29. 29. 26 Evangelho Quadrangular O Rosto de Boi O terceiro rosto que Ezequiel viu foi o "ROSTO DE BOI". Representa Jesus Cristo como nosso Grande Médico. Como pode o boi ser comparado a Jesus? Analisando este ponto, a fundadora de nossa obra concluiu que a semelhança está nas características do boi, o mais belo símbolo do suportador de cargas. Em Deuteronômio 14:4 é o primeiro citado na relação dos animais limpos. É manso, obediente e fiel até à morte. Isto foi precisamente o que Jesus mostrou através de toda Sua vida (Mat. 11:29), e finalmente no Calvário (Fil. 2:7-8), levando sobre Si, com grande sofrimento, o peso de nossos pecados, vergonha e doença. "Seu parecer estava tão desfigurado, mais do que o de outro qualquer..." (Is. 52:14) ao morrer, tornou-se vencedor sobre o pecado, enfermidade, morte e inferno, pois, "Tragada foi a morte na vitória". (I Cor. 15:54b). Vejamos algumas evidências da Cura Divina através das Escrituras: 1. Deus fez um pacto com o povo de Israel quando saiu do Egito: "Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e obrares o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito: porque EU SOU O SENHOR QUE TE SARA (Jeová Rafá)" (Êxodo 15:26). 2. Jesus foi apontado pelo profeta Isaías como aquele que levou as nossas doenças. "Verdadeiramente Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, PELAS SUAS PISADURAS FOMOS SARADOS" (Isaías 53:4-5). 3. A profecia citada acima cumpriu-se no início do ministério de Jesus, segundo nos relata Mateus. "E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e Ele com a Sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos, para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças" (Mateus 8:16- 17). 4. Eis as preciosas palavras do Salmista Davi, referindo-se a Jesus: "É Ele que perdoa todas as tuas iniqüidades, e sara todas as tuas enfermidades" (Salmo 103:3). 5. Mateus 9:35 apresenta Jesus em Seu ministério tríplice: "E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ENSINANDO nas sinagogas deles, e PREGANDO O EVANGELHO do reino, e CURANDO TODAS AS ENFERMIDADES entre o povo". 6. Jesus deu aos Seus discípulos poder sobre espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal (Mateus 10:1). 7. Após a ascensão de Jesus Cristo "muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo PELAS MÃOS DOS APÓSTOLOS... e até das cidades circunvizinhas concorria muita gente a Jerusalém, conduzindo enfermos e atormentados de espíritos imundos, os quais TODOS ERAM CURADOS". (Atos 5:12,16).
  30. 30. A Bíblia da Religião 27 8. "JESUS CRISTO TE DÁ SAÚDE", disse Pedro a Enéias, paralítico havia oito anos (Atos 9:33-34). 9. Entre os dons dados aos crentes pelo Espírito Santo estão os "dons de curar" (I Cor. 12:8-11). 10. Pedro, na sua primeira epístola, registra o duplo benefício do sacrifício de Cristo no Calvário: SALVAÇÃO e CURA DIVINA. "Levando Ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e PELAS SUAS FERIDAS FOSTES SARADOS" (I Pd. 2:24). 11. Eis o pacto de Cura Divina no Novo Testamento: "Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados" (Tiago 5:14-15). Jesus nos mostra como tomar posse da Cura Divina: "Pedi, e dar-se-vos-á... porque, aquele que pede, recebe..." (Mateus 7:7-8). "Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei" (João 14:14). "Se vós estiverdes em Mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito" (João 15:7). "Tudo é possível ao que crê" (Marcos 9:23). "Crede que o recebereis, e tê-lo-eis" (Marcos 11:24). O mesmo Jesus que curou durante o Seu ministério terreno e nos dias dos apóstolos, cura hoje porque Ele é "o mesmo ontem, hoje e para sempre" (Hb 13:8). Evangelho de MARCOS O EVANGELHO DE MARCOS apresenta Jesus Cristo, o Grande Médico, que "levou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si..." (Isaías 53:4). Esta profecia cumpriu-se no início do ministério de Jesus na terra (Mateus 8:16-17). Jesus Como o Servo Marcos apresenta Jesus, o Grande Médico, corno "Servo". "Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir" (Marcos 10:45). Este evangelho foi escrito para os romanos, um povo militar que possuía um certo orgulho em obedecer aos seus superiores. Observe Lucas 7:8: Jesus, como o perfeito Servo, disse, "Não como eu quero, mas como Tu queres", referindo-se ao Grande Ser em comando. Mat. 26:39: Comparou o fato de fazer a vontade de Deus a um manjar que O satisfazia mais do que o alimento para o corpo. João 4:30-34: Oh! que tenhamos o desejo ardente de ser obediente de maneira semelhante!
  31. 31. 28 Evangelho Quadrangular Símbolo da Cura Divina O Símbolo da Cura Divina é o Cálice (I Cor. 10:16). Cor Simbólica da Cura Divina Este aspecto é também simbolizado na bandeira da Igreja do Evangelho Quadrangular pela cor azul, a cor do céu, de onde vem a cura divina. 4. Jesus Cristo, o Rei Que Há de Vir Jesus Cristo como Rei que há de vir é tipificado no ROSTO DE ÁGUIA. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina: A. O "rosto de águia"...............................Jesus Cristo, o Rei que há de vir. B. Evangelho ..........................................MATEUS. C. Como apresenta Jesus.......................Como "O REI" D. Símbolo da Segunda Vinda ................A coroa. E. Cor simbólica na bandeira ..................Púrpura (roxa). F. Colocar para quem foi escrito .............Hebreus. O Rosto de Águia O quarto rosto que Ezequiel viu quando estava entre os cativos junto ao rio Quebar foi o "ROSTO DE ÁGUIA", representando Jesus Cristo, o Rei que há de vir. A águia é considerada o rei dos pássaros. Com seu olhar penetrante perscruta as distâncias dos elevados céus, sobe às nuvens, desce das alturas vertiginosas e carrega os seus filhotes sobre as asas estendidas. Faz o seu ninho nos penhascos mais elevados, e o reveste com a penugem tirada do seu próprio peito. É um símbolo atraente do nosso Rei Futuro, nossa Águia-Rei, que tem o seu lar no supremo Céu e está preparando para nós uma morada no Alto, comprada a custa de sua própria vida. No Velho Testamento várias profecias apontam Jesus Cristo como Futuro Rei: 1. Jacó profetizou sobre sua realeza: "O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos" (Gên. 49:10). 2. Isaías profetizou Seu Segundo Advento: "Do incremento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar em juízo e em justiça, desde agora e para sempre; o zelo do Senhor dos Exércitos fará isto" (Is. 9:7).
  32. 32. A Bíblia da Religião 29 3. Jeremias também profetizou acerca do Rei: "Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, sendo rei reinará, e prosperará, e praticará o juízo e a justiça na terra.” Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o seu nome, com que o nomearão: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA" (Jr. 23:5-6). 4. A Daniel foi revelado:"... e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino o único que não será destruído" (Daniel 7:13-14). O Novo Testamento contém 260 capítulos onde há 318 referências acerca de Sua Segunda Vinda. Vejamos algumas: 1. O anjo Gabriel disse que Seu reino seria eterno: "Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai, e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim" (Lucas 1 :32- 33). 2. O próprio Jesus garantiu aos discípulos que voltaria (João 14:2-3, Mat. 24:27; Lucas 12:40). Ensinou aos discípulos a orar pela Sua vinda (Mateus 6:10). 3. Os anjos explicaram a um perplexo grupo de discípulos a maneira como voltaria (Atos 1:10-11). 4. Tiago também menciona a vinda do Senhor (Tiago 5:8). 5. O Apóstolo Paulo fala do Seu Segundo Advento cinqüenta vezes (I Cor. 15:51- 52; Tt 2:13). 6. João, tanto no seu Evangelho como nas Epístolas, fala da volta do Senhor: (João 5:28-29; I João 3:2). 7. No último capítulo do último livro da Bíblia está a preciosa promessa: "Certamente cedo venho". Em seguida vem a exclamação profunda do coração de Sua igreja: "Ora vem, Senhor Jesus" (Ap. 22:20). De que Maneira Jesus Voltará? 1. "Esse Jesus" (Atos 1:11) não virá com um espírito invisível, mas com o corpo que teve após a Sua ressurreição que podia ser tocado (Lucas 24:39), podia comer (Lucas 24:42-43), e que pode ser visto por Estevão (Atos 7:56). 2. Voltará exatamente como foi: "Esse Jesus... há de vir assim como para o céu o vistes ir" (Atos 1:9). 3. Virá como ladrão de noite (I Ts. 5:2; Ap. 16:15), inesperadamente (Mat. 24:36), para levar o tesouro - os que lhe pertencem, os que lavaram seus vestidos no sangue do Cordeiro (Ap. 7:14). 4. No arrebatamento Ele virá com alarido: "Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor" (I Tessalonicenses 4:16- 17). 5. Na Revelação virá com grande glória e poder - não como o carpinteiro de Nazaré, coroado de espinhos, mas virá como o Rei da Glória em cuja cabeça
  33. 33. 30 Evangelho Quadrangular estará a coroa de honra e glória, em cujas mãos estará escrito o Seu nome: "REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES" (Ap. 19:11-16). Quando a Grande Águia se lançar voando através dos portais do céu, será para levar para o Alto os Seus, os que nEle puseram sua fé, vigiaram e esperaram pela Sua vinda; virá para transportá-los para a Jerusalém Celestial (Hb. 12:22), "... e assim estaremos para sempre com o Senhor". Evangelho de MATEUS O EVANGELHO de MATEUS apresenta Jesus Cristo, o Futuro Rei (Mateus 27:37, João 18:37). Jesus Como o Rei MATEUS apresenta Jesus como Rei que voltará para buscar Sua noiva e depois tomará seu cetro e governará todas as nações durante mil anos, na terra. O livro foi escrito para os hebreus, que há muito esperavam pelo Messias Rei, herdeiro legítimo do trono de Davi. A fim de evidenciar Sua descendência real, Mateus abre o livro com Sua genealogia, começando assim: "O livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi" (Mat. 1:1 ). Símbolo da Segunda Vinda O Símbolo da Segunda Vinda é a Coroa (Ap. 14:14; 19:12). Cor Simbólica da Segunda Vinda A doutrina da Segunda Vinda está simbolizada na bandeira da Igreja do Evangelho Quadrangular pela cor púrpura (roxa), tipificando a realeza de Jesus Cristo - "REI DOS REIS, E SENHOR DOS SENHORES" (Ap. 19:16). Quadrangular no Mundo O Presidente da IEQ Mundial Dr. Paul C. Risser Dr. Paul Risser formou-se na Faculdade Bíblica LIFE em 1959. De 1959 - 1962, Paul e sua esposa, Marilee, serviu como Presidente de Mocidade em Lynwood, Califórnia na Igreja Quadrangular local. Em 1962, Paul Risser foi para Brownfield, Texas, servir como pastor. Foi pedido para Paul e para Marilee assumirem o ministério na Igreja da Avenida Florença, onde serviram de 1972 até 19 de julho de 1998. Debaixo de suas lideranças, a igreja se tornou um das congregações mais
  34. 34. A Bíblia da Religião 31 dinâmicas no movimento quadrangular. Em vários momentos, cobrindo um período de 25 anos, Paul serviu no Conselho Nacional de Diretores. Ele também serviu como diretor na Faculdade Bíblica LIFE, no Gabinete da Quadrangular; e como Presidente do Conselho das Missões Quadrangulares. O casal têm três filhos casados, Brad, Mike e Terry, e sete netos. Estatística da Igreja do Evangelho Quadrangular Quadro - Estatística em Número de Pessoas, Igrejas e Países Local Ano Decisões B. Águas B. Esp. S. Membros Ministros Igrejas Países Mundo 1996 451.734 116.403 136.874 2.086.808 27.943 20.404 83 1997 625.189 263.132 177.928 2.222.219 30.648 22.255 91 1998 606.652 198.058 173.278 2.863.232 34.350 24.473 99 USA 1996 65.199 13.016 10.519 229.643 4.146 1.773 XXX 1997 66.454 13.558 12.141 231.522 4.627 1.832 XXX 1998 70.075 14.209 10.368 238.065 4.900 1.851 XXX Canadá 1996 936 476 270 3.069 106 54 XXX 1997 1.234 354 352 2.974 106 61 XXX 1998 999 364 228 3.039 144 56 XXX Outros 1996 385.599 102.911 126.085 1.854.096 23.691 18.577 81 Países 1997 584.492 249.220 165.435 1.987.723 25.915 20.362 89 1998 535.578 183.485 162.682 2.622.128 29.306 22.566 97 Brasil 1997 *** 1.500.000 *** 5.200 8.760 XXX S. Paulo 1997 * 2.000 XXX Minas 1997 * 1.500 XXX R.G. Sul 1997 * 940 XXX Paraná 1996 * 83.560 XXX 1997 * 40.000 ** 10.801 ** 5.981 * 93.646 ** 1.387 a 876 XXX 1998 * 105.000 * 1000 XXX * Números Aproximados ** Fonte: Convenção Estadual de 1998 *** Fonte: Revista Vinde Obs.: - Os dados de igrejas no Brasil são de Igrejas e Obras Novas. O número de Igrejas é de aproximadamente 4.500 (Revista Vinde) e o número de Obras Novas é de aproximadamente 4.300. - Dados levantados na Internet, no site da Igreja do Evangelho Quadrangular Internacional - ICFG: 1996, 1997, 1998 Ministry Statistics - no endereço: http://www.foursquare.org/statistics.html. - E também através da Revista Vinde e da Convenção Estadual do Paraná de 1998. - Os dados não estão completos por falta de um local único onde encontrá-los. Este local está sendo criado na Internet, no endereço da IEQ do Pinheirinho em: www.nbz.com.br/ieq. a Mais 5002 diáconos.
  35. 35. 32 Evangelho Quadrangular Quadrangular no Brasil Primeira tenda da Cruzada no Brasil, em Cambuci, em São Paulo Em 1946, Hermínio Vasquez e Harold Edwin Willians vieram ao Brasil, oriundos da Bolívia. Entraram por Porto Velho (Rondônia) e foram para Manaus e Belém. Continuaram viagem até Santos, São Paulo e Poços de Caldas (MG). Em 1951, veio de volta ao estado de São Paulo, em São João da Boa Vista. Iniciou-se aí a primeira igreja no Brasil do Evangelho Quadrangular, com o nome de Igreja Evangélica do Brasil, ramo da Igreja do Evangelho Quadrangular mundial. Harold Edwin Willians (sendo anteriormente ator de filmes de cowboys) foi o fundador da Igreja do Evangelho Quadrangular no Brasil (IEQ). Nasceu em Hollywood, Estados Unidos, no dia 27 nov de 1913. Fundou a IEQ em 1951. Em 1953 a denominação passou-se a chamar Cruzada Nacional de Evangelização. Em 1955 passou a se chamar Igreja do Evangelho Quadrangular. A Igreja do Evangelho Quadrangular nos Estados Curitiba, em 1955. Ponta Grossa em 1958. Florianópolis (SC), Juiz de Fora (MG) e Rio de Janeiro, em 1956. Anápolis (GO) e Manaus (AM), no ano de 1959.
  36. 36. A Bíblia da Religião 33 Conselho Nacional de Diretores O Conselho Nacional de Diretores (CND) é, em outras palavras, a diretoria da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) no Brasil. Sua responsabilidade é a administração da obra nacional. O CND é composto por sete ministros de nosso ministério e é constituído pelos seguintes cargos: Quadro - Conselho Nacional de Diretores Presidente Rev. Mário de Oliveira Primeiro Vice Presidente Rev. Rogério de O. Amorim Segundo Vice Presidente Rev. Onésimo R. de Barros Terceiro Vice Presidente Rev. Luiz Carlos Pinto Primeiro Secretário Rev. Joaquim Cantagalli Segundo Secretário Revª. Vera Luísa Thomazi Rosa Primeiro Tesoureiro Rev. Rui Barbosa Segundo Tesoureiro Rev. Adolfo Sarmento Terceiro Tesoureiro Rev. Nelson Agnoleto Presidente Atribuições: - Convocar e presidir as reuniões do Conselho e a Convenção Nacional; - Convocar as Convenções Estaduais; - Assinar as credenciais de ministros e aspirantes, e os certificados de ordenação de ministros; - Assinar procurações, nomeações e diplomas de reconhecimento de igrejas, juntamente com Secretário Executivo; - Representar a igreja em juízo ou fora dele ou fazer-se representar por procuradores; - Assinar cheques, juntamente com o tesoureiro em exercício ou com o Secretário Executivo, desde que este último esteja devidamente autorizado, por procuração outorgada pelo CND; - Outorgar procuração, a quem de direito, sob indicação e aprovação do CND, para compra e venda de imóveis, semoventes e veículos, e assinar escritura de compromisso de compra e venda; - Aplicar as regras parlamentares Rev. Mário de Oliveira Palavra do Presidente Nós precisamos nos unir para resgatar os valores da visão quadrangular. Estamos fazendo um grande investimento em cartazes, marcadores de bíblias, bótons, cartilhas, propagandas em rádio e televisão, campanhas unificadas etc. Tudo isto, com o propósito de fazer a família quadrangular crescer, ser mais conhecida e mais respeitada. Somos uma igreja forte, e um ministério unido. Que Deus o abençoe.
  37. 37. 34 Evangelho Quadrangular nas reuniões do Conselho Nacional de Diretores e nas Convenções Nacionais. Primeiro Vice Presidente Atribuições: - Substituir o Presidente em seus impedimentos legais e cooperar com ele, participando das reuniões ordinárias e extraordinárias do CND, representando-o quando solicitado em reuniões festivas e oficiais promovidas pela igreja em qualquer parte do território nacional. Rev. Rogério de O. Amorim Segundo Vice Presidente Atribuições: - Substituir o Presidente quando do impedimento do Primeiro Vice Presidente - Desempenhar as demais tarefas atribuídas a seu cargo, desde que no exercício do mesmo - O mais que lhe for confiado pela presidência. Rev. Onésimo R. de Barros Terceiro Vice Presidente Atribuições: - Substituir o Segundo Vice Presidente quando do impedimento do Primeiro Vice Presidente, desempenhar as demais tarefas atribuídas a seu cargo, desde que no exercício do mesmo, e o mais que lhe for confiado pela presidência. Rev. Luiz Carlos Pinto Primeiro Secretário Atribuições: - Compete lavrar as atas das reuniões ordinárias e extraordinárias do CND, organizar a agenda para cada reunião do Conselho, redigir e expedir a correspondência, incluindo as comunicações das decisões tomadas por esse órgão em suas reuniões, arquivar o material e correspondência da secretária, deixar sempre em dia a escrituração das atas e os livros em ordem; trazer sempre atualizado o Rol das Igrejas, do Ministério e das Regiões Eclesiásticas e Campos Missionários. Rev. Joaquim Cantagalli
  38. 38. A Bíblia da Religião 35 Segundo Secretário Atribuições: - Substituir o Primeiro Secretário em seus impedimentos e auxiliar o mesmo, não só nas reuniões do CND, como também na organização e desempenho dos trabalhos e atribuições da secretaria. - Responsável pelas campanhas anuais da Igreja a nivel Nacional. Rev a Vera Luísa Thomazi Rosa Primeiro Tesoureiro Atribuições: - Registrar o movimento financeiro (receita e despesa), contas bancárias, doações, donativos, aplicação dos recursos disponíveis da Corporação, valendo-se, para tanto, dos serviços, da escrituração, da organização da Secretária Executiva, tendo livre acesso aos livros da contabilidade, relatórios, recibos e outros documentos dessa mesma secretaria. Mensalmente preparará relatório que será apresentado ao CND por ocasião de suas reuniões regulares ou quando por ele convocado. - Asssinar cheques juntamente com o Presidente do CND. Rev. Rui Barbosa Segundo Tesoureiro Atribuições: - Substituir o Primeiro Tesoureiro em seus impedimentos e, ao lado dela, não só tomará conhecimento da situação da escrituração contábil da igreja, através da Secretaria Executiva, mas procurará também, nas reuniões do CND ou fora delas, oferecer as suas sugestões e conselhos. Rev. Adolfo Sarmento Terceiro Tesoureiro Atribuições: - Substituir o Segundo Tesoureiro em seus impedimentos e, ao lado dela, não só tomará conhecimento da situação da escrituração contábil da igreja, através da Secretaria Executiva, mas procurará também, nas reuniões do CND ou fora delas, oferecer as suas sugestões e conselhos. Rev. Nelson Agnoleto
  39. 39. 36 Evangelho Quadrangular Secretaria Administrativa e Financeira Atribuições: - Criar e Gerenciar as políticas administrativas e financeiras da Igreja Nacional e deixar informado todo o ministério das alterações nas leis, impostos e taxas brasileiras, relativos às igrejas. Rev. Onésimo R. de Barros As sete Principais Responsabilidades Administrativas do Pastor Quadrangular: - Assegurar a visão Quadrangular dada por Deus à Aimee Semple Mcpherson: Jesus Salva, Batiza com o Espírito Santo, Cura e Voltará; - Manter-se fiel aos estatutos, sendo submisso aos superiores; - Prestar relatório mensal ao superintendente e ao CND; - Cumprir o compromisso mensal de pagamento das taxas: * 1% - fundo social * 4% - taxa CND * 4% - taxa regional . * 4% - taxa para CED. * Oferta do 3° Domingo do mês para Missões - Participar das reuniões convocadas pelo superintendente; - Participar das Convenções Nacional e Estadual; - Manter atualizada e devidamente organizada toda a documentação administrativa da igreja. Secretaria Geral de Missões Atribuições: - Gerenciar as atividades das Missões de Evangelismo Nacionais e Internacionais da Igreja do Evangelho Quadrangular do Brasil. Rev. Jerônimo Onofre da Silveira Palavra do Secretário A Secretaria Geral de Missões, apresenta ao CND, e posteriormente aos supervisores e superintendentes do Brasil o projeto da Secretaria: 1°- Manter os investimentos internacionais em trezes países: Coréia do Sul, Moçambique, Japão, Itália, Suíça, Angola, Guiana Francesa, Portugal, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Índia e China. 2°- Manter os investimentos nacionais em cinco estados: Distrito Federal - Brasília, Mato Grosso - Cuiabá, Acre, Sergipe e Tocantins. Diante de tanta responsabilidade, precisamos das orações de cada pastor, do seu empenho pessoal em relação a oferta de missões no terceiro Domingo de cada mês. Investir na verdade, investir em missões é o mais importante projeto da igreja. Todos os cargos do CND são preenchidos em eleições efetuadas na Convenção Nacional.
  40. 40. A Bíblia da Religião 37 Estudo Suplementar Histórico da Igreja Quadrangular no Brasil As Verdadeiras Tendas de Milagres Nascida sob lonas de circo, há 45 anos, a Igreja Quadrangular conta com 1,5 milhões de membros em todo o país Por CARLOS FERNANDES - Revista Vinde O ano era o de 1953. A cidade, São Paulo. Num terreno localizado na avenida Francisco Matarazzo, no bairro da Água Branca, Zona Oeste da capital paulista, uma grande lona montada chamava a atenção. Para quem passava de longe, era apenas mais um circo, como tantos outros, a se estabelecer na grande cidade em busca de espectadores e dinheiro. Para quem chegava mais perto, porém, a movimentação não lembrava em nada um espetáculo circense. De palhaços e animais amestrados, nem sinal; no lugar do picadeiro, havia um púlpito; em vez do mestre de cerimônias, um pastor anunciando que Deus iria operar milagres; na platéia, em vez de crianças chupando pirulito, pessoas compenetradas, de Bíblia na mão, algumas com lágrimas nos olhos. Dentro da lona, 3 mil pessoas cantam e oram em conjunto, fazendo um barulho santo, alimentado pelo fogo pentecostal que, a partir daquele momento, se espalharia, dando origem ao movimento que, anos mais tarde, faria do país uma potência evangélica. Aquela reunião inusitada, totalmente diferente de um culto convencional, foi o ponto de partida da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ), que, em 45 anos de atividades no Brasil, conseguiu reunir 1,5 milhão de fiéis e influenciar decisivamente a história do Evangelho no país. O surgimento da denominação em terras brasileiras está diretamente ligado à iniciativa de evangélicos americanos. Harold Edwin Williams Foi de lá que partiu, em 1944, o pastor e missionário Harold Edwin Williams, decidido a trazer o Evangelho para a América do Sul. Nascido em Hollywood – a Meca do cinema – em 1913, Williams chegou a atuar em filmes de faroeste. A carreira de caubói não durou muito, mas seu trabalho no Reino de Deus daria um longa-metragem. A vocação missionária o levou a estudar Teologia no Seminário Life, da Igreja Quadrangular Internacional, em Los Angeles. Após terminar o curso, Harold Williams foi ordenado pastor e tornou-se diretor superintendente da mocidade da IEQ em onze estados americanos.
  41. 41. 38 Evangelho Quadrangular Nessa época, ele já estava casado com Mary Elisabeth, pastora da denominação. Depois de um ano atuando como missionário da igreja na Bolívia, Harold Williams resolveu continuar seu ministério no Brasil, que na época ainda era um país essencialmente rural e dominado pelo catolicismo, sobretudo no interior. A industrialização engatinhava e não havia quaisquer restrições ao ingresso e ao trabalho de estrangeiros no país. O pioneiro tinha intenção de fixar-se numa região onde pudesse obter maior repercussão para o grande trabalho evangelístico que pretendia realizar. Em 1946, desceu de barco pelo rio Amazonas até chegar a Belém (PA), onde embarcou num navio em direção a Santos, no litoral paulista. Fixou residência provisória na cidade mineira de Poços de Caldas, onde aprendeu a língua portuguesa e começou a "espiar a terra", avaliando qual seria o local mais apropriado para lançar a semente da denominação no país. Bênçãos no 'circo'– No dia 15 de novembro de 1951, abriram-se as portas do primeiro templo da Quadrangular, na cidade de São João de Boa Vista (SP). Pentecostal convicto, Harold Williams não se satisfez com os resultados obtidos nessa primeira congregação. Raymond Boatright Sonhava em anunciar a obra carismática do Espírito Santo em nível nacional. A guinada começou através da cruzada realizada pelo pastor americano Raymond Boatright no dia 1º de março de 1953, no templo da Primeira Igreja Presbiteriana Independente do Cambuci, emprestado para o evento. Evangelista renomado em seu país, Boatright era um velho amigo de Williams, e os dois resolveram juntar forças naquele esforço de evangelização. Como os sinais acompanham aqueles que crêem – como diz a Bíblia –, o templo não foi grande o suficiente para abrigar por muito tempo os cultos superlotados em que ocorriam milagres e renovação espiritual na vida de muitas pessoas. O carisma de Raymond Boatrigth atraiu multidões e até mesmo repórteres de jornais locais, que publicaram manchetes como "A repetição dos milagres de Cristo", "Pastor norte-americano opera curas assombrosas no Cambuci" e "Milhares de enfermos anseiam por milagre no templo do Cambuci". Pela primeira vez, os evangélicos ocupavam espaço na mídia de forma expressiva. Tanta repercussão impulsionou a dupla de evangelistas para um trabalho muito mais amplo. Cruzada Nacional de Evangelização Nascia assim a Cruzada Nacional de Evangelização, que se tornou um marco na história do Evangelho no Brasil. Essas jornadas atraíram ainda mais gente para os cultos, que já eram realizados num templo presbiteriano no Braz.
  42. 42. A Bíblia da Religião 39 Mais de 15 mil pessoas se acotovelavam até no ginásio esportivo da igreja. A procura era tanta que a duração dos cultos teve que ser reduzida a 40 minutos e as reuniões eram realizadas uma atrás da outra, o dia inteiro. Apesar da alegria geral pelas bênçãos, a situação foi ficando insustentável. A solução que apareceu foi um misto de milagre e loucura: um grupo de crentes americanos fez a doação de uma lona de circo capaz de abrigar 3 mil pessoas. O presente foi trazido pelo pastor Raymond Boatrigth e logo passou a abrigar as reuniões que, àquela altura, já tinham se tornado conhecidas em todo o país. Os cultos, animados por músicas de louvor em estilo country – inclusive com o uso da guitarra elétrica, uma inovação em reuniões evangélicas –, caracterizavam-se pela informalidade, com orações coletivas e forte ênfase na realização de milagres e no batismo com o Espírito Santo, experiência carismática considerada pelos pentecostais como a plenitude da vida espiritual e que, até aquela época, ainda não era muito comum entre os crentes nacionais. Chama acesa – No início do ano de 1954, o trabalho já crescera tanto que foi necessário organizá-lo em bases menos improvisadas. O pastor Harold Williams alugou um teatro, onde passou a funcionar a congregação. Enquanto isso, a tenda dos milagres continuava sua peregrinação por várias partes do país, sempre abrindo frentes de trabalho que, mais tarde, viraram igrejas: Curitiba (1955) e Ponta Grossa (1958), no estado do Paraná; Florianópolis (SC), Juiz de Fora (MG) e Rio de Janeiro, em 1956; Anápolis (GO) e Manaus (AM), no ano de 1959. Em 1957, a igreja adquiriu o terreno onde foi construída e funciona até hoje a sede nacional da denominação, no bairro de Santa Cecília, na capital paulista. Projeto Tendas Itinerantes De acordo com o pastor Daniel Marins, supervisor da IEQ no estado de São Paulo, o tempo passou, mas a chama evangelística permanece mais acesa do que nunca. Ele é o responsável pelo projeto Tendas Itinerantes, implantado no início deste ano. "A idéia é armar tendas durante quatro meses em cidades estratégicas onde existe resistência ao Evangelho. Constrói-se depois a igreja definitiva e a casa pastoral, e a tenda é transferida para outra cidade", explica Marins. O pastor informa que 11 terrenos já foram comprados para edificar igrejas nascidas desse projeto. Em Águas de Lindóia (SP), um templo com capacidade para mil pessoas foi inaugurado no último dia 21 de junho, o local onde uma dessas tendas aterrissou meses atrás. "Estamos obtendo resultados expressivos", festeja Marins. Quase meio século depois de surgida no Brasil, a IEQ continua fiel às suas origens e espalhando suas tendas pelo país. O Reino de Deus agradece.
  43. 43. 40 Evangelho Quadrangular Quadrangular no Paraná Em 28 de maio de 1955 o pastor Julio Rosa, que veio de São Paulo à Curitiba junto com Mariano Castro e a família Castro, fizeram o primeiro culto na Alameda Princesa Izabel (naquele tempo, em tendas). Em julho do mesmo ano foram para o Bacacheri e lá tiveram o repúdio dos jornais. Alguns pastores foram presos. À noite foram soltos para nunca mais, até agora, serem novamente presos. Aleluia! O reverendo Mariano Castro nasceu em 10 de outubro de 1897. Foi o primeiro pastor nomeado no Brasil pelo reverendo Harold Willians e é considerado, por isto, o Patriarca da Cruzada no Brasil. Família Castro Mariano de Castro - Patriarca da IEQ do Brasil - Falecido Ema de Castro - Esposa - Falecida Filhos Lauro de Castro - Pastor da Terceira IEQ Curitiba - Falecido Raul de Castro - Pastor da Terceira IEQ Curitiba - Falecido Odá de Castro Pessanha - Pastora Titular da Terceira IEQ Curitiba - Falecida Itamar de Castro - Membro da Terceira IEQ Curitiba - Taxista Rubens de Castro - Pastor Titular da Terceira IEQ Curitiba No começo de 1999, Curitiba conta com mais de 200 igrejas e o Paraná com mais de 1000 igrejas quadrangulares. Além de 1.387 pessoas engajadas no ministério e 5002 diáconos.
  44. 44. A Bíblia da Religião 41 Questionário 1. Quem foi a fundadora de nossa igreja, a Igreja do Evangelho Quadrangular? 2. Em que lugar da Bíblia especificamente está descrito a doutrina quadrangular. 3. O que significa cada uma das cores do Evangelho Quadrangular. 4. Quais os símbolos da Igreja do Evangelho Quadrangular e seus significados. 5. Quem foi o fundador da Igreja do Evangelho Quadrangular no Brasil? 6. Quem foi o fundador da Igreja do Evangelho Quadrangular em Curitiba? 7. Onde está descrito que a Bandeira do Igreja do Evangelho Quadrangular deve ter franjas? 8. Qual o Lema da Igreja do Evangelho Quadrangular? Por Correspondência Parte 1 CERTA E ERRADA: Algumas destas declarações são certas e outras erradas. Ponha a letra "C" no espaço anterior ao número se for inteiramente CERTA e a letra "E" se for parcial ou inteiramente errada. |___| 1. Jesus está prefigurado nas cores e móveis do Tabernáculo. |___| 2. O Nome "Igreja do Evangelho Quadrangular" está baseado no Evangelho de Mateus. |___| 3. O ministério tríplice de Jesus foi Pregar, Ensinar e Curar. |___| 4. O Evangelho de João foi escrito para os Romanos. |___| 5.Originalmente, o Evangelho Quadrangular foi concebido no coração da fundadora. |___| 6. A visão de Ezequiel está escrita em Ez. 1:1-28. |___| 7. O Evangelho Quadrangular permanece firme porque é bem construído. |___| 8. Jesus voltará como um espírito invisível. |___| 9. O mesmo Jesus que curou durante o Seu ministério terreno, cura ainda hoje. |___| 10. O Tipo no Velho Testamento prefigura coisa mais alta no futuro.
  45. 45. 42 Evangelho Quadrangular Parte 2 BUSCANDO O CORRESPONDENTE: Abaixo há duas colunas. Na direita, há nomes e palavras diversas que correspondem aos dados escritos na coluna esquerda, mas que se acham em ordem diferente. Escreva sobre as linhas em branco da esquerda o número dos dados correspondentes da outra coluna. |___| Revestimento de poder |___| Lucas 19:10 |___| Os hebreus |___| Lucas 1:32-33 |___| Poder |___| Salvação e cura divina |___| Limpo, manso, obediente |___| Jeová Rafa |___| 20 anos depois |___| para ter um corpo 1. O Evangelho de Mateus foi escrito para 2. EU SOU O SENHOR QUE TE SARA 3. Leão simboliza 4. O Boi é 5. No dia do Pentecostes houve 6. O Espírito Santo em Éfeso ocorreu 7. por que o Verbo se fez carne 8. Veio buscar e salvar o que se havia perdido 9. Motivo da segunda vinda de Jesus Cristo 10. 2 benefícios da morte de Jesus no Calvário Parte 3 TERMINANDO A FRASE: Preencha os vazios nas declarações seguintes com a palavra melhor. 1. A. O "rosto de Boi" ________________________________ B. Evangelho ________________________________ C. Como apresenta Jesus ________________________________ D. Símbolo ________________________________ E. Cor simbólica na bandeira ________________________________ F. Foi Escrito para os ________________________________ 2. Que é Evangelho Quadrangular? _________________________________ _______________________________________________________________ 3. A. O "rosto de Homem" ________________________________ B. Evangelho ________________________________ C. Como apresenta Jesus ________________________________ D. Símbolo ________________________________ E. Cor simbólica na bandeira ________________________________ F. Foi Escrito para os ________________________________ 4. A. O "rosto de Leão" ________________________________ B. Evangelho ________________________________ C. Como apresenta Jesus ________________________________ D. Símbolo ________________________________ E. Cor simbólica na bandeira ________________________________ F. Foi Escrito para os ________________________________
  46. 46. A Bíblia da Religião 43 5. A. O "rosto de Águia" ________________________________ B. Evangelho ________________________________ C. Como apresenta Jesus ________________________________ D. Símbolo ________________________________ E. Cor simbólica na bandeira ________________________________ F. Foi Escrito para os ________________________________ Parte 4 - Biografia de Aimee Semple Mcpherson 6. Onde nasceu Aimee Kennedy? 7. Qual era a luta que se passava em seu coração? 8. Qual foi a oração que Aimee achou para as suas dúvidas? 9. Como Aimee recebeu o batismo no Espírito Santo? 10. Quais foram as duas convicções que ficaram dentro do coração de Aimee? 11. Com quem Aimee casou-se pela primeira vez? 12. Em que cidade e ano Aimee realizou a sua primeira Campanha Evangelística? 13. Como chamou a mensagem em que Aimee foi inspirada na cidade de 0akland, na Califórnia? 14. Como chamou o Templo sede Internacional na cidade de Los Angeles? 15. Quando terminou o seu ministério? O exame acima foi realizado por mim, sem a ajuda de alguém e sem auxílio do texto. Nome: ________________________________________________________ Rua: __________________________________________________________ Bairro: ______________________ CEP: ____________ Fone: ____________ Cidade: _________________________________________Estado: ________
  47. 47. 44 Evangelho Quadrangular Respostas 1. Aimee Semple McPherson 2. Ezequiel 1:4-10 3. Vermelho ou Escarlate - Salvação Amarelo - Batismo com o Espírito Santo Azul - Cura Divina Púrpura ou Roxo - Jesus voltará 4. Cruz - Salvação Pomba - Espírito Santo Cálice - Cura Divina Coroa - Segunda Vinda 5. Harold Edwin Willians 6. Julio Rosa e Mariano Castro. 7. Números 15:38-39 8. Hebreus 13:8: Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje, e eternamente.
  48. 48. A Bíblia da Religião 45 Bibliografia 1. A Bíblia de Jerusalém. São Paulo. Edições Caulinas. 1993. 2. Bíblia de Estudo Pentecostal. Estados Unidos. Editora CPAD. 1995. 3. Bíblia de Referência Thompson. São Paulo. Editora Vida. 1992. 4. Bíblia Revisada de Acordo com os Melhores Textos em Hebraico e Grego. Rio de Janeiro, Imprensa Bíblica Brasileira, 1991. 5. Bíblia Vida Nova. São Paulo, Editora Vida Nova, 1982. 6. Bíblia Viva. São Paulo, Editora Mundo Cristão, 1994. 7. Marquerite Hawley & Haydée Guimarães, Evangelho Quadrangular, Escola Por Correspondência Quadrangular, baseado no livro “The Foursquare Gospel de Aimee Semple McPherson, São Paulo, 1982. 8. Davis, John D. Dicionário da Bíblia. Tradução do Rev. J. R. Carvalho Braga. 9a edição. Rio de Janeiro. Junta de Educação Religiosa e Publicações (JUERP), 1983. 9. Foi consultado as seguintes Bíblias Informatizadas (ao todo mais de 50 versões diferentes de Bíblias em várias línguas e mais de 500 fotos, algumas delas apresentadas neste livro): - Bíblia Comparada Multimídia versão beta. Editora Herr e da Consultoria Eclesiástica, Empresarial, Organizacional - CEO. - Bíblia Soft versão 3. Publisoft Publicações Informatizadas. - Bíblia On Line SBB versão 1.0 e 2.0 - Sociedade Bíblica do Brasil. - Logos Bible Software version 1.6f - Logos Research Systems, Inc. - Rainbow Study Bible For Windows version 1.0 - Rainbow Studies, Inc. - Bible Compton’s New Media. - Bíblia Interativa em CD-Rom da Editora Vida Nova. 10.Johnson, Lucille Marie (Missionária). Pequena Biografia de Aimee Semple Mcpherson, 1974.
  49. 49. A Igreja do Evangelho Quadrangular cresce no Brasil em média 18 % ao ano. Isto significa que no ano 2003 serão mais de 12.000 templos e mais de 2 milhões de membros e simpatizantes. A Igreja do Evangelho Quadrangular é marcada pelo empenho de seus membros em anunciar o Evangelho. A IEQ possui grupos missionários em todo o país, que se reúnem semanalmente para planejar e executar ações de evangelismo. As igrejas promovem obras sociais e atuam em benefício das comunidades, além de realizar programações e eventos de evangelismo e confraternização. A IEQ patrocina seminários periódicos para sua liderança, sempre no empenho de capacitar seu povo para o trabalho do Senhor. Atividades Profissionais - Resumo - Engenheiro Agrônomo desde 1985, formado pela UFPr. - Pós Graduado em Informática em 1990 pelo Instituto SPEI de Curitiba. - FormadoemTeologiapeloInstitutoTeológicoQuadrangular de Curitiba (PR) em 1978 e 1982. - Analista de Sistemas, Programador Sênior, Webmaster e Webminister da http://igrejavirtual.nbz.com.br. - Atua na Informática desde 1985. É consultor sênior. - Como consultor atuou em mais de 35 empresas. - Pastor Auxiliar em tempo integral desde 1995. - Especialista em Marketing Empresarial e Político. - Proprietário da CEO - Consultoria Eclesiástica, Empresarial, Organizacional, da Editora HERR e da Net Brazil Soluções de Internet (www.nbz.com.br). - Presidente do ICEPAR - Instituto Cristão de Ensino e Pesquisas do Alto Ribeira, AARADO - Associação do Alto Ribeira de Agricultura Diversificada e Orgânica, AMVE - Associação de Moradores da Vila Eliane de Cerro Azul, MAE - Movimento de Ação Ecológica. - Astrônomo Amador. - Ex-professor da Faculdade de Plácido e Silva (Microinformática e Administração de CPD), do Colégio SPEI (Microinformática e Linguagens de Programação), de outros colégios e cursos livres, inclusive do SENAC e do curso de suplência de Informática no colégio OPET(Banco de dados, Lógica, Fundamentos). - Ministra cursos Bíblicos e de Informática. Edson de Almeida e Franzen, nascido em 1960, é casado com Sandra Regina Lacerda Franzen, pai de Felipe, Ricardo, Heinz Eduardo e Sara. Edson é pastor auxiliar em tempo integral desde 1995. Filho do Reverendo Heinz S. Franzen e da Pastora Maria José Franzen da igreja do Pinheirinho. Professor desde 1978. A partir de então tem dedicado sua vida ao Ensino, acreditando ser este o caminho da libertação espiritual e material das pessoas. Reverendo Edson de Almeida e Franzen Comagraçade Deus tem utilizado nas Igrejas suaexperiência de Professor e Consultor de Informática. Visite nossa página na Internet: http://igrejavirtual.nbz.com.br Livro Sobre o Autor Cristão Genuinamente Conhecendo a Verdade 32 Livro

×