CITOLOGIA
Por Luiz Philippe Sergio
“área da Biologia que estuda a célula”
ORGANELAS CELULARES
• As diversas estruturas presentes no citoplasma das células
eucarióticas desempenham funções específi...
membrana
plasmática
Célula animal: eucariótica
complexo golgiense
(ou de Golgi)
lisossomos
cristas da
mitocôndria
mitocônd...
membrana
plasmática
parede celular
Célula vegetal: eucariótica
retículo
endoplasmático
liso
vacúolo
membrana
vacuolar
mito...
1. Retículo endoplasmático (R.E.):
tubos e bolsas membranosas
 apresentam ribossomos
 R. E. Rugoso ou Granuloso ou
Ergas...
• Funções que são comuns ao R.E.R. e R.E.L.:
Síntese e Transporte de substâncias e Armazenamento de substâncias.
poros da
carioteca
cisternas
do retículo
endoplasmático
ribossomos
retículo
rugoso
retículo liso
polissomos
(conjunto
de
r...
2 - Ribossomos
• Constituição: duas subunidades de tamanhos diferentes, formados por RNA
ribossômico e proteínas.
• Função...
• Há pequenas diferenças entre ribossomos procariontes e eucariontes, Streptomicina
e Tetraciclina, influenciam os ribosso...
Proteínas Chaperonas (chaperones)
• São responsáveis pela aquisição da forma tridimensional das proteínas
• HSP60,70 e 90:...
3 - Complexo Golgiense ou Complexo de Golgi
 Constituição: 6 a 20 bolsas membranosas (cisternas) achatadas/empilhadas.
 ...
Complexo Golgiense - SECREÇÃO CELULAR
• Mecanismo:
1. R.E.R.: síntese de proteínas; formam-se vesículas e ocorre o transpo...
FORMAÇÃO DO ACROSSOMO DOS
ESPERMATOZÓIDES
• Acrossomo: vesícula presente na cabeça do espermatozóide, que possui enzimas
q...
4 - Lisossomos (lise, quebra)
• Constituição: bolsas membranosas que contêm dezenas de tipos de enzimas
digestivas (ex.: n...
*Obs.: Os lisossomos recém produzidos pelo complexo golgiense vagam pelo
citoplasma até se fundir a bolsas membranosas con...
Lisossomos- tipos de digestão
1. Heterofagia: material a ser digerido pelos lisossomos é
proveniente do meio externo, por ...
Lisossomos
Heterofagia
Autofagia
1) Fagocitose (englobamento de partículas sólidas);
2) Formação do fagossomo (bolsas memb...
Lisossomos
Obs.:
• O processo denominado autólise se dá quando os lisossomos rompem-se e
liberam suas enzimas digestivas, ...
5 - Peroxissomos
• Constituição: organelas membranosas que contém a enzima catalase, porém de
origem desconhecida.
• Funçã...
6 - Glioxissomas
• Exclusivo de células vegetais;
• Convertem lipídeos acumulados na semente em açúcares, durante a germin...
7 - Mitocôndrias -
membranosa
• Estrutura:
• Função: nas mitocôndrias, ocorre a respiração celular aeróbia.
C6H12O6 + 6O2  6CO2 + 6H20 + 30ATP
30 ATP = ENERGIA
Obs....
8 - Plastos - membranosos
• Exclusivos de células de plantas e algas (organismos que realizam fotossíntese);
• Divididos e...
CLOROPLASTOS
• Estrutura:
CLOROPLASTOS
• Plastos que apresentam a cor verde, por apresentar o pigmento clorofila;
• Função: nos plastos, ocorre o pr...
9 – Vacúolo de Suco Celular
• Delimitado por uma membrana lipoproteica, é chamado de Tonoplasto.
• Função: armazenamento d...
Acabou!!
Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares
Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares
Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares
Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares
Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares
Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares

1.436 visualizações

Publicada em

Quem são as organelas celular? No que elas contribuem para as células? Estão presentes em todos os organismos?

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.436
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 3 Biologia Celular IV - organelas celulares

  1. 1. CITOLOGIA Por Luiz Philippe Sergio “área da Biologia que estuda a célula”
  2. 2. ORGANELAS CELULARES • As diversas estruturas presentes no citoplasma das células eucarióticas desempenham funções específicas, essenciais à vida da célula. Por serem comparáveis aos órgãos de um organismo, elas são denominadas orgânulos ou organelas celulares/citoplasmáticas.
  3. 3. membrana plasmática Célula animal: eucariótica complexo golgiense (ou de Golgi) lisossomos cristas da mitocôndria mitocôndria centríolos peroxissomo retículo endoplasmático rugoso núcleo nucléolo carioteca cromatina retículo endoplasmático liso Modelos celulares ribossomo
  4. 4. membrana plasmática parede celular Célula vegetal: eucariótica retículo endoplasmático liso vacúolo membrana vacuolar mitocôndria cristas mitocondriais estroma cloroplasto granum complexo de Golgi retículo endoplasmático rugoso cromatina carioteca poros nucleares núcleoModelos celulares
  5. 5. 1. Retículo endoplasmático (R.E.): tubos e bolsas membranosas  apresentam ribossomos  R. E. Rugoso ou Granuloso ou Ergastoplasma Funções: a) Produção de proteínas para exportação (que serão eliminadas para atuar fora da célula); b) Produção de enzimas lisossômicas (que fazem a digestão intracelular).  não apresentam ribossomos.  R. E. Liso ou Agranuloso Funções: a) Síntese (produção) de ácidos graxos, fosfolipídios e de esteróides (lipídios em geral). OBS.: em células do fígado e em células das gônadas sexuais, encontramos grande quantidade de R.E.L.
  6. 6. • Funções que são comuns ao R.E.R. e R.E.L.: Síntese e Transporte de substâncias e Armazenamento de substâncias.
  7. 7. poros da carioteca cisternas do retículo endoplasmático ribossomos retículo rugoso retículo liso polissomos (conjunto de ribossomos )
  8. 8. 2 - Ribossomos • Constituição: duas subunidades de tamanhos diferentes, formados por RNA ribossômico e proteínas. • Função: síntese (produção) de proteínas. subunidade de maior peso molecular subunidade de menor peso molecular
  9. 9. • Há pequenas diferenças entre ribossomos procariontes e eucariontes, Streptomicina e Tetraciclina, influenciam os ribossomos de bactérias mas não os do Homem.
  10. 10. Proteínas Chaperonas (chaperones) • São responsáveis pela aquisição da forma tridimensional das proteínas • HSP60,70 e 90: chaperonas que são superexpressam em alto calor. • Estruturam proteínas que vão para diferentes partes da célula. Preoteossomos • Função oposta aos dos ribossomos: destroem proteínas. • Proteínas sem função ou danificadas ou mal formadas. • Composto por várias proteases que formam um “tubo”. • Ubiquitinas: marcam as proteínas que devem ser destruídas.
  11. 11. 3 - Complexo Golgiense ou Complexo de Golgi  Constituição: 6 a 20 bolsas membranosas (cisternas) achatadas/empilhadas.  Funções: a) Síntese de carboidratos; b) Secreção e armazenamento celular; c) Formação do acrossomo dos espermatozóides. d) Formação dos lisossomos. e) Formação da Lamela Média
  12. 12. Complexo Golgiense - SECREÇÃO CELULAR • Mecanismo: 1. R.E.R.: síntese de proteínas; formam-se vesículas e ocorre o transporte dessas vesículas para o complexo golgiense; 2. Complexo Golgiense: concentração e enpacotamento das proteínas; 3. Vesículas de secreção: grão de zimogênio; 4. Eliminação da secreção.
  13. 13. FORMAÇÃO DO ACROSSOMO DOS ESPERMATOZÓIDES • Acrossomo: vesícula presente na cabeça do espermatozóide, que possui enzimas que degradam o envoltório celular do óvulo, possibilitando o processo de fecundação.
  14. 14. 4 - Lisossomos (lise, quebra) • Constituição: bolsas membranosas que contêm dezenas de tipos de enzimas digestivas (ex.: nucleases, proteases, etc.); • Função: a) Digestão intracelular (heterofagia e autofagia).
  15. 15. *Obs.: Os lisossomos recém produzidos pelo complexo golgiense vagam pelo citoplasma até se fundir a bolsas membranosas contendo materiais a serem digeridos. • Enquanto essa fusão não ocorre, eles são denominados lisossomos primários, pois ainda não iniciaram sua atividade de digestão. • Quando se fundem a bolsas membranosas com os materiais que serão digeridos e suas enzimas entram em ação, eles passam a ser chamados lisossomos secundários.
  16. 16. Lisossomos- tipos de digestão 1. Heterofagia: material a ser digerido pelos lisossomos é proveniente do meio externo, por fagocitose e/ou pinocitose; 2. Autofagia: material a ser digerido provém do meio celular, podendo até ser algumas organelas celulares velhas (a digestão dessas organelas produz nutrientes para o citoplasma).
  17. 17. Lisossomos Heterofagia Autofagia 1) Fagocitose (englobamento de partículas sólidas); 2) Formação do fagossomo (bolsas membranosas); 3) Formação do vacúolo digestivo (fagossomo + lisossomos primários); 4) Formação do vacúolo residual (restos do processo digestivo); 5) Clasmocitose: eliminação do conteúdo para o meio extracelular. 1) Lisossomo primário engloba o orgânulo (que é proveniente da própria célula), formando o vacúolo autofágico; 2) Formação do vacúolo residual (restos do processo digestivo); 3) Clasmocitose: eliminação do conteúdo para o meio extracelular
  18. 18. Lisossomos Obs.: • O processo denominado autólise se dá quando os lisossomos rompem-se e liberam suas enzimas digestivas, digerindo assim a célula inteira (apoptose: morte celular programada). • Ex.: regressão da cauda do girino, durante a metamorfose em sapos. • Doenças como: 1. Silicose: membrana do lisossomo perde estabilidade e há o rompimentos; 2. Artrite Reumatóide: Liberação de enzimas dos lisossomos; 3. Doença de Tay- Sachs: Mau funcionamento das enzimas digestivas;
  19. 19. 5 - Peroxissomos • Constituição: organelas membranosas que contém a enzima catalase, porém de origem desconhecida. • Função: degradação da água oxigenada (subproduto das reações de degradação de ácidos graxos e a.a.; é tóxica para a célula) H2O2  2H2O + O2 • Observação: essas organelas são abundantes nas células do fígado e dos rins, pois oxidam (destroem) diversas substâncias tóxicas (como o álcool).
  20. 20. 6 - Glioxissomas • Exclusivo de células vegetais; • Convertem lipídeos acumulados na semente em açúcares, durante a germinação;
  21. 21. 7 - Mitocôndrias - membranosa • Estrutura:
  22. 22. • Função: nas mitocôndrias, ocorre a respiração celular aeróbia. C6H12O6 + 6O2  6CO2 + 6H20 + 30ATP 30 ATP = ENERGIA Obs.: a respiração celular é divida em 3 fases: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória. • Algumas observações importantes: • As mitocôndrias possuem DNA próprio, ou seja, elas são originadas de mitocôndrias pré-existentes; • As mitocôndrias são de origem materna; • Surgimento das mitocôndrias é explicada pela Hipótese Endossimbiótica (as mitocôndrias são descendentes dos antigos seres procarióticos que um dia, se instalaram no citoplasma de células eucarióticas primitivas).
  23. 23. 8 - Plastos - membranosos • Exclusivos de células de plantas e algas (organismos que realizam fotossíntese); • Divididos em: 1. Cromoplastos (plastos com pigmentos vermelhos/amarelos): responsáveis pelas cores de certas flores, frutos e raízes. 2. Leucoplastos (plastos incolores): armazenam amido em raízes e caules. 3. Cloroplastos (plastos com pigmentos verdes): responsáveis pelas cores das folhas, caules e frutos.
  24. 24. CLOROPLASTOS • Estrutura:
  25. 25. CLOROPLASTOS • Plastos que apresentam a cor verde, por apresentar o pigmento clorofila; • Função: nos plastos, ocorre o processo de fotossíntese (a clorofila capta a luz solar com máxima eficiência). Gás Carbônico + Água  Glicose + Oxigênio *Tilacóides: fase do claro. *Estroma: (com ribossomos, DNA e RNA): fase do escuro;
  26. 26. 9 – Vacúolo de Suco Celular • Delimitado por uma membrana lipoproteica, é chamado de Tonoplasto. • Função: armazenamento de substâncias úteis ao vegetal (a.a.; açúcares, proteínas, etc.). • Chega a ocupar até 80% do volume celular.
  27. 27. Acabou!!

×