Exercícios Evolução Biológica e Evidências

14.480 visualizações

Publicada em

Para gabarito: bioproflp@gmail.com

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.480
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
60
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercícios Evolução Biológica e Evidências

  1. 1. (PUC-Camp - 2010) Questão 1 Para mostrar que uma espécie de réptil é realmente nova, é necessário, em primeiro lugar, pegar as espécies mais conhecidas usadas como modelo para comparações e examinar todas, incluindo a supostamente nova, sob a lupa. Tem-se que comparar absolutamente todos os caracteres: o número, tamanho, formato, posição, ornamentação das escamas dorsais, ventrais, da cabeça, cada uma delas com um nome específico; o tamanho e a posição do olho, do ouvido, da narina; a coloração do bicho; o comprimento do corpo, da cabeça e de cada membro; os poros femorais, que são glândulas de feromônios; enfim, uma série bem grande de variáveis. Com as estruturas internas como o esqueleto, pode-se fazer uma radiografia ou diafanizar, tornando transparente e assim por diante. (Adaptado: Entre cobras e lagartos. Revista Pesquisa FAPESP, mar. 2010, p. 10.) As espécies originam-se geralmente por cladogênese, a partir de um ancestral comum. Considere os seguintes eventos: I. diversificação do conjunto gênico das populações; II. separação geográfica dos indivíduos de uma população ancestral; III. ausência de troca de genes entre indivíduos das duas populações. Na especiação alopátrica, a sequência de etapas proposta para explicar a formação de duas novas espécies é (A) I, II e III. (B) II, III e I. (C) II, I e III. (D) III, I e II. (E) III, II e I. 1 Ciências Biológicas Exercícios de Biologia Professor: Luiz Philippe Sergio Estudante: _________________________________ Acertos: Erros:
  2. 2. (PUC-RJ - 2009) Questão 2 O gráfico mostra a sequência cronológica de alguns acontecimentos no planeta. CESAR e SEZAR. Biologia. São Paulo: Saraiva, 2002, v.1. Considerando os dados presentes nessa figura e conhecimentos científicos sobre a origem da vida e a evolução das espécies, podemos afirmar que: (A) o oxigênio teve papel fundamental no aparecimento das primeiras células. (B) não existe relação entre o aparecimento do oxigênio molecular e o aparecimento dos primeiros eucariontes. (C) havia oxigênio molecular em grande quantidade na época do surgimento das primeiras células. (D) o aumento da concentração de oxigênio molecular na atmosfera foi consequência do aparecimento de fotossintetizantes. (E) o oxigênio molecular foi tóxico para os organismos pluricelulares. 2
  3. 3. (Uece - 2008) Questão 3 Analise as seguintes afirmativas sobre os níveis de organização dos seres vivos: I. O nível atômico surgiu no centro da terra com a formação de átomos, como o Hidrogênio e o Enxofre, que se combinaram para formar H2S, fonte de energia para as Arqueobactérias, seres de origem mais primitiva dentre toda a diversidade de seres vivos. II. O esqueleto interno é uma estrutura mais primitiva que o exoesqueleto, já que estava presente nos primeiros seres multicelulares. III. Os sistemas fotossintetizantes mais primitivos foram originados nas cianobactérias, organismos cuja origem remonta a cerca de 3,5 bilhões de anos e é, possivelmente, evidenciada por fósseis denominados estromatólitos (fósseis de estruturas biossedimentares litificadas, secretadas pelas cianobactérias). Estas evidências não são amplamente aceitas, sendo assunto considerado controvertido. Assinale o correto. A) Apenas a afirmação I é verdadeira. B) Apenas a afirmação II é verdadeira. C) Apenas a afirmação III é verdadeira. D) As três afirmações são verdadeiras. (Uece - 2009) Questão 4 O isolamento reprodutivo, isto é, a incapacidade de produção de descendência fértil em condições naturais, é o melhor critério para distinguir entre si os seguintes táxons: A) variedades de plantas da mesma espécie (espécimes de variedades diferentes de milho – Zea mays). B) raças diferentes de cães (dálmata de pastor alemão). C) populações humanas (população que vive em Tóquio da população que vive em Fortaleza). D) espécies filogeneticamente próximas (Canis familiares de Canis lupus). 3
  4. 4. (Uece - 2009) Questão 5 Analise as afirmações a seguir sobre a origem da vida na Terra. I. O início do período holoceno é o marco inicial para o surgimento da vida na Terra. II. Stanley Miller, em 1953, teve o mérito de demonstrar que moléculas orgânicas poderiam ter se formado nas condições da Terra primitiva. III. A teoria da Panspermia, sobre a origem da vida, afirma que a vida se originou no fundo do mar, longe de uma fonte fornecedora de fotossintato, e aproveitando a energia geotérmica emanada por chaminés submarinas. Sobre as afirmações anteriores, assinale o correto. A) Apenas a I é verdadeira. B) Apenas a II é verdadeira. C) Apenas a III é verdadeira. D) São verdadeiras a I, a II e a III. (Uece - 2010) Questão 6 Os crossopterígeos, como o celacanto, pertencente ao gênero Latimeria, único gênero vivente deste grupo de organismos, possuem pares de nadadeiras peitorais e pélvicas suportadas por esqueleto ósseo interno. Esta característica pode ser considerada como uma plesiomorfia, cujo passo evolutivo seguinte foi a origem dos organismos A) vertebrados. B) bilatérias. C) tetrápodas. D) amniotas. 4
  5. 5. (UEL - 2008) Questão 7 Observe a ilustração a seguir da Grande Enciclopédia Larousse Cultural. São Paulo: Plural, 1998. p. 2690. O planeta Terra tem aproximadamente 4,6 bilhões de anos. Para efeito de estudos, os geólogos dividiram esse tempo em éons, eras, períodos e épocas. Com base na ilustração e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir: I. A Era Mesozoica durou, aproximadamente, 165 milhões de anos. II. A duração da Era Cenozoica foi maior que a duração da Era Mesozoica. III. As durações dos períodos Triássico, Jurássico e Cretáceo são proporcionais a 8, 10 e 15, respectivamente. IV. O período Terciário da Era Cenozoica durou aproximadamente 63.200 anos. Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas. a) I e II. b) I e III. 5
  6. 6. c) III e IV. d) I, II e IV. e) II, III e IV. (UEL - 2012) Questão 8 Até a segunda metade do século XIX, pensava-se que o mapa do mundo fosse praticamente uma constante. Alguns, porém, admitiam a possibilidade da existência de grandes pontes terrestres, agora submersas, para explicar as semelhanças entre as floras e faunas da América do Sul e da África. De acordo com a teoria da tectônica de placas, toda a superfície da Terra, inclusive o fundo dos vários oceanos, consiste em uma série de placas rochosas sobrepostas. Os continentes que vemos são espessamentos das placas que se erguem acima da superfície do mar. Adaptado de: DAWKINS, R. O Maior Espetáculo da Terra. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p.257-258. 6
  7. 7. Mapa de Zonas Sísmicas e Vulcões. SIMIELI, Maria Helena. Geoatlas. São Paulo: Ática, 2000. Com base no texto, nos mapas e nos conhecimentos sobre os processos de especiação e distribuição geográfica dos organismos, considere as afirmativas a seguir. I. Há semelhanças entre os fósseis da América do Sul, África, Antártida e Austrália, pois, em um passado remoto, todas essas regiões estavam unidas, formando um grande continente e impossibilitando o isolamento reprodutivo. II. O modelo clássico de especiação alopátrica propõe que duas novas espécies se formem em uma mesma região geográfica, de modo abrupto, em consequência de mutações cromossômicas ocorridas durante as divisões celulares. III. O isolamento geográfico entre populações de uma espécie ancestral pode ocorrer pelo aparecimento de um rio cortando uma planície, por um braço de mar que separa ilhas ou pelo deslocamento de um continente. IV. A presença de marsupiais na Austrália representa a dispersão desde a América do Sul, por meio da Antártida, no início da era Cenozoica, e o subsequente isolamento da Austrália permitiu sua diversificação sobre este país. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e II são corretas. b) Somente as afirmativas II e IV são corretas. c) Somente as afirmativas III e IV são corretas. d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas. e) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas. (UEM - 2008) Questão 9 Com relação à evolução dos seres vivos e os tempos geológicos, assinale a alternativa correta. A) As primeiras formas de vida surgiram na Terra, na Era Paleozoica. B) Para a ciência, os fósseis não constituem evidência de evolução biológica. C) A teoria evolucionista de Charles Robert Darwin não é explicada pela seleção natural. 7
  8. 8. D) O desenvolvimento da espécie humana moderna ocorreu na Era Cenozoica, Período Quaternário. E) A moderna teoria da evolução desconsidera a mutação gênica. (UEM - 2008) Questão 10 Com relação à evolução biológica, assinale a alternativa correta. A) O mimetismo, como processo de adaptação evolutiva, faz que a mesma espécie apresente duas ou mais formas distintas. B) O desenvolvimento da linguagem simbólica, do pensamento abstrato e da escrita fazem parte da evolução humana. C) A especiação alopátrica tem por princípio a formação de novas espécies sem considerar o isolamento geográfico. D) A vida na Era Paleozoica estava restrita aos oceanos e aos mares. E) O equilíbrio gênico de uma população não é afetado pela mutação nem pela seleção natural. (UEM - 2010) Questão 11 Com relação à evolução biológica e à especiação, assinale o que for correto. 01) Um dos princípios básicos das ideias evolucionistas por seleção natural é que os organismos com variações favoráveis às condições do ambiente onde vivem têm maiores chances de sobreviver, quando comparados aos organismos com variações menos favoráveis. 02) As mutações podem ocorrer em células somáticas ou em células germinativas, sendo estas últimas de fundamental importância para a evolução, pois são transmitidas aos descendentes. 04) A resistência de bactérias a antibióticos e de insetos a inseticidas, por haver interferência humana na fabricação dessas substâncias, não pode ser exemplo de seleção natural. 08) A cladogênese é um processo envolvido na especiação que, pela ruptura da coesão original em uma população, gera duas ou mais populações que não podem mais trocar genes entre seus indivíduos. 8
  9. 9. 16) O desenvolvimento de mecanismos que determinam o isolamento reprodutivo é importante na especiação. A inviabilidade do híbrido e a esterilidade do híbrido são mecanismos pós-zigóticos de isolamento reprodutivo. (UFBA - 2008) Questão 12 A figura ilustra a diversidade em número de espécies de seres vivos, considerando a classificação em cinco Reinos de Whittaker. Embora representado na ilustração por um pequeno número de espécies, o Reino Monera inclui organismos que se distribuem nos mais diferentes habitats da Biosfera, ocupando uma grande diversidade de nichos ecológicos. Tendo colonizado a Terra, sozinhos, por quase dois bilhões de anos, continuam a se adaptar a um planeta em constante mudança. Explique o sucesso evolutivo dos procariotos, considerando suas habilidades metabólicas desde que iniciaram a colonização do planeta e destaque a que exerceu o maior impacto sobre a Biosfera. (UFBA - 2011) Questão 13 9
  10. 10. É engraçado pensar em um tordo empoleirado nas costas de um Velociraptor ou um pato nadando ao lado de um Spinosaurus. (DYKE, 2010, p. 59). A ilustração apresenta duas concepções sobre a origem das aves modernas, considerando um período específico na história da evolução da vida na Terra. A partir da análise das informações, associada aos conhecimentos sobre evolução, • identifique, entre os grupos atuais ilustrados, aquele que divergiu mais recentemente. • destaque a evidência científica que sustenta a ideia de que dinossauros e aves habitaram a Terra em um mesmo período. (UFBA - 2012) Questão 14 Realizando experiências, o anatomista italiano Galvani observou que as pernas de uma rã, morta e dissecada, quando ligadas aos terminais de uma máquina eletrostática, contraíam- se fortemente. Para ele, isso se devia à existência de uma eletricidade animal, teoria que publicou em 1791. Analisando as experiências de Galvani, o físico italiano Alessandro Volta concluiu que a eletricidade não se originava das pernas das rãs, mas da base metálica em que elas se apoiavam e da umidade presente nas experiências. Volta orientou suas pesquisas na procura de pares metálicos e soluções líquidas que gerassem eletricidade e, no ano de 1800, comunicou à Royal Society a descoberta da pilha. As pilhas que transformam a energia química em energia elétrica, embora úteis para o funcionamento de pequenos aparelhos, não são economicamente viáveis para produzir energia elétrica em grande escala. A possibilidade de 10
  11. 11. transformar a energia mecânica em energia elétrica abriu enormes perspectivas para a utilização prática da eletricidade. (GASPAR, 2000. p.141). Com base nas informações do texto e em conhecimentos relacionados às ciências naturais, é correto afirmar: (01) Uma pilha constituída por zinco metálico ( = –0,76 V) e uma pasta úmida contendo óxido de mercúrio II ( = +0,85 V) e hidróxido de potássio possui ddp igual a +1,61V. (02) A solução 0,1 mol/L de ácido fluorídrico, Ka = 3,5 · 10−4 , é mais eficiente para a condução de corrente elétrica do que uma solução de ácido etanoico, Ka = 1,8 · 10−5 , de igual concentração. (04) Os elétrons livres em uma pilha formada por uma placa de cobre e outra de zinco, imersas em uma solução de ácido sulfúrico, deslocam-se, espontaneamente, para pontos de maior potencial elétrico. (08) A eletricidade obtida a partir da utilização de uma queda-d’água com uma turbina capaz de acionar um gerador, envolve transformações de energia nas formas potencial, cinética e elétrica. (16) O trabalho realizado pela força elétrica, durante o deslocamento dos elétrons livres em uma pilha, depende da trajetória descrita pelos elétrons. (32) Os anfíbios adultos, como as rãs, possuem coração tricavitário, com um ventrículo que bombeia o sangue, um átrio que recebe o sangue oxigenado dos pulmões e outro átrio que recebe o sangue venoso do corpo. (64) O ovo amniótico foi uma aquisição evolutiva que permitiu aos anfíbios realizar, com sucesso, a transição para o ambiente terrestre. (UFBA - 2012) Questão 15 Embora as espécies animais possuam morfologia tremendamente variada, a sua grande diversidade de formas pode ser categorizada em um número relativamente pequeno de “planos corpóreos”. [...] Como todas as características dos organismos, o plano corpóreo dos animais evoluiu, alterando-se ao longo do tempo. Algumas dessas mudancas evolutivas aparentementȩ ocorreram cedo na história da vida animal. (CAMPBELL, 2010, p. 658). 11
  12. 12. Com base na análise da ilustracão e em conhecimentos sobre a história evolutiva doş animais, a) justifique a posicão dos platelmintos e cordados na árvore filogenética representada;̧ b)apresente um argumento que explique a posicão marginal das esponjas.̧ 12
  13. 13. (UFBA - 2012) Questão 16 Vivemos em um mundo no qual a humanidade pode ter se tornado uma forca geológica,̧ ou seja, um fenomeno capaz de transformar a paisagem planetária. Uma influencia tão evidente,̂ ̂ que já se discute a inclusão de mais uma época – o Antropoceno – na tabela do tempo geológico da Terra — conforme ilustra a figura. A partir de meados do século XVIII, os humanos alteraram diretamente as paisagens em 40% a 50% do planeta e marcas de sua influencia afetam mais de 83% da superfície terrestre (é̂ a chamada “pegada antrópica”). Impacto semelhante só ocorreu no Cambriano, quando uma nova bactéria aumentou significativamente os níveis de oxigenio atmosférico, a partir de umâ atividade metabólica específica. (MARTINI, 2011, p. 39). Com base nessas informacões e considerando a história ecológica do planeta, apresentȩ um argumento que justifique a comparacão da “pegada antrópica” com o holocausto do̧ oxigenio, destacando uma consequencia de cada um dos fenomenos referidos.̂ ̂ ̂ 13
  14. 14. (UFMA - 2008) Questão 17 Associe e enumere a segunda coluna de acordo com a primeira e em seguida assinale a opção que contém a sequência correta da segunda coluna Primeira coluna Segunda coluna (1) Carbonífero ( ) Ocorreu grande diversificação dos répteis e a diversidade dos anfíbios diminuiu. No final deste período, houve uma grande extinção. (2) Permiano ( ) Surgiram as primeiras plantas que produzem sementes e os répteis predominando a fauna de anfíbios, por isso ficou conhecida como a “idade dos anfíbios”. (3) Triássico ( ) Surgiram os dinossauros, os répteis voadores (pterossauros), os répteis marinhos, os crocodilos e alguns outros grupos de répteis. (4) Cretáceo ( ) O clima mudou drasticamente. As regiões polares e subpolares, que tinham climas mais amenos, passaram a sofrer forte resfriamento, formando as calotas polares. (5) Quaternário ( ) Surgiram as primeiras plantas que produzem flores e frutos (angiospermas), predominando flora terrestre. Houve extinção em massa de espécies. a) 3, 1, 4, 5, 2 b) 3, 1, 2, 5, 4 c) 2, 1, 3, 5, 4 d) 2, 5, 1, 4, 3 e) 4, 1, 3, 5, 2 (UFMA - 2008) Questão 18 Explique qual é a condicão essencial, e exclusiva, para que ocorra a especiacão̧ ̧ alopátrica entre dois grupos de indivíduos. (UFPB - 2011) Questão 19 14
  15. 15. Durante o processo de conquista do ambiente de terra firme, as plantas e os animais apresentaram algumas novidades evolutivas para que obtivessem sucesso nessa ocupação; entre elas, certa independência da água em seus processos reprodutivos e fisiológicos. Essa ocupação ocorreu entre o siluriano e o carbonífero e, nesse intervalo de tempo, surgiram as primeiras plantas vasculares, os primeiros répteis e as primeiras plantas com sementes; ocorreu a diversificação dos anfíbios e a radiação dos insetos. A partir do texto e da literatura sobre a evolução das plantas e dos animais, identifique as afirmativas corretas relativas às novidades evolutivas apresentadas pelos diferentes organismos no intervalo de tempo que abrange o siluriano e o carbonífero: I. Os répteis desenvolvem ovos com casca calcária e impermeáveis. II. Os anfíbios desenvolvem sistema de reprodução independente da água. III. As pteridófitas desenvolvem traqueídes eficientes na condução de água. IV. As gimnospermas desenvolvem flores eficientes no processo reprodutivo. V. As gimnospermas desenvolvem sementes com endosperma rico em nutrientes. (UFPE - 2009) Questão 20 Para os Biólogos, as espécies hoje presentes na Terra descendem, por evolução, de espécies ancestrais. Para tal conclusão, foi importante o estudo dos fósseis, considerando-se os fatos seguintes: 1) os organismos que hoje vivem na Terra nem sempre estiveram nela presentes. 2) dependendo da época estudada, encontram-se fósseis diferentes. 3) as espécies de muitos fósseis encontrados já se extinguiram. 4) há fósseis de espécies extintas que têm semelhança com espécies atuais. Está(ão) correta(s): A) 1, 2, 3 e 4. B) 1 e 2 apenas. C) 2 e 3 apenas. D) 3 e 4 apenas. E) 1 apenas. (UFPE - 2010) Questão 21 15
  16. 16. Os registros fósseis mostram que houve uma grande explosão de biodiversidade no período cambriano, há cerca de 550 milhões de anos, em um curto período de tempo da escala geológica de aproximadamente 5 a 10 milhões de anos. Que fator principal pode ter influenciado tal fenômeno? A) Resfriamento do planeta. B) Aumento da temperatura do planeta. C) Diminuição da atividade de vulcões. D) Aumento da disponibilidade de água doce. E) Aumento da disponibilidade de oxigênio atmosférico devido à fotossíntese. (UFPR - 2011) Questão 22 Um paleontólogo, após anos de estudos de um determinado sítio de fósseis, resolveu tentar reconstruir a variação do ambiente da região estudada. Conforme sua hipótese, essa reconstrução é possível considerando-se apenas as características das espécies fósseis detectadas nas diversas camadas sedimentares do local e sua datação. Com base no registro de anos de pesquisas na área sumarizado a seguir, elabore uma descrição do ambiente dessa área em cada período registrado, apresentando argumentos que suportem sua decisão, com base nas características biológicas das espécies amostradas. Camada sedimentar Data aproximada Espécies fósseis coletadas 1 30 milhões de anos atrás Medusas, Corais, Lulas, Poríferos, Gastrópodes, Equinodermos, Peixes Ósseos e Peixes Cartilaginosos 2 20 milhões de anos atrás Peixes ósseos, Camarão, Caranguejo de manguezal, Ostra, Gastrópodes, Larvas de insetos aquáticos e Aves. 3 10 milhões de anos atrás Peixes ósseos, Larvas de insetos aquáticos, Aranhas, Ácaros, Gastrópodes e Aves de rapina 4 5 milhões de anos atrás Insetos adultos, Escorpiões, Lagartos e Aves (UFRN - 2011) Questão 23 A partir de 1977, foram descobertas, em várias regiões abissais dos oceanos, fendas hidrotérmicas, onde a água atinge temperatura de até 400 o C e fica rica em minerais 16
  17. 17. procedentes da rocha. Os ecossistemas nessas regiões são baseados em bactérias que utilizam o gás sulfídrico e o calor para formar moléculas complexas que servem como alimento para os organismos que vivem na região. Devido às características do ecossistema e à riqueza de bactérias que processam as substâncias liberadas em profusão por essas fendas, os cientistas já especulam sobre a possibilidade de usar essas regiões para explicar o surgimento da vida na Terra. Uma condição que pode ser levada em conta para considerar essa possibilidade é que, nessa região, A) a alta pressão favorece uma grande variedade de espécies. B) predomina a formação de pequenas moléculas de proteína. C) as espécies de organismos do reino Plantae estão ausentes. D) a temperatura elevada inibe a multiplicação do DNA. (UFT - 2011) Questão 24 O gráfico a seguir relaciona a concentração relativa do gás carbônico na atmosfera com o tempo geológico. A partir da análise do mesmo é CORRETO afirmar: Fonte: Adaptado de RICKLEFS, R. E., 2003. 17
  18. 18. (A) O aumento na densidade de consumidores associados aos vegetais contribui para a fixação do carbono na parte vegetativa das plantas. (B) A diversificação das plantas vasculares contribuiu para a fixação de carbono atmosférico, no solo e na superfície terrestre. (C) O desmatamento e a intensificação no consumo de combustíveis fósseis, na atualidade, poderiam contribuir para a redução do CO2 atmosférico. (D) A redução da concentração de CO2 na atmosfera foi acompanhada, provavelmente, pela redução da concentração do oxigênio. (E) O aumento da biomassa vegetal na superfície da terra não teve relação com a redução da concentração de CO2 atmosférico. (UFV - 2008) Questão 25 Observe o gráfico, que demonstra a evolução da variação do tamanho do crânio em relação à massa corporal entre espécies de três grupos de hominoides: Após observação, assinale a afirmativa INCORRETA: a) No Homo houve, proporcionalmente, maior aumento percentual do crânio em relação ao do corpo. b) Os Australopitecos têm crânios menores para o tamanho de seus corpos do que os macacos. c) No Homo ocorreu maior aumento de crânio em relação ao corpo do que em macacos e Australopitecos. d) Em todos os três grupos, as espécies com crânios relativamente grandes também têm corpos grandes. 18
  19. 19. (UnB - 2009) Questão 26 O tempo geológico representa a história da Terra desde a sua formação até o presente momento. A figura mostra uma relação de escalas em que se faz uma correspondência entre a duração de um dia e a idade da Terra. A partir das informações apresentadas na figura, julgue os itens a seguir (certo ou errado), considerando a história da Terra na escala de um dia. • O gás oxigênio acumulou-se na atmosfera terrestre ao longo das primeiras 14 horas e originou-se de atividades dos organismos fotossintetizantes, que existiram durante todo esse intervalo de tempo. • Infere-se das informações apresentadas na figura que os organismos heterotróficos anaeróbicos surgiram entre a 13ª e a 14ª hora. • Os fósseis mais antigos de seres eucarióticos devem ter sido provenientes de animais invertebrados marinhos com reprodução assexuada. • Embora o homem tenha surgido relativamente há pouco tempo na face da Terra, sua intervenção nos sistemas físicos e biológicos tem causado, no planeta, impactos mais destrutivos que os causados por espécies que viveram por muito mais tempo. • As informações apresentadas na figura são suficientes para que se conclua corretamente que, a partir da 13ª hora, a atmosfera terrestre adquiriu caráter redutor. • Infere-se das informações apresentadas que os vegetais que existiram na Terra até a 22ª hora apresentavam estômatos apenas na face superior da folha. 19
  20. 20. • Pelas informações apresentadas, conclui-se corretamente que, quatro horas antes do aparecimento do homo sapiens arcaico, havia animais vertebrados que respiravam por pulmões. • Infere-se das informações apresentadas que os primeiros organismos endotérmicos capazes de produzir urina com concentração osmótica maior que a do plasma surgiram, no máximo, uma hora antes do aparecimento do homo sapiens arcaico. (Uneb - 2009) Questão 27 É dentro do ovo que acontece o desenvolvimento do embrião por meio da embriogênese. Após a eclosão, os animais crescem, amadurecem sexualmente e produzem mais ovos. (...) Os nutrientes principais do ovo estão na gema, célula-ovo (ovócito) da galinha, produzida no ovário. Os anexos (casca e clara) são adicionados no oviduto e servem, entre outras coisas, para proteger a gema. O material nutritivo contido na gema, conhecido como vitelo, é composto de 50% de água, 34% de lipídios (gordura e substâncias relacionadas) e 16% de proteínas, com traços de glicose e de minerais. Como se pode ver, água e lipídios correspondem a 84% da gema. Um ovo de galinha tem, em média, 14 g de lipídios, 6,5 g de proteínas e outros componentes em menor quantidade (como vitaminas), mas ainda assim importantes para a alimentação humana. Os ovos de animais ovíparos variam muito de tamanho, sendo maiores e mais fáceis de analisar que os de animais vivíparos, como os mamíferos. O tamanho dos ovos, no primeiro grupo, vai de frações de milímetros (como os ovos de lombriga, que medem 0,05 mm de comprimento por 0,02 mm de largura) até mais de uma centena de milímetros (como os ovos do avestruz, que medem 170,0 mm de comprimento e 135,0 mm de largura). Em todos os casos, é sempre a maior célula do organismo, por causa do enorme volume de seu citoplasma. (WINTER, 2008, p. 42-47) A produção de ovos, apresentando casca calcária, está relacionada a um dos fenômenos mais importantes da história da evolução biológica, pois essa produção possibilitou: 1) a capacidade de os animais realizarem maior n° de cópulas, levando ao nascimento de mais seres vivos. 2) o fornecimento contínuo de alimentos pelas fêmeas, permitindo a independência de recursos do ambiente. 3) a exploração eficiente do ambiente terrestre pelos répteis, sendo esse, posteriormente, explorado pelos grupos de aves e de mamíferos. 20
  21. 21. 04) a redução da atividade metabólica em embriões de aves, de répteis e de anfíbios, ocasionando menor consumo energético. 05) a proteção dos embriões às intempéries da natureza e resistência plena a infecções causadas por micro-organismos patogênicos. (Unesp - 2009) Questão 28 A postura ereta e a locomoção bípede são características exclusivas dos seres humanos. Uma Questão fundamental no entendimento da evolução humana é compreender como os humanos e seus ancestrais adquiriram o bipedalismo. Uma equipe internacional de pesquisadores descobriu, no Quênia, pegadas deixadas na lama há 1,5 milhão de anos por um indivíduo com um estilo moderno de andar. Segundo os pesquisadores, o tamanho, a profundidade das pegadas e o espaçamento entre elas refletem a altura, o peso e o modo de caminhar atual. Em 1978, foram descobertas na Tanzânia pegadas de 3,7 milhões de anos, mas com uma anatomia que indica um indivíduo menor, de pernas curtas e de tronco longo, identificado como Australopithecus afarensis. Pesquisa Fapesp, mar. 2009. (Adaptado.) Os achados paleontológicos indicam uma transição na evolução humana, que teria acontecido entre 3,7 e 1,5 milhões de anos atrás. Com relação à ocupação do ambiente, em que os indivíduos do Quênia poderiam diferir daqueles da Tanzânia? 21
  22. 22. (UPE - 2009) Questão 29 Assinale, na coluna I, as afirmativas verdadeiras e, na coluna II, as falsas. Como surgiram os animais vertebrados, e o que marcou a evolução desse grupo de animais? A diversidade biológica dos vertebrados é acentuada, com o número em torno de 50 mil espécies. Essa extraordinária variedade é obra de 500 milhões de anos de evolução. Sobre o tema, analise as afirmativas e conclua. I II 0 0 As evidências fósseis indicam que os vertebrados surgiram em ambiente marinho, durante o Cambriano. Ao longo das eras geológicas, várias espécies surgiram e outras tantas foram extintas naturalmente. 1 1 A convergência adaptativa, ou evolução convergente, é responsável pela grande diversificação de ordens que ocorreu entre os mamíferos, no Cenozoico, a partir de um ancestral comum. 2 2 Os tetrápodes, animais de quatro patas, desenvolveram-se a partir de peixes, que se adaptaram a ambientes terrestres. Muitas espécies de animais, habitantes de cavernas, desenvolveram habilidades próprias, ao mesmo tempo em que se tornaram cegos, por não necessitarem mais dos órgãos visuais. 3 3 A seleção natural age sobre as populações de modo a aumentar a variabilidade genética. Quanto mais instável um ecossistema, maior será a biodiversidade pela ação da seleção natural sempre presente. 4 4 Semelhanças embrionárias e homologia de órgãos são evidências da evolução e do grau de parentesco entre os componentes de um grupo animal como os vertebrados. (UPE - 2011) Questão 30 22
  23. 23. O filo Chordata inclui os protocordados e os craniados. Seus exemplares são animais triblásticos, celomados e deuterostômios. Analise a figura a seguir que mostra uma provável relação filogenética entre os cordados. Adaptado de: http://www.moderna.com.br/moderna/didaticos/em/biologia/temasbio/ Com base na análise da figura, os números representam a presença de A) 1 -âmnio e ovos sem casca, 2 - coluna vertebral, 3 - esqueleto cartilaginoso, 4 - mandíbula, 5 - pelos e glândulas mamárias, 6 - penas e 7 - quatro membros locomotores. B) 1 - âmnio e ovos com casca, 2 - crânio, 3 - esqueleto ósseo, 4 - mandíbula, 5 - pelos e glândulas mamárias; 6 - penas e 7 - quatro membros locomotores. C) 1 - cirros bucais, 2 - mandíbula, 3 - esqueleto ósseo, 4 - dois membros locomotores, 5 - âmnio e ovos com casca, 6 - penas e 7 - pelos e glândulas mamárias. D) 1 - coluna vertebral, 2 - mandíbula, 3 - esqueleto cartilaginoso, 4 - cinco membros locomotores, 5 - âmnio e ovos sem casca, 6 - penas e 7 - pelos e glândulas mamárias. E) 1 - crânio, 2 - mandíbula, 3 - esqueleto ósseo, 4 - quatro membros locomotores, 5 - âmnio e ovos com casca, 6 - penas e 7 - pelos e glândulas mamárias. 23
  24. 24. (Fuvest - 2010) Questão 31 Observe a gravura e considere as afirmações. Fonte: Fragmento de Metamorphosis II. de M. C. Escher. I. Pentágonos regulares congruentes podem substituir os hexágonos da gravura de modo a recobrir todo o plano sem sobreposição. II. Pelo menos um dos animais representados passa pelo processo de metamorfose na natureza. III. A sequência de espécies animais representadas da esquerda para a direita do leitor corresponde à do processo evolutivo na biosfera. Está correto o que se afirma somente em: a) I. b) II. c) III. d) I e II. e) II e III. (PUC-Camp - 2008) Questão 32 Formigas da caatinga ajudam a plantar sementes. Observou-se que várias espécies de formigas carregam a semente para o ninho, comem a carúncula e abandonam a semente intacta, próximo à planta-mãe, e que a terra do ninho é mais própria à germinação do que o solo sem formigueiros. (Adaptado de Pesquisa Fapesp. maio 2007. n. 135. p. 37) Uma espécie de formiga ocorre desde a América Central até o sul da América do Sul. As diferentes populações são consideradas pertencentes à mesma espécie porque (A) são todas intercruzantes. (B) ocorrem em habitats semelhantes. (C) são morfologicamente semelhantes. (D) apresentam os mesmos feromônios. (E) possuem glândulas nos mesmos locais. 24
  25. 25. (PUC-Camp - 2009) Questão 33 Trens: nostalgia e futuro: 1 Padres jesuítas não cuidaram tão somente de ofícios religiosos, sermões, catequese ou conversão de índios; alguns ligaram-se ao desenvolvimento da ciência, como o belga Ferdinand Verbiest, que foi um dos precursores da invenção 5 do trem, ao idealizar uma máquina autopropulsora a vapor. De lá para cá, em passos sucessivos, locomotivas com vagões passaram a transportar cargas e passageiros, interferindo decisivamente no rumo da civilização moderna e sendo uma das grandes inovações da Revolução Industrial. A princípio, a 10 malha ferroviária restringia-se às cidades envolvidas com atividade industrial, transportando carvão e minérios, ligando-as entre e si e aos portos; em seguida, as linhas passaram a interligar países. Na Europa de hoje, o trem é o principal meio de deslocamento de pessoas, matérias-primas e mercadorias. 15 A história das locomotivas vale por uma aula sobre produção e rendimento de transformações de energia. A locomotiva a vapor foi sem dúvida a mais popular, chamada de maria-fumaça no Brasil, em virtude da densa nuvem de fuligem expelida pela chaminé. Depois surgiram a locomotiva elétrica e 20 a movida por motor a diesel. E os metrôs vieram provar que também se pode andar de trem debaixo da terra, quando não debaixo da água. O trem foi importantíssimo para a ligação entre populações, regiões e países. Na agricultura, por exemplo, 25 produtos que corriam o risco de rápido perecimento começaram a ser rapidamente despachados para longe, o que encorajava o aumento da produção. Em redor das estações ferroviárias, nasceram e cresceram vilas e cidades; a construção e a manutenção das linhas empregou multidões de 30 trabalhadores. Quem já não viu num filme norte-americano do gênero western cenas da grande marcha colonizadora, quando o assentamento de cada dormente e de cada pedaço de trilho já parecia projetar o avanço de uma potência do futuro? Os caminhos de aço levavam à busca de terras a 25
  26. 26. 35 cultivar, de pastagens e de ouro. Pior para os índios das pradarias e das montanhas americanas: viram chegar, com o “cavalo de ferro”, a gradativa ocupação de suas terras e a extinção de suas bases culturais. Houvesse trens desde há muitos e muitos séculos, quão 40 menos sofrida seria a construção de obras como as pirâmides e os gigantescos monumentos da Antiguidade... No Brasil Colonial, quanto carro de boi seria precocemente aposentado de sua tarefa de transportar cana. Lamente-se, aliás, que a opção quase exclusiva pelo transporte rodoviário, feita há 45 algumas décadas em nosso país, tenha relegado o transporte ferroviário à posição de quase completa irrelevância. Sem falar que uma viagem de trem tem uma aura diferente, oferece maior mobilidade e conforto aos passageiros, além da visão encantada de paisagens mais rústicas e das pequenas e 50 poéticas estações. Se, das canoas primitivas aos modernos navios, não se perdeu de todo o prazer da navegação, dos trens antigos aos ônibus de hoje, hermeticamente fechados, com monitores de vídeo e ar condicionado, rodando em estradas congestionadas, perdeu-se a sensação daquele deslocamento 55 exploratório, ritmado pela inconfundível cadência que vem das rodas sobre os trilhos. Pode-se, em alguma medida, comparar a importância do trem para a intercomunicação de centros de produção, comércio, indústria e cultura com a importância das antigas 60 explorações dos mares que, como já se disse, apresentaram novos mundos para o mundo. No Brasil, mais precisamente ao sul e sudeste e nos tempos áureos da produção cafeeira, as linhas de trem determinavam novas fronteiras de desenvolvimento econômico, e os nomes das companhias ferroviárias 65 também batizavam roteiros na geografia interiorana: falar em Mogiana, Paulista, Santos-Jundiaí ou Noroeste era referir caminhos e territórios bem demarcados. No interior do estado, a cidade de Campinas deve muito de sua importância à posição estratégica de entroncamento ferroviário. No Paraná, a 70 produção descia a serra do Mar e encontrava escoamento nos portos de Antonina e de Paranaguá – aonde, evidentemente, também aportava tudo o que nos interessasse da Europa. Pena, pois, que em nosso país o trem não tenha a 26
  27. 27. importância que merece como meio moderno e sustentável de 75 transporte de cargas e de passageiros, seguindo o exemplo dos centros desenvolvidos. Japoneses e franceses, entre outros, não perderam tempo: mesmo sem ter de enfrentar o desafio de uma dimensão continental como a do território brasileiro, aplicam-se hoje no aprimoramento do trem de 80 levitação magnética (o TGV) – que, longe de apontar para uma simples nostalgia, indica um promissor caminho para a tecnologia e para o futuro. (Pela pesquisa, Alfredo Martinez Correia) De acordo com alguns autores, o boi possui chifres, que são projeções ósseas; já os apêndices dos rinocerontes são chamados de cornos e são projeções dérmicas. Desta maneira, chifres e cornos são estruturas (A) mutantes. (B) análogas. (C) homólogas. (D) vestigiais. (E) sensoriais. (UCSal - 2009) Questão 34 Analise as afirmações referentes ao processo de especiação de uma população. I. Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações. II. Estabelecimento de isolamento reprodutivo. III. Estabelecimento de isolamento geográfico. IV. Separação de uma população por barreira física. Assinale a alternativa que indica corretamente a sequência para a formação de duas espécies a partir de uma ancestral. (A) I, II, III, IV. (B) II, III, I, IV. (C) II, IV, III, I. (D) IV, II, I, III. (E) IV, III, I, II. (Uece - 2008) Questão 35 A adaptação que ocorre com determinados tipos de borboletas, cujas espécies palatáveis apresentam um padrão de coloração que a disfarça como impalatável, enquanto em outros 27
  28. 28. casos diversas espécies impalatáveis convergem na aparência, cada uma ganhando proteção derivada de sua similaridade com as outras espécies é denominada de: A) camuflagem. B) mimetismo. C) seleção estabilizadora. D) seleção artificial. (Uece - 2009) Questão 36 Asas de aves e asas de insetos possuem origens embrionárias diferentes e exercem a mesma função. Portanto, são consideradas órgãos: A) vestigiais. B) análogos. C) homólogos. D) miméticos. (Uece - 2010) Questão 37 Dentre as características mais primitivas, que reforçam a origem dos seres vivos a partir de um ancestral comum, temos a presença de A) ATP como moeda energética da célula. B) carioteca para segregar o material genético. C) organelas como sítio de metabolismos específicos. D) cílios e flagelos como organelas locomotoras. (Uece - 2010) Questão 38 “Cientista americano demonstra que humanos e chimpanzés apresentam 99,4% de semelhança em seu DNA, e reabre um debate da época de Charles Darwin.” (Veja on-line. Disponível em http://veja.abril.com.br/280503/p_073.html.) A manchete acima nos coloca diante de uma constatação de ordem filosófica: que a espécie humana é mais próxima dos chimpanzés do que se poderia imaginar. Tal resultado nos faz concluir que A) o gorila é o ancestral do homem e do chimpanzé. B) os chimpanzés e os humanos compartilham um ancestral comum. C) a espécie humana evoluiu a partir dos chimpanzés. 28
  29. 29. D) os chimpanzés e gorilas são mais aparentados que chimpanzés e humanos. (Uece - 2010) Questão 39 Ao compararmos o voo de um beija-flor ao voo de uma borboleta, concluímos que as asas de cada um desses animais são utilizadas para um mesmo objetivo. Apesar disso, a origem embriológica das asas de aves e insetos é diferente e se constitui como um exemplo de A) seleção natural. B) divergência evolutiva. C) convergência adaptativa. D) estruturas homólogas. (Uece - 2010) Questão 40 Na filogenia, a ordem correta de aparecimento das apomorfias relacionadas a estruturas locomotoras é A) patas nos tetrápodes, pés humanos, pseudópodes e parapódios. B) pseudópodes, parapódios, patas nos tetrápodes e pés humanos. C) parapódios, patas nos tetrápodes, pseudópodes e pés humanos. D) pés humanos, patas nos tetrápodes, parapódios e pseudópodes. (UEL - 2008) Questão 41 Para entender a evolução animal, o estudo da presença do celoma é fundamental, porque indica a separação de linhagens importantes. Considerando a classificação tradicional dos animais segundo esse critério, assinale a alternativa que indica aqueles que são, respectivamente, acelomados, pseudocelomados e celomados. a) Planárias, lombrigas e minhocas. b) Tênias, gafanhotos e medusas. c) Filárias, protozoários e ancilóstomos. d) Poliquetos, lesmas e esquistossomos. e) Camarões, sanguessugas e estrelas-do- mar. (UEL - 2008) Questão 42 As barreiras geográficas interrompem o fluxo gênico, permitindo que duas populações separadas tomem caminhos evolutivos diferentes na medida em que os agentes seletivos atuantes são diferentes em ambientes diferentes. Acidentes naturais como montanhas e rios podem funcionar como barreiras geográficas, separando populações de mesma espécie que antes viviam juntas no mesmo espaço. 29
  30. 30. Se essas populações se mantiverem isoladas por muito tempo, este tipo de evento pode levar a um processo conhecido como a) pangênese. b) seleção natural. c) pan-mixia. d) especiação. e) deriva genética. (UEL - 2011) Questão 43 Atletas utilizam seus membros anteriores para a realização de lançamentos. As figuras seguintes representam membros anteriores de diferentes espécies animais. Braço humano Asa de ave Asa de morcego De acordo com as figuras e os conhecimentos sobre características evolutivas dos animais, considere as afirmativas a seguir. 30
  31. 31. I. Por terem funções distintas, os membros anteriores de humanos e de aves apresentam esqueletos com estrutura diferente. II. Os membros anteriores de morcegos e de humanos são estruturas que surgiram de forma independente, com origem embrionária diferente. III. As estruturas ósseas das asas de morcegos e de aves são homólogas, pois são derivadas de um ancestral comum. IV. No processo de adaptação para o voo, asas de aves e de morcegos evoluíram independentemente, fenômeno conhecido como evolução convergente. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e II são corretas. b) Somente as afirmativas II e IV são corretas. c) Somente as afirmativas III e IV são corretas. d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas. e) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas. (UEM - 2009) Questão 44 Identifique o que for correto sobre a evolução biológica das espécies. 01) As mutações não ocorrem para adaptar o indivíduo ao ambiente, elas podem ocorrer por acaso e serem mantidas ou eliminadas. 02) No mimetismo, uma ou mais características corporais se assemelham ao ambiente, dificultando a localização do organismo pelas demais espécies com as quais convive. 04) Estruturas análogas são aquelas que derivam de estruturas presentes em um mesmo grupo ancestral comum, refletindo, portanto, parentesco evolutivo. 08) A ação da seleção natural aumenta a variabilidade genética de uma população. 16) A lei do uso e do desuso está presente nas teorias de evolução propostas por Darwin e por Lamarck. (UEM - 2009) Questão 45 31
  32. 32. Sabendo que cada gameta contém apenas um alelo de cada gene e considerando uma população em equilíbrio gênico, na qual as frequências dos alelos dominante e recessivo não ligados ao sexo são, respectivamente, 0,6 e 0,4, é correto afirmar que: 01) 50% dos gametas produzidos pelos membros da população serão portadores do alelo dominante e 50% serão portadores do alelo recessivo. 02) a probabilidade de se formar um indivíduo homozigoto dominante na população é 36%. 04) a probabilidade de se formar um indivíduo heterozigoto na população é 24%. 08) a probabilidade de se formar um homozigoto recessivo na população é 40%. 16) a expressão matemática da população, de acordo com o princípio de Hardy- Weinberg, será 0,36 + 0,48 + 0,16 = 1. (UEM - 2009) Questão 46 Identifique o que for correto sobre classificação e evolução de organismos. 01) Os conhecimentos de classificação e de parentesco evolutivo negam a ideia de que os seres vivos atuais compartilham ancestrais comuns. 02) Segundo o sistema de classificação proposto por Lineu, as ordens semelhantes são reunidas em famílias e os gêneros semelhantes são reunidos em classes. 04) Segundo a nomenclatura binomial, os nomes científicos dos organismos devem ser escritos em latim e impressos em itálico ou grifados. 08) Os biólogos distinguem dois tipos de processos de especiação: a especiação alopátrica e a especiação simpátrica. 16) A teoria moderna propõe que a evolução pode ser explicada pela mutação e pela recombinação genética, orientadas pela seleção natural. (UEM - 2010) Questão 47 Considere os aspectos evolutivos dos seres vivos e assinale o que for correto. 32
  33. 33. 01) Diversas variedades de plantas são produzidas por seleção artificial, como acontece com repolho, couve-flor, couve-de-bruxelas e brócolis, todas derivadas de uma espécie selvagem, a Brassica oleracea. 02) Um dos princípios básicos da evolução por seleção natural é que os indivíduos de uma mesma população não apresentam variações em seus caracteres, sendo, portanto, idênticos. 04) Um dos vários processos de fossilização ocorre em rochas sedimentares, sendo que suas camadas podem reservar fósseis de diferentes idades geológicas. 08) O registro fóssil sugere que os ancestrais da maioria dos filos animais atuais surgiram durante a fase de transição entre a era Pré-cambriana e a era Paleozoica. 16) Estruturas análogas refletem parentesco evolutivo e são decorrentes de modificações de uma forma primitiva, por um processo denominado de irradiação adaptativa. (UEM - 2010) Questão 48 Com relação à origem e à evolução dos animais, assinale o que for correto. 01) Umas das hipóteses filogenéticas é que os animais tenham derivado de um grupo ancestral formado por protistas flagelados heterótrofos. 02) Nos animais chamados eumetazoários, ocorre a gastrulação. Nesses animais, desde o surgimento da gastrulação, o ectoderma e o endoderma estão presentes. 04) Um dos caracteres evolutivos dos animais é o celoma, comum aos moluscos, anelídeos, artrópodes e deuterostômios. O celoma é uma cavidade delimitada pelo mesoderma. 08) A notocorda é uma característica evolutiva dos cordados e que persiste em todos os grupos desde a fase embrionária até a fase adulta. 16) A independência da água foi um marco na evolução dos animais e foi conquista das aves, que foram os primeiros a apresentar o ovo amniótico. (Uerj - 2008) Questão 49 33
  34. 34. A lisozima, enzima com atividade bactericida, é encontrada em fluidos corporais humanos como saliva, soro sanguíneo, lágrima e leite. O boi e o lêmure, animais não aparentados, secretam essa enzima em seus estômagos. A tabela abaixo mostra as modificações ocorridas na estrutura primária da lisozima desses dois animais, em relação à humana. Tipo de lisozima Posição e respectivo aminoácido Humana 14 – valina 21 - fenilalanina 75 - fenilalanina 87 - risina 126 – alanina Boi e lêmure 14 - lisina 21 - lisina 75 – ácido aspártico 87 - asparagina 126 – ácido glutâmico Essas modificações, não encontradas em nenhum ancestral comum ao boi e ao lêmure, permitiram à lisozima desempenhar sua função em um ambiente acidificado. Cite e defina o tipo de evolução que explica a semelhança na estrutura primária da lisozima do boi e do lêmure. (Uerj - 2009) Questão 50 Apesar da distância evolutiva, animais como a água-viva e a samambaia apresentam ciclo de vida semelhante. Nomeie o ciclo de vida compartilhado por águas-vivas e samambaias, indicando sua principal característica. Em seguida, cite os tipos de divisão celular que dão origem aos gametas em cada um desses dois seres vivos. (Uerj - 2010) Questão 51 34
  35. 35. Na figura a seguir, está representada a atual distribuição geográfica de uma determinada família de plantas que têm a mesma origem evolutiva e estão presentes em todo o planeta há milhões de anos. Em estudos filogenéticos recentes, observou-se que as espécies sul- americanas diferem das africanas. Disponível em: www.whfreeman.com Aponte o fenômeno geológico responsável pela separação dos continentes e explique como esse fenômeno acarretou as diferenças entre as espécies hoje encontradas na África e na América do Sul. (Ufal - 2010) Questão 52 Rãs, crocodilos e hipopótamos, quando estão com seus corpos submersos na água, mantêm os olhos e as narinas alinhados, rente à superfície da água. Mas eles descendem de ancestrais diferentes. Logo, a semelhança observada resulta de: A) Irradiação adaptativa. B) Convergência adaptativa. C) Mimetismo. D) Variabilidade genética. E) Deriva genética. (UFBA - 2012) Questão 53 35
  36. 36. Em A Origem das Espécies, Charles Darwin introduz a nocão da árvore da vida ilustrando̧ a sua concepcão de evolucão biológica, ideia central e unificadora da biologia. Estudoş ̧ contemporaneos em nível molecular incorporam a esse modelo a nocão de transferenciâ ̧ ̂ horizontal de informacão genética. A árvore que organiza o mundo vivo em tres Domínios,̧ ̂ também apresentada na ilustracão, destaca dois episódios importantes de transferencia̧ ̂ horizontal que marcaram a história da vida. Com base nessas informacões,̧ a) identifique 2 aspectos do pensamento de Darwin que estão expressos na metáfora da árvore; b) justifique a importancia da transferencia horizontal da informacão genética para a evolucãô ̂ ̧ ̧ dos eucariotos. (UFC - 2008) Questão 54 Analise as assertivas a seguir: I. A mutação em células germinativas e somáticas é um dos elementos da variabilidade genética. Entretanto, em organismos de reprodução exclusivamente sexuada, a nova condição será compartilhada com a população somente quando ocorrer nas células somáticas. II. O evolucionismo está fundamentado em evidências, como o registro fóssil, as semelhanças anatômicas e a adaptação ao ambiente. III. A condição derivada e compartilhada das fanerógamas é a presença de semente, assim como para equinodermata e cordata a condição é a deuterostomia. Com respeito às três assertivas, é correto afirmar que: 36
  37. 37. A) apenas II é verdadeira. B) apenas I e II são verdadeiras. C) apenas I e III são verdadeiras. D) apenas II e III são verdadeiras. E) I, II e III são verdadeiras. (UFC - 2008) Questão 55 Na evolução dos diferentes grupos animais, muitas mudanças ocorreram para dar origem a seres mais complexos. Observe o cladograma (árvore filogenética) a seguir e responda ao que se pede: A) Os números I e II representam características que levaram ao surgimento dos táxons Cnidaria e Nematoda, respectivamente. Indique essas características. B) Cite uma característica compartilhada entre protistas e animais que culminou na teoria monofilética, a qual sugere a origem dos animais a partir de protistas. C) De acordo com o cladograma, os poríferos são considerados os animais com características mais primitivas. Qual a principal característica que classifica esses organismos como primitivos? 37
  38. 38. D) Por muito tempo, os poríferos não foram incluídos no Reino Animal. Hoje se sabe que esses organismos apresentam estruturas típicas de animais. Cite uma característica que inclui os poríferos no Reino Animal e, ao mesmo tempo, os exclui dos outros Reinos. (UFC - 2008) Questão 56 A Revista Veja (20 de dezembro de 2006) trouxe, como reportagem, o que chamou de “A ÚLTIMA EVOLUÇÃO”. Essa diz respeito a uma mutação genética que permitiu o consumo de leite entre pessoas adultas, as quais, normalmente, deveriam apresentar intolerância à lactose. Os itens a seguir abordam aspectos importantes ligados a essa reportagem. Leia-os com atenção e responda às solicitações. A) A capacidade de digerir a lactose vai desaparecendo à medida que cessa a amamentação. O que impede a digestão da lactose entre indivíduos adultos? B) A reportagem cita que a tolerância à lactose varia entre as populações. Entre os brasileiros, chega a 50%. Já 99% dos chineses são intolerantes, contra apenas 1% dos suecos. Considerando uma condição hipotética, onde a dieta disponível está baseada apenas no leite bovino, qual processamento o leite deveria sofrer para que os chineses pudessem utilizar esse alimento? C) Levando em conta que o leite bovino é um alimento rico em muitos nutrientes, cite dois macronutrientes e dois micronutrientes presentes no leite, essenciais para a nutrição humana. D) Os cientistas que comandaram a pesquisa queriam saber se a mutação da tolerância à lactose presente nos europeus existia também entre povos pastoris de outros lugares. Observaram que povos da Tanzânia, do Quênia e do Sudão possuem também a capacidade de digerir o leite. Entretanto, essa capacidade foi propiciada por três mutações genéticas distintas e independentes entre si. Qual a denominação do fenômeno que explica esse fato? 38
  39. 39. (UFC - 2009) Questão 57 Alguns insetos apresentam os dois pares de asas desenvolvidos, enquanto outros apresentam modificações dessa condição, substituindo o segundo par de asas por estruturas conhecidas como halteres, utilizadas para estabilizar o voo. A condição das asas posteriores bem desenvolvidas, semelhantes às asas anteriores, é conhecida como plesiomórfica, ou seja, primitiva, e a condição das asas transformadas em halteres é conhecida como apomórfica, ou seja, derivada. De acordo com o exposto, responda o que se pede a seguir. A) Cite um exemplo de um caráter plesiomórfico e seu correspondente apomórfico em vertebrados. B) Modificações ao longo da história evolutiva, gerando apomorfias, acontecem em indivíduos que apresentam estruturas homólogas. Cite um exemplo de homologia em relação ao caráter plesiomórfico citado no item anterior. (UFES - 2009) Questão 58 O Naturalismo teve forte influência das concepções da Teoria da Evolução. Segundo essa teoria, a morfologia e a função de uma estrutura refletem a adaptação do indivíduo ao meio ambiente. Porém, em alguns casos, apesar de diferentes organismos possuírem determinadas estruturas com morfologias semelhantes, a origem embrionária dessas estruturas não é comum. Esse processo é chamado de A) convergência adaptativa. B) homologia. C) irradiação adaptativa. D) recombinação. E) seleção natural. 39
  40. 40. (UFES - 2011) Questão 59 Fonte: <http://www.frivasa.com.br/qualidade>. Acesso em: 13 set. 2010. Um menino acompanhava sua mãe durante as compras em um supermercado, quando notou que o pedaço de carne de porco que ela havia colocado no carrinho estava com a marca azul de um carimbo escrito "S.I.F.". A mãe esclareceu que aquele carimbo indicava que a carne fora fiscalizada e que poderia ser ingerida sem que se contraísse uma determinada verminose. A) Com relação ao descrito, identifique o nome da verminose (ou do parasita), os estágios do parasita e os órgãos em que ele se instala, tanto no porco como em humanos. B) No caso dessa verminose, identifique duas adaptações do parasita para viver no órgão humano. Justifique sua resposta. C) Suponha que existam três espécies de parasitas hipotéticos que descendem de um ancestral comum e exclusivo a elas. Cada parasita apresenta morfologia adaptada para habitar uma espécie distinta de hospedeiro e para infestar diferentes órgãos (p. ex. estômago, dutos biliares e intestino grosso). Indique o fenômeno evolutivo que explica essa situação e justifique sua resposta. 40
  41. 41. (UFF - 2011) Questão 60 Durante o processo evolutivo, diversos organismos desenvolveram estruturas ou formas corporais semelhantes em função do ambiente em que viviam. Entretanto, existem outros organismos que apresentam órgãos com a mesma origem embrionária, mas que desempenham diferentes funções. Tais processos são denominados, respectivamente, convergência e divergência evolutiva. Com base nas estruturas destacadas, assinale a alternativa que agrupa corretamente os animais da figura anterior, tendo em vista o processo evolutivo correspondente. A) convergência – a, c, e ... divergência – b, d, f 41
  42. 42. B) convergência – a, d, e... divergência – b, c, f C) convergência – a, e, f... divergência – b, c, d D) convergência – a, b, d...divergência – c, e, f E) convergência – c, e, f... divergência – a, b, d (UFG - 2009) Questão 61 Leia o texto a seguir. No aquário municipal de Santos (SP), a cenografia do ambiente imita o hábitat natural de diversos animais, tais como pinguim, tartaruga, arraia, moreia, cavalo-marinho e lobo-marinho. Tendo em vista os animais citados no texto, a) Quais apresentam convergência evolutiva? Explique esse processo. b) Explique por que o pinguim e a tartaruga diferem dos demais quanto ao desenvolvimento embrionário. (UFG - 2011) Questão 62 As asas dos insetos e das aves evoluíram como estruturas eficientes para a sobrevivência desses animais no ambiente aéreo. Do ponto de vista evolutivo, esses órgãos evidenciam : (A) homologia. (B) convergência evolutiva. (C) origem embrionária comum. (D) irradiação adaptativa. (E) existência de ancestral comum. (UFG - 2012) Questão 63 A teoria endossimbiótica, proposta pela bióloga Lynn Margulis, indica que os primeiros eucariontes eram organismos anaeróbios, heterotróficos e que se alimentavam fagocitando bactérias aeróbicas e fotossintetizantes. Essas bactérias fagocitadas pelos eucariontes simples 42
  43. 43. teriam mantido com eles relação simbiótica harmônica e, com o tempo, passaram a constituir um só organismo. Essa teoria tem nos cloroplastos e mitocôndrias elementos-base de sua evidência, porque essas organelas apresentam (A) membrana dupla: a interna seria da bactéria fagocitada e a externa, do envoltório da célula eucarionte. (B) reprodução por brotamento, característica também encontrada nas bactérias fagocitadas. (C) RNA circular compatível com o que existe no núcleo das células eucariontes. (D) cinetoplastos, que foram incorporados às células eucariontes. (E) carapaça de proteína transferida para as células eucariontes. (UFJF - 2010) Questão 64 O grau de semelhança entre os organismos sempre foi o principal critério para os seus agrupamentos. Com o advento da ideia de evolução entre os seres vivos, o grau de semelhança também passou a significar grau de parentesco evolutivo. O grau de parentesco evolutivo entre os metazoários é determinado por semelhanças exclusivas fundamentais que caracterizam os grupos. As letras A, B e C representam as seguintes características, RESPECTIVAMENTE: a) Simetria bilateral; Boca derivada do blastóporo; Presença de notocorda b) Simetria radial; Boca derivada do blastóporo; Tegumento quitinoso c) Simetria bilateral; Ausência de celoma verdadeiro; Presença de um pseudoceloma d) Presença de celoma; Metamerizados; Ausência de apêndices articulados e) Simetria radial; Com três folhetos germinativos; Ausência de metameria (UFJF - 2012) Questão 65 A reportagem “As patas da serpente”, publicada em 2006, relata que um pesquisador brasileiro descobriu um fóssil de serpente com patas, que recebeu o nome de Najash rionegrina. O fóssil foi retirado de uma área de sedimentos continentais e apresentava duas vértebras 43
  44. 44. sacrais, localizadas na pélvis do animal, responsáveis pela fixação e sustentação das patas posteriores. Segundo o pesquisador, Najash rionegrina é a mais primitiva das serpentes descobertas. A descoberta desse fóssil fortalece a ideia da origem terrestre das serpentes. Analise as afirmativas a seguir: I) O grupo das serpentes deve ter evoluído a partir de ancestrais com patas. II) II) A ausência de patas nas serpentes atuais é uma condição derivada. III) A presença de patas posteriores e vértebras sacrais no fóssil Najash rionegrina é uma evidência de que esse espécime apresenta características próximas à condição ancestral. IV) A descoberta de um fóssil de serpente, em sedimentos no interior do continente, é uma evidência da origem marinha das serpentes. V) A descoberta de um fóssil com características próximas à condição ancestral, em sedimentos no interior do continente, é uma evidência da origem terrestre das serpentes. São CORRETAS as afirmativas: a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) II, IV e V. d) II, III e IV. e) III, IV e V. (UFJF - 2012) Questão 66 Especiação é o processo pelo qual uma espécie origina novas espécies, ao longo do tempo e do espaço. Sobre o tema, RESPONDA: a) Qual é a importância do isolamento geográfico e da diversidade de ambientes no processo de especiação? b) O que é irradiação adaptativa e como ela atua no processo de especiação? c) O processo de especiação leva ao aparecimento de órgãos homólogos ou análogos? Justifique. (UFMA - 2009) Questão 67 A nível molecular, o DNA humano difere em 1,2% do DNA de chimpanzé. Assim, o chimpanzé é o nosso parente mais próximo. Apesar dessa alta similaridade molecular, temos diversas características distintas. Cite 4 diferenças marcantes entre os seres humanos e os demais primatas. 44
  45. 45. (UFMG - 2011) Questão 68 A paleontologia vem contribuindo para o entendimento da evolução dos seres vivos, inclusive do homem. 1. O estudo de fósseis – crânio, pelve e fêmur de hominídeos, por exemplo – oferece várias informações importantes. CITE uma informação comportamental dos ancestrais do ser humano que pode ser revelada pelo estudo da: • mandíbula; • pelve. 2. Mais recentemente, técnicas de Biologia Molecular têm permitido o estudo de processos evolutivos a partir da análise do DNA de fósseis e de populações modernas. A) Alguns estudos tentam reconstruir a história da evolução humana pela análise de marcadores moleculares. Um desses marcadores é o cromossomo Y, que permite conhecer a ancestralidade paterna a partir de pequenas diferenças nas sequências de nucleotídeos. Com base nessas informações e considerando outros conhecimentos sobre o assunto, CITE um marcador que pode ser utilizado para se estudar a ancestralidade materna. JUSTIFIQUE sua resposta. B) Em 2010, cientistas anunciaram o sequenciamento parcial do genoma do homem de Neandertal, espécie humanoide que coexistiu com o moderno Homo sapiens na pré-história, durante milhares de anos. A partir desse estudo, revelou-se que as atuais populações humanas, exceto as da África, têm de 1% a 4% de DNA herdado do Neandertal. EXPLIQUE o que sugerem esses dados. (UFPA - 2010) Questão 69 As pesquisas sobre a evolução dos seres vivos utilizam várias ferramentas e/ou técnicas que tentam comprovar evidências da evolução. Sobre as diversas formas de estudar a evolução dos seres vivos, é correto afirmar: (A) Sequências gênicas não podem ser usadas como técnicas para encontrar um parentesco geral entre toda a vida existente. (B) Comparações de sequências de DNA permitem agrupar espécies, o que possibilita confirmar ou corrigir classificações taxonômicas. 45
  46. 46. (C) Homologias fisiológicas e anatômicas são os únicos indícios utilizados para avaliar a evolução de grupos diversos. (D) Lentas alterações das condições ambientais e grande volume e rigidez do corpo são algumas condições que diminuem a chance de fossilização. (E) Comparando-se os registros fósseis com a biodiversidade atual, podemos dizer que hoje temos apenas uma fração do número de organismos que existiam anteriormente. (UFPB - 2008) Questão 70 O cladograma, a seguir, apresenta as relações filogenéticas hipotéticas entre grupos de espécies de seres vivos (A até F). Com base no cladograma, pode-se afirmar: I. As espécies A, B e C formam um grupo parafilético. 46
  47. 47. II. As espécies D, E e F formam um grupo monofilético. III. III. As espécies B, C e D formam um grupo polifilético. Está(ão) correta(s) apenas: a) I e II b) I e III c) I d) II e) II e III (UFPB - 2009) Questão 71 A figura, a seguir, ilustra uma das hipóteses acerca da origem do homem atual. Cada letra, nessa figura, corresponde a uma espécie e revela a possível filogenia da espécie Homo sapiens. Nesse contexto, as letras A, B, C e D correspondem, respectivamente, às espécies: a) Australopithecus afarensis, A. robustus, Homo erectus e Homo neanderthalensis. b) Australopithecus robustus, A. afarensis, Homo neanderthalensis e Homo erectus. c) Australopithecus afarensis, A. robustus, Homo neanderthalensis e Homo erectus. d) Australopithecus robustus, A. afarensis, Homo erectus e Homo neanderthalensis. e) Australopithecus afarensis, Homo erectus, A. robustus e Homo neanderthalensis. (UFPB - 2009) Questão 72 As figuras a seguir representam alguns processos evolutivos. 47
  48. 48. Os fenômenos envolvidos nos processos evolutivos A, B, C e D correspondem, respectivamente, a: a) Anagênese, irradiação adaptativa, convergência evolutiva, cladogênese. b) Convergência evolutiva, anagênese, cladogênese, irradiação adaptativa. c) Cladogênese, anagênese, convergência evolutiva, irradiação adaptativa. d) Cladogênese, convergência evolutiva, irradiação adaptativa, anagênese. e) Anagênese, convergência evolutiva, irradiação adaptativa, cladogênese. (UFPB - 2011) Questão 73 A figura a seguir mostra duas folhas adultas que se desenvolveram na mesma planta e em diferentes condições de luminosidade, uma na sombra e outra no sol. Purves et al., Vida – A Ciência da Biologia, Porto Alegre: Editora Artmed, 2002. p. 410. Considerando as informações apresentadas e a literatura sobre o assunto, é correto afirmar que a diferença na morfologia das folhas mostradas é resultado de um(a): a) Divergência evolutiva b) Especiação alotrópica c) Plasticidade fenotípica d) Convergência evolutiva 48
  49. 49. e) Especiação por diversificação (UFPB - 2011) Questão 74 A árvore filogenética a seguir representa uma possível filogenia dos grandes grupos de plantas em sua sequência evolutiva. As letras A, B, C e D representam esses grupos, e os pontos 1, 2 e 3, o surgimento de algumas características estruturais. Com base na figura e nos conhecimentos acerca da evolução dos diferentes grupos de plantas, é correto afirmar: a) Os grupos representados na árvore são monofiléticos. b) As sementes surgiram como evento evolutivo no ponto 1. c) As flores primitivas com muitas peças florais surgiram no ponto 2. d) Os elementos traqueais responsáveis pela condução de água surgiram no ponto 3. e) As monocotiledôneas e as eudicotiledôneas, representadas respectivamente por C e D, são grupos parafiléticos. (UFPE - 2012) Questão 75 O princípio de Hardy-Weinberg tem sido utilizado pelos evolucionistas como uma importante ferramenta para compreender as frequências gênicas nas populações dos seres vivos. Sobre esse assunto, considere as afirmativas a seguir. 0-0) A quantidade de indivíduos ou o isolamento reprodutivo de uma parte da população não interferem no equilíbrio gênico. 1-1) Em uma população sob influência de processos evolutivos, tais como migração e deriva gênica, as frequências de alelos nos descendentes permanecem inalteradas. 49
  50. 50. 2-2) Como são fenômenos raros, as mutações não provocam alteração nas frequências de alelos de uma população com inúmeros tipos de cruzamentos possíveis. 3-3) Na hipótese de prevalecerem na população cruzamentos entre indivíduos com características fenotípicas vantajosas, a populção tende a permanecer em equilíbrio gênico. 4-4) Supondo que as frequências dos alelos “A” e “a”, não ligados ao sexo, numa população em equilíbrio gênico, sejam, respectivamente, “0,7” e “0,3”, a probabilidade de se formar na população indivíduos “AA” é de 49 %. (UFPR - 2009) Questão 76 Apesar de bastante criticadas na época em que foram postuladas, as ideias propostas por Charles Darwin sobre o processo evolutivo dos seres vivos são hoje amplamente aceitas, uma vez que outras evidências colhidas empiricamente corroboram a Teoria da Evolução. Assinale a alternativa que NÃO expressa uma evidência dessa teoria. a) O estudo dos fósseis ao longo dos tempos geológicos mostra um aumento da complexidade das formas de seres vivos. b) As características apresentadas por sucessivas gerações, dentro de uma espécie, são herdadas das gerações antecessoras. c) Algumas estruturas corporais desenvolvem-se quando muito utilizadas ou atrofiam-se quando não utilizadas, como por exemplo a musculatura dos animais. d) Quando se estudam os genomas, observa-se uma grande semelhança entre espécies muito próximas, como o homem e o chimpanzé. e) O funcionamento bioquímico das células de todos os organismos é semelhante, sugerindo que todos tiveram um ancestral comum. (UFPR - 2010) Questão 77 50
  51. 51. A técnica de hibridização de DNA permite identificar o parentesco que existe entre diferentes organismos. Ela consiste em produzir fragmentos de DNA de um determinado organismo, separar as duas fitas de DNA desses fragmentos e promover a ligação entre esses fragmentos de DNA de fita simples e os fragmentos de DNA de fita simples de outro organismo, correspondente a um mesmo gene para ambos os organismos estudados. Para qual dos pares de organismos apresentados a seguir deve ser mais fácil separar as duas fitas de DNA após um processo de hibridização? a) Beija-flor e crocodilo. b) Minhoca e ouriço-do-mar. c) Chimpanzé e humano. d) Anêmona e medusa. e) Tubarão e lambari. (UFRGS - 2011) Questão 78 Entre as adaptações da presa contra a predação, está o mimetismo. No mimetismo batesiano, uma espécie comestível mimetiza uma espécie não comestível, ou nociva. Considere as seguintes afirmações, referentes à estabilidade desse tipo de mimetismo. I - O predador que captura um indivíduo de uma espécie não comestível ou nociva evita qualquer presa de aparência semelhante. II - O mímico evolui em direção à aparência de uma espécie não comestível mais depressa do que a espécie não comestível acumula diferenças em relação ao mímico. III - O mímico deve ser uma espécie menos comum que a espécie não comestível. Quais estão corretas? (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas I e III. (D) Apenas II e III. (E) I, II e III. 51
  52. 52. (UFRGS - 2011) Questão 79 Três espécies diploides diferentes de plantas da família do girassol, convivendo em uma mesma área geográfica, geraram híbridos férteis incapazes de cruzar com as espécies ancestrais. Essas espécies novas se espalharam por uma área geográfica maior que a ocupada pelas espécies parentais. Nesse caso, o processo e o mecanismo de especiação que melhor se adaptam à situação descrita são, respectivamente, (A) a alopatria e o efeito do fundador. (B) a simpatria e a poliploidia. (C) a parapatria e o fluxo gênico. (D) a alopatria e a seleção sexual. (E) a simpatria e o efeito do fundador. (UFRGS - 2012) Questão 80 Darwin sofreu durante a maior parte de sua vida adulta de uma doença debilitante que pode ter sido a Síndrome dos Vômitos Cíclicos (SVC). A hipótese corrente sugere que a doença seja provocada por uma mutação mitocondrial já descrita na literatura. Sabe-se que a mãe e o tio materno de Darwin apresentavam os mesmos sintomas que ele. Sabe-se, também, que Darwin era casado com uma prima em primeiro grau, que não apresentava a síndrome, e que o casal teve vários filhos e filhas, não havendo nenhum sindrômico entre eles. Com base no exposto, assinale a alternativa correta. (A) A SVC pode ter padrão de herança dominante ligado ao sexo. (B) A inexistência de filhos sindrôminos está de acordo com a hipótese da origem mitocondrial da doença de Darwin. (C) De acordo com a hipótese da origem mitocondrial, tanto a avó quanto o avô materno de Darwin podem ter passado a síndrome para seus filhos. (D) A consanguinidade entre Darwin e sua esposa sustenta a hipótese de herança mitocondrial da síndrome. (E) De acordo com a hipótese da origem mitocondrial da síndrome, todas as filhas de Darwin devem ser portadoras do gene mutado. 52
  53. 53. (UFRGS - 2012) Questão 81 Assinale a alternativa correta com relação às estruturas análogas. (A) Elas surgem a partir de convergência evolutiva. (B) Elas derivam de estruturas existentes em um ancestral comum. (C) Elas evidenciam os parentescos evolutivos entre as espécies. (D) Elas têm a mesma origem embriológica nas diferentes espécies. (E) Elas podem apresentar diferentes funções nas espécies. (UFRN - 2012) Questão 82 A comparação do padrão morfológico dos organismos possibilita a determinação do perfil evolutivo dos grupos. Nesse contexto, considere a imagem e responda às questões: Como é chamado esse tipo de padrão morfológico? A) O que esse padrão indica em termos evolutivos? B) A asa de um morcego e a asa de um inseto apresentam esse mesmo padrão morfológico? Por quê? (UFSC - 2009) Questão 83 Existem várias provas da evolução e dentre elas podemos citar as embriológicas. Sobre o tema, é CORRETO afirmar que: 53
  54. 54. 01. as nadadeiras dos golfinhos, assim como braço e mão humanos, são ditos órgãos homólogos e são herdados de um ancestral comum. 02. as nadadeiras dos golfinhos e as asas das aves têm a mesma origem embrionária e diferentes funções, decorrentes da adaptação a diferentes modos de vida, processo conhecido como divergência evolutiva. 04. as nadadeiras dos golfinhos e as nadadeiras das tainhas são órgãos de diferentes origens embrionárias e têm a mesma função, o que é chamado de convergência evolutiva. 08. as asas dos insetos e as asas das aves são ditos órgãos homólogos, pois têm a mesma origem embrionária. 16. as nadadeiras dos golfinhos, as asas dos morcegos e os braços e as mãos dos humanos têm origem embrionária diferente. 32. as baleias, os golfinhos, os peixes-boi e as focas pertencem à ordem dos cetáceos, pois possuem órgãos análogos e sinérgicos em comum, como as nadadeiras e a bexiga natatória. (UFU - 2008) Questão 84 O princípio do equilíbrio gênico prediz que, se não existirem fatores evolutivos atuando sobre uma população, as frequências de seus genes alelos permanecerão inalteradas ao longo das gerações. Em relação às condições e aos fatores que podem atuar nessa população, marque a alternativa correta. A) A seleção natural é um fator que altera o equilíbrio gênico de maneira aleatória e drástica. B) Os fatores evolutivos mutação e migração alteram o equilíbrio gênico por meio da seleção sexual. C) Para que ocorra equilíbrio gênico, essa população deve ser muito grande e panmítica. D) A deriva genética e o efeito fundador são fatores que alteram o equilíbrio gênico de maneira direcional e gradual. (UFU - 2010) Questão 85 Por meio da anatomia e da embriologia comparadas, é possível verificar que os ossos dos membros anteriores de alguns vertebrados têm origem evolutiva comum, embora possam 54
  55. 55. desempenhar funções diferentes. Nas aves, por exemplo, esses ossos atuam no voo, enquanto no homem e na baleia podem ser usados para a natação. Por outro lado, as asas dos insetos e das aves têm origem evolutiva e embrionária diferentes, mas têm a mesma função (voo). Com relação à origem evolutiva e à função desempenhada, assinale a alternativa correta. A) As asas dos insetos e as asas das aves são estruturas homólogas. B) As estruturas análogas podem, por mutação, ser transformadas em estruturas homólogas. C) Os membros superiores do homem, membros anteriores da baleia e as asas das aves são estruturas homólogas. D) As asas dos insetos são análogas aos membros superiores do homem. (UFV - 2008) Questão 86 Conforme representado na figura, asas das aves e dos morcegos tiveram as suas estruturas reavaliadas evolutivamente. Foram consideradas como estruturas análogas e realmente diferentes. A asa das aves é suportada pelo digital número 2 e é coberta por penas; a asa dos morcegos é suportada pelos digitais 2-5 e é coberta por pele. Sobre a reavaliação da estrutura das asas das aves e dos morcegos, é CORRETO afirmar que se trata de um exemplo de evolução: 55
  56. 56. a) convergente. b) divergente. c) mimética. d) coadaptativa. (UFV - 2009) Questão 87 Os avanços biotecnológicos estão aumentando o número de evidências que indicam a estreita relação de parentesco genético entre o homem, gorilas, orangotangos, chimpanzés e lêmures. Por outro lado, taxonomicamente, todos eles são agrupados dentro da Ordem Primata, por apresentarem as seguintes características principais: a) polegar oponente, visão binocular frontal e cinco dedos distintos. b) glândula mamária, placenta e caixa craniana desenvolvida. c) reprodução sexuada interna, embriogênese interna e cordão umbilical. d) coluna vertebral, tegumento com pelos e sistema nervoso completo. (UFV - 2010) Questão 88 A figura a seguir demonstra detalhes das estruturas relacionadas ao voo de três diferentes vertebrados: Considerando os três modelos apresentados, assinale a afirmativa INCORRETA: a) As asas são constituídas principalmente por grandes membranas interdigitais. b) A perna e a cauda auxiliam na sustentação da asa de répteis e mamíferos. c) A redução da cauda pode ser considerada uma adaptação comum ao voo. d) As penas e as membranas alares atuam de forma semelhante durante o voo. 56
  57. 57. (UFV - 2011) Questão 89 O esquema a seguir se refere à origem evolutiva de diferentes espécies de roedores a partir de um ancestral comum. Esses roedores ocupam nichos diferentes e se originaram diante de diferentes condições ambientais. Esse tipo de processo evolutivo ilustra o seguinte conceito: a) irradiação adaptativa. b) convergência adaptativa. c) seleção disruptiva. d) seleção estabilizadora. (Uneb - 2008) Questão 90 Atualmente, com o desenvolvimento das técnicas bioquímicas e de engenharia genética, é possível comparar moléculas de organismos distintos e detectar padrões de semelhanças e diferenças entre eles. Quanto menor o número de diferenças entre as sequências de nucleotídeos de um gene existente no genoma de duas espécies, maior o grau de parentesco evolutivo entre elas. A interpretação dos dados obtidos com o uso dessas ferramentas em estudos evolutivos permite reafirmar: 1) a teoria de herança dos caracteres adquiridos. 2) o gradualismo como único modelo possível de mudança evolutiva. 3) as ideias de Darwin, vez que evidenciam ancestralidade comum. 4) a necessidade de uma nova teoria para explicar a diversidade biológica. 5) a concepção de que cada espécie surgiu independentemente uma da outra. 57
  58. 58. (Unesp - 2009) Questão 91 No filme Espanta Tubarões (Estúdios DreamWorks, 2004), Lenny, um tubarão vegetariano que deseja a amizade dos outros peixes, disfarça-se em golfinho e consegue enganar até mesmo outros tubarões. No filme, a transformação não é muito difícil: Lenny coloca um focinho falso e um pouco de maquiagem. Embora o filme veicule uma série de incorreções biológicas, uma vez que se trata de uma fantasia, na biologia a semelhança fenotípica entre tubarões e golfinhos é explicada como resultado de um processo conhecido por (A) camuflagem. (B) mimetismo. (C) divergência adaptativa. (D) convergência adaptativa. (E) homologia. (Unesp - 2009) Questão 92 Observe o cladograma, que representa a evolução dos Tetrapoda. 58
  59. 59. Disponível em: <www.tolweb.org>. Acesso em: 8 mar. 2009. (Adaptado.) Características que surgiram durante a evolução dos Tetrapoda: 1. ovo com casca e anexos embrionários; 2. patas para locomoção; 3. epiderme espessa e queratinizada; 4. olhos com pálpebras; 5. desenvolvimento direto sem fase larval. Assinale a alternativa que relaciona corretamente as características com os locais a e b no cladograma, onde elas surgiram pela primeira vez. (A) 2, 4 em a; 1, 3, 5 em b. (B) 3, 4, 5 em a; 1, 2 em b. (C) 1, 2, 4 em a; 3, 5 em b. (D) 4, 5 em a; 1, 2, 3 em b. (E) 2, 3 em a; 1, 4, 5 em b. (Unesp - 2010) Questão 93 No filme Avatar, de James Cameron (20th Century Fox, 2009), os nativos de Pandora, chamados Na’Vi, são indivíduos com 3 metros de altura, pele azulada, feições felinas e cauda 59
  60. 60. que lhes facilita o deslocar por entre os galhos das árvores. Muito embora se trate de uma obra de ficção, na aula de biologia os Na’Vi foram lembrados. Se esses indivíduos fossem uma espécie real, sem parentesco próximo com as espécies da Terra, e considerando que teriam evoluído em um ambiente com pressões seletivas semelhantes às da Terra, a cauda dos Na’Vi, em relação à cauda dos macacos, seria um exemplo representativo de estruturas: (A) homólogas, resultantes de um processo de divergência adaptativa. (B) homólogas, resultantes de um processo de convergência adaptativa. (C) análogas, resultantes de um processo de divergência adaptativa. (D) análogas, resultantes de um processo de convergência adaptativa. (E) vestigiais, resultantes de terem sido herdadas de um ancestral comum, a partir do qual a cauda se modificou. (Unicamp - 2009) Questão 94 Várias evidências científicas comprovam que as aves são descendentes diretas de espécies de dinossauros que sobreviveram ao evento de extinção em massa que assolou o planeta 65 milhões de anos atrás. O achado mais recente, um dinossauro emplumado chamado Epidexipteryx hui, foi apresentado na revista Nature. Alguns dinossauros menores adquiriram a capacidade de voar, e foram eles, provavelmente, que sobreviveram ao cataclismo e deram origem às aves modernas. (Adaptado de Herton Escobar, Curiosidades e maravilhas científicas do mundo em que vivemos. http://www.estadao.com.br/vidae/imagineso_265208,0.htm. Acessado em 27/10/2008.) a) Conforme o texto, as aves provavelmente seriam descendentes de um grupo de dinossauros, relação cada vez mais evidenciada pelo estudo dos fósseis. Contudo, as aves modernas diferem dos répteis quanto ao sistema respiratório, diferença essa que pode ser considerada uma adaptação ao voo. Que diferença é essa e como ela está relacionada ao voo? b) A capacidade de voar ocorre não só em aves mas também em mamíferos, como os morcegos, e em insetos. Os pesquisadores explicam que as asas podem ser órgãos homólogos, em alguns casos, e órgãos análogos, em outros. Indique em quais dos animais citados as asas são órgãos homólogos e em quais são órgãos análogos. Em que diferem esses dois tipos de órgãos? (Unicamp - 2010) Questão 95 60
  61. 61. As figuras a seguir mostram o isolamento, por um longo período de tempo, de duas populações de uma mesma espécie de planta em consequência do aumento do nível do mar por derretimento de uma geleira. a) Qual é o tipo de especiação representado nas figuras? Explique. b) Se o nível do mar voltar a baixar e as duas populações mostradas em B recolonizarem a área de sobreposição (Figura C), como poderia ser evidenciado que realmente houve especiação? Explique. (Unicamp - 2012) Questão 96 A anemia falciforme é uma doença genética autossômica recessiva, caracterizada pela presença de hemácias em forma de foice e deficiência no transporte de gases. O alelo responsável por essa condição é o HbS, que codifica a forma S da globina β. Sabe-se que os indivíduos heterozigotos para a HbS não têm os sintomas da anemia falciforme e apresentam uma chance 76% maior de sobreviver à malária do que os indivíduos homozigotos para o alelo normal da globina β (alelo HbA). Algumas regiões da África apresentam alta prevalência de malária e acredita-se que essa condição tenha influenciado a frequência do alelo HbS nessas áreas. a) O que ocorre com a frequência do alelo HbS nas áreas com alta incidência de malária? Por quê? b) O heredograma a seguir se refere a uma família com um caso de anemia falciforme. Qual é a probabilidade de o casal em Questão ter outro(a) filho(a) com anemia falciforme? Explique. (Unifesp - 2008) Questão 97 61
  62. 62. Atualmente, os seres vivos são classificados em cinco grandes reinos. Na caracterização do Reino Animalia (animais), é correto afirmar que: (A) estão excluídos os organismos multicelulares e que não possuem tecidos verdadeiros. (B) a segmentação do corpo aproxima evolutivamente os anelídeos e os nematódeos. (C) são incluídos tanto organismos unicelulares quanto seres vivos multicelulares. (D) a simetria radial é uma característica que evidencia parentesco evolutivo entre os organismos que a possuem. (E) grupos como equinodermos e cordados são aproximados evolutivamente pela origem do celoma. (UPE - 2008) Questão 98 Em 1978, Mary Leakey, cientista inglesa, encontrou, na Tanzania, pegadas de doiŝ hominídeos primitivos, caminhando lado a lado. Os estudos mostraram que a rocha onde estavam registradas as pegadas tinha cerca de 3,5 milhões de anos. Que tipo de processo de fossilizacão é esse, baseado em marcas ou pegadas?̧ A) Molde. B) Contramolde. C) Permineralizacão.̧ D) Impressão. E) Petrificacão.̧ (UPE - 2011) Questão 99 62
  63. 63. “Algumas mudanças evolutivas importantes ocorrem com rapidez suficiente para que possam ser documentadas no decorrer de uma ou de algumas vidas científicas. Isto é particularmente provável quando, devido a atividades humanas ou outras causas, o ambiente de uma população muda ou quando uma espécie é introduzida em um novo ambiente. Por exemplo, as mudanças no suprimento alimentar devido à seca nas Ilhas Galápagos causaram, no período de poucos anos, uma mudança evolutiva substancial, embora temporária, no tamanho do bico de um tentilhão; um vírus introduzido na Austrália para controlar os coelhos evoluiu para uma menor virulência em menos de uma década (e a população de coelhos tornou- se mais resistente a ele); os ratos evoluíram para a resistência ao veneno warfarin; desde a II Guerra Mundial, centenas de espécies de insetos que infestam safras e transmitem doenças desenvolveram resistência ao DDT e a outros inseticidas e a rápida evolução da resistência a antibióticos nos microrganismos patogênicos gera um dos mais sérios problemas de saúde pública.” Fonte: Futuyma, 2002. Evolução, Ciência e Sociedade (SBG). Esses exemplos decorrem da atuação de: A) deriva genética. B) especiação. C) migração. D) mutação cromossômica. E) seleção direcional. 63

×